Audiência pública enfatiza importância da ciência para um projeto de nação soberana e civilizada

21/06/2018 16:04

Audiência pública sobre CT&I, na Alesc, é marcada pela representatividade

Discutir o futuro da ciência em Santa Catarina e no Brasil teve forte apelo junto à sociedade e trouxe muitos interessados para a Audiência Pública nesta quarta-feira, 20 de junho, na “casa do povo” e com apoio dos agentes políticos que têm o papel de legislar e fiscalizar. Além dos que compareceram ao Plenarinho da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc), houve participação massiva do público pela internet, televisão e rádio, e o interesse das pessoas pela causa fortalece a mobilização que busca saídas para a crise sem precedentes que atinge os sistemas brasileiro e catarinense de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I).

Na condução da audiência, os deputados estaduais, Cleiton Salvaro – presidente da comissão de Economia, Ciência, Tecnologia, Minas e Energia da Alesc -, Dirceu Dresch – vice-presidente -, e Fernando Coruja, o embaixador do Estado de Israel, Yossi Shelley, os professores da UFSC, André Ramos – secretário regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC-SC) -, e Sergio Luiz Gargioni – presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), e os presidentes da SBPC Nacional, Ildeu de Castro Moreira, e da Academia Brasileira de Ciências (ABC), Luiz Davidovich.
(mais…)

Tags: Academia Brasileira de Ciênciasaudiência públicaLuiz DavidovichSBPCUFSC

O futuro da ciência catarinense é tema de Audiência Pública nesta quarta

18/06/2018 12:00

Para discutir de forma ampla, democrática e suprapartidária, a Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) como Política de Estado em Santa Catarina, será realizada Audiência Pública no dia 20 de junho (quarta-feira), às 9h, no Plenarinho da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc). Estão confirmadas as participações dos presidentes da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Academia Brasileira de Ciências (ABC) e Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), respectivamente, Ildeu de Castro Moreira, Luiz Davidovich e Sérgio Gargioni.

Em 2017, a Secretaria Regional da SBPC em Santa Catarina deu início a uma articulação envolvendo diferentes setores ligados à ciência no estado, no intuito de buscar saídas para a crise sem precedentes que atinge os sistemas brasileiro e catarinense de CT&I. Acompanhando um movimento nacional que vem sendo liderado pela SBPC e pela ABC, a Secretaria abriu canais de diálogo junto aos poderes executivo e legislativo e, paralelamente, começou uma série de reuniões abertas na capital e no interior, que congrega as principais instituições de ensino e pesquisa de cada região, além de outras organizações representativas da sociedade catarinense.
(mais…)

Tags: ABCAssembleia Legislativaaudiência públicaCiênciasanta catarinaSBPCTecnologia e InovaçãoUFSC

Doutorando de Aquicultura da UFSC recebe prêmio internacional de ciência

28/05/2018 10:01

Com pesquisa sobre a criação integrada de camarões brancos e tilápias à produção sustentável de alimentos a partir da tecnologia de sistema superintensivo de bioflocos, Moises Poli, doutorando do Programa de Pós-Graduação em Aquicultura (PPGAQI) da UFSC, recebeu prêmio internacional do programa Alltech Young Scientis Award, como trabalho de maior impacto na produção de alimentos. A nova categoria adicionada à premiação de impacto do evento reconhece os projetos com potencial de significativo impacto na produção de alimentos e agricultura.

Moisés Angel Poli recebe prêmio internacional. Foto: divulgação

Alltech Young Scientis Award é uma das principais premiações mundiais a jovens cientistas. O doutorando foi vencedor na última etapa do evento, que reúne os melhores trabalhos das seguintes macro regiões: América Latina, Ásia/Oceania, Europa/África e Estados Unidos.

Para participar da premiação, os candidatos devem ser indicados por seus orientadores e disputam em suas respectivas macro regiões 4 estudantes de graduação e 4 estudantes de pós-graduação. O melhor trabalho concorre na etapa final, momento em que Moisés foi agraciado com o prêmio de maior impacto na produção de alimentos, após ser indicado por seu orientador, professor Felipe do Nascimento Vieira.

Na página do evento está disponível cobertura completa do evento. Ao final de cerimônia, o doutorando concedeu entrevista, disponível aqui.

