Laboratório lança projeto de financiamento coletivo para ônibus elétrico

18/07/2019 15:29

O Laboratório Fotovoltaica da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) lançou projeto de financiamento coletivo para manter o eBus rodando, após o término dos recursos para o desenvolvimento do veículo.

O eBus é o ônibus elétrico alimentado por energia solar da UFSC: 100% elétrico foi todo desenvolvido no Brasil e a energia que o recarrega é toda produzida nos sistemas fotovoltaicos instalados no Laboratório Fotovoltaica-UFSC localizado no Sapiens Parque, no norte de Florianópolis.

O eBus foi inaugurado em dezembro de 2016 e iniciou seu serviço regular de transporte entre o campus central da Universidade e o Fotovolaica UFSC em março de 2017. Desde então, foram mais de 100 mil quilômetros rodados (o equivalente a mais de duas voltas ao mundo!), prestando serviços regulares e gratuitos para a comunidade da UFSC.

Mais informações no link.

Tags: Comissão da Verdade da Universidade Federal de Santa CatarinaeBusenergia solarFotovoltaicaLaboratório FotovoltaicaUFSC

Laboratório Fotovoltaica realiza seminário com Instituto Fraunhofer Chile nesta quarta-feira, 20

19/12/2017 12:53
O Laboratório Fotovoltaica, do Centro de Pesquisa e Capacitação em Energia Solar da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e o Instituto Fraunhofer Chile realiza nesta quarta-feira, 20 de dezembro, a partir das 15h, o seminário ‘Facilitating Innovation in Solar Energy – the activities of Fraunhofer Center for Solar Energy Technology‘, no auditório do Laboratório, localizado no Sapiens Parque. O evento será apresentado em inglês pelo professor Werner Platzer, diretor Executivo do Fraunhofer Center for Solar Technology (CSET) de Santiago, Chile.

(mais…)

Tags: energia solarInstituto FraunhoferLaboratório FotovoltaicaUFSC

UFSC na mídia: pesquisadores da UFSC criam forma de obter energia solar em placas de cerâmica

29/08/2017 16:07

Foto: Guilherme Hahn.

Uma fachada ventilada, por onde o ar circula e faz trocas térmicas, deixando a temperatura interna mais agradável. No teto, um sistema refletivo, que diminui a absorção do calor, e na parede, a maior novidade de todas: um revestimento cerâmico capaz de acumular os raios solares e transformá-los em energia elétrica. Inédita no Brasil, a pesquisa realizada no campus Araranguá, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), quer criar uma alternativa para a utilização de energia fotovoltaica.

Em uma placa de cerâmica de 60cm x 120cm é adicionado um circuito elétrico no qual são aplicadas as células fotovoltaicas. Esse revestimento é instalado na fachada da casa ou do edifício e, conforme recebe raios solares, gera energia para abastecer o imóvel. O sistema é semelhante a placas ou telhas já existentes no mercado, porém tem o diferencial de ser utilizado também como parte do design. Na casa chamada de planta bioclimática, construída em Araranguá, diversas tecnologias são testadas para buscar eficiência energética.
(mais…)

Tags: campus araranguáenergia fotovoltaicaenergia solarEngenharia de Energiailuminaçãoplanta bioclimáticatermoelétricaUFSCufsc na mídia

Laboratório Fotovoltaica-UFSC assina acordo de colaboração com centro de pesquisa português

01/08/2017 12:51

O Ministro de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal, Manuel Heitor, e uma comitiva do governo português visitaram o Centro de Pesquisa e Capacitação em Energia Solar da UFSC (Laboratório Fotovoltaica-UFSC) na segunda-feira, 31 de julho, no Sapiens Parque. Eles conheceram os projetos de pesquisa e desenvolvimento (P&D) do laboratório e representantes da UFSC e do Laboratório Fotovoltaica-UFSC assinaram um acordo de colaboração nas áreas de mobilidade elétrica e geração solar fotovoltaica com o Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto (CEiiA, vinculado ao Ministério de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal).

