Programa de extensão oferece curso online de Relatividade Especial

02/05/2024 10:40

O professor Alexandre Zabot, do Departamento de Engenharias da Mobilidade, da UFSC Joinville, através do Programa de Extensão “Astrofísica para Todos“, promove, a partir desta quinta-feira, 2 de maio, das 14h30 às 16h30, o curso online com aulas ao vivo “Relatividade Especial”. O curso não tem data de término definida e ocorre toda quinta-feira, pelo canal do programa no YouTube.

É necessário realizar inscrições para receber os links das aulas. Para se inscrever, basta preencher as informações neste link. As inscrições têm custo de R$ 50, com possibilidade de isenção da taxa para estudantes, professores, aposentados e pessoas em situação de vulnerabilidade social.

O objetivo é apresentar os principais conceitos da Teoria da Relatividade Especial, com aplicações em Astrofísica. As aulas são oferecidas com abordagem dirigida dos principais resultados experimentais e observacionais, explorando os conceitos pouco intuitivos da Relatividade. Será oferecido um tratamento matemático completo da teoria.

O curso trará informação sobre sobre os conteúdos, mas também preparará os alunos para um curso subsequente de Relatividade Geral. Todo material do curso é voltado para pessoas com conhecimento de Cálculo Vetorial e Mecânica Newtoniana em nível de Graduação. As aulas serão gravadas ao vivo mas depois ficarão disponíveis de modo assíncrono, disponibilizadas no canal do Programa de Extensão Astrofísica para Todos, no YouTube.

Os links para cada aula, com todos os materiais complementares também estarão disponíveis na página  Astrofísica para Todos. As provas serão realizadas no ambiente Moodle à medida que os alunos completarem as etapas do curso. Não há data para começar o curso, as inscrições são em fluxo contínuo durante o período de vigência da atividade.

Os alunos contarão com suporte de dúvidas através do e-mail astrofisica.ufsc@gmail.com, além de poderem fazer perguntas ao vivo, durante as aulas e também pelos comentários do YouTube.

Mais informações pelo site do curso.

Tags: Alexandre ZabotAstrofísica para todosRelatividadeUFSCUFSC JoinvilleUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC Joinville: Meninas na Tecnologia abre inscrições para ensino Fundamental e Médio

08/03/2024 15:18

O projeto Meninas na Tecnologia, do Campus de Joinville da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), recebe inscrições de alunas de ensino fundamental e médio interessadas em programação, robótica e tecnologia. As inscrições devem ser feitas por grupo – cada um deve ter até três alunas e um(a) professor(a) –, até a próxima sexta-feira, 15 de março

As atividades começam em março e contemplam capacitação das equipes em programação e eletrônica (Arduino), visitas à UFSC Joinville e palestras com mulheres que atuam no mercado de tecnologia, entre outras ações. A novidade da edição 2024 é a possibilidade de outras cidades de Santa Catarina participarem do projeto, já que a maior parte das atividades é on-line.

O edital, o formulário de inscrições e mais informações estão disponíveis no site do projeto.

Tags: Meninas na TecnologiaMulheres na CiênciaUFSCUFSC JoinvilleUniversidade Federal de Santa Catarina

Equipe da UFSC Joinville fica em 1° lugar em categoria do 3º Summit Nacional de Robótica

20/12/2023 11:51

Botcem, equipe que é parte de projeto de extensão, venceu na categoria Seguidor de Linha. Foto: Divulgação/Botcem

A equipe de robótica Botcem, do Campos de Joinville da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), ganhou, em novembro, a categoria Seguidor de Linha, do 3º Summit Nacional de Robótica, maior evento de robótica realizado em Santa Catarina. Essa edição contou com mais de 300 participantes, vindos de todo o Brasil e do México, que competiram em diferentes modalidades: desde desafios de robôs autônomos até batalhas entre eles.

A categoria de Seguidor de linha, vencida pela equipe de Joinville, é uma prova de corrida individual onde um robô, obrigatoriamente autônomo, precisa atravessar um percurso seguindo uma linha no chão. Ganha o robô que terminar o percurso em menor tempo.

A equipe Botcem, que faz parte de um projeto de extensão, é formado por 34 alunos dos cursos de Engenharia Mecatrônica, Bacharelado em Ciência e Tecnologia, Engenharia Automotiva, Engenharia Naval, Engenharia Ferroviária e Engenharia Aeroespacial.

Segundo os organizadores do evento, o Centro Universitário Católica SC, as categorias que envolveram combate entre dois robôs obrigatoriamente ocorreram em arenas completamente fechadas. A estrutura contou com paredes em policarbonato translúcido, não permitindo que partes dos robôs ou outros objetos saíssem para a parte externa das arenas. No entanto, as paredes permitiam uma visão clara para os pilotos, juízes e público presente ao evento. A iniciativa conta com parceria da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) e apoio de empresas da região, como WEG e Becomex.

Categorias da competição: 
(mais…)

Tags: PrêmiorobóticaSummit Nacional de RobóticaUFSCUFSC JoinvilleUFSC Universidade Federal de Santa Catarina

UFSC Joinville realiza sétima edição da Maratona de Cálculo com participação de 85 duplas

28/11/2023 15:06

As etapas finais da VII Maratona de Cálculo da UFSC Joinville foram realizadas na última quinta-feira, 23 de novembro. O pódio foi formado por estudantes de Engenharia Aeroespacial da UFSC: a grande dupla vencedora foi formada pelos alunos João Guilherme e Enzo Negri Cogo , que disputaram a grande final com Vanessa Vilela Tavares e Vinícius Soares de Souza. Para completar o pódio, Eduardo Fetter e Guilherme Pick Costa obtiveram a terceira colocação. Em quarto lugar, Felipe Schneider e Luiz Gustavo Girardi, do Colégio Bom Jesus.

Mata-mata definiu resultados da VII Maratona de Cálculo da UFSC. Foto: Comunicação UFSC Joinville

A competição é realizada anualmente e tem como objetivo avaliar o conhecimento dos participantes em conteúdos relacionados exclusivamente com o cálculo de derivadas e estimular o estudo desta disciplina. Nesta edição, a novidade foi a participação de equipes da UDESC e de uma escola de ensino médio da cidade, Colégio Bom Jesus, que possui um projeto de extensão de ensino de cálculo. O professor responsável por este projeto do colégio, Jairton Passos Rachadel, celebrou a integração entre as instituições de nível médio e superior. O evento contou com a participação de 71 duplas da UFSC, seis da UDESC e oito do Colégio Bom Jesus, concorrentes ao longo de duas fases de muito cálculo.

