Congresso sobre pesquisa qualitativa em saúde será realizado de 4 a 7 de setembro

27/08/2018 09:21

O “VIII Congresso Iberoamericano de Pesquisa Qualitativa em Saúde”, organizado pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFSC, será realizado entre os dias 4 e 7 de setembro, no Centro De Eventos Governador Luiz Henrique da Silveira, em Florianópolis.

O evento retorna ao Brasil após oito anos e visa promover a investigação da qualitativa em saúde na Ibero-América, a fim de fortalecer as relações entre pesquisadores dos países. Dentre os temas abordados, estão estudos qualitativos com grupos sociais em situação de vulnerabilidade, o papel dos meios de comunicação nas pesquisas e os desafios e perspectivas da área.

Mais informações no site.

Tags: congressoenfermagemPesquisa Qualitativa em SaúdeUFSC

Congresso sobre pesquisa qualitativa em saúde está com inscrições abertas

02/05/2018 14:55

Estão abertas, até o dia 30 de maio, as inscrições de trabalhos acadêmicos de Enfermagem para o “VIII Congresso Iberoamericano de Pesquisa Qualitativa em Saúde”. Organizado pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFSC, o simpósio ocorre entre os dias 4 e 7 de setembro, no Centro De Eventos Governador Luiz Henrique da Silveira, em Florianópolis.

O evento retorna ao Brasil após 8 anos e visa promover a investigação da qualitativa em saúde na Ibero-América, a fim de fortalecer as relações entre pesquisadores dos países. Dentre os temas abordados, estão estudos qualitativos com grupos sociais em situação de vulnerabilidade, o papel dos meios de comunicação nas pesquisas e os desafios e perspectivas da área.

Mais informações no site.

 

Tags: congressoenfermagemPesquisa Qualitativa em SaúdeUFSC

Congresso de Educação Básica é realizado dias 5 e 6 no Centro de Cultura e Eventos

02/02/2018 12:51

Como aliar os tradicionais livros e anotações nos quadros de sala de aula à evolução da tecnologia e o fácil acesso a ela? Esse debate ocorrerá  durante Congresso de Educação Básica (COEB) , promovido pela Prefeitura de Florianópolis, por intermédio da Secretaria Municipal de Educação. O congresso será realizado na próxima segunda (5/02)  e terça-feira (6/02) no Centro de Cultura e Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina. A previsão é que a iniciativa reúna em torno de 1.300 pessoas.

Esse ano, o COEB tem como tema “Docência na sociedade multitelas” e terá três palestras e duas mesas-redondas sobre o assunto. Pesquisadores e profissionais da rede inscreveram seus trabalhos e 29 foram escolhidos para serem apresentados no evento. Além disso, produções cinematográficas desenvolvidas por estudantes da rede municipal de ensino de Florianópolis serão expostas em mostras audiovisuais.

De acordo com o secretário de Educação, Maurício Fernandes Pereira, o congresso tem como objetivo provocar mudanças práticas no cotidiano escolar. “Na sociedade da informação e da comunicação, devemos estar atentos, sempre, aos novos modos de acesso e de construção de aprendizagens internamente e fora dos muros escolares”, ressalta.

Como aliar os tradicionais livros e anotações nos quadros de sala de aula à evolução da tecnologia e o fácil acesso a ela? Esse debate ocorrerá  durante Congresso de Educação Básica (COEB), promovido pela Prefeitura de Florianópolis, por intermédio da Secretaria Municipal de Educação. O congresso será realizado na próxima segunda (5/02)  e terça-feira (6/02) no Centro de Cultura e Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina. A previsão é que a iniciativa reúna em torno de 1.300 pessoas.
(mais…)

Tags: centro de Cultura e EventosCentro de Cultura e Eventos da UFSCcongressocongresso de educação básicaPrefeitura Municipal de FlorianópolisUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Congresso Catarinense de Direito Administrativo abre com homenagem ao reitor Luiz Carlos Cancellier

06/11/2017 12:54

O advogado Antônio Carlos de Almeida Castro (o Kakay) participa nesta segunda, a partir das 19 horas, no Auditório Antonieta de Barros, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, da abertura do VII Congresso Catarinense de Direito Administrativo. Antes, às 18h45. O secretário de Aperfeiçoamento Institucional da UFSC, Luiz Cadermatori, fará um discurso de homenagem ao reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivro (in memoriam), falecido no último dia 2 de outubro. O congresso vai até o dia 8 de novembro.

Kakay, que fala na conferência de abertura sobre abuso de autoridade, ratifica que o suicídio de Cancellier  “foi uma tristeza e a prova deste momento punitivo pelo qual passa o país. O frequente desrespeito à dignidade da pessoa, o excesso de exposição midiática, a falta absoluta aos direitos individuais, a banalização da prisão esmaga o cidadão. Mesmo o cidadão culpado tem direito ao devido processo legal e respeito aos seus direitos constitucionais. Imagine o injustiçado, o inocente, o perseguido”, diz ele.
(mais…)

Tags: ALESCCancelliercongressoDireitohomenagemIDASCUFSC

15º Congresso de Engenharia de Áudio ocorre de 23 a 25 de outubro

17/10/2017 15:49

O 15º Congresso de Engenharia de Áudio será realizado no Auditório Teixeirão do Centro Tecnológico da UFSC, de 23 a 25 de outubro, das 9h às 20h. O evento será constituído por palestras ligadas à música, tecnologia, acústica, processamento de áudio, formação e atuação profissional. Entre os assuntos abordados, estarão a análise modal para projeto de estúdios de gravação e salas para prática musical, ferramentas para separação assistida com aplicações em restauração de áudio e alto-falantes/caixas acústicas. Para participar, é necessário realizar inscrição

Mais informações sobre a programação.

