Prefeitura Universitária restabelece fornecimento de energia elétrica para o CCS e o CTC

26/11/2022 10:00

Energia elétrica no CTC e no CCS foi restabelecida no início da noite de sexta-feira (Foto: Helio Rodack)

A Prefeitura Universitária conseguiu restabelecer, no início da noite da sexta-feira, 25 de novembro, o fornecimento de energia elétrica para as edificações do Centro de Ciências da Saúde (CCS) e do Centro Tecnológico (CTC). Com isso, dois concursos programados para este fim de semana poderão ser realizados normalmente, e as atividades acadêmicas e administrativas serão plenamente retomadas na segunda-feira. As duas unidades estavam sem energia desde o início da tarde de quinta-feira, devido ao rompimento de um cabo de média tensão.

No Centro Tecnológico, os blocos A, B e E serão utilizados no domingo para a realização de um concurso organizado pela Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicas (Fepese) para a contratação de servidores para a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc). No Centro de Ciências da Saúde será realizada a prova de Residência em Medicina de Família e Comunidades, da Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis, também no domingo.

A falta de energia alterou a rotina nos dois centros atingidos. No CCS, as aulas previstas para a sexta-feira foram canceladas, os atendimentos em clínicas foram suspensos e remanejados e o trabalho administrativo pode ser realizado de maneira remota. Atividades realizadas no Hospital Universitário e em outros Centros de Ensino foram mantidas.

No CTC as aulas foram interrompidas na quinta-feira, pouco antes do jogo da Seleção Brasileira, e na sexta-feira em todos os períodos, mas retornam à normalidade na segunda-feira. “O prejuízo didático, que poderia se estender por vários dias, foi mínimo, dada a gravidade do acidente”, afirmou o diretor do CTC, Edson Roberto de Pieri.

Operação logística
No começo da tarde de quinta-feira ocorreu o rompimento de um cabo de média tensão elétrica, que causou falta de energia em diversas edificações e setores do campus da Trindade. A equipe técnica da Prefeitura conseguiu restabelecer o fornecimento de energia para a maior parte das edificações afetadas, no entanto verificou-se a ocorrência de um curto-circuito em um dos ramais de alimentação que abastece o CTC, o CCS e locais próximos.

A partir daí, teve início uma grande operação de logística para garantir o funcionamento de geradores e manter o suprimento de energia elétrica em setores essenciais ao funcionamento da Universidade, como a Superintendência de Governança Eletrônica e Tecnologia da Informação e Comunicação (SeTIC), que mantém vários sistemas informatizados, a base de dados da UFSC e os serviços de rede e internet. E também dos geradores que alimentam equipamentos de refrigeração que preservam amostras utilizadas em pesquisas no CCS. Servidores do setor de Transportes da UFSC, da Segurança Institucional e da SeTIC colaboraram para a compra do combustível necessário ao funcionamento dos geradores.

De acordo com o Prefeito da UFSC, Hélio Rodak, vários servidores e departamentos da Prefeitura se envolveram em uma força-tarefa na busca de solução ao problema. No entanto, a substituição do cabo danificado representou um grande desafio. “Infelizmente, esses cabos só estavam disponíveis em São Paulo e Porto Alegre. Seria uma longa espera até a chegada e a substituição deles em dutos subterrâneos que já têm mais de 30 anos”, disse o diretor do CTC, professor Edson de Pieri.

A equipe técnica que estava avaliando as instalações constatou que cada conjunto de distribuição de energia é formado por quatro cabos, sendo três energizados e um de reserva, para ser utilizado justamente nestas situações de emergência. Após alguns testes para verificar a integridade dos condutos, os técnicos da PU se certificaram que três deles estavam em bom estado. A ligação do cabo danificado foi desativada e a conexão foi realizada por meio do cabo de reserva, restabelecendo a energia elétrica por volta das 19h15 da sexta-feira.

A partir de agora, a Prefeitura Universitária vai providenciar a avaliação das instalações para manutenção do sistema. A médio prazo, por meio de uma interrupção programada do fornecimento de energia, deverá ser feita a reinstalação do cabo de reserva do conjunto.

Tags: CCSCTCfalta de energia elétricaPrefeitura UniversitáriaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Falta de energia elétrica altera aulas e atividades administrativas no CCS e no CTC

24/11/2022 22:25

Um problema ligado ao fornecimento de energia elétrica ocorrido nesta quinta-feira, 24 de novembro, terá impacto em atividades administrativas e acadêmicas do Centro de Ciências da Saúde (CCS) e do Centro Tecnológico (CTC) da UFSC nesta sexta-feira, 25 de novembro.

O diretor do CCS, Fabrício de Souza Neves, elaborou um comunicado com orientações sobre as atividades na Unidade de Ensino. “As aulas previstas para o CCS não poderão ocorrer, ficando a eventual reposição ou adaptação do conteúdo a critério de cada curso/disciplina. Atendimentos nas clínicas devem ser cancelados e remanejados. Pessoal de laboratório deve ficar atento a seus equipamentos e congeladores (está sendo providenciado reabastecimento do gerador conforme necessário, devido ao uso contínuo). Pessoal administrativo deve despachar remotamente, em caráter excepcional. Atividades de limpeza, segurança e manutenção predial estão mantidas presencialmente. Atividades de nossos cursos no Hospital Universitário e bloco didático da Medicina estão mantidas (energia normal neste local). Atividades de nossos cursos em outros centros, como o Centro de Ciências Biológicas (CCB), também estão mantidas”.

Essas informações foram enviadas pelo diretor do CCS nas listas de contatos na tarde desta quinta-feira e também por WhatsApp em alguns grupos do Centro. Ele também solicitou aos centros acadêmicos que encaminhassem as orientações aos estudantes, de modo a minimizar os transtornos.

O diretor do CTC, Edson Roberto de Pieri, estava tentando dimensionar a extensão do problema na noite de quinta-feira e identificar quais os prédios do Centro estarão sem energia nesta sexta-feira, para não fazer cancelamentos desnecessários de aulas. De acordo com ele, o CTC dispõe de dois sistemas de alimentação de energia e cada um atende a uma parte das edificações.

