37º Seminário de Extensão Universitária começa nesta quarta

02/07/2019 10:22

37º Seminário de Extensão Universitária da Região Sul ocorrerá dias 3 e 4 de julho de 2019, na Universidade Federal de Santa Catarina, no Campus Universitário Reitor João David Ferreira Lima, em Florianópolis.
(mais…)

Tags: 37º SEURS – Seminário de Extensão Universitária da região SulPROEXSeminário de Extensão Universitária (Seurs)UFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Cinco anos do Projeto ‘Colecionismo na Biblioteca’ será comemorado nesta sexta

02/07/2019 09:06

A Biblioteca Universitária (BU/UFSC) comemora cinco anos do Projeto Colecionismo na Biblioteca com abertura da XII Edição que apresenta fragmentos das coleções de colecionadores vinculados à Associação Filatélica e Numismática de SC (AFSC), no dia 5 de julho, às 10h, no hall de entrada da BU.

Colecionadores expositores:

Demétrio Delizoicov Neto – Professor no Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica (PPGECT) da UFSC. Coleção de selos postais e materiais relacionados (Filatelia Temática)

Romeu Odilo Trauer – Engenheiro Mecânico e Professor Titular no Departamento de Engenharia Mecânica da UFSC, atualmente aposentado. Coleção de selos postais e materiais relacionados (Filatelia Temática)

Ernani Santos Rebello – Aposentado. Coleção de máximos postais

Lucia Milazzo – Professora de Francês. Coleção de cartões telefônicos
(mais…)

Tags: BUProjeto 'Colecionismo na Biblioteca'UFSC

Atleta da UFSC é único estudante de universidade pública representando o Brasil em Atletismo em competição na Itália

01/07/2019 16:20

Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC

O estudante de Engenharia Sanitária e Ambiental, Jonatan Chaves Rodrigues, será o único representante de uma universidade pública a fazer parte do time de Atletismo convocado pela Confederação Brasileira de Desporto Universitário para representar o Brasil na Universíade de Verão, competição internacional que será realizado em Napoli, na Itália, de 3 a 14 de julho. Jonatan, além de atleta da UFSC, compõe a equipe da União Catarinense de Atletismo (UCA).

O Universíade de Verão é a segunda maior competição poliesportiva do mundo, e principal evento do esporte universitário. A cidade de Napoli receberá cerca de 10 mil atletas, de 127 países. A delegação brasileira, é formada por 190 pessoas, que, assim como Jonatan, competirão em sete modalidades: atletismo, futebol, ginástica artística, judô, natação, taekwondo e vôlei. Outras modalidades contempladas na competição, mas sem atletas brasileiros são: basquete, esgrima, ginástica rítmica, polo aquático, rugby 7, saltos ornamentais, tênis, tênis de mesa, tiro com arco, tiro esportivo e vela.

O Flash Catarinense, Jonatan foi convocado em maio para a competição internacional. Ele é bicampeão dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs 2015 e 2017), campeão Sul-americano Universitário em 2016 representando a UFSC, Campeão Brasileiro Sub23 em 2017, 5º lugar no Troféu Brasil 2018 e atualmente 3º colocado no Ranking Brasileiro de Atletismo na prova de 100 metros e convocado para o Grand Prix Brasil de Atletismo em abril deste ano.

(mais…)

Tags: SespUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Disciplina da UFSC apresenta perspectiva inovadora sobre uso de animais na ciência

28/06/2019 17:28

Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC

No segundo semestre de 2019, o departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia da Universidade Federal de Santa Catarina (MIP/CCB/UFSC) oferecerá, pela terceira vez, uma disciplina inédita na maioria das instituições de ensino brasileiras: “Aspectos Éticos em Pesquisa e Ensino com Animais”. O professor responsável, Carlos Roberto Zanetti, decidiu ofertá-la como matéria optativa do curso de Ciências Biológicas por considerar fundamental proporcionar aos estudantes da graduação uma reflexão crítica sobre questões éticas envolvendo o uso de animais no meio acadêmico. “Esse tema diz respeito a todos nós, mas sobretudo aos estudantes cujas profissões lidam diretamente com animais não-humanos. É um debate que vem crescendo nos últimos tempos em nível mundial, mas ainda é raramente abordado em nossas universidades”, afirma o docente.

A disciplina teve boa receptividade desde quando foi oferecida pela primeira vez, no segundo semestre de 2017. Os 30 estudantes matriculados tiveram 36 horas de aula com a participação de convidados de diferentes áreas do conhecimento, como Filosofia e Direito. A primeira versão da ementa apresentava uma perspectiva abolicionista – com argumentos pela extinção do uso de animais para qualquer finalidade – e alguns alunos chegaram a solicitar que o professor incluísse no programa uma perspectiva pró-vivisseccionista – isto é, favorável à dissecação de animais vivos. Zanetti se contrapôs: “Isso eu não vou fazer. Vocês já têm isso durante toda a graduação. Aqui vocês terão contato com uma visão contrária a essa visão hegemônica. Meu objetivo é apresentar-lhes outras possibilidades. Essa disciplina é uma oportunidade incrível de conhecerem um outro ponto de vista.”
(mais…)

Tags: animaisCarlos ZanettidisciplinaensinoéticapesquisaUFSCvivissecção

Yúpuri é primeiro indígena brasileiro a concluir o doutorado na UFSC

28/06/2019 13:50

João Rivelino Rezende Barreto durante a defesa da tese.