O professor Ricardo Rüther apresentou aos visitantes o ônibus elétrico que realiza cinco viagens por dia entre a universidade e o Sapiens, alimentado pela eletricidade solar gerada nas estruturas do laboratório. O ônibus tem duas mesas de reunião, tomadas 220V e USB, para que os usuários tenham um ambiente de trabalho durante os 30 minutos do deslocamento.

Outro veículo, o veleiro ECO UFSC, foi apresentado aos portugueses pelo professor Orestes Alarcon, do Departamento de Engenharia Mecânica. Desenvolvido em alumínio com apoio da FAPESC e tecnologia local para expedições em mar aberto e regiões polares, a embarcação tem  capacidade para transportar confortavelmente até 10 pessoas, entre tripulantes e pesquisadores, que podem conduzir projetos de ciência oceânica.
(mais…)

Tags: AIR Centerconvênioenergia solarFapescFotovoltaicaPortugalUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC produzirá energia solar para mover ônibus elétrico

05/09/2016 17:31

onibus-eletricoNa quinta-feira, 1º de setembro, foi apresentado no 12º Salão Latino-Americano de Veículos Elétricos um ônibus 100% elétrico, que fará o transporte de alunos, professores e técnicos da UFSC. O veículo, que começa a funcionar em dezembro, será recarregado em estação com energia solar e terá emissão zero de poluentes.

A energia necessária para que o veículo circule será gerada pelo Centro de Pesquisa e Capacitação em Energia Solar Fotovoltaica da UFSC, localizado no Sapiens Parque. As recargas serão feitas por meio da rede presente no campus e no parque, percurso que o veículo fará quatro vezes ao dia, totalizando 50 quilômetros entre ida e volta. Com as recargas de conveniência ao final de cada viagem no Sapiens Parque, a autonomia é dimensionada para atender a operação durante todo o dia com emissão zero de poluentes.
(mais…)

Tags: Centro de Pesquisa e Capacitação em Energia Solar Fotovoltaicaenergia solarEnergia Solar Fotovoltaicaônibus elétricoSapiens ParqueUFSC

Capacitação em energia solar fotovoltaica tem transmissão ao vivo

06/10/2015 09:36

1410762_759422767406367_1475039901_oO Grupo de Pesquisa Estratégica em Energia Solar da Universidade Federal de Santa Catarina (Fotovoltaica-UFSC) promove, nesta terça-feira, às 10h, um treinamento em PVSyst em parceria com a empresa estadunidense First Solar (atualmente o maior fabricante de módulos solares fotovoltaicos do mundo). A atividade será transmitida ao vivo por internet streaming, disponível no link. Novos treinamentos estão previstos para os dias 26 e 27 de outubro; e 5 e 6 de novembro.

Mais informações no site e no Facebook do grupo.

Tags: capacitaçãoenergia solarFotovoltaicaFotovoltaica-UFSCGrupo de Pesquisa Estratégica em Energia SolarUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

SINTER promove palestras e interação internacional no Dia do Marrocos na UFSC

09/05/2014 17:52

O secretário da SINTER, Luiz Carlos Pinheiro Machado Filho (à esquerda), a vice-reitora, Lúcia Helena Martins Pacheco (centro) e a professora marroquina Afaf Mikou (à direita) fizeram a abertura do Dia do Marrocos na UFSC nesta sexta-feira, dia 9. (Foto: Wagner Behr/Agecom/UFSC)

Três professores da Université Hassan II (UH2), em Casablanca, Marrocos, estiveram na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) onde apresentaram, nesta sexta-feira, dia 9, oportunidades de intercâmbio em seu país. Alunos de ambas as universidades podem, a partir do convênio firmado em 2013, participar de programas de graduação e pós-graduação. Além disso, a UFSC e a UH2 são instituições parceiras no Projeto Imagine de solidariedade internacional.