A direção do Centro Tecnológico, localizada no primeiro andar da Fundação Stemmer para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (Feesc), está sem energia, mas os prédios do bairro Córrego Grande, ao lado do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da UFSC (Sintufsc), estão com o fornecimento normal, informou o professor De Pieri.

Curto-circuito
De acordo com ofício expedido pela Prefeitura Universitária, no início da tarde ocorreu o rompimento de um cabo de média tensão elétrica, que causou falta de energia em diversas edificações e setores do campus da Trindade. A equipe técnica da Prefeitura conseguiu restabelecer o fornecimento de energia para a maior parte das edificações afetadas, no entanto verificou-se a ocorrência de um curto-circuito em um dos ramais de alimentação que abastece o CTC, o CCS e locais próximos.

No mesmo documento, a Prefeitura Universitária informou que estava providenciando a contratação emergencial de serviços não contemplados pelos contratos atuais para tentar restabelecer o fornecimento de energia elétrica a esses locais, mas que a tarefa era complexa. No final do dia, os diretores do CTC e do CCS foram informados que a energia não seria restabelecida nesta sexta-feira, 25 de novembro.

 

Tags: atividades administrativasAulasCCSCTCfalta de energia elétricaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Abertas as inscrições para mestrado e doutorado em Engenharia Civil

27/10/2022 16:46

O Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil (PPGEC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) está com inscrições abertas para o processo de seleção e admissão no mestrado e no doutorado, com ingresso em fevereiro de 2023. Os candidatos poderão se inscrever até 20 de novembro, pelo Sistema de Controle Acadêmico da Pós-Graduação (CAPG). São disponibilizadas 32 vagas para mestrado – 10 delas reservadas à política de ações afirmativas. Para o doutorado, há 24 vagas, sendo sete destinadas às ações afirmativas. 

A seleção dos candidatos envolve a avaliação do histórico escolar, do currículo Lattes e da carta de intenções. São três áreas de concentração: Construção Civil, Estruturas e Infraestrutura e Geotecnia. Os interessados podem saber mais sobre áreas de concentração, linhas de pesquisa e outras características do programa pelo do canal do YouTube do PPGEC Mais informações sobre o processo seletivo estão disponíveis no site do programa.

Tags: CTCdoutoradomestradopós-graduaçãoPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Civil (PPGEC)UFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Gerador fotovoltaico mais antigo do país completa 25 anos

19/09/2022 14:30

Foram utilizados 68 módulos, sendo 54 opacos e 14 semitransparentes. Foto: Laboratório Fotovoltaica/ UFSC

O primeiro sistema fotovoltaico integrado a uma edificação e conectado à rede elétrica pública do Brasil completou 25 anos de operação ininterrupta no Laboratório de Energia Solar Fotovoltaica da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Desde 16 de setembro de 1997, ele está instalado no topo do prédio do Departamento de Engenharia Mecânica, no Centro Tecnológico do campus de Florianópolis (CTC) – sede original do Laboratório Fotovoltaica, que construiu e monitora este e diversos outros sistemas fotovoltaicos no país.

O gerador tem a potência instalada de 2 kWp, fixado em uma área total de 40m². A inclinação foi ajustada para a face norte, à linha do equador, captando a maior radiação possível ao longo do ano. O projeto original do sistema de 2 kWp foi composto na forma de subsistemas, utilizando quatro inversores, que são os responsáveis por converter a energia gerada em corrente alternada para injetá-la na rede pública. O sistema operou dessa forma de setembro de 1997 até o final de 2008, quando os quatro inversores foram substituídos por apenas um de 2,5kW.

Ao longo do período de 11 anos de operação foram detectadas algumas poucas interrupções de geração, rapidamente solucionadas. O sistema foi mantido configurado como instalado, demonstrando a elevada confiabilidade de um gerador deste tipo em atividade de longo prazo. Com a atualização da tecnologia, hoje um sistema com essa mesma potência pode ocupar apenas 10m².

Depois de duas décadas funcionando, foi necessário desconectar alguns dos módulos. Isto reduziu a capacidade de geração para 1,28 kWp. No entanto, os problemas que causaram a redução do número de módulos estão associados a componentes, e não à tecnologia em si. Com os avanços no setor, esses componentes se apresentam de forma mais robusta nos módulos fotovoltaicos disponíveis hoje no mercado.

No início do ano de 2022, 10 anos após o marco legal que regulamentou o uso de geradores solares fotovoltaicos na rede elétrica pública em nosso país, o Brasil alcançou a marca de 14 mil megawatts instalados, mesma potência da Usina Hidrelétrica de Itaipu. A longevidade do primeiro gerador fotovoltaico conectado à rede e ainda em operação representa uma consistente contribuição ao conhecimento do desempenho de longo prazo da geração solar, que é limpa e de baixo custo.

Para ter mais informações sobre a instalação do sistema e sobre outros projetos do Fotovoltaica, acesse a página do laboratório ou o perfil no Instagram.

Tags: CTCenergia limpaenergia solarFotovoltaicageração elétricaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Software criado na UFSC ajuda a reduzir danos em tubulações de refinarias

01/09/2022 10:00

Um projeto desenvolvido no Laboratório de Vibrações e Acústica do Centro Tecnológico da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) vai contribuir com a redução de perdas em refinarias de petróleo causadas pela vibração excessiva nos sistemas de tubulação. Denominado Análise da Pulsação Acústica em Tubulações  de Unidades, o projeto começou em outubro de 2019 e é patrocinado pela Petrobras. A gestão financeira e administrativa é da Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária (Fapeu), com a participação de nove integrantes do Departamento de Engenharia Mecânica da UFSC.

A missão do projeto é desenvolver um procedimento numérico, na forma de um software direcionado às comunidades científicas e técnicas, para uso livre, fácil e gratuito. A ideia era permitir às empresas do setor de óleo e gás, e mesmo a prestadoras de serviços, prever e analisar a pulsação acústica e as vibrações excessivas de tubulações que podem comprometer a produção nas unidades de processo.