As inscrições foram por duplas e a competição ocorreu feita em duas etapas: a primeira fase foi seletiva e consistiu em resolver 10 questões de cálculo de derivadas. Nesta etapa, foram selecionadas as oito melhores duplas. Na segunda etapa, as duplas selecionadas competiram em fase eliminatória de mata-mata (quartas de final, semifinal e final).

Mais informações na página do evento.

 

Tags: cálculoderivadasMaratona de CálculoUFSCUFSC JoinvilleUniversidade Federal de Santa Catarina

Egressa da UFSC Joinville recebe prêmio de melhor TCC na área de geotécnica

27/11/2023 08:03

Rafaela durante apresentação no evento Geosul. (Foto: Arquivo Pessoal)

A egressa do curso de Engenharia Civil de Infraestrutura da Universidade Federal de Santa Catarina de Joinville, Rafaela Tainá Scariot recebeu o prêmio de melhor Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) na área de geotécnica durante o XIII Simpósio de Prática de Engenharia Geotécnica da Região Sul (GEOSUL). O evento aconteceu entre 22 e 25 de novembro em Ponta Grossa, Paraná. A premiação foi na quinta-feira, 23 de novembro.

O evento é promovido pela Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica (ABMS) e retomou o modelo presencial do simpósio que ocorre a cada dois anos. O Prêmio Samuel Chamecki, entregue durante o evento, é destinado a determinar o melhor trabalho de alunos de graduação realizado em instituição brasileira, especificamente em Santa Catarina e Paraná entre 2021 e 2022, sobre qualquer um dos temas enunciados entre os objetivos da Associação.

O TCC de Rafaela, “Avaliação de recalques em solos finos com o uso dos ensaios CPTU e de adensamento: método de recalques de Janbu“, foi desenvolvido com pesquisa utilizando um ensaio de campo, eliminando a necessidade do tempo e investimento necessário para ensaios de adensamento em laboratório. O trabalho foi inscrito por sua orientadora, professora Helena Paula Nierwinski, e concorreu com outros trabalhos de universidades do sul do Brasil.

Tags: Engenharia Civil de InfraestruturaUFSCUFSC JoinvilleUniversidade Federal de Santa Catarina

Estudante da UFSC Joinville ganha prêmio no ITA por trabalho sobre biodiesel

20/10/2023 10:07

Estudante teve o melhor trabalho de graduação do evento

A estudante do curso de Engenharia Ferroviária e Metroviária da UFSC Joinville Júlia de Rezende Mattos foi premiada pelo melhor trabalho apresentado como pôster no Encontro de Física do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), que ocorreu no início do mês, em São José dos Campos. O trabalho Os efeitos da geometria do reator e do uso de cosolventes na síntese de biodiesel por rota catalítica assistida por plasma foi orientado pelos professores Diego Duarte e Rafael Catapan e faz parte do projeto Intensificação do processo de produção de biodiesel a partir de rota catalítica assistida por plasma.

Júlia e outros dois colegas do campus de Joinville representaram a universidade no evento, realizado em uma das instituições mais reconhecidas do país. “Foram dias de muito aprendizado e inspiração. Foi uma honra poder conversar com especialistas da área, discutir nossos projetos e também aprender e trocar experiências com alunos de outras universidades”, comenta a estudante, que é orientada pelos professores Diego e Rafael e também pela pós-doutoranda Maíra Oliveira Palm.

A pesquisa trata do biodiesel, que é comumente produzido por um processo chamado transesterificação, quando o óleo reage com o metanol, gerando o produto e a glicerina. Os reatores de plasma utilizam campos elétricos para acelerar reações, criando mais substâncias ativas e melhorando a eficiência em temperatura ambiente. “Eles estão ganhando atenção na síntese de combustíveis devido à sua capacidade de induzir a emulsão, melhorando o movimento dos reagentes e a transferência de massa”, explica.

No trabalho premiado, a estudante justifica que diversas abordagens são empregadas para lidar com o problema de óleo e metanol não se misturarem bem, incluindo métodos como agitação, ajuste de temperatura e o uso de co-solventes. Por isso, ela investigou o uso de acetona como co-solvente e diferentes designs de reatores de plasma para aprimorar a mistura de reagentes e facilitar a produção de biodiesel.

O estudo destaca um outro aspecto desta nova tecnologia: a possibilidade de utilização de óleos residuais como matéria-prima para biodiesel. O processo que está sendo estudado na UFSC proporciona uma abordagem mais econômica, além de favorecer a eliminação de resíduos que muitas vezes são inadequadamente descartados, causando impactos prejudiciais ao ecossistema local.  “Isto demonstra como a inovação tecnológica não só melhora a indústria e seus processos, mas também pode ter um impacto positivo significativo na sustentabilidade e na saúde dos ecossistemas”, detalha o resumo apresentado nos anais do evento.

Tags: BiodieselestudanteITAPrêmioreatorreator por plasmaUFSC Joinville

‘Meninas na Tecnologia’ disputam final de competição nesta terça, em Joinville

16/10/2023 07:41

Dez escolas – cinco de Ensino Fundamental e cinco de Ensino Médio – irão disputar a grande final do projeto Meninas na Tecnologia, da UFSC Joinville, nesta terça-feira. A missão das equipes será apresentar um Pitch de um modelo de negócios para veículos autônomos. A final será disputada no Ágora Tech Park, às 19h.

O objetivo do projeto, que está na terceira edição, é apresentar e discutir o uso da tecnologia para alunas e professoras de escolas da cidade de Joinville, para incentivá-las nas áreas de Ciência e Tecnologia. A edição deste ano começou em abril de 2023, com 105 equipes participantes, sendo formadas por três alunas e uma orientadora. Nas suas diferentes fases até agora, as meninas estudaram temas como lógica, programação e robótica educacional e participaram de oficinas de tecnologia e resolução para um desafio tecnológico e de empreendedorismo.

O projeto Meninas na Tecnologia surgiu para impulsionar o desenvolvimento de ambientes de tecnologia nas escolas públicas e disseminar o aprendizado de programação e robótica entre estudantes do gênero feminino das fases finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio. Seu início ocorreu em 2021, com atendimento a cinco escolas devido às restrições da pandemia. Os bons resultados impulsionaram o projeto em 2022, quando participaram 340 alunas e professoras de 28 escolas públicas de Joinville.