João Rivelino Rezende Barreto (também conhecido pelo nome indígena Yúpuri – guardião das portas do universo) tem 38 anos, é casado e pai de três filhos. Natural do município de São Gabriel da Cachoeira, extremo noroeste do estado do Amazonas, fronteira com a Colômbia e a Venezuela, nasceu na aldeia tukana São Domingos Sávio. Yúpuri é o primeiro indígena brasileiro a concluir o doutorado na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

A defesa da tese ‘ÚKŨSSE: forma de conhecimento Tukano via arte do diálogo Kumuãnica’ desenvolvida por Rivelino no Programa de Pós-graduação em Antropologia Social (PPGAS/UFSC) foi realizada na tarde do dia 13 de junho de 2019 no Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH) e contou com a participação, na banca, da professora-orientadora Evelyn Martina Schuler Zea, dos professores externos Renato Monteiro Athias (UFPE/via videoconferência) e Danilo Paiva Ramos (UFBA), dos professores internos do PPGAS José Antônio Kelly Luciani e Antonella Maria Imperatriz Tassinari.

O ingresso no doutorado aconteceu em 2015 após conhecer mais sobre a UFSC em um evento realizado em Manaus pelo curso de Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica, local em que João atualmente reside. Foi aos 11 anos que Yúpuri deixou a aldeia, porém as raízes culturais sempre o acompanharam. “Gosto de estudar as questões que envolvem o conhecimento indígena, por isso no mestrado e no doutorado busquei saber mais sobre o meu povo, o povo Tukano”, revela ele.

Com kumu tukano Luciano Barreto aprendendo a construir jequí (armadilha de peixe), Novo Airão (interior de Manaus).

Por meio da ‘etnografia em casa’, Rivelino desenvolveu a sua pesquisa estando em contato direto com três figuras definidas como detentoras de conhecimentos excepcionais: kumu (o pensador tukano), yai (o pajé), baya (o mestre de música). “A ciência tem focado que o conhecimento é concentrado no pajé, porém na minha pesquisa identifiquei que o kumu e o baya detêm muito conhecimento, sendo o kumu o mais forte”.

Na pesquisa de João o kumu foi o seu pai, Luciano Borges Barreto, que apresentou por meio do diálogo kumuãnica o pensamento, a formação, a organização social e a hierarquização dos tukanos. Assim, Yúpuri restabeleceu um laço forte com a sua comunidade indígena como forma aprofundar e documentar esses conhecimentos. “Com a pesquisa foi possível mostrar como acontece o processo de formação dessas três figuras, a responsabilidade de cada um, mostrando a existência do conhecimento Tukano”, enaltece João.
(mais…)

Tags: defesa tese em Antropologiadiálogo Kumuãnicaindígena conclui doutoradoJoão Rivelino Rezende BarretoTukanoUFSCÚKŨSSE

UFSC Explica: Aquecimento global

27/06/2019 15:53

As principais pesquisas científicas recentes afirmam que as drásticas mudanças climáticas atuais têm como principal causa o aquecimento global. Mas o que é exatamente o aquecimento global? Que evidências existem? Quais suas consequências? Para responder a essas e outras perguntas, o UFSC Explica de junho conversou com três pesquisadores especialistas no tema.

Regina Rodrigues, professora de Oceanografia (UFSC) e integrante do Painel Intergovernamental de Mudanças Climática das Nações Unidas (IPCC) e do Núcleo de Estudos do Mar (Nemar/UFSC). Regina atuou entre 2015 e 2016 como pesquisadora visitante no Department of Atmospheric, Oceanic and Planetary Physics da Universidade de Oxford, na Inglaterra. Desenvolve estudos na área de Oceanografia Física; interação do oceano com a atmosfera; fenômeno El Niño; variabilidade climática; e variabilidade do Atlântico tropical.

Marina Hirota Magalhães, professora de Meteorologia (UFSC) e integrante do Group for Interdisciplinary Environmental Studies (IpES). Marina pesquisa Geociências; Meteorologia; Climatologia; interações biosfera-atmosfera; sistemas complexos, estados de equilíbrio alternativos e tipping points; tipping points no sistema clima-vegetação-distúrbios; efeitos das mudanças climáticas no sul do Brasil; e desastres naturais e eventos meteorológicos extremos.

