89º Encontro do Círculo de Leitura de Florianópolis homenageará reitor Luiz Carlos Cancellier

29/11/2017 15:12

O 89º Encontro do Círculo de Leitura de Florianópolis promoverá uma sessão especial de encerramento das atividades deste ano com o tema “O caso Cancellier, uma leitura”. O objetivo é promover uma reflexão sobre a cobertura da imprensa durante a prisão e morte do reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luiz Carlos Cancelier de Olivo (Cao).

O encontro será no dia 7 de dezembro, quinta-feira, às 18h30, na sala Harry Laus da Biblioteca Central. O evento será coordenado pelo jornalista Moacir Loth, com a participação dos seguintes convidados: Samuel Lima, professor do curso de Jornalismo da UFSC; Carlos Damião, do jornal Notícias do Dia; Rafael Martini, do jornal Diário Catarinense;  Raquel Wandelli, do Coletivo Jornalistas Livres.

 

 

Tags: Biblioteca CentralCírculo de Leitura de FlorianópolisleituraReitor Luiz Carlos Cancellier de Olivosessão especialUFSC

UFSC e Academia Catarinense de Letras relançam projeto ‘Um Dedo de Prosa’

09/11/2017 09:17

O Centro de Comunicação e Expressão da UFSC (CCE) e a Academia Catarinense de Letras (ACL) relançam o projeto Um Dedo de Prosa, que promove conversas abertas à comunidade entre escritores e intelectuais, membros da ACL e professores do CCE.  O primeiro encontro desta edição acontecerá nesta sexta-feira, 10 de novembro, às 9 horas, no auditório Henrique Fontes (Bloco B/CCE). O convidado escolhido para a retomada dos trabalhos é o professor e acadêmico Celestino Sachet, autor de ‘A literatura dos catarinenses – espaços e caminhos de uma identidade’ (2012).

O Centro relança o projeto com a coordenação dos professores Arnoldo Debatin Neto, Luciana Rassier e Silvana de Gaspari. “O projeto objetiva incentivar a leitura de textos literários e aproximar escritores e leitores, mas também aproximar a comunidade acadêmica e a comunidade em geral. Como a literatura conta o mundo? Como o autor escreve seu livro? Quais seus processos criativos? Mas também haverá espaço para o debate com especialistas em literatura, para refletirmos sobre a literatura enquanto objeto estético e cultural”, diz Rassier, doutora em literatura e tradutora literária.
(mais…)

Tags: ACLleituraliteraturaUFSCUm dedo de proza

Projeto de extensão proporciona um momento de pausa com yoga e biblioterapia

19/04/2016 14:00
Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC

Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC

Um momento de pausa. Essa é a proposta do projeto de extensão “Leitura e Relaxamento”, oferecido pela mestranda em Ciência da Informação Carla Sousa da Silva todas as segundas-feiras e aberto a todos. Em 2015, Carla cursou a disciplina “Yoga na Aprendizagem”, em que desenvolveu o projeto aliando a yoga com o tema de sua pesquisa, a biblioterapia. “São ferramentas poderosas para ajudar as pessoas a focar na respiração e trazer a consciência para o corpo. No dia a dia esquecemos de fazer isso. A ideia é que os participantes aproveitem esse momento para voltar-se para dentro. Ao final, todos se sentem mais preparados e com mais disposição para retomar suas atividades”, explica Carla.

O professor e orientador do projeto, Diego Arenaza, do Departamento de Metodologia do Ensino (MEN), relata que ministra a disciplina “Yoga na Aprendizagem” desde 2003, com o objetivo de promover a yoga em sala de aula como uma metodologia pedagógica alternativa. “A yoga pode facilitar a aprendizagem, ela oferece ferramentas para vivermos melhor e com menos esforço”, afirma Diego.
(mais…)

Tags: BiblioterapiaCEDCentro de Educaçãoleituraprojeto de extensãorelaxamentoYogaYoga na Aprendizagem

Filmes legendados contribuem para melhora em desempenho de leitura

13/07/2015 08:53

De acordo com pesquisa do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), disponibilizada no QEdu – portal que reúne dados sobre a qualidade de aprendizado dos estudantes da rede pública –, apenas 40% dos alunos de 5º ano e 23% dos de 9º ano apresentam nível proficiente ou avançado no estudo de Língua Portuguesa, considerando-se suas pontuações na Prova Brasil de 2013. Santa Catarina – estado com o maior indicador de aprendizado adequado – apresenta índice acima da média nacional: 56% dos alunos de 5º ano e 27% dos de 9º ano possuem nível proficiente ou avançado na disciplina. A dificuldade das crianças e adolescentes com a leitura motivou a tese de Silvane Daminelli, defendida em 2014, do Programa de Pós-graduação em Estudos da Tradução da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), orientada pela professora Ana Cláudia de Souza, do Departamento de Metodologia de Ensino. A pesquisadora apresentou quatro curtas-metragens legendados para melhorar a leitura dos alunos da Escola de Educação Básica Pedro Simon, de Ermo, sul de Santa Catarina.