Estavam presentes na cerimônia de abertura do Dia do Marrocos na UFSC a vice-reitora Lúcia Helena Martins Pacheco, o secretário de Relações Internacionais (SINTER), Luiz Carlos Pinheiro Machado Filho, o coordenador do Projeto Imagine, André de Ávila Ramos, além dos professores marroquinos palestrantes Btissam El Amrani, Fouad Amraoui e Afaf Mikou, e alunos e professores da UFSC.

A aproximação entre a UH2 e a UFSC é resultado da visita da reitora Roselane Neckel e equipe da SINTER ao Marrocos em 2013. “Queremos conhecer melhor a realidade do Marrocos e encontrar pessoas aqui da UFSC interessadas em continuar essa colaboração. Temos muitos convênios com países da Europa, Américas e poucos com países africanos como o Marrocos, que tem uma cultura com menor interferência europeia. Eles desenvolvem ações muito semelhantes às que desenvolvemos aqui, no âmbito ambiental e social, principalmente”, aponta o secretário da SINTER, Luiz Carlos Pinheiro Machado Filho.

(mais…)

Tags: Dia do Marrocosenergia solarMarrocossinterUFSCUniversité Hassan II

Professor canadense ministrará curso de verão sobre Fotofísica Molecular

22/01/2014 15:22

Em janeiro de 2014, o professor Ronald P. Steer, do Departamento de Química da Universidade de Saskatchewan (Canadá), ministrará na UFSC o curso “Introdução a Fotofísica Molecular e Optoeletrônica com foco em Células Sensibilizadas por Corantes (DSSCs)”. Trata-se de um curso de curta duração, totalizando seis horas e equivalente a um crédito. O evento é uma das atividades planejadas em sua passagem pelo Brasil como pesquisador visitante do programa Ciência sem Fronteiras.

O curso será gratuito e ministrado em inglês. Ocorrerá nos dias 27 e 28 janeiro, no auditório do Departamento de Engenharia Mecânica. No primeiro dia, as atividades serão no horário de 9h às 12h e das 14h às 17h. No segundo dia será realizada uma mesa redonda para discussão do assunto e conversa sobre parcerias, em horário a ser definido.

Para efetivar a matrícula, os alunos da UFSC devem procurar a secretaria do seu curso e solicitar matrícula pelo sistema CAPG (Controle Acadêmico da Pós-Graduação). O período de inscrição vai até dia 27 de janeiro. Para alunos não regulares da Universidade ainda está sendo elaborado um formulário de inscrição. Neste caso, estes poderão fazer a matrícula até o dia 27 de janeiro no local do curso (auditório do Departamento de Engenharia Mecânica).

O professor Steer vem a convite do professor do Departamento de Engenharia Civil, Ricardo Rüther, e do pesquisador do Pós-Doutorado, Marcos Ribas. Neste ano, o professor Steer foi laureado com o prêmio John C. Polanyi da Sociedade Canadense de Química, pela excelência em sua pesquisa nas áreas de Fotoquímica, Fotofísica e Espectroscopia Molecular Fluorescente, focado principalmente na compreensão do comportamento de moléculas orgânicas que absorvem luz e que estão desbravando novas fronteiras na área de energia solar.

Serviço

O quê: Disciplina: EMC510039 – Tópicos Especiais: Fotofísica Molecular para Dispositivos Opto-Eletrônicos, com o professor Ronald P. Steer

Quando: 27 e 28 de janeiro de 2014, das 9h às 12h e das 14h às 17h

Local: auditório do Departamento de Engenharia Mecânica, bloco A

Inscrições: alunos da UFSC devem inscrever-se na secretaria de seu curso por meio do CAPG (Controle Acadêmico da Pós-Graduação). Alunos externos podem inscrever-se no local antes de inicar o curso.