Pablo Borges de Amorim, pós-doutorando do do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental (PPGEA/UFSC), membro do Laboratório de Hidrologia da UFSC (LabHidro). e assessor técnico da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) em projetos de adaptação à mudança do clima.  Foi auxiliar de coordenação de projetos entre Brasil e Alemanha e pesquisador pelo departamento de Remediação de Águas Subterrâneas do Helmholtz Umweltforschungszentrum (UFZ ), em Leipzig, Alemanha (de 2009 a 2015) e pela Technische Universitaet Dresden. Desenvolve pesquisas nas áreas de mudança do clima; Geociências, com ênfase em Climatologia, Hidrologia e extremos climáticos.

Confira abaixo o vídeo, também disponível em nosso canal do YouTube.

Tags: aquecimento globalUFSCUFSC Explica

Segundo Banco Mundial, nova rota da seda tem potencial de retirar milhões de pessoas da extrema pobreza

27/06/2019 14:20

Jornadas Acadêmicas “A nova rota da seda: perspectivas brasileiras e chinesas” abertas nesta quinta na UFSC

As Jornadas Acadêmicas “A nova rota da seda: perspectivas brasileiras e chinesas” iniciaram-se na manhã desta quinta-feira, 27 de junho, no auditório do Centro Socioeconômico (CSE) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O representante da Embaixada da China no Brasil, Song Yang, compôs a mesa de abertura juntamente com a vice-reitora Alacoque Lorenzini Erdmann, o secretário de Relações Internacionais, Lincoln Paulo Fernandes, o diretor do centro de ensino, Irineu Manoel de Souza, o coordenador do projeto das jornadas, Pedro Vieira, e o diretor do Instituto Confúcio (Unesp/UFRGS), Antônio de Pádua.

Além de fomentar a internacionalização na Universidade, o evento busca promover o interesse sobre a cultura e língua chinesas; possibilitar estudos e intercâmbios com universidades e instituições da China, a criação e institucionalização de um núcleo interdisciplinar de estudos avançados na China; mapear, aproximar e incentivar estudantes e pesquisadores interessados no tema no âmbito da UFSC; sistematizar experiências existentes e do processo de formalização e das relações por meio de convênios e parcerias; e verificar a possibilidade de criar as condições para instalação do Instituto Confúcio na UFSC.
(mais…)

Tags: Programa de Pós-Graduação em Relações InternacionaissinterUFSC

Criptomoedas é tema do novo episódio do podcast UFSC Ciência

27/06/2019 14:10

A Agência de Comunicação (Agecom) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) publicou nesta quinta-feira, 27 de junho, o quinto episódio do podcast UFSC Ciência. O assunto do último programa deste semestre são as criptomoedas. Foram entrevistados para falar sobre o tema os professores Jean Everson Martina, do Departamento de Informática e Estatística do campus Florianópolis da UFSC, e Martin Augusto Vigil, do Departamento de Engenharia da Computação do campus Araranguá.

Podcasts são arquivos de áudio disponíveis para o usuário escutar a hora que quiser. Os episódios serão quinzenais e estarão em diversas plataformas, como Spotify e iTunes. A próxima edição do programa retorna no segundo semestre, a partir de agosto.

A iniciativa é uma realização da Agência de Comunicação da UFSC para divulgar o trabalho de alunos, professores e pesquisadores da instituição. A gravação e edição dos episódios contam com apoios fundamentais de dois setores da UFSC: o Laboratório de Radiojornalismo, do Departamento de Jornalismo, que cede um espaço semanal para a gravação de entrevistas e áudios; e o Laboratório de Gravação e Edição de Som, do Departamento de Artes, onde os materiais são editados e há gravação de pequenos trechos complementares.

Mais informações na página UFSC Ciência.
> Ouça através do player abaixo:

Download | iTunes | Feed | Spotify

Tags: AgecomblockchaincriptomoedasDivulgação Científicainformáticapodcastpodcast UFSC CiênciaUFSC Ciência

UFSC compõe grupo de pesquisa para nova política alimentar da União Europeia

27/06/2019 13:36

Professora e pró-reitora de Pós-graduação da UFSC, Cristiane Derani.

Referência em direito ambiental e Fellow do Centro de Pesquisas C-EENRG (Centre for Environment, Energy and Natural Resource Governance), na Universidade de Cambridge, a professora e pró-reitora de Pós-graduação da Universidade Federal de Santa Catarina (PROPG/UFSC), Cristiane Derani, representa a UFSC, única universidade fora da Europa, no Grupo de Trabalho restrito constituído especialmente para pesquisar e responder a seguinte questão: Como construir um sistema alimentar sustentável que também tenha uma justa e durável distribuição de alimentos? A pergunta de pesquisa surge diante do projeto da União Europeia (UE) em lançar em 2020 uma política para a segurança e sustentabilidade alimentar.