A pesquisa foi realizada em 2012, em duas turmas de 5ª série, atual 6º ano. Dos 56 alunos, 21 foram considerados como de baixo desempenho e maior dificuldade de aprendizagem, de acordo com o corpo docente da instituição. Os estudantes, entre 11 e 16 anos, apresentavam problemas referentes à escrita, leitura, produção de textos e cálculo. Focando a dificuldade dessas crianças em ler, Silvane Daminelli propôs uma nova forma de leitura, usando filmes estrangeiros legendados como maneira de ensinar Língua Portuguesa. O resultado foi positivo: dos 21 alunos iniciais com baixo desempenho apenas sete continuaram apresentando dificuldades, e 60% deles compreenderam os textos fílmicos por meio da leitura das legendas. Com isso, a pesquisadora demonstrou que mesmo os alunos que apresentam histórico de desempenho abaixo do esperado podem evoluir com atividades diferenciadas.

Ana Cláudia de Souza explica que a opção pelos curtas-metragens foi tomada, pois ela e Silvane Daminelli tinham “um universo de não leitores e precisavam operar de modo que [a atividade] tocasse afetivamente e despertasse o interesse dos alunos”. “A legenda tem um tempo de leitura predeterminado, o que exige muito da capacidade do leitor”, completa a orientadora. Os curtas-metragens tornaram possível trabalhar com um texto completo. Se tivesse sido exibido um longa-metragem, a atividade teria de ser feita em partes, o que  poderia causar fadiga aos alunos.

O curta-metragem O monge e o macaco foi o segundo a ser apresentado. Foto: Jair Quint/Agecom/DGC/UFSC

Os quatro filmes foram escolhidos com base na faixa etária da turma, gostos, dados obtidos pela aplicação de um questionário socioeconômico, tempo de duração e capacidade leitora dos alunos. O primeiro curta, Os fantásticos livros voadores do senhor Morris Lessmore (The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore / William Joyce e Brandon Oldenburg / EUA, 2011), não possui falas nem legendas, mas serviu de preparação para os outros. O segundo foi O monge e o macaco (The Monk and the Monkey / Brendan Carroll, Francesco Giroldini e Shant Ergeninan / EUA, 2010), seguido de Batman, sem saída (Batman Dead End / Sandy Collora / EUA, 2003), o mais atrativo aos estudantes, mas também o que exigia maior atenção às legendas. O último, A lenda do espantalho (La Leyenda del  Espantapájaros / Marco Besas / Espanha,  2005), foi o mais complexo. Cada filme foi exibido duas vezes.

Além da exibição dos filmes, a pesquisa contou com mais três etapas: um questionário para testar a compreensão da obra, um processo devolutivo e protocolos verbais. O questionário foi composto de um número variado de questões sobre cada curta, que exigiram respostas discursivas quanto à sua mensagem principal e ao enredo. O processo devolutivo, feito após a segunda exibição, permitiu aos alunos alterarem as respostas caso o quisessem. Por último, os protocolos verbais foram discussões em classe, que possibilitaram aos alunos discutirem verbalmente o filme, sem fazer uso da escrita. Silvane conta que, entre a exibição do segundo e do terceiro curta-metragem, alguns alunos começaram a frequentar a biblioteca pedindo orientações e indicações de leitura, e a se dirigirem diretamente ao auditório onde eram exibidos os filmes, para que conseguissem sentar nos melhores lugares. Para a pesquisadora, isso demonstra o aumento do interesse dos alunos e a familiaridade que desenvolveram com o que antes era uma grande dificuldade, a leitura.

Após os resultados da pesquisa, a professora de História da Escola de Educação Básica Pedro Simon também aderiu à proposta e apresentou filmes durante as aulas para melhorar o desempenho dos alunos. No entanto, Ana Cláudia de Souza aponta que “a proposta não é de que a escola fique em filmes legendados, mas sim de que ela ofereça, cada vez mais, o texto escrito – que, naquele momento, ainda estava muito distante dos alunos”.