O projeto, reconhecido em premiações e pela Câmara de Vereadores da cidade, ofereceu 72 horas de capacitação em lógica, programação e robótica educacional. As estudantes também participaram de palestras, visitas aos laboratórios da UFSC, do Ágora Tech Park. A coordenação é feita pelos professores da UFSC Carlos Maurício Sacchelli e Tatiana Renata Garcia.

As finalistas

Ensino fundamental

E. M. Professor Avelino Marcante
E. M. Professora Laura Andrade
E. M. Dom Jaime de Barros Câmara
E. M.l Professora Laura Andrade
E. M. Padre Valente Simioni

Ensino Médio

Escola de Educação Básica Marli Maria de Souza
Colégio Católica Machado de Assis*
Colégio Católica Machado de Assis
CEDUP
Escola de Educação Básica Marli Maria de Souza

*Duas equipes da mesma escola

Tags: competiçãoFinal do Meninas na TecnologiaMeninas na TecnologiaUFSC Joinville

UFSC Joinville leva título e segundo lugar no ‘Desafio de Pontes’

11/10/2023 08:46

Infratec participou com duas equipes

A equipe Infratec, da UFSC Joinvile,  conquistou o 1° e 2° lugar no Desafio de Pontes, realizado todos os anos pela Universidade do Estado de Santa Catarina para avaliar a construção de pontes de palitos de picolé e cola transparente com a capacidade de aguentar o maior peso possível. A equipe que alcançou o primeiro lugar rompeu a ponte com 220kg e a do segundo lugar com 160kg. A avaliação levou em conta, ainda, critérios como estética, capacidade portante, estimativa de carga e memorial de análise. O evento ocorreu no último sábado, em Joinville.

A professora responsável Valéria Bennack conta que a Infratec elabora e executa projetos de protótipos das mais diversas áreas da infraestrutura, como pontes treliçadas, estruturas de terra armada e concreto armado. Na competição, participaram duas equipes do setor de estruturas, com seis pessoas em cada equipe, compostas por alunos da segunda até a nona fase da graduação em Engenharia Civil de Infraestrutura

“O objetivo da competição é colocar em prática os conceitos de engenharia, aplicando conteúdos estudados nas disciplinas de estruturas da grade da engenharia civil, na montagem da ponte de palitos de picolé. A preparação das equipes da UFSC acontece no decorrer do ano, seja no estudo do projeto, seja na prática de montagem”, conta. A preparação se intensifica no mês anterior à competição, quando os estudantes passam a ter o desafio de montar e romper no mínimo uma ponte por semana.

Equipes vencedoras

A professora reforça que esses momentos são importantes para os estudantes aperfeiçoarem suas habilidades. Segundo ela, a organização, o trabalho em equipe, as metas a serem alcançadas, o conhecimento aplicado e o planejamento são constantemente trabalhados para se atingir o objetivo. “A competição agrega valor a todos os integrantes”, destaca. Além disso, com a premiação em dinheiro é possível realizar atualização de materiais e ferramentas utilizadas para continuidade dos trabalhos da equipe toda.

Valéria também explica que o projeto escolhido para elaboração da ponte tem característica de suporte a maiores cargas com menor peso próprio da estrutura, denominada treliça Pratt. Para executar o projeto é possível realizar análises por softwares para analisar o comportamento estrutural. “Assim, os tamanhos e formatos dos palitos são distribuídos de acordo com a demanda dos esforços da ponte em camadas sucessivas. São executados dois perfis simultâneos e realizada a junção destes posteriormente”.

Tags: Desafio de PontesEngenharia Civil de InfraestruturaUFSC Joinville

Dez escolas disputam final do projeto Meninas na Tecnologia, em Joinville

04/10/2023 09:57

Dez escolas – cinco de Ensino Fundamental e cinco de Ensino Médio – são as finalistas do projeto Meninas na Tecnologia, da UFSC Joinville. O objetivo é apresentar e discutir o uso da tecnologia para alunas e professoras de escolas da cidade de Joinville, para incentivá-las nas áreas de Ciência e Tecnologia. A final será disputada no Ágora Tech Park, às 19h, no dia 17 de outubro.

O projeto teve início em abril de 2023, com 105 equipes participantes, sendo formadas por três alunas e uma orientadora. Após várias etapas classificatórias, as finalistas foram selecionadas. A missão agora será apresentar um Pitch de um modelo de negócios para veículos autônomos.

Nas suas diferentes fases até agora, as estudantes participantes puderam conhecer temas como lógica, programação e robótica educacional,  participar de oficinas de tecnologia e resolução para um desafio tecnológico e também de empreendedorismo.

O projeto Meninas na Tecnologia surgiu para impulsionar o desenvolvimento de ambientes de tecnologia nas escolas públicas e disseminar o aprendizado de programação e robótica entre estudantes do gênero feminino das fases finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio. Seu início ocorreu em 2021, com atendimento a cinco escolas devido às restrições da pandemia. Os bons resultados impulsionaram o projeto em 2022, quando participaram 340 alunas e professoras de 28 escolas públicas de Joinville.

O projeto, reconhecido em premiações e pela Câmara de Vereadores da cidade, ofereceu 72 horas de capacitação em lógica, programação e robótica educacional. As estudantes também participaram de palestras, visitas aos laboratórios da UFSC, do Ágora Tech Park. A coordenação é feita pelos professores da UFSC Carlos Maurício Sacchelli e Tatiana Renata Garcia.

As finalistas

Ensino fundamental

E. M. Professor Avelino Marcante
E. M. Professora Laura Andrade
E. M. Dom Jaime de Barros Câmara
E. M.l Professora Laura Andrade
E. M. Padre Valente Simioni

Ensino Médio

Escola de Educação Básica Marli Maria de Souza
Colégio Católica Machado de Assis*
Colégio Católica Machado de Assis
CEDUP
Escola de Educação Básica Marli Maria de Souza

*Duas equipes da mesma escola

Tags: Final do Meninas na TecnologiaMeninas na TecnologiaUFSC Joinville

UFSC Joinville fica em segundo lugar em desafio inédito com robôs, drones e IA

19/09/2023 08:07

UFSC foi campeã no desafio com robôs (Fotos: Divulgação ABII)

Provas com drones, robôs móveis autônomos e inteligência artificial. Uma oportunidade para revelar o talento e a preparação dos estudantes para encarar cada uma das provas e para promover a aproximação da universidade com o setor produtivo. Estas foram as marcas do fim de semana que consagrou uma equipe da UFSC Joinville como vice-campeã de um desafio inédito que reuniu empresas e universidades em disputa de tecnologia em Joinville, no último sábado. A competição -intitulada ABII Challenge – foi organizada pela Associação Brasileira de Internet Industrial.