Mais informações com Marcos Ribas:  ou 

 

Edição de Vitória Greve/ Estagiária de Jornalismo da Agecom/UFSC

 

Tags: CTCenergia solarFotofísicaquímicaUFSC

Professor da UFSC é um dos palestrantes da ‘Intersolar South America’

20/09/2013 14:11

O professor Ricardo Rüther, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), integrou a programação do último dia da “Intersolar South America”. O evento, que ocorre em São Paulo desde o último dia 18, é referência mundial no setor de indústria de energia solar. Rüther é professor do Departamento de Engenharia Mecânica, coordenador do Grupo de Pesquisa Estratégica em Energia Solar da UFSC, e diretor-técnico do Instituto para o Desenvolvimento de Energias Alternativas da América Latina (Ideal), de Florianópolis. Na sessão desta sexta-feira, ele expôs sobre as tendências de mercado e políticas relacionadas à energia fotovoltaica na América Latina. Essa não foi a primeira apresentação do professor no evento. Na quinta-feira, ele abordou questões relacionadas às usinas solares no Brasil e seus trabalhos desenvolvidos na UFSC.
(mais…)

Tags: energia solarIntersolar South AmericaRicardo RütherUFSC

Fundo Solar vai beneficiar empresas e residências no Brasil

14/05/2013 14:49

O Brasil tem um grande potencial energético e o Fundo Solar vai incentivar empresas e residências a viabilizarem economicamente a produção de energia fotovoltaica em microgeradores de até 5 kW de potência. Inédito no Brasil, o Fundo foi lançado pelo Ideal (Instituto para o Desenvolvimento de Energias Alternativas na América Latina), durante a quarta edição do Seminário Energia + Limpa, realizada no dia 13 de maio, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em Florianópolis.

(mais…)

Tags: Energia elétricaenergia solarUFSC

Energia solar na UFSC: primeiro gerador do Brasil integrado à arquitetura completa 15 anos

15/09/2012 12:13

Instalado no Departamento de Engenharia Mecânica da UFSC, gerador solar funciona há 15 anos ininterruptamente. Foto: Bianca Quadros

Colocar em prática um sistema interligado a rede elétrica pública, planejado para captar a luz do sol, transformá-la em energia elétrica e que fosse adaptável a arquitetura da construção. O que é uma realidade hoje, há 15 anos representou uma grande uma inovação que aconteceu na Universidade Federal de Santa Catarina. No dia 16 de setembro de 1997 pesquisadores do então Labsolar, que atualmente  fazem parte do Grupo de Pesquisa Estratégica em Energia Solar (Fotovoltaica-UFSC), colocaram em funcionamento o primeiro gerador solar fotovoltaico integrado à arquitetura do Brasil. Conectado à rede pública, o gerador está ativo ininterruptamente há 15 anos, no Bloco A do Departamento de Engenharia Mecânica da universidade.

O gerador tem potência de 2 kWp (dois quilowatts pico). De forma simplificada, representa que ao meio-dia, num dia sem nuvens, ele tem potência de dois mil watts. O gerador atende a uma pequena parte do consumo do prédio de três andares no qual está instalado, que tem elevada carga de ar-condicionado. Nos finais de semana, eventualmente injeta energia na rede pública.

Como funciona

Para o funcionamento de um sistema fotovoltaico interligado à rede, a luz do sol incide no módulo solar, gerando uma corrente elétrica contínua, causada pela agitação dos elétrons dentro da espessura do módulo. Essa corrente passa por um inversor, onde é convertida para corrente alternada – com características iguais às da energia elétrica da rede pública – e é depositada na rede pública ou utilizada para o consumo no edifício.

A energia solar é uma fonte para produção de eletricidade que pode atender tanto aos habitantes dos grandes centros urbanos como às comunidades ou habitações isoladas onde criar uma extensão da rede elétrica convencional apresenta grandes custos. Além de renovável e silenciosa, é bem distribuída em todo o país e os módulos do sistema fotovoltaico podem ser integrados a edificações urbanas, não precisando de espaços adicionais.

Valores no Brasil

De acordo com o Anuário Estatístico de Energia Elétrica 2011, da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), vinculada ao Ministério de Minas e Energia, o consumo médio residencial no Brasil em 2010 foi de 154,0 kWh/mês. Na região sul esse consumo foi de 174,0 kWh/mês, o que corresponde à média anual de 2.088 kWh. Segundo dados do Grupo Fotovoltaica-UFSC, um sistema instalado em Florianópolis precisaria ter 1,74 kWp para atender a esse consumo anual.