O convite para participar deste grupo, composto por 12 pesquisadores da Europa que atuam nas áreas de ciências humanas, surgiu devido à estreita relação de pesquisa de Derani com Cambridge. “Durante o pós-doutorado em 2016 publiquei trabalhos, participei de projetos e proferi palestras sobre Mudanças climáticas, proteção da biodiversidade para a segurança alimentar, ou seja, questões relacionadas ao meio ambiente e a produção e distribuição de alimentos”, relembra a pesquisadora.

A relação com a universidade inglesa fez com que Derani ingressasse no Global Cambridge Food Security, uma rede de pesquisadores de Cambridge que trabalham a segurança alimentar. “A partir disso, embora brasileira, devido ao vínculo com a universidade, fui chamada para atuar no aconselhamento à União Europeia (UE), o que considero muito interessante”, diz ela.

É comum que grupos de cientistas sejam formados para dar consultoria e, por meio de um Relatório, orientar as políticas a serem realizadas na União Europeia. A UFSC é a única universidade fora da Europa que está neste seleto grupo. “Na UE as leis são construídas a partir da ciência, ou seja, a política é feita a partir da ciência, então existem vários grupos de cientistas que estão permanentemente vinculados à Comissão Europeia para prover os políticos de conhecimento, algo que o Brasil precisa aprender”, esclarece Derani.

No dia 25 de junho a pró-reitora esteve em Berlin, na Alemanha, para participar da primeira reunião com o Grupo de Trabalho que prestará informações científicas ao Mecanismo Europeu de Aconselhamento Científico (European Scientific Advice Mechanism – SAM), sendo que o primeiro esboço do Relatório de Revisão de Evidências deve ser apresentado em 13 de setembro e o Relatório Final finalizado até março de 2020.
(mais…)

Tags: C-EENRGpolítica para a segurança e sustentabilidade alimentarPROPGsistema alimentar europeuUFSCUniversidade de Cambridge

Exposição entre os dias 2 e 30 de julho reúne aquarelas produzidas por professores da UFSC

27/06/2019 09:00

Frutaria Rosa, ano 2012, artista José Antônio Bellini da Cunha Neto

Delicadeza e colorações vibrantes são características das aquarelas produzidas por 14 professores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em exibição entre os dias 2 e 30 de julho, no hall da Reitoria da Universidade.

A exposição “Cores e Transparências” tem seu nome inspirado na maior característica das pinturas feitas em aquarela: a transparência. De difícil realização, já que não permite correções após a secagem, a técnica é executada com tinta composta de pigmentos que são diluídos em água e aplicados com pincel, geralmente sobre uma folha de papel.

Promovida pela Apufsc-Sindical, a mostra traz 26 obras de arte que retratam temas variados, mas que têm em comum elementos da natureza e a leveza típica da técnica milenar. 
(mais…)

Tags: Apufsc-SindicalCores e TransparênciasexposiçãoUFSC

Exposição ‘Do que você se Orgulha?’, no hall da Reitoria, até esta sexta-feira

26/06/2019 17:05

A Exposição “Do que você se Orgulha?”, realizada pela Coordenadoria de Diversidade Sexual e Enfrentamento da Violência de Gênero da Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (SAAD) da UFSC, ocorre no Hall da Reitoria até esta sexta-feira, 28 de junho. O evento conta com as bandeiras dos movimentos LGBTQIA+ e suas explicações, e recados da comunidade (enquete realizada pela La Kahlo Bodega e 8M Brasil – SC).

Este ano comemora-se 50 anos de Stonewall. Para quem não sabe o que foi Stonewall, a exposição propicia espaços para aprender e conversar sobre essa luta que marca o dia internacional do orgulho LGBTQIA+, dia 28 de junho.

Mais informações no facebook.

Tags: Coordenadoria de Diversidade Sexual e Enfrentamento da Violência de GêneroDo que você se OrgulhaSaadUFSC

Período de autoavaliação da UFSC pelos alunos inicia-se nesta quarta, 26

26/06/2019 08:16

Alunos da graduação podem responder on-line a questionamentos sobre a UFSC, manifestando sua opinião sobre o curso e a Universidade a partir desta quarta-feira, 26 de junho. Esse processo é realizado pela Comissão Própria de Avaliação (CPA), responsável por conduzir os processos internos de avaliação e preserva a identidade do estudante.

Os questionários trazem perguntas sobre políticas acadêmicas e infraestrutura. Além disso, aos graduandos são questionados sobre pontos relativos a sua autoavaliação, aos docentes e às disciplinas cursadas no último semestre. As informações coletadas são utilizadas para a elaboração do Relatório de Autoavaliação Institucional, que deve obrigatoriamente ser encaminhado ao Ministério da Educação (MEC). O resultados serão analisados e compartilhados com a comunidade acadêmica nas reuniões do Conselho de Unidade e na página da CPA/UFSC.

O questionário está disponível para Graduação Presencial e para Graduação EaD.

Mais informações pelo e-mail  ou pelos telefones (48) 3721-6212/3721-6284.

