UFSC recebe homenagem da Prefeitura Municipal de Florianópolis por parceria no combate à pandemia

20/05/2022 11:37

Aureo Moraes, Topázio Neto e Felipa Amadigi (Foto: Cristiano Andujar/ Prefeitura Municipal de Florianópolis)

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e outras nove empresas e instituições que foram parceiras da Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis durante o processo de vacinação e combate à pandemia de Covid-19 foram homenageadas na última quinta-feira, 19 de maio. Os agraciados cederam seus espaços, para que os profissionais da saúde municipal pudessem fazer a aplicação das vacinas e testes, com mais conforto e segurança para a população.

No caso da UFSC, além de espaço físico, atuaram na vacinação professores e estudantes, por meio do projeto de extensão Imuniza Floripa. Servidores técnico-administrativos também colaboraram, a exemplo da equipe de infraestrutura da Superintendência de Governança Eletrônica e Tecnologia da Informação e Comunicação (SeTIC), que fez instalações específicas para dotar os pontos de vacinação de redes sem fio.

Florianópolis ganhou destaque durante a pandemia, sendo apontada após pesquisa do Instituto Votorantim como a capital brasileira mais eficiente no combate à pandemia, a partir de índices que se baseiam no número de mortes e medidas tomadas pelos gestores públicos. Florianópolis também é a capital mais vacinada do Brasil, com índice de 94,68% de vacinação da população com esquema vacinal completo. A organização do evento lembrou, ainda, de esforços como o “Vacinaço”, realizado em 6 de julho de 2021, quando se vacinou 4% da população da cidade, ou 18.669 pessoas, num período de 18h. A UFSC contribuiu nesses esforços, cedendo seu espaço físico para vacinação e testagem, e com o projeto Imuniza Floripa oferecendo mais de 60 vacinadores, a maioria do curso de Enfermagem. Os postos vacinação na UFSC continuam ativos no prédio da Secretaria de Educação a Distância (Sead).
(mais…)

Tags: #TodosPelasVacinascoronavírusDepartamento de Enfermagemgestão coronavírusimuniza floripaPrefeitura Municipal de Florianópolissecretaria municipal de SaúdeUFSCUniversidade Federal de Santa Catarinavacinação contra covid-19

Pesquisa mostra como desigualdades econômicas afetam a letalidade de crianças por covid

06/05/2022 16:17

Disparidades econômicas e regionais se relacionam às taxas de óbitos e de acesso a testes, tomografias e raios X entre crianças e adolescentes hospitalizados por covid-19. Foto: Piron Guillaume/Unsplash

Nos municípios mais pobres do Brasil, crianças internadas por covid-19 tiveram quase quatro vezes mais chance de morrer que as moradoras dos municípios de maior PIB per capita. Entre os adolescentes, o risco foi quase o dobro. As disparidades também se reproduzem entre as regiões do país: no Nordeste, a letalidade de crianças foi 2,5 vezes maior que no Sudeste. Esses são alguns dos resultados de uma pesquisa desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). 

Conduzido pela pesquisadora Caroline Fabrin, durante seu mestrado, e orientado pela professora e epidemiologista Alexandra Boing, o trabalho revelou como as desigualdades socioeconômicas impactaram o cuidado hospitalar e a letalidade de crianças e adolescentes internados por covid-19 no Brasil entre março de 2020 e dezembro de 2021. Para isso, valeu-se de dados de mais de 22 mil pessoas, de 0 a 18 anos, retirados do Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe), que registra hospitalizações e óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em todo o território brasileiro e cujo preenchimento é obrigatório para serviços de saúde públicos e privados. 

Além de demonstrar como as disparidades econômicas e regionais associaram-se à taxa de óbitos de crianças e adolescentes hospitalizados por covid-19, o estudo também mostrou discrepâncias na realização de testes e exames. Tomografias foram duas vezes mais comuns nos municípios do maior decil de PIB per capita do que nos municípios mais pobres. Tiveram, também, quase o dobro da frequência entre crianças da região Sul, na comparação com as do Norte do país. Coletas de amostra biológica para diagnóstico e raios X também foram mais recorrentes nos locais de maior renda. Os achados mantiveram-se consistentes durante as duas ondas de covid-19 analisadas. 
(mais…)

Tags: coronavírusCovid-19pesquisa coronavírusPrograma de Pós Graduação em Saúde ColetivaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Covid-19 em SC: informe do Necat aponta que média de casos ativos é a menor de 2022

04/04/2022 17:09

O Núcleo de Estudos de Economia Catarinense (Necat) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) publicou nesta segunda-feira, 4 de abril, uma nova edição de seu informe semanal sobre covid-19. Intitulado Média diária de casos ativos caiu para menor patamar no ano de 2022, o estudo é assinado por Lauro Mattei, coordenador-geral do Necat e professor do Departamento de Economia e Relações Internacionais e do Programa de Pós-Graduação em Administração.

Entre 26 de março e 1º de abril, foram notificados 8.441 novos casos da doença. Com isso, a média caiu de 1.517 para 1.206 registros diários. “Registre-se que esse indicador, que vinha apresentando quedas consistentes nas semanas anteriores, apresentou uma desaceleração mais lenta na semana considerada, tanto em termos absoluto como relativo”, afirma o estudo.

Os casos ativos também continuaram em queda. 4.112 pessoas estavam contaminadas com a doença no primeiro dia de abril – uma redução de 13% em relação à semana anterior. “Finalmente, nota-se que a redução dos casos ativos passou a ter correspondência também em relação ao número de óbitos, uma vez que nos últimos sete dias foram registrados apenas 21 óbitos, patamar que fez a média diária desse indicador cair para 3 mortes/dia na semana em apreço”, aponta o documento.

O texto completo pode ser acessado no site do Necat, onde também podem ser conferidos os informes anteriores.

