Eleições para o CUn nesta terça

04/04/2011 11:28

Serão realizadas amanhã, dia 5, as eleições para representantes dos servidores técnico-administrativos junto ao Conselho Universitário.

Horário de votação:

Hall da Reitoria, das 8 às 18 horas (podem votar todos os servidores do Campus);

Hospital Universitário, 7 às 19 horas (apenas os servidores do HU);

Centro de Ciências Agrárias, das 8 às 18 horas (somente funcionários do CCA)

Campus de Araranguá, 8 às 12 horas;

Campus de Curitibanos, 8 às 12 horas

Campus de Joinville, 8 às 12 horas.

Tags: CUneleiçõesservidores

Debate público sobre o trânsito no entorno da UFSC

04/04/2011 09:41

Lançada campanha educativa para sensibilizar a comunidade universitária para discutir e contribuir com sugestões sobre como melhorar o sistema viário no entorno da UFSC. As contribuições devem ser postadas pelo formulário eletrônico do site da campanha http://pare.paginas.ufsc.br. Também haverá um Debate Público dia 5/4, das 15h às 18h, no Auditório do Centro Tecnológico ( CTC). Período da campanha: 30/3 a 30/4.
(mais…)

Tags: campanhaentornoUFSC

Feminismo e maternidade

04/04/2011 09:04

O Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social e o doutorado interdisciplinar em Ciências Humanas promovem no próximo dia 6, quarta-feira, das 10h30min às 12 horas, no Auditório do CFH, a palestra “Feminismo e Maternidade”, com a professora Lucila Scavone, da Universidade Estadual de São Paulo(Unesp).

Tags: feminismomaternidadeUnesp

Desligamento de energia

04/04/2011 08:37

A Prefeitura Universitária informa que haverá desligamento de energia elétrica no próximo dia 9, das 8 às 12 horas, nos seguintes locais do Campus: Centro de Cultura e Eventos, SecArte, RU, CDS (ginásios e piscina), IU, Agecom, NUMA, LED, Editora, Centro de Convivência, Fundação Certi, Laboratório de Microscopia Eletrônica e Arquitetura/CTC. O desligamento será feito para execução de serviços relativos à manutenção preventiva e corretiva de alta tensão, junto às subestações. Maiores informações pelo ramal 9580.

Tags: CampusDesligamento de energia

“Ascensão e queda da cidade de Mahagonny” tem nova temporada no Teatro da UFSC

01/04/2011 18:48

O espetáculo é ambientado ao universo do cinema mudo, inserindo imagens e áudio visual resgatando os anos 30 e 40

O espetáculo é ambientado ao universo do cinema mudo, inserindo imagens e áudio visual resgatando os anos 30 e 40

Depois da estreia no fim do ano passado, volta ao palco do Teatro da UFSC nos dias 2,3,8,9,15,16 e 17 de abril a peça “Ascensão e queda da cidade de Mahagonny, adaptada da obra do dramaturgo Bertolt Brecht, com direção de Carmen Fossari. Brecht é um dramaturgo cuja visceralidade contribui na formação dos estudantes de Teatro, atores e atrizes novatos, na formação de plateias e aos atores e públicos que já percorrem o universo teatral. A peça, que bem poderia nesta montagem ser denominada”O que Florianópolis tem a ver com Mahagonny”, é um texto da obra didática de Brecht da metade do século XX . As apresentações acontecem sempre às 21h, e são gratuitas e abertas à comunidade. Os convites devem ser retirados no DAC, às quintas e sextas-feiras, das 14h às 18h, ou na bilheteria do Teatro, meia hora antes do espetáculo (sujeito à disponibilidade de lugares).

A obra teatral do dramaturgo revolucionava e chocava o público teatral, acostumado a um teatro ‘bem comportado’. Na montagem original de ‘Ascensão e Queda da Cidade de Mahagonny’ aquele público encontrava cenas de aparentes insultos, atrevimento, com recursos didáticos, repleta de cartazes, e reveladora de como as cidades, dentro do sistema capitalista, são ‘uma arapuca’.

Mahagonny, onde tudo é permitido

Brecht coloca seus personagens construindo uma cidade onde tudo é permitido desde que se tenha muito ouro. O preço de não ter ouro é a impossibilidade de sobreviver na cidade de Mahagonny.

Com composições de Kurt Weill o texto original é uma obra de Teatro Musical, nesta encenação trata-se de uma obra de caráter não musical, embora mantida a belíssima composição tema da peça.