Tags: Autoavaliação discenteUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Conselho Universitário discute mudanças na resolução da Política de Ações Afirmativas da UFSC

25/06/2019 17:33

O Conselho Universitário (CUn) da UFSC, em sessão ordinária nesta terça-feira, 25 de junho, discutiu entre outros pontos de pauta, a proposta de alteração da Resolução Normativa nº 52/2015/CUn, que dispõe sobre a Política de Ações Afirmativas (PAA) no âmbito da Universidade para os processos seletivos de 2016 a 2022.

O relator e conselheiro Juliano Gil Nunes Wendt fez a leitura dos pontos a serem modificados para atualização do referido documento, conforme novo percentual do SiSU/MEC, que é de 30%, e da não implantação do Bônus Regional para o curso de Medicina em Araranguá, do programa do governo federal “Mais Médicos”, além de outros enquadramentos legais.

O pedido de atualização, segundo ofício encaminhado à presidência do CUn, se dá por uma série de motivos, entre eles a extensão do prazo da Lei de Cotas para 2026 pela Lei 13.409/2018 e a mudança do percentual de pessoas com deficiência em Santa Catarina, devido à Portaria 1.117/2108/MEC. Também foi sugerido que a RN 52 seja utilizada como texto base e, com as modificações propostas, assuma uma nova numeração.

Confira as alterações propostas 
(mais…)

Tags: ações afirmativasconselho universitárioUFSC

Encerramento de ciclo de debates discutirá dia da consciência negra

25/06/2019 16:00

O pesquisador e professor Kabengele Munanga, docente aposentado da Universidade de São Paulo (USP), atualmente professor visitante na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), participará da última conferência do ciclo de debates 13 de Maio: da abolição inconclusa ao racismo estrutural. A palestra será intitulada “13 de maio versus 20 de novembro” e ocorre no Auditório do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH) da UFSC, no dia 27, às 19h30. 

Kabengele Munanga atua principalmente nas áreas de antropologia da África e da população afro-brasileira, com enfoque nos seguintes temas de racismo, políticas e discursos antirracistas, negritude, identidade negra versus identidade nacional, multiculturalismo e educação das relações étnico-raciais. 

Trajetória

Nascido na República Democrática do Congo, Munanga é brasileiro por naturalização desde 1985. Graduado em Antropologia Social e Cultural pela Universidade Oficial do Congo (1969), o pesquisador iniciou sua carreira acadêmica como professor assistente naquela universidade (1969-1975). Em 1969, recebeu uma bolsa de estudos do governo belga para iniciar seus estudos de Pós-Graduação na Universidade Católica de Louvain, Bélgica, onde permaneceu até 1971. 

Foi pesquisador no Museu Real da África Central em Tervuren (Bruxelas) onde se especializou em estudo das artes africanas tradicionais. No entanto, por questões relacionadas à ditadura militar instalada em seu país, teve que voltar sem terminar o doutorado. Entre os anos de 1975 a 1977, com bolsa concedida pela Universidade de São Paulo, concluiu seu doutorado na USP em Ciências Humanas (área de concentração em Antropologia Social).

Munanga já lecionou na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Eduardo Mondlane, em Maputo, Moçambique, Universidade de Montreal, no Canadá, entre outras instituições de ensino. Sua principal atuação docente foi na Universidade de São Paulo (USP), onde atuou de 1980 a 2012, e se aposentou como Professor Titular. 

Munanga foi um dos protagonistas intelectuais negros no debate nacional em defesa das cotas e políticas afirmativas no Brasil. O conferencista é autor de mais de 150 publicações entre livros, capítulos de livros e artigos científicos. Recebeu vários prêmios e títulos honoríficos, entre os quais: a Comenda da Ordem do Mérito Cultural, pela Presidência da República Federativa do Brasil (2002); Grau de Oficial da Ordem do Rio Branco do Ministério Das Relações Exteriores, Palácio do Itamaraty (2013); o Prêmio Benedito Galvão, da Ordem dos Advogados do Estado de São Paulo (2012); Troféu Raça Negra 2012, pelo Afro-Brás e Faculdade Zumbi dos Palmares (2011), entre outros. 

 

Leia Mais:

A Luta dos Negros e das Negras Continua: entrevista com Kabengele Munanga

Tags: auditório do CFHCentro de Filosofia e Ciências HumanasCFHUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC na mídia: Programa de transplante de SC é referência

25/06/2019 12:35

Raphael passou por dois transplantes em 15 dias. Foto: Gabriel Lain/DC

A oportunidade de continuar vivo é o maior anseio de quem aguarda na fila por um transplante. As palavras são do representante comercial, Raphael Francisco Thiesen, de 52 anos. No Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago (HU/UFSC), em Florianópolis, ele se recupera do procedimento cirúrgico que passou há um mês, exatamente, quando recebeu um novo fígado, o segundo em menos de 15 dias.

— O primeiro foi no dia 13 (maio), mas tive um coágulo. Então precisei fazer outro transplante de urgência – conta.