Hoje há módulos solares instalados em cinco unidades da UFSC. Foto: Bianca Quadros

O gerador do Bloco A é de 2kWp, capacidade suficiente para atender a um consumo mensal de 200kWh. É o equivalente ao de uma residência de classe média, com dois adultos e uma criança, por exemplo. Com essa potência instalada no telhado de uma residência em Florianópolis, seria gerado ao longo do ano bem perto do que é consumido no período. “Claro que poderia haver anos em que o sistema geraria menos, e outros em que geraria mais, pois há anos mais chuvosos e outros com mais dias de sol, mas, na média, vai gerar quase o mesmo que consome”, explica o engenheiro e pesquisador do Grupo Fotovoltaica-UFSC, Alexandre Montenegro.

No Campus da Trindade da UFSC, além do gerador solar do bloco A do Departamento de Engenharia Mecânica, foram instalados, posteriormente, pelo Grupo Fotovoltaica-UFSC, sistemas fotovoltaicos também interligados à rede e integrados à arquitetura nas coberturas do Centro de Cultura e Eventos (10kWp) e do Centro de Convivência (1kWp), e em espaços externos do Hospital Universitário (2kWp) e do Colégio de Aplicação (2kWp).

O Grupo Fotovoltaica-UFSC recebeu recentemente o Green Project Awards Brasil na categoria Pesquisa e Desenvolvimento, pelo “Projeto Megawatt Solar: geração solar fotovoltaica integrada a uma edificação inserida em meio urbano e conectada a rede elétrica”, realizado em parceria com a empresa Eletrosul e Instituto Ideal.

Primeiro gerador solar integrado à arquitetura completa 15 anos no dia 16 de setembro de 2012. Foto: Thaine Machado

 

Mais informações:

www.fotovoltaica.ufsc.br
Telefone: (48) 3721-9379 – ramal 220

Professor Ricardo Ruther
Email: 
Telefone: (48) 3721-5174

Mestrando Alexandre Montenegro
Email: 
Telefone: (48) 8408-1498

 

Poliana Dallabrida Wisentainer / Estagiária de Jornalismo da Agecom / UFSC

Tags: energia solarFotovoltaica-UFSCUFSC

Inovação e preocupação ambiental resultam em prêmios para pesquisadores

14/09/2012 10:09

A universidade foi por duas vezes reconhecida na primeira edição do Green Project Awards Brasil, que premia projetos de empresas, universidades e pessoas que incentivem a sustentabilidade no Brasil. Entre os 200 trabalhos inscritos no prêmio, a UFSC ficou em primeiro lugar na categoria “Pesquisa e Desenvolvimento”, com o projeto do Grupo de Pesquisa Estratégica em Energia Solar (Fotovoltaica-UFSC), e em terceiro lugar na categoria “Iniciativa Jovem”, com trabalho na aluna de Engenharia Sanitária e Ambiental, Aline Gonçalves Cassimiro de Vasconcelos. A entrega da premiação aconteceu no dia 31 de agosto no Rio de Janeiro.

Energia solar

Projeto do Grupo Fotovoltaica-UFSC teve início em 2009. Na foto, placas instaladas na universidade para captação de energia solar. Foto: Bianca Quadros, Fotovoltaica-UFSC

Na categoria Pesquisa e Desenvolvimento, a UFSC ganhou o prêmio Green Project com o “Projeto Megawatt Solar: geração solar fotovoltaica integrada a uma edificação inserida em meio urbano e conectada a rede elétrica”. Com estudos iniciados em 2007 no curso de Engenharia Civil, o Projeto Megawatt Solar foi pensado para gerar energia de uma maneira sustentável e econômica. “Por se tratar do maior sistema fotovoltaico integrado em uma edificação urbana, o Projeto Megawatt Solar será uma vitrine para a energia solar fotovoltaica, e visa tornar a tecnologia mais difundida no Brasil, assim como aumentar a sensibilização do setor público e dos tomadores de decisão do setor energético”, explica o idealizador do projeto, professor Ricardo Ruther.