Tags: áudiocongressoCTCUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Reitor Luiz Carlos Cancellier receberá homenagem póstuma no Congresso

11/10/2017 21:49

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) e a deputada Erika Kokai (PT-DF) apresentaram, nesta quarta-feira, dia 11, requerimento para que o Congresso Nacional realize no dia 31 de outubro, às 11h, uma sessão especial em homenagem ao reitor da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), Luiz Carlos Cancellier de Olivo, morto no dia 2 de outubro em Florianópolis, 18 dias depois de ter sido preso numa operação da Polícia Federal denominada Ouvidos Moucos. Na justificativa, os parlamentares escreveram:

“O professor doutor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, 59 anos, ingressou no curso de Direito da Universidade Federal de Santa Catarina em 1977, militou no movimento estudantil, foi jornalista, participou de campanhas pela anistia, Diretas Já e prestou assessoria à Constituinte.

Ao concluir a graduação fez mestrado e doutorado na área jurídica, além de especialização em Gestão Universitária e Direito Tributário. Na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) exerceu a docência no Departamento de Direito, onde também foi diretor, além de dirigir o Centro de Ciências Jurídicas dessa instituição, posteriormente eleito para a Reitoria, assumiu a função de reitor da UFSC.

Nas palavras do procurador-geral do Estado de Santa Catarina, em Nota de Pesar, a morte do reitor “enluta Santa Catarina pela perda de um dos seus filhos mais ilustres, um homem digno, de poucas posses, que devotou os últimos anos de sua rica trajetória profissional à nobre causa do ensino, da pesquisa e da extensão universitária” e “a tragédia de sua partida ocorre sob condições revoltantes. As informações disponíveis indicam que Cancellier padeceu sob o abuso de autoridade, seja em relação ao decreto de prisão temporária contra si expedido, seja em relação à imposição de afastamento do exercício do mandato, causas eficientes do dano psicológico que o levaram a tirar a própria vida”.

A realização de Sessão Solene do Congresso Nacional em sua memória será uma demonstração concreta de compaixão pelo que sofreu o reitor e pelo luto de seus familiares e amigos, da entristecida e indignada Santa Catarina, da comunidade universitária brasileira e internacional e pelo sentimento nacional de indignação”.

Fonte: NDonline/Coluna de Carlos Damião

 

Tags: CancelliercongressohomenagemreitorUFSC

Pós-Graduação em Direito promove congresso que discute influência da Corte Internacional de Justiça

24/08/2017 15:35

O Programa de Pós-Graduação em Direito da UFSC, juntamente com o Ius Gentium – Grupo de Pesquisa em Direito Internacional –, promove o Congresso Internacional “A Influência da Jurisprudência da Corte Internacional de Justiça no Desenvolvimento do Direito Internacional”. O evento ocorre nos dias 28 e 29 de agosto, no auditório do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ).

Os diversos painéis do evento discutirão a influência da Corte Internacional de Justiça em setores específicos do Direito Internacional, sobretudo as recentes contribuições do principal órgão judiciário das Nações Unidas. Participarão do evento conferencistas nacionais e internacionais com experiência, que irão conduzir uma aprimorada análise da temática.

O evento é gratuito e as inscrições devem ser realizadas via formulário online até o dia 29.  Aos participantes de 75% das atividades do Congresso serão conferidos certificados de 20 h/aula.
(mais…)

Tags: CCJcongressoCorte Internacional de JustiçaPós-Graduação em DireitoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC sedia maior congresso gratuito de Direito do Brasil entre os dias 16 e 19

12/05/2017 14:10

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) irá sediar o XII Congresso Direito UFSC, maior congresso gratuito de Direito do Brasil, entre os dias 16 e 19 de maio, no Centro de Cultura e Eventos. O encontro, que conta com mais de 4.000 inscritos, é organizado pelo Centro Acadêmico XI de Fevereiro, instituição representativa dos estudantes da graduação em Direito da UFSC.

Entre os juristas e doutrinadores reconhecidos nacional e internacionalmente estão Fátima Nancy Andrighi (Ministra do STJ), Ela Wiecko Volkmer (ex-Vice-Procuradora-Geral da República), Cristiano Chaves de Farias, Nelson Rosenvald, Guilherme Nucci e Luiz Wambier, Miroslav Milovic, Francisco Mussnich, entre outros.

O Congresso apresenta ainda com a Mostra de Pesquisa, que ocorrerá durante as manhãs e tardes dos dias 17, 18 e 19 de maio, na qual pesquisadores das mais diversas áreas e níveis de especialização poderão apresentar seus trabalhos. 

Os inscritos também receberão certificados de 40 horas/aulas e 20 horas/ aulas, conforme a quantidade de turnos que participarem.

Mais informações no site do Congresso, no Facebook ou pelo e-mail

Tags: congressoDireitoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC sedia Congresso de Gestão Estratégica da Informação, Empreendedorismo e Inovação

27/04/2017 16:04

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) sedia, nos dias 27 e 28 de abril, o Congresso de Gestão Estratégica da Informação, Empreendedorismo e Inovação (CGEI), que tem como proposta promover o debate entre alunos, professores, editores científicos, pesquisadores, mundo produtivo e atores sociais, com vistas à produção interativa de conhecimento.