Tags: coronavírusCovid-19Informe SemanalNecatpesquisa coronavírusUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Setores administrativos e acadêmicos da UFSC retornam ao trabalho 100% presencial

04/04/2022 15:05

Clique para baixar o Guia Rápido em PDF

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) ingressa oficialmente na Fase 3 nesta segunda-feira, 4 de abril. Setores administrativos e acadêmicos retornam ao trabalho 100% presencial, em horário integral. As aulas iniciam-se, para a maioria dos estudantes da UFSC, a partir de 18 de abril.

>> Leia o Guia Rápido para Atividades Presenciais – Fase 3 (em PDF)

O Gabinete da Reitoria encaminhou ofício circular nesta quinta-feira, 31 de março, com orientações sobre como deve ser o retorno presencial. No documento, ressalta as condições para a Fase 3, e reforça que as ações de combate à pandemia na UFSC “são resultado de acompanhamento e monitoramento diários quanto aos indicadores epidemiológicos e às orientações de pesquisadoras e pesquisadores que formam a Comissão Permanente de Monitoramento Epidemiológico; da preocupação constante com a saúde e a segurança das pessoas; e, especialmente, da cautela e da responsabilidade com a vida”.

Informa, ainda, que para a adoção de cada fase foram observadas as condições epidemiológicas definidas em 2020, e oferece medidas adicionais, no curso da gestão da pandemia. Os indicadores estão demonstrados no Painel Ativo de Dados Epidemiológicos da UFSC. O documento traz números da imunização da comunidade universitária: “ainda que tenha havido intercorrências na gestão do sistema de registro de vacinados no âmbito do Ministério da Saúde, a UFSC alcançou plenamente a adesão de sua comunidade. Com a edição de medidas de exigência de comprovação da vacina no âmbito da instituição, foi possível confirmar a plena aceitação da comunidade à imunização. Nesta data, 2.512 docentes e 2.446 TAEs, o que representa cerca de 90% das categorias, informaram seu status vacinal no sistema adotado pela UFSC. Quanto aos estudantes, até hoje, mais de 28 mil também atenderam à medida de registro dos respectivos comprovantes”.

Os protocolos para a Fase 3, portanto resumem-se às medidas chamadas pela Administração Central de “camadas de proteção”, quais sejam: vacinação; uso obrigatório de máscaras do tipo PFF2 ou similares; monitoramento da renovação do ar em espaços físicos da instituição; oferta de testagem para sintomáticos; e adoção de protocolos em casos confirmados. Com base nessas medidas, a Administração orienta algumas questões prioritárias conforme abaixo:
(mais…)

Tags: coronavírusgestão coronavírusUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Fase 3: Restaurante Universitário servirá refeições prioritariamente para estudantes com aulas presenciais até 18 de abril

01/04/2022 18:00

O Restaurante Universitário da UFSC no campus Reitor João David Ferreira Lima (Trindade) continuará servindo refeições em número reduzido até o dia 18 de abril, quando serão iniciadas as aulas presenciais para os cursos de Graduação. Entre 4 e 7 de abril, o RU servirá exclusivamente os usuários com aulas presenciais, portanto apenas a Pós-Graduação, Colégio de Aplicação (CA) e o  Núcleo de Desenvolvimento Infantil (NDI). A partir de 7 de abril, o RU inicia a implantação de um sistema de agendamento, para gradualmente ampliar o acesso para uma pequena parcela de estudantes de Graduação. Servidores docentes e técnico-administrativos, terceirizados e demais públicos poderão se alimentar no Restaurante a partir de 18 de abril.

A medida, conforme explica o pró-reitor Pedro Manique Barreto, deve-se “devido a questões alheias ao nosso planejamento, com as dificuldades de alguns fornecedores, mas medidas administrativas estão sendo tomadas”. Segundo a diretora do Restaurante, Graça Martins, “enquanto perdurar o estado de pandemia, os serviços de alimentação precisam atender a uma série de normativas para evitar o contágio pela Covid-19. Entre as exigências, está a necessidade de que os comensais mantenham o afastamento interpessoal de no mínimo 1,5 metro entre si no momento das refeições, o que ocasiona uma redução de cerca de 70% da capacidade de atendimento do refeitório do RU, permitindo que apenas 550 pessoas o ocupem simultaneamente”.

O acesso ao RU por meio de agendamento está em fase de implantação, e estará disponível a partir de 7 de abril, com vagas reduzidas, pelo site ru.ufsc.br. Não será necessário aos estudantes da Pós-Graduação, CA e NDI fazer o agendamento. Apenas algumas vagas serão disponibilizadas para estudantes de Graduação.

“Com a totalidade dos cursos com aulas presenciais a partir do dia 18, o Restaurante Universitário estará também com toda sua infraestrutura organizada, e a comunidade universitária apta a fazer o agendamento a partir do dia 17”, explica a gestora do RU. O acesso ainda será exclusivamente com os passes impressos sendo adquiridos no setor de vendas do RU. Usuários com direito a acompanhante (alunos do NDI, alunos menores de 10 anos do CA, e filhos de estudantes isentos) devem comparecer com antecedência à Secretaria do Restaurante para seu cadastramento.

A entrada no Restaurante estará condicionada ao cartão de acesso emitido conforme passo a passo no site ru.ufsc.br. A direção do RU informa que conforme necessário, será aceito o atestado de matrícula até data limite a ser divulgada pela Administração do RU, e orienta que estudantes se antecipem na emissão do cartão do RU.