O professor Modesto Hurtado Ferrer, que liderou a equipe da UFSC, conta que, nos últimos três meses, os estudantes se prepararam, interagiram com os profissionais das empresas que apadrinharam o time e, finalmente, chegaram ao resultado. “No começo, não sabíamos como se daria essa parceria, pois era algo novo para todos, mas, no decorrer do tempo o time foi ganhando visão do propósito a ser alcançado e de forma muito orgânica as coisas foram ganhando forma”, ressalta o professor.

O UTM Team, como a equipe foi chamada, é formado por estudantes de engenharia da UFSC de Joinville e por profissionais das empresas Macnica DHW e TERMICA Solutions. O maior destaque do grupo ocorreu nas provas de Drone e de Robôs Móveis Autônomos. Para o estudante Valdomiro Botelho Junior, a competição foi uma grande oportunidade de aprendizado e de troca de experiência com os profissionais que já atuam no mercado e uma forma diferente de colocar a teoria em prática.

As provas

Drones autônomos

A primeira prova do ABII Challenge foi com os drones e envolvia programa-los para cumprirem uma missão de voo. Todos os times tinham o mesmo modelo de drone, que foi comprado pela ABII e doado para as universidades desenvolverem projetos. Foram adquiridos drones pequenos para atender as regras de segurança do espaço, com pessoas assistindo.

Os drone não eram pilotados, mas realizaram a prova de forma autônoma, lendo códigos que davam instruções sobre o que fazer no percurso. Todos os times tiveram pontuação. O UTM Team ficou com a vitória e o time Minerva, da Universidade de São Paulo, ficou com a segunda melhor pontuação. As equipes não conseguiram completar o circuito, que incluía aterrissar num robô em movimento no menor tempo.

Robôs móveis

A segunda prova foi a de robôs móveis autônomos. O grande desafio dos times foi programar os robôs, que foram emprestados pelas empresas Pollux Part of Accenture, Omron e Selettra Automação e Robótica, e fazer a prova com vários robôs juntos na arena. Os times receberam um mapa antes da prova. Era necessário que os robôs passassem por portais antes de cumprir o trajeto e só no dia as equipes puderam fazer o reconhecimento final do circuito.

O objetivo era completar o percurso no menor tempo possível, somando as cinco largadas. Segundo o professor Modesto, que conduziu a equipe da UFSC ao primeiro lugar na prova, foi um dos desafios em que o público mais vibrou. “Havia muitas famílias com crianças acompanhando a prova”, lembra.

Inteligência artificial

A última e decisiva prova do dia foi a de inteligência artificial. O desafio era criar uma inteligência para jogar o jogo de War, um tradicional jogo de tabuleiro criado em 1972, que envolve muita estratégia. As decisões eram tomadas pela inteligência artificial. Cada time sabia o seu objetivo, mas não sabia o objetivo dos concorrentes. Apenas o público teve acesso a todos os objetivos para conseguir entender o que estava acontecendo.

O jogo foi exibido num telão e foram duas horas emocionantes de partida. O jogo foi encerrado por tempo, após duas horas, e venceu o time com o maior número de territórios. Com a melhor pontuação na prova de IA, o time Minerva garantiu os pontos que precisava para a vitória do geral do ABII Challenge.

A competição

O objetivo da competição, conforme o presidente da ABII, José Rizzo Hahn Filho, foi mostrar que no Brasil há profissionais capazes, empresas de ponta e universidades com pesquisadores, professores e estudantes mobilizados pela tecnologia. “O evento foi um sucesso em termos de público, organização e participação dos times. Escolhemos tecnologias cruciais para o desenvolvimento da indústria do país. Precisamos de pessoas cada vez mais capazes para implementar projetos que envolvam drones, AMRs e inteligência artificial”, ressalta Rizzo.

“Queremos que este evento seja realizado anualmente e mobilize cada vez mais empresas e universidades do Brasil. O ABII Challenge é inovador sob vários aspectos e reforça a missão da ABII, de fortalecer e acelerar a indústria 4.0 e a internet industrial das coisas (IIoT) no Brasil. Uma das formas de fazer isso é justamente promovendo e fomentando o trabalho colaborativo de empresas e universidades na solução de desafios tecnológicos”, destaca Rizzo.

Resultado geral do ABII Challenge

1º – Time Minerva

(USP, Embraer, Dexco, Marelo e Omron)

2º – UTM Team

(UFSC, Macnica DHW, e TERMICA Solutions)

3º – Time Donatello

(UniSenai, I3C e Festo)

4º – Time PUCPR de Robótica Móvel

(PUCPR, Selettra Automação e Robótica e Pepperl+Fuchs)

5º – Time Synth

(Udesc, Pollux Part of Accenture, TOTVS e SMC)

Galeria de fotos

 

Tags: ABII ChallengeAssociação Brasileira de Internet Industrialdronesinteligência artificialrobôsrobóticaUFSC Joinville

UFSC Joinville sedia Feira de Cursos nesta quinta-feira

13/09/2023 14:40

O Campus de Joinville da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) realiza sua Feira de Cursos nesta quinta-feira, 14 de setembro, das 8h30 às 17h. Estudantes do Ensino Médio terão a chance de conhecer a infraestrutura e as informações dos oito cursos do campus. Também estarão disponíveis outros estandes, com informações sobre o Vestibular Unificado UFSC/IFSC/IFC, intercâmbios, assistência estudantil, cotas e ações afirmativas.

Cerca de 1.200 pessoas, a maioria estudantes de 21 escolas da região, fizeram inscrições antecipadas e terão preferência para participar das visitas guiadas no campus e palestras. Mesmo quem não se inscreveu, contudo, poderá participar, de acordo com a capacidade disponível. A programação do evento também inclui orientação vocacional, visita aberta a um planetário, voo de aeromodelo e lançamento de foguetes. A programação completa pode ser conferida em feiradecursos.joinville.ufsc.br/programacao.

