Dia Internacional da Mulher: UFSC tem extensa programação de atividades

08/03/2018 08:50

A Universidade Federal de Santa Catarina planeja, em observância ao Dia Internacional da Mulher (8M), celebrado na quinta-feira, 8 de março, uma série de atividades. Confira abaixo a programação.

(Esta notícia será atualizada à medida que novos eventos forem divulgados)

Projeto “Fala Mulher”

A iniciativa é da Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (Saad), por meio da Coordenadoria de Diversidade Sexual e Enfrentamento de Violência de Gênero (CDGEN), que deixará disponível na entrada de cada campus da UFSC, e no Hall da Reitoria, blocos de papel para que as mulheres da UFSC escrevam suas impressões sobre como é ser mulher. A intenção é depois unir todas as frases em um grande mural, formando uma “nuvem de palavras” sobre como é ser mulher na UFSC. As mulheres serão convidadas a completarem as seguintes frases:

“Ser mulher é …”; “Ser mulher na UFSC é …”; e “Como mulher, espero da UFSC …”
(mais…)

Tags: 8MAssociação Amigos do Hospital UniversitárioCorregedoria-GeralDia Internacional da MulherHospital UniversitárioHUSaadsecretaria de ações afirmativas e diversidadesUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Exemplares e inspiradoras todos os dias

08/03/2018 07:30

Pioneiras. Exemplos e inspiradoras. Seja no cargo máximo de uma universidade, como eméritas, reconhecidas internacionalmente, conquistando o direito de usar o nome social ou ingressando pelas cotas no curso mais concorrido da UFSC. De inúmeras formas elas se destacam, sejam no papel de aluna, professora, técnica, trabalhadora, gestora, filha, mãe, empreendedora, voluntária, escritora, pesquisadora. Todas buscam seu espaço, pessoal e profissional, de forma natural, pela competência.

No dia em que os olhares se voltam para elas e suas trajetórias, segue um exemplo dessa atuação, a visão de 15 mulheres sobre tabus na academia e na sociedade.
(mais…)

Tags: Dia Internacional da MulherEditora da UFSCUFSC

Projeto Cinema Mundo realiza exibição comentada do filme ‘Mad Max: estrada da fúria’

01/03/2018 09:21

Na próxima semana, dia 8 de março, o Projeto Cinema Mundo da UFSC inicia sua mostra de filmes distópicos apresentando o filme Mad Max: Estrada da Fúria (2015), de BU, em sessão comemorativa ao Dia Internacional da Mulher.

A sessão, de entrada franca, ocorre às 18h30 no auditório Elke Hering da Biblioteca Universitária (BU) da UFSC e contará com os comentários de Vanessa Sandre e Carla Abraão.

Sinopse:
Dentro de um mundo de fogo e sangue, existem dois rebeldes em fuga que talvez possam restaurar a ordem. Max (Tom Hardy), um homem de ação e de poucas palavras, que busca paz de espírito depois da perda de sua mulher e seu filho após o caos. E Furiosa (Charlize Theron), uma mulher de atitude e que acredita que seu caminho para sobreviver pode ser alcançado se ela cruzar o deserto de volta para sua terra natal.

Sobre as comentaristas:

Vanessa Camassola Sandre
Graduada em Cinema pela UFSC. Trabalhou em diversas produções audiovisuais para cinema, TV e web; e é diretora e roteirista do curta-metragem Nuvem, que recebeu prêmios nacionais e internacionais. Atualmente é mestranda no programa de pós-graduação em Literatura da UFSC, tendo como foco de pesquisa a construção das narrativas femininas no cinema.

Carla Abraão 
Bacharela em Cinema pela Faculdade de Artes do Paraná (2013). Atualmente é mestranda da pós-graduação em Artes Visuais da Udesc. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Cinema, atuando principalmente em Direção de Fotografia.