O espetáculo é ambientado ao universo do cinema mudo, inserindo imagens e áudio visual resgatando os anos 30 e 40. Esta opção realiza, em parte, um utópico sonho da diretora e adaptadora do texto, de ter visto um dia Sir Charles Chaplin e Bertolt Brecht sentados numa mesa de bar conversando sobre suas obras: o filme Tempos Modernos e a Peça Na Selva das Cidades.

Brecht, sua dramaturgia e enunciados estão “vivos” em suas ideias ainda tão necessárias num mundo dividido em classes sociais, ricos e pobres, cultos e analfabetos, os que tudo podem e os que nada têm.

Um espetáculo que lança um olhar poético e mordaz sobre o nascimento e queda de uma cidade, movida pelo ouro.

A peça conta com alunos do Curso de Artes Cênicas do CCE, através da disciplina optativa Montagem, e com alunos da Oficina Permanente de Teatro, DAC- SeCArte, e produção do Grupo Pesquisa Teatro Novo, do DAC, que são setores da UFSC.

Elenco

Alexandre Borges (Joseph), Ana Paula Lemos (Jenny), Douglas Maçaneiro (Um tal Bert Brecht), Eduardo Stahelin (Coro Masculino), Iris Karapostolis (Maysa Trindade, Cantora), Jacque Kremer (Leokadja Begbick), Flora Moritz Silva (Procuradora), Laura Gill Petta (Coro Feminino), Luis Tinoco (Jackob), Márcia Cattoi (Coro Feminino), Neivania Theodoro (Coro Feminino), Neusa Borges (Coro Feminino), Priscila de Souza Serafim (Chaplita), Roberto Moura (Heidrich), Robson Walkowski (Paul).

* Segundo a diretora desta montagem, alguns nomes foram trocados para nomes similares em Português. O Procurador e Willy são, nesta encenação, interpretados por mulheres e transformados em personagens femininos. Chaplita e Bert Brecht são criações para a dramaturgia desta encenação.

Técnica

Figurino: O Grupo

Cenário: O Grupo

Operador de Som: Anderson Barbosa

Cartaz: Márcia Cattoi

Fotolito: Michelle Millis

Impressão: Imprensa Universitária da UFSC

Operador de Audiovisual: Ivana Fossari

Sonoplastia: Calu

Apoio: Letícia Costa

Mixagem Som: Sérgio Bessa

Preparação de Canto: Ive Luna

Fotografia: Marcelo Pereira e Calu

Iluminação e Direção Geral: Carmen Fossari

O Teatro da UFSC faz parte do Departamento Artístico Cultural (DAC), da Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte), da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

SERVIÇO:

O QUÊ: Peça “Ascensão e queda da cidade de Mahagonny”.

QUANDO: Dias 2, 3 – 8, 9,10 e 15, 16,17 de abril de 2011, sempre às 21h.

ONDE: Teatro da UFSC, ao lado da Igrejinha. Praça Santos Dumont, Trindade, Florianópolis-SC.

QUANTO: Gratuito e aberto à comunidade. É preciso retirar convites no DAC, às quintas e sextas-feiras, das 14 às 18 horas, ou na bilheteria do Teatro, meia hora antes do espetáculo (sujeito à disponibilidade de lugares).

CONTATO: DAC / Teatro da UFSC (48) 3721-9348 e 3721-9447 – www.dac.ufsc.br

Fonte: Patricia Siqueira – Acadêmica de Jornalismo – Assessoria de Imprensa do DAC: SECARTE: UFSC, com material do grupo.

Tags: Brechtteatro

Cuba é destaque nas Jornadas Bolivarianas que começam dia 04 de abril

01/04/2011 15:57
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O vice-ministro da cultura de Cuba é o conferencista que faz a abertura das Jornadas Bolivarianas, neste dia 04 de abril, às 18h30min, no Auditório da Reitoria. Considerando os 500 anos de dominação e o quase completo colonialismo mental que toma conta das cabeças pensantes na América Latina, ouvir a experiência cubana será muito importante no marco do debate do imperialismo cultural. Depois da revolução de 1959, a ilha do Caribe decidiu investir fortemente no processo de socialização da cultura, possibilitando aos cubanos a expressão de todas as artes.