UFSC Joinville

Inaugurado em 2009, o Campus de Joinville desenvolve atividades destinadas à formação de pessoas de alta competência técnica e gerencial, com foco no desenvolvimento de sistemas no campo automotivo, metroviário, ferroviário, marítimo, fluvial, aéreo e espacial. Além disso, a formação foca no estudo de cenários e projetos para resolver problemas de infraestrutura, operação e manutenção de sistemas de transporte.

Oferece as graduações em Engenharia Aeroespacial, Engenharia Automotiva, Engenharia Civil de Infraestrutura, Engenharia de Transportes e Logística, Engenharia Ferroviária e Metroviária, Engenharia Mecatrônica, Engenharia Naval e o bacharelado em Ciência e Tecnologia. No âmbito da pós-graduação, o campus possui dois mestrados: em Engenharia e Ciências Mecânicas e em Engenharia de Sistemas Eletrônicos.

Atividades em outros campi

A 1ª Feira de Cursos da UFSC foi realizada em agosto nos campi de Florianópolis, Araranguá e Curitibanos. No Campus de Blumenau, o evento ocorre de 26 a 29 de setembro. A programação está disponível em blumenau.ufsc.br/ufsc-blumenau-de-portas-abertas.

Tags: Feira de CursosUFSCUFSC JoinvilleUniversidade Federal de Santa Catarina

Curso gratuito de planilhas Google é oferecido pelo Programa de Educação e Cultura Científica

12/09/2023 14:12

O Programa de Educação e Cultura Científica (Cienvolva) da UFSC Joinville está com inscrições abertas, até 15 de setembro, para o curso gratuito de planilhas Google para microempreendedores individuais, donos ou gestores de micro ou pequenos negócios, trabalhadores de áreas de gestão ou gerenciamento de negócios ou processos e pessoas em busca de trabalho em gestão, gerenciamento de negócios ou processos e atuações correlatas. 

As inscrições podem ser realizadas aqui. Acesse o conteúdo completo e a agenda do curso.

O curso de qualificação profissional visa proporcionar a trabalhadores, em seus serviços e negócios, ferramentas para o aprimoramento de suas gestões através da construção de sistemas integrados de planilhas personalizadas a seus próprios interesses e particularidades, com versatilidade e domínio sobre seu funcionamento.

Do início ao fim do curso, os participantes aplicarão as ferramentas abordadas em cada aula diretamente a seus negócios, contextos ou interesses individuais. O curso é online, com gravação das aulas disponibilizadas aos inscritos.

Mais informações na página do Cienvolva.

 

 

Tags: CienvolvaPlanilhaPlanilhas GooglePrograma de Educação e Cultura CientíficaUFSCUFSC JoinvilleUniversidade Federal de Santa Catarina

Câmara de Vereadores de Joinville aprova moção parabenizando projeto da UFSC

28/07/2023 10:26

O projeto Meninas na Tecnologia, realizado pelo Espaço de Ciência e Tecnologia da UFSC Joinville, recebeu mais um reconhecimento público – dessa vez da Câmara de Vereadores da cidade. A partir de uma solicitação da vereadora Tania Larson, os parlamentares aprovaram, por 16 votos favoráveis e nenhum contrário, uma moção parabenizando o projeto pela conquista do prêmio Joinville Faz Bem Terceira Edição, categoria Inovação, promovida pela NSC TV.

A notícia do prêmio, que ocorreu por votação popular, foi divulgada em maio. O texto aprovado pela Câmara considera a importância que o projeto possui para Joinville e o Estado de Santa Catarina e o seu objetivo de “empoderar e incentivar meninas da rede de ensino pública a ingressar nas áreas de ciência e tecnologia”. Além disso, destaca que a iniciativa, além de impulsionar a presença feminina no ambiente tecnológico, desenvolve a autoconfiança e a autoestima de adolescentes rompendo com tabus sociais colocando a mulher no local onde ela quer estar.

Este ano, o projeto segue com atividades, agora trabalhando com alunas do Ensino Fundamental e Médio. O objetivo é trabalhar preferencialmente com alunas da 7ª, 8ª e 9ª série do Ensino Fundamental e 1º, 2º e 3º ano do Ensino Médio (em categorias diferentes).

Meninas na Tecnologia surgiu com o objetivo impulsionar o desenvolvimento de ambientes de tecnologia nas escolas públicas e disseminar o aprendizado de programação e robótica entre estudantes do gênero feminino das fases finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio. Seu início ocorreu em 2021, com atendimento a cinco escolas devido às restrições da pandemia. Os bons resultados impulsionaram o projeto em 2022, quando participaram 340 alunas e professoras de 28 escolas públicas de Joinville.

O projeto ofereceu 72 horas de capacitação em lógica, programação e robótica educacional. As estudantes também participaram de palestras, visitas aos laboratórios da UFSC, do Ágora Tech Park. As equipes que ficaram nas primeiras colocações visitaram a Fundição Tupy S.A, que deu apoio ao projeto, bem como o Rotary Club Joinville e o Rotary Cidade das Flores. A coordenação do Meninas na Tecnologia é feita pelos professores da UFSC Carlos Maurício Sacchelli e Tatiana Renata Garcia.

Tags: Câmara de Vereadores de JoinvilleEspaço de Ciência e TecnologiaMeninas na TecnologiaUFSC Joinville

Estudantes de escola municipal visitam UFSC Joinville e desenvolvem projeto de inovação

28/06/2023 13:47

Estudantes da Escola Municipal Padre Valente Simioni estiveram na UFSC Joinville visitando o Laboratório de Mecânica dos Solos, coordenado pelo professor Marcelo Heidemann, para aprender sobre comportamento de rejeitos de mineração, aproveitamento de areias de fundição e comportamento de solos residuais.

Os estudantes Bryan Guilherme Tavares, Gabriel Custódio Jorge, João Vitor dos Santos Chaves, Vinicius De Lima Pereira, Vinícius Gabriel Zanotto e Vinicius João Zimmermann, sob coordenação da professora Gilmara dos Santos, compõem a equipe Robot Makers, que participou do 3º Campeonato Joinvilense de Robótica, que ocorreu no dia 17 de junho, no Centreventos Cau Hansen, com o tema Ideias sustentáveis para implantação em empresas da região de Joinville.