O piloto do projeto foi lançado em 2009, com uma parceria entre o Grupo Fotovoltaica- UFSC, a empresa Eletrosul e Instituto Ideal. Foram instaladas 88 placas solares, que captam a luz do sol e são conectadas a inversores que convertem a energia solar em energia elétrica. A corrente gerada através das placas serve para abastecer o consumo em parte do edifício da Eletrosul. A quantidade de energia que não é consumida pela construção é injetada na rede elétrica pública.

Energia biotérmica

No projeto de Aline Vasconcelos (à direita), resíduos orgânicos de uma creche em Florianópolis são destinados à compostagem. A temperatura elevada, durante o processo de decomposição, serve para aquecer a água. Foto: acervo da pesquisadora

Na categoria “Iniciativa Jovem”, a aluna de Engenharia Sanitária e Ambiental, Aline Gonçalves Cassimiro de Vasconcelos, foi a terceira colocada com o trabalho “Compostagem de resíduos orgânicos para hortas escolares e aquecimento de água através da energia biotérmica”. Desenvolvido na creche Núcleo de Educação Infantil Nossa Senhora de Lurdes, no bairro Agronômica, o projeto de educação ambiental trabalha com a conscientização de funcionários e alunos na destinação de resíduos, além de incentivar a alimentação saudável. Palestras sobre os 3 R’s (reduzir, reutilizar e reciclar), conhecimento sobre a correta destinação e como reutilizar compostos orgânicos fazem parte do trabalho desenvolvido na escola.

Para reaproveitar os resíduos orgânicos produzidos, que antes eram misturados ao lixo comum, o grupo de pesquisa, orientado pelo professor Paul Richard Muller, adicionou o processo de compostagem na rotina da instituição. Passado pelo processo, os resíduos orgânicos viram adubo e são usadas na horta escolar. Com o crescimento do projeto, foram construídos encanamentos dentro da leira de compostagem – local onde os resíduos são armazenados – que aquecem a água, devido à alta temperada nas leiras. Essa água é reaproveitada para a limpeza do local.

Sobre o prêmio

O Green Project Awards foi criado no ano de 2008, em Portugal, e premia empresas, instituições de ensino e pessoas físicas que incentivem, promovam e criem projetos na área de desenvolvimento sustentável. No Brasil, o Green Project Awards é organizado pelo Instituto Nacional de Tecnologia e tem apoio do Ministério do Meio Ambiente e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

 

Mais informações:

http://www.gpabrasil.com.br/

Fotovoltaica-UFSC
http://www.fotovoltaica.ufsc.br/
Telefone: (48) 3721-9379   – ramal 220
Professor Ricardo Ruther
Email: 
Telefone:             (48) 3721-5174

Aline Gonçalves Cassimiro de Vasconcelos
Email: 

 

Poliana Dallabrida Wisentainer /Estagiária de Jornalismo da Agecom / UFSC

Tags: compostagemenergia biotérmicaenergia solarEngenharia Sanitária e AmbientalProjeto Megawatt SolarUFSC

Florianópolis sedia nova edição de rali de barcos movidos a energia solar

12/03/2012 09:46

Começa em Florianópolis no próximo sábado, 17 de março, a segunda edição do Desafio Solar Brasil. Dez equipes de todo o país vêm competir no maior rali nacional de barcos movidos a energia solar. O evento é considerado o segundo maior do mundo em sua área. A competição segue até o sábado seguinte, 24 de março, no parque de Coqueiros, na cabeceira continental da Ponte Hercílio Luz.

O Desafio Solar Brasil é um estímulo ao desenvolvimento da pesquisa de fontes alternativas de energia para embarcações, além de servir como incentivo à troca de informações entre os participantes, em sua maioria estudantes.