Tags: coronavírusFase 3gestão coronavírusPRAERestaurante Universitário (RU)UFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Vacinação contra a Covid-19 na UFSC passa a ser oferecida no Hall da Reitoria

01/04/2022 17:27

Prédio da Reitoria passará a abrigar os esforços da Prefeitura Municipal de Florianópolis para vacinação contra a Covid-19. (Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC)

O ponto de vacinação contra a Covid-19 na UFSC terá alteração a partir deste sábado, 2 de abril. Neste sábado, quando a Prefeitura Municipal de Florianópolis (PMF) promove o Dia D de vacinação infantil contra Covid-19, o novo ponto localizado no hall da Reitoria começa a funcionar, em substituição ao Centro de Cultura e Eventos Reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo. A vacinação neste sábado será de 9 às 16h, e haverá a imunização de adolescentes, adultos e idosos no local.

A UFSC tornou-se um ponto de vacinação contra a Covid-19 em fevereiro de 2021. Desde então, a Prefeitura Municipal tem suas equipes trabalhando no Centro de Cultura e Eventos e na Secretaria de Educação a Distância da UFSC como pontos fixos de vacinação. Com as mudanças na Universidade, com o ingresso gradual na Fase 3 e início das atividades 100% presenciais, foi necessário alterar o local de imunização da população.

Para o chefe do Gabinete do Reitor, Aureo Mafra de Moraes, a mudança foi feita para garantir que a UFSC possa retomar as atividades presenciais no dia 4 de abril, mantendo o espaço para a imunização cedido à Secretaria Municipal de Saúde desde o início da campanha de imunização contra a Covid-19. “O compromisso da UFSC de apoiar as medidas contra a pandemia exige esse esforço. Com a reabertura do Centro de Eventos, foi necessário deslocar a vacinação para o Hall da Reitoria, preservando o acesso e as condições de atendimento à sociedade,” salientou.

 

Tags: #TodosPelasVacinascoronavírusCovid-19UFSCUniversidade Federal de Santa Catarinavacinação covid-19

Fase 3: Administração Central orienta sobre o trabalho presencial a partir de 4 de abril

31/03/2022 15:42

Clique para baixar o Guia Rápido em PDF

* Notícia editada em 1 de abril com informações sobre o Restaurante Universitário

A Administração Central da UFSC reforçou as orientações para o ingresso da Universidade Federal de Santa Catarina na Fase 3 de combate à pandemia. A partir de 4 de abril, os setores administrativos e acadêmicos retornam ao trabalho 100% presencial, em horário integral. As aulas iniciam-se, para a maioria dos estudantes da UFSC, a partir de 18 de abril.

>> Leia o Guia Rápido para Atividades Presenciais – Fase 3 (em PDF)

O Gabinete da Reitoria encaminhou ofício circular nesta quinta-feira, 31 de março, com orientações sobre como deve ser o retorno presencial. No documento, ressalta as condições para a Fase 3, e reforça que as ações de combate à pandemia na UFSC “são resultado de acompanhamento e monitoramento diários quanto aos indicadores epidemiológicos e às orientações de pesquisadoras e pesquisadores que formam a Comissão Permanente de Monitoramento Epidemiológico; da preocupação constante com a saúde e a segurança das pessoas; e, especialmente, da cautela e da responsabilidade com a vida”.

Informa, ainda, que para a adoção de cada fase foram observadas as condições epidemiológicas definidas em 2020, e oferece medidas adicionais, no curso da gestão da pandemia. Os indicadores estão demonstrados no Painel Ativo de Dados Epidemiológicos da UFSC. O documento traz números da imunização da comunidade universitária: “ainda que tenha havido intercorrências na gestão do sistema de registro de vacinados no âmbito do Ministério da Saúde, a UFSC alcançou plenamente a adesão de sua comunidade. Com a edição de medidas de exigência de comprovação da vacina no âmbito da instituição, foi possível confirmar a plena aceitação da comunidade à imunização. Nesta data, 2.512 docentes e 2.446 TAEs, o que representa cerca de 90% das categorias, informaram seu status vacinal no sistema adotado pela UFSC. Quanto aos estudantes, até hoje, mais de 28 mil também atenderam à medida de registro dos respectivos comprovantes”.
(mais…)

Tags: coronavírusFase 3gestão coronavírusUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Média de mortes por covid-19 caiu para patamar de dezembro, indica informe do Necat

28/03/2022 16:41

O Núcleo de Estudos de Economia Catarinense (Necat) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) publicou nesta segunda-feira, 28 de março, uma nova edição de seu informe semanal sobre covid-19. Intitulado Média diária de óbitos por Covid-19 caiu para patamar registrado em dezembro/21, o estudo é assinado por Lauro Mattei, coordenador-geral do Necat e professor do Departamento de Economia e Relações Internacionais e do Programa de Pós-Graduação em Administração.

Na semana de 19 a 25 de março, foram notificados mais 10.623 novos casos da doença– 3.543 registros a menos que na semana anterior. Com isso, a média caiu de 2.022 para 1.517 casos por dia. “Registre-se que esse indicador, que vinha apresentando quedas consistentes nas semanas anteriores, apresentou uma desaceleração mais lenta na semana considerada, tanto em termos absoluto como relativo”, aponta o informe. 

No período, os casos ativos também continuaram em queda,  apresentando uma redução de 25% em relação à semana anterior. Além disso, foram registrados 33 óbitos – uma média diária de cinco por dia, no mesmo patamar dos últimos meses de 2021. 

“Desta forma, nota-se que esse cenário de continuidade da contaminação da população catarinense não está causando impactos sobre a estrutura estadual da saúde, uma vez que a taxa de ocupação dos leitos UTI-SUS para Covid-19 apresentou aumento em apenas uma região (Grande Florianópolis), porém em patamar ainda baixo. Já a ocupação geral dos leitos de UTI-SUS no estado aumentou em praticamente todas as regiões, exceto no Vale do Itajaí. O patamar de ocupação encontra-se elevado em muito delas, destacando-se o caso da região Foz do Itajaí, cuja ocupação atingiu 100% na última semana. Sem dúvida, esse cenário de ocupação da estrutura hospitalar na última semana voltou a ser preocupante, muito embora os efeitos benéficos da vacinação completa da população contra a Covid-19 continuem evitando uma maior pressão sobre a rede hospitalar pública de saúde”, conclui o estudo.