Tags: Alltech Young Scientis AwardFelipe do Nascimento VieiraMoisés Angel PoliPrêmio internacionalprodução de alimentosPrograma de Pós-Graduação em AquiculturaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Tratamento de esgoto e balneabilidade em Florianópolis são tema de júri simulado

17/05/2018 13:20

O tratamento de águas e esgoto é uma política pública que, no Município de Florianópolis, é executada pela Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan). Para assegurar o serviço, a Casan cobra dos moradores do município uma taxa de esgoto. Esta taxa possibilita parte da execução do serviço. Mas, e se o serviço não é realizado a contento, pode o poder público e sua executora serem processados? Cabe indenização à população?
(mais…)

Tags: balneabilidadeCasanCentro de Ciências JurídicasDireito AmbientalJúri simuladotratamento de esgotoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Professor da UFSC fala sobre busca por vidas fora da Terra durante o ‘Pint of Science’

16/05/2018 19:02

“Posso imaginar um número infinito de mundos como a Terra, com um jardim do Éden em cada um”. A frase foi dita pelo filósofo, teólogo e astrônomo italiano Giordano Bruno, que viveu entre 1548 e 1600. De lá pra cá, os estudos sobre vida em outros planetas cresceram entre os cientistas, se distanciando cada vez mais da religião. Diferente da época de Bruno, quando descobertas científicas eram censuradas e trancafiadas em quartos escuros, hoje elas ganham espaço em lugares públicos, descontraídos, onde o conhecimento e o bom humor dividem uma mesa, durante o happy hour. Esse foi o cenário em que o professor de Física da UFSC, Roberto Saito, apresentou a palestra “Mundos distantes: Planetas extrassolares e vida no universo”, durante o evento Pint of Science, na noite da última terça (15).
(mais…)

Tags: astronomiafísicaPint of ScienceUFSC

Encontro e simpósio brasileiros de Hidroponia ocorrem em Florianópolis

15/05/2018 17:50

O XII Encontro e IV Simpósio Brasileiro de Hidroponia será realizado nos dias 27 e 28 de setembro, no Centro de Eventos Governador Luiz Henrique da Silveira, em Florianópolis. O evento almeja compartilhar tecnologias do sistema de cultivo hidropônico geradas por diferentes instituições. Também, busca promover e estimular a interação entre produtores, técnicos, empresas e instituições de ensino e pesquisa.
(mais…)

Tags: hidroponiaIV Simpósio Brasileiro de HidroponiaUFSCUniversidade Federal de Santa CatarinaXII Encontro Brasileiro de HidroponiaXII Encontro Brasileiro de Hidroponia e IV Simpósio Brasileiro de Hidroponia

Florianópolis recebe encontros conjuntos sobre gestão costeira

15/05/2018 17:33

Em 2018, o XI Encontro Nacional de Gerenciamento Costeiro (Encogerco) e o II Simpósio Brasileiro sobre Praias Arenosas (SBPA) são realizados em conjunto, em Florianópolis. Os eventos ocorrem entre os dias 15 e 19 de outubro e contam com palestrantes nacionais e internacionais. São abordados temas relacionados à praia e à gestão costeira, em seus aspectos científicos e técnicos, com apresentação de trabalhos nas categorias orais e painéis.

As inscrições promocionais estão disponíveis até o dia 1º de julho, último dia para envio dos trabalhos científicos.

Mais informações: www.praiaegestao.com.br

Tags: EncogercoEncontro Nacional de Gerenciamento Costeirogestão costeiraII Simpósio Brasileiro sobre Praias ArenosasSimpósio Brasileiro sobre Praias ArenosasUFSCUniversidade Federal de Santa CatarinaXI Encontro Nacional de Gerenciamento Costeiro

Seminário Histórias Possíveis: Os franciscanos no Brasil colonial

23/04/2018 18:14

Na sua terceira edição deste ano o Seminário História Possíveis: conexões recebe o professor Peter Johann Mainka, da Universität Würzburg e professor visitante do Programa de Pós-graduação em História (PPGH/CFH/UFSC), para apresentar o seu projeto de pesquisa intitulado “Os franciscanos no Brasil colonial (1585-1822)“.

O expositor argumenta que na historiografia sobre o Brasil colonial, a Ordem de São Francisco esteve por muito tempo nas sombras da Companhia de Jesus. No entanto, nos últimos anos o tema dos franciscanos começou a despertar novas atividades de pesquisa histórica. Assim, a apresentação informará sobre este projeto de pesquisa em andamento: as reflexões iniciais, a base de fontes, as perspectivas de pesquisa e alguns resultados já obtidos.