O Congresso, que conta com mais de 200 participantes e está sendo realizado no auditório da Reitoria, em Florianópolis, é uma iniciativa da Rede Sul de Gestão da Informação, que compreende os departamentos de Ciência da Informação da UFSC, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e o Departamento de Ciência e Gestão da Informação da Universidade Federal do Paraná (UFPR).
(mais…)

Tags: CGEIcongressoEmpreendedorismo e InovaçãoGestão Estratégica da InformaçãoMCMDUELUFPRUFRGSUFSC

UFSC sedia congressos de Psicologia da Saúde nos dias 10 e 11 de outubro

28/09/2016 14:10

ponteA UFSC sediará, nos dias 10 e 11 de outubro, o V Congresso Brasileiro e IV Congresso Ibero-Americano e Luso-Brasileiro de Psicologia da Saúde. Com o tema “Psicologia da Saúde: os desafios da formação na perspectiva da integralidade”, o objetivo do evento é divulgar os trabalhos acadêmicos relacionados ao assunto, proporcionando um intercâmbio entre as várias áreas de conhecimento e entre profissionais e estudantes de graduação e pós-graduação vinculados a universidades de todo o Brasil.

A programação completa está disponível aqui.

Mais informações no site do congresso, pelo Facebook ou por mensagem.

 

 

Tags: congressopsicologia da saúdeUFSC

Livro ‘Experimentação animal: um obstáculo ao avanço científico’ será lançado na UFSC

02/12/2015 08:20

livroDurante o I Congresso Internacional Interdisciplinar de Direitos Animais, sediado na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) nos dias 7 e 8 de dezembro, haverá o lançamento do livro “Experimentação animal: um obstáculo ao avanço científico“, do professor  Thales Tréz, da Universidade Federal de Alfenas (Unifal-MG).

As inscrições para o congresso são gratuitas e podem ser feitas durante o evento.

Sobre o livro

A pesquisa biomédica que se sustenta na utilização de animais “de laboratório” tem raízes muito antigas e poderosas. O debate sobre a necessidade de se perpetuarem as práticas de apropriação dos corpos e das vidas de animais não humanos para ensino e pesquisa finalmente escapa dos ambientes acadêmicos e atinge a população em geral. As discussões, no entanto, são ainda muito pontuais e pouco aprofundadas, uma vez que a maioria dos canais de comunicação, abastecidos pelas informações de pesquisadores vivisseccionistas, tem vínculos com o sistema produtivista ora vigente neste tipo de ciência. O autor deste livro, exibindo sua vocação natural de educador, foge deliberadamente dos questionamentos éticos (embora fique muito nítida sua posição nas entrelinhas), arregaça as mangas e joga luz num palco pouco iluminado. Utilizando-se de rigor científico, reúne informações que falam por si sós e aos poucos desconstrói a falácia da eficiência das práticas vivisseccionistas. A sociedade vive um momento de mudanças. Muitas coisas que já nos serviram não nos servem mais. Esta obra é um farol, sobretudo para pesquisadores, professores, alunos de graduação e pós-graduação que queiram se aprofundar no assunto. Começa a preencher uma imensa lacuna na formação de novos cientistas em nosso país. Olha para o futuro e nos convida a participar da construção de uma nova Ciência, que seja mais eficaz para remediar e curar as mazelas humanas, sem ser injusta com outras formas de vida.

Mais informações nos sites da editora e do congresso.

Tags: avanço científicocongressoDireitos animaisexperimentação animallaboratóriolançamento de livroUFSC

Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016 serão temas de congressos de Psicologia do Esporte e do Exercício

18/09/2013 13:12

O 15º Congresso Brasileiro e 8º Congresso Internacional de Psicologia do Esporte e do Exercício (Conbipe) terão como tema “Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016: inspirações para o esporte e exercício”, e serão realizados de 6 a 9 de novembro, no Hotel Castelmar, em Florianópolis. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo endereço http://conbipe.com.br/inscricao.html.

A previsão de participação é de 500 pessoas, entre elas estudantes de graduação e pós-graduação e profissionais de Psicologia, Educação Física e áreas afins, de diversos estados do Brasil, além do público internacional. A carga horária total do evento será de 35 horas.

Os professores da Universidade Federal de Santa Catarina Emilio Takase (Departamento de Psicologia), Mario Luiz Couto Barroso (Departamento de Educação Física) e Roberto Moraes Cruz (Departamento de Psicologia) participam, respectivamente, das seguintes mesas-redondas: Neurociências do Esporte;. Psicologia e Voleibol; Psicologia do Esporte.
(mais…)

Tags: ConbipecongressoPsicologia do Esporte e do ExercícioUFSC

Estudantes e professores da UFSC participam de congresso internacional de Imunologia

17/10/2012 16:21

Dezoito professores e alunos de graduação, mestrado e doutorado de diversos cursos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) vão participar do principal evento na área de Imunologia do país, o 37º Congress of the Brazilian Society of Immunology, que ocorre entre 20 e 24 de outubro. Com o apoio da Sociedade Brasileira de Imunologia e do Howard Hughes Medical Institute (HHMI), uma das mais importantes instituições que apoiam pesquisas no campo da saúde e biologia dos Estados Unidos, o destino é a cidade de Campos do Jordão, em São Paulo, e esta é a primeira vez que a UFSC envia um ônibus com participação significativa de alunos com apresentações orais e palestras de docentes.

O evento contará com a presença de pesquisadores nacionais e internacionais que discutirão temas como vacinas, transplantes e doenças infecciosas, entre outros. O professor da UFSC, André Báfica, imunologista financiado pelo HHMI, afirma que a participação no congresso se tornou fundamental para jovens cientistas e profissionais adquirirem informações atuais, além da interação com cientistas de renome internacional. “A participação da nossa comunidade acadêmica é muito importante, pois demonstra que a demanda por este campo do conhecimento está aumentando e estamos formando profissionais aqui na Universidade”, destaca Báfica.