Agarrado na sua fé, lembra de quando descobriu os problemas de saúde em dezembro de 2017. Na época, não deixou de trabalhar, mas acrescentou uma agenda médica à sua rotina: procurou profissionais para assisti-lo e iniciou o processo de tratamento para cirrose hepática. No mesmo tempo, e com a realização de novos exames, recebeu o diagnóstico de um câncer agressivo no fígado. Confiante, não se deixou abater.
(mais…)

Tags: HUtransplanteUFSC

Jornadas Acadêmicas na UFSC debate ‘A nova rota da seda: perspectivas brasileiras e chinesas’

25/06/2019 09:07

A Secretaria de Relações Internacionais (Sinter), o Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais (PPGRI) e o Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política (PPGSP) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) organizam, nos dias 27 e 28 de junho, as Jornadas Acadêmicas sobre o tema “A nova rota da seda: perspectivas brasileiras e chinesas”. O evento contará com a participação de um representante da Embaixada da China no Brasil Song Yang, do professor Miao Ji, do Institute of Asian Studies, Trilateral Cooperation Studies Center, China Foreign Affairs University, e de importantes especialistas nos estudos que envolvem relações entre Brasil e China no país.

Conforme o professor do Departamento de Sociologia e Ciência Política da UFSC, Raúl Burgos, dentre os diversos objetivos do evento, cinco merecem destaque especial:
1) criação e institucionalização de um núcleo interdisciplinar de estudos avançados na China;
2) mapear, aproximar e incentivar estudantes e pesquisadores interessados no tema no âmbito da UFSC;
3) sistematização das experiências existentes e do processo de formalização e das relações por meio de convênios e parcerias;
4) verificar a possibilidade de criar as condições para instalação do Instituto Confúcio, máxima instituição de propagação da cultura e da língua chinesa, que já está instalado em outras universidades brasileiras;
5) promover o debate com a participação de autoridades no tema “A nova rota da seda”.

Confira a programação:
(mais…)

Tags: nova rota da sedarelações brasil-chinasinterUFSC

Uma pausa no campus para celebrar o yoga

19/06/2019 21:13

Foto: Jair Quint/Agecom/UFSC.

“Mantenha a atenção no seu corpo, esteja nesse momento presente… Respire tranquilamente… Alongue o tronco, abra o peito…” A voz doce e serena da professora Camila de Lucca reverberava suavemente entre as árvores em frente ao prédio da Reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Um grupo de aproximadamente 60 pessoas ouvia suas instruções atentamente. “Nosso corpo é uma manifestação da nossa mente. Não existe um ponto onde o corpo termina e a mente começa. Então controlar o corpo é uma forma de conseguir controlar a mente.”
(mais…)

Tags: Dia Internacional do YogareitoriaUFSCYoga

Faruk Nome: homenagem da UFSC ao seu exemplo de professor, pesquisador e cientista

19/06/2019 14:29

Faruk Nome

Faruk Nome por 41 anos atuou no Departamento de Química da UFSC. E a partir deste 18 de junho de 2019, o inesquecível professor terá seu nome gravado em importante espaço do Centro de Ciências Físicas e Matemáticas (CFM). “A homenagem pode parecer pequena para alguém que foi um dos maiores cientistas brasileiros”, mas, complementa Ubaldo Cesar Balthazar, “é muito simbólica para a instituição”. Para o reitor, “Faruk é o exemplo pronto de professor, pesquisador e cientista”, e seu trabalho elevou o curso ao conceito máximo da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Química é um dos três cursos da UFSC com a nota 7.

No auditório que recebeu o nome do pai, os filhos de Faruk, René e Marcelo, compartilharam a homenagem e o descerramento de duas placas – dispostas na entrada e no interior do espaço -, com o reitor, pró-reitores, ex-reitores, diretores de centros, chefes de departamentos, alunos de graduação e de pós, técnicos, professores e amigos.

O pesquisador Faruk faleceu em 24 de setembro de 2018, dias após a sua aposentadoria. A notícia consternou a comunidade universitária. Cinco dias antes, recebeu a maior honraria científica do poder executivo do Brasil: a promoção a Grão-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico, da qual fazem parte personalidades brasileiras e estrangeiras com reconhecida contribuição científica e técnica para o desenvolvimento da ciência no país.
(mais…)

Tags: Departamento de QuímicaFaruk NomeUFSC

Resultado de pesquisa abre caminho para a cicloinclusão na UFSC

17/06/2019 16:45

Você deve ter notado o aumento da circulação de bicicletas e patinetes dentro da universidade nos últimos meses. A revitalização e criação de trajetos acessíveis para bicicletas foi realizada após o desenvolvimento de orientações para obras de mobilidade cicloviária pelo Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia (DPAE) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). As diretrizes foram baseadas em duas pesquisas feitas entre 2016 e 2017. Os principais pontos de análise serviram para a definição do perfil dos ciclistas da universidade. Analisou, também, a opinião desses usuários sobre os trajetos existentes e suas condições aqui na UFSC. O relatório final foi o primeiro passo para a criação de um plano de mobilidade acessível na UFSC.