Tags: Auditório Elke HeringBUDia Internacional da MulherfilmeGeorge MillerMad Max: estrada da fúriaProjeto Cinema MundoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Desigualdade de gênero no jornalismo foi tema de roda de conversa no CCE

08/03/2017 19:10
Foto: Manuella Mariani/Estagiária da Agecom/UFSC.

Foto: Manuella Mariani/Estagiária da Agecom/UFSC.

“Algo que passa despercebido para a maioria da população e infelizmente também para nós jornalistas é a desigualdade de gênero na produção jornalística. É preciso  identificar como se dá o machismo no cotidiano dos jornalistas. Devemos levar essa reflexão para as redações”, atentou a presidenta da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Maria José Braga, convidada para uma roda de conversa organizada para marcar o Dia Internacional da Mulher nessa quarta-feira, 8 de março. A atividade, que ocorreu no varandão do Centro de Comunicação e Expressão (CCE), foi promovida pelo Coletivo Jornalismo sem MachismoDepartamento de Jornalismo, Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (Posjor/UFSC), Centro Acadêmico Livre de Jornalismo Adelmo Genro Filho, Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina (SJSC) e FENAJ.

Maria José assinalou que, no processo de produção das notícias, as mulheres são menos procuradas como fontes: “Isso é uma realidade. Se vocês pegarem qualquer jornal do Brasil, tanto em mídia impressa, como digital e eletrônica, as mulheres são sempre minoria. Até porque nós, jornalistas, temos um vício muito grande de ficar nas fontes oficiais: governo, organizações, poderes estabelecidos são normalmente nossa fontes preferenciais. E nos cargos de poder os homens são maioria.” Ela acrescenta que as mulheres são escolhidas como fontes geralmente para reportagens supostamente de interesse feminino. “E digo supostamente porque são futilidades, frivolidades: beleza, jardinagem… E o pior: isso é regra nas publicações dirigidas ao público feminino. Eu me pergunto: qual é o perfil das mulheres que consomem essas mídias direcionadas para as mulheres?”

Foto: Manuella Mariani/Estagiária da Agecom/UFSC.

Foto: Manuella Mariani/Estagiária da Agecom/UFSC.

A jornalista também abordou outros aspectos do machismo nas redações: “Quando as mulheres são destaques em sua área de atuação, na produção jornalística elas são muitas vezes desqualificadas como destaque. O que mais aparece são seus atributos femininos. Isso é muito comum no esporte. Um estudo mostrou que as manchetes envolvendo as mulheres durante as olimpíadas no Brasil eram todas machistas. Uma atleta não é valorizada por seu desempenho, mas sim por sua beleza. São as ‘musas do esporte’. Isso é muito preocupante.” O assédio moral e o assédio sexual nas relações de trabalho também foram abordados por Maria José.

Durante a roda de conversa, foi divulgada a instalação da Comissão Nacional de Mulheres na Fenaj, que terá a participação de duas integrantes do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina: as jornalistas Linete Braz Martins e Tânia Machado de Andrade. Maria José afirmou considerar essas comissões e os espaços de debate muito importantes para a luta contra o machismo e as desigualdades de gênero. “Espero que espaços como esse se multipliquem  pelo país afora e não apenas no mês de março, que é um mês de luta, mas em todos os meses do ano”, finalizou.

Daniela Caniçali/Jornalista da Agecom/UFSC

 

Veja também:

Dia Internacional da Mulher: Colégio de Aplicação promove debate sobre feminismo e direitos da mulher

Tags: Coletivo Jornalismo sem Machismodepartamento de JornalismoDia Internacional da MulherFederação Nacional dos JornalistasfenajRoda de ConversaUFSC

Dia Internacional da Mulher: protagonismo em uma nova história

08/03/2017 09:29

Protagonistas de uma nova história, as mulheres da UFSC são hoje maioria. Professoras, alunas ou técnicas-administrativas, constroem a diversidade nos cursos pré-escolares, no ensino médio, na graduação e na pós-graduação. Ocupam espaços, se qualificam e são exemplos de superação para mitigar as desigualdades.