A participação da UFSC no evento tem apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes),através dos programas de pós-graduação em Biotecnologia & Biociências, Farmácia e Farmacologia da UFSC.

Confira a programação no endereço http://www.sbicongressos.com/.

Mais informações com o professor André Báfica pelo telefone (48) 3721-5203 ou pelo e-mail .

Isadora Ruschel / Estagiária de Jornalismo na Agecom

Tags: 37º Congress of the Brazilian Society of ImmunologycapescongressoimunologiaUFSC

Congresso de Direito de Autor e Interesse Público

20/08/2012 08:08

As inscrições para participar do 6º Congresso de Direito de Autor e Interesse Público são gratuitas e podem ser feitas até o dia 5 de outubro. Os interessados em enviar artigos científicos têm prazo até o dia 20 de agosto. O congresso acontecerá nos dias 8 e 9 de outubro, em Curitiba, e tem promoção da UFSC. Informações: ou (48) 3721-6746.

Tags: congressodireito do autorUFSC

Inscrições abertas para o Congresso Nacional de Botânica

27/07/2012 09:21

Estão abertas até 15 de agosto as inscrições para apresentações de trabalhos no 63° Congresso Nacional de Botânica, que será realizado de 11 a 16 de novembro, na cidade de Joinville. A UFSC é uma das parceiras do evento promovido pela Sociedade Botânica do Brasil e realizado pela Universidade da Região de Joinville (Univile).

Com o tema “A Botânica Frente às Mudanças Globais”, o evento vai tratar de diferentes questões relacionadas à conservação da natureza, biodiversidade, uso sustentável e mercado de trabalho. São esperadas cerca de 3 mil pessoas, entre estudantes, especialistas, mestres e doutores dos diversos segmentos da Botânica.

Mais informações: http://www.63cnbot.com.br/

Tags: botânicacongressoUFSC

Ética e estética em junho no CCE

20/04/2012 11:44

Já começaram pelo site http://fluxosliterarios.blogspot.com.br/ as inscrições como ouvinte ou com apresentação de trabalho para o “Congresso Internacional Fluxos Literários: ética e estética”, a ser realizado nos dias 12 e 13 de junho de 2012 no Centro de Comunicação e Expressão pelo programa de Pós-Graduação em Literatura da UFSC. Mais informações pelo fone (48) 3721-9288.

Tags: congressoEstéticaéticaUFSC

Congresso Internacional de Alvenaria Estrutural terá Dia do Construtor

05/03/2012 10:47

Com o objetivo promover a discussão prática sobre construção em alvenaria estrutural no Brasil e no mundo, a décima quinta edição do Congresso Internacional de Alvenaria Estrutural, que será realizada de 3 a 6 de junho, em Florianópolis, terá o Dia do Construtor. Serão sessões técnico-científicas de pesquisadores e membros da indústria da construção, direcionadas a projetistas, construtores, produtores de materiais e componentes. A programação está no site http://www.15ibmac.com/home/.

Durante a manhã a agenda prevê, entre outras, as palestras Edifícios Altos em Blocos de Concreto (com a participação da Associação Brasileira de Cimento Portland) e Ciclo de Vida da Alvenaria Cerâmica (com representante da Associação Nacional da Indústria Cerâmica).

À tarde será realizada sessão com alguns dos mais renomados pesquisadores e engenheiros da área no mundo. Participarão Márcio Correa (USP/Brasil), Barry Haseltnine (Chairman do Eurocode EN1996-1-1, Reino Unido), Adrian Page (University of Newcastle, Australia), Robert Drysdale (McMaster University, Canada) e Richard Klingner (University of Texas, Estados Unidos). A discussão terá como tema “A Engenharia da Alvenaria Estrutural: Passado de Desenvolvimento, Visão Atual, Avanços Futuros”.

Agenda científica e técnica

Foram recebidos para o congresso mais de 160 artigos técnicos de cerca de 30 países, que terão apresentações entre os dias 4 e 6 de junho. A expectativa de participação é de cerca de 350 conferencistas brasileiros e 300 estrangeiros.

Estão previstas as palestras técnicas “Entendendo e Preservando Edificações Históricas em Alvenaria”, “Desempenho das Construções em Alvenaria Durante o Terremoto de Christchurch – Nova Zelandia”, “Sutentabilidade de Materiais e Edificações em Alvenaria”. Serão também oferecidos minicursos internacionais em tópicos especiais em alvenaria: “Projeto Contra Dano Acidental e Colapso Progressivo”, “Projeto de Paredes Esbeltas”, “Modelagem Numérica de Alvenaria”, “Projeto de Alvenaria Protendida”. Participam das palestras técnicas e minicursos Jason Ingham (The University of Auckland, Nova Zelândia), Gregg Borchelt (presidente do Brick Industry Association, EUA), Nigel Shrive (University of Calgary, Canada), Paulo Lourenço (Universidade do Minho, Portugal), entre outros.

Realizado nos Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Bélgica, Itália e Austrália, entre outros países, o Congresso Internacional de Alvenaria Estrutural será pela primeira vez sediado no Brasil. Florianópolis, a capital catarinense, recebe o evento de 3 a 6 de junho.

Empregado desde a antiguidade, o processo construtivo caracterizado pelo uso de paredes como estrutura de suporte continua atual e impõe desafios para a indústria da construção. No Brasil, milhões de unidades residenciais em alvenaria estrutural foram erguidas na última década. Importantes edifícios históricos, patrimônio da humanidade, dependem de restauração e reabilitação.

“O evento é uma oportunidade de melhorar ainda mais o uso desse tipo de estrutura no Brasil, assim como servirá de vitrine aos pesquisadores e construtores que buscam inovação na área de alvenaria estrutural”, destaca o professor do Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) Guilherme Aris Parsekian, um dos coordenadores do evento.