As reformas nos caminhos entre a Biblioteca Universitária (BU/UFSC) e o Restaurante Universitário (RU/UFSC) fazem parte do projeto Rotas Acessíveis, o principal projeto, até então, a utilizar essas diretrizes. O trecho 1, nome dado a esse trajeto, incluiu também os caminhos da Praça da Cidadania, em frente à Reitoria II e a calçada do Centro de Cultura e Eventos. Além da revitalização da infraestrutura existente, a ampliação e a padronização dos bicicletários, o projeto também sugere algumas diretrizes legais, como políticas de estacionamento e áreas com velocidade controlada dentro do campus.
(mais…)

Tags: Biblioteca UniversitáriaBUCoordenadoria de PlanejamentoCoplanDepartamento de Projetos de Arquitetura e EngenhariaDPAErestaurante universitárioRUUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Semana do Meio Ambiente: ‘Nossa dieta está levando o planeta à ruína’

15/06/2019 19:15

As notícias são alarmantes. Publicadas diariamente, por toda parte, soam quase em uníssono. Se olharmos apenas para os veículos brasileiros, nos deparamos com as seguintes manchetes nos últimos dias: “Mudanças climáticas serão uma tragédia para o mundo” (O Globo); “Mudanças climáticas podem acabar com a civilização até 2050” (Revista Galileu); “Mudanças climáticas vão gerar prejuízo de US$ 1 tri para grandes empresas” (Revista Exame); “Mudanças climáticas já provocam danos sérios à saúde humana” (G1). As matérias reportam as mais recentes constatações científicas, que urgem por demonstrar a relevância do tema nas diversas áreas: política, economia, direitos humanos etc. O jornal britânico The Guardian, inclusive, acaba de propor uma nova terminologia, mais adequada ao fenômeno em questão: no lugar de mudanças climáticas, sugere crise climática, emergência climática ou colapso climático.

O planeta já passou por diferentes eras geológicas decorrentes de alterações na temperatura, entretanto, o que vivemos agora é inédito. As atividades humanas ao longo dos últimos séculos – e muito mais nas últimas décadas – têm modificado o clima da Terra com tal intensidade, extensão e rapidez que cientistas dizem que já entramos em uma nova era, o Antropoceno. Entre as atividades mais prejudiciais aos ecossistemas está toda a cadeia produtiva que envolve nossa alimentação baseada em produtos de origem animal. A Organização das Nações Unidas (ONU) tem recomendado a mudança para uma dieta sem carnes e laticínios como forma de reduzir o aquecimento global. Um relatório apresentado em 2010 afirmava que “alimentos de origem animal, tanto carnes quanto laticínios, requerem mais recursos e causam mais emissões do que alternativas à base de vegetais.”

Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC.

O impacto da agropecuária no meio ambiente foi um dos temas debatidos durante a Semana do Meio Ambiente, realizada de 3 a 7 de junho na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Com o auditório da reitoria completamente lotado, Sônia T. Felipe, professora de Filosofia aposentada pela UFSC, iniciou sua palestra de forma categórica. “Há mais de 70 anos estamos levando o planeta à ruína por conta da produção de alimentos para servir os animais, que serão depois servidos no prato de metade da população humana no mundo. Isso porque a outra metade não come regularmente carnes, queijos ou ovos.” Ao longo dos 50 minutos seguintes ela prendeu a atenção do público apresentando dados que revelam uma realidade sobre a qual pouco se pensa.
(mais…)

Tags: agropecuáriaalimentaçãoanimaiscarneSemana do Meio AmbienteSonia T FelipeUFSC

Superbactérias é assunto do quarto episódio do podcast UFSC Ciência

11/06/2019 17:39

Microorganismos super resistentes é o tema discutido no quarto episódio do podcast UFSC Ciência. A professora Thaís Sincero, do Departamento de Análises Clínicas da UFSC e o pesquisador Carlos Zarate Blades, do Departamento Microbiologia, Imunologia e Parasitologia explicam o surgimento e circulação desses organismos, além da ligação entre a criação de animais e a pesquisa hospitalar de bactérias.

O UFSC Ciência é uma produção da Agência de Comunicação da UFSC, gravado no Laboratório de Radiojornalismo da UFSC e editado no Laboratório de Gravação e Edição de Som do Centro de Comunicação e Expressão da UFSC.

Podcasts são arquivos de áudio disponíveis para o usuário escutar a hora que quiser. Os episódios serão quinzenais, às terças-feiras, e estarão em diversas plataformas, como Spotify e iTunes.

Mais informações na página UFSC Ciência.