No campeonato, as equipes foram separadas em quatro categorias: Robótica Lego, Seguidor de Linha, ArtBot e Projeto de Robótica Educacional. Na categoria Robótica Lego, da qual a equipe Robot Makers participou, há quatro subcategorias: Desafio do Robô (solucionar missões contidas no tapete do campeonato); Design do Robô (identificar estratégia de missão, criar um robô e uma programação alinhados com sua estratégia); Projeto de Inovação (identificar e pesquisar um problema, desenvolver uma solução e criar um protótipo);  e Trabalho em Equipe (avaliação de entrosamento, cooperação, diversão e outros critérios).

Vencedora da subcategoria Desafio do Robô, a Robot Makers também apresentou um trabalho, na subcategoria Projeto de Inovação, que utiliza a areia de descarte de fundição para criação de blocos que serão utilizados para delimitação das hortas e espaços comunitários. O interesse pelo tema e a ideia de desenvolvimento do projeto surgiu após a visita dos alunos à UFSC Joinville, por meio do Projeto Meninas na Tecnologia, em parceria com o Projeto UFSC Joinville de Portas Abertas, no qual puderam conhecer vários laboratórios da Universidade.

Tags: Laboratório de Mecãnica dos SolosUFSCUFSC Joinville

Maioria das pessoas vai de ônibus e de carro para os campi da UFSC, aponta pesquisa

30/05/2023 17:11

O transporte coletivo é o meio de locomoção mais utilizado pela comunidade universitária do campus da UFSC em Florianópolis, opção de 42,34% dos respondentes de uma pesquisa realizada pelo Departamento de Projetos em Engenharia e Arquitetura (Dpae) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2022. Nos campi de Araranguá, Blumenau, Curitibanos e Joinville a preferência é o carro particular.

Outros modais, como deslocar-se a pé, de bicicleta, motocicleta, vans ou carros de aplicativo também estão representados. Araranguá tem a maior comunidade com o transporte ativo, ou seja, não motorizado – 41% dos entrevistados vai a pé ou de bicicleta, enquanto que 42% usa o carro particular. Os números estão disponíveis no Observatório UFSC e refletem a mobilidade urbana de Araranguá, Blumenau, Curitibanos, Florianópolis e Joinville e sua relação com a comunidade da UFSC.

(mais…)

Tags: Coplandeslocamento comunidade ufscDPAEmobilidade urbanaObservatório UFSCPUUFSCUFSC AraranguáUFSC BlumenauUFSC CuritibanosUFSC JoinvilleUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC Joinville tem semana cultural a partir de segunda-feira

25/05/2023 07:56

O campus da UFSC em Joinville terá, a partir de segunda-feira, 29 de maio, até o dia 2 de junho, uma Semana Cultural com eventos ocorrendo todos os dias, no período da manhã e da tarde. Aulas de Ioga, oficinas de Flamenco e Dança do Ventre, além de percurso cultural pelas ruas da cidade integram a programação, que pode ser acessada aqui.

O evento também é voltado para a comunidade externa, que pode participar das atividades. O número de vagas para as atividades é limitado, e é necessário preencher os formulários de interesse para participar. As atividades terão emissão de certificado para aqueles que se inscreverem, com exceção da Mostra Origami e da Canja Musical, que são de participação livre.

Tags: campus joinvilleSemana CulturalUFSC Joinville

‘Meninas na Tecnologia’, projeto de inovação da UFSC, vence prêmio por votação popular

05/05/2023 10:42

O Projeto Meninas na Tecnologia, do Campus de Joinville da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), venceu a terceira edição do Prêmio Joinville Faz Bem, na categoria Inovação. O resultado foi anunciado na terça-feira, 3 de maio, pela NSC TV. O prêmio foi concedido após votação popular. O Meninas na Tecnologia recebeu 183.663 votos, vencendo a categoria com 50,34% das indicações. O projeto tem como objetivo impulsionar o desenvolvimento de ambientes de tecnologia nas escolas públicas e disseminar o aprendizado de programação e robótica entre estudantes do gênero feminino das fases finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio.

Meninas na Tecnologia teve início em 2021, com atendimento a cinco escolas devido às restrições da pandemia. Os bons resultados impulsionaram o projeto em 2022, quando participaram 340 alunas e professoras de 28 escolas públicas de Joinville. Todas foram beneficiadas com 72 horas de capacitação em lógica, programação e robótica educacional, além de participarem de palestras, visitas aos laboratórios da UFSC, do Ágora Tech Park. As equipes que ficaram nas primeiras colocações visitaram a Fundição Tupy S.A, que deu apoio ao projeto, bem como o Rotary Club Joinville e o Rotary Cidade das Flores. A coordenação do Meninas na Tecnologia é feita pelos professores da UFSC Carlos Maurício Sacchelli e Tatiana Renata Garcia.

Dispositivo que mede umidade do solo fez parte do projeto na Escola Municipal Doutor Sadalla Amin Ghanem. Fotos: Divulgação/UFSC

Ao Prêmio Joiville Faz Bem premiou iniciativas em oito categoria temática de educação, meio ambiente, cultura, inovação, esporte, projeto social e joinvillense do ano. A escolha dos vencedores aconteceu por meio de votação popular que bateu o recorde de 2.517.044 participantes: 1 milhão de votos a mais do que na última edição do prêmio. Foram quatro etapas até a fase eliminatória, em que as participantes, em grupos, precisaram resolver um desafio tecnológico inédito, que abordou o monitoramento de condições climáticas de Joinville. Ao final, cada equipe apresentou um protótipo físico com uma apresentação de plano de negócios e os melhores projetos foram premiados.

Tags: Meninas na TecnologiapremiaçãoPrêmio JoinvilleUFSCUFSC JoinvilleUniversidade Federal de Santa Catarina

Mestrado em Engenharia de Sistemas Eletrônicos da UFSC Joinville está com inscrições abertas

04/05/2023 14:46

O Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas Eletrônicos (PPGESE) do Campus de Joinville da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) está com inscrições abertas, até 14 de maio, para o processo de seleção para o mestrado.

São disponibilizadas 15 vagas, distribuídas em quatro linhas de pesquisa: Controle e Modelagem de Sistemas; Inteligência Artificial Aplicada; Sistemas Embarcados; e Sistemas Eletrônicos de Potência. São asseguradas até quatro vagas para candidatos negros, pretos e pardos ou pertencentes a comunidades indígenas ou quilombolas, e até duas vagas para candidatos com deficiência. 