Tags: 8 de marçoDia Internacional da MulherUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Nota da Administração da UFSC sobre o Dia Internacional da Mulher

08/03/2017 08:09

Uma história de resistência, um percurso de lutas, trajetórias de um gênero que supera, combate preconceitos, sobrepõe limitações. A vitória de um universo voltado para a construção de uma sociedade diversa e solidária. Que neste 08 de março, Dia Internacional da Mulher, se construam pontes e parcerias multigêneros e relações iguais.

Alacoque Lorenzini Erdmann – Vice-reitora

Luiz Carlos Cancellier de Olivo – Reitor

Tags: Administração CentralDia da MulherDia Internacional da MulherUFSC

Dia Internacional da Mulher tem extensa programação de debates e manifestações

07/03/2017 11:17

8MDurante toda a quarta-feira, dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, uma extensa programação de atividades acontece na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), bem como na cidade de Florianópolis e em todo o país. O movimento marca uma data que não é uma comemoração, e sim uma oportunidade de mobilização, de dar voz às mulheres e de chamar a atenção para as ameaças aos direitos e para as muitas violências sofridas pela mulher em todo o mundo.

Além das palestras e debates, é organizada uma Greve Internacional de Mulheres (GIM), um movimento de mulheres de mais de 40 países. O “Dia sem Mulher” nasceu de um manifesto publicado pelo grupo Women’s March, dos Estados Unidos, inspirado pela mobilização Ni Una Menos, da Argentina. Sob o slogan “Se nosso trabalho não vale, produzam sem nós”, os grupos convocam mulheres de todo o mundo a deixarem os seus postos de trabalho e suas atribuições de cuidado e serviço doméstico para tomarem as ruas por igualdade salarial, respeito e um fim à violência contra a mulher.

A Administração Central da UFSC manifestou-se por meio de uma nota.

Debates, Roda de Conversa e Exposição na UFSC

Várias atividades estão programadas para esta quarta-feira na Universidade. O Sindicato dos Trabalhadores da UFSC (Sintufsc) organiza uma paralisação, com palestra e debate no Auditório da Reitoria. O Laboratório de Ensino de História do Colégio de Aplicação da UFSC (Lehca) promove a mesa-redonda “Dia Internacional da Mulher: feminismo e luta por direitos”, às 9h30, no Auditório do Colégio de Aplicação.

O encontro no Colégio é aberto à comunidade e terá a participação de Eliane Schimidt (servidora de carreira e superintendente do INSS da região sul entre 2005 e 2012), que falará sobre “As mulheres e a proposta de reforma da previdência do governo Michel Temer”. A professora Cristina Scheibe Wolff  (do departamento de História da UFSC) irá discutir sobre “Feminismo e direito das mulheres”.

Uma roda de conversa para marcar o Dia Internacional da Mulher será promovida nesta quarta-feira, 8 de março, às 14h, no varandão do Centro de Comunicação e Expressão (CCE). O evento terá a presença da presidenta da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Maria José Braga, e participação via skype da pesquisadora da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), Márcia Veiga. A atividade é promovida pelo Departamento de Jornalismo, Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (Posjor/UFSC), Coletivo Jornalismo sem Machismo, Centro Acadêmico Livre de Jornalismo Adelmo Genro Filho, Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina (SJSC) e Fenaj.

A Biblioteca Central da UFSC promove, também na quarta-feira, a exposição “Elas São: Galeria de Mulheres”. A mostra será inaugurada às 16h e permanecerá aberta à visitação até 30 de abril, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 22h, e aos sábados, das 8h às 17h, no hall do auditório Elke Hering, localizado no piso superior da biblioteca. A exposição reúne dez retratos em acrílico sobre tela de mulheres anônimas e famosas que impactam este tempo com seu modo de existir, seu gesto artístico, político ou intelectual.