O texto completo pode ser acessado no site do Necat, onde também podem ser acessados os informes anteriores.

Tags: coronavírusCovid-19Informe SemanalNecatpesquisa coronavírusUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Pesquisadores da UFSC monitoram evolução e circulação de variantes de coronavírus

28/03/2022 14:52

Equipe vem trabalhando no sequenciamento de genomas do SARS-CoV-2 desde 2020. Foto: divulgação

O surgimento, as mutações e a disseminação de variantes de covid-19 pelo estado estão sendo acompanhados de perto por pesquisadores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Iniciado em 2020, o projeto de sequenciamento do genoma do SARS-CoV-2 coordenado pelo professor Glauber Wagner, do Laboratório de Bioinformática do Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia (MIP), está perto de finalizar sua segunda fase. Nesta etapa, já foram analisadas 1.861 amostras, de 157 municípios catarinenses, com cinco variantes identificadas. Outras 539 amostras devem ser analisadas até o fim de abril – totalizando 2.400 genomas sequenciados em cerca de seis meses. Os dados estão disponíveis no site genomacovidsc.ufsc.br.

O trabalho é uma parceria entre diversos setores e laboratórios da UFSC, o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen/SC), a Superintendência de Vigilância em Saúde (SUV/SC), o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde de Santa Catarina (CIEVS/SC) e a empresa BiomeHub. O financiamento é da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) e da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina.

Primeira e segunda ondas

Na primeira etapa do projeto, foram sequenciadas 203 amostras coletadas de março de 2020 a abril de 2021. Em um artigo publicado no último domingo, 27 de março, na revista científica Viruses, os pesquisadores apresentam o resultado da análise dessas sequências e de outras 527 coletadas no mesmo período e disponibilizadas em uma base de dados pública (Gisaid). O estudo mostra que 23 diferentes variantes circularam por Santa Catarina ao longo do primeiro ano da pandemia, um perfil que, segundo Glauber, foi muito parecido com o que se observou pelo Brasil.
(mais…)

Tags: coronavíruspesquisa coronavírusSARS-CoV-2sequenciamento genômicoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Casos ativos de Covid-19 em SC caíram para patamar registrado no fim de outubro de 2021, traz informe do Necat

22/03/2022 14:11

O Núcleo de Estudo de Economia Catarinense (Necat) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) publicou a 11ª edição do Informe Semanal sobre a Covid-19 em Santa Catarina. Intitulada Casos ativos caíram para patamar registrado ao final de outubro de 2021, a publicação apresenta a evolução da Covid-19 em Santa Catarina no período entre 12 e 18 de março de 2022.

Segundo o texto, os casos ativos continuaram em queda, apresentando uma redução de 32% em relação à semana anterior. Em termos absolutos, 2.995 pessoas deixaram de ser portadoras da doença no estado durante o período analisado. A redução é praticamente a metade da queda dos casos ativos registrada na semana anterior, indicando uma desaceleração mais lenta do número de pessoas positivadas. “Finalmente, nota-se que a redução dos casos ativos começou a ter correspondência em relação ao número de óbitos, uma vez que nos últimos sete dias foram registrados 68 óbitos, patamar que fez a média diária desse indicador cair para 10 mortes/dia na semana em apreço”.

No entanto, o informe destaca que a ocupação geral dos leitos de UTI-SUS no estado aumentou em praticamente todas as regiões, exceto na região Meio Oeste/Serra. “Sem dúvida, esse cenário de ocupação da estrutura hospitalar na última semana voltou a ser preocupante, muito embora os efeitos benéficos da vacinação completa da população contra a Covid-19 continuem evitando uma maior pressão sobre a rede hospitalar pública de saúde”.

Para ler o documento na íntegra, clique aqui ou acesse a aba Informes Semanais na página do NECAT.

Tags: coronavírusCovid-19Informe SemanalNúcleo de Estudos da Economia Catarinense (Necat)UFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Convívio Consciente: confira as informações sobre como será o retorno presencial na UFSC

14/03/2022 16:51

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) prepara-se para o início da Fase 3 com uma série de ações, no intuito de assegurar um convívio presencial seguro e consciente. Para marcar essas mudanças, a Agência de Comunicação (Agecom) da UFSC lança a campanha “Convívio Consciente“, com informações sobre cada etapa do retorno presencial.

“Foram dois anos em que estivemos, dia a dia, convivendo com incertezas, e, para cada passo, ouvimos a Ciência. Aos poucos, com a mesma cautela e seriedade, respondemos às críticas com muito trabalho e responsabilidade. E o resultado está refletido nos cuidados com que, gradualmente, conseguimos voltar com segurança. É muito bom perceber a resposta da comunidade universitária, aderindo às medidas e transformando nossa instituição em um ambiente de reencontros saudáveis e animadores,” salienta o reitor Ubaldo Cesar Balthazar sobre as medidas que estão sendo gradualmente implementadas.

A Agecom preparou esta identidade visual para marcar as ações pelo retorno presencial seguro, e como uma transição do “Com Ciência, Pela Vida“. A mudança de identidade será gradualmente adotada na UFSC, inclusive na sinalização visual.

Ao longo das próximas semanas o site Coronavirus.ufsc.br será atualizado com a nova identidade e com orientações para o retorno presencial de estudantes e servidores docentes e técnico-administrativos. Criado em março de 2020 para apresentar as orientações ao longo da pandemia de Covid-19, o site possui todo o histórico da legislação pertinente, além de orientações para o uso de máscaras, arquivos de sinalização visual para impressão, apresentação do comprovante de vacinação, entre outros.