“O petróleo bruto, em sua forma natural, não pode ser utilizado de maneira prática em outras aplicações a não ser fornecer energia pelo processo de combustão. Por esta razão, processos de refino são realizados para transformar e refinar o óleo cru em produtos utilizáveis, como o gás liquefeito de petróleo (GLP), querosene, base asfáltica, combustível aeronáutico, gasolina, parafina, entre inúmeros outros produtos”, explica o gerente do projeto, Olavo M. Silva. O hidrotratamento é um desses processos. “No hidrotratamento, o hidrogênio a altas pressões é transportado através de tubos, cilindros e outros componentes situados a partir da descarga de grandes compressores. A pulsação acústica do gás produzida pelo compressor é uma importante fonte de excitação para sistemas de tubulação que transportam o gás pressurizado ao longo de uma refinaria de petróleo”, acrescenta Silva.

Entre outros problemas, essas oscilações podem resultar em trincas, com propagação da fadiga e vazamentos nas conexões flangeadas da tubulação. O custo do reparo em si não representa um prejuízo considerado expressivo pelos operadores. A grande perda está no fato de o conserto exigir a interrupção ou redução da operação na unidade afetada, além do risco de vazamento do óleo.

O principal resultado do projeto foi a definição de um software computacional em código aberto que possibilita a determinação do comportamento vibroacústico de sistemas de compressores alternativos (não exclusivamente), em fase de projeto ou em fase de modificação de sistema. “A metodologia numérica difere do que há em pacotes comerciais, pois inova ao otimizar o processo para a análise apropriada do sistema em questão, aplicando métodos de solução e condições de contorno específicas para o problema”, compara Olavo. “Seu uso será simples, com processamento rápido, possibilitando adaptação direta ao processo de projeto ou mesmo de manutenção. Desta forma, o engenheiro poderá escolher melhor os materiais, a posição de suportes e curvaturas, otimizar trajetórias de tubulações etc.”, acrescenta.

O desenvolvimento do software em código aberto foi realizado através da programação em linguagem de programação Python. Todas as atualizações são disponibilizadas ao público através do repositório GitHub em https://github.com/open-pulse/OpenPulse. O software é livre para uso em empresas, universidades etc., com licença do tipo MIT License em https://github.com/open-pulse/OpenPulse/blob/master/LICENSE.md.

“O desenvolvimento de softwares livres para solução de problemas de engenharia possibilita que empresas nacionais ou mesmo internacionais reduzam seus custos com programas que custam milhares de dólares, propiciando um aumento na qualidade dos produtos desenvolvidos. O fomento a esse tipo de atividade representa retorno imediato à sociedade”, observa Olavo.

Veja o funcionamento do sofware em animação clicando aqui.

Esta reportagem integra a edição número 13 da Revista da Fapeu que está disponível em https://abre.ai/revistadafapeu

Tags: CTCLaboratório de Vibrações e AcústicaPetrobrassofwareUFSC

Exposição mostra trabalhos de calouros da Engenharia de Controle e Automação

27/07/2022 11:30

O curso de graduação em Engenharia de Controle e Automação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Campus Trindade, promove a XII Expolouro – Feira de Exposição dos Projetos das/os Calouras/os. O evento apresenta os trabalhos desenvolvidos pelos estudantes da turma de 2022.1 na disciplina Introdução à Engenharia de Controle e Automação, da primeira fase do curso. A exposição será realizada no Hall do Centro Tecnológico (CTC) na segunda-feira, dia 1º de agosto, das 10h às 12h, com transmissão via YouTube.

Os projetos foram desenvolvidos pelos próprios acadêmicos. Os estudantes levantaram os problemas que gostariam de abordar, apresentaram soluções próprias e desenvolveram um protótipo final implementado em aplicativos e outras ferramentas remotas.

Nesta edição da Expolouro, 11 projetos serão apresentados:
(mais…)

Tags: CTCCurso de Engenharia de Controle e AutomaçãoExpolouroUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Projeto da UFSC promove live sobre sobre Agenda 2030 e Acordo Cidades

26/07/2022 14:52

O Programa de Capacitação e Estudos Urbanos e Regionais para a Sustentabilidade (CEURS), desenvolvido pelo Departamento de Engenharia e Gestão do Conhecimento (EGC) da UFSC, realiza, no próximo dia 3 de agosto, às 19h30, o evento on-line “Diálogos CEURS: Organizações da Sociedade Civil, Poder Público e o ODS 17”. A transmissão ocorre pelo canal Programa CEURS, no YouTube.

Os interessados podem se inscrever previamente pelo link https://bit.ly/dialogosceurs. O objetivo é fomentar o debate a respeito do tema, uma vez que a criação de vínculos entre público, privado e sociedade civil é fundamental para a aplicação da Agenda 2030.

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável número 17 (ODS17) trata das metas relacionadas às parcerias e meios de implementação da Agenda 2030 da ONU. O evento contará com a presença de representantes da Federação Catarinense dos Municípios (FECAM) e do Movimento Nacional ODS Santa Catarina. A UFSC estará representada pelo professor e coordenador do CEURS, Roberto Pacheco.

Capacitação

Além do evento, o Programa CEURS oferece aos interessados em se aprofundar no tema, uma capacitação gratuita, on-line, aberta a toda a comunidade e com certificado de conclusão de 10 horas-aula.

A capacitação virtual é uma iniciativa desenvolvida em parceria entre a UFSC e a USP por meio do Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento em parceria com o Centro de Síntese de Cidades Globais do Instituto de Estudos Avançado (IEA). O CEURS também conta com apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações e do Parlamento Federal.

Serviço:

O quê: Diálogos CEURS: Organizações da Sociedade Civil, Poder Público e o ODS 17
Quando: 3 de agosto, quarta-feira, às 19h30
Link da transmissão: https://bit.ly/dialogosceurs_youtube 
Inscrição e lembrete do evento: https://bit.ly/dialogosceurs 

Inscrição para o Programa CEURS: https://bit.ly/capacitaceurs

Tags: CEURSCTCEGCODSPrograma CEURSUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

CTC ganhará mural artístico do projeto Muros na Mata Atlântica

25/07/2022 08:30

Projeção de como o mural deverá ficar. Imagem: Alexandre Filiage

A Secretaria de Obras, Manutenção e Meio Ambiente (Seoma) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) anuncia que a fachada do Bloco 3 do Centro Tecnológico (CTC), localizado na esquina da Rua Delfino Conti com a Rua Dep. Antônio Edu Vieira, se tornará um mural artístico. Ele será pintado pelo artista plástico Alexandre Filiage, a partir de 28 de julho, dependendo da condição climática.