O seminário é promovido pelo Programa de Pós-Graduação em História da UFSC, com encontros mensais de professores/as e alunos/as, com mesas organizadas em torno da apresentação e debates de pesquisas, buscando fomentar abordagens inovadoras, estimular o exercício da crítica acadêmica, ampliar o diálogo entre linhas de pesquisa e divulgar os trabalhos realizados na pós-graduação.

Serviço

O que: Seminário Histórias Possíveis, com o professor Peter J. Mainka.

Quando: 04 de maio, a partir das 16h

Onde: Auditório do CFH

Tags: Brasil colonialCentro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH)Ordem de São FranciscoPós-Graduação em HistóriaPPGHSeminário História PossíveisUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Oceanografia da UFSC pesquisa, desde 2016, registros de terremotos no estado

16/04/2018 16:33

Projeto financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ), com apoio do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia – Oceanografia Integrada e usos múltiplos da Plataforma Continental e Oceano Adjacente – Centro de Oceanografia Integrada (INCTMar COI/Geodiversidade) descreve registros de terremotos no passado geológico, como evidências desses eventos em Florianópolis e regiões adjacentes. Os primeiros trabalhos com estes registros foram publicados em 2016.
(mais…)

Tags: CNPqConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e TecnológicoIlha de Santa CatarinaInstituto Nacional de Ciência e TecnologiaOceanogafiaterremotoUFSC

Olhando para o céu: mapeamento da Via Láctea é tema de encontro internacional de Astrofísica

16/04/2018 13:48

Região central da Via Láctea. Reprodução. Crédito: ESO/VVV Survey/D. Minniti
Acknowledgement: Ignacio Toledo, Martin Kornmesser.

Observar e mapear galáxias é uma tarefa bastante difícil, devido às distâncias, magnitude dos objetos e tecnologia atual. No entanto, mapear nossa própria galáxia, o local que nosso planeta ocupa no espaço, não é menos árduo. A Via Láctea é particularmente difícil de ser mapeada em decorrência do fato de as observações partirem de dentro da própria galáxia e do alto índice de gás poeira nas regiões centrais.

A partir do telescópio VISTA (Visible and Infrared Survey Telescope for Astronomy), no entanto, o mapeamento se tornou possível, pois em infravermelho é possível a observação de objetos mesmo nas regiões mais obscurecidas. Em 2006 um edital público permitiu que pesquisadores apresentassem projetos para observação com o telescópio VISTA, cuja tecnologia permitiria a tarefa de mapeamento de nossa galáxia. A partir de então, o projeto selecionado, denominado VISTA Variables in the Vía Láctea (VVV), tem realizado a atividade e desde 2010 organiza encontros internacionais para debater às pesquisas na área.
(mais…)

Tags: Mapeamento Via LácteaUFSCUniversidade Federal de Santa CatarinaVia LácteaVVV science meeting

UFSC na Mídia: UFSC Blumenau atende alunos que se prepararam para Olimpíada de Matemática

12/04/2018 10:32

A RICTV Record Santa Catarina fez uma matéria com a UFSC Blumenau, veiculada na última terça-feira, dia 10. Os professores da UFSC estão oferecendo aulas extras gratuitas a estudantes da rede pública e privada para ajudá-los a se preparar para a Olimpíada Brasileira de Matemática.

Confira a matéria abaixo.

 

 

Tags: UFSCUFSC Blumenauufsc na mídiaUniversidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Docentes do Departamento de Química são indicados para Academia Brasileira de Ciências

09/04/2018 11:04

Professor da UFSC, Daniel Lazaro Gallindo Borges. Foto: Lattes

Dois professores que atuam na UFSC foram indicados para se tornarem membros da Academia Brasileira de Ciência (ABC), na área de Ciências Químicas. Os nomes de Daniel Lazaro Gallindo Borges e Antonio Salvio Mangrich foram divulgados no dia 1º de janeiro. Ambos são docentes do Programa de Pós-Graduação em Química (PPGQ), sendo respectivamente, efetivo e voluntário. Mangrich é professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e será empossado como membro titular e Borges, afiliado.