Ouça através do player abaixo:

Download | iTunes | Feed | Spotify

Tags: podcastpodcast UFSC CiênciaUFSCUFSC CiênciaUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC na mídia: cineasta fala sobre prêmio em Cannes

11/06/2019 16:59

A cineasta Nina Kopko foi entrevistada pelo G1. Formada em Cinema pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a cineasta atuou como diretora-assistente do filme “A vida invisível de Eurídice Gusmão”, vencedor do prêmio de melhor filme na mostra “Um certo olhar” (Un certain regard), principal festival paralelo de cinema de Cannes. Nina foi também a responsável pela sugestão de adaptação do livro homônimo de Martha Batalha para o cinema. Confira o texto completo aqui.

Tags: CannescinemaNina KopkoUFSCufsc na mídia

UFSC suspende programas de mobilidade internacional após contingenciamento financeiro

11/06/2019 10:45

A Universidade Federal de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Relações Internacionais (Sinter/UFSC), emitiu comunicado nesta terça-feira, 11 de junho, com a informação de suspensão dos seguintes programas de mobilidade acadêmica internacional: Escala Docente, Grado, Posgrado e Gestores y Administradores da Associação de Universidades Grupo Montevideo (AUGM), e os Programas BRACOL e BRAMEX do Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras (GCUB), tanto na modalidade Outgoing quanto Incoming. A suspensão se deve em virtude do contingenciamento de gastos e bloqueio dos recursos financeiros por parte do governo federal, e será por tempo indeterminado.

Também estão suspensas as viagens dos representantes de Núcleos Disciplinares e Comitês Acadêmicos. A Sinter informa, ainda, que, em face do exposto, não serão lançados editais para seleção de docentes, estudantes de graduação e pós-graduação e técnicos administrativos para 2020 pelos referidos programas. Dessa forma, orienta aos professores que não assinem cartas-convite, formulários de inscrição, contratos de estudos ou qualquer outro documento que envolvam atividades relacionadas aos Programas para 2019.2 e posterior.

Em caso de dúvidas, a Sinter solicita que seja consultada antes de qualquer ação. A medida é preventiva e segue a recomendação da Administração Central. Tão logo a situação econômica se normalize, todos os Programas serão retomados e os envolvidos serão comunicados.

A SINTER esclarece que os intercâmbios a serem realizados por meio de acordos bilaterais (Programa Outgoing) não serão afetados pelo bloqueio financeiro do Governo Federal pois não são financiados com recursos da UFSC.

Mais informações na página da Secretaria de Relações Internacionais (SINTER).

Leia aqui a nota na íntegra.

Assista aqui à reportagem do Jornal do Almoço divulgada na quarta-feira, dia 12 de junho, sobre a suspensão dos programas de mobilidade acadêmica.

Última atualização às 15:51 do dia 12 de junho de 2019.

Tags: AUGMbolsasBracolBRAMEXcomunicadosinterUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC conquista, pela segunda vez, primeiro lugar no Torneio de Derivadas Interinstituições

10/06/2019 16:01

O estudante do curso de Engenharia Aeroespacial da UFSC Joinville, Filipi Kunz, conquistou a primeira colocação no III Torneio de Derivadas Interinstituições, trazendo a segunda vitória da instituição na competição. Realizado no sábado, dia 8 de junho, em Itajaí, o torneio reuniu 24 estudantes pré-selecionados de seis universidades da região, a Católica de SC, PUC, UFSC-Joinville, UTFPR, UEPG e UNIVALI.  O evento tem como objetivo principal promover a troca de experiências e conhecimento a respeito do assunto de derivadas de funções, ferramenta essencial para os cursos de Engenharia.

Representando a UFSC, também estiveram presentes os estudantes Adolfo Steiner da Silva, Lillian Rodrigues e Sarah Aguiar, todos participantes do projeto de extensão da UFSC, Maratona de Cálculo.

Para mais informações, acesse o site oficial do projeto e as páginas no Instagram e Facebook.

 

 

Tags: Engenharia AeroespacialMaratona de CálculoTorneio de Derivadas InterinstituiçõesUFSCUFSc Joinville

Iphan realiza em Florianópolis oficina para candidatura de fortificações brasileiras a Patrimônio Mundial

10/06/2019 11:01

Ilha de Anhatomirim – Fortaleza de Santa Cruz de Anhatomirim. Crédito da foto: Leonardo Sousa

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) realiza, a partir desta segunda-feira, dia 10 de junho, uma oficina de construção de plano de gestão compartilhada, com representantes do Conjunto de Fortificações do Brasil, candidato a Patrimônio Mundial. O evento é resultado de uma parceria entre o Iphan, do Ministério da Cidadania, o Ministério do Turismo, o Ministério da Defesa, a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

A iniciativa é da Superintendência do Iphan em Santa Catarina e do Departamento de Patrimônio Material e Fiscalização do Instituto, além da participação do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). A programação ocorre até 13 de junho, no Centro Integrado de Cultura, em Florianópolis (SC).
(mais…)

Tags: #FortalezasUFSC40anosfortalezasFortalezas da IlhaFortalezas da Ilha de Santa CatarinaInstituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)Patrimônio MundialProjeto FortalezasUFSCunesco