Comunidade universitária se mobiliza em defesa da Educação

15/05/2019 09:55

Estudantes distribuíram panfletos convidando comunidade universitária para mobilização do dia. Foto: Pipo Quint/Agecom

A manhã desta quarta-feira, 15 de maio, foi atípica na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Com movimentação menor que a de costume, diante da paralisação de muitos cursos de graduação, todos os que compareceram ao campus Trindade se depararam com pessoas distribuindo panfletos convidando para os atos em defesa da Educação, que ocorrem nesta data. A panfletagem realizada por estudantes, técnicos-administrativos em Educação (TAEs) e docentes da UFSC teve boa receptividade e, em alguns casos, pessoas que receberam o panfleto se dispuseram a auxiliar a distribuí-lo.

Astrid Baecker Avila, professora do Departamento de Estudos Especializados em Educação (EED), afirmou que a panfletagem da manhã desta quarta-feira teve o objetivo de mobilizar a comunidade universitária para o Dia de Luta pela Educação. Segundo a docente “esta data é uma demanda dos trabalhadores da Educação Básica, diante dos cortes que sofreram recentemente. Quando esses cortes foram anunciados também aos Institutos e Universidades Federais, o movimento foi ampliado, com indignação agora avolumada. A pauta não é, no entanto, restrita aos profissionais da Educação, básica e superior, mas em defesa dos direitos sociais que vem sendo atacados. A reforma trabalhista, a reforma da previdência e os ataques contra a educação em todos os seus âmbitos são parte de um projeto que só prejudica a população brasileira. Um país que abre mão de sua ciência e pesquisa, abre mão de seu futuro.”
(mais…)

Tags: cortes orçamentáriosUFSC

Campi e entidades da UFSC se mobilizam em defesa da Universidade nesta quarta

14/05/2019 13:00

As entidades representativas de alunos, professores e de técnicos-administrativos em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) se mobilizam nesta quarta-feira, 15 de maio, em defesa da universidade e pela revogação dos recentes cortes orçamentários anunciados pelo Ministério da Educação (MEC). A medida impactou no contingenciamento de mais de 2 bilhões de reais do conjunto das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES). Na UFSC esse impacto será de cerca de 35% do seu orçamento, em cifras que superam os R$ 60 milhões.

As atividades programadas para o dia 15 são as seguintes:

– 7h às 9h30: Panfletagem nas entradas da Universidade;

– 9h30: Passeata com os instrumentos da Banda Parei pela UFSC, em chamado à comunidade para as atividades do dia;

– 10h às 10h30: Ato unificado em frente à Reitoria: “30 minutos juntos contra os 30% de cortes”;

– 11h às 13h: Atração musical na tenda em frente à Reitoria;

– 11h30: Passagem da passeata e Banda pelo Restaurante Universitário, com panfletagem e chamado para assembleia geral da UFSC;

– 12h: Assembleia Geral da UFSC, no hall da Reitoria;

– 13h: Saída para o centro em ato, passando pela Escola de Educação Básica Simão Hess, somando o ato com os atos da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) e o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC);

– 17h: Ato pela Educação, em frente à Catedral de Florianópolis;

Centro de Ciências Agrárias (CCA), bairro Itacorubi

 

Moção do CCA

 

Nos campi

Blumenau

#EUDEFENDOAUNIVERSIDADEPÚBLICA

13 e 14 de maio

O auditório da UFSC Blumenau está reservado para a produção de cartazes e faixas nesta segunda e terça-feira, dia 13, das 17h às 21h30, e 14, das 17h às 20h. A comunidade pode contribuir com o movimento levando cartolina, canetões, tinta, spray, tecidos etc.

15 de maio
Manhã: Atividades no Campus Blumenau. Debate com roda de conversa no espaço de convivência próximo ao bloco B;
12h30: Concentração dos estudantes, técnicos e professores na UFSC Blumenau;
13h: Marcha de protesto saindo da UFSC Blumenau em direção à Prefeitura;
14h30: Chegada prevista à praça da Prefeitura e unificação com os Institutos Federais e demais apoiadores do movimento. Início da marcha de protesto unificada em direção à praça do Teatro Carlos Gomes.
14h45 em diante: Chegada prevista à praça do Teatro Carlos Gomes e início das atividades da Universidade na Praça: apresentação das produções acadêmicas e científicas da UFSC, IFC e IFSC e diálogo com a população.
16h15: Leitura conjunta de um manifesto em favor da Educação.