No dia 1º de agosto, segunda-feira, às 9h, está agendada uma palestra com o muralista sobre a Mata Atlântica, aberta à comunidade em geral, no auditório Professor João Ernesto Escosteguy Castro (Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas da UFSC). No final do evento, está prevista uma visita guiada com alunos da educação especial ao local da pintura. As atividades serão promovidas em conformidade com protocolos sanitários adotados pela Universidade, sendo obrigatório o uso de máscaras.

O mural faz parte do projeto Muros na Mata Atlântica, que consiste em ações educativas e na realização de 14 murais de Filiage, que, nascido em Ribeirão Preto (SP), tem obras exibidas e murais realizados na Alemanha, Espanha e Turquia. Os murais, com temas da Mata Atlântica, estão em dez cidades brasileiras nos estados de Santa Catarina, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul. Dois desses murais serão executados na cidade de Florianópolis, sendo um anterior ao do CTC, entre 23 e 27 de julho, no Parque da Luz. O catálogo do artista pode ser acessado aqui.

Tags: arquiteturaarteCampusCTCgraffitiMata AtlânticamuralpinturaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Engenharias da UFSC promovem visita guiada em seus laboratórios neste sábado

28/06/2022 17:34

O Centro Tecnológico da Universidade Federal de Santa Catarina (CTC/UFSC) realiza neste sábado, 2 de julho, o evento Engenharia de Portas Abertas. Alunos do ensino médio e técnico e demais interessados poderão participar de visitas guiadas nos laboratórios, das 9h às 16h.  

Professores e estudantes dos cursos de Engenharia Química, Engenharia de Alimentos, Engenharia Mecânica, Engenharia de Materiais e Engenharia de Controle e Automação conduzirão a atividade, que também contará com demonstrações de protótipos de robôs, carros, aviões e foguetes.

As visitas em cada curso vão acontecer a cada meia hora a partir das 9h. O ponto de encontro será o EQA, o Departamento de Engenharia Química e Engenharia de Alimentos. As inscrições podem ser realizadas gratuitamente pelo site inscricoes.ufsc.br/engenharia-de-portas-abertas. Os participantes terão direito a certificado.

Mais informações sobre o evento estão disponíveis na página do EQA. Confira abaixo o mapa com os locais de cada curso.

 

Tags: CTCengenhariaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarinavisita guiada

Alunos do CTC apresentam projetos finais no CocreationLab da UFSC

08/03/2022 15:51

Alunos da segunda turma do CocreationLab, programa vinculado ao Centro Tecnológico da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), apresentam nesta terça-feira, 8 de março, os pitches finais de seus projetos. No CocreationLab, a equipe de estudantes passa por cinco meses de mentorias, palestras e workshops até transformar uma ideia em um plano de negócio factível. Assim, o pitch final representa a última etapa desse processo: a apresentação para investidores. As apresentações começam às 19h e serão transmitidas pelo Canal TXM Business no Youtube.

São quatro os projetos desta edição: há uma startup com atuação no setor metalmecânico (SIIS), soluções de engenharia para a indústria (On board), uma plataforma para o setor moveleiro (Simple Sale) e outra para esportes (4sAND). “Estamos muito felizes com o sucesso do lab no CTC. Todos sabemos da excelência do Centro Tecnológico da UFSC, mas muito além disso, percebemos que os alunos do CTC são empreendedores natos e contribuem com o mercado com suas ideias e iniciativas inovadoras”, diz o fundador do CocreationLab, Luiz Salomão Ribas Gomes, que também é professor da Universidade.

Na última segunda-feira, dia 7, a Mobway, que passou pela primeira turma do CocreationLab CTC/UFSC, foi uma das cinco startups selecionadas para o Miditec, o programa de incubação da ACATE em parceria com o Sebrae/SC. A startup conecta montadoras aos prestadores de serviços digitais para que eles possam utilizar dados produzidos pelos veículos em suas soluções.

> Conheça os projetos a serem apresentados:

SIIS
Startup de consultoria técnica na área de engenharia voltada a atender demandas do setor metalmecânico (automotivo, aeroespacial, naval, fabricação etc) em um tópico importante, complexo e pouco dominado pelas empresas.

ON BOARD
Projeto que tem como objetivo oferecer infraestrutura (software e hardware) para soluções de problemas de engenharia a um grupo de engenheiros e artistas associados de maneira a atender variadas áreas da indústria.

SIMPLE SALE
Projeto de desenvolvimento de uma plataforma para site, e-commerce B2B e gestão de representantes comerciais da área moveleira, que visa simplificar processos de compras.

4SAND
Projeto de desenvolvimento de uma plataforma que funcione como um canal para reserva de quadras de areia e aulas com professores de Beach Tennis de modo confiável, seguro e cômodo.

Tags: CocreationLabCTCUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Professores da UFSC recebem Comenda do Legislativo Catarinense

30/11/2021 17:16

Lauro Mattei (Foto: Solon Soares/Agência AL)

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) homenageou 33 pessoas e oito entidades e empresas nesta segunda-feira, 29 de novembro, durante a sessão solene de entrega da Comenda do Legislativo Catarinense, a mais alta honraria concedida pelo Parlamento estadual.  Durante a solenidade, três professores da Universidade Federal de Santa Catarina foram homenageados. A vice-reitora, Cátia Carvalho Pinto e o chefe de Gabinete Aureo Moraes, estiveram presentes, representando a UFSC.

Um dos homenageados com a Comenda foi o professor Lauro Mattei, do Departamento de Economia e Relações Internacionais, que teve seu trabalho destacado à frente do Núcleo de Estudos da Economia Catarinense (Necat) e na produção de boletins semanais sobre a pandemia de Covid-19, além de seu trabalho com a Comissão Permanente de Monitoramento Epidemiológico da UFSC, auxiliando a Administração Central nas decisões sobre a pandemia. O professor Lauro Mattei também foi pró-reitor de Assuntos Estudantis (2012-2014) e foi indicado para a Comenda pela deputada Luciane Carminatti (PT).

