20ª Semana Acadêmica da Biologia está com inscrições abertas

08/07/2019 09:32

As inscrições para a XX Semana Acadêmica do curso de Biologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) estão abertas até 18 de agosto. O tema desta edição é “Fronteiras da Ciência: estamos construindo mais pontes ou mais muros?” A proposta é refletir e conversar sobre fronteiras, pontes emuros entre academia e sociedade; política e ciência; biologia e demais ciências.

A inscrição tem uma taxa de R$ 10,00. Estudantes com cadastro socioeconômico da PRAE são isentos. A XX Semana Acadêmica da Biologia será realizada entre os dias 31 de agosto e 7 de setembro.

A programação estará disponível em breve. Confirme presença para acompanhar.

Todas as informações estão disponíveis no site do evento.

 

Tags: biologiaSemana AcadêmicaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

PET-Biologia lança segundo episódio da websérie ‘Poeira das Estrelas’

17/04/2019 16:36

O grupo Sporum, projeto de extensão do Programa de Educação Tutorial da Biologia (PET-Biologia) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), lança o segundo episódio da websérie “Poeira das Estrelas”. O projeto é produzido por alunos do curso e foi inspirado no cientista Carl Sagan.

Poeira das Estrelas: Episódio 2 pode ser assistido no link.

Sinopse

Perambulando e divagando mais um pouco pela história do conhecimento humano, esperamos que essa experiência musical, poética e científica seja tão deslumbrante para você que assiste como para nós que estamos produzindo.
(mais…)

Tags: biologiaPET-BiologiaUFSCUniversidade Federal de Santa CatarinaWebsérie

2º Ciclo de Debates sobre Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca ocorre no dia 16

01/10/2018 11:08

O Observatório de Justiça Ecológica (OJE) promove o II Ciclo de Debates sobre a Área de Proteção Ambiental (APA) da Baleia Franca, no dia 16 de outubro, das 19 às 22h. Com o tema “A defesa ética, biológica e jurídica do direito das baleias franca à maternidade”, o evento será realizado no auditório do Centro de Ciências Jurídicas da Universidade Federal de Santa Catarina (CCJ/UFSC).

Os palestrantes serão Paula Bruggër, do Departamento de Ecologia e Zoologia (ECZ); Luiz Augusto Farnetani, biólogo estudioso do berçário há vinte anos;  Renata Fortes, advogada; e Letícia Albuquerque, do Departamento de Direito (CCJ). A atividade ainda conta com a participação da ACAPRA – Associação Catarinense de Proteção aos Animais e da ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais.

O evento é gratuito e aberto à comunidade. Serão arrecadadas doações de um quilo de ração para cães.

(mais…)

Tags: Baleia FrancabiologiaCCJCentro de Ciências Jurídicas (CCJ)direito das baleiasDireitos animaiséticaII CICLO DE DEBATES SOBRE APA DA BALEIA FRANCAmaternidadeObservatório da Justiça EcológicaUFSC

Inscrições abertas para a 19ª Semana Acadêmica da Biologia: Mulheres na Ciência

23/07/2018 11:27

As inscrições para a XIX Semana Acadêmica do curso de Biologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) sob o tema Mulheres na Ciência estão abertas até o dia 31 de agosto. A inscrição custa R$ 8,00 e pode ser paga por depósito bancário identificado (Nome do Participante) em conta ou pagamento em dinheiro com as estudantes Ana Carolina Bósio ou Mariana Furlan. Estudantes com cadastro socioeconômico da Pró Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae) são isentos da taxa. 

O tema da Semana enaltece as produções e descobertas científicas por mulheres, com ênfase em cientistas regionais e brasileiras como contestação ao apagamento dessas descobertas pelo universo científico, afirma Beatriz Garcéz, uma das organizadoras do evento, em entrevista para o Programa Senta Que Lá Vem A Notícia, da Rádio Ponto UFSC, do curso de jornalismo. 

A XIX Semana Acadêmica da Biologia acontece entre os dias 15 e 22 de setembro.