 

Para assistir aos curtas-metragens, clique nos links:

Os fantásticos livros voadores do senhor Morris Lessmore: https://www.youtube.com/watch?v=Ad3CMri3hOs

O monge e o macaco: https://www.youtube.com/watch?v=0twYQY7H7nU#t=14

Batman, sem saída: https://www.youtube.com/watch?v=9x1smZmYkbo

A lenda do espantalho: https://www.youtube.com/watch?v=46ZMXOV7OhU

 

Mais informações:

Pós-graduação em Estudos de Tradução: (48) 3721-6647

Silvane Daminelli:

 

Laura Fuchs e Tamy Dassoler/Estagiárias de Jornalismo/DGC/UFSC
/

Claudio Borrelli/Revisor de Textos da Agecom/DGC/UFSC

Jair Quint/Fotógrafo da Agecom/DGC/UFSC

Tags: Departamento de Metodologia de Ensinodificuldade em leituraensinoFilmesleituramelhora em desempenho de leituraPós-graduação em Estudos de Tradução

Abertas inscrições para apoio a estudantes em Leitura, Produção Textual, Física, Química e Cálculo

26/05/2015 13:46

O Programa Institucional de Apoio Pedagógico (Piape) abre inscrições para os novos módulos de apoio pedagógico em Leitura e Produção Textual. Continuam abertas as inscrições para apoio em Física, Química e Cálculo para todos os estudantes da graduação da UFSC. Para se inscrever acesse a página: http://apoiopedagogico.prograd.ufsc.br/florianopolis/

Tags: cálculofísicaleituraPiapeProdução textualquímicaUFSC

Enquete sobre práticas de leitura na Sepex

16/11/2012 13:41

Foto: SXC

Com o objetivo de aprofundar conhecimentos sobre práticas de leitura da comunidade universitária e das pessoas que circulam na Universidade, o Núcleo de Estudos e Pesquisa em Alfabetização e Ensino da Língua Portuguesa (Nepalp) realizará, no decorrer desta 11ª Semana de Pesquisa e Extensão da UFSC, uma enquete digital sobre o que leem as pessoas que visitam o evento.
(mais…)

Tags: leituraNepalpsepexUFSC

Sábado é dia de mais uma oficina de texto científico Reuni

03/05/2012 12:53

Estão abertas as inscrições para as oficinas de Leitura e Produção Textual em Ciências Humanas e Sociais da UFSC, que será no dia 5 de maio (sábado), das 9 às 16h30, na sala 327 (Laboratório de Informática), do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH). São apenas 30 vagas, com direito a certificado emitido pela UFSC, e as inscrições podem ser feitas em oficinasdich.blogspot.com.br.
(mais…)

Tags: leituraoficinareuniUFSC

Círculo de Leitura recebe quinta-feira o escritor Júlio de Queiroz

24/04/2012 10:36

Círculo de Leitura na UFSC traz Júlio de QueirozO escritor Júlio de Queiroz é o convidado da edição de abril do Círculo de Leitura de Florianópolis. Ele falará de suas leituras prediletas, de outros autores e da própria obra a partir das 18h de quinta-feira, dia 26, na sala Harry Laus da Biblioteca Universitária da UFSC. “De mala pronta”, “Fractais”, “Encontro de abismos”, “Baú de mascate”, “Os convidados à trama”, “Informes a Narciso”, “Gritos do amanhecer” e “Morrer para principiantes e repetentes: ensaios” estão entre os livros do escritor, que nasceu na cidade de Alegre, no Espírito Santo, em 1926.

Com formação em filosofia, seus estudos foram realizados no Rio de Janeiro, Porto Alegre, Munique e Londres. Em 1949, com menos de 23 anos, resolveu dedicar-se à vida monástica. Também trabalhou em funções públicas, junto à presidência da República, na prefeitura do Distrito Federal e no Ministério da Fazenda. Em Santa Catarina, atuou como elaborador de textos do governador Colombo Machado Salles. Ocupa a cadeira número 10 da Academia Catarinense de Letras.
(mais…)

Tags: CírculoleituraUFSC

Leitura dramática

07/12/2011 11:17

Os alunos da disciplina Tópicos Especiais em Artes Cênicas VII + Tópicos em Literatura – prática em escrita dramática Ana Eltermann, Barbara Porto Machado, Charles de Miranda Júnior, Diogo Casagrande, Elisa Brod Bacci, Giovanna dos Santos, Regina Akemi Uchima, Telemakos Endler participam junto com o professor Paulo Ricardo Berton, da leitura dramática dos seus textos, dia 8 de dezembro, na sala 401 do CFM, às 16h30min. Os textos serão lidos pelos alunos do grupo de pesquisa ‘Dramaturgia Brasileira Contemporânea’, também coordenados por Berton.

