Reitor apresenta à Ebserh dificuldades enfrentadas pelo Hospital Universitário da UFSC

27/10/2022 18:28

Reitor Irineu Manoel de Souza reunido com a diretoria da Ebserh (Foto: Divulgação Ebserh)

O reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Irineu Manoel de Souza, esteve reunido na quarta-feira, 26 de outubro, em Brasília, com a direção da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), que administra o Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago (HU). No encontro, o reitor discutiu novamente a situação difícil enfrentada pelo Hospital Universitário, com falta de médicos e suspensão de atendimentos.

Participaram do encontro o presidente da autarquia, Oswaldo de Jesus Ferreira, o vice-presidente Antonio Alves da Rocha, o diretor de gestão de pessoas, Rodrigo Augusto Basrbosa e a assessora de Planejamento da Diretoria de Atenção à Saúde, Elizabeth Queiroz.

O reitor destacou no encontro que a situação mais complicada do Hospital é a da Pediatria. O Departamento de Ensino de Pediatria da UFSC, do Centro de Ciências da Saúde (CCS) encontrou-se recentemente com o reitor e relatou que os alunos do curso de Medicina estão com dificuldades de fazer as aulas práticas da disciplina, por falta de profissionais. “Além de a comunidade ser prejudicada, pela falta de atendimento médico, os alunos da UFSC também estão enfrentando dificuldades”, disse o reitor. De acordo com Irineu, o Centro de Ciências da Saúde criou uma comissão envolvendo vários Departamentos para estudar medidas visando restabelecer os atendimentos no HU.

O gestor da UFSC também apresentou à diretoria da Ebserh os documentos de três auditorias realizadas pelo Conselho Regional de Medicina (CRM) de Santa Catarina, em que a entidade aponta problemas na operação do Hospital e reforça a necessidade de contratação de médicos.

O presidente da Ebserh, segundo relato do reitor, se comprometeu a fazer a contratação dos profissionais necessários, mas novas admissões só poderão ocorrer a partir do dia 2 de janeiro de 2023. Profissionais já aprovados em outros concursos, que poderiam ser contratados antes deste prazo, não têm se apresentado quando convocados. O problema apontado nestes casos é que o salário de médico pago pela Ebserh é considerado baixo e não atrai esses profissionais.

Tags: EbserhHospital UniversitáriomédicosPediatriaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Projeto de extensão da UFSC leva formação sobre primeiros socorros a creche de Florianópolis

15/08/2022 10:00

Formação sobre emergências pediátricas no Neim Morro do Horário, em Florianópolis. (Foto: Divulgação/PMF)

O projeto de extensão da UFSC, Estentendo o Processo Ensino-Aprendizagem para a Comunidade – Emergências na Infância, iniciado em 2021, já capacitou o corpo docente de duas creches públicas e se prepara para levar o conhecimento sobre primeiros socorros com crianças para outras unidades escolares interessadas. A temática é focada nas principais emergências pediátricas, como engasgo, parada cardiorrespiratória, prevenção de lesões, além do tema do desfralde.

A coordenadora do projeto, professora do Departamento de Pediatria, Renata Tommazzoni, destaca que a ideia para o projeto surgiu durante uma aula para estudantes da nona fase do curso de Medicina da UFSC, na qual se trabalhou com simulações de parada cardiorrespiratória (PCR) na infância e manobras de desengasgo. “Uma aluna, após receber a capacitação, sentiu a necessidade que os professores da escola de sua filha também fossem capazes de realizar as manobras. A partir daí surgiu a ideia de realizarmos um projeto de extensão que envolvesse os alunos e professores do curso, na capacitação das professoras das creches e escolas infantis em temas de urgência e emergência. Os alunos de Medicina, sob supervisão dos professores de Pediatria, que ajudam a capacitar os professores das escolas infantis”, explica a professora.