A ABC é uma entidade independente e sem fins lucrativos. Algumas referências da ciência brasileira integram a instituição, e são estes membros titulares que indicam os novos ingressantes na Academia. Em 2007, a ABC iniciou uma nova categoria, a de membros afiliados: cientistas de até 40 anos que permanecerão na entidade por cinco anos. A intenção é promover uma troca de experiências entre cientistas jovens e experientes.
(mais…)

Tags: Daniel Lazaro Gallindo BorgesquímicaUFSC

Docente da UFSC Araranguá desenvolve projeto para auxiliar pais nos cuidados com os filhos

06/04/2018 13:14

O bem estar de uma criança é sempre uma preocupação dos pais, principalmente quando ela está enferma. Tradicionalmente os responsáveis verificam se seus filhos estão bem, medindo periodicamente a sua temperatura, batimentos cardíacos e a sua respiração. É difícil medir esses sinais sem perturbar a criança, principalmente à noite. No projeto eNurse, o objetivo é criar um sistema embarcado para ser utilizado por uma criança durante a noite, sem causar desconforto. O dispositivo é capaz de  medir e enviar para uma aplicação móvel (smartphone)  os valores  de temperatura, batimento cardíaco e movimento respiratório. Estes valores das medidas são apresentados graficamente na aplicação móvel e em caso de anomalia (indicativo de  febre ou  hipotermia) é disparado um alarme.
(mais…)

Tags: AraranguáeNurseUFSC

Academia Brasileira de Letras nomeia professor Berthold Zilly Sócio Correspondente

06/04/2018 12:07

A Academia Brasileira de Letras (ABL) elegeu, no dia 5 de abril, quinta-feira, o professor e tradutor alemão Berthold Zilly para a Cadeira nº 15, de seu Quadro de Sócios Correspondentes, na vaga do professor de espanhol e português da Universidade da Califórnia, o norte-americano Claude Lyle Hulet, falecido em agosto do ano passado. Berthold Zilly, é professor visitante do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução (PGET) desde 2011. O quadro de Sócios Correspondentes da ABL é formado por 20 membros estrangeiros. Um novo integrante somente é eleito pelos Acadêmicos quando um dos efetivos falece.

Zilly será o sétimo ocupante da cadeira 15, que tem como Patrono Frei Gonçalves Ledo (Brasil). Os demais foram: Dom José Echegaray (Espanha), José Santos Chocano (Peru), Rodolfo Rivarola (Argentina), Ricardo Rojas (Argentina), Miguel Ángel Carcano (Argentina) e Caude L. Hulet (Estados Unidos).
(mais…)

Tags: Academia Brasileira de LetrasBerthold ZillyUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Encontro internacional na UFSC debate últimos resultados sobre mapeamento da Via Láctea

04/04/2018 17:43

De 4 a 6 de abril a Universidade Federal de Santa Catarina recebe a 9ª edição do VVV Science Meeting. O evento reúne pesquisadores envolvidos no mapeamento da Via Láctea,  exibe os últimos resultados científicos do projeto VVV e debate a nova etapa, denominada VVVX e iniciada em 2017.

O que é o VVV

Em 2009 o ESO (European Southern Observatory) divulgou edital público para observação com o telescópio VISTA (Visible and Infrared Survey Telescope for Astronomy), em funcionamento no Chile.

Dentre os candidatos, o projeto VISTA Variables in the Vía Láctea (VVV), composto por pesquisadores de diversos países, foi o selecionado pelo ESO para coordenar as observações com o telescópio.

Assim, desde 2010, o VVV tem mapeado a galáxia em que se encontra nosso sistema solar, a Via Láctea. Os dados coletados são públicos e de acesso livre, o que tem potencializado o mapeamento de centenas de milhões de estrelas em nossa galáxia.

A Via Láctea é particularmente difícil de ser observada em decorrência do fato de as observações partirem de dentro da própria galáxia. A partir do telescópio VISTA, no entanto, o mapeamento se tornou possível, devido ao sistema de filtros infravermelhos presentes no telescópio que permitem a localização de corpos mesmo quando encobertos.

O projeto foi realizado de 2010 e 2016 e em 2017 entrou em uma nova etapa, denominada VVVX (Visible and Infrared Survey Telescope for Astronomy eXtended Survey), que implica na extensão do projeto original, com o mapeamento de outras regiões da galáxia e atividades até 2020.

Sobre 9º VVV science meeting

No 9º VVV science meeting são exibidos os últimos resultados científicos obtidos pelos dados coletados pelo VVV. Com início às 9h desta quarta-feira, 4 de abril, o encontro iniciou com a fala de abertura do professor da UFSC e integrante do VVV, Roberto Kalbusch Saito.

