Núcleo de Estudos da Economia Catarinense da UFSC demonstra interiorização da Covid-19 no estado

15/05/2020 15:58

O Núcleo de Estudos da Economia Catarinense da Universidade Federal de Santa Catarina (Necat/UFSC) divulgou nesta sexta-feira, 15 de maio, análise da evolução e disseminação da Covid-19 pelo território de Santa Catarina. No estudo, o avanço da doença após a flexibilização das quarentenas verificou-se vertiginoso em todo o estado, sobretudo no Vale do Itajaí, novo epicentro da Covid-19.
No texto de divulgação,  intitulado “A Covid-19 em Santa Catarina: interiorização e concentração do número de casos da doença no Estado” e assinado por Lauro Mattei, professor de Economia da UFSC, é destacado que desde as primeiras flexibilizações da quarentena, a partir de 1º de abril, os contágios aceleraram drasticamente e mudaram a geografia da doença causada pelo novo coronavírus.

Casos de covid-19 até 15 de maio de 2020

De abril até a presente data, no entanto, a distribuição da Covid-19 se alterou e as mesorregiões Oeste e do Vale do Itajaí apresentam expressivo crescimento da participação relativa, indicando surto da doença nas regiões e fazendo do Vale do Itajaí o epicentro da doença no Estado. O texto na íntegra pode ser acessado no link abaixo:

A covid-19 em Santa Catarina: interiorização e concentração do número de casos da doença no Estado

 

Gabriel Martins/Agecom

gabriel.martins@ufsc.br

Tags: coronavírusNúcleo de Estudos da Economia Catarinense (Necat)UFSC

Núcleo de Estudos da Economia Catarinense divulga análise da evolução da Covid-19 no estado

06/05/2020 18:30

O Núcleo de Estudos da Economia Catarinense da Universidade Federal de Santa Catarina (Necat/UFSC) divulgou nesta quarta-feira, 6 de maio, análise da evolução e disseminação da Covid-19 pelo território de Santa Catarina, inclusive em suas microrregiões. No estudo, intitulado “Dois meses da Covid-19 em Santa Catarina: evolução e espacialidade da doença no Estado“, a situação do oeste catarinense mostra-se preocupante, com considerável crescimento de casos nos últimos dias. O texto na íntegra pode ser acessado no link abaixo:

Dois meses da Covid-19 em Santa Catarina: evolução e espacialidade da doença no Estado

Tags: coronavírusNúcleo de Estudos da Economia Catarinense (Necat)UFSC