Com isso, abriu espaço para a criação de um pensamento próprio, coisa bastante rara na América Latina. A feira do Livro de Havana já é um evento mundial, e permite o encontro com escritores de todas as partes do mundo, além de livros extremamente baratos. A música cubana também é reconhecida mundo afora, a arte plástica, o muralismo, o cinema, a literatura, enfim, um modo de ser que sai do modelo colonial e consegue criar uma linguagem bastante singular, típica de Cuba.

Essa experiência de mais de 50 anos de construção de uma cultura local, mas nem por isso menos universal, é o que se poderá ouvir na conferência de Fernando Rojas, vice ministro da Cultura.

Também estarão nas jornadas o escritor da Costa Rica, Rafael Molina, a socióloga aymara, Silva Cusicanqui, o criador da Telesur, Aram Aharonian e o cineasta brasileiro Sérgio Santeiro.

Leia mais sobre as Jornadas Bolivarianas:

Imperialismo e Cultura na América Latina em debate nas Jornadas Bolivarianas
Programação: http://jornadasbolivarianas.blogspot.com

Por Elaine Tavares/ Jornalista Iela

Tags: CubaIELAJornadas Bolivarianas

Comunicado HU

01/04/2011 14:14

O Hospital Universitário da UFSC emitiu nota oficial na manhã desta sexta-feira, dia 1º, esclarecendo que, de acordo com avaliação inicial, “todos os procedimentos foram realizados” no caso da menina Bárbara Ohanna, filha de Francini Moreira Kuhn, que nasceu morta na última terça-feira, dia 29. O documento afirma também que “o tempo entre a indicação da cesariana e o nascimento está dentro das recomendações internacionais”.

A mesma avaliação vale para outro caso semelhante, ocorrido com a paciente Sandra Maria Romão, no dia 14 de março. Segundo a nota, os fetos foram encaminhados para o Serviço de Verificação de Óbito, para exames complementares. De acordo com o art. 102, cap. IX, do Código de Ética Médica, outros detalhes sobre os casos “só podem ser fornecidos às pacientes”.

Desligamento de energia

01/04/2011 12:16

A Prefeitura Universitária informa que haverá desligamento de energia elétrica no próximo dia 9, das 8 às 12 horas, nos seguintes locais do Campus: Centro de Cultura e Eventos, SecArte, RU, CDS (ginásios e piscina), IU, Agecom, NUMA, LED, Editora, Centro de Convivência, Fundação Certi, Laboratório de Microscopia Eletrônica e Arquitetura/CTC. O desligamento será feito para execução de serviços relativos à manutenção preventiva e corretiva de alta tensão, junto às subestações. Maiores informações pelo ramal 9580.

Tags: Campusdesligamento de luzPrefeitura Universitária

Jornada de Gênero, Teatro e Cinema exibe e debate o filme Across The Universe

01/04/2011 10:39

Nesta sexta-feira, dia 1º de abril, às 19h, a Fundação Cultural BADESC promove a Jornada de Gênero, Teatro e Cinema com exibição do filme Across The Universe (2007), um dos mais espetaculares filmes da norte-americana Julie Taymor. Premiada por seu arrojo estético em musicais da Broadway — Lion King (1997) e Spider-Man (2010) e por filmes como Frida (2002) e Titus Andronicos (1999), Taymor consolidou nos últimos anos um estilo próprio de fazer cinema ao impregnar a narrativa fílmica com elementos teatrais e interculturais.

Across the Universe nos faz mergulhar no universo de contra-cultura dos anos 1960 e nos envolve com novas interpretações de mais de trinta músicas dos Beatles.  Entre os atores e cantores destacam-se as participações especiais de Bono Vox do U2 e Joe Cocker.

Produção: Estados Unidos e Reino Unido; 2007; musical; 133 min.

Convidada: Conversa sobre o filme e o contexto da contra-cultura com a atriz Margarida Baird. Margarida nasceu no Rio de Janeiro. Formada em Arte-Educação, tem como ofício o teatro. Narra contos, canta, pinta, borda. Faz parte do elenco da revista “Zylda: anunciou, é apoteose!” e vive em Florianópolis “tempo suficiente para se considerar carionense”.

Promoção: Grupo de Estudos Teatro e Gênero, coordenado pela professora Dra. Maria Brígida de Miranda (Curso de Artes Cênicas do Centro de Artes da Universidade do Estado de Santa Catarina – CEART/UDESC).