Informações para pagamento

Depósito Identificado
Conta: 28287-1
Agência: 1410-9
Banco: 001 – Banco do Brasil
Proprietária: Jaqueline Isoppo da Cunha

Informações: 

As inscrições podem ser feitas no site.

 

Tags: biologiaSemana Acadêmica da BiologiaUFSCUniversidade Federal de Santa CatarinaXIX Semana Acadêmica da Biologia

Pesquisadores da UFSC criticam mudanças nas propostas originais de criação de duas reservas marinhas no Brasil

26/03/2018 18:09

Foto: Lucas Cembranelli/Wikimedia.

Professores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), ao lado de outros pesquisadores brasileiros, assinaram uma carta, direcionada à presidência da República, criticando as mudanças nas propostas originais de criação de duas Unidades de Conservação (UC) no país: os arquipélagos Trindade e Martim Vaz, na costa do Espírito Santo (ES); e de São Pedro e São Paulo, em Pernambuco (PE).

“Infelizmente, as UCs não foram criadas conforme apresentado e discutido nas audiências públicas realizadas em fevereiro. Há avanços, mas a maior parte das ilhas do arquipélago São Pedro e São Paulo deixou de ser Proteção Integral, conforme a proposta original, e ficou apenas como Área de Proteção Ambiental (APA). Quanto à Trindade, foi ainda pior: a maior parte do mar territorial da ilha (um raio de 12 milhas náuticas) ficou sem proteção alguma. E essa era a parte mais importante, que deveria ser preservada integralmente”, lamenta o professorAlberto Lindner,  do Departamento de Ecologia e Zoologia (ECZ/CCB/UFSC).

Segundo o pesquisador, a notícia surpreendeu a todos: “Os limites das UCs no decreto são muito diferentes da proposta apresentada pelo próprio governo em fevereiro.” Lindner considera que a criação das novas unidades de conservação marinhas são em si importantes, pois já constituem um primeiro passo importante para proteger as ilhas. Entretanto, ele argumenta, “a retirada (no apagar das luzes) da proteção integral da maior parte do mar territorial da Ilha da Trindade e da maior parte do arquipélago São Pedro e São Paulo foi um duro golpe para a conservação da vida marinha dessas ilhas.”

A carta dos pesquisadores está disponível aqui.

Mais informações sobre a criação das novas unidades marinhas na notícia, que publicamos em 9 de fevereiro, e na página do ICMBio.

Daniela Caniçali/Jornalista da Agecom/UFSC

Tags: biologiaSão Pedro e São PauloTrindade e Martim VazUFSCUnidade de Conservação Marinha

Estudantes da UFSC realizam pesquisa de campo por dois meses na Ilha da Trindade

30/10/2017 15:36

Foto: Bruno Macena.

O território brasileiro possui quatro ilhas oceânicas, sendo a mais conhecida delas Fernando de Noronha, localizada ao norte do país. As outras três são o Arquipélago de São Pedro e São Paulo; o Atol das Rocas e o Complexo da Ilha da Trindade e Martin-Vaz. Esta última apresenta uma singularidade: é a área mais isolada e distante do território brasileiro, localizada a 1160 km da costa, o que equivale a aproximadamente 1/3 do caminho até a África.

Luisa Martins Fagundes e Lucas Nunes Teixeira – respectivamente mestranda e doutorando do Programa de Pós-graduação em Ecologia da Universidade Federal de Santa Catarina (PPGEco/UFSC) —, e Jéssica Tamires Link, recém graduada em Ciências Biológicas na UFSC e pesquisadora do laboratório “Ecologia de Ambientes Recifais”, estiveram da Ilha da Trindade durante dois meses, entre agosto e outubro deste ano. Os três estudantes desenvolvem estudos no âmbito do Programa de Pesquisa Ecológica de Longa Duração das Ilhas Oceânicas Brasileiras (PELD-ILOC). As ilhas oceânicas são consideradas laboratórios naturais, devido ao seu isolamento, o que atrai pesquisadores de diversas áreas.
(mais…)

Tags: biologiaecologiaIlha da TrindadepesquisaTrindadeUFSC

Seminário na UFSC irá discutir ética profissional na atuação do biólogo

30/10/2017 14:40

A coordenação dos cursos de Ciências Biológicas da UFSC irá promover o seminário “Ética Profissional na Atuação do Biólogo”, em parceria com o Conselho Regional de Biologia da 3ª Região. O evento será realizado no dia 31 de outubro, terça-feira, a partir das 8h, no Espaço Físico Integrado (EFI). 