– A marcha saindo da UFSC Blumenau em direção à Prefeitura será uma marcha de protesto. Pede-se a todos que vistam uma camiseta preta por cima da sua camisa da UFSC em representação ao luto pelos cortes na Educação. Chegando à praça da prefeitura será retirada a camisa de luto para vestir a da UFSC para as atividades seguintes;
– O movimento é Suprapartidário e independente, e o único foco é a defesa da educação pública. Recomenda-se que não utilizem materiais de partidos políticos ou outras agremiações;
– Se quiser leve seu lanche/água.

Curitibanos

13 e 14 de maio

Manhã e tarde, UFSC e CEDUP: passar nas salas para falar sobre o que está acontecendo e convidar a comunidade para participar do movimento da quarta-feira, dia 15;

Dia 14, 19h: participação na assembleia da Câmara de Vereadores (a confirmar).

15 de maio

Manhã: a partir das 8h, no auditório do CBS 01 e ginásio do CEDUP: confecção de cartazes, elaboração de vídeos, conversa com os colegas estudantes, técnicos, professores e terceirizados, exposições artísticas;

Tarde:
13h15: encontro em frente à Prefeitura;
13h30: passeata com cartazes;
14h: retorno à Prefeitura e dispersão de grupos para conversar com a população e entregar panfletos em locais estratégicos (semáforo Subway, semáforo Hikari, etc), concomitante a exposições artísticas em frente à Prefeitura.

Joinville

15 de maio

8h: Recepção;

8h40: Informes;

9h: Roda de conversa;

10h: Roda de conversa;

11h: Almoço;

12h30: Concentração;

13h: Saída para a manifestação.

 

Araranguá

15 de maio

9h30: Saída para caminhada até a praça;

10h: Horário estimado de chegada à praça.

Tags: cortes orçamentáriosUFSC

Comunidade universitária debate cortes orçamentários em Joinville

09/05/2019 14:55

Nos dias 7 e 8 de maio a Diretora do Campus de Joinville, Cátia de Carvalho Pinto, se reuniu com as três categorias do campus (técnico-administrativos em educação, docentes e discentes) para explicar e tirar dúvidas sobre os bloqueios e contingenciamentos impostos pelo governo federal e quais seriam as as consequências para a UFSC Joinville.

Reunião teve ampla adesão no campus Joinville. Foto: Comunicação Institucional UFSC Joinville

Com um bloqueio de 30% do orçamento da UFSC e, talvez adicionado um contingenciamento de 25%, significa um corte mais que significativo no orçamento, se comparado ao ano passado na UFSC. Nesse panorama, há a estimativa de que a universidade não tenha recursos de funcionar além do mês de agosto deste ano.

Muitos estudantes participaram da reunião. Foto: Comunicação Institucional UFSC Joinville

Diante do panorama exposto em uma apresentação com dados financeiros do Campus, a Diretora pediu a colaboração de todos para economizar em luz, água, explicou que diárias serão concedidas apenas para reuniões em órgãos deliberativos e haveria cortes, como a famosa folha de prova quadriculada (o que acabou em aplausos pelos estudantes). A direção também anunciou uma comissão de comunicação especial para produzir e divulgar informações pertinentes ao campus, como por exemplo, quantidade de alunos, valores distribuídos em bolsas, quantidade de projetos de pesquisa e extensão desenvolvidos e atendidos em Joinville para ser divulgado nos canais de comunicação.

Medidas institucionais

Na tarde desta quinta-feira, 9 de maio,  o Conselho Universitário da UFSC se reúne extraordinariamente para debater a situação orçamentária da instituição.

Comunicação Institucional UFSC Joinville

Tags: cortes orçamentáriosUFSCUFSc Joinville

Conselho Universitário aprova moções

05/11/2015 09:16

O Conselho Universitário (CUn) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) aprovou, em sessão extraordinária realizada na última terça-feira, 3, três moções contra os cortes orçamentários na educação, de apoio à auditoria da dívida pública brasileira e contra a contratação de pessoal via organizações sociais equivalentes. Confira:
(mais…)

Tags: apoioauditoriacontracontrataçãocortes orçamentáriosCUndívida pública brasileiraeducaçãomoçõesorganizações sociais