Organização:
Maria Brígida de Miranda (CEART/UDESC)
Fátima Costa de Lima (CEART-UDESC/CIN-UNISUL)
Janaina Träsel Martins (CCE-UFSC)

Sobre as Jornadas de Gênero, Teatro e Cinema
São realizadas mensalmente e têm a finalidade de discutir questões de gênero por meio da análise de obras teatrais e cinematográficas.  A cada sessão há um  convidado que discute a obra apresentada, por meio da perspectiva dos estudos de gênero. Apesar do caráter acadêmico do evento, ligado a uma linha de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UDESC, sua realização em um espaço cultural no centro da cidade de Florianópolis, com acesso gratuito, visa a promover a experiência estética com obras de vanguarda pouco difundidas nos meios de comunicação habituais, a divulgação da pesquisa universitária na comunidade, e receber desta mesma comunidade suas impressões sobre temas que alimentam a pesquisa acadêmica e, muitas das vezes, lhe dão maior sentido e relevância.

Serviço:
O quê: Exibição do filme Across The Universe
Quando: 1º de abril às 19h
Onde: Fundação Cultural BADESC – R. Visconde de Ouro Preto/216 – Florianópolis
Entrada franca

Outras informações pelo e-mail .

Tags: Across The UniverseFundação Cultural BADESCJornada de GêneroTeatro e Cinema

Seminário gratuito reúne especialistas para debater energia limpa

01/04/2011 09:47

Fontes alternativas na matriz energética da América Latina; novos desafios com a Política Nacional de Resíduos Sólidos e as possibilidades de uso da energia solar na Copa de 2014 estão entre os assuntos que serão debatidos durante o Seminário Energia Limpa: Conhecimento, Sustentabilidade e Integração – Ideias energéticas e ambientais para o futuro da América Latina. O encontro será realizado nos dias 4 e 5 de abril, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC. As inscrições são gratuitas.

Além de mesas-redondas, palestras e debates, está previsto o lançamento da terceira edição do concurso de monografias sobre Energias Renováveis e Eficiência Energética – Eco_Lógicas. O evento é aberto ao público e as inscrições poderão ser feitas nos dias do seminário, no próprio Centro de Cultura e Eventos, a partir das 17 horas. Será fornecido certificado, totalizando 14 horas de atividade de extensão.

A promoção é do Instituto para o Desenvolvimento de Energias Alternativas na América Latina (Instituto Ideal), entidade com sede em Florianópolis, que busca fomentar as energias renováveis junto ao poder público, meio acadêmico e empresarial. A direção técnica é da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Mais informações: (48) 3234-1757, ou http://www.institutoideal.org.

Confira a programação:

Dia 4 de abril – Abertura (19h)

– Mesa-redonda Fontes alternativas na matriz energética da América Latina: já estamos preparados?
Ricardo Baitelo, coordenador da campanha de energia do Greenpeace Brasil
Cícero Bley, superintendente de Energias Renováveis da Itaipu
Regina Migliori, consultora em Cultura de Paz da Unesco e coordenadora do Núcleo de pesquisas do Cérebro e da Consciência vinculado ao Instituto Migliori
Américo Tunes, diretor de Florestas e Vice-Presidente do IBAMA

Moderação: Paula Scheidt (GIZ)

Dia 5 de abril – Manhã (9h)

– Conhecimento, Sustentabilidade e Integração na América Latina
Prof. Enio Luiz Pedrotti, secretário de relações institucionais e internacionais da UFSC, representando a Associación de Universidades Grupo Montevideo
Carmelo Benitez, do Parlamento do Mercosul
Federico Gomensoro, secretário-geral do Centro de Formação para Integração Regional (CEFIR) do Uruguai
Representante do Escritório Regional de Ciência da UNESCO para América Latina e Caribe
José Baltazar S. Andrade Guerra, coordenador do Consórcio de Universidades Européias e Latino-Americanas em Energias Renováveis (JELARE) – UNISUL – Brasil
Mauro Passos, presidente do Instituto Ideal

11h 45min – Lançamento do Concurso ECO_lógicas

14h – Fechando o ciclo da produção: menos consumo, menos lixo e mais energia
Palestra Lixo: novos desafios com a Política Nacional de Resíduos Sólidos – consultor em desenvolvimento sustentável, Walfrido de Assunção Ataíde

Palestra A experiência de Maldonado na geração de biogás em aterro sanitário – engenheiro da prefeitura municipal de Maldonado (Uruguai), Sebastián Bajsa

·Palestra Consumo Consciente – Ações individuais para o bem do planeta – consultor do Instituto Akatu, Carlos Alberto de Faria Gaspar