Estão à frente da organização a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e a Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR), com apoio da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade de São Paulo (USP) e das instituições internacionais Universidade do Minho (Portugal), University of Calgary (Canadá) e University of Newcastle (Austrália).

Mais informação no site http://www.15ibmac.com/home/, com os coordenadores do evento Guilherme Aris Parsekian.() e Humberto Roman ().

Tags: Alvenariacongressoconstrutor

Colóquio Internacional de Psicossociologia e Sociologia Clínica

28/02/2012 09:28

Florianópolis sediará hoje e amanhã (29) o Colóquio Internacional de Psicossociologia e Sociologia Clínica – Mundos do Trabalho: paradoxos, desafios, e possibilidades, que será realizado a partir das 15 horas no Centro de Filosofia e Ciências Humanas da UFSC -. Confira a programação ao vivo.

A abertura do evento contará com a participação dos professores Dulce Helena P. Soares, Eugène Enriquez. Na sequência, Vincent de Gaulejac, da Université Paris-Diderot, Paris 7, falará sobre “A questão dos riscos psicossociais no trabalho: entre a violência e o sofrimento”. Veja a programação completa.

Tags: congressopsicossociologia

Congresso internacional discutirá formação profissional em Educação Física

22/02/2012 16:50

O Centro de Desportos (CDS) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e o Centro de Ciências da Saúde e do Esporte (CEFID) da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) promovem de 17 a 19 de maio, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC, o 2º Congresso Internacional de Formação Profissional no Campo da Educação Física (CIFPEF) e o 6º Seminário de Estudos e Pesquisas em Formação Profissional no Campo da Educação Física (SEPEF). As inscrições já estão abertas e podem ser feitas no site www.sepef2012.ufsc.br.

Com o tema “Construção da Identidade Profissional em Educação Física: da Formação à Intervenção”, o evento pretende articular temáticas atreladas à saúde, ao esporte, ao lazer, às artes marciais/lutas, à dança, à educação física adaptada e à educação física escolar, por intermédio do diálogo entre universidade e mercado de trabalho, no âmbito da formação profissional em Educação Física. Podem participar pesquisadores, profissionais, estudantes de graduação, pós-graduação e áreas afins, com interesse em pesquisa, formação e intervenção profissional no campo da Educação Física. A programação consta de conferências, palestras, mesas-redondas, comunicações orais, sessões temáticas, entre outros.

O prazo para inscrição de trabalhos – comunicações orais (artigos completos) e pôsteres (resumos) –  termina em 18 de março. É necessário que o primeiro autor esteja inscrito no evento. Os trabalhos devem ser enviados como anexo para o e-mail . A divulgação dos aprovados será a partir de 8 de abril, na página do evento (www.sepef2012.ufsc.br).

INSCRIÇÕES

Obs.: Estudantes de graduação, pós-graduação e professores da Educação Básica devem encaminhar um documento comprobatório, juntamente com o comprovante de depósito digitalizado e a ficha de inscrição preenchida para o e-mail

Confira a programação

Outras informações pelos telefones (48) 3721-8526 e 8827-4101, pelo endereço www.sepef2012.ufsc.br ou pelos e-mails (inscrições) e  (submissão).

Por Margareth Rossi/Jornalista da Agecom

Tags: congressoEducação FísicaUFSC

Congresso Internacional do Conhecimento e Inovação em Florianópolis

05/12/2011 09:26

Florianópolis sediou de 16 a 18 de novembro o Congresso Internacional do Conhecimento e Inovação e o VIII Workshop EGC. Os dois eventos, realizados através de uma parceria entre o Programa de Pós Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina (EGC-UFSC) e a Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), contaram com a presença de palestrantes nacionais e internacionais, de relevância consolidada nas suas áreas de atuação, que atraíram um público muito participativo de aproximadamente quinhentas pessoas.

A importância desta iniciativa, de acordo com a organização do evento, está vinculada à natureza e ao currículo de seus apoiadores, Capes; Fapesc; Sebrae-SC; Softplan; AHGORA; Dynamic SME; CRA-SC e Fundasc que, segundo os coordenadores, estão compromissados com o estabelecimento e com a sustentabilidade de uma economia na qual o conhecimento se apresenta como principal fator de produção.

Mais informações em www.egc.ufsc.br/ciki.

Fonte: EGC/UFSC

Tags: congressoEGC

Aquíferos exigem mais atenção com mudanças climáticas

10/11/2011 08:00

As águas subterrâneas, caracterizadas pelo acúmulo em aquíferos abaixo da superfície terrestre, correspondem a 30% da água doce do mundo. São também responsáveis pelo abastecimento público da maior parte das cidades da América Latina. Por permanecerem confinadas em rochas porosas, estas águas são mais “protegidas” de ações que provocam a poluição dos mananciais superficiais. Por estas e outras características, representam para muitos países uma reserva estratégica que merece ainda mais atenção diante de preocupações relacionadas a mudanças climáticas.

A preocupação com aquíferos será abordado nesta quinta-feira, 10 de novembro, no segundo dia do I Congresso Internacional “O Futuro da Água no Mercosul”, que acontece em Florianópolis, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina. A partir de 9h será relaizada a Mesa 2, com a temática “Água e Mudanças Climáticas”. Participam a professora Beate Frank (FURB/Projeto Piava), o professor Tássio Dresch Rech (Epagri/Rede Guarani-Serra Geral), o empresário Bernhard Vormann (Alemanha), o geólogo Franz-Josef Struffert (Alemanha), o professor Luis Filipe Tavares Ribeiro (Instituto Superior Técnico da Universidade Técnica de Lisboa – Portugal) e o professor Ricardo Hirata (Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada da USP).