O evento possui ampla programação, com apresentação de trabalhos, pôsteres e o andamento de pesquisas realizadas a partir dos dados coletados pela equipe do VVV, além das discussões acerca do andamento e estratégias para o VVVX

A programação completa está disponível aqui.

Mais informações

Programação

Página do evento (em inglês)

Divulgação VVVX survey (em inglês)

 

Gabriel Martins/Agecom/UFSC

Foto em destaque: Região central a Via Láctea. Créditos: ESO/VVV Survey/D. Minniti. Acknowledgement: Ignacio Toledo, Martin Kornmesser

Tags: astrofísicaEncontro internacionalMapeamento Via LácteaUFSCUniversidade Federal de Santa CatarinaVVV science meeting

Pesquisadores da UFSC identificam riscos do uso abusivo de antibióticos de amplo espectro

04/04/2018 11:34

Uma pesquisa desenvolvida na UFSC demonstrou que o pré-tratamento de camundongos com antibiótico de amplo espectro pode agravar o quadro de doenças inflamatórias sistêmicas por favorecer a disseminação de bactérias intestinais multirresistentes a antibióticos. A principal bactéria identificada no estudo foi o Enterococcus gallinarum.

Enterococcus gallinarum é uma bactéria presente no intestino de camundongos e humanos, com diversos casos reportados de infecções com essa bactérias em humanos. A pesquisa reforça diversos trabalhos na literatura demonstrando as consequências prejudiciais do uso inadequado dos antibióticos e demonstra o envolvimento de uma nova bactéria em doenças inflamatórias.

O trabalho foi desenvolvido principalmente por alunas de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Farmacologia da UFSC, Fernanda S. Soares (dissertação defendida em 2013) e Flávia Amaral (mestrado em andamento), e contou com a colaboração de uma equipe multidisciplinar de pesquisadores, sob orientação do professor Fernando Spiller, do Departamento de Farmacologia.

O trabalho foi publicado no final de dezembro de 2017 no periódico Frontiers in Immunology. O periódico internacional está entre os cinco mais citados da área de Imunologia em todo o mundo.

Confira, abaixo, o esquema:

 

 

Mayra Cajueiro Warren
Jornalista da Agecom/UFSC

 

 

 

Tags: Frontiers in ImmunologyPrograma de Pós-Graduação em FarmacologiaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

O universo em expansão de Hawking: influências do cientista são avaliadas por professores da UFSC

03/04/2018 13:03

Neste sábado, 30 de março, foi realizado o velório de um dos mais renomados cientistas contemporâneos, Stephen Hawking. Falecido em 14 de março, o físico terá suas cinzas sepultadas na Abadia de Westminster e ficará ao lado de Isaac Newton e Charles Darwin, dois dos mais proeminentes cientistas britânicos de todos os tempos.

A deferência a Hawking não é sem motivos. Sua influência extrapolou seu campo de atuação científica e para buscar sintetizá-la, a Agência de Comunicação da UFSC (Agecom) entrevistou dois professores do Departamento de Física (FSC/CFM/UFSC), Débora Peres Menezes e Roberto Kalbusch Saito, para que ambos analisassem o impacto do trabalho de Hawking.

A singularidade de Hawking

Notório e notável, Stephen Hawking, trouxe originais avanços teóricos à cosmologia e astrofísica. Débora é explícita em dizer: “para o campo da cosmologia, Hawking era o maior cientista vivo”. Além de sua grande contribuição à área, no entanto, o físico inglês ganhou relevo por sua incrível capacidade de divulgação de temas complexos como singularidade, universo primordial, buracos negros e horizonte de eventos, por exemplo. Em best-sellers mundiais, ele disseminou para iniciantes em ciências conceitos até então herméticos.

Débora afirma que “a ciência normalmente se desenvolve assim: cada um vai contribuindo com uma migalhinha. Revendo aqui e ali e, de repente, alguém aparece e dá um salto. É difícil avaliar o quanto de migalha e quanto de salto tem Hawking, mas que ele possui uma contribuição relevante é indiscutível”.