Em julho ocorreu a capacitação de docentes no Núcleo de Educação Infantil Municipal (Neim) Morro do Horácio, em Florianópolis, que voltará a receber em setembro, e o projeto também já foi realizado no Centro de Educação Infantil da Associação dos Servidores do Hospital Universitário (ASHU). As próximas escolas a receber o projeto serão o Neim Celso Ramos e o Núcleo de Desenvolvimento Infantil (NDI).

“Entramos em contato com a prefeitura de Florianópolis para ser disponibilizado para as escolas da rede e ela prontamente nos apoiou. Gostaríamos que mais escolas tivessem o interesse em participar”, salienta a professora Renata.
(mais…)

Tags: CCSengasgoextensãomedicinaPediatriaPrefeitura Municipal de FlorianópolisPROEXUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Enfermeira do HU alerta para importância de medidas de proteção contra covid na volta às aulas

11/02/2022 18:02

Cristine Ferraz é enfermeira da Pediatria do HU. Foto: Sinval Paulino/HU-UFSC/Ebserh

Apesar do avanço do processo de vacinação e do início de imunização da população infantil, os cuidados contra a contaminação pelo SARS-Cov-2 continuam e, neste momento em que as crianças estão voltando às aulas, os pais e responsáveis devem ter um cuidado extra, orientando os pequenos para manterem as medidas de prevenção e observando os principais sintomas de covid-19.

O alerta é da enfermeira da Pediatria do Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago (HU-UFSC/Ebserh) Cristine Ferraz, que concedeu uma entrevista para um jornal local explicando quais são esses cuidados e alertando para os sintomas de covid-19 nesta fase da pandemia.

Segundo ela, os profissionais de saúde têm observado que, atualmente, os sintomas da covid estão mais parecidos com os sintomas de gripe comum num adulto (coriza, pigarro, tosse e dor de garganta) e, às vezes, febre, mas especificamente no caso das crianças há dois sintomas que têm chamado atenção: diarreia ou vômito e dor abdominal. “Este é um indicador que temos percebido”, explicou, lembrando que os pais devem ficar atento a essas situações. 
(mais…)

Tags: coronavírusCovid-19Hospital UniversitárioHUPediatriaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarinavacinaçãovacinação covid-19

Nota de pesar: falece a professora aposentada Maria Helena Lopes Silva

11/01/2022 19:28

No último dia 2 de janeiro de 2022 faleceu a professora Maria Helena Lopes Silva, aposentada do departamento de Pediatria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Maria Helena foi a primeira professora de Cardiologia Pediátrica da universidade e deu aulas na UFSC de 1974 até 1997, quando se aposentou. A docente tinha 78 anos e faleceu em decorrência de um câncer.
(mais…)

Tags: falecimentoMaria Helena Lopes SilvamedicinaNota de pesarPediatriaUFSC

Pesquisadora da UFSC é eleita para Academia Brasileira de Pediatria

06/07/2021 18:00

Maria Marlene de Souza Pires, professora titular do Departamento de Pediatria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), foi eleita como acadêmica titular da Academia Brasileira de Pediatria (ABP).

A docente, que também é vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas (PPGCM/UFSC), é autora de publicações em manuais e capítulos de livros, incluindo o Tratado de Pediatria, tendo sido responsável pela implantação do Serviço de Nutrologia Pediátrica no Hospital Infantil Joana de Gusmão (HIJG) de Santa Catarina.  Pires também auxiliou na implantação da Residência de Pediatria no Hospital Universitário (HU/UFSC), e da residência de Nutrologia Pediátrica do HIJG.
(mais…)

Tags: Academia Brasileira de PediatriaMaria Marlene de Souza PiresPediatriaPrograma de Pós-Graduação em Ciências MédicasUFSC

Serviço de telepediatria do HU é tema de artigo publicado em revista internacional

22/02/2021 11:39

A pandemia de Covid-19 impôs uma série de mudanças na oferta de serviços de saúde. Entre as inovações implementadas pelo Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago (HU/UFSC), em parceria com o Núcleo de Telessaúde de Santa Catarina e o Sistema Integrado Catarinense de Telemedicina e Telessaúde (STT), destaca-se a telepediatria. A experiência com os atendimentos on-line e os primeiros resultados observados são relatados em artigo publicado na última quinta-feira, 18 de fevereiro, na revista científica internacional Telemedicine and e-Health.