16h30min – Geração Fotovoltaica, a luz que falta na nossa matriz energética

Palestra Sol: vamos fazer uma Copa Brilhante? – Professor do LabSolar/UFSC, Ricardo Rüther
Palestra Eletricidade solar aqui e agora – Projeto Megawatt Solar – Engenheiro da Eletrobras Eletrosul , Rafael Takasaki

19h Palestras de encerramento Energia Eólica, a bola da vez das fontes alternativas
Projetos de geração eólica na prática: a experiência da Eletrobras Eletrosul – Ronaldo Custódio, diretor de engenharia da Eletrobras Eletrosul

Ventos: panorama e perspectivas para a geração eólica no país – Lauro Fiuza, vice-presidente da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica)

Tags: energia limpaInstituto Idealseminário

Filósofo Rolf-Peter Horstmann defende atualidade do idealismo alemão

01/04/2011 09:36

O curso de Filosofia do Centro de Filosofia e Ciências Humanas conheceu na manhã de quinta-feira (31) o pensamento de Rolf-Peter Horstmann, um dos maiores especialistas no idealismo alemão. Professor do Instituto de Filosofia da Humboldt University of Berlin, na Alemanha, Horstmann proferiu em inglês a palestra “O significado filosófico do idealismo alemão”, em que defendeu a relevância e a atualidade dessa corrente que tem entre seus principais expoentes Kant, Fichte, Schelling e Hegel.  “Considero o idealismo alemão um dos mais interessantes projetos no campo da filosofia occidental”, afirmou Horstmann.

Em curta missão de intercâmbio no Brasil pela DAAD/Capes, o professor e filósofo está há um mês em Florianópolis, atuando na orientação de alunos de filosofia da UFSC dentro de um projeto de pesquisa com a professora Maria de Lourdes Borges, secretária de Cultura e Arte, tambem especialista em Kant e autora de Atualidade em Hegel, recentemente lançado pela Editora da UFSC. “Hortsman nos mostra que o idealismo ainda é um conceito atual, que pode ajudar a filosofia em suas questões essenciais da racionalidade”, acrescenta a professora. Durante a conferência a alunos e professors do Curso de Pós-graduação, o autor de Kant Und Die Berliner Aufklarung: Akten Des Ix. Internationalen Kant-Kongresses (German Edition), entre outras obras, argumentou que o idealismo não pode ser considerado como um fenômeno isolado na estrutura da história da filosofia, mas deveria também ser abordado no contexto maior das questões da filosofia em geral.

Autor ainda de Nietzsche: Beyond Good and Evil (Cambridge Texts in the History of Philosophy), Horstman relativizou as críticas dirigidas ao chamado „Monismo idealista“, lembrando que a impossibilidade de encontrar uma definição não-controversa e não-trivial para o que de fato constitui a tarefa e os objetivos da filosofia nessa concepção resulta da sua própria constituição. “Isso se nós entendemos que o idealismo proporciona ao homem uma orientacão racional no mundo, um mundo que é caracterizado pela dificuldade de se chegar a uma síntese não-conflitante entre racionalidade e orientação”. E chamou a atenção para uma releitura mais atenta desses filósofos: “Nós estaremos fechando nossos olhos para a realidade se nós não nos dermos conta de que a filosofia é uma disciplina ameaçada em muitos aspectos, ameçada não só através de tudo que se configura em oposição e tenta tomar posse das intenções que eram as suas prerrogativas originais, mas acima de tudo apesar de seus próprios antagonismos”.

Por Raquel Wandelli, jornalista na SeCarte

(048) 37219459 e 99110524

Tags: curso de filosofiaRolf-Peter

Última semana da Feira de livros da UFSC prevê mais lançamentos

31/03/2011 16:51

Fotos: Paulo Noronha/Agecom

Uma teoria da adaptação, obra inédita de Linda Hutcheon que lança um novo conceito da pós-modernidade marca os lançamentos da próxima semana, que também incluem Shakespeare e Paul Claval. Prossegue até o final da próxima semana (8/4), na Praça da Cidadania da UFSC, a Feira de Livros da Editora da UFSC/LEU que oferece com descontos muito vantajosos 8.200 mil volumes de suas antigas e novas coleções.

(mais…)

Tags: feira de livros da UFSC

Debate público sobre o trânsito no entorno da UFSC

31/03/2011 16:07

O trânsito no entorno da UFSC está um caos! E eu com isso?