A artista plástica autora das obras é a professora universitária e bibliotecária Narcisa Amboni, que escolheu retratar dez mulheres por ser “um número cabalístico, que significa liderança, força e vitória”. As personalidades femininas homenageadas se destacam por sua arte, conhecimento, militância política ou simplesmente por sua presença carismática no mundo.

A Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (Saad) da UFSC paralisará suas atividades na quarta-feira em solidariedade à Greve Internacional de Mulheres e convidou a comunidade universitária a participar da luta. Leia aqui o Memorando Circular 002/2017/SAAD. A Secretaria distribuirá panfletos e participará de eventos no Centro da Cidade.

Programação em Florianópolis

Organizada pelo 8M Brasil – SC, a programação acontece durante todo o dia e inclui uma marcha de mulheres a partir das 19h. Confira:

06h30 às 9h: Panfletagem e entrega de fita lilás e apitos no Terminal de Integração do Centro (Ticen).

9h às 18h: Tribuna Livre para mulheres, com debates, exibição de vídeos, atividades artísticas, atendimento com profissionais de saúde e do direito, na Tenda do 8MBrasilSC no Largo da Alfândega.

12h30: Hora M – Apitaço Mundial das Mulheres

13h: Concentração e Ato Contra a Reforma da Previdência, em frente ao prédio do INSS, na Rua Felipe Schmidt, com mulheres do campo e da cidade, seguida de panfletagem nas ruas e lojas do Centro.

17h: Assembleia de mulheres para leitura e aprovação do Manifesto 8MBrasilSC, na Tenda do 8MBrasilSC no Largo da Alfândega.

18h: Concentração no TICEN para a Marcha das Mulheres em Florianópolis, com saída às 19h.

Clique nas imagens abaixo para acessar o panfleto do movimento.

UFSC Explica: Feminismo

Em novembro de 2015, a Agecom publicou o UFSC Explica: Feminismo, parte da série que oferece o viés acadêmico, com participação de pesquisadores da Universidade, sobre assuntos em evidência na sociedade. As respostas são da professora Cristina Scheibe Wolff, do Departamento de História da UFSC. Wolff é doutora em História pela Universidade de São Paulo (USP), com pós-doutorado nas universidades de Rennes (França) e Maryland (Estados Unidos). Atualmente, atua como coordenadora do Programa de Pós-Graduação em História e do Laboratório de Estudos de Gênero e História, é uma das editoras da revista Estudos Feministas, além de integrante do Instituto de Estudos de Gênero da UFSC. Sua pesquisa atual trata das relações de gênero na resistência às ditaduras no Cone Sul, nos anos 1960-1980, e do feminismo. Confira no link.

Tags: 8 de março8MDia Internacional da MulherfeminismoGreve Internacional de MulheresReforma da PrevidênciaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Roda de conversa no varandão do CCE marca Dia Internacional da Mulher

07/03/2017 10:31

PROMOÇÃOUma roda de conversa para marcar o Dia Internacional da Mulher será promovida nesta quarta-feira, 8 de março, às 14h, no varandão do Centro de Comunicação e Expressão (CCE). O evento terá a presença da presidenta da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Maria José Braga, e participação via skype da pesquisadora da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), Márcia Veiga. A atividade é promovida pelo Departamento de Jornalismo, Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (Posjor/UFSC), Coletivo Jornalismo sem MachismoCentro Acadêmico Livre de Jornalismo Adelmo Genro Filho, Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina (SJSC) e FENAJ.

A roda de conversa é aberta ao público e terá transmissão ao vivo pela webemissora Rádio Ponto UFSC.

Mais informações na página do Posjor e pelo Facebook.

Tags: 8 de março8MDia Internacional da MulherJornalismo Sem MachismoPOSJORRoda de ConversaUFSC

Biblioteca Central recebe exposição “Elas São: Galeria de Mulheres”

06/03/2017 21:36
Convite elaborado por Maria Isabel Amboni.

Convite elaborado por Maria Isabel Amboni.