O curso é gratuito, e suas disciplinas são organizadas em regime trimestral. O início das aulas está agendado para 5 de junho de 2023. O edital e o formulário de inscrição estão disponíveis em ppgese.joinville.ufsc.br.

Tags: PPGESEPrograma de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas EletrônicosUFSCUFSC JoinvilleUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC Joinville terá vacinação contra Covid-19 nos dias 15 e 16 de março

13/03/2023 08:40

Alunos e servidores docentes e técnico-administrativos da UFSC Joinville poderão tomar a vacina contra a Covid-19 no próprio campus nesta quarta e quinta-feira, 15 e 16 de março. A vacina aplicada será a monovalente, destinada a pessoas que ainda não possuem o ciclo vacinal completo – as doses iniciais e reforços.

A vacinação será realizada das 10h às 14h, na sala U175, no Ambulatório. Para participar, é necessário apresentar um documento de identificação com foto e carteira de vacinação. A ação é uma parceria da UFSC Joinville com a Secretaria Municipal de Saúde. O Departamento de Atenção à Saúde reitera a importância da atualização do esquema vacinal no sistema da UFSC – via site https://setic.ufsc.br/vacina/ – pelos servidores e alunos após tomarem o imunizante contra a Covid-19.

Tags: Covid-19UFSC Joinvillevacinação

Equipe da UFSC traduz entrevista inédita de criador da Teoria do Big Bang

13/02/2023 10:29

Um grupo de alunos do curso de Engenharia Aeroespacial, do campus da Universidade Federal de Santa Catarina em Joinville traduziu uma entrevista inédita que foi descoberta recentemente com o criador da Teoria do Big Bang, Padre Georges Lemaître. O trabalho foi orientado pelo professor Alexandre Zabot e está publicado no Youtube e também aqui.

“Ao que me consta, é a primeira tradução para língua portuguesa”, explica o professor Zabot, que supervisionou a tradução de Ana Clara Souza Santos, Maria Eduarda Machado de Oliveira e Guilherme Henrique Pick Costa. O trabalho durou cerca de duas semanas, durante o período de recesso. Segundo Zabot, esta também foi a primeira vez que os estudantes fizeram uma tradução e montagem de legendas.

Originalmente, a entrevista foi feita em francês, mas o processo de tradução dos alunos ocorreu a partir de uma versão em inglês que foi publicada como artigo. “Primeiro fizeram a tradução deste artigo e então montaram um arquivo de legendas, sincronizando com os instantes das falas. Feito isso, foi preparado o vídeo com a introdução e com as legendas na imagem”, contou.

O trabalho é relevante pois esta é a única entrevista televisiva conhecida do Padre Georges Lemaître. Ela foi realizada em 1964, por uma emissora belga, que a divulgou novamente em 2022 por ter encontrado em seus arquivos em uma categoria errada e com o nome de Lemaître grafado incorretamente. “A entrevista aconteceu em 1964, uma época em que a Cosmologia ainda engatinhava em obter resultados observacionais relevantes para os modelos teóricos”, contextualiza Zabot.

Um dos temas sobre os quais o criador da Teoria do Big Bang fala é o Modelo Estacionário de Fred Hoyle, já descartado hoje em dia. “Na época, Fred Hoyle e muitos outros físicos importantes contestavam o modelo de Lemaître e outros físicos de que o Universo estivesse passando por uma expansão”, pontua o professor. Ele conta que nesse mesmo período havia uma discussão sobre o real significado da famosa observação de Edwin Hubble de que as galáxias tinham um desvio espectral para o vermelho.

“Lemaître e muitos outros defendiam que esse desvio deveria ser interpretado como um afastamento sistemático de todos os objetos do universo, causado pela expansão de todo o cosmos. Outros físicos procuravam explicações em efeitos diferentes”, conta. “Então, do ponto de vista científico, chama a atenção a questão histórica, do desenvolvimento da Teoria do Big Bang, que demorou bastante tempo para ser aceita. A entrevista acontece mais de 30 anos depois da proposta inicial do modelo!”

Outro ponto destacado por Zabot é que a entrevista também destaca a visão de Lemaître de que não era possível definir um instante inicial para o começo do Universo. Ele argumentou, com base em fenômenos quânticos, para os instantes iniciais. “É interessante porque muito recentemente Stephen Hawking e outros cosmólogos propuseram ideias muito semelhantes de que talvez o tempo não existisse nos primeiros instantes, ou tivesse um comportamento bem diferente do que observamos hoje”.

Tags: Astrofísica para todosUFSCUFSC JoinvilleUniversidade Federal de Santa Catarina

Equipe da UFSC Joinville é vencedora da Jornada de Empreendedorismo e Inovação

23/11/2022 17:23

A nona Jornada de Empreendedorismo e Inovação (Jedi), que ocorreu entre 15 e 20 de novembro, condecorou uma equipe do Campus de Joinville da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) como a campeã da edição. O evento é uma realização do Join.Valle e contou com a participação de 19 equipes, previamente selecionadas, constituídas por estudantes universitários e profissionais de diferentes áreas de formação, com um interesse mútuo na área do empreendedorismo.

A UFSC Joinville esteve representada por dois times de alunos, totalizando 10 participantes. Um deles, o ReZeus, foi o vencedor do grande prêmio, com um projeto que visa o reaproveitamento de baterias de veículos elétricos, desde a ideação e prototipagem até a validação de uma solução que entrega grandes diferenciais, como eficiência energética durante a aplicação, melhor valor do mercado e redução de impactos ambientais.

“Para os estudantes da UFSC, o Jedi constitui um novo marco na formação empreendedora do time, o mesmo que venceu o Reuni Challenge no mês de setembro. Além de oportunizar o network e adquirir novos conhecimentos e práticas sobre lean startup, o Jedi foi um verdadeiro teste de resiliência e adaptabilidade, bem como de espírito de trabalhar em equipe, para poder atingir o resultado final, uma virada de chave, para o mindset empreendedor”, destaca o professor Modesto H. Ferrer, mentor da Jornada.

 

Tags: EmpreendedorismoPrêmioUFSCUFSC JoinvilleUniversidade Federal de Santa Catarina

Sepex da UFSC Joinville vai até sexta-feira; confira a programação

16/11/2022 14:59

A Semana de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação da UFSC Joinville começou nesta quarta-feira, com programação até sexta, 16 de novembro. O evento é um dos maiores de divulgação científica de Santa Catarina e teve intensa programação na última semana no campus de Florianópolis. Criada no ano 2000, a Sepex reúne atividades abertas ao público como workshops, minicursos, palestras e visitas guiadas.