Segundo Roberto, “além de um trabalho científico de excelência, o físico teve verdadeiro brilhantismo em divulgação”. O professor ainda acrescenta que “Hawking conseguiu explicar ao público em geral o que mesmo os astrofísicos tinham dificuldade em entender”.
(mais…)

Tags: Agecomastrofísicaburacos negrosCFMcosmologiaDébora Peres Menezesdepartamento de FísicaRoberto Kalbush SaitoStephen HawkingUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Pesquisadores da UFSC participam de missão em Minas Gerais com foco nos produtos locais

27/03/2018 11:29

O mestrando Leandro Guimarães, vinculado ao Laboratório de Estudos da Multifuncionalidade Agrícola e do Território (Lemate), e o professor Aparecido Lima da Silva, do Departamento de Fitotecnia do Centro de Ciências Agrárias (CCA), da UFSC, participaram de uma missão de estudo no estado de Minas Gerais. Juntamente com uma equipe interinstitucional e representantes de agricultores da Serra Catarinense, eles estiveram, entre 2 e 7 de março, nos municípios mineiros de Tiradentes, São Roque de Minas e Patrocínio.

O objetivo da missão foi vivenciar as experiências de indicação geográfica e valorização de produtos e serviços locais. Assim, os integrantes da “Missão MG” conheceram as novas tecnologias, tendências, boas práticas e as ações de cooperação empreendidas nos municípios visitados, que podem ser adaptadas à região serrana de Santa Catarina.

A missão foi organizada pelo Sebrae-SC e contou com participação de representantes da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), Associação de Municípios da Região Serrana, Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Associação Empresarial de Lages, Câmara de Dirigentes Lojistas de Lages, Associação Brasileira de Produtores da Maçã, produtores de maçã e de mel de melato e pesquisadores da UFSC.
(mais…)

Tags: CCADepartamento de FitotecniaLaboratório de Estudos da Multifuncionalidade Agrícola e do TerritórioMinas GeraismissãoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC na mídia: metais pesados, hormônios e agrotóxicos estão na água que chega às torneiras

08/03/2018 12:37

A Rede Brasil Atual (RBA) publicou no dia 2 de março uma reportagem especial de Cida de Oliveira sobre a qualidade da água que chega às torneiras das residências. A observação foi feita pela professora do Campus Curitibanos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Sonia Corina Hess. Confira a reportagem completa abaixo ou aqui.

Metais pesados, hormônios e agrotóxicos estão na água que chega às torneiras
(mais…)

Abertas as inscrições para o Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia

07/02/2018 09:59

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia – Edição 2017. As inscrições estão disponíveis até 2 de março de 2018 e o tema desta edição é “Tecnologias para a Economia do Conhecimento”. O prêmio é organizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e tem premiação de até 25.500 dólares.

Mais informações em www.premiomercosul.cnpq.br ou pelo e-mail: 

Tags: Economia do conhecimentoInovações e ComunicaçõesMinistério da CiênciaPrêmio MercosultecnologiaUFSC

Mais um composto sintético pra conta: estudo analisa a contaminação de solos, águas e alimentos pelo PFOS

06/02/2018 09:25

Ele pode estar nos solos, nas águas, no ar e nos alimentos. Aplicado “inofensivamente” para combater o ataque de formigas de corte em cultivos de Pinus e Eucaliptos, na sua grande maioria, o formicida sulfluramida é um composto sintético, estável na natureza e que pode ser armazenado gradativamente pelo corpo humano através da ingestão de alimentos ou água que tiveram contato com esse poluente orgânico persistente (POP).

Segundo a Convenção de Estocolmo, da qual o Brasil é signatário, os POPs “são substâncias químicas que têm sido utilizadas como agrotóxicos e possuem características de alta persistência, ou seja, não são facilmente degradadas”. O Ministério do Meio Ambiente (MMA) esclarece em seu site que esse material pode ser transportado pelo ar, água e solo por longas distâncias e, com isso, “se acumularem em tecidos gordurosos dos organismos vivos, sendo toxicologicamente preocupantes para a saúde humana e o meio ambiente”. Uma vez no ambiente o formicida sulfluramida degrada para o POPs, chamado ácido perfluoroctanosulfônico (PFOS), caracterizado pela Convenção de Estocolmo como um químico de uso industrial.