Outro homenageado com a honraria foi o professor aposentado do Departamento de Ciências Sociais, Nereu do Vale Pereira, de 93 anos de idade, historiador com múltiplas obras publicadas sobre o folclore e tradições da Ilha, indicado pela deputada Marlene Fengler (PSD). Nereu foi vereador, deputado estadual e presidiu interinamente o Avaí Futebol Clube.

Foi também homenageado o professor aposentado do Departamento de Engenharia Mecânica Sérgio Colle. Durante seu período na UFSC, atuou com pesquisas na área de geração de energia eólica, geração e uso da energia solar fotovoltaica, controle térmico de satélites, sistemas híbridos diesel-fotovoltaicos, além de estudos com plantas de etanol, entre outros. Foi indicado para a Comenda pela deputada Ana Campagnolo (PSL).

A cerimônia teve transmissão ao vivo pela TVAL. Confira o vídeo na íntegra abaixo:

confira a Galeria de Fotos do Evento

com informações da Assembleia Legislativa de Santa Catarina

 

 

Tags: CFHComenda do Legislativo CatarinenseCSECTCUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Laboratório da UFSC desenvolve tecnologia inédita no Brasil para geração de energia eólica

20/10/2021 17:33

Um grupo de pesquisadores vinculados a um laboratório do Centro Tecnológico da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) está desenvolvendo uma inovadora tecnologia de geração de energia eólica, os aerogeradores com aerofólios cabeados (Airborne Wind Energy – AWE). A tecnologia consiste no tracionamento, por uma pipa (kite), de um cabo que está enrolado no tambor de um gerador que fica no solo. O estudo é pioneiro na América Latina, e a equipe de cientistas planeja lançar até o fim do ano um protótipo gerando energia, para assim conseguirem um financiamento para o projeto piloto nos próximos anos.

A pipa é conectada a um cabo que se distancia à medida que é compelida pelo vento, realizando uma trajetória em forma de oito até levar o cabo ao seu limite. Após isso, o cabo é puxado de volta para que seu ciclo se repita, de forma que a força necessária para puxar o cabo é apenas uma fração da energia produzida, conservando energia durante o processo. 

A unidade de solo pode ser facilmente transportada de um lugar para o outro

A tecnologia se diferencia das turbinas eólicas pela capacidade de captar ventos mais constantes, já que consegue alcançar uma altura de 600 a 800 metros, enquanto os equipamentos dos parques eólicos convencionais atingem em média 130 metros. Além disso, o equipamento é mais leve e acessível, pois o gerador que compõe a unidade solo é de fácil manutenção e os materiais da pipa são mais baratos.

O aerogerador também possui vantagens ecológicas, como o fato de cabos e tecido das asas serem recicláveis, facilitando o descarte dos recursos após a validade, enquanto o descarte dos materiais das torres eólicas está formando um verdadeiro “cemitério” desses materiais mundo afora. Como a asa opera em grandes altitudes, o ruído de deslocamento da asa e a poluição visual são menores.

“Também é possível, com tecnologia já existente, detectar a chegada de pássaros e desviar a operação da asa da rota de migração, evitando assim, a morte de muitos pássaros”, diz o pesquisador Alexandre Trofino.

Protótipo da unidade de voo do UFSCkite

Estudos preliminares de viabilidade econômica realizados por empresas européias no ramo e pela UFSCkite sugerem que a energia gerada com essa nova tecnologia poderá ser vendida a preços inferiores aos praticados pela tecnologia convencional baseada em torres.

Segundo o pesquisador, “o custo da instalação acaba sendo bem menor, talvez um décimo do preço de uma turbina eólica”. No entanto, a ideia é que esses dispositivos de energia renováveis não compitam entre si, mas que funcionem como um conjunto, priorizando o gerador de energia mais adequado em determinada área. 

UFSCKite na Mídia

O projeto foi divulgado por diversos veículos de comunicação, locais e nacionais. Uma reportagem da NSCTV aborda a necessidade de investimento nacional na nova tecnologia para que seja mais acessível a todos. Confira o vídeo. Outra matéria, da EBC Brasil, fala do caráter inovador e pioneiro do projeto. Confira no link.

Sobre o projeto:

O projeto UFSCkite é conduzido desde 2012 pelos professores Alexandre Trofino e Marcelo de Lellis e teve um reforço temporário dos engenheiros Roberto Crepaldi e Leonardo Papais. A iniciativa também é fruto de colaborações acadêmicas internacionais e de parcerias com empresas nacionais no desenvolvimento de equipamentos tecnológicos. É possível acompanhar os  testes em campo do aerogerador pelo canal do Yotube da UFSCkite.

No exterior, já existem versões mais desenvolvidas da tecnologia, como as empresas européias Kite Power e Skysails Power. Porém, diferentemente das empresas estrangeiras, o protótipo da UFSCkite é o único que é capaz de alçar voo sem a necessidade de ventos em baixa altitude. 

A expectativa do grupo é viabilizar comercialmente essa tecnologia no Brasil nos próximos anos, mas investimentos são necessários para poderem abrir uma empresa. Após os testes em curso com o protótipo atual, o grupo de pesquisadores estipula um prazo de quatro anos para construção da planta piloto e de três anos para transformá-la num produto comercializável. 

Roberto Crepaldi, ex-integrante da equipe, resume quem seria o público beneficiado com essa nova opção: “O mercado interessado seriam as pessoas que se interessassem em pagar mais barato na energia e para ter essa obtenção de energia de uma forma menos impactante”.

João Mesquita / Estagiário de Jornalismo da Agecom

 

Tags: aerogeradoresCTCEnergia elétricaEnergia EólicaUFSCUFSCkiteUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC na Mídia: diretor do CTC analisa corte de recursos para área de ciência e tecnologia

13/10/2021 11:03

O professor Edson Roberto de Pieri, diretor do Centro Tecnológico (CTC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), deu entrevista ao programa CBN Total, da rádio CBN, para comentar o corte de mais de R$ 600 milhões do orçamento de ciência e tecnologia. Recentemente, o Congresso aprovou medida encaminhada pelo governo de transferir recursos do orçamento do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) para outros seis ministérios.