O evento na UFSC Joinville tem todas as atividades gratuitas e abertas ao público externo. Na programação, há desde curso de oratória até maratona de Cálculo I. A agenda conta com visitas na Trilha Ecológica e Programas de preservação ambiental do Perini Bussines Park, no Parque de Inovação – ÁgoraTech Park e em um túnel do vento,  com o professor Rafael Cuenca, coordenador do curso de Engenharia Aeroespacial. Também haverá workshops com temáticas variadas e atividades culturais. A programação completa está disponível aqui.

Tags: campus joinvilleExtensão e InovaçãopesquisaSemana de EnsinoUFSC Joinville

UFSC Joinville lança podcast em rádio educativa

04/11/2022 17:13

O Campus de Joinville da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) lançou o podcast Fala, CTJ!, projeto de extensão realizado pelo Centro Tecnológico de Joinville. No total, 14 programas já foram realizados e estão disponíveis no Spotify, assim como também são reproduzidos semanalmente na Rádio Educativa Joinville Cultural (105.1 FM). No ar desde abril, o projeto pretende ampliar a voz dos docentes, técnicos administrativos e alunos do Centro Tecnológico de Joinville e aborda assuntos ligados à ciência, à pesquisa, à tecnologia, à inovação, ao empreendedorismo e à educação.

O podcast é parte da parceria entre a UFSC e a Fundação Cultural de Joinville. Estabelecido em 2020, o convênio busca promover serviços de radiodifusão sonora, além de produzir, divulgar e transmitir programas e prestar serviços especializados. Também atende o atual Plano de Desenvolvimento Institucional da UFSC, ampliando a visibilidade da Universidade em âmbito nacional e internacional com as divulgações das ações acadêmicas.

A inserção da UFSC Joinville em mídias sonoras objetiva posicionar a instituição nestes espaços de comunicação, considerando que o Brasil é o país que mais consome podcast no mundo e que esta mídia é uma relevante ferramenta de aprendizagem.

Mais informações neste no site da UFSC Joinville.

Tags: podcastrádioUFSCUFSC campus JoinvilleUFSC Joinville

Equipe da UFSC Joinville ganha Desafio de Pontes com estrutura de palitos de picolé que suporta até 320 kg

04/11/2022 16:18

A equipe InfraTEC, da UFSC Joinville, ficou em primeiro lugar no Desafio de Pontes, evento promovido pelo Centro Acadêmico Livre da Civil (CALC) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), na cidade de Joinville, SC. A competição ocorreu no dia 22 de outubro.

O desafio consiste na execução de estruturas treliças (pontes) utilizando apenas palitos de picolé e cola. A estrutura é avaliada a partir da aplicação de uma carga estática na sua parte superior. A equipe conquistou o primeiro lugar confeccionando uma ponte com massa equivalente a 766g e suportando uma carga total de 320 kg.

O objetivo das competições é estreitar o conhecimento teórico com a prática nas disciplinas aprendidas em sala de aula, ampliando o interesse dos estudantes pela engenharia civil.

Tags: Engenharia Civil de InfraestruturaUFSCUFSC Joinville

UFSC Joinville anuncia vencedoras de concurso de robótica para meninas de escolas públicas

11/10/2022 08:00

O campus da UFSC em Joinville anunciou as três equipes vencedoras da segunda edição do Meninas na Tecnologia, projeto que  tem como objetivo impulsionar o desenvolvimento de ambientes de tecnologia nas escolas públicas e disseminar o aprendizado de programação e robótica entre estudantes do gênero feminino das fases finais do ensino fundamental. A Escola Municipal Curt Alvino Monich e a Escola Municipal Padre Valente Simioni, com duas equipes, conquistaram o primeiro, segundo e terceiro lugares  e foram premiadas com equipamentos.

As 12 equipes finalistas apresentaram seus projetos em um evento. As cinco melhores classificadas na final continuarão realizando atividades de pesquisa na Universidade, sob orientação dos professores nas áreas de tecnologia e com bolsas de iniciação científica do CNPq. As escolas municipais de Joinville aderiram ao programa Meninas na Tecnologia, coordenado pelo professor Carlos Sacchelli, em maio deste ano. No total, 27 unidades participaram, com cerca de 330 alunas de 7° a 9° ano recebendo aulas sobre lógica, programação e robótica educacional.

O processo contou com quatro etapas até a fase eliminatória, em que as participantes, em grupos, precisaram resolver um desafio tecnológico inédito, que abordou o monitoramento de condições climáticas de Joinville. Além da fase de pesquisa, cada equipe apresentou um protótipo físico que funciona por meio de um arduíno – plataforma de prototipagem eletrônica de uso livre – e de sensores que fizeram a leitura desses parâmetros. As atividades ocorreram no contraturno escolar, sob a supervisão de alunos e professores da UFSC Joinville, e com o apoio dos professores integradores de mídias da Rede Municipal de Joinville.

“Elas conseguiram construir mini estações meteorológicas, que eram a missão principal, implementaram no arduíno e mostram seus projetos com desenvoltura. Acredito que conseguimos plantar uma sementinha em várias delas para mostrar que as mulheres podem trabalhar em qualquer área, e que a tecnologia também é um ambiente para elas”, contou a coordenadora do Espaço de Ciência e Tecnologia da UFSC Joinville, Tatiana Garcia.

Conheça as três equipes contempladas:

3º lugar

Escola: Escola Municipal Padre Valente Simioni

Alunas: Laura Mendes Quintino

Isabelly da Maia Pereira

Professora: Gilmara dos Santos

Premiação equipe: 01 Arduíno para cada integrante

2º lugar

Escola: Escola Municipal Padre Valente Simioni

Alunas: Heloisa Correa

Pietra Alice Lopes da Silva

Luiza Bauer

Professora: Daniela Pereira

Premiação equipe: 01 Kindle para cada integrante

1º lugar

Escola: Escola Municipal Vereador Curt Alvino Monich

Alunas: Amanda Aparecida do Livramento

Brenda Wéschylin Limas

Professora: Sheila Steffen Klimtchuk

Premiação equipe: 01 notebook para cada integrante

Cada uma das instituições de ensino foi contemplada com uma impressora 3D.

Tags: Meninas na TecnologiaUFSC Joinville