Os painelistas irão discutir a Ética Profissional e a Resolução CFBio 227/2010 nas três áreas de atuação do biólogo: Saúde; Meio Ambiente e Biodiversidade; Biotecnologia e Produção. O evento é gratuito, mas as vagas são limitadas.

Mais informações e inscrições no site.

Tags: biologiaéticaÉtica Profissional na Atuação do BiólogoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Pesquisadora da UFSC desenvolve ‘nariz eletrônico’ para identificar infecções bacterianas letais

18/10/2017 17:57

Desenvolver sensores eletrônicos para a detecção e discriminação rápida de compostos voláteis microbianos é o que farão, conjuntamente, pesquisadoras da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e da Universidade Nova de Lisboa. Chamados de “narizes eletrônicos”, os sensores são especialmente importantes diante da ameaça global de bactérias resistentes a antimicrobianos que se espalham a ritmo alarmante, pois a detecção precoce auxilia o controle de uma propagação.

A bióloga brasileira Regina Celis Lopes Affonso concluiu o doutorado em maio e em outubro foi selecionada na chamada pública que o European Research Council (ligado à Comissão Europeia) promoveu com entidades como a FAPESC (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina). “Considerando minha experiência em biologia celular e biologia vegetal, estarei contribuindo com o grupo europeu, da renomada pesquisadora Ana Cecília Roque, da Faculdade de Ciências e Tecnologia (Universidade Nova de Lisboa)”, disse Regina. “Focaremos especificamente na detecção microbiana rápida. Este projeto tem alta aplicabilidade na área da saúde, considerando que o desenvolvimento de sensores, rápidos e seguros, de voláteis de bactérias patogênicas são ferramentas importantes para o controle de infecções bacterianas, especialmente tratando-se de infecções hospitalares.”
(mais…)

Tags: biologiaFapescnariz eletrônicoUFSCUniversidade Nova de Lisboa

UFSC na mídia: Florianópolis concentra o menor número de obesos do país

17/07/2017 17:46

Receita que combina os prazeres da atividade física com uma dieta de poucas restrições está mudando o perfil da população da cidade. De cima ela exibe uma silhueta de dar inveja. Explore suas curvas e você vai descobrir por que Florianópolis é uma das cidades com melhor qualidade de vida do país.

Quem vê o gerente comercial Matheus Ricardo Almeida enchendo o carrinho de frutas e verduras não imagina, mas no último ano ele venceu uma prova daquelas. Matheus perdeu 43 quilos em 11 meses. Ele ajudou Florianópolis a alcançar uma proeza e tanto: a capital concentra o menor número de obesos do Brasil. A largada, para Matheus, foi abandonar a rotina de comida e bebidas industrializadas.

O biólogo Alex Rafacho, da Universidade Federal de Santa Catarina, pesquisou os efeitos do consumo excessivo de alimentos industrializados. O tipo de adoçante usado para realçar o sabor vira gordura e a maior parte dela vai parar direto na barriga. A pesquisa também revelou os efeitos de uma combinação bombástica: comer mal e viver estressado engorda ainda mais. Essa gordura acumulada na barriga também pode aumentar a fome.

Era assim com Matheus. Quanto mais ele comia, mais sentia vontade de comer. Foi aí que Ana Carmem Pintarelli entrou em cena. A mulher de Matheus descobriu o poder dos ingredientes de baixo e moderado índice glicêmico. São alimentos que ajudam a controlar a glicemia, o nível de açúcar no sangue. E o melhor de tudo: “Reduz a fome, principalmente pela questão da quantidade de fibras que tem nestes alimentos”, afirma Brunna Boaventura, professora de Nutrição da UFSC.

