Artigo do Necat avalia efeitos da pandemia sobre o mercado de trabalho de SC

16/09/2020 17:19

Artigo publicado no site do Núcleo de Estudos de Economia Catarinense (Necat) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) aborda os impactos da pandemia sobre o mercado de trabalho catarinense. De acordo com a publicação, Santa Catarina perdeu 163 mil postos de trabalho no primeiro semestre de 2020. A análise foi feita com base nos resultados regionais da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC) relativos ao 2º trimestre de 2020, recentemente divulgados pelo IBGE.

“No conjunto do país a taxa de desocupação atingiu 13,3% no trimestre compreendido entre abril e junho, registrando variação interanual de 1,5 ponto percentual (p.p.). Em Santa Catarina, essa taxa ficou em 6,9%, de modo que o estado se manteve com o menor índice de desemprego dentre todas as unidades da federação”, observam os autores do artigo.

O texto ressalta que Santa Catarina perdeu cerca de 110 mil postos de trabalho no 2º trimestre de 2020. “Somando essas perdas àquelas registradas no 1º trimestre (basicamente em março), já foram fechadas 163 mil vagas no estado”, diz o texto. Comparativamente, essas perdas são quatro vezes maiores do que aquelas acumuladas no biênio 2015-2016, ou seja, no período mais intenso da recente crise econômica nacional.

Veja a íntegra do artigo em: https://necat.ufsc.br/santa-catarina-perdeu-163-mil-postos-de-trabalho-no-1o-semestre-de-2020/

Tags: mercado de trabalhoNecatpandemiaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Centro Acadêmico de Engenharia Civil lança projeto de entrevistas com professoras da área

08/09/2020 12:30

O Centro Acadêmico Livre de Engenharia Civil (Calec) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) lançou um projeto de entrevistas com professoras da área com o objetivo “de trazer as vivências, dificuldades e cotidianos de uma mulher na engenharia, um ramo proeminentemente masculino”. O projeto recebeu o nome de Conradine, em homenagem à primeira engenheira mulher de Santa Catarina, Conradine Taggesell, falecida no ano passado.

No perfil do Calec no Instagram, serão publicadas entrevistas com as professoras da Engenharia Civil da UFSC, contando um pouco de suas vivências, dificuldades e cotidianos de mulheres engenheiras. A proposta é trazer uma maior representatividade feminina que possa inspirar as atuais e futuras alunas a se visualizarem como engenheiras. No primeiro vídeo da série, a convidada foi a professora Nora Maria Pillar, que possui 44 anos de Universidade.

 

Tags: Centro Acadêmico Livre de Engenharia Civil (Calec)Engenharia Civilmercado de trabalhomulher

UFSC Joinville promove Live ‘Engenheiras: da Universidade ao Mercado de Trabalho’

13/07/2020 11:00

A UFSC Joinville promove a live “Engenheiras: da Universidade ao Mercado de Trabalho” nesta próxima quarta-feira, 15 de julho, às 19h30. Mediado pela professora e psicóloga Vanessa Aparecida Alves de Lima (UFSC Joinville), o debate reunirá três engenheiras e uma estudante de engenharia para compartilhar suas trajetórias na academia e no mercado de trabalho.

Entre os tópicos a serem abordados, estão as dificuldades e preconceitos que as mulheres encontram nesta área e como nossas convidadas superaram e ainda superam estes desafios. Também falaremos sobre o momento atual das engenharias e sobre as competências que o mercado exige das recém-formadas. As convidadas, que estão em diferentes setores e momentos de carreira, compartilharão ainda suas diferentes visões sobre a profissão que escolheram. 

Sobre as convidadas:

Joana Albano, estudante de engenharia aeroespacial na UFSC Joinville, co-fundadora do Fórum de Mulheres do Centro Tecnológico de Joinville, entidade que oferece suporte às mulheres do Campus e promove eventos para conscientização e debate sobre a situação e papel da mulher, tanto na engenharia como na sociedade. O Fórum também busca incentivar meninas a seguirem carreiras em ciência, tecnologia, engenharia e matemática (STEM).

Helena Nierwinski, doutora em Engenharia Civil, com ênfase em Geotecnia, pela Universidade do Rio Grande do Sul (UFRGS), atua desde 2016 como professora do Departamento de Engenharia de Mobilidade (UFSC), junto ao curso de Engenharia Civil de Infraestrutura.

Catalina Ryberg, Engenheira Automotiva formada pela UFSC, trainee na Volkswagen do Brasil e fundadora da Covid Solutions Community, plataforma que conecta voluntários inovadores com executores e corpo técnico, para alavancar projetos de combate à crise causada pela pandemia da Covid-19.

Regina Zimmermann, Engenheira Química (UFSC), Mestra em Engenharia Ambiental e Sanitária (UFSC), atua há 28 anos em indústrias de transformação e possui ampla experiência em gestão de negócios e gerenciamento de equipes. Trabalha atualmente como Diretora Industrial e de Operações na empresa Termotécnica.

A live será transmitida ao vivo no canal da UFSC Joinville no YouTube.

 

Tags: engenheiraslivemercado de trabalhoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Aluno versus mercado de trabalho: feira de oportunidades na UFSC de 13 a 15 de agosto

09/07/2018 09:01

Interação entre o estudante e o mercado de trabalho é o que irá proporcionar a terceira edição da Work Week, feira de recrutamento de Santa Catarina, realizada por alunos e para alunos. As atividades ocorrerão no hall da Reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), nos dias 13, 14 e 15 de agosto. Na programação, oportunidades existentes dentro e fora da universidade e que têm impacto na capacitação profissional dos jovens, o que torna o evento um excelente espaço para conhecer um pouco mais sobre as empresas participantes – até o momento quase 40 estão confirmadas – e seus processos de inserção no mercado de trabalho.
(mais…)

Tags: feira de oportunidadesmercado de trabalhoUFSCWork Week

Alunos de graduação podem participar de pesquisa online sobre carreira e concorrer a prêmios

14/03/2016 10:00

O Departamento de Integração Acadêmica e Profissional da UFSC recomenda aos estudantes de todos os cursos de graduação a participação voluntária em pesquisa online realizada pela Universum, empresa internacional que analisa talentos estudantis e futuros profissionais. O objetivo é obter informações relevantes sobre as perspectivas de estudantes universitários em relação a suas instituições de ensino e ao mercado de trabalho. Pesquisas como esta costumam ser utilizadas para alinhar as expectativas do futuro profissional com as oportunidades oferecidas pelos diferentes setores empregatícios. O estudante participante recebe guias de carreiras e concorre a prêmios, como um iPhone 6 e um iPad Mini 2.

Clique aqui para responder este estudo.

Tags: DIPmercado de trabalhopesquisaprogradtalentos estudantisUFSC