Segundo o professor do Departamento de Informática e Estatística da UFSC Aldo von Wangenheim, um dos autores do artigo, a oferta da telepediatria no HU/UFSC aproveita a abertura oferecida pela nova Lei da Teleconsulta e a infraestrutura do STT.  “A continuidade, com segurança, da oferta de serviços de atendimento pediátrico durante a pandemia é essencial. É especialmente importante oferecer ao pediatra ferramentas para o atendimento continuado de crianças já em tratamento, ao mesmo tempo oferecendo a segurança do paciente poder ser atendido em casa e de se poder abrir um bom canal de comunicação com os pais”, afirma Aldo.
(mais…)

Tags: coronavírusextensão coronavírusHospital UniversitárioHUHU CoronavírusPediatriatelemedicinatelessaúdeUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Equipe da Pediatria do HU/UFSC aprova experiência com telemedicina

27/11/2020 09:38

A equipe de Pediatria do Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago da Universidade Federal de Santa Catarina (HU/UFSC) fez uma avaliação sobre o uso da telemedicina, baseada na experiência de atendimento a distância durante a pandemia. Os profissionais consideraram a experiência positiva e apontaram sugestões para melhorar o serviço, como a disponibilização de equipamentos para usar vídeo em tempo real.

Esta avaliação foi feita com base em três meses de experiência com a telepediatria, realizada pelos profissionais do HU/UFSC no período de abril a junho deste ano, quando foram realizadas 109 consultas a distância, atendendo 75 pacientes, num serviço pioneiro em Santa Catarina, por meio de ferramentas do Sistema Integrado de Telemedicina e Telessaúde do Estado, com chat em tempo real. O atendimento a distância continua em funcionamento, atingindo famílias de todo o Estado.

Esta atividade resultou em um trabalho que foi apresentado no Simpósio Ebserh de Segurança do Paciente 2020, assinado pelos pediatras da Unidade de Atenção à Criança e ao Adolescente do HU e equipe da Telemedicina de Santa Catarina: Camila Marques de Valois Lanzarin, Aldo von Wangenheim, Thaïs Cristina Rejane Heim, Fernanda de Souza Nascimento, Harley Miguel Wagner, Heloisa Silva Abel, José Djalma da Silva Júnior e João Carlos Xikota.

A médica Camila Lanzarin explicou que a equipe buscou esta alternativa de atendimento após o governo estadual decidir suspender as consultas ambulatoriais a partir do dia 17 de março, por causa da pandemia. “Nós vimos a possibilidade de garantir a segurança dos pacientes e fazer o acompanhamento em nossas áreas de atuação usando a telemedicina”, disse a pediatra.

(mais…)

Tags: HU/UFSCPediatriatelemedicinaUFSC

Webinário aborda a dislipidemia em crianças e adolescentes

05/08/2020 09:57

Três professoras da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) palestram neste sábado, 8 de agosto, no webinário Atualização em Dislipidemia na Criança e no Adolescente. Promovido pelo Departamento de Cardiopatias Congênitas e Cardiologia Pediátrica (DCC/CP) da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), o evento tem início às 10h e será transmitido pela plataforma WebinarJam. As inscrições devem ser feitas pelo site Makadu.live.

A situação atual da dislipidemia na infância no brasil e o tratamento medicamentoso serão abordados por Isabela de Carlos Back, professora aposentada do Departamento de Pediatria e do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da UFSC e presidente do Grupo de Estudos de Prevenção do DCC/CP. Marilza Leal Nascimento, professora do Departamento de Pediatria da UFSC e preceptora da Residência Médica em Endocrinologia Pediátrica do Hospital Infantil Joana de Gusmão, falará sobre prevenção e diagnóstico da dislipidemia na infância. Por fim, o tratamento não medicamentoso é tema da palestra de Yara Maria Franco Moreno, professora do Departamento de Nutrição da UFSC.