A pesquisadora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Juliana Leonel, iniciou a exploração do comportamento deste formicida na costa baiana em 2014 enquanto professora da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Agora, membro do corpo docente do curso de Oceanografia da UFSC, vinculado ao Centro de Ciências Físicas e Matemáticas (CFM), a docente inicia as pesquisas sobre o poluente em outras regiões da costa brasileira, por meio de projeto aprovado pelo CNPq (Universal/2016): Origem, Distribuição e Transporte de PFOS para o Atlântico Sul.
(mais…)

Tags: formicida sulfluramidaoceanografiaperfluoroctanosulfônicopesquisaPFOSpoluente orgânico persistentePOPUFSCUFSC Ciência

Livro traduzido pela EdUFSC é citado em série documental na Netflix

29/01/2018 11:01

O entomologista americano Jeffrey A. Lockwood, autor do livro Soldados de Seis Pernas – Usando Insetos como Armas de Guerra, é um dos entrevistados da série Nazi Secret Files, disponível para os assinantes da Netflix. O cientista aparece no quarto capítulo da série documental produzida pela BBC. O livro, publicado em 2016 pela EdUFSC, foi traduzido pelo professor aposentado e voluntário da UFSC, Carlos Brisola Marcondes.

Mais informações sobre o livro aqui.

Tags: Carlos Brisola MarcondesEdUFSCJeffrey LockwoodSoldados de seis pernas

Revista de Ciências Humanas comemora 35 anos e publica estudo de caso sobre a negação do negro em famílias interraciais

22/01/2018 12:33

A Revista de Ciências Humanas – RCH publicou o volume 51, número 2, comemorativo aos 35 anos da publicação. A edição traz uma nova identidade visual e marca também outras mudanças editoriais em curso: a revista passa a adotar a modalidade de publicação continuada – não mais organizada em números dentro de cada volume, incrementa sua equipe editorial, adota um novo projeto gráfico e se conecta com as tendências da editoração científica.

De acordo com as editoras, Ana Lídia Campos Brizola e Katia Maheirie, “através da manutenção de avaliações regulares e consistentes das submissões recebidas, do compromisso com a periodicidade e busca constante de atualização em relação ao cenário editorial científico mundial, a RCH vem se constituindo um veículo de crescente interesse por parte de pesquisadores e referência em termos de normalização para a construção de um perfil mais preciso da produção científica brasileira. Como resultado, as submissões e acessos às edições publicadas cresceram na ordem de 300% nos últimos quatro anos. ”
(mais…)

Tags: CFHjornalismo científicorevistaRevista de Ciências Humanas daUFSC

Pesquisadores da UFSC participam de projeto interinstitucional apoiado pelo programa IODP/Capes

16/01/2018 12:00

Uma equipe de pesquisadores vinculados ao Laboratório de Oceanografia Costeira (LOC/CFM) da UFSC, composta pelos professores Carla Bonetti e Antonio Henrique da Fontoura Klein, o pós-doutorando do PPGOceano André Rosch Rodrigues, a mestranda do PPGOceano Patricia Schmitt e três bolsistas de Iniciação Científica do curso de Oceanografia, Ana Carolyna Duarte de Sousa, Patricia Tortora e Maria Rita Lua de Quadros, participa do Programa Integrado de Perfuração Oceânica (IODP, em inglês Integrated Ocean Drilling Program).

Localização dos testemunhos analisados até o momento pelo LOC/UFSC. Mapa elaborado por André Rosch Rodrigues.

(mais…)

Tags: capesIntegrated Ocean Drilling ProgrampesquisaPPGOceanoPrograma Integrado de Perfuração OceânicaUFSC

Contaminação dos oceanos por formicida é abordada em artigo de professora da UFSC

02/01/2018 13:30

A contaminação oceânica pelo formicida Sulfluramida é o tema do texto “A formiga e o mar”, de autoria de Juliana Leonel, docente e atual subcoordenadora do curso de graduação em Oceanografia (CFM/UFSC).  O artigo exibe os progressos e desafios das pesquisas que analisam a contaminação dos poluentes orgânicos persistentes (POPs). Dentre esses poluentes, o ácido perfluoroctanoico sulfônico (PFOS), cujos efeitos aos organismos são de alta toxicidade e persistência, é geralmente estudado a partir de suas fontes industriais e urbanas. Com isso, ganha relevância a análise dos impactos a partir do uso do formicida Sulfluramida em cultivos de Pinus e Eucaliptos como possível fonte significante de PFOS. E é a partir desta questão direcionada à região costeira do Brasil que Juliana Leonel sintetiza o assunto no artigo que publicamos na íntegra abaixo.
(mais…)

Tags: curso de Oceanografiaestudo ambientalformicidajornalismo científicomeio ambienteOceanopoluentes orgânicos persistentesSulfluramidaUFSC