O vídeo da reportagem está disponível aqui.

Reportagem veiculada no Globo Repórter em 14 de julho de 2017.

Tags: biologiaCCBFlorianópolisnutriçãoUFSCufsc na mídia

Projeto de monitoramento ambiental da UFSC conclui três anos de coleta de dados

16/03/2017 19:24
Integrantes do projeto MAArE durante última expedição oceanográfica.
Integrantes do projeto MAArE durante última expedição oceanográfica

O Projeto de Monitoramento Ambiental da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo e Entorno (MAArE/UFSC) está concluindo suas atividades e em breve disponibilizará um banco de dados e um livro com os resultados de todo o trabalho de campo desenvolvido ao longo de três anos. Coordenado pelas professoras Bárbara Segal Ramos e Andrea Santarosa Freire, do Departamento de Ecologia e Zoologia (ECZ/UFSC), o projeto teve início em junho de 2013 e contou com uma equipe de cerca de 80 pessoas (entre pesquisadores, técnicos, bolsistas e pessoal de apoio).

A Reserva Biológica Marinha do Arvoredo é uma área de 17.600 hectares de superfície, situada ao norte da Ilha de Santa Catarina, entre Florianópolis e Bombinhas. A região abrange as Ilhas do Arvoredo, Deserta, Galé, Calhau de São Pedro e a área marinha que circunda esse arquipélago. Por ser considerado um espaço de grande importância biológica, em 12 de março de 1990 a reserva foi decretada unidade de conservação federal, de proteção integral. Nesse contexto, o MAArE foi criado com o objetivo de realizar o monitoramento ambiental da região, através da amostragem de diferentes indicadores biológicos para a avaliação da conservação do ecossistema marinho. Entre esses indicadores estão peixes, algas, crustáceos, invertebrados e plâncton. Outra finalidade era verificar a ocorrência de espécies invasoras, como o coral sol, que pode gerar danos no ecossistema.
(mais…)

Tags: biologiaCCBICMBioMAArEoceanografiaProjeto de Monitoramento Ambiental da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo e Entornoreserva biológica marinha do arvoredoUFSC

Exposição traz fotos e cartas de estudantes de Biologia em Florianópolis

20/10/2016 15:40
14718734_1144941078933371_4383899125909636618_nA exposição “A cidade por biólogos(as) – uma Florianópolis em fotos e cartas” estará, de 24 de outubro a 11 de novembro, à mostra no Hall do Centro de Cultura e Eventos da UFSC. A mostra traz imagens, narrativas de estudantes de Biologia da Universidade sobre a cidade de Florianópolis.
Durante o primeiros semestre de 2016, estudantes do curso de Ciências Biológicas foram convidados a fotografar a cidade de Florianópolis, respondendo a seguinte pergunta: “Que biologia há na sua cidade?”. As turmas da disciplina obrigatória Tópicos em Biologia e Educação, dos turnos diurno e noturno, realizaram uma série de fotografias da cidade que culminou em uma exposição em sala de aula com centenas de imagens.
A partir daí, escreveram cartas com endereçamento genérico contando sobre as possibilidades de pensarmos a Biologia que há na cidade de Florianópolis. As cartas e fotografias estão sendo enviadas para alunos(as) de Biologia de outras universidades públicas.


Serviço
O quê: “A cidade por biólogos(as) – uma Florianópolis em fotos e cartas”.
Onde: hall do Centro de Cultura e Eventos da UFSC.
Quando: 24 de outubro a 11 de novembro, das 8h às 20h.

Realização
Professor Davi Henrique Correia de Codes e Coletivo Tecendo: Cultura Arte Educação

Apoio
MEN
DCEven
IV Jornada das Licenciaturas em Ciências Biológicas da UFSC
EXPERIMENTA- UFSC

Curadoria, montagem e autoria da exposição
Alunos e alunas da disciplina Tópicos em Biologia e Educação- MEN7004, dos turnos diurno e noturno, semestre 2016.1

 

Mais informações:
Evento no Facebook

Tags: biologiaExperimenta UFSCexposiçãoSecretaria de Cultura e Arte da UFSCUFSC

Jornada das Licenciaturas em Biologia discute identidade e formação de educadores

20/10/2016 09:06

O Observatório de Educação em Ciências (OBEDUFSC  – CAPES/UFSC) irá realizar, entre os dias 7 e 9 de novembro, a IV Jornada das Licenciaturas em Biologia. A identidade e a formação de educadores de Ciências e Biologia serão discutidas. As inscrições são gratuitas.

Mais informações e inscrições no site https://jolibio2016.wordpress.com/

Tags: biologiaObedufscUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Inscrições para curso gratuito de Python aplicado à Biologia e Oceanografia até 8 de setembro

29/08/2016 10:08

O Programa de Pós-Graduação em Oceanografia (PPGO) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) promoverá, de 13 de setembro a 6 de outubro, o minicurso gratuito “Computação Científica com Python com aplicações à Oceanografia e à Biologia”. As aulas serão realizadas às terças e quintas, das 18h30 às 20h, no Laboratório de Informática do Centro de Filosofia e Ciência Humanas (CFH), na sala 327. As inscrições seguem até o dia 8 de setembro pelo e-mail Há 30 vagas disponíveis.

Introdução ao Python: instalação, con figuração e utilização do console; operações aritméticas e utilização de funções matemáticas básicas; vetores e matrizes usando SciPy e Numpy; tratamento de dados em arquivos; leitura e escrita em arquivos e utilização da biblioteca Pandas para tratamento estatístico de dados serão alguns tópicos abordados.

Mais informações pelo telefone (48) 3721-2626.

 

Tags: biologiaCFHminicursooceanografiaPPGOPythonUFSC

Pesquisadores do projeto MAArE realizam última expedição oceanográfica para coleta de dados

12/08/2016 15:09

Pesquisadores do projeto de Monitoramento Ambiental da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo e Entorno (MAArE/UFSC) realizaram, nos dias 3, 4 e 5 de agosto, a última expedição oceanográfica para a coleta de dados. O projeto MAArE teve início em junho de 2013 e conta com uma equipe de cerca de 80 pessoas, entre coordenadores, pesquisadores, técnicos, bolsistas e pessoal de apoio. Seu objetivo é realizar o monitoramento ambiental, através da amostragem de diferentes indicadores biológicos relevantes para a avaliação da conservação do ecossistema marinho da região, tais como peixes, algas, corais, plâncton, clorofila, crustáceos e outros invertebrados. Também são caracterizadas as condições oceanográficas e meteorológicas, a avaliação sazonal de parâmetros físicos, químicos e físico-químicos. O projeto MAArE envolve um trabalho multidisciplinar, com a participação de diversos laboratórios de pesquisa da UFSC, nas áreas de Geociências, Biologia, Química e Engenharia Ambiental.

Confira o vídeo da última expedição oceanográfica:

Vídeo: Ítalo Padilha/Agecom/UFSC

Tags: biologiaCCBexpedição oceanográficaoceanografiaProjeto de Monitoramento Ambiental da Reserva Biológica MarinhaProjeto MaareUFSC

Pesquisadores da UFSC descobrem cinco novas espécies de fungos

29/07/2016 10:00

“Vocês conhecem o ‘Pókemon Go’ (jogo de realidade aumentada para smartphones, que faz as pessoas saírem caçando monstrinhos imaginários)? Nós fazemos a mesma coisa com fungos, só que a gente traz para o laboratório e estuda”, brinca Maria Alice Neves, professora do Programa de Pós-Graduação em Biologia de Fungos, Algas e Plantas e do Departamento de Botânica, e uma das responsáveis pelo Laboratório de Micologia (Micolab) da UFSC. E foi assim, fazendo coletas e análises, que pesquisadores do Micolab encontraram cinco novas espécies de fungos. As descobertas, feitas entre 2011 e 2014 em várias regiões do Brasil, foram publicadas neste ano pela revista científica Phytotaxa.
(mais…)

Tags: biologiaCentro de Ciências BiológicasCurso de Ciências BiológicasdescobertaFungosMicolabMicologiaUFSC

Inscrições para XVI Semana Acadêmica da Biologia

12/08/2015 10:46

A XVI Semana da Biologia da UFSC, que será realizada de 30 de agosto a 5 de setembro, abriu inscrições.

O evento apresentará palestras, mesas-redondas, minicursos, oficinas, CineBios e atividades de extensões universitárias como vivências, Bio na Rua, BioBlitz e PPCC na Rua. As palestras e minicursos serão ministrados por diferentes especialistas das diversas áreas da Biologia.

Mais informações na página do evento.

 

Tags: biologiaSemana Acadêmica de BiologiaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Seleção de tutor para Programa de Educação Tutorial – Biologia e Pedagogia

15/05/2015 11:03

A Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) e o Comitê Local de Avaliação e Acompanhamento do Programa de Educação Tutorial (PET) promovem até quarta-feira, 20 de maio, o processo de seleção de professor tutor para atuar no programa, entre o corpo docente do curso de Biologia.

E até 18 de maio, o processo de seleção de professor tutor para atuar no programa, entre o corpo docente do curso de Pedagogia.

As inscrições serão realizadas na Coordenadoria de Apoio Administrativo da Prograd (2º andar do prédio da Reitoria), das 8 às 12h e das 14 às 18h.

Mais informações:

Biologia

http://prograd.ufsc.br/2015/05/06/selecao-para-tutor-do-pet-biologia/

Pedagogia

http://prograd.ufsc.br/2015/05/06/selecao-para-tutor-do-pet-pedagogia/

Tags: biologiapedagogiaPETtutor professorUFSC

Ciclo de palestras abordará relação entre Arqueologia e Biologia

30/10/2013 15:23
O PET Biologia da Universidade Federal de Santa Catarina promove o “Ciclo de Palestras: Pegadas da humanidade – Interfaces entre Arqueologia e Biologia”. O Ciclo será realizado nos dias 5 e 6 de novembro, das 18h30min às 21h30min, no Museu de Arqueologia e Etnologia Oswald Rodrigues Cabral (MArquE/UFSC).
Serão ministradas duas palestras por noite, pelos professores Lucas de Melo Reis Bueno, Pedro Volkmer de Castilho, Dione da Rocha Bandeira e Luciane Zanenga Scherer.
(mais…)
Tags: arqueologiabiologiaPETBiologiaUFSC

Inscrições para mestrado em Biologia de Fungos, Algas e Plantas

03/10/2013 10:40

Estão abertas, de 3 de outubro a 1º de novembro, as inscrições no processo seletivo para o mestrado no Programa de Pós-Graduação em Biologia de Fungos, Algas e Plantas da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). São até 25 vagas distribuídas nas seguintes linhas de pesquisa/especialidades (e número de vagas):

– Anatomia do desenvolvimento de plantas vasculares; Anatomia ecológica (2 vagas)
– Anatomia ecológica; Anatomia aplicada à fitotecnia (2)
– Biologia celular, ecotoxicologia e reprodução de macroalgas marinhas (2)
– Bioquímica e metabolismo (1)
– Dinâmica de populações e comunidades vegetais de ambientes litorâneos (1)
– Ecofisiologia de algas e biologia molecular (3)
– Ecofisiologia de angiospermas e pteridófitas da Mata Atlântica (2)
– Ecofisiologia de microalgas (1)
– Estrutura de comunidades algais (2)
– Etnobotânica em áreas costeiras e de Mata Atlântica (1)
– Fisiologia associada ao cultivo de macroalgas (1)
– Fisiologia do desenvolvimento aplicada ao uso e conservação de plantas (1)
– Florística e taxonomia de plantas da Mata Atlântica (2)
– Sistemática de fanerógamas e florística e estrutura de formações campestres (1)
– Sistemática e Filogenia de Agaricomycetes (1)
– Sistemática filogenética e Ecologia de Macrofungos (2)

As inscrições serão homologadas no dia 11 de novembro. O processo seletivo leva em conta os seguintes critérios: prova de conhecimento de caráter eliminatório; proficiência em língua inglesa e, no caso de candidatos estrangeiros, língua portuguesa; curriculum vitae (preferencialmente do sistema Lattes-CNPq) e histórico escolar. A divulgação da classificação final será no dia 12 de dezembro de 2013 e as aulas iniciam em fevereiro de 2014.

Mais informações:

Edital Nº 17/PPGFAP/OUTUBRO 2013.

http://biologiavegetal.paginas.ufsc.br/.

Tags: algasbiologiaFungosPlantaspós-graduaçãoUFSC

Pesquisadores alertam sobre a fragilidade da atual legislação ambiental

14/08/2012 13:51

O destaque da manhã desta terça-feira, dia 14, no I Simpósio de Integração das Pós-Graduações do Centro de Ciências Biológicas, foi a mesa redonda “Toxicologia e Meio Ambiente”, com os professores convidados Maria do Carmo Bittencourt de Oliveira, da Universidade de São Paulo (USP), e Adalto Bianchini, da Universidade do Rio Grande (FURG). Apresentando seus estudos na área ambiental, os professores expuseram os riscos de contaminação nos sistemas aquáticos e a preocupação com a atual legislação ambiental brasileira.

A professora Maria do Carmo especializou-se no estudo de cianobactérias, organismos responsáveis pela formação da atmosfera por meio da liberação de oxigênio pelo processo de fotossíntese. A pesquisadora alertou sobre o perigo de altas concentrações desses organismos que se proliferam principalmente em ecossistemas aquáticos sujeitos a fontes poluidoras, como esgoto doméstico, hidrocarbonetos, pesticidas, e em locais sem o devido tratamento da água.

O perigo maior está em alguns tipos de cianobactérias que liberam toxinas no meio em que vivem, como as neurotoxinas, hepatotoxinas e dermatoxinas. Concentrações dessas cianotoxinas estão presentes no veneno de algumas serpentes e na toxina que causa o botulismo e o tétano. Náuseas, diarréia e hemorragia são efeitos gerais causados pela intoxicação com cianobactérias e comuns a muitas doenças, o que dificulta o diagnóstico da contaminação. A substância microcistina é a maior responsável pelas mortes e é muito difícil de ser separada de outros componentes da água.

O tratamento de água continua sendo um dos principais problemas atuais e que atinge vários países de diferentes economias. É o caso da China, que sofre com sérios problemas ambientais devido a contaminação da água, e dos Estados Unidos, onde os estuários são comprometidos pela construção civil.

Maior problema ambiental dos sistemas aquáticos, a contaminação por cianotoxinas deixa o ser humano exposto a riscos a saúde, seja por inalação, contato ou ingestão direta de água e alimentos contaminados. A bioacumulação das toxinas em alimentos podem causar doenças neurodegenerativas. Um exemplo é a acumulação de toxinas nos tecidos e músculos de um peixe exposto a um sistema aquático contaminado, que servirá de alimento a população. Doses homeopáticas de cionatoxinas que podem comprometer a saúde do ser humano.

Legislação frágil

A professora Maria do Carmo aponta para a fragilidade da atual legislação ambiental do Brasil. Em estudos sobre a qualidade de água realizados no estado de Pernambuco, somente dois dos 19 reservatórios analisados não apresentavam a presença de cianobactérias. “Desta forma percebemos a importância do monitoramento obrigatório das águas e a necessidade de revisão da legislação ambiental para a segurança das pessoas”, frisa a professora da USP.

A mesma preocupação também é apontada pelo professor da FURG, Adalto Bianchini. A resolução 357 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) classifica os sistemas aquáticos brasileiros e define para cada classe a quantidade aceitável de compostos químicos. “O que preocupa é que toxicidade de cada ambiente – água doce, água salobra, água salina, etc. – é variável, mas a legislação ambiental não comporta essas diferenças”, explica o professor. “Precisamos criar uma avaliação mais refinada. Nosso trabalho é usar conhecimento biológico e físico-químico ajudar os tomadores de decisão”.

Um estudo realizado na Lagoa dos Patos, Rio Grande do Sul, reuniu dados de todas as bacias que compõe a lagoa, como volume, vazão. A partir desses dados, os pesquisadores criaram uma tabela com a modelagem toxicológica que aponta a capacidade de suporte do meio ambiente de elevar o nível de metais sem causar danos à bacia. O resultado demonstrou que os arroios fora da área de preservação ambiental não suportariam um aumento na concentração de metais, mesmo com 90% de nível de tratamento. O desafio é convencer as autoridades dos riscos ambientais causados pelo crescimento industrial e populacional na região.

Mas o Brasil estaria pronto para uma nova legislação ambiental que garanta a preservação dos sistemas aquáticos? De acordo com os professores, sim. “Capacidade técnica nós temos, oferecemos treinamento gratuito e as análises de toxicidade são simples. É preciso mais interesse político associado à ação do poder público, que é onde a universidade pode atuar”, garante o professor Bianchini.

A mesa redonda “Toxicologia e Meio Ambiente” fez parte do terceiro dia do Simpósio de Integração das Pós-Graduações do CCB (I SIP-CCB), que começou dia 12 e acontece até o dia 16 de agosto no Centro de Eventos da UFSC. Para Gustavo Campos Ramos, presidente da Comissão Organizadora do evento, o encontro é indisciplinar. “A ideia não é trazer vários especialistas e falar de um assunto específico. Nesse evento pessoas curiosas sobre biologia têm espaço para discutir ciência”. Com 140 alunos inscritos, 40 professores convidados e mesas redondas sobre “Código Ambiental”, “Estresse e Doenças” e “Comportamento”, o simpósio é, de acordo com Gustavo, onde a ciência conversa com a sociedade.

Mais informações e programação completa: http://sipccb2012.ufsc.br/

Poliana Dallabrida / Estagiária de Jornalismo da Agecom

Tags: biologiaCCBsimpósioUFSC

3ª Semana Simbiosis começa na próxima semana

20/03/2012 14:34

Será realizada de 26 a 30 de março, no auditório do Centro de Comunicação e Expressão (CCE), a 3ª Semana Simbiosis, com uma agenda de palestras organizadas pela Empresa Júnior de Ciências Biológicas da UFSC. 

A Semana tem como principal objetivo divulgar as práticas, realizações e conquistas da empresa júnior. Através das palestras Simbiosis Fez, Simbiosis Faz, membros da empresa mostram os atuais projetos, e ex-membros já formados mostram como a Simbiosis acrescentou em sua vida profissional. Além disso, promove a capacitação de graduandos com palestras relacionadas ao curso e à área de atuação.

O custo das inscrições, feitas  no site www.simbiosis.ufsc.br, é de 1 kg de alimento, que será doado para uma instituição de caridade.

Programação:

Restauração Ambiental: A concertação no processo de nucleação
Ademir Reis
Segunda-feira (26/03) – Auditório do CCE – 18:30 às 20:00

Biologia…então vai ser professor?
Marco Ristow
Terça-feira (27/03) – Auditório do CCE – 18:30 às 20:00

A oportunidade encontrada no lixo
Gustavo Wolowski
Quarta-feira (28/03) – Auditório do CCE – 18:30 às 20:00

Simbiosis fez, Simbiosis faz
Quinta-feira (29/03) – 16:30 às 18:00

Planejamento de Caminhos ou Trilhas Ecológicas
Francys Luiz
Quinta-feira (29/03) – 18:30 às 20:00

Simbiosis fez, Simbiosis faz
Sexta-feira (30/03) – 16:30 – 18:00

Ecologia Política
Gert Schinke
Sexta-feira (30/03) – Auditório do CCE – 18:30 – 20:00

Outras informações pelo telefone (48) 3721-5534 ou pelo e-mail .

Tags: biologiaSimbiosisUFSC