A etapa Florianópolis 2012 tem patrocínio do Governo do Estado (por meio da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte e da Fundesporte), além de apoio da Radix, Certi, Veleiros da Ilha, Fundação Municipal de Esportes, Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Engenharia Mecânica da UFSC, CNPq, UFSC Compete, Pólo Náutico UFRJ e
Clube Náutico Riachuelo.

Mais informações: Luiza Eberhardt (Organização do evento) /  / (48) 9953-7903 ou Gabriela Damaceno (Assessoria de Imprensa) / / (48) 9662-9214

Saiba Mais:
Equipes participantes do desafio:
1. Arariboia – Universidade Federal Fluminense
2. Arpoador – Universidade Federal do Rio de Janeiro
3. Babitonga – Universidade Federal de Santa Catarina – Joinville
4. Búzios – Universidade Federal do Rio de Janeiro
5. Etehl-Náutica – Escola Técnica Estadual Henrique Lage
6. INP Solar – Instituto Náutico Paraty
7. Solaris – Instituto Federal Fluminense – Cabo Frio
8. SolarUDESC – Universidade de Santa Catarina – Joinville
9. UBÁ SUY ARAM – Universidade do Vale do Itajaí
10. Vento Sul – Universidade Federal de Santa Catarina – Florianópolis

Para lembrar:
UFSC é tricampeã no Desafio Solar Brasil 2011

Tags: desafio solarenergia solarUFSC

Seminário gratuito reúne especialistas para debater energia limpa

22/03/2011 09:45

Fontes alternativas na matriz energética da América Latina; novos desafios com a Política Nacional de Resíduos Sólidos e as possibilidades de uso da energia solar na Copa de 2014 estão entre os assuntos que serão debatidos durante o Seminário Energia Limpa: Conhecimento, Sustentabilidade e Integração – Idéias energéticas e ambientais para o futuro da América Latina. O encontro será realizado nos dias 4 e 5 de abril, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC. As inscrições são gratuitas.

Além de mesas-redondas, palestras e debates, está previsto o lançamento da terceira edição do concurso de monografias sobre Energias Renováveis e Eficiência Energética – Eco_Lógicas. O evento é aberto ao público e as inscrições poderão ser feitas nos dias do seminário, no próprio Centro de Cultura e Eventos, a partir das 17h.

A promoção é do Instituto para o Desenvolvimento de Energias Alternativas na América Latina (Instituto Ideal), entidade com sede em Florianópolis e que tem como objetivo fomentar as energias renováveis junto ao poder público, meio acadêmico e empresarial. A direção técnica é da UFSC.

Mais informações: 3234-1757 ou

Confira a programação preliminar:

Dia 4 de abril  – Abertura (19h)

– Mesa-redonda “Fontes alternativas na matriz energética da América Latina: já estamos preparados?”

Ricardo Baitelo, coordenador da campanha de energia do Greenpeace Brasil;
Cícero Blay, superintendente de Energias Renováveis da Itaipu;
Regina Migliori, consultora em Cultura de Paz da Unesco e coordenadora do Núcleo de pesquisas do Cérebro e da Consciência vinculado ao Instituto Migliori;
Curt Trennepohl, presidente do Ibama

– Palestra com a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira (20h30)

Dia 5 de abril – Manhã (9h)

– Debate sobre Conhecimento, Sustentabilidade e Integração na América Latina

– “Conhecimento gerando inovação” – Coordenador do Grupo Montevidéo de Universidades Públicas

-“Sustentabilidade além do discurso” – Representante do Escritório Regional de Ciência da UNESCO para América Latina e Caribe

-“Os desafios da Integração” – Representante do Parlamento do Mercosul

– Representante do Centro de Formação para Integração Regional (CEFIR) do Uruguai

– Representante do Consórcio de Universidades Européias e Latino-Americanas em Energias Renováveis (JELARE)

Perguntas

11h 45 – Lançamento do Concurso ECO_lógicas

Almoço – 12h-14hs

Tarde – I Parte (14h)