Integrante da comissão organizadora do evento e coordenador técnico do projeto Rede Guarani-Serra Geral, o professor do Departamento de Geociências da UFSC Luiz Fernando Scheibe considera os aquíferos mais profundos, como o Sistema Guarani, reservas fundamentais.

Segundo ele, enquanto os rios renovam-se continuamente, principalmente pela dinâmica das chuvas, o movimento da água no Sistema Aquífero Guarani, no interior da Bacia do Prata, é da ordem de um metro por ano. Por esse motivo, os aquíferos são relativamente “protegidos”. A água de superfície, de rios e lagos, é mais vulnerável à ação humana. Os rios são usados não apenas para suprir as necessidades de abastecimento público, industriais e de irrigação, mas também para o descarte e diluição dos efluentes domésticos e industriais, além de se trasformarem em grandes barragens para geração de energia hidrelétrica.

Em sua opinião, em um cenário em que as águas superficiais podem surpreender tanto pela violência das enxurradas e inundações, como por grandes períodos de estiagem, o retardo dos efeitos das variações no comportamento dos aquíferos merece atenção como uma possibilidade de oferta de água para abastecimento.

Uso é limitado

O Sistema Aquífero Guarani é considerado o mais importante aquífero do Cone Sul da América. Esse manancial abrange área de 1,1 milhão de quilômetros quadrados, onde vivem mais de 15 milhões de pessoas, em quatro países da América do Sul (mais de 90 milhões de pessoas em sua área de influência, conforme a Organização dos Estados Americanos).

“Há muita ênfase na gestão das bacias e seus rios, mas 50% da água dessa região é subterrânea. Se os estudos sobre o Aquífero Guarani mostram que temos uma reserva maravilhosa, nos alertam também que o seu uso não pode ser desregrado”, ressalta o geólogo.

“Intervenções têm sido responsáveis pela perda da qualidade das águas. Na região oeste dos estados de Santa Catarina e do Paraná, e noroeste do Rio Grande do Sul, por exemplo, há uma intensa migração dos serviços públicos de abastecimento, assim como das agroindústrias e dos produtores de suínos, no sentido da captação de águas subterrâneas, inicialmente do Sistema Aquífero Serra Geral, constituído pelos basaltos, e num segundo momento, que se intensifica, do próprio Sistema Aquífero Guarani, mais profundo nessas regiões”, complementa.

Scheibe lembra que no caso do Brasil, a Lei das Águas (Lei nº 9.433/97) estabeleceu a Política Nacional de Recursos Hídricos, que prevê um sistema de gerenciamento pelos Comitês de Bacia Hidrográfica. “Mas apenas nos últimos anos, e graças em parte à ação do projeto Rede Guarani-Serra Geral, é que alguns desses comitês estão levando em consideração as águas subterrâneas, apesar da sua decisiva importância no abastecimento público de inúmeras cidades e pequenas comunidades”, ressalta o professor.

Ao mesmo tempo, explica, embora o volume total de água armazenada seja imenso, sua diversidade impõe limitações ao uso. Há restrições nos volumes exploráveis do Sistema Aquifero Guarani, devido a características geométricas das camadas e hidráulicas da rocha. Equipes que já estudaram esse aquífero definem diferentes “zonas de gerenciamento do recurso” e respectivos volumes seguros de extração (veja abaixo).

As observações sobre o aquífero mostram que áreas de recarga permitem a infiltração da água da chuva e a reposição do manancial. Mas há também áreas profundas, em que a água está confinada e não chega a ser reposta.

“Em determinadas regiões, a exploração seria do tipo mineração não renovável, pela total ausência de processos de renovação da água em um tempo condizente com novo aproveitamento dentro do atual processo civilizatório”, explica o geólogo.

O congresso

O I Congresso Internacional “O futuro da água no Mercosul” é uma iniciativa do grupo de estudos “A geopolítica da água e os bens comuns”, ligado ao projeto Rede Guarani/Serra Geral, e tem apoio da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, dos programas de pós-graduação em Direito e em Geografia da UFSC; do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade de Caxias do Sul e da Universidade Regional de Blumenau (FURB).

O evento tem ênfase na discussão do princípio da água como um direito humano, promovendo também o debate sobre a necessidade de gestão integrada das águas superficiais e subterrâneas no âmbito da Bacia do Prata, região em que se localiza uma das maiores reservas de água subterrânea do mundo: o Aquifero Guarani.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no site www.rgsg.org.br

Por Arley Reis (jornalista da Agecom) e Gabriele Duarte (BOlsista de Jornalismo na Agecom)

Saiba Mais:

Classificação de zonas do Aqüífero Guarani:

– Zona “Não Confinada” (ou aflorante), com renovação significativa pela recarga natural, mas que apresenta alta vulnerabilidade à poluição antrópica e potencial redução dos fluxos de base dos rios, se houver superexploração

– Zona “Semiconfinada e Coberta” (<100m) Basalto, com possível exploração sustentável, apesar de sua recarga ser parcial.

– Zona “Confinada Intermediária” (<400m) de Basalto, sem recarga significativa e com tempo de residência da água no aquífero maior do que 10.000 anos

– Zona “Confinada Profunda” (>400m) com Cobertura Basaltica, com águas ainda mais antigas (eventualmente salinizadas ou com excessivo teor de

flúor).

– Zona “Confinada com Água Subterrânea Salina”, não potável, que seria restrita regionalmente à área de ocorrência do Sistema Aquífero Guarani na Argentina.