Programa

Stress , de Regina Uchima, por Mariel Maciel.

Serenata , de Bárbara Machado, por Lidiane Mesquita.

Bloqueio , de Diogo Casagrande, por Marcela Trevisan, Mandy Justo e Elisa Brod Bacci.

O Sistema, de Ulysses’ Son, por Elisa Brod Bacci, Lidiane Mesquita e Mariel Maciel.

Paradise , de Giovanna Rosa, por Mariel Maciel, Marcela Trevisan e Lidiane Mesquita.

Marcada , de Elisa Bacci, por Mandy Justo e Mariel Maciel.

O Cafofo, de Charles de Miranda, por Marcela Trevisan, Elisa Brod Bacci, Mandy Justo e Lidiane Mesquita

O Adeus de Catarina, de Ana Eltermann, por Marcela Trevisan.

Tags: artes cênicasleitura

UFSC promove fórum para estimular a leitura e a escrita

01/12/2011 17:29

Será realizado nos dias 7 e 8 de dezembro, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), o primeiro Fórum Cátedra UNESCO MECEAL para o Desenvolvimento da Leitura e da Escritura, com apoio da Capes. As conferências serão realizadas na Sala Machado de Assis (407), Prédio B do Centro de Comunicação e Expressão (CCE) e no auditório da Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicos (Fepese).

O fórum é destinado a professores e alunos de graduação e pós-graduação que tenham interesse no desenvolvimento da leitura e da escrita. Para participar, deve ser feita inscrição, gratuita, antecipadamente através do e-mail . Serão emitidos certificados de participação.

A abertura oficial do fórum será às 9h da quarta-feira, 7, na Sala Machado de Assis (CCE), com a assinatura solene do convênio entre a Universidad del Valle e a UFSC. A conferência de abertura, “Incidencia de intervención pedagógica en el mejoramiento de la compressión y producción textual”, será às 10h, com a fundadora e diretora da Cátedra UNESCO para leitura e escritura na América Latina, professora Maria Cristina Martinez Solís. Também serão conferencistas os professores Luis Eduardo Miranda Esquerre (Peru), Sergio Ariel Serrón Martínez (Venezuela), Giovanni Parodi (Chile) e Leonor Scliar Cabral (UFSC).

A Cátedra UNESCO MECEAL foi criada com a finalidade de contribuir para a melhoria da qualidade da educação na América Latina. Com sede na Universidad del Valle, na Colômbia, é uma rede internacional entre pesquisadores de várias universidades. Atualmente, os países que integram a rede são: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, México, Peru, Porto Rico e Venezuela.

O convênio com a UFSC começou a ser implantado no final de 2009, com a iniciativa da professora emérita Leonor Scliar Cabral, que participou de um congresso da cátedra na Venezuela e decidiu trazer a ideia para a universidade. Uma das preocupações da professora é com os altos índices de analfabetismo funcional, mesmo entre os estudantes. Ela conta que dentro da universidade, temos ainda 1% dos estudantes com analfabetismo funcional de nível rudimentar, ou seja, aqueles que conseguem apenas compreender títulos e frases curtas. “Um dos objetivos da cátedra é despertar a atenção para a importância da leitura e da escrita em qualquer curso da universidade, não só para os cursos de letras”, explica Leonor.

Em julho de 2010 foi desenvolvido o projeto “Leitura e produção de texto na universidade”, sob o patrocínio do Programa de Formação Continuada para Professores (Profor), com a participação de mais de 60 alunos, doutores recém concursados, em estágio probatório. A segunda edição do curso teve início em agosto de 2011. Está prevista também a implantação dos Laboratórios de Leitura para o primeiro semestre de 2012.

Confira a programação.

Mais informações pelo endereço ou pelo telefone (48) 3721-9288 com as professoras Leda ou Viviane.

Por Carolina Lisboa/ Bolsista de Jornalismo na Agecom

Tags: escritafórumleituraUFSC

Oficinas de leitura e produção textual

26/09/2011 10:04

Serão realizadas no próximo sábado, dia 1, as Oficinas de Leitura e Produção Textual em Ciências Humanas e Sociais, ministradas pelos doutorandos do Programa Interdisciplinar em Ciências Humanas. Os temas abordados nesse encontro serão: “Como elaborar resumos e resenhas” e “Como construir uma apresentação”. Os interessados devem fazer sua inscrição pelo blog: http://oficinasdich.blogspot.com/. As vagas são limitadas.

Tags: leituraoficinasprodução