Documentário ‘O Último Chão da Terra’ tem pré-estreia na UFSC nesta quarta-feira

30/11/2023 12:02

O documentário “O Último Chão da Terra” terá sua pré-estreia na próxima quarta-feira, 6 de dezembro, no Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade Federal de Santa Catarina (MArquE/UFSC). A sessão ocorre às 19 horas, é gratuita e aberta a todos. Estarão presentes o arqueólogo e professor do Departamento de História da UFSC Lucas de Melo Reis Bueno e os diretores Adriano Espínola Filho e Priscila Pitta Beleli.

O filme aborda as teorias da chegada do ser humano às Américas, uma das maiores e mais fascinantes questões da arqueologia contemporânea. No Brasil, foram encontrados os vestígios mais antigos da presença humana em todo o continente, superando em dezenas de milhares de anos a data tradicionalmente estabelecida. O documentário, filmado em importantes sítios arqueológicos do país, mostra como essas descobertas provocaram um grande debate entre os pesquisadores do assunto. Quem foram os primeiros americanos? Por onde chegaram? Quando isso aconteceu? Será a América do Sul o último continente povoado do planeta?

Tags: documentárioMArquEMuseu de Arqueologia e EtnologiaO Último Chão da TerraUFSC

Documentário de estudantes da UFSC sobre nazismo em Santa Catarina vence prêmio nacional

26/10/2023 13:10

O documentário “Uma história de silêncios”, produzido pelas estudantes Ísis Leites Regina, Clara Spessatto e Júlia Santos da Rosa Matos, do curso de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), foi um dos três trabalhos reconhecidos  pelo 15º Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão, projeto liderado pelo Instituto Vladimir Herzog.

O filme discute como o nazismo, banido e condenado internacionalmente após a Segunda Guerra Mundial, fez e faz parte da história de Santa Catarina. Após encontrarem quadros com a bandeira nazista expostos no hall da Secretaria de Educação de Dona Emma – município com cerca de 4 mil habitantes, localizado no interior do estado –, as estudantes perceberam que parte dos moradores naturalizaram o passado local e decidiram entrevistar autoridades e moradores da região para entender esse fenômeno.
(more…)

Tags: 15º Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco JordãoAlto Vale do Itajaídepartamento de JornalismodocumentárioDona EmmaInstituto Vladimir HerzogjornalismonazismoneonazismoPrêmioUFSC

PET Educampo promove exibição do documentário ‘SER SUSTENTAVEL, caminhos da agroecologia em Santa Catarina’

17/08/2023 10:08

O PET Educampo junto com o projeto de extensão “Estudos e ações decoloniais: ouvir/escrever expressões de resistência social – CED/UFSC”, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), convida a comunidade acadêmica e externa para o evento “Vozes sustentáveis: campo, cidade e agroecologia”. Será exibido o documentário SER SUSTENTAVEL, caminhos da agroecologia em Santa Catarina, dirigido por Kátia Klock, jornalista formada em Comunicação pela UFSC. O evento acontece no dia 25 de agosto, das 14h ás 18h, no Bloco E do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH), após a exibição tera uma roda de conversa com Adelir Cerny (Recanto do Orgânicos – Sta Rosa de Lima/SC) e Lícia Brancher (produtora executiva do documentário). O evento da direito de certificado de quatro horas para os participantes.

O documentário aborda a vida da agricultura familiar diante dos princípios da agroecologia. Estão presentes as narrativas de famílias, destacando as organizações e os movimentos sociais em todas as regiões catarinenses. O documentário foi constituído com recursos públicos, por meio de emenda do orçamento estadual do ano de 2021, através do trabalho do deputado Padre Pedro Baldissera (PT).

Adelir Cerny, produtora rural, produz orgânicos a partir de uma decisão familiar após passarem por intoxicação derivada do uso de agrotóxicos na produção de fumo.

Lícia Brancher, documentarista formada em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Participou da elaboração do roteiro do curta-metragem.
(more…)

Tags: CFHdocumentárioPet EducampoRoda de ConversaUFSC

Cine Paredão exibe documentários na mostra ‘Cinema em Território’

14/06/2023 14:38

O Cine Paredão apresenta os documentários Diz a ela que me viu chorar e Esqui, nesta sexta-feira, 16 de junho, às 19h, no bosque do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH), no Campus de Florianópolis. Em caso de chuva, o evento será transferido para o auditório do CFH, no térreo do bloco de salas de aulas. Os filmes fazem parte da programação Exibe Docs e da mostra Cinema em Território, em exibição durante o mês de junho.

Exibe Docs foi construída como uma aproximação à investigação de Cinemas em Território sob a ótica do gênero documentário. A programação traz dois filmes latino-americanos contemporâneos que investigam dinâmicas territoriais com duas abordagens distintas que, quando unidas, revelam as multiplicidades narrativas possíveis ao cinema.
(more…)

Tags: cine paredãocinemadocumentárioUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Oficina aborda etapas da produção do documentário ‘Em nome de Cruz e Sousa’

05/04/2023 16:53

A equipe produtora do documentário Em nome de Cruz e Sousa realiza uma oficina gratuita na próxima segunda-feira, 10 de abril. Além da exibição do filme, haverá exposições detalhadas das etapas criativas e técnicas do trabalho – desde a pesquisa e concepção do roteiro, até produção, montagem e finalização –, tratando dos principais desafios vivenciados ao longo da realização da obra. A atividade ocorre das 14h às 17h no auditório do Bloco F do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH), 7º andar, no Campus Universitário Trindade, em Florianópolis.

Estarão presentes no encontro o diretor do documentário, José Rafael Mamigonian, e as pesquisadoras e roteiristas, Beatriz Mamigonian e Luana Teixeira. Aberta a todo o público, a atividade é voltada especialmente a pesquisadores e estudantes das áreas de História, Museologia, Jornalismo e Cinema, bem como a pessoas interessadas na presença negra no estado de Santa Catarina. 

Para participar, é necessário preencher o formulário de inscrições. São disponibilizadas 60 vagas. Se o número de inscritos exceder a capacidade da sala, será realizado sorteio entre os inscritos, havendo uma reserva de 20% para alunos negros, indígenas e quilombolas. Haverá emissão de certificados, com três horas de atividade.

Em nome de Cruz e Sousa

Em 1923 foi inaugurado em Florianópolis um busto em homenagem a João da Cruz e Sousa, poeta negro catarinense falecido décadas antes. Fruto da mobilização da população negra, a história desse monumento resgata imagens de um momento em que a conquista por espaços na nova política inaugurada pela República estava na ordem do dia. O busto do poeta negro Cruz e Sousa, que hoje está na Praça XV de Novembro, centro de Florianópolis, completa, neste mês de abril, cem anos desde sua inauguração.

O artista recebeu a homenagem por meio do Centro Cívico e Recreativo José Boiteux, uma associação de homens negros fundada em 1920, 25 anos depois da morte do poeta catarinense. O curta-metragem  reconstrói a trajetória deste coletivo pioneiro, no contexto da presença e do protagonismo da população negra em Santa Catarina nos anos 1920. Além disso, traz para o presente aspectos dessa história na qual símbolos de modernidade, como as reformas urbanas e a Ponte Hercílio Luz, são percebidas sob o ângulo da luta por acesso à cidadania e contra a discriminação racial na capital.

Mais informações podem ser obtidas no programa da oficina, na página do documentário no Instagram, no Facebook ou pelo e-mail atalaiafilmes@gmail.com.

Tags: cinemaCruz e SousadocumentárioUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Pesquisadoras da UFSC lançam curta documental sobre Cruz e Sousa

30/03/2023 16:33

Em nome de Cruz de Sousa é o título do curta-metragem documental produzido por pesquisadoras da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) cuja sessão de lançamento ocorre nesta quarta-feira, 5 de abril, às 19h30, na Sala Gilberto Gerlach de Cinema, Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis. O filme foi realizado pela Atalaia Filmes com recursos do Prêmio Catarinense de Cinema e teve como pesquisadoras e roteiristas Beatriz Mamigonian, professora do departamento de História da UFSC e Luana Teixeira, bolsista junto ao Programa de Pós-Graduação em História.

O evento é gratuito e aberto à comunidade. O curta tem aproximadamente 30 minutos de duração e, após a exibição, acontece o bate-papo com presença da equipe do filme. O lançamento conta com o apoio do Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina.

Em 1923 foi inaugurado em Florianópolis um busto em homenagem a João da Cruz e Sousa, poeta negro catarinense falecido décadas antes. Fruto da mobilização da população negra, a história desse monumento resgata imagens de um momento em que a conquista por espaços na nova política inaugurada pela República estava na ordem do dia. O busto do poeta negro Cruz e Sousa, que hoje está na Praça XV de Novembro, centro de Florianópolis, completa, em abril de 2023, 100 anos desde sua inauguração.

O artista recebeu a homenagem por meio do Centro Cívico e Recreativo José Boiteux, uma associação de homens negros fundada em 1920, 25 anos depois da morte do poeta catarinense. O curta-metragem  reconstrói a trajetória deste coletivo pioneiro, no contexto da presença e do protagonismo da população negra em Santa Catarina nos anos 1920. Além disso, traz para o presente aspectos dessa história na qual símbolos de modernidade como as reformas urbanas e a Ponte Hercílio Luz são percebidas sob o ângulo da luta por acesso à cidadania e contra a discriminação racial na capital.

>Mais informações no perfil no Instagram do curta-metragem.

Tags: cinemaCruz e SousaDepartamento de HistóriadocumentáriolançamentoUFSC

Curso de Jornalismo exibe documentário sobre 10 anos de cotas raciais na UFSC

05/12/2022 08:00

O documentário Revolução Silenciosa: 10 anos de cotas raciais na UFSC, de Lucas Krupacz, será exibido na próxima terça-feira, 6 de dezembro, às 18h30, na Sala Adelmo Genro Filho, do Curso de Jornalismo da UFSC, no loco A do Centro de Comunicação e Expressão. A ação faz parte do projeto de extensão Ciclo de debates: reflexões sobre a produção jornalística, organizado pelas professoras Valentina da Silva Nunes, Isabel Colucci Coelho e Fabiana Quatrin Piccinin e pelo professor Fernando Crocomo.

O documentário trata da revolução possibilitada pelo acesso à educação dez anos após a implantação do sistema de cotas na UFSC. O vídeo aborda a desigualdade racial brasileira, o surgimento da política de cotas no país e a importância das ações afirmativas para estudantes e comunidade. A produção é de 2018. Depois da exibição, haverá uma conversa com o autor Lucas Krupacz e com a orientadora, Gislene Silva, sobre a produção do trabalho.

Tags: ações afirmativasCiclo de debates: reflexões sobre a produção jornalísticadocumentáriojornalismo

Grupo de Estudos Interdisciplinares Ambientais exibe documentário sobre luta de povo indígena

30/11/2022 17:36

O Grupo de Estudos Interdisciplinares Ambientais (Ipes) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) exibe o documentário O Território na próxima quarta-feira, 7 de dezembro, às 18h, na Sala Adelmo Genro Filho, localizada no Departamento de Jornalismo da UFSC.

Dirigida por Alex Pritz, a obra apresenta a história de um jovem líder indígena do povo Uru-eu-wau-wau lutando contra agricultores, colonizadores e colonos que invadem uma área protegida da Floresta Amazônica. Vencedor do Festival Sundance de Cinema, o filme foi filmado ao longo de três anos em colaboração com o povo Uru-eu-wau-wau. Após a exibição, haverá um debate mediado por Marina Hirota e Bernardo Flores, integrantes do Ipes.

Tags: cinemadocumentárioGrupo de Estudos Interdisciplinares AmbientaisUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Curso de Jornalismo exibe documentário sobre 10 anos de cotas raciais na UFSC, no dia 6 de dezembro

25/11/2022 07:28

O documentário Revolução Silenciosa: 10 anos de cotas raciais na UFSC, de Lucas Krupacz, será exibido na próxima terça-feira, 6 de dezembro, às 18h30, na Sala Adelmo Genro Filho, do Curso de Jornalismo da UFSC, no loco A do Centro de Comunicação e Expressão. A ação faz parte do projeto de extensão Ciclo de debates: reflexões sobre a produção jornalística, organizado pelas professoras Valentina da Silva Nunes, Isabel Colucci Coelho e Fabiana Quatrin Piccinin e pelo professor Fernando Crocomo.

O documentário trata da revolução possibilitada pelo acesso à educação dez anos após a implantação do sistema de cotas na UFSC. O vídeo aborda a desigualdade racial brasileira, o surgimento da política de cotas no país e a importância das ações afirmativas para estudantes e comunidade. A produção é de 2018. Depois da exibição, haverá uma conversa com o autor Lucas Krupacz e com a orientadora, Gislene Silva, sobre a produção do trabalho.

> Notícia atualizada no dia 29 de novembro devido ao adiamento do evento 

Tags: ações afirmativasCiclo de debates: reflexões sobre a produção jornalísticadocumentáriojornalismo

UFSC promove cine-debate sobre o documentário ‘Pele Negra, Justiça Branca: Onde estão as filhas de Gracinha?’

23/11/2022 10:17

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) promove, na sexta-feira, 25 de novembro, a exibição e debate do documentário Pele Negra, Justiça Branca: Onde estão as filhas de Gracinha?, no Auditório do Centro Socioeconômico (CSE). O evento contará com a abertura do grupo de dança Mittos e mediação do debate pelo Movimento Negro Unificado (MNU).

O documentário apresenta a história de uma mãe negra, Gracinha,  que foi separada de suas filhas pequenas, em uma Comunidade Quilombola. O filme apresenta essa ruptura familiar, detalhando o caso, os procedimentos jurídicos que justificaram a perda da guarda das crianças e ressalta a violência promovida pelo Estado, contra o povo negro como um todo.

Maria das Graças (ou Gracinha, como é conhecida), teve, em 2014, suas duas filhas caçulas retiradas pelo Estado. A separação de mãe e filhas biológicas ocorreu “sob alegações perversas de um racismo mascarado e que escancara as dores e assimetrias produzidas até hoje pela escravização do povo negro”, sustentam as realizadoras do documentário. Gravado na Comunidade Remanescente do Quilombo Toca/Santa Cruz (SC), em 2019, o filme tem Cinthia Creatini da Rocha, Vanessa Rosa Gasparelo e Valeska Bittencourt na direção e foi contemplado com recursos do Prêmio de Cinema Catarinense (Fundação Catarinense de Cultura).  O caso ganhou espaço na mídia através das denúncias do Movimento Negro Unificado de Santa Catarina (MNU/SC).

 

 

Mais informações:
@doc.pelenegrajusticabranca

Tags: cine-debatedocumentárioMNUMovimento Negro UnificadoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Curso de Jornalismo exibe documentário sobre ocupação irregular e vida de catadores de lixo no DF

13/10/2022 10:47

A exibição do documentário Lixo Estrutural ocorre na próxima quarta-feira, 19 de outubro, das 18h30às 21h30, na sala Drummond, Bloco B do Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina. A ação faz parte do projeto de extensão Ciclo de debates: reflexões sobre a produção jornalística, organizado pelas professoras Valentina da Silva Nunes, Isabel Colucci Coelho e Fabiana Quatrin Piccinin e pelo professor Fernando Crocomo.

O documentário, de 2014, conta a história do lixão localizado na Cidade Estrutural, Distrito Federal, e mostra a vida dos catadores. A quinze quilômetros da Esplanada dos Ministérios, a Estrutural surgiu de uma ocupação irregular no início da década de 1970. O projeto foi realizado pelas autoras Helena Stürmer e  Thaine Machado e com orientação da professora Gislene Silva. Depois da exibição, haverá uma conversa com Helena Stürmer sobre a produção do documentário.

Tags: ciclo de debatesCurso de Jornalismo da UFSCdocumentárioeventoexibiçãojornalismo

Curso de Jornalismo apresenta documentário sobre balaios de cipó da Ilha de Santa Catarina

03/10/2022 16:04

O Curso de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) exibe nesta quarta-feira, 5 de outubro, o documentário Embalaiá, que conta como são feitos os balaios de cipó na Ilha de Santa Catarina. A atividade ocorre na Sala Drummond, no Bloco B do Centro de Comunicação e Expressão (CCE), a partir das 18h30.

Dirigido por Francis Silvy, o filme conta com a participação do museólogo Gelci Coelho, o Peninha, que conduz o espectador durante todo o vídeo. Depois da exibição, será realizada uma conversa sobre a produção do documentário com a professora Aglair Bernardo, orientadora do trabalho.

A ação faz parte do projeto de extensão Ciclo de debates: reflexões sobre a produção jornalística, organizado pelas professoras Valentina da Silva Nunes, Isabel Colucci Coelho e Fabiana Quatrin Piccinin e pelo professor Fernando Crocomo.

Ficha técnica

Autor:  Francis Silvy
Ano: Brasil/2000
Gênero: Documentário
Duração: 50 min.

Tags: Ciclo de debates: reflexões sobre a produção jornalísticacinemacurso de jornalismodocumentáriojornalismoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Projeto Imagine exibe minidocumentário sobre jogo acessível para ensino de biologia

08/09/2022 12:39

O Projeto Imagine, do Departamento de Biologia Celular, Embriologia e Genética da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), irá exibir um minidocumentário feito pelas alunas de Ciências Biológicas sobre a experiência da aplicação do Ima-Gene, o “jogo de código genético”. A estreia do vídeo será no dia 12 de setembro, das 14h30 às 15h, com legendas em português, inglês e francês, no auditório do Centro de Ciências Biológicas (CCB), mas a transmissão poderá ser assistida no canal do Projeto Imagine. O evento integra a programação da XXII Semana da Biologia.

O jogo aconteceu na Escola de Educação Básica Nossa Senhora da Conceição, em São José (SC), com alunos do final do ensino médio. Este utiliza peças de madeira encaixáveis para demonstrar processos biológicos importantes para a compreensão do funcionamento do organismo de todos os seres vivos. Segundo o organizador da exibição, professor André Ramos, “a utilização de recursos visuais e tácteis auxiliam, como será observado no vídeo, no ensino de estudantes com deficiência, que conseguem apreender de uma forma mais lúdica e divertida conceitos normalmente considerados de difícil compreensão”. 

Estarão presentes na exibição as alunas realizadoras do filme, a pró-reitora de extensão, professora Olga Regina Zigelli Garcia, a secretária adjunta da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) em Santa Catarina, professora Bárbara Segal, e a representante da escola Nossa Senhora da Conceição, professora Suzana Mara Machado.

Tags: acessibilidadebiologiacódigo genéticodocumentárioensinoEnsino Básicojogoslúdico

Conversa e documentário marcam 10 anos do grupo cênico literário Contarolando

26/11/2021 20:00

Em comemoração aos 10 anos do grupo cênico literário Contarolando, será exibido o documentário “Contarolando: muitas histórias para contar”, na próxima terça-feira, durante o Experimenta Pandêmico, às 20h30min. Também será realizada, uma hora antes, uma conversa com diversas pessoas que fazem parte da trajetória do grupo.
(more…)

Tags: ContarolandodocumentárioExperimenta PandêmicoPet PedagogiaUFSC

Egressa do curso de Cinema vai participar de expedição da Família Schurmann em defesa dos oceanos

17/08/2021 11:03

Carmina em ação (Foto de arquivo pessoal)

Uma egressa do curso de Cinema da Universidade Federal de Santa Catarina está prestes a partir para um longo desafio em alto-mar. Ela será assistente de câmera do projeto Voz dos Oceanos, uma expedição de dois anos liderada pela Família Schurmann, a primeira família latino-americana a circunavegar o mundo em um veleiro. Carmina Renones integra a expedição que tem o objetivo de documentar e identificar soluções para a poluição plástica, além de chamar a atenção para a Década dos Oceanos, com o apoio da Organização das Nações Unidas.

“Durante a faculdade fiz muito isso (assistência de câmera) nos curtas e longas. Geralmente estava envolvida com as produções na área da fotografia, ora assistência, ora drone, ora direção.E assim começou essa história toda”, conta Carmina, que lembra mal ter acreditado quando recebeu o convite para fazer parte de uma expedição desse porte. “Fiquei em choque por alguns minutos, pensei que era trote. Inclusive agora, alguns meses depois, a produtora que me ligou ainda tira sarro da minha cara pelo meu áudio de resposta”, brinca.

A produtora chegou até a cineasta por meio da recomendação de um professor, que se tornou também um grande amigo depois dos anos de faculdade: Gabriel Varalla, supervisor do Laboratório de Cinematografia da UFSC, que tinha ele próprio recebido a proposta. “Eu tinha conhecidos que conheciam a família, mas não cheguei até eles por nenhum desses amigos: o processo foi inverso”, lembra ela, que embarca no próximo dia 29 de agosto.

Um dos pontos altos do trabalho, para ela, será a possibilidade de estar em contato direto com pessoas que se articulam para mudar o mundo. “É de extrema importância que nós, como habitantes, cuidemos dos nossos próprios resíduos, afinal, uma massa de quase 8 bilhões de pessoas tem um impacto maior do que qualquer outra espécie”, define.

Carmina nunca havia trabalhado de forma direta com a temática ambiental, mas revela que sempre se interessou pelo assunto. Além disso, a produção de documentários foi a área do cinema que decidiu seguir ao fim da faculdade. Ela acredita que o audiovisual é uma das ferramentas mais poderosas para disseminar ideias e mudanças sociais. “Espero que as imagens mostrem uma realidade que as pessoas não querem ver. Nossa poluição é muito grave.Propor estratégias de mudança, mudar hábitos é algo muito difícil, mas chega um ponto que não temos mais escolha”.

Rotinas e expectativas

Mesmo às vésperas de embarcar, Carmina conta que ainda não sabe como será sua rotina na expedição. “Pelo que me contam, a rotina é não ter rotina”. Apesar disso, as expectativas são altas. “Espero que o nosso trabalho ajude no caminho da mudança, na visibilidade dessa questão. É muito bom ter o objetivo também de propor alternativas ao uso do plástico, não apenas apontando o problema, que todos sabemos que existe em maior ou menor grau, mas também mostrando que existem alternativas viáveis, que podem ser adotadas por todos”.

Voz dos Oceanos deve percorrer cerca de 40 pontos estratégicos, incluindo algumas ilhas do planeta, entre elas, Fernando de Noronha, Manhattan/Nova York, e Dulcie, além de passar por alguns pontos dos mares onde os mais variados itens de plástico se acumulam, vindos de diferentes partes do mundo por meio das correntes marítimas. O retorno está marcado somente para 2023.

O veleiro Kat levará também a missão da ONU para diferentes países e nações, como ressaltou Denise Hamú, Representante da ONU Meio Ambiente no Brasil, ao anunciar o apoio à expedição. A expedição será uma plataforma para que cientistas, pesquisadores e ONGs possam embarcar com a Família Schurmann e realizarem pesquisas in loco nos mares e ilhas do mundo.

Como representante da UFSC nessa jornada, Carmina reitera a importância da sua formação no curso de Cinema. “Foi extremamente importante, não apenas pelo diploma, que muitas vezes é necessário quando se aplicando para trabalhos desse porte, mas, na minha visão, principalmente pelo crescimento humano que me proporcionou, pelos contatos que fiz, os amigos e professores, pelo pensamento crítico, e estratégico, pelo conhecimento prático da solução de problemas e improviso, pelas oportunidades e principalmente pelo tempo”.

Amanda Miranda/ Jornalista da Agecom/Com informações do Programa da ONU para o Meio Ambiente e do Voz dos Oceanos

Tags: cinemaDécada dos OceanosdocumentárioEgressosFamília SchurmannONUpoluição ambientalVoz dos Oceanos

Documentário apresenta a trajetória do ex-reitor Caspar Erich Stemmer

09/06/2021 11:44

O filme Caspar Erich Stemmer é um documentário de 90 minutos produzido pela Geofilmes Produções em 2019, dirigido por Charles Cesconetto, parcialmente patrocinado pela Prefeitura de Florianópolis, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, e realizado com o apoio cultural da Flex Contact Center, da rede de cinemas Cinesystem e da Rá Incorporações. A estreia da obra ocorre no dia 22 de junho, pela ocasião da comemoração do aniversário de Caspar Erich Stemmer, às 20 horas, no Youtube, em sessão livre exclusiva. Para assisti-la, acesse charlescesconetto.com/stemmer.

A ideia de realizar um documentário sobre o professor Caspar Stemmer surgiu em 2018, durante a realização de outro filme, Ilha Inovação Sustentável, que aborda a inovação e a sustentabilidade na Ilha de Santa Catarina. Durante as gravações daquele documentário, o nome de Stemmer foi citado por diversos entrevistados como sendo o grande responsável pelo início do polo de tecnologia de Florianópolis, hoje um dos principais do país.
(more…)

Tags: Caspar Erich StemmercinemadocumentárioUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Documentário produzido por alunos da UFSC tem pré-estreia em junho

28/05/2021 15:47

Cartaz com fundo preto e detalhes em branco. É uma xilogravura. Na parte superior, o título do filme: Manoel e a Canoa. Na parte central, uma frondosa árvore. Em seu tronco, funde uma canoa estilizada e um homem sentado nela. Ao fundo, o céu noturno com estrelas, nuvens e a lua cheia visível entre os galhos. Abaixo da ilustração, os créditos. Música original: Marcio Bicaco e Rafael Minari / Direção de som: Rafael Minari / Direção de produção: Rodrigo de Freitas e Juci Wachholz / Produção executiva: Juci Wachholz / Direção de fotografia: Eduardo Antonio / Montagem: Leandro Lobo e Rodrigo de Freitas / Colorização: Eduardo Presser / Artista visual: Eduardo Antonio / Direção e roteiro: Rodrigo de Freitas. No rodapé, as marcas: Covil Filmes, Edital Elisabete Anderle, Fundação Catarinense de Cultura e Governo de Santa Catarina. Fim da descrição.O documentário Manoel e a Canoa, produzido por um grupo de ex-alunos dos curso de Cinema e  de Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Catarina,  terá pré-lançamento no dia 3 de junho, às 19h. O projeto foi realizado com recursos do Prêmio Elisabete Anderle de Apoio à Cultura/Patrimônio Cultural de 2019, por meio da Fundação Catarinense de Cultura.  A exibição será feita pelo canal do YouTube da Covil Filmes e estará disponível até o dia 6, às 23h59min.  A mostra é gratuita e será disponibilizada a versão com recursos de acessibilidade audiovisual.

Manoel e a Canoa é um documentário de média-metragem,  que acompanhou a construção de uma canoa de um pau só de Garapuvu feita por Manoel Ireno, um mestre canoeiro, morador da comunidade de Santo Antônio de Lisboa, em Florianópolis. Dirigido por Rodrigo de Freitas, o filme foi feito na EBM Doutor Paulo Fontes, onde o Garapuvu, que há 30 anos fora plantado por um professor, agora apresentava riscos aos moradores dos arredores e teve seu corte autorizado pela Fundação Municipal do Meio Ambiente de Florianópolis. Ao resgatar memórias, as falas de Manoel serviram como norte na investigação da história das canoas na região do litoral de Santa Catarina. O filme passeia entre os ciclos da existência, valorizando e preservando este modo de fazer canoas, como patrimônio cultural imaterial, e também, promove nossos mestres detentores do saber.

Confira o trailer

Tags: artes cênicascinemaCovil FilmesdocumentárioManoel e a canoa

Documentário de estudantes de Jornalismo será exibido em evento nacional

21/05/2021 16:59

O documentário Semeadoras – As faces do Movimento de Mulheres Camponesas no Oeste de Santa Catarina, produzido pelas acadêmicas do Curso de Jornalismo Eliza Barcelos Della Barba e Luiza de Almeida Monteiro será exibido nesta segunda-feira, 24 de maio, como parte da programação da Jornada Nacional Sementes de Resistência, promovida pelo Movimento de Mulheres Camponeses (MMC). O filme foi desenvolvido como Trabalho de Conclusão de Curso e faz parte do projeto multimídia Semeadoras, disponível no site https://www.semeadoras.com/. A exibição começa às 19h, nas páginas do Facebook e do YouTube do MMC.

A Jornada Nacional Sementes de Resistência vai até o dia 28 de maio e conta com lives diárias, às 19h, no Facebook e no YouTube do Movimento. Durante a programação, as camponesas organizadas no MMC mostram também como atuam cotidianamente na prática da agroecologia como modo de vida e projeto de sociedade.

Tags: documentáriojornalismoSemeadoras - As faces do Movimento de Mulheres Camponesas no Oeste de Santa CatarinaTCC

Documentário apresenta trabalho de conservação na Ilha do Campeche

15/12/2020 17:20

“Mundo Ilha do Campeche” é um documentário que apresenta o trabalho de conservação realizado na Ilha do Campeche. Conhecida por suas águas cristalinas e por sua importância cultural, a ilha é um dos principais destinos turísticos de Santa Catarina. Após uma semana de estreia bem sucedida, o link do filme ficará disponível até o dia 23 de dezembro no Instagram.

Dirigido pelo recém-formado cineasta, Cláudio Felippio Júnior, o documentário contou com o apoio técnico dos estudantes do Curso de Cinema da UFSC. Sua distribuição está sendo realizada em parceria com a Guatambú Filmes.

Para ter acesso ao filme nos Festivais de Cinema em 2021, siga @ilhadocampechefilme no Instagram e no Facebook.

Mais informações no site do evento.

Tags: cinemaCláudio Felippio JúniordocumentárioMundo Ilha do CampecheUFSC

#QuarentenaArte apresenta o programa Armando Carreirão e ‘O Preço da Ilusão’

28/05/2020 11:55

O #QuarentenaArte da Secretaria de Cultura e Arte da UFSC apresenta Armando Carreirão e “O Preço da Ilusão”, programa da série Canal Memória, produzido pela TV UFSC, confira:

Armando Carreirão foi o produtor do primeiro longa-metragem realizado em Santa Catarina, O Preço da Ilusão. Em 1957, o filme, gravado na Ilha de Santa Catarina, foi uma resposta ao Rio 40 Graus, de Nelson Pereira dos Santos.

Nascido em Florianópolis, em 1925, Carreirão integrou o Grupo Sul e na década de 60, o catarinense fundou a Produções Carreirão, realizando em torno de 180 filmes, entre cinejornais e documentários. Armando Carreirão faleceu em outubro de 2007, aos 82 anos.

Ficha técnica:

Direção: Zeca Nunes Pires

Edição e gravação: Jefferson Moreira e Anderson Brito

Canal Memória

Criado e desenvolvido pelo Núcleo de Produção da TV UFSC, o Canal Memória é um programa destinado a nossa história. Uma história que, a cada ano que passa, perde suas raras fontes, seus documentos e suas lembranças.  Longe de falsos proselitismos e sem querer exibir pérolas raras da cultura catarinense, o programa Canal Memória é, sobretudo, um alerta aos interessados nesses patrimônios culturais.

#QuarentenaArte é uma ação da Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte), em parceria com o Departamento Artístico Cultural (DAC) e TV UFSC, que oferece alternativas artísticas culturais que podem ser apreciadas a distância por meio de internet. A iniciativa também objetiva valorizar e difundir a arte e a cultura produzidas na UFSC.

 

 

Tags: arteculturadocumentárioquarentenaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Colégio de Aplicação exibe documentário ‘Da Serra ao Seridó: Vivências em um Brasil de Contrastes’ nesta sexta, 20

19/09/2019 12:19
O Colégio de Aplicação da UFSC exibe nesta sexta-feira, 20 de setembro, às 9 horas, no Auditório do colégio, o documentário ‘Da Serra ao Seridó: Vivências em um Brasil de Contrastes’. Após haverá uma roda de conversa com o diretor Fernando Leão, coordenador do Curso Técnico Integrado em Multimídia da Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS).
Tags: cinema no Colégio de AplicaçãoColégio de AplicaçãoDa Serra ao Seridó: Vivências em um Brasil de ContrastesdocumentárioUFSC

GEPET Letras promove sessão com filme ‘Um homem com uma câmera’ na biblioteca da UFSC

31/05/2019 13:03

O Grupo de Estudos do Programa de Educação Tutorial (GEPET) A Cidade ao Longe: uma introdução ao pensamento das cidades, dos cursos de Letras da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), promoverá a exibição do filme soviético Um homem com uma câmera (1929). A sessão está marcada para o dia 4 de junho, a partir das 15h30min, no auditório Elke Hering, na Biblioteca Central da UFSC. O evento será aberto ao público e, na ocasião, o grupo de estudos abrirá espaço para “reflexões sobre a cidade, nos seus múltiplos aspectos”.

O filme-documentário, com direção e roteiro de Dziga Vertov, traz a história de um cinegrafista que viaja documentando cenas da União Soviética no começo do século XX. A obra mostra o cotidiano da vida na cidade à época e a intimidade das pessoas comuns. Com uma variedade de filmagens inovadoras e complexas, tornou-se um filme importante para a história do cinema. Ainda hoje alguns truques de montagem utilizados em sua produção são recorrentes em produções cinematográficas. Destaca-se também por ser um dos primeiros documentários existentes amparados pela teoria de representação da realidade, conforme sinopse divulgada pelo GEPET em seu site.

Tags: Biblioteca CentralBU UFSCcinemadocumentárioGEPETletras

Documentário debate inovação sustentável em Florianópolis

13/05/2019 15:52
A partir das 19h desta terça-feira, 14 de maio, o auditório da Fiesc, em Florianópolis, exibe o documentário “Ilha sustentável“. Produzido a partir de entrevistas com lideranças de movimentos comunitários como a Revolução dos Baldinhos, o Banco de Tempo de Florianópolis, negócios de impacto social como o Politize! e o Impact Hub, professores da UFSC como Eduardo Fiates, Carlos Alberto Antunes, Daniel José da Silva e Carlos Alberto Schneider , além de representantes de centros de tecnologia como a ACATE, o documentário busca dar contorno ao imenso potencial da capital catarinense para o desenvolvimento sustentável.
O documentário foi construído a partir da seguinte questão: “existe um processo de desenvolvimento baseado na inovação sustentável em Florianópolis?” e procura responder a esta indagação com o auxílio dos depoimentos de aproximadamente sessenta pessoas que, de uma forma ou outra, pensam e atuam em prol da construção da qualidade de vida na cidade.
A exibição é gratuita e aberta ao público.
Mais informações na página do documentário, disponível aqui.
Tags: documentárioIlha sustentávelUFSC

Documentário sobre os 10 anos das ações afirmativas para estudantes negros na UFSC será exibido nesta terça

19/11/2018 09:23

Em 2018, completa-se uma década da implantação da política de ações afirmativas para negros na Universidade Federal de Santa Catarina. Este é o tema do documentário “Revolução Silenciosa: 10 anos de cotas raciais na UFSC”, que será apresentado no dia 20 de novembro, dia da Consciência Negra, às 18h, no auditório Henrique Fontes, bloco B do Centro de Comunicação e Expressão da UFSC. 

Trata-se da defesa do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do estudante de Jornalismo Lucas Krupacz. Para contar esta história de desafios e transformações, o vídeo traz depoimentos de protagonistas, estudantes negros e negras cotistas, professores, pesquisadores e representantes de órgãos institucionais.

A narrativa é contada num passo-a-passo de uma revolução possibilitada pelo acesso à educação e mostra os desdobramentos da luta histórica pela conquista de cotas nas universidades. O documentário aborda a desigualdade racial brasileira, o surgimento da política de cotas no país e a importância das ações afirmativas para estudantes e comunidade. Mostra como é a realidade na UFSC: desde a verificação de quem se declara pretos e pardos, os desafios em permanecer na UFSC e os impactos na Universidade. O TCC foi realizado em parceria com a TV UFSC.
(more…)

Tags: ações afirmativasdocumentárioNovembro NegroUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Documentário sobre ex-professor de História da UFSC será exibido nesta segunda

19/10/2018 15:45

Foto: Celso Martins.

O documentário “Cidadão Valmir” será exibido nesta segunda-feira, 22 de outubro, às 19h, no auditório do Centro de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Santa Catarina (CFH/UFSC). O filme foi o trabalho de conclusão de curso em Jornalismo (2017.2) de Clara Martins Nunes Pires, no Centro Universitário Estácio de Santa Catarina. Clara é neta de Valmir, e contou com a ajuda do pai, Zeca Pires, para a realização do filme.
(more…)

Tags: Cidadão ValmirClara Martins Nunes Piresditadura militardocumentáriohistóriaUFSC
  • Página 1 de 4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4