Mais informações sobre o evento pelo telefone (48) 3721-8813

 Assessoria de Comunicação:

– Diretoria de Comunicação Social da Assembleia Legislativa de Santa Catarina: (48)3221-2752
– Agência de Comunicação da UFSC: (48)3721-9601

 

Tags: águacongresso

Autora do best-seller “Água, pacto azul” participa de congresso em Florianópolis

08/11/2011 11:03

Nesta quarta-feira, 9 de novembro, a canadense Maude Barlow participa do I Congresso Internacional “O Futuro da Água no Mercosul”. O encontro será realizado em Florianópolis, no auditório Antoniete de Barros, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina. A conferência de Maude terá como tema Uma Nova Cultura da Água e acontece a partir de 16h.

Influente defensora do direito humano à água, a advogada esteve em outras ocasiões no Brasil, inclusive em Santa Catarina, quando em 2009 divulgou seu livro “Água, pacto azul”. Nesta viagem alertou os brasileiros sobre a importância de não superestimar a água doce do país, que corresponde a 13,7% da reserva mundial. “Mas não é infinita e é mal gerenciada”, alertou. “O Brasil é abençoado, mas tem uma grande responsabilidade nessa questão”, disse em entrevistas no país.

Nobel Alternativo do Meio Ambiente
Maude Barlow Victoria nasceu em 24 de maio de 1947 e é chefe do Council of Canadians, ou Conselho dos Canadenses, a maior organização canadense de militância pública. É também fundadora do Blue Planet Projetc, que trabalha internacionalmente a favor do direito humano à água. Entre 2008 e 2009 atuou como consultora-sênior em água do presidente da 63ª Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). É autora e co-autora de 16 livros, incluindo os best-sellers “Água: Pacto Azul” e “Água, o Ouro Azul”.

Maude preside o conselho de Washington baseado no Food & Water Watch, e é membro-fundadora do Fórum de São Francisco Internacional sobre Globalização, além de conselheira do Conselho Futuro Mundial, com sede em Hamburgo. A ativista já recebeu 11 títulos de honoris causa, além de gratificações como o Livelihood Award Rights 2005 (conhecido como o “Nobel Alternativo do Meio Ambiente”).

O congresso
O I Congresso Internacional “O futuro da água no Mercosul” é uma iniciativa do grupo de estudos “A geopolítica da água e os bens comuns”, ligado ao projeto Rede Guarani/Serra Geral, e tem apoio da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, dos programas de pós-graduação em Direito e em Geografia da UFSC; do Programa de pós-graducação em Direito da Universidade de Caxias do Sul e da Universidade Regional de Blumenau (FURB).

O evento tem ênfase na discussão do princípio da água como um direito humano, promovendo também o debate sobre a necessidade de gestão integrada das águas superficiais e subterrâneas no âmbito da Bacia do Prata, região em que se localiza uma das maiores reservas de água subterrânea do mundo: o Aquifero Guarani.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no site www.rgsg.org.br

Mais informações sobre o evento com o professor Luiz Fernando Scheibe pelo e-mail , fone (48) 3721-8813

Por Gabriele Duarte / Bolsista de Jornalismo na Agecom

Assessoria de Comunicação:
– Diretoria de Comunicação Social da Assembleia Legislativa de Santa Catarina / (48) 3221-2752 /
– Agência de Comunicação da UFSC: (48) 3721-9601 /

 Saiba Mais:

– Maude Barlow no 5º Fórum Mundial da Água, em 2009: http://www.youtube.com/watch?v=ShwJHknY9IU

– Trechos de entrevista com Maude Barlow concedida ao Planeta Sustentável, em 2009:

 Um alerta aos brasileiros:
O Brasil e o Canadá tendem a pensar que o abastecimento de água está garantido porque temos água em abundância. Isso não é verdade! Não podemos enxergar a água como uma oportunidade econômica, mas, sim, como parte da natureza e ela está muito comprometida, contaminada, desperdiçada.

 Modelo exportação: água virtual
Minha maior crítica ao Brasil é o modelo criado para exportação, no qual se usa muita água para produzir cana-de-açúcar, por exemplo, mais água para fazê-la crescer e produzir etanol. Depois, isso é exportado para outro país. Chamamos isso de “água virtual”. Austrália, Estados Unidos e Canadá fazem a mesma coisa, mas o Brasil nem parou para questionar se isso está errado. Aumentar as exportações, como quer o governo, só vai piorar o quadro. Para produzir e fazer chegar soja na China, gastamos cerca de 2/3 do consumo doméstico mundial de água de um ano inteiro. E estamos falando só de soja e só da China.

Poluição por agrotóxicos
Além da “água virtual” e da falta de conscientização, existe a grande poluição dos agrotóxicos, cujo veneno vai para a água, contamina o lençol freático. E o país precisa estar atento quanto aos “caçadores de água” também. Grandes companhias vêem o Brasil como uma máquina de dinheiro.

O país não pode permitir que essas empresas se instalem aqui dessa forma. Hoje, boa parte do mundo já não permite isso, enquanto o Brasil se posiciona de maneira amigável. No ano passado, foram produzidas mais de 2 bilhões de unidades de água engarrafadas das quais apenas 5% eram recicláveis. Outros países, como Arábia Saudita e Japão, que têm pouca água também estão de olho em lugares abundantes em água, comprando terras.

 Um planejamento necessário:

O Brasil precisa se programar em três eixos: ter legislação para manter a água pública e proteger o solo, criar o direito à água universal e produzir comida com uso sustentável de água. Eu sei que isso é difícil e faltam recursos, mas não importa. É hora de fazer uma legislação para as empresas e proteger a água, não de ser amigável. Quem quiser usar água para fins comerciais terá de pagar, de rastrear e de utilizá-la de uma forma consciente. Na Alemanha, a água tem que ser limpa a ponto de um bebê poder bebê-la direto da torneira. Lá, se você poluir, eles te pegam.