Nesta quarta-feira, 8 de março, Dia Internacional da Mulher, a Biblioteca Central da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)  recebe a exposição “Elas São: Galeria de Mulheres”. A mostra será inaugurada às 16h e permanecerá aberta à visitação até 30 de abril, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 22h, e aos sábados, das 8h às 17h, no hall do auditório Elke Hering, localizado no piso superior da biblioteca. A exposição reúne dez retratos em acrílico sobre tela de mulheres anônimas e famosas que impactam este tempo com seu modo de existir, seu gesto artístico, político ou intelectual.

A artista plástica autora das obras é a professora universitária e bibliotecária Narcisa Amboni, que escolheu retratar dez mulheres por ser “um número cabalístico, que significa liderança, força e vitória”. As personalidades femininas homenageadas se destacam por sua arte, conhecimento, militância política ou simplesmente por sua presença carismática no mundo.

As mulheres retratadas

Integram a galeria duas literatas brasileiras: uma é a professora, dramaturga, tradutora, roteirista, ensaísta e contista Eglê Malheiros, radicada em Brasília, que ao lado do companheiro Salim Miguel fez acontecer o movimento modernista em Florianópolis, com a criação do Grupo Sul. A outra é a goiana Cora Coralina, expressão maior da poesia feminina de rica vertente popular, que viveu até 1985.

A cientista Bertha Lutz, líder feminista e política paulista, falecida na década de 1970, desponta na exposição como uma mulher pioneira no campo da ciência, ainda dominado pelo mundo masculino, e pioneira também na luta pelo voto feminino e pela igualdade de direitos entre homens e mulheres no Brasil.

Além delas, outras mulheres recriadas pelas tintas evocam o protagonismo da mulher nos frontes de batalha e nas lutas políticas do seu tempo, como Anita Garibaldi, heroína da Revolução Farroupilha e Antonieta de Barros, primeira deputada negra e mulher em Santa Catarina. “Ambas deixaram marcas indeléveis na história de Santa Catarina pelos seus feitos e pela sua existência forte”, assinala Narcisa.

Nesse universo, a artista encara o desafio ético de retratar Dilma Roussef, uma mulher polêmica, que ainda não foi vista com o afastamento e a legitimidade da história, mas que, como ela própria diz, “tornou-se um emblema indiscutível de coragem e de enfrentamento do poder masculino para o mundo inteiro, quer se goste dela ou não”.

Com o retrato de Roberta Moraes de Bem, atual diretora da Biblioteca Universitária da UFSC, Narcisa homenageia as mulheres do seu meio profissional e da instituição onde atuou como bibliotecária durante 36 anos, exercendo também o cargo de direção no período de 2008 a 2012.

A galeria contempla ainda mulheres comuns, donas de casa, que se destacaram por seu carisma e traços de personalidade. Nela figuram a amiga Ondina Doin Vieira Wandelli; a sogra Dulcina Nunes Pereira Sardá — ambas já falecidas —, e Ignez Girardi Amboni, sua mãe, representando diferentes culturas influenciadas por imigrações europeias no Estado: francesa, açoriana e italiana, respectivamente. Através delas, a retratista celebra as matriarcas, mulheres da geração da II Guerra Mundial que são, segundo ela, presenças invisíveis e estruturantes na sociedade brasileira.

Saiba mais sobre a trajetória da artista plástica aqui.

Serviço:

O que: Exposição “Elas São: Galeria de Mulheres” (acrílico em tela).

Artista plástica: Narcisa Amboni.

Inauguração: quarta-feira, 8 de março, Dia Internacional da Mulher, às 16h.

Período de exposição: de 9 de março a 30 de abril, de segunda a sexta-feira das 7h30 às 22h e aos sábados das 8h às 17h.

Local: Hall do Auditório Elke Hering da Biblioteca Central da UFSC.

Mais informações na página da biblioteca ou pelo telefone: (48) 3721-2465.