Palestra “Lixo: novos desafios com a Política Nacional de Resíduos Sólidos” – consultor em desenvolvimento sustentável, Walfrido de Assunção Ataíde

Palestra “A experiência de Maldonado na geração de biogás em aterro sanitário”, engenheiro da prefeitura municipal de Maldonado (Uruguai), Sebastián Bajsa

Perguntas

Intervalo

II Parte – 16h

Palestra “Sol: vamos fazer uma Copa Brilhante?” – Professor do LabSolar/UFSC, Ricardo Rüther

Palestra “Eletricidade solar aqui e agora – Projeto Megawatt Solar” – Engenheiro da Eletrobras Eletrosul , Rafael Takasaki

Perguntas

Noite – 19h

“Ventos: panorama e perspectivas para a geração eólica no país” – Lauro Fiuza, vice-presidente da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica)

Tags: energia solarenergias alternativasInstituto Ideal

Barco a energia solar da UFSC ganha destaque

23/02/2011 10:02

A equipe Babitonga, formada por alunos do Centro de Engenharia de Mobilidade da UFSC – Campus de Joinville, voltou de Florianópolis comemorando o resultado na primeira participação no Desafio Solar Brasil. Os acadêmicos conquistaram o prêmio de melhor projeto entre os dez barcos solares que participaram da etapa inaugural da competição, realizada no Lagoa Iate Clube (LIC), na Capital.
(mais…)

Tags: catamarãenergia solarEngenharia de Mobilidade

UFSC é representada por duas equipes no Desafio Solar Brasil-Florianópolis

10/02/2011 15:35

Equipe Vento Sul, bicampeã no Desafio Solar Brasil

Será realizado a partir de domingo (13/2), na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, uma nova edição do Desafio Solar Brasil. A competição, um campeonato de barcos elétricos abastecidos com energia solar,  inicia pela manhã, no Lagoa Iate Clube. A partir de 10h as equipes apresentam seus projetos. O Desafio Solar prossegue até 19 de fevereiro (veja cronograma).

O objetivo do Desafio Solar Brasil é estimular o desenvolvimento de tecnologias para fontes limpas de energias. A competição colabora também com a divulgação do potencial dessas tecnologias aplicadas em embarcações de serviço, recreio e transporte de passageiros.

A UFSC terá duas equipes participando da primeira edição do Desafio Solar Brasil na capital catarinense. Uma delas é a Vento Sul, formada por estudantes e professores do campus de Florianópolis, anfitriã e responsável pela organização do evento. Por dois anos consecutivos esse grupo, vinculado ao Laboratório de Energia Solar do Departamento de Engenharia Mecânica, foi vencedor do Desafio Solar Brasil.

O outro grupo da Universidade Federal de Santa Catarina é a equipe Babitonga, do Curso de Engenharia de Mobilidade, campus de Joinville. Esse “time” concorre com a embarcação Babitonga, nome que faz referência à baía mais famosa da região Norte do Estado.

O Desafio Solar Brasil é inspirado no Frisian Solar Challenge, competição realizada a cada dois anos na Holanda. As edições brasileiras anteriores foram realizadas no estado do Rio de Janeiro. Entre os participantes da edição de Florianópolis estão também Arpoador – Polo Náutico UFRJ; Copacabana – Escola de Pescadores Cabo Frio; HL1 – Escola Técnica Henrique Lage; Mangue – Lafae UFRJ e VDC2 – Instituto Náutico de Paraty.

Mais informações:

Equipe Vento Sul: Tassio Simioni, fone (48) 9962-1696

Equipe Babitonga: professor Cristiano Vasconcelos Ferreira, fone (47) 9946-1051

Visite o blog  www.dsbflorianopolis.blogspot.com

Leia também: Entrevista com Cristiano Vasconcellos Ferreira, da Equipe Babitonga, de Joinville

Por Arley Reis / Jornalista da Agecom

Tags: Desafio Solar Brasilenergia solar