Lançada campanha educativa para sensibilizar a comunidade universitária para discutir e contribuir com sugestões sobre como melhorar o sistema viário no entorno da UFSC. As contribuições devem ser postadas pelo formulário eletrônico do site da campanha http://pare.paginas.ufsc.br. Também haverá um Debate Público dia 5/4, das 15h às 18h, no Auditório do Centro Tecnológico ( CTC). Período da campanha: 30/3 a 30/4.

(mais…)

Tags: campanha educativatrânsito entorno UFSC

Governo dos Açores e Núcleo de Estudos Açorianos lançam versão 2.0 de portal de artigos

31/03/2011 12:47

Foi lançada esta semana nova versão do Portal Comunidades Açorianas, ou Azorean Network, projeto desenvolvido com a colaboração do Núcleo de Estudos Açorianos da UFSC desde 2008. O portal é dirigido a pessoas interessadas na cultura açoriana, reunindo artigos avaliados por conselho científico formado por professores da Universidade dos Açores, Broke University do Canadá, Universidade de Lisboa, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Federal de Santa Catarina, universidades do oeste e leste dos Estados Unidos, além de representantes da Direcção Regional das Comunidades (DRC), ligada ao Governo dos Açores, de Portugal.

A nova versão aposta no uso de artigos em PDF para facilitar a inclusão e acesso dos conteúdos para autores e visitantes. Todos os materiais são mapeados automaticamente em sua inserção, sendo apresentados aos visitantes com um mapa mundi logo na capa do site. “O portal Comunidades Açorianas unifica em um único site o conhecimento gerado por pesquisadores em vários países que receberam imigração açoriana. É um grande avanço na divulgação e intercâmbios das comunidades açorianas”, comemora o diretor do Núcleo de Estudos Açorianos da UFSC, Joi Cletison.

O processo de desenvolvimento ficou a cargo de uma empresa catarinense, a EquipeDigital.com, de Florianópolis, que tem participado de reuniões em Lisboa (Portugal), Ilha do Faial (Açores/PT) e Toronto  Canadá) para aprimorar o sistema e atender usuários de todo o mundo.

Mais informações: www.comunidadesacorianas.org / (48) 3731-8605 / (48) 9982-8938 /

Tags: estudos açorianosNEAPortal Comunidades Açorianas

5ª Farra do Chocolate

31/03/2011 09:48

No domingo de Páscoa dia 24 de abril, às 9h, será realizada a 5ª Farra do Chocolate, uma festa na comunidade do Sertão do Córrego Grande onde as crianças são convidadas a procurar presentes escondidos na mata do Poção.

O resgate desta tradição de Páscoa tem como objetivo a integração da comunidade, além de gerar uma alternativa à farra do boi. A promoção é da Associação de Moradores do Sertão do Córrego Grande, que tem como presidente o professor do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da UFSC Cesar Floriano.

Interessados em colaborar com doações devem ligar para (48) 9119-4825, fazer contato pelo e-mail , ou entregar os chocolates nos seguintes pontos de coleta: Departamento de Arquitetura e Urbanismo da UFSC e residência de Rogério ou Lúcia, no Sertão do Córrego.

Na mídia: Alunos de Joinville projetam carro de Fórmula 1

31/03/2011 09:23

Diário Catarinense

A atividade faz parte do curso de Engenharia da Mobilidade da UFSC

Mariana Pereira | 

Vinte alunos do curso de Engenharia da Mobilidade da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em Joinville, estão se preparando para um desafio: construir em dez meses um carro de Fórmula 1 para disputar a maior competição de estudantes de engenharia do mundo, o Fórmula SAE-Petrobras. O projeto do carro está pronto. Agora, eles buscam parcerias com empresas do ramo automobilístico para tirar o possante do papel.

— A intenção da equipe é chegar entre os primeiros no pódio da competição nacional, que será em Americana (SP), em novembro, para representar o Brasil na final internacional. É uma oportunidade de colocar em prática o que aprendemos e ter um contato com o mercado de trabalho da área —, destaca o capitão da equipe, Guilherme Córdova, de 23 anos.

Para sair na frente dos 20 competidores brasileiros e subir no pódio, o grupo precisa de apoiadores para construir um carro realmente competitivo. A equipe está de olho nas empresas brasileiras que podem patrocinar o projeto e, em troca, usar as conclusões dos testes feitos pelos estudantes para desenvolver seus