Tags: 8 de marçoartista plásticaBiblioteca CentralDia Internacional da Mulherexposiçãoretratos

Laboratório promove mesa-redonda sobre feminismo no Colégio de Aplicação

06/03/2017 09:52

O Laboratório de Ensino de História do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Santa Catarina (LEHCA) promove a mesa-redonda “Dia Internacional da Mulher: feminismo e luta por direitos” no dia 8 de março, às 9h30, no Auditório do Colégio de Aplicação.

O encontro é aberto à comunidade e terá a participação de Eliane Schimidt (servidora de carreira e superintendente do INSS da região sul entre 2005 e 2012), que falará sobre “As mulheres e a proposta de reforma da previdência do governo Michel Temer”. Já Cristina Scheibe Wolff  (do departamento de História da UFSC) irá discutir sobre “Feminismo e direito das mulheres”.

Mais informações no site.

cartaz evento dia da mulher

Tags: Colégio de AplicaçãoDia Internacional da MulherdireitosfeminismoLaboratório de Ensino de História do Colégio de AplicaçãoLEHCAUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

TV UFSC: série ‘A Cor da Nossa Tela’ destaca o trabalho de duas artistas plásticas

04/03/2016 17:16

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, a série “A Cor da Nossa Tela” destaca nesta semana o trabalho de duas artistas plásticas: Albertina Prates e Patricia Di Loreto. Através de suas obras, as artistas mostram a influência da Ilha de Santa Catarina sobre o olhar, a escolha das cores e o processo criativo. Dirigida pelo cineasta Zeca Nunes Pires, a série vai ao ar pela TV UFSC e está disponível também no Youtube.

(mais…)

Tags: A cor da nossa telaAlbertina Pratesarteartes plásticasDia Internacional da MulherPatrícia Di LoretoTV UFSCUFSCZeca Nunes Pires

Pró-reitora de Pós-Graduação da UFSC participa de palestra sobre direitos das mulheres

03/03/2016 11:42

A Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc) promove, nos dias 7 e 10 de março, atividades em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. A programação conta com exposição fotográfica, palestras, apresentações, mesas de debate e também a entrega do documento com as prioridades das conferências municipais e estaduais da mulher para o prefeito de Florianópolis e o governador de Santa Catarina.
(mais…)

Tags: ALESCDia Internacional da MulherUFSC

Andifes homenageia reitoras no Dia Internacional da Mulher

08/03/2013 15:23

No dia Internacional da Mulher, A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) parabeniza e homenageia todas as mulheres, na figura das reitoras das Universidades Federais, que dedicam seus talentos para construção de um sistema de educação, ciência e tecnologia, e colaboram para o desenvolvimento de todos os brasileiros.
(mais…)

Tags: AndifesDia Internacional da Mulherhomenagemreitoras das universidades federaisUFSC

Seminário, lançamento de livros e exposição de painéis no Dia Internacional da Mulher

08/03/2013 10:49

No dia 8 de março, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, haverá o Seminário “Lugar de mulher é na luta”, coquetel, lançamento de livros e exposição de painéis, no Plenarinho da Assembléia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), a partir das 14h.  A professora Joana Maria Pedro, do Departamento de História da UFSC, realizará uma palestra e também lançará seu livro “Nova História das Mulheres no Brasil”.


(mais…)

Tags: Dia Internacional da MulherUFSC

Seminário, lançamento de livros e exposição de painéis no Dia Internacional da Mulher

07/03/2013 15:04

No dia 8 de março, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, haverá o Seminário “Lugar de mulher é na luta”, coquetel, lançamento de livros e exposição de painéis, no Plenarinho da Assembléia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), a partir das 14h.  A professora Joana Maria Pedro, do Departamento de História da UFSC, realizará uma palestra e também lançará seu livro “Nova História das Mulheres no Brasil”.
(mais…)

Tags: Dia Internacional da MulherJoana Maria PedroPlenarinho da Assembléia Legislativa de Santa CatarinaUFSC