A maior parte dos recursos estava destinada ao Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT). Segundo o professor, o corte dos recursos é “catastrófico”, principalmente para as áreas básicas da ciência, que dependem dos órgãos de fomento do governo federal. “Quando temos um orçamento que cai de R$ 690 milhões, que já é muito baixo, para cerca de R$ 89 milhões, a gente sabe que vamos ter um ‘apagão’ da ciência nos próximos meses e no próximo ano”, afirmou.

Acompanhe a íntegra da entrevista.

Tags: ciência e tecnologiacortes orçamentáriosCTCUFSCUFSC na mídiaUniversidade Federal de Santa Catarina

Aluno de Engenharia Mecânica é premiado por artigo

29/09/2021 12:56

O aluno do curso de Engenharia Mecânica da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Victor Igor Berbare Lemos recebeu o prêmio de melhor artigo apresentado no 11º Congresso Brasileiro de Engenharia de Fabricação (Cobef), considerado o mais importante evento da área no país. Intitulado Caracterização e análise da soldagem plasma com alimentação dinâmica de arame, o trabalho premiado também contou com a participação do professor Régis Henrique Gonçalves e Silva, do doutorando Alisson Fernandes da Rosa e do estudante de Engenharia de Materiais Felipe Batista.

Organizado pela Associação Brasileira de Engenharia e Ciências Mecânicas (ABCM), o Cobef é um congresso bienal no qual, tradicionalmente, são apresentados trabalhos que abrangem diversos temas pertinentes aos processos de fabricação mecânica e suas áreas afins. Desde sua primeira edição, realizada em Curitiba em 2001, o evento tem contado com a participação de vários pesquisadores oriundos de universidades e centros de pesquisa nacionais e estrangeiros, bem como de profissionais da indústria nacional. Devido à pandemia de covid-19, sua 11ª edição foi realizada, pela primeira vez, de forma totalmente remota, por meio de sessões virtuais.

Tags: CTCEngenharia MecânicaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Embrapii credencia unidade na UFSC para projetos com a indústria na área de mobilidade

26/08/2021 12:37

Move – Unidade Embrapii de Máquinas e Equipamentos para Mobilidade funcionará nas dependências do Departamento de Engenharia Mecânica. Foto: divulgação

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) agora é sede de uma nova unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii). A Move – Unidade Embrapii de Máquinas e Equipamentos para Mobilidade reúne 13 laboratórios, vinculados aos departamentos de Engenharia Mecânica e de Informática e Estatística, com a proposta de oferecer soluções completas de projetos para empresas. A iniciativa baseia-se na colaboração entre universidade e indústria e é desenvolvida no âmbito do Rota 2030, programa federal que visa ao desenvolvimento do setor automotivo do país e à ampliação de sua inserção global.

A UFSC foi contemplada, junto com outras sete universidades, na Chamada 01/2021, realizada com apoio do Ministério da Educação (MEC) e cujo resultado foi divulgado em julho. Segundo a Embrapii, o credenciamento de novas unidades pretende atrair empresas pela capacidade de geração de soluções tecnológicas das universidades e alavancar os recursos privados em inovação, à medida que o modelo de financiamento adotado exige a contrapartida financeira por parte do setor empresarial. No total, há 26 unidades Embrapii em 23 universidades federais, que estão à frente de 310 projetos de 197 empresas apoiadas, somando R$ 473 milhões em investimentos. A Move é a segunda unidade Embrapii na UFSC – o Laboratório de Pesquisa em Refrigeração e Termofísica (Polo) foi credenciado em 2014.

Para o pró-reitor de Pesquisa, Sebastião Roberto Soares, esse é um reconhecimento da competência científica e tecnológica instalada e consolidada na Universidade. O credenciamento, enfatiza ele, “corrobora a visão de oportunidades das sinergias da UFSC com diferentes segmentos da sociedade, aqui com ênfase em empresas industriais, em prol do fortalecimento da capacidade de inovação brasileira”.
(mais…)

Tags: CTCDepartamento de Engenharia MecânicaDepartamento de Informática e EstatísticaEmbrapiiindústriaIntegração universidade-indústriaMove - Unidade Embrapii de Máquinas e Equipamentos para MobilidadeUFSCunidade EmbrapiiUniversidade Federal de Santa Catarina

Evento incentiva o empreendedorismo na Universidade

23/08/2021 15:51

O Fundo Catarina, fundo patrimonial do Centro Tecnológico (CTC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), organiza a Semana do Empreendedor Universitário. Com a finalidade de promover o empreendedorismo entre os alunos da UFSC, o evento irá contar com quatro palestras on-line, nos dias 1º, 2, 7 e 8 de setembro.

Sete empreendedores participarão da atividade, sendo que seis são egressos da UFSC e hoje trabalham na área empreendedora. A proposta é apresentar um passo a passo, desde o lançamento de um negócio até a obtenção de investidores. 

O Fundo Catarina foi criado com o propósito de possibilitar oportunidades acadêmicas e profissionais para alunos do CTC. Formado por uma equipe de voluntários, busca promover iniciativas de alto impacto no ensino, na extensão e na pesquisa por meio da captação e da gestão de recursos financeiros.

O formulário de inscrições, a programação completa e demais informações podem ser obtidas no site do evento.

Tags: CTCEmpreendedorismoFundo CatarinapalestraSemana do EmpreendedorUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Grupos da UFSC desenvolvem projetos de carros autônomos

16/07/2021 11:32

Carros autônomos da UFSC ainda não estão em funcionamento, mas as equipes já fazem testes com o carro elétrico da Ampera Racing. Foto: divulgação/Ampera Racing

No Centro Tecnológico (CTC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), três grupos se uniram para o desenvolvimento de veículos autônomos – com capacidade de se deslocarem sem motoristas para conduzi-los –, com projetos que visam tanto ao uso em competições quanto nas ruas e estradas brasileiras. O trabalho envolve o Laboratório de Processamento de Imagens e Computação Gráfica (Lapix), a equipe de competição Ampera Racing e o Programa de Educação Tutorial – Metrologia e Automação (PET-MA) e reúne alunos de graduação e pós-graduação e profissionais de Ciências da Computação e das engenharias Elétrica, Eletrônica, Mecânica, de Produção Elétrica e de Controle e Automação, sob orientação do professor do Departamento de Informática e Estatística da UFSC Aldo von Wangenheim.