Visite a página Fase 3 – Convívio Consciente para conhecer as principais orientações.

Leia as notícias da Fase 3 na UFSC

Tags: com ciênciacoronavírusCovid-19Fase 3gestão coronavíruspela vidaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Restaurante Universitário inicia venda de passes e reabre nesta segunda-feira com refeições para estudantes de pós-graduação

14/03/2022 10:59

José Marcelo, estudante do Doutorado em Economia, retirou sua caneca e cartão de identificação na manhã desta segunda-feira. (Foto: Agecom/UFSC)

O Restaurante Universitário localizado no campus Reitor João David Ferreira Lima (Trindade) reabre nesta segunda-feira, 14 de março, com refeições prontas, servidas para estudantes de pós-graduação. É a primeira etapa de abertura do RU, que ocorrerá de maneira gradual até chegar à capacidade total em 18 de abril. A partir de 8h30 da manhã já foi possível adquirir os passes, e o almoço será servido a partir de 11h.

A Pró Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae) e a Direção do Restaurante Universitário reforçam que serão admitidas no RU apenas pessoas com ciclo vacinal completo, comprovado pro meio do sistema eletrônico. A checagem ocorre no momento da compra do passe e na hora de admitir os estudantes nas catracas. As refeições serão servidas e deverão ser consumidas no espaço interno do RU. Por motivos de segurança alimentar, não será permitido levar restos de comida ou as marmitas fechadas.

>> Confira os protocolos para a reabertura do RU em Florianópolis

Emissão de Cartões

Já é possível que a comunidade solicite o cartão de identificação junto às secretarias dos campi e junto ao Restaurante Universitário da Trindade. Neste momento, o atendimento será exclusivo para alunos da pós-graduação, que já têm calendário de aulas presenciais, e os servidores que estejam em atividade presencial na Universidade. Após solicitação on-line, a retirada poderá ser feita nos guichês em cada campus. A retirada no campus em Florianópolis ocorre na janela ao lado do guichê de venda de passes.

Guichês de venda de passes e retirada de carteirinhas no RU em Florianópolis. (Foto: Agecom/UFSC)

A emissão do cartão para os alunos do Colégio Aplicação (CA) e do Núcleo de Desenvolvimento Infantil (NDI) está prevista para iniciar em 21 de março. Os alunos dos cursos de Graduação poderão solicitar a emissão dos cartões a partir de 4 de abril.

>> Veja aqui como solicitar seu primeiro cartão do RU

>> Veja aqui como solicitar a segunda via do seu cartão do RU

Planejamento

Em um ofício encaminhado ao Colégio de Aplicação, em resposta a demandas de alimentação no RU para esses estudantes, a Prae e a Direção do RU informaram que o planejamento da reativação dos RUs vem sendo feito há meses, ainda que em ambientes de incerteza quanto ao quadro da pandemia. “Várias possibilidades vêm sendo avaliadas e, nas atuais circunstâncias, a contratação de uma empresa para fornecimento de marmitas, no RU Central, foi a opção mais adequada do ponto de vista econômico, de racionalização de oferta/demanda e em nome da cautela e responsabilidade que nos orientam”, apontam.

Chegada de refeições prontas no RU da Trindade nesta segunda-feira, 14 de março. (Foto: Agecom/UFSC)

As unidades do RU em Araranguá, Blumenau, Curitibanos e Joinville estão com processos licitatórios concluídos e os contratos assinados. Nos campi, a operação por parte dos cessionários se dá a partir da gestão local de cada unidade, que poderá definir as datas de início da oferta de alimentação em cada local.

Quanto aos estudantes do Colégio de Aplicação, a Prae solicitou informações a respeito do quantitativo de estudantes em condição de vulnerabilidade e que necessitam de oferta de refeições, a fim de dimensionar a possibilidade de atender o quanto antes. “Destacamos que a retomada é gradual, uma vez que se trata de atividade dependente de muitas variáveis, tais como o dimensionamento de refeições na medida das demandas, evitando assim desperdício e uso indevido de recursos públicos. A empresa terceirizada já está atuando com base nas informações concretas, quando houver a demanda, e pronta a ampliar na proporção que seja necessário”, informam.

Tags: coronavírusCovid-19Fase 3restaurante universitárioRestaurante Universitário (RU)UFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

MPT arquiva processo que acusa a UFSC de assédio e coerção para vacinação contra a Covid-19

11/03/2022 23:01

O Ministério Público do Trabalho, por meio da Procuradoria Regional do Trabalho 12a Região, em Florianópolis, arquivou e indeferiu um pedido de instauração de um inquérito civil público contra a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), seu reitor, Ubaldo Cesar Balthazar, sua vice-reitora Cátia Regina Carvalho Pinto e o chefe de Gabinete, Aureo Mafra de Moraes, no dia 15 de fevereiro de 2022. A notificação foi comunicada pela Secretaria de Aperfeiçoamento Institucional (SEAI) nesta terça-feira, 8 de março.

O pedido de inquérito nomeia, ainda, os membros do Grupo de Trabalho para a “operacionalização do passaporte vacinal para a comunidade universitária”. Segundo a acusação, registrada por meio do serviço Disque 100, da Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos, a UFSC e seus servidores teriam cometido “assédio e coerção para vacinação contra a doença Covid-19 em relação a servidores, alunos e demais participantes da comunidade acadêmica”. O suposto assédio, ou coerção indireta, segundo a notificação do MPT,  se daria por meio da Portaria Normativa nº 422/2022/GR.
(mais…)

Tags: #TodosPelasVacinascoronavírusCovid-19UFSCUniversidade Federal de Santa Catarinavacinação contra covid-19

Administração Central da UFSC emite nota mantendo uso de máscaras na instituição

11/03/2022 21:19

A Administração Central da UFSC emitiu nota nesta sexta-feira, 11 de março, na qual mantém a exigência do uso de máscaras por toda a comunidade universitária nas atividades presenciais na instituição.