 Não teremos água para sempre:
Estamos acabando com a água fresca do mundo e colocando o planeta em risco. Todos os anos, despejamos 700 trilhões de litros de água vindas das cidades no oceano. Isso foi removido dos aquíferos, dos rios e dos lagos e deveria ser devolvido à bacia hidrográfica, é uma perda. Quando alguém tira a água do chão de qualquer maneira, faz um deserto, o que piora o aquecimento global. Sim, o aquecimento global faz desertos! Mas o caminho inverso também é verdadeiro. O Brasil é abençoado, mas tem uma grande responsabilidade nessa questão.

 

Tags: águacongresso

Congresso internacional em Florianópolis defende água como direito essencial dos povos

07/11/2011 09:56

Com enfoque na defesa de que as águas subterrâneas são a grande reserva estratégica do mundo e que a água é um bem comum e um direito da população, inicia nesta quarta-feira, 9 de novembro, o I Congresso Internacional “O futuro da água no Mercosul”. Aberto ao público, o encontro que reunirá pesquisadores, lideranças políticas e governamentais será realizado nos dias 9 e 10 de novembro, no auditório da Assembleia Legislativa de Santa Catarina. A meta é discutir o princípio da água como um direito humano, promovendo também o debate sobre a necessidade de gestão integrada das águas superficiais e subterrâneas no âmbito da Bacia do Prata, região em que se localiza uma das maiores reservas de água subterrânea do mundo: o Aquifero Guarani.

Nova cultura da água; Água e as mudanças climáticas; Água e políticas públicas e Cooperação e conflitos da gestão da água no Mercosul serão as temáticas abordadas no congresso que vai integrar representantes do Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. Conferencistas do Canadá, Espanha, Alemanha e Portugal também participarão. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no site www.rgsg.org.br

Pela justiça da água
Um dos destaques será a presença da advogada Maude Barlow, ativista ambiental que luta pelo reconhecimento do direito humano à água. Fundadora do projeto Blue Planet Project (Projeto Planeta Azul), é chefe do Council of Canadians, a maior organização canadense de militância pública. Entre 2008 e 2009 atuou como consultora-sênior em água do presidente da 63ª Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Por seu trabalho no movimento pela justiça da água recebeu o prêmio sueco Right Livelihood Award (o “Nobel Alternativo” do Meio Ambiente).

Maude Barlow é autora e co-autora de 16 livros, incluindo os best-sellers “Água: Pacto Azul” e “Água, o Ouro Azul”. Sua conferência será realizada no dia 9 de novembro, a partir de 16h, com o tema “Uma nova cultura da água”.

Promoção
O congresso é uma iniciativa do grupo de estudos “A geopolítica da água e os bens comuns”, ligado ao projeto Rede Guarani/Serra Geral, e tem apoio da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, dos programas de pós-graduação em Direito e em Geografia da UFSC; do Programa de pós-graducação em Direito da Universidade de Caxias do Sul e da Universidade Regional de Blumenau (FURB).

Guerra da água
“O foco do encontro é chamar atenção para a discussão sobre o princípio de que a água é um bem comum, um direito essencial que deve ser garantido a todas as pessoas”, explica a professora Maria de Fátima Wolkmer, coordenadora da comissão organizadora do congresso.

Ressaltando a importância da temática, ela lembra que a abordagem reflete um problema mundial evidenciado em eventos como a “Guerra da Água”, mobilização popular que em 2000 reverteu a privatização do sistema de água potável e esgoto de Cochabamba, na região central da Bolívia.

Preocupações com o Aquífero Guarani
Coordenador técnico do projeto Rede Guarani-Serra Geral, o professor do Departamento de Geociências da UFSC e integrante da comissão organizadora do evento, Luiz Fernando Scheibe.Scheibe, informa que pesquisas recentes trouxeram informações importantes para compreensão do funcionamento do Aquífero Guarani. Esse manancial ocupa mais de 1 milhão de quilômetros quadrados e tem habitando sobre sua área de abrangência cerca de 15 milhões de pessoas.

“Sua zona de influência chega a 90 milhões de pessoas e abrange também megalópoles como São Paulo e Buenos Aires”, preocupa-se o professor. Segundo ele, desde 1967 existe o Conselho de Integração da Bacia do Rio da Prata, mas há necessidade de maior atenção e discussão sobre questões relacionadas aos recursos hídricos dessa região.

“Há muita ênfase na gestão das bacias e seus rios, mas 50% da água dessa região é subterrânea. Se os estudos sobre o Aquífero Guarani mostram que temos uma reserva maravilhosa, nos alertam também que o seu uso não pode ser desregrado”, ressalta o geólogo.

Ele explica que as observações sobre o aquífero mostram que áreas de recarga permitem a infiltração da água da chuva e a reposição do manancial. Mas há também áreas profundas, em que a água está confinada e não chega a ser reposta. “Embora tenhamos uma reserva muito grande, podemos estar falando em uma mineração da água, em que esse recurso não pode ser reposto, pelo menos em um tempo razoável”, explica.

Mais informações com o professor Luiz Fernando Scheibe pelo e-mail , fone (48) 3721-8813

Assessoria de Comunicação:
– Diretoria de Comunicação Social da Assembleia Legislativa de Santa Catarina / (48) 3221-2752 /  :
– Agência de Comunicação da UFSC: (48) 3721-9601 /

 

Tags: águacongresso
  • Página 1 de 2
  • 1
  • 2