A moderação será feita por Verônica Câmara dos Santos, médica cardiologista pediátrica e ecocardiografista, coordenadora do Comitê de Cardio-Oncologia da Sociedade Brasileira Oncologia Pediátrica e membro do Grupo Interamericano de Cardio-Oncologia Pediátrica da Sociedade Interamericana de Cardiologia. O evento tem apoio do Departamento de Endocrinologia Pediátrica da Sociedade Brasileira de Pediatria.

Tags: DislipidemiaslivemedicinanutriçãoPediatriaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Dia Nacional de Luta contra as Queimaduras tem ações de conscientização em Florianópolis

06/06/2012 16:07
.

(clique para ampliar)

Esta quarta-feira, dia 6 junho, foi marcada por ações relacionadas ao Dia Nacional de Lutas Contra as Queimaduras. Entre 9h e 15h, na escadaria do Rosário, esquina das ruas Vidal Ramos e Marechal Deodoro, Centro de Florianópolis, profissionais da saúde, da segurança pública, estudantes e membros da comunidade estiveram reunidos para debater e alertar sobre os riscos de acidentes deste tipo.
De acordo com dados de 2011 do Datasus/Ministério da Saúde, 2.374 crianças foram hospitalizadas vítimas de queimaduras. Destas, 30% por substâncias inflamáveis. A Sociedade Brasileira de Queimaduras afirma que 1 milhão de pessoas são vítimas de queimadura por ano – e cerca dois terços são crianças.
Com tambores, cartazes e faixas, os estudantes do colégio Autonomia marcharam pelas ruas do centro distribuindo materiais de divulgação da campanha que defende substituir o álcool líquido por álcool em gel.

 

Alguns alunos simularam queimaduras no rosto com maquiagem feita com gelatina e água, chamando a atenção dos transeuntes. Membros do corpo de bombeiros e da Sociedade Brasileira de Queimaduras também estavam no local dando orientações. O professor de química do colégio Autonomia, Charles Petry, mobiliza a campanha entre os alunos do colégio que já ganha notoriedade nacional.

 

Proibição do álcool líquido
A busca de redução de acidentes leva em conta a proibição do álcool líquido. Desde 2007, tramita na Câmara Federal o Projeto de Lei 692, que restringe o acesso e a venda do propduto de uso doméstico. O professor do Departamento de Pediatria da UFSC e diretor científico da Sociedade Brasileira de Queimaduras, Maurício Pereima, mobiliza uma campanha externa pela aprovação da lei.
Em 2002, uma medida da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a venda de álcool líquido para uso doméstico. Neste período, o número de acidentes reduziu em 60%, segundo levantamento da Sociedade Brasileira de Queimaduras. A medida vigorou por seis meses, até a suspensão por uma liminar da Justiça Federal requerida pela Associação Brasileira de Produtores e Envasadores de Álcool.
O projeto de lei 692/2007, que propõe restringir a venda de álcool etílico líquido e submetê-la à regulação das autoridades sanitárias, tramita na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara. Na última ação legislativa, no dia 23 de maio, a deputada Sandra Rosado (PSB-RN), relatora do projeto, deu parecer pela inconstitucionalidade e injuridicidade do substitutivo apresentado na Comissão de Defesa do Consumidor, que restingia o acesso e venda do álcool líquido.
“Uma grande perda. A deputada não leva em conta os nossos argumentos e está defendendo o interesse econômico”, avalia o professor Maurício Pereima. Após o parecer da deputada, a PL depende agora de aprovação na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania para seguir ao Senado e, por fim, à sanção presidencial, quando poderá vigorar como lei.
Mais informações:
– Maurício Pereima: 3721-9499
http://www.sbqueimaduras.com.br/sbq/
– PL 692/07  http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=347765)

 

Texto e fotos: Mateus Vargas / Bolsista de Jornalismo na Agecom


Leia mais:

De cada três pessoas vítimas de queimaduras, duas são crianças


Tags: Pediatriaqueimadurassaúde