Os trabalhos ocorrem em duas frentes que se complementam e abrangem o desenvolvimento de software e hardware. Enquanto a Ampera Racing está focada em produzir um carro para levar para competições, em um trabalho pioneiro que pode colaborar para a implementação de disputas estudantis com automóveis do gênero no país, o Lapix se dedica a veículos que possam ser utilizados nas vias brasileiras – com suas estradas de terra, buracos e interrupções no pavimento, condições bastante diferentes daquelas dos países desenvolvidos com base nos quais a maioria dos modelos vêm sendo projetados mundo afora. Simultaneamente, membros do PET-MA preparam um protótipo para realização de testes de ambas as iniciativas.

Outro diferencial que os projetos da UFSC apresentam em relação aos demais veículos autônomos é a técnica empregada para reconhecimento de terreno e obstáculos. O sensor mais utilizado atualmente, chamado Lidar, baseia-se em um sistema de Iasers para mapear seus arredores. Apesar de individualmente eles não serem nocivos, os riscos que uma exposição ampliada e contínua possa oferecer aos pedestres preocupam os pesquisadores.
(mais…)

Tags: Ampera RacingCiência da ComputaçãoCTCengenharialapixPET-MAPrograma de Pós-Graduação em Ciência da ComputaçãoUFSCUniversidade Federal de Santa CatarinaVeículos Autônomos

Cocreation Lab recebe inscrições de projetos de estudantes do Centro Tecnológico

13/07/2021 16:53

O laboratório de ideação Cocreation Lab está com inscrições abertas para estudantes do Centro Tecnológico da Universidade Federal de Santa Catarina (CTC/UFSC). O foco do programa, que é gratuito, são estudantes universitários e projetos que utilizem tecnologia. O proponente deve ser aluno do CTC, mas a equipe pode contar com alunos de outros centros.

Para se inscrever, basta ter uma ideia de negócio que utilize algum tipo de tecnologia e precise de apoio para ser desenvolvida antes de ser lançada no mercado. Os selecionados participarão do programa durante cinco meses. Esta é a segunda turma do laboratório dentro da universidade. O professor Luiz Salomão Ribas Gomez, criador da pré-incubadora, afirma que tem sido uma experiência interessante oferecer o programa para os alunos do CTC: “Muitos estudantes têm o sonho de empreender e agora eles podem contar com apoio especializado para isso.”
(mais…)

Tags: abertas as inscrições para trabalho voluntárioCocreation LabCTCestudantesLaboratório de IdeaçãoUFSC

Programa de ciência de dados recebe inscrições de alunos de graduação do Centro Tecnológico

26/04/2021 13:12

Alunos de graduação do Centro Tecnológico da UFSC podem se inscrever no Programa de Data Science oferecido pelo Fundo Catarina, Fundo de Endowment da UFSC em benefício do CTC/UFSC, em parceria com a consultoria Visagio, até o dia 16 de maio.

Ao longo de quatro semanas, e durante grande parte das férias acadêmicas da graduação, os aprovados receberão conteúdos teóricos sobre Ciência de Dados e deverão aplicar na prática o conhecimento adquirido. Além disso, o Programa contará com apresentações de projetos reais utilizando ferramentas de Ciência de Dados pela Consultoria Visagio, e um painel com profissionais da área para discutir as perspectivas de carreira e compartilhar dicas profissionais.

Para se inscrever, basta acessar http://bit.ly/CatarinaDataScience

 

 


Tags: Ciência de DadosCTCData ScienceUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC terá dois finalistas no Prêmio Inovação Catarinense

15/04/2021 13:14

A cerimônia para entrega do Prêmio Inovação Catarinense, realizado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc), ocorrerá no dia 27 de abril, a partir das 14h, totalmente on-line. Quem quiser acompanhar, poderá assistir pelo YouTube da Fapesc ou pelo Facebook. Serão premiados os três primeiros lugares com R$ 15 mil, R$ 10 mil e 5 mil.

Na categoria Agente da Inovação, o professor Régis Henrique Gonçalves e Silva representa a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Ele é coordenador do Instituto de Soldagem e Mecatrônica (Labsolda), do Departamento de Engenharia Mecânica. Entre os resultados para o grupo, conseguiu um acordo de cooperação com instituições alemãs para intercâmbio de estudantes. Também realizou parcerias com grandes indústrias, como a WEG.

Ainda da UFSC, as estudantes do curso de Zootecnia Larissa Sobolewski Magassy Baptista e Manoela Karolina Ribeiro Santos disputam o primeiro lugar na categoria Projeto Acadêmico Inovador. Elas desenvolveram um biscoito assado para ajudar na saúde bucal dos cães. Como a falta de escovação dos dentes dos pets pode acarretar doenças, as jovens usaram extrato de romã e própolis para garantir a limpeza e o bem-estar animal.
(mais…)

Tags: CCACTCEngenharia MecânicaFapescLarissa Sobolewski Magassy BaptistaManoela Karolina Ribeiro SantosPrêmio Inovação CatarinenseRégis Henrique Gonçalves e SilvaUFSCZootecnia

Inscrições abertas para mestrado e doutorado em programa de Engenharia de Automação e Sistemas

13/04/2021 10:51

O Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Automação e Sistemas (PPGEAS) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) está com inscrições abertas para os cursos de mestrado e doutorado. O Edital N. 1/PPGEAS/2021 está disponível no site do programa

As inscrições para ingresso no semestre acadêmico 2021.1 vão até o dia 30 de abril, e o início das aulas está marcado para 14 de junho. O PPGEAS participa do Programa de Excelência Acadêmica pela CAPES com nota 6 (no máximo de 7).

Os pesquisadores do PPGEAS têm atuação destacada em pesquisa, tendo diversos projetos e cooperações com empresas e com instituições de excelência nacional e internacional, com possibilidade de intercâmbio. Mais da metade dos professores têm bolsa de produtividade em pesquisa do CNPq.

As linhas de pesquisa desenvolvidas no programa são:

– Controle;

– Automação e Sistemas Mecatrônicos;

– Sistemas Computacionais;

– Automação, Controle, Otimização e Instrumentação para Indústrias de Petróleo e Gás.

Mais informações no site do PPGEAS

Tags: CTCinscriçõespós-graduaçãoPrograma de Pós-Graduação em Engenharia de Automação e Sistemas (PPGEAS)UFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Docentes e estudante de Engenharia de Produção e Sistemas são premiados em evento sul-americano

13/04/2021 08:55

Três docentes e um estudante do Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas do Centro Tecnológico (EPS/CTC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) foram premiados no 2nd South American Conference on Industrial Engineering and Operations Management (IEOM).

A professora Lucila Maria de Souza Campos foi condecorada com os títulos Woman in Industry and Academia Award e IEOM Outstanding Service Award. O professor Enzo Morosini Frazzon levou o prêmio Global Engineering Education Award. Já o docente Paulo Augusto Cauchick Miguel e o aluno de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção (PPGEP) Gustavo Canaver Pedrinho ficaram na quarta colocação no Graduate Student Paper Competition Award.

Mais informações em ieomsociety.org/brazil2020

Tags: CTCDepartamento de Engenharia de Produção e SistemasUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Laboratório da UFSC será um dos representantes brasileiros em feira de inovação na Colômbia

10/03/2021 13:03

O Laboratório Bridge, vinculado aos Centros Tecnológico (CTC) e de Ciências da Saúde (CCS) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), será um dos representantes brasileiros na feira colombiana Conecta, que trará palestras e stands com modelos de inovação em empresas e governos de todo o mundo. O evento online ocorre nos dias 17 e 18 de março e é organizado, entre outras entidades, pelo Ministério de Ciências da Colômbia, em parceria com a empresa de consultoria colombiana 10x Thinking, que fortalece o sistema de inovações no país.

O Laboratório Bridge irá compor um dos painéis da Conecta, que debate a saúde 4.0. Ele foi escolhido como um dos representantes de soluções inovadoras de sucesso que o Brasil possui e pode compartilhar com empresas e governos de outros países. Jades Hammes, CEO do Laboratório, será um dos palestrantes do evento e falará sobre os produtos desenvolvidos na Universidade por meio do Bridge e o impacto positivo que possuem na rotina de profissionais e pacientes em todo o país. “Quando o Brasil foi convidado para participar do evento, sobretudo para falar de saúde digital, logo pensaram na UFSC e no Bridge. Isso é uma validação de sucesso pra tudo que fazemos no Laboratório” ressalta Hammes. O Bridge é responsável por desenvolver softwares que trazem tecnologia de ponta para a saúde pública no Brasil.

Para se inscrever nas palestras ou saber mais sobre o evento, acesse o site oficial. Os painéis internacionais terão tradução simultânea para espanhol, português e inglês.

Tags: CCSCTCLaboratório BridgeUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC na mídia: Instituto da UFSC avalia especificações técnicas de equipamentos

02/03/2021 14:25

Um trabalho de avaliação sobre a conformidade e o grau de atendimento das especificações técnicas de equipamentos eletroeletrônicos, elétricos e eletromecânicos. Assim é o projeto de extensão “Análises, Estudos, Ensaios, Simulações, Verificação de Aspectos Técnicos e Laudos Técnicos em Dispositivos Elétricos, Eletroeletrônicos e Eletromecânicos”, desenvolvido por uma equipe do Instituto de Eletrônica de Potência (Inep) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária (Fapeu). “A Fapeu faz a gerência administrativa do projeto, participando da elaboração de contratos, pagamento a fornecedores e gerenciamento de Recursos Humanos”, detalha o professor Samir Ahmad Mussa, coordenador do trabalho.

O projeto começou em 2018 e será desenvolvido pelo menos até 2022. A proposta é atender a demanda, principalmente de empresas públicas e privadas, de avaliação e testes de equipamentos, prestando assessoria para investigar as características funcionais e as especificações técnicas de equipamentos eletroeletrônicos, elétricos e eletromecânicos. “São ensaios bem específicos e que não são possíveis de serem realizados em outros locais que não sejam em ambientes com suporte de laboratórios e mão de obra qualificada”, observa Samir. “Muitos equipamentos antes de serem comercializados ou importados necessitam de análises e ensaios com o objetivo de identificar e confrontar suas aplicações, funções e usos”, explica o professor.

Confira o texto completo na Revista da Fapeu.

Tags: CTCinepInstituto de Eletrônica de PotênciaUFSCUFSC na mídiaUniversidade Federal de Santa Catarina

Live promove lançamento de programa para desenvolvimento de carreiras nas áreas de Engenharia e Tecnologia

24/02/2021 11:20

Fundo Catarina e a Alumni EMC, Associação de Ex-alunos do Departamento de Engenharia Mecânica e da antiga Escola de Engenharia Industrial da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), realizam nesta quarta-feira, 24 de fevereiro, às 19h, a live de lançamento do Programa Impetus. O evento é aberto à comunidade acadêmica e a profissionais formados nas áreas de Engenharias e Tecnologias, e as inscrições podem ser feitas nesta página. O link de acesso à transmissão será enviado por e-mail aos inscritos.

A atividade conta com a participação de Augusto Ribeiro, CEO da MAXION Structural Components, e Mauro do Valle, CEO da Portobello, e com a mediação de Ana Paula Pereira, CEO do Instituto Sonho Grande. Os convidados conversarão sobre as tendências futuras no mercado de trabalho, os novos perfis profissionais demandados e como se preparar para as oportunidades do mercado.

O Programa Impetus tem o objetivo de desenvolver habilidades técnicas e comportamentais de graduandos do Centro Tecnológico da UFSC (CTC) e foi idealizado pelo Alumni EMC em parceria com o Fundo Patrimonial Catarina, que cria e apoia projetos e iniciativas de melhorias na educação e no ecossistema de inovação catarinense.

Tags: Alumni EMCCTClivePrograma ImpetusUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina