Palestra sobre Desenvolvimento Econômico e Inovação no CTC dia 13

08/09/2016 08:03

O Departamento de Ciências da Administração (CAD) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) promoverá a palestra “Desenvolvimento Econômico e Inovação: o caso da BMW em Santa Catarina”  na próxima terça-feira, 13, às 19h, no Auditório “Castro” do Centro Tecnológico (CTC). A palestra será ministrada pelo advogado e ex-deputado Paulo Bornhausen. As inscrições para o evento são gratuitas e devem ser feitas aqui. Mais informações no site http://ngpb.paginas.ufsc.br/.

Tags: CADCTCdesenvolvimento econômicoinovaçãopalestraUFSC

UFSC divulga contemplados nos programas Pibic e Pibiti, edição 2016/2017

04/08/2016 15:38

A Pró-Reitoria de Pesquisa divulgou a relação dos professores contemplados com direito à indicação de bolsistas junto aos Programas Institucionais de Bolsas de Iniciação Científica 2016/2017 (PIBIC/CNPq – PIBIC-Af/CNPq – BIPI/UFSC) e Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI/CNPq), edição 2016/2017.

Resultado PIBIC 2016/2017.

Resultado PIBITI 2016/2017.

Em decorrência do atraso do CNPq em divulgar o número de bolsas para a UFSC, o cronograma foi alterado: os pedidos de reconsideração, devidamente fundamentados, devem ser encaminhados através do Formulário IC, on-line, entre os dias 4 e 8 de agosto. O julgamento dos recursos ocorre do dia 9 a 14 de agosto.

A Propesq divulgou nota oficial sobre o corte de aproximadamente 22% no número de bolsas a serem pagas pelo CNPq no próximo biênio.

O professor-orientador que aparecer listado deve acessar o Formulário PIBIC on line e, a partir da digitação do seu CPF e da sua senha, fazer a indicação do bolsista até o dia 12 de agosto, por meio da digitação do número de matrícula do aluno a ser indicado. Efetuada a indicação, será gerado o Termo de Outorga, que deve ser devidamente assinado pelo bolsista e pelo orientador e entregue na Propesq até o dia 31 de agosto.

Os professores-orientadores devem atentar para os Requisitos e Compromissos do Bolsista, conforme publicado no Edital.

Mais informações pelo e-mail

Tags: Iniciação CientíficainovaçãoPibicPIBITIUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC recebe visita de comitiva de executivos de cinco continentes

19/06/2015 14:20
Diretora de Projetos da Veolia falou sobre a visita ao Brasil realizada no início do mês de junho. Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC.

Diretora de Projetos da Veolia falou sobre a visita ao Brasil realizada no início do mês de junho. Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC.

Conhecer a Universidade e trocar informações com seus alunos e professores. Essa foi a proposta da visita da comitiva da Veolia, empresa francesa referência mundial em gestão otimizada de recursos, com foco em soluções para gestão de água, resíduos e energia, ao campus Trindade. O chefe de Gabinete da Reitoria, Carlos Antonio Oliveira Vieira, deu as boas-vindas ao grupo e apresentou dados sobre a Universidade por meio do vídeo institucional da UFSC.

A visita à Universidade fez parte do “Seminário Internacional de Diretores do Grupo Veolia” realizado no Brasil no mês de junho durante uma semana com o objetivo de proporcionar aos executivos seniores conhecimentos sobre a economia, a cultura, a história e os potenciais do país. A comitiva composta por 45 diretores de diferentes nacionalidades foi recebida no auditório Teixeirão, localizado Centro Tecnológico (CTC), no dia 11 de junho.  A diretora de Projetos, Veronica Capella, fez uma breve apresentação sobre a empresa. “Começamos a visita tendo um panorama da política econômica do Brasil. Hoje queremos ter um outro panorama, o das pessoas jovens, porque vocês são o futuro. A UFSC é uma das mais reconhecidas instituições federais de ensino público do país”, disse Veronica.
(mais…)

Tags: bolsasBrasilCNPqCTCcursoEngenharia Sanitária e AmbientalexecutivosIniciação CientíficainovaçãopesquisaPPGEAprojetosUFSCVeoliavisita

Mesa-redonda sobre Código Nacional de Ciência e Tecnologia encerra evento sobre Interdisciplinaridade na UFSC

30/04/2015 12:09

A oitava e última mesa-redonda do evento “INTERdisciplinaridade: Universidade e Inovação Social e Tecnológica”, intitulada “Código Nacional de Ciência e Tecnologia – desafios e perspectivas”, foi realizada na manhã desta quinta-feira, 30 de abril, com a participação de cerca de 40 pessoas no auditório Garapuvu, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC, em Florianópolis. A mesa contou com a presença do deputado federal Sebastião Sibá Machado Oliveira (PT-AC).

“Um tema extremamente importante para nós, pró-reitores de Pesquisa do Brasil, é a agenda da ciência e tecnologia no país. Isso afeta profundamente o nosso trabalho”, disse o coordenador da mesa, Edilson Sérgio Silveira, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal do Paraná (UFPR). A mesa-redonda foi realizada com relatoria de Eveline Pena, do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas (PPGICH) da UFSC.
(mais…)

Tags: CiênciaCT&IeventosFapescFinepFoprop-SulGTinovaçãointerdisciplinaridadeJornada de Coprodução DigitalPLSIIEPE-SULtecnologiaUESCUFFSUFPRUFSC

Revista ‘Motrivivência’ publica estudo que propõe inovação curricular para formação de professores de Educação Física

09/12/2014 18:21

A revista Motrivivência, editada pelo LaboMidia, do Centro de Desportos (CDS) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), publicou uma nova edição, em cuja sessão temática promove-se uma reflexão sobre os dez anos de diretrizes curriculares para a formação de professores de Educação Física.

O destaque fica por conta do artigo “Uma nova concepção do currículo na formação de professores de Educação Física em Salvador-BA“, do professor  Reiner Hildebrandt-Stramann, doutor em Ciência do Esporte pela Universidade de Kassel (Alemanha). Atualmente professor visitante na Universidade Federal da Bahia (UFBA), desenvolve um projeto financiado pelo Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD) e UFBA, apoiado pela Capes e CNPq, com o objetivo de discutir as modificações do currículo dos cursos de licenciatura em Ciência do Esporte da universidade.
(mais…)

Tags: curriculareducaçãofísicainovaçãoMotrivivênciaProfessores

Secretário nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação fala sobre os desafios para o crescimento brasileiro

16/10/2013 16:41

Secretário nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação e ex-reitor da UFSC, Alvaro Toubes Prata falou sobre desafios da inovação na conferência de encerramento do Instituto de Estudos Brasil Europa (IBE). Foto: Henrique Almeida / Agecom / UFSC

Alvaro  Toubes Prata, secretário nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, e ex-reitor da UFSC, ministrou a conferência de encerramento do Instituto de Estudos Brasil Europa (IBE), que teve como tema “Inovação, Cultura e Sustentabilidade”.

Prata falou como a inovação está na ordem do dia e de como todos têm a obrigação de inovar, isto é, de mudar, fazer diferente, buscar a forma melhor. Mas para que se possa fazer com que uma coisa seja melhorada, é preciso ter um olhar crítico, perceber a realidade de uma maneira diferenciada, o que não é fácil.  Para mudar, é necessário ter visão histórica e crítica, e só se consegue isso se existir acesso à educação ampliada, o que dá condições de impactar a realidade. No entanto, só 15% dos jovens brasileiros que completam o ensino médio continuam estudando – um país que é a sexta economia do mundo não consegue educar seus jovens.

Os desafios do Brasil e da Europa são bastante distintos. A semelhança, segundo o secretário, é que esta Europa atual é bastante heterogênea, assim como o Brasil, que aceita superlativos contrastantes. Prata citou como pontos fortes do Brasil o orgulho de si próprio, grande área e bom solo, recursos naturais abundantes (minerais, petróleo), grande potencial de energia renovável (hídrica, solar, eólica), ciência forte e povo criativo. Explicou, também, que todos os países que possuem carvão fazem uso dele intensamente para gerar energia, mesmo sabendo do impacto negativo sobre o ambiente. O Brasil é o único que, tendo carvão, não o usa, e sua reserva desse mineral é quase o dobro que a de petróleo e gás.  Da eletricidade brasileira, 90% é renovável – no final de 2013, o Brasil já será o oitavo país do mundo em energia eólica.

Ainda falando sobre os pontos fortes, Prata destacou que o País está na 13ª posição em geração de conhecimento científico – ter uma pós-graduação tão forte é um contraste para uma nação que ainda não resolveu sequer a questão do ensino fundamental e médio.

Como fragilidades, o pesquisador destacou as grandes iniquidades (econômica, social e educacional);  a educação infantil ruim, sobretudo nos aspectos ligados à ciência; o baixo papel do setor terciário no desenvolvimento educacional; a baixa ou quase nula inovação em muitos setores industriais; a falta de infraestrutura em muitas áreas e o fato de termos poucos engenheiros.

Um dos maiores pontos críticos em relação à inovação é o setor industrial.  Está comprovado que, quanto mais um país investe em pesquisa e desenvolvimento, mais competitivo ele se torna. O que o governo brasileiro investe não está mal em relação ao que fazem outros países, mas o setor privado quase nada aplica em pesquisa e desenvolvimento.

Outro grande problema é a falta de infraestrutura na área de transportes. “Estamos presos”, disse Prata. Não há aeroportos suficientes, e os que estão passando por reforma estão muito aquém dos europeus ou asiáticos;  faltam estradas, ferrovias e transporte marítimo. O número de engenheiros em relação aos profissionais graduados no Brasil é em torno de 6%, enquanto na China é de quase 40%.

Em termos de educação, é impressionante que um país que teve a primeira dissertação de mestrado há apenas 50 anos forme, atualmente, 14.000 doutores por ano. O Brasil tem algumas universidades federais e estaduais entre as melhores do mundo;  um recurso único que é a Plataforma Lattes, um repositório onde mais de 2, 5 milhões de currículos de pesquisadores em todos os níveis estão disponíveis para consulta;  um portal de periódicos, como o da Capes, com mais de 30.000 artigos acadêmicos abertos a consulta;  além de possuir um sistema de bolsas único no mundo, que contempla até o ensino médio. Há também, atualmente, uma política para a descentralização da oferta de educação superior pública – em 2010 eram 59 campi principais e 274 campi a eles relacionados. A meta para 2014 é alcançar 63 campi principais e 322 campi interiorizados, além dos institutos nacionais de ciência, tecnologia e inovação, que atualmente são 126, sendo quatro em Santa Catarina.

Para o pesquisador, educação, ciência, inovação e empreendedorismo estão conectados, sendo que é necessário desenvolver o empreendedorismo tanto tecnológico como social.

Como instrumentos estratégicos de sua  Secretaria, Prata destaca o SIBRATEC, as incubadoras e parques tecnológicos, e a ação piloto da Embrapii – Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação e Industrial –, criada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e com o apoio da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP).

A Embrapii foi criada seguindo a proposta e homenageando o trabalho da Embrapa – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária.  Há 50 anos, a grande preocupação brasileira era alimentar a população crescente. Num período incrivelmente curto, o Brasil resolveu não só a questão da alimentação para sua população – mesmo que, por questões socioeconômicas de má distribuição, nem todos tenham acesso a esses alimentos de maneira adequada –,  mas também alimentou parte da população do mundo. Isso se deveu à universalização e a mecanismos para levar o conhecimento e as tecnologias para o campo, o que a Embrapa desenvolveu.

A proposta da Embrapii é credenciar instituições para que sejam unidades suas – o credenciamento será por quatro anos. Aceito o credenciamento, os recursos chegam antes da produção, segundo a proposta de inovação. Também há a proposta que, em licitações públicas, se a empresa for inovadora, pode ganhar a licitação, ainda que apresente produtos  até 25% mais caros.

Para o secretário, os bons exemplos a seguir são os da Petrobras, Embrapa, Embraer, o programa de produção de veículos flexíveis  (etanol e gasolina), a automação bancária confiável e eficiente, além da avicultura e da produção de suco de laranja, açúcar, soja, café, milho, algodão, dentre outros produtos, projetos e programas.

O Brasil é atualmente um parceiro atrativo e tem estabelecido várias redes com parceiros europeus. O País caminha para se tornar a quinta economia mundial, mas necessita de fortes investimentos em educação, ciência e tecnologia, disse Prata, que concluiu afirmando que muito do que o Brasil alcançou se deve a ser uma democracia estável, sem conflitos internos e externos – mesmo levando em conta as últimas manifestações de rua –, ter um bom sistema universitário e, referindo-se ao Congresso, grandes parceiros europeus como França, Bélgica e Holanda, entre outros países. O Brasil aprendeu a relacionar-se com os países isoladamente, e agora tem tido dificuldades com aquilo a que está sendo convidado: relacionar-se com a União Europeia.

Alita Diana/Jornalista da Agecom/UFSC

Fotos: Henrique Almeida/Diretor de Fotografia/Agecom
 

Claudio Borrelli / Revisor de Textos / Agecom / UFSC

Tags: Alvaro Toubes Pratadesafios crescimento brasileiroembrapaEmbrapiiIBEinovaçãoSecretário nacional de Desenvolvimento TecnológicoUFSC

Representante do BNDES discute financiamento de projetos para inovação em palestra na Universidade

27/09/2013 08:47

Pedro Landim de Carvalho, apresentou os mecanismos de financiamento do banco à inovação. Foto: Wagner Behr/Agecom/UFSC

O gerente do Departamento de Insumos Básicos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Pedro Landim de Carvalho, apresentou os mecanismos de financiamento do banco à inovação em uma palestra ministrada na última sexta-feira, 20 de setembro, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Com o tema voltado ao apoio do BNDES à inovação, o evento contou com a presença de mais de 50 pessoas da comunidade acadêmica, que lotaram a Sala dos Conselhos. O público, formado principalmente por pesquisadores da instituição, pôde conhecer opções de financiamento oferecidas pelo BNDES, em particular o Fundo Tecnológico (FUNTEC), destinado a projetos em parceria com empresas e que libera recursos a fundo perdido, não reembolsáveis.
(mais…)

Tags: BNDESfinanciamentoinovaçãopalestraUFSC

UFSC é a quarta melhor federal no Ranking Universitário Folha 2013

09/09/2013 15:23

O jornal Folha de S. Paulo divulgou o Ranking Universitário Folha (RUF) 2013. Foram 192 instituições avaliadas em todas as regiões do país. A avaliação foi composta por cinco indicadores que, juntos, somavam 100 pontos. A Universidade Federal de Santa Catarina recebeu as seguintes pontuações:

Pesquisa: 37,4 (de um total de 40) – 8ª colocação geral

Ensino: 28,8 (de um total de 32) – 6ª colocação geral

Inovação: 3,68 (de um total de 4) – 9ª colocação geral

Internacionalização: 5,21(de um total de 6) – 8ª colocação geral

Mercado: (inserção no mercado de trabalho) 16,53 ( de um total de 18) – 16ª colocação geral

Nota final: 91,7 (de um total de 100) – 7ª colocação geral
(mais…)

Tags: ensinoinovaçãointernacionalizaçãomercadopesquisaquarta federalRanking Universitário Folha 2013RUFsétima posição nacionalUFSC

Curso de introdução à propriedade intelectual inicia nesta quinta

02/05/2013 11:01

Inicia nesta quinta-feira, 2 de maio, o curso “Introdução a Propriedade Intelectual, Inovação, Transferência de Tecnologia e Empreendedorismo”, a ser ministrado pelo Departamento de Inovação Tecnológica (DIT), da Pró-Reitoria de Pesquisa (Propesq) da UFSC. O curso será ofertado aos bolsistas CNPq/Capes do Programa Jovens Talentos, mas que está aberto ao publico em geral.
(mais…)

Tags: CNPqcurso "Introdução a Propriedade IntelectualDITinovaçãoPrograma Jovens TalentosPROPESQTransferência de Tecnologia e Empreendedorismo"UFSC

UFSC promove workshop para debater propriedade intelectual e inovação

06/03/2013 11:03

O Departamento de Inovação Tecnológica da Universidade Federal de Santa Catarina da Pró-Reitoria de Pesquisa promove workshop nesta quarta-feira, 6 de março, para debater a Política Institucional de Propriedade Intelectual e Inovação da universidade. O debate desta Política Institucional de Propriedade Intelectual e Inovação resulta da necessidade de estabelecer medidas de incentivo à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no âmbito da Universidade e de regulamentar as atividades de inovação, empreendedorismo, propriedade intelectual e transferência de tecnologia. O evento será direcionado ao membros do Comitê de Inovação, Diretores de Unidade e aos Pró-reitores de Pesquisa, de Pós-Graduação e de Extensão.
(mais…)

Tags: Departamento de Inovação Tecnológica da UFSCinovaçãopolítica institucionalpropriedade intelectualUFSCworkshop

Florianópolis recebe evento sobre integração do design, engenharia e gestão

19/10/2012 08:26

Entre os dias 21 e 23 de outubro, Florianópolis será sede da II Conferência Internacional de Integração do Design, Engenharia e Gestão para a inovação – o IDEMi 2012 – um fórum que pretende promover a integração e o debate entre pesquisadores e profissionais das áreas de design, engenharia, ergonomia, gestão, arquitetura, moda entre outras, com foco na inovação em projeto centrado no usuário. Palestras com profissionais renomados, workshops, apresentações culturais, lançamentos de livros e apresentação de artigos científicos integram a programação da conferência.

O evento, que ocorrerá no Hotel Jurerê Beach Village, localizado em Jurerê Internacional (Florianópolis), está sendo organizado pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), com apoio da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e da Universidade do Porto (UP). Ao todo, quase 300 pessoas participarão do evento, que já está com as inscrições encerradas.

Já estão confirmados palestrantes convidados como Gui Bonsiepe, Massimo Canevacci, Nelson Back, Monika Fuchs, João Mendes Ribeiro e Brigitte Wolf. A palestra de abertura, que ocorre no domingo à noite, será com o professor de antropologia cultural Massimo Canevacci, o qual abordará a metrópole contemporânea e a influência das mídias digitais.

Cinco workshops também integram a programação do evento, como o curso “Ensinando Design”, com Alessandro Ubertazzi, professor da Universidade de Florença/Itália; “Técnicas de Auxílio para Colaboração em Equipe”, com Adriano Heeman, professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR); “Design Universal”, com o designer Helder Filipov; “Pensamento Coletivo – Técnicas de Co-criação”, com Yoel Lenti”; e Brand DNA Tool – DNA de Marcas”, com o Laboratório de Orientação da Gênese Organizacional (LOGO).

O evento contará com a apresentação de 240 artigos científicos, nas áreas de Design, Ergonomia e Usabilidade (Produto/Software), Moda, Administração, Engenharia e Arquitetura e Urbanismo. Ao todo, foram submetidos 351 trabalhos ao IDEMi 2012, de países como Holanda, Bulgária, Itália, Espanha, Portugal, Argélia, Colômbia, Venezuela, Argentina, Chile, além da região da Grã Bretanha e de diversas regiões do Brasil.

Será lançado durante a programação da conferência, no dia 22 de outubro, um livro contendo 24 artigos selecionados pelo comitê científico (10 artigos da área de Design, seis de Ergonomia, três de Gestão, dois de Arquitetura, dois de Engenharia, e um da área de Moda), como resultado dos melhores artigos avaliados pelo evento. Já na cerimônia de encerramento, que será realizada no dia 23, às 18h20, serão premiados os melhores artigos em cada área.

No dia seguinte à conferência, 24 de outubro, os professores Gui Bonsiepe e Nelson Back receberão da Udesc o título de Doutor Honoris Causa. A sessão solene do Conselho Universitário (Consuni), que outorgará os títulos, será realizada às 9h no Plenarinho da reitoria da universidade.

O IDEMi teve sua primeira edição em 2009, na cidade de Porto, Portugal. O evento emergiu a partir da necessidade de se criar um fórum no qual pesquisadores e profissionais das áreas de Design, Engenharia e Gestão pudessem, de forma integrada, debater sobre inovação em produtos e serviços.

Confira a programação completa no site do evento:
http://www.idemi2012.org/
http://www.facebook.com/idemi2012

Fonte: Núcleo de Comunicação do Ceart/Udesc
E-mail: 
Telefone: (48) 3321-8350

Tags: designengenhariagestãoinovaçãoUDESCUFSC

Governo de SC e FAPESC coordenam debates sobre inovação no estado

16/05/2012 17:17

O governo de Santa Catarina promoverá a primeira etapa da Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação às 13h30 desta sexta-feira (18), no Centreventos Renato Archer, localizado no Parque TecAlfa, em Florianópolis.

Logo após a abertura do evento, Lúcia G. V. Dellagnelo, secretária-adjunta de Desenvolvimento Econômico Sustentável, vai apresentar o modelo do sistema catarinense de inovação. Uma hora depois, Evaldo Vilela, secretário-adjunto de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, falará sobre como seu estado trata da inovação. Às 15h15 está previsto que Sergio Gargioni, presidente da FAPESC (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina), explique a metodologia a ser usada pelos grupos de trabalho até o final da tarde, de modo a dinamizar o debate sobre a articulação universidade-sociedade-empresas inovadoras, bem como a legislação e inovação no setor público.

“Somos um Estado bastante industrializado, temos bons exemplos de empresas que investem regularmente em inovação, que são vistas como referência, e não se pode falar em inovação sem falar de indústria”, diz Gargioni. Ele acrescenta que a Fapesc tem muitos programas voltados ao desenvolvimento tecnológico e os mais recentes, à inovação: “Neste sentido, o Secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Paulo Bornhausen, defende maior ênfase na pesquisa e inovação no setor empresarial onde, de fato, a incorporação do conhecimento se realiza na sua plenitude. Inovação é a palavra chave e há uma larga e longa avenida a percorrer”.

A próxima etapa da conferência será em Joinville, entre os dias 11 e 13 de junho, durante a XII Conferência da Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (programação no link
http://www.anpei.org.br/xiiconferencia/home.html). O evento culminará em Criciúma, em data a ser definida.  resultado esperado é a atualização da Política Estadual de CTI e a definição de formas de colocá-la em prática em todas as esferas envolvidas nas atividades de pesquisa e inovação.

Serviço:

Primeira etapa da Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação

Quando: sexta-feira, 18 de maio,  às 13h30

Local: Centreventos Renato Archer, localizado no 6º andar do Edifício Celta. Rodovia SC 401, Km 1, Parque TecAlfa, – Bairro João Paulo, Florianópolis (SC).

 

Por Heloisa Dallanhol, assessora de imprensa da FAPESC.

Tags: FapescinovaçãoUFSC

Alunos da UFSC ganham Prêmio Sinapse de Inovação

10/05/2012 11:40

Gustavo Zomer , formando do Curso de Engenharia de Controle e Automação (9ª Fase) e Marcel Viana, aluno de pós-graduação em Engenharia de Produção da UFSC, ganharam o Prêmio Sinapse de Inovação (www.sinapsedainovacao.com.br), um programa de investimento do governo que premia boas ideias com R$ 50.000,00 para ajudar na criação da empresa. O projeto vencedor de Zomer e Viana (www.morecerto.com.br) é um portal portal de anúncios de imóveis que permite saber o quão bom é morar no endereço.

Contatos com Gustavo Zomer podem ser feitos pelo fone (48)9921-3800.

Tags: inovaçãoPremioSinapseUFSC

II Semana de Direito Autoral discute propriedade intelectual

20/04/2012 10:02

O Departamento de Inovação Tecnológica (DIT/PRPE/UFSC) e o Grupo de Estudos em Direito Autoral e Informação (GEDAI/UFSC), em parceria com o Centro de Tecnologia e Sociedade da Escola de Direito do Rio de Janeiro da Fundação Getulio Vargas (CTS/FGVRio) promovem nos próximos dias 26 e 27 de abril, no andar térreo do Departamento de Informática e Estatística (INE), Centro Tecnológico da UFSC, a II Semana do Direito Autoral, com transmissão pela internet.

No evento estão previstos seminários sobre Propriedade Intelectual e a busca de um equilíbrio desejado na Sociedade Informacional, além de workshops com apresentação das pesquisas que estão sendo realizadas pelos pesquisadores pertencentes ao GEDAI/UFSC e CTS/FGVRio sobre a Produção Cultural e a Socialização do Conhecimento. O evento também tem o apoio do Procultura/Capes/MinC.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no local do evento. Outras informações, além da programação completa, estão disponíveis no site www.direitoautoral.ufsc.br. Contatos pelo fone (48) 3721-9287, www.cpgd.ufsc.br e www.direitoautoral.ufsc.br, Twitter: @Marcos Wachowicz.

Tags: DireitoinovaçãopropriedadeUFSC

Florianópolis promove fórum sobre design e gestão com foco no usuário

05/04/2012 08:16

Aberto até o dia 15 de maio o período de submissão de trabalhos para a segunda edição da Conferência Internacional de Integração do Design,
Engenharia e Gestão para a Inovação – IDEMI-, fórum que será realizado de 21 a 23 de outubro em Florianópolis, no Jurerê Beach Village Hotel, com o objetivo de promover integração e o debate entre pesquisadores e profissionais das áreas de design, engenharia, ergonomia, gestão, arquitetura e moda, com foco na inovação do projeto centrado no usuário. A discussão proposta pretende aperfeiçoar as interações do ser humano com suas atividades e seu meio ambiente.

De acordo com a coordenadora do evento, Albertina Pereira Medeiros, professora do curso de Design da UDESC (Universidade do Estado de Santa Catarina), o IDEMI 2012 é uma oportunidade ímpar – não só a interessados nos temas mencionados – mas também aos profissionais da indústria, comércio e serviços. “O evento vai promover contatos e trocas de experiências com renomados pesquisadores de todo o mundo. Gente com ‘know-how’ diferenciado na comunidade científica, mas que tem, acima de tudo, interesse comum no  projeto centrado no usuário, na condução do processo de inovação”, diz Medeiros.

Albertina conta que a primeira edição, realizada em 2009 na cidade do Porto (Portugal), reuniu aproximadamente 200 pessoas. “Foi um evento bastante enriquecedor e, por isso, vamos dar sequência realizando a segunda edição. O fórum contribui para a compreensão das relações existentes entre várias perspectivas, disciplinas e campos, incluindo design, engenharia, gestão, moda, arquitetura e ergonomia/usabilidade”, afirma a coordenadora, destacando que é importante aproximar a indústria da academia para consolidar a teoria versus prática e também discutir a importância da interdisciplinaridade no processo do desenvolvimento de produto, buscando sempre a inovação.

Se for feita até 15 de agosto, a taxa de inscrição custa entre R$ 250,00 para estudantes, R$ 350,00 para pesquisadores e R$ 450,00 para demais interessados. Os inscritos terão direito a participar de todas as atividades acadêmicas, palestras e programações sociais do evento. As áreas temáticas são Design, Engenharia, Administração, Ergonomia e Usabilidade (Produto/Software);  Arquitetura e Urbanismo;  Moda.

Agenda

Até 15 de maio: Submissão dos artigos

06 de junho: Confirmação de aceite

27 de julho: Submissão do Artigo Final

30 setembro –  Divulgação da Programação

 

 Organização

UDESC (Universidade do Estado de Santa Catarina)

UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina)

Universidade do Porto (Portugal)

 

Cordenadores do Evento (Chairs)

Albertina Pereira Medeiros, Dra. (Professora do Departamento de Design.
UDESC, Brasil);

Antonio Augusto Fternandes, Dr. (Professor da Faculdade de Engenharia, UP.
Portugal);

Eugenio Andrés Díaz Merino, Dr.( Professor do Departmento de Expressão

Visual, UFSC, Brazil);

Marcelo Gitirana Gomes Ferreira, Dr. (Professor do Departamento
Design. UDESC, Brasil);

Renato Natal Jorge, Dr. (Professor da Faculdade de Engenharia, UP.
Portugal).

Equipe de organização

Professora Albertina Pereira Medeiros, Dra. (Udesc)

Professor Anselmo Fábio de Moraes, MsC. (Udesc)

Professor Eugênio Diaz Merino, Dr. (UFSC)

Professora Gisele Merino, MsC. (UFSC)

Professora Icléia Silva, Dra. (Udesc)

Professora Luciana Dornbusch Lopes, MsC (Udesc)

Professora Silene Seibel, Dra. (Udesc)

Patricia Zimath, Dra. (Udesc)

Célia Penteado (Udesc)

Matheus Fidelis (Udesc)

Lucas José Cardoso (UFSC)

Giovanni Piazza, (UFSC)
Contato
www.idemi2012.org

55 48 3321-8380

www.facebook.com/idemi2012
www.twitter.com/idemi2012

Tags: gestãoIdemiinovaçãoUFSC

Congresso Internacional do Conhecimento e Inovação

04/10/2011 18:54

Acontece entre os dias 16 e 18 de novembro o Congresso Internacional do Conhecimento e Inovação (CIKI 2011). O evento, que tem como objetivo promover novas teorias, métodos e técnicas de Gestão do Conhecimento (GC) e Gestão da Inovação (GI), é gratuito e será realizado no bairro Canasvieiras, em Florianópolis.

O CIKI 2011 foi planejado de maneira a estabelecer um debate abrangente sobre os conhecimentos, pesquisas e oportunidades sobre GC e GI para as pequenas e médias empresas, buscando contribuir para a formação de uma cultura inovadora no Brasil por meio do fomento de redes de compartilhamento e disseminação de conhecimentos científicos relacionados aos temas.

Em paralelo ao CIKI 2011 será realizado o VIII Workshop EGC 2011 do Programa. Esse evento agregará valor ao Congresso, pois é anualmente organizado para ser um Fórum de Debates de alto nível intelectual reunindo profissionais, estudantes e pesquisadores da área.

O VIII Workshop EGC 2011 tem como objetivo disseminar e compartilhar os passos trilhados e resultados alcançados pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento (PPGEGC/UFSC) na sua atuação em ensino, pesquisa e desenvolvimento em codificação, gestão e disseminação dos conhecimentos em organizações, públicas e privadas, e na sociedade. Para este ano, destacam-se a apresentação do plano estratégico do Programa, as suas parcerias inovadoras com empresas e instituições como o Sapiens Park e o Encontro Doutoral sobre Conhecimento e Inovação em Pequenas e Médias Empresas.

Mais informações:  (48) 3721 7117  ou www.egc.ufsc.br/ciki.

Tags: Engenharia e Gestão do Conhecimentoinovação

ACATE promove workshop com apoio da UFSC

21/02/2011 08:50

Para iniciar uma série de atividades em razão do ano Brasil-Alemanha de Ciência, Tecnologia e Inovação, será realizado em Florianópolis o workshop “Inovação e Tendências em Sistemas de Conhecimento para o Setor Empresarial”. O evento é uma promoção da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE), com o apoio do Ministério da Educação e Pesquisa da Alemanha (BMBF) e da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), por meio do Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento (EGC). Aberto ao público em geral, o workshop será realizado dia 24 de fevereiro, às 18 horas, no auditório Ático da ACATE.
(mais…)

Tags: Acateinovaçãoworkshop

Capacitação da UFSC estimula empreendedorismo

26/01/2011 17:19

Estão abertas as incrições para o programa de Capacitação em Rede: Competências para o Ciclo de Desenvolvimento de Inovações, também chamado de projeto e-Nova. O programa é voltado a empreendedores e potenciais empreendedores de base tecnológica associados às Rede Catarinense de Entidades de Empreendimentos Tecnológicos (Recepet) e Rede Amazônica de Instituições em prol do Empreendedorismo e Inovação (RAMI).

O projeto busca a disseminação do empreendedorismo inovador e a geração de produtos e processos inovadores com sucesso técnico e mercadológico. Conta com uma equipe de conteudistas, mestres e doutores com grande experiência em Gestão de Projetos de Inovação, tem a educação a distância como modalidade, duração de 10 meses e é gratuito. Para se inscrever é necessário ter o ensino médio.

O conteúdo fornece mecanismos para o desenvolvimento de competências nas capacitações que compõem o programa: Gestão da Inovação, Financiamento da Inovação, Análise da Viabilidade da Inovação e Desenvolvimento da Inovação. As quatro áreas independentes e complementares abordam os principais conhecimentos necessários aos empreendedores no contexto do ciclo. Para cada capacitação o aluno receberá um certificado emitido pela UFSC.

Ao final do programa, os vinte melhores estudantes e suas ideias inovadoras receberão assistência individualizada para desenvolvimento de trabalho prático. O e-Nova prevê também a publicação de livro com os resultados obtidos.

As inscrições estão abertas até o dia 7 de fevereiro e o curso tem início em 14 de fevereiro.

O e-Nova é promovido pelo Departamento de Engenharia do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina (EGC/UFSC) e a Fundação Certi (Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras), tem o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e também da Recepet e da Rami.

Mais informações pelo email ou pelo telefone (48) 3721-7126.

Tags: capacitaçãoCertiEGCinovação

Departamento de Mecânica é um dos vencedores do Prêmio FINEP na Região Sul

22/11/2010 12:53

A FINEP premiou no dia 10 de novembro 16 inovadores do Sul do Brasil, entre empresas, fundações e instituições de ensino e pesquisa. Os vencedores nas seis categorias regionais foram: a Adenam-Associação da Juventude defensora da natureza de Matelandia (PR), em Tecnologia Social; a Techresult Soluções em Tecnologia da Informação (PR), eleita a melhor Pequena Empresa; a Dentscare (SC), na categoria Média Empresa; e o Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade Federal de Santa Catarina (SC), também considerado a melhor Instituição de C&T. A Wirhlpool (SC) – Embraco foi a vencedora em Gestão da Inovação e Fernando Alberto Grazziotin (RS) ganhou o troféu de Inventor Inovador.

Na etapa regional a FINEP premia até o terceiro colocado de cada categoria, mas apenas os primeiros lugares recebem o prêmio em dinheiro e concorrem à etapa nacional do Prêmio, cujo julgamento e premiação, com cerimônia no Palácio do Planalto, acontecem nos dias 28 e 29 de novembro em Brasília (DF). Os vencedores receberão recursos do programa de Subvenção Econômica, que variam de R$ 120 mil a R$ 2 milhões, dependendo da categoria premiada. A verba é para ser usada no desenvolvimento de projetos nas áreas de ciência, tecnologia e inovação. Na etapa nacional, os vencedores também são contemplados com recursos da subvenção.

“O Paraná tem 40 mil indústrias que empregam 700 mil pessoas que ainda não têm afeição com o tema inovação. O que a gente precisa como federação e representantes do segmento empresarial é fazer a multiplicação deste conceito e alavancar a inovação no Brasil”, afirmou o diretor Regional do Senai, João Barreto Lopes. Para Ricardo Jabace, que representou a diretoria da FINEP no evento, a demanda por inovação hoje é extremamente significativa e o Prêmio FINEP exerce o papel relevante de despertar esta filosofia empresarial.  A cerimônia de premiação no Sul aconteceu na Sala de Convenções do CIETEP, no Bairro Jardim Botânico, em Curitiba (PR).

Este ano, o Prêmio recebeu 885 inscrições em todo o Brasil. Em comparação a 2009, a Região Sul registrou um crescimento de 133,33% em número de participantes. Foram 224 inscrições ste ano contra 106 do ano anterior.
Conheça os finalistas do Sul:

Tecnologia Social

ADENAM-ASSOCIAÇÃO DA JUVENTUDE DEFENSORA DA NATUREZA DE MATELANDIA (PR)
O Projeto Água é Vida visa a recuperação das nascentes de água assoreadas ou degradadas, localizadas nas propriedades de pequenos produtores rurais, bem como a recuperação da mata ciliar no entorno da nascente. O Projeto é desenvolvido com o intuito de preservar o meio ambiente e manter o fluxo dos recursos hídricos no seu curso natural, assegurando água de boa qualidade e em quantidade suficiente para o desenvolvimento sustentável do homem do campo. O trabalho é realizado por voluntários da ONG, sem onerar nenhum custo para o agricultor beneficiado. Na execução do Projeto são convidados todos os vizinhos da propriedade, para vir aprender a técnica, ampliando a rede de multiplicadores da tecnologia. Com o projeto, a ADENAM estima que já foram recuperadas mais de 4 mil nascentes com a aplicação e a reaplicação dessa Tecnologia Social.

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU – BRASIL (PR)
O Programa Ñandeva tem como meta fortalecer a identidade cultural da Região Trinacional do Iguassu, com foco no setor artesanal e design, articulando ações para capacitação, transferência de tecnologia e geração de emprego e renda. Objetivos do Programa – Fortalecer a identidade trinacional através da produção artesanal; contribuir para a melhoria da qualidade do artesanato; buscar canais de comercialização dos produtos, gerando emprego e renda para os artesãos; te ransferir tecnologias aplicadas ao artesanato. A área de abrangência do programa está situada ao longo do leito Rio Paraná, numa extensão de aproximadamente 600 km, compartilhados pelos três países. No Brasil, abrange os municípios da Costa Oeste do Paraná, na Argentina, os municípios do estado de Misiones, saindo de Puerto Iguazu até Posadas e, no Paraguai, de Ciudad del Este até Encarnacion, na região compreendida pelos estados de Alto Paraná e Itapúa.
UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS (RS)
A escola foi escolhida por representar um espaço legítimo da comunidade e por simbolizar uma área de potencialização das qualidades individuais e coletivas. Nesse sentido, a Universidade associa-se nas ações socioeducativas que tenham por finalidade estimular o fortalecimento dos laços sociais com a família das crianças e adolescentes. Na modalidade da proteção social básica, como atividade no contraturno escolar, utiliza o espaço da Horta Mãe-da-Terra como uma nova mediação dentro do contexto escolar. As ações desenvolvidas são resultados de reuniões semanais com a equipe técnica. O planejamento é realizado tendo como subsídios temáticos o uso racional da água, resíduos e materiais recicláveis, preparação do solo, semeadura, plantio e colheita de hortigranjeiros e educação alimentar, ou seja, é pensar a interação de saberes com a comunidade e propor caminho para se chegar aos objetivos propostos.

Pequena Empresa

TECHRESULT SOLUÇÕES EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (PR)
”A TechResult presta serviços nas áreas de ITO, BPO, P&D, consultoria e capacitação, provendo soluções integradas ao mercado privado e público, nacional e internacional, através da adoção dos mais modernos conceitos de inovação, tecnologia e processo.”

ENGEMOVI ENGENHARIA DE AUTOMAÇÃO E PROJETOS MECÂNICOS (PR)
Desenvolve diversos produtos nas áreas de Engenharia de Controle e Automação e Projeto Mecânico. A empresa tem forte atuação desde a etapa de especificação, cálculos de engenharia, projeto mecânico 3D até o projeto e desenvolvimento de Hardware e Software, prototipagem, fabricação e integração de novos sistemas. O primeiro projeto da EngeMOVI foi para o desenvolvimento de uma sonda inercial para dutos de óleo e gás, chamada de PIG (Pipeline Inspection Gauge) Inercial.

OFICINA DO SORVETE (PR)
A empresa atua no ramo de sorvetes. Instalou loja própria com o conceito de ”sorveteria show” de modo a aproveitar a vocação turística de Foz do Iguaçu, município onde está instalada, e também tornar-se ponto turístico. Aproveitou-se do alto conceito de qualidade conquistado com os sorvetes produzidos na loja e passou a envasá-los industrialmente de modo a ter uma postura pro-ativa de vendas e atingir outro nicho de mercado.

Média Empresa

DENTSCARE (SC)
A Dentscare é uma empresa de grande expressividade comercial. Sua estratégia de negócios está na pesquisa, desenvolvimento e industrialização de soluções inovadoras e de alto padrão de qualidade em Odontologia. A empresa detém tecnologias importantes nas áreas de clareamento, compósitos, pinos de fibra de vidro, adesivos e cimentos adesivos. Hoje comercializa quase 200 itens e atende clientes de todo o território nacional, América Latina, Leste Europeu e Ásia.

HERBARIUM LABORATORIO BOTANICO (PR)
Indústria farmacêutica dedicada a produção de medicamentos fitoterápicos, de alimentos funcionais e suplementos alimentares e dermocosméticos, com foco na melhoria do bem estar, embasados cientificamente.

DIGITEL S.A. INDÚSTRIA ELETRÔNICA (RS)
A Digitel S.A. Indústria Eletrônica é uma empresa 100% brasileira, com mais de 30 anos de experiência no mercado mundial de telecomunicações, constituindo-se em uma das principais e destacadas fornecedoras de soluções inovadoras em acesso e comunicação de dados para operadoras de telefonia no Brasil e América Latina. Sua operação é composta de um conjunto completo de atividades, englobando: pesquisa e desenvolvimento, industrialização, comercialização e prestação de serviços.

Instituição Científica e Tecnológica

DEPARTAMENTO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA (SC)
Subordinado à Pré-Reitoria de Pesquisa e Extensão da UFSC, o  Departamento de Inovação Tecnológica (DIT) tem como objetivo articular junto à universidade a realização de projetos conjuntos de pesquisa e desenvolvimento de tecnologia, industrialização de produtos ou processos e a transferência de tecnologia inovadora, interna e externamente.
No período de 1999 a 2009 foram realizados 63 pedidos de patente junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), sendo um pedido já concedido; 11 pedidos de patente depositados internacionalmente; 19 pedidos de registros de marca, dos quais 4 já concedidos; 25 registros de programas de computador; e 4 pedidos de registro de desenho industrial no INPI e 13 internacionais.

INSTITUTO DE TECNOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO – LACTEC (PR)
O LACTEC é uma instituição tecnológica com orientação para o mercado e ênfase em resultados e soluções de interesse empresarial. Em 2009, o instituto teve três pedidos de proteção de propriedade industrial (Patente de invenção e Modelo de Utilidade) depositados no Brasil e deve depositar mais sete até o final de 2010. Algumas tecnologias desenvolvidas já estão disponíveis no mercado, como a Tornozeleira para Acompanhamento de Custódia e o Lacre Eletrônico.

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA (SC)
A SOCIESC é uma associação sem fins lucrativos criada em 1959 pelas principais empresas do norte industrializado de Santa Catarina. A instituição tem um longo histórico de serviços de engenharia e consultoria (extensão tecnológica) em apoio à inovação. O quadro de colaboradores e pesquisadores apresenta doutores, pós-doutores, mestres, graduados e técnicos. Hoje, a associação já disponibiliza no mercado produtos desenvolvidos por meio da transferência de tecnologia.

Gestão de Inovação

HERBARIUM LABORATÓRIO ORGÂNICO (PR)
Empresa de médio porte, a Herbarium tem como premissa oferecer produtos e serviços de qualidade na área de saúde para a melhoria da qualidade de vida, objetivando ser referência nesse mercado. Está voltada para a indústria farmacêutica dedicada à produção de medicamentos fitoterápicos, de alimentos funcionais e suplementos alimentares e dermocosméticos, oferecidos no mercado interno e externo.

KARSTEN (SC)
A empresa tem como objetivo oferecer moda atraente para ambientes e o bem estar das pessoas. Para isso, trabalha na linha cama, mesa e banho e oferece ainda a linha de decoração, com acabamentos de alta tecnologia, podendo ser usada em ambientes externos e internos. Ela pretende ser uma referência mundial de qualidade e beleza, oferecendo produtos diferenciados através de uma equipe motivada e comprometida com a excelência da gestão.

WHIRLPOOL/ EMBRACO (SC)
A empresa, reconhecida mundialmente, tem como objetivo oferecer soluções inovadoras em refrigeração, criando produtos com tecnologia de ponta. Com mais de 900 cartas-patentes concedidas no mundo, investe em pesquisa e desenvolvimento. Líder mundial na fabricação de compressores herméticos para a refrigeração, a empresa apresenta como maior diferencial a busca por produtos com maior eficiência energética, baixo nível de ruído e confiabilidade.

Inventor Inovador

FERNANDO ALBERTO GRAZZIOTIN (RS)
Fernando patenteou uma tecnologia que originou o produto Caixa de Limpeza com Refil, que tem como objetivo o tratamento preliminar da água residual originada de pias e equipamentos similares. A partir de um pequeno tanque é feita a retenção e remoção de óleos, gorduras, ceras e outros. O produto visa tornar mais prática e higiênica a limpeza de resíduos nocivos. É oferecido ainda um revestimento removível descartável que diminui a possível aversão dos usuários a aproximar-se do esgoto.

Tags: inovaçãoPremio Finep
  • Página 2 de 2
  • 1
  • 2