Confira a nota na íntegra abaixo, ou acesse o documento.
(mais…)

Tags: Administração CentralcoronavírusCovid-19Fase 3máscaraUFSCUniversidade Federal de Santa Catarinauso de máscara

Restaurante Universitário oferece serviços e orienta sobre abertura parcial em 14 de março

08/03/2022 17:51

O Restaurante Universitário (RU) da UFSC informa que já é possível emitir de forma on-line o primeiro cartão de acesso aos Restaurantes, bem como a segunda via do cartão para quem precisar. O cartão é necessário para acessar os estabelecimentos e para compra de créditos (passes) para as refeições. É também a identificação dos estudantes, técnicos e docentes da UFSC e pode ser exigido para outros serviços institucionais.

A partir desta semana, os cursos de pós-graduação da UFSC já começam a ter aulas presenciais, ingressando assim na Fase 3. Como reflexo dessa mudança, a Administração Central da UFSC anunciou que uma empresa terceirizada irá fornecer refeições prontas no Restaurante Universitário (RU) do campus da UFSC em Florianópolis – Trindade, a partir da próxima segunda-feira, 14 de março, para atender exclusivamente aos estudantes de pós-graduação.

Confira, abaixo, orientações para a abertura parcial do RU no dia 14, e as demais ações que estão sendo planejadas até a abertura total:
(mais…)

Tags: coronavírusCovid-19Fase 3PRAEUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Tendência de queda da Covid-19 é confirmada em fevereiro, aponta boletim do Necat

08/03/2022 16:43

O Núcleo de Estudo de Economia Catarinense (Necat) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) publicou, no dia 28 de fevereiro, a 87ª edição do boletim sobre a Covid-19 em Santa Catarina. A publicação traz que, ao final de fevereiro, 1.615.073 pessoas já haviam sido contaminadas pelo coronavírus no estado, com 172.562 pessoas tendo contraído a doença nos dois primeiros meses de 2022. Do total de contaminados, 21.368 pessoas morreram.

Diante destes números, Santa Catarina passou a ocupar o 4º lugar no ranking nacional dentre os estados com o maior número de registros da doença a cada 100 mil habitantes e, em termos absolutos, o 6º estado como maior número de casos e o 9º estado com maior número de óbitos.

A mais recente edição do boletim conclui que os dois primeiros meses do ano de 2022 foram marcados pela elevada expansão da Covid-19 em Santa Catarina, provocada pela nova variante, a Ômicron. O contágio causou um forte recrudescimento da pandemia em todas as regiões do estado no mês de janeiro, processo que entrou em desaceleração a partir da segunda quinzena de fevereiro de 2022.

“Por um lado, os casos voltaram a cair ao final de fevereiro/22, invertendo o forte crescimento registrado no mês anterior, mesmo que 172 mil pessoas tenham sido contaminadas no segundo mês do corrente ano, número que é bem inferior às 198 mil pessoas foram contaminadas no mês anterior. Por outro, os casos ativos, que haviam batido recorde ao final de janeiro/22 (em 29.01.22 se atingiu o pico máximo com mais de 80 mil pessoas positivadas ao mesmo tempo), caíram fortemente no mês considerado, sendo que em 28.02.2022 se encontravam no patamar de 19 mil”, descreve o boletim.

Para ler o documento na íntegra, clique aqui, ou acesse a aba Boletins na página do NECAT.

Tags: coronavírusNecatpesquisa coronavírusUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Informe do Necat indica tendência de queda da onda de contágio provocada pela Ômicron 

07/03/2022 15:41

O Núcleo de Estudos de Economia Catarinense (Necat) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) publicou nesta segunda-feira, 7 de março, uma nova edição de seu informe semanal sobre covid-19. Com o título Onda de contágio provocada pela Ômicron apresenta tendência de queda em Santa Catarina, o estudo é assinado por Lauro Mattei, coordenador-geral do Necat e professor do Departamento de Economia e Relações Internacionais e do Programa de Pós-Graduação em Administração.

De 26 de fevereiro a 4 de março, foram notificados 19.096 novos casos da doença – 12.917 a menos que na semana anterior. Com isso, a média caiu de 4.563 para 2.718 registros diários. “Registre-se que esse indicador vem apresentando quedas consistentes nas últimas semanas, indicando uma tendência clara de desaceleração do contágio”, comunica o estudo. No mesmo período, foram registrados 115 óbitos por covid-19, uma média de 16 mortes por dia.

O informe aponta ainda que, mesmo que a contaminação siga elevada, a estrutura estadual da saúde apresentou quedas expressivas nas taxas de ocupação. “Com isso, a ocupação geral dos leitos de UTI-SUS no estado permaneceu abaixo de 80%, exceto em apenas duas regiões. Sem dúvida alguma, esse cenário positivo de ocupação da estrutura hospitalar está diretamente relacionado aos efeitos benéficos da vacinação completa da população contra a Covid-19”, conclui o informe.

O texto completo pode ser acessado no site do Necat, onde também podem ser encontrados os informes anteriores.

Tags: coronavírusCovid-19Informe SemanalNecatpesquisa coronavírusUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Nota de Pesar: falece Coriguasi Austricliano da Costa Neto, o professor Cori

07/03/2022 09:39

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) expressa seu pesar pelo falecimento do professor Coriguasi Austricliano da Costa Neto, conhecido como Professor Cori. Falecido na última sexta-feira, 4 de março, aos 81 anos, em decorrência de complicações da Covid-19, ele era formado em Medicina, mas atuou a vida toda como professor de Química, na UFSC e na iniciativa privada.

Cori ingressou como servidor da UFSC em 1963 como Escriturário-Datilógrafo, quando tinha 22 anos de idade. Conforme os registros da UFSC, ele trabalhou nessa função até 1966, quando pediu seu desligamento. Em 1973, voltou à UFSC como Professor Substituto de Química, e foi lecionar no Colégio de Aplicação. Dois anos depois, em 1975, entrava para o quadro de docentes no Departamento de Ciências Farmacêuticas da UFSC, no Centro de Ciências da Saúde, onde atuou até pedir seu desligamento, em 1984.

O professor Cori foi pioneiro por ter sido um dos professores e proprietário do Curso Pré-Vestibular Barriga Verde, fundado em 1965, quando ainda não havia o vestibular unificado da UFSC.

O professor Norberto Rech, do Departamento de Ciências Farmacêuticas, relata que foi aluno de Cori em 1982, quando cursava Farmácia na UFSC. “Ele foi importante na formação de muitos estudantes da universidade. Era um professor muito gentil, bem informado do ponto de vista teórico e era um aficionado pela Química. Fui aluno dele na disciplina de Química Farmacêutica, que já é do ciclo profissionalizante, do final do curso”, conta. Logo após ter sido aluno do professor Cori, Norberto concluiu o curso e foi fazer uma especialização em Farmacologia, na Escola Paulista de Medicina. “Em 1984, quando eu retornei a Florianópolis, foi o período que o professor Coriguasi pediu seu desligamento, e foi dedicar-se ao seu curso pré-vestibular. Nesse período, o Departamento de Ciências Farmacêuticas ficou sem professor de Química Farmacêutica, e eu assumi a vaga do professor Coriguasi logo em seguida. Meu concurso foi para a vaga dessa disciplina, exatamente pela inexistência de professor dessa área, em decorrência do desligamento voluntário do professor Coriguasi”.

Após o fechamento do Barriga Verde, Cori continuou lecionando, e fundou o “Curso de Química do Professor Cori”. Ele tinha planos de seguir ensinando Química, mesmo com a idade avançada – seu cursinho já tinha vagas abertas para inscrições de novos alunos em 2022.

Coriguasi foi sepultado na sexta-feira, no Cemitério Jardim da Paz, em Florianópolis.

A UFSC se solidariza com a família, os colegas e amigos do professor Cori neste momento de despedida.

Tags: coronavírusCovid-19Nota de pesarUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Pós-Graduação da UFSC retoma aulas presenciais com obrigatoriedade de comprovar vacinação

04/03/2022 20:30

Os programas de Pós-Graduação da UFSC ingressam na Fase 3 do plano de retomada das atividades durante a pandemia de Covid-19 na Universidade a partir desta sexta-feira, 4 de março, com uma nova determinação: estudantes devem apresentar o comprovante de vacinação para ter acesso às atividades presenciais. A obrigatoriedade foi aprovada pela Câmara de Pós-Graduação e publicada no Boletim Oficial da UFSC nesta quinta-feira, dia 2. A Portaria Normativa que regulamenta o ingresso da pós-graduação na Fase 3 será publicada na segunda-feira, dia 7.

Por meio dessas normativas, todos os programas já podem iniciar suas atividades presenciais, de acordo com o estipulado pelo Calendário Acadêmico 2022. Os que seguem o sistema bimestral e trimestral já iniciam aulas presenciais a partir de 7 de março, e os regimes semestrais, em 11 de abril. Mesmo assim, todos já podem iniciar o envio da comprovação do esquema vacinal desde já.

A medida é semelhante às orientações das Portarias Normativas e Resoluções já publicadas e que abrangem trabalhadores e estudantes ingressantes nos cursos de graduação. De acordo com a Resolução Normativa nº 01/2022/CPG/UFSC, de 24 de fevereiro de 2022, estudantes matriculados nos cursos de pós-graduação stricto sensu, lato sensu e residências da UFSC devem comprovar a vacinação para terem acesso aos espaços físicos das unidades universitárias. A apresentação do comprovante de vacinação contra a Covid-19 deverá ser realizada pelos estudantes por meio eletrônico (conforme orientações), até o dia imediatamente anterior ao início das aulas ou atividades complementares presenciais do primeiro período letivo de 2022 do respectivo curso.
(mais…)

Tags: #TodosPelasVacinascomprovante de vacinaçãocoronavírusCovid-19Fase 3UFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC na mídia: epidemiologista critica liberação do uso de máscaras por crianças em SC

04/03/2022 17:46

A liberação do uso de máscaras por crianças de 6 a 12 anos em Santa Catarina foi tema de reportagem na edição do Jornal do Almoço, na NSC TV, na última quinta-feira, dia 3 de março. O decreto nº 1.769 dispõe que o uso de máscara de proteção individual nessa faixa etária “fica sob responsabilidade dos pais ou do responsável, que deverão supervisionar a correta utilização da máscara, sua colocação e retirada”.

O documento traz ainda que a obrigação de uso é dispensada no caso de pessoas com transtorno do espectro autista, com deficiência intelectual, com deficiências sensoriais ou com quaisquer outras deficiências que as impeçam de fazer o uso adequado de máscara de proteção facial.

Ainda na quinta-feira, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) emitiu uma nota na qual defende a manutenção do uso de máscaras em todos os ambientes da instituição. O texto ressaltou ainda que a medida estadual viola a Lei Federal nº 13.979/2020, artigo 3º A, caput e inciso III, quanto à obrigatoriedade do uso de máscara em estabelecimentos de ensino.

“O decreto é irresponsável, do ponto de vista sanitário, e acaba violando a Lei Federal. Esse decreto coloca em risco o ambiente escolar, onde as crianças deveriam estar protegidas e onde a máscara já estava incorporada”, ressaltou Alexandra Boing, epidemiologista da UFSC.

> Assista à íntegra da reportagem

Tags: coronavírusCovid-19gestão coronavírusUFSCUniversidade Federal de Santa Catarinauso de máscara

UFSC mantém uso obrigatório de máscaras em todos os ambientes da instituição

03/03/2022 11:24

A Administração Central da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) emitiu nota nesta quinta-feira, 3 de março, na qual defende a manutenção do uso de máscaras em todos os ambientes da instituição. A nota foi motivada pela publicação do Decreto nº 1.769, de 2 de março de 2022, no Diário Oficial do Estado, que coloca sob responsabilidade dos pais ou responsável o uso de máscara de proteção individual por crianças de seis a 12 anos, inclusive em ambientes onde os responsáveis não estejam, como as escolas.

A Nota da UFSC reforça o que o reitor Ubaldo Cesar Balthazar já havia manifestado em ofício, em 25 de novembro de 2021, sobre a dispensa do uso de máscaras em determinadas situações e reafirma que nos ambientes da UFSC permanece a obrigatoriedade.

Confira a nota na íntegra abaixo:
(mais…)

Tags: coronavírusCovid-19gestão coronavírusUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Prodegesp comunica que pais e responsáveis por menores em idade escolar não são mais parte de grupo de risco

21/02/2022 15:34

 A Pró-Reitoria de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas (Prodegesp) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) informa que foi extinto o grupo de risco de “…pais, padrastos ou madrastas que possuam filhos ou responsáveis que tenham a guarda de menores em idade escolar ou inferior, nos locais onde ainda estiverem mantidas a suspensão das aulas presenciais ou dos serviços de creche, e que necessitem da assistência de um dos pais ou guardião, e que não possua cônjuge, companheiro ou outro familiar adulto na residência apto a prestar assistência”.

A exclusão ocorre devido à publicação do decreto estadual nº 1.669, de 11 de janeiro de 2022, que estabelece que todas as instituições de ensino, públicas e privadas, deverão adotar o regime de atendimento presencial a partir de 12 de janeiro de 2022. Não é necessário que esses servidores encaminhem nenhum tipo de autodeclaração de saída de grupo de risco, pois será registrado automaticamente nos sistemas o fim dessa situação.

Mais informações pelo e-mail cadastro.dap@contato.ufsc.br.

Tags: coronavírusgestão coronavírusGrupo de RiscoProdegespUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Mais de mil catarinenses morreram de covid-19 em 2022, aponta estudo

21/02/2022 15:17

O Núcleo de Estudos de Economia Catarinense (Necat) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) publicou nesta segunda-feira, 21 de fevereiro, uma nova edição de seu informe semanal sobre covid-19. Intitulado 1.002 catarinenses perderam a vida pela Covid-19 em 2022, o estudo é assinado por Lauro Mattei, coordenador-geral do Necat e professor do Departamento de Economia e Relações Internacionais e do Programa de Pós-Graduação em Administração.

Entre 12 e 18 de fevereiro, foram notificados 40.032 novos casos da doença, representando uma redução absoluta de 8.402 casos em relação à semana anterior. Com isso, a média caiu de 6.919 para 5.719 registros por dia, “patamar que mostra que o contágio ainda se encontra em níveis elevados no estado”. Os casos ativos também apresentaram redução, caindo 29%. Os óbitos, por outro lado, se mantiveram estáveis, com uma média de 30 mortes por dia.

“Do ponto de vista regional, nota-se que na semana considerada ocorreram reduções dos casos ativos em todas as regiões, destacando-se as quedas numéricas registradas no Planalto Norte-Nordeste, Meio Oeste/Serra e Grande Florianópolis. Mesmo assim, o número de pessoas que continuavam acometidas pela doença em algumas regiões ainda era expressivo. Neste caso, destacam-se as regiões Grande Oeste e Planalto Norte-Nordeste, ambas com mais de 7 mil pessoas positivadas cada”, aponta o artigo.

O texto completo pode ser acessado no site do Necat, onde também podem ser acessados os informes anteriores.

Tags: coronavírusCovid-19Informe SemanalNecatpesquisa coronavírusUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Fase 2: perguntas e respostas sobre a retomada do trabalho presencial na UFSC

21/02/2022 08:06

* última atualização em 22/02/2022, às 8:48

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) retoma as atividades presenciais nesta segunda-feira, 14 de fevereiro. A medida foi publicada no Boletim Oficial em 7 de fevereiro. Desta forma terá início a Fase 2, que envolve atividades administrativas e acadêmicas em todos os campi da Universidade. 

Em duas unidades da UFSC – Colégio de Aplicação (CA/CED) e Núcleo de Desenvolvimento Infantil (NDI/CED) – as atividades serão desenvolvidas no âmbito da Fase 3, iniciando, respectivamente, em 10 e 14 de fevereiro. 

Por meio de normativas (veja todas as Portarias Normativas no link) são indicadas medidas que buscam orientar a comunidade universitária quanto a rotinas e procedimentos a serem adotados a fim de preservar princípios que têm conduzido as ações da UFSC desde o início da Pandemia, em março de 2020. 

Conforme Ofício Circular emitido pelo Gabinete da Reitoria na quinta-feira, 10 de fevereiro, essas ações “são resultado do acompanhamento e monitoramento diários quanto aos indicadores epidemiológicos, às orientações de pesquisadoras e pesquisadores que formam a Comissão Permanente de Monitoramento Epidemiológico da Universidade, da preocupação constante com a saúde, a segurança das pessoas e, especialmente, da cautela e da responsabilidade com a Vida!”

Clique para acessar o Guia Rápido da Fase 2

>> Acesse o Guia Rápido de Biossegurança – Fase 2

(mais…)

Tags: #TodosPelasVacinascoronavírusCovid-19Fase 2gestão coronavírusPerguntas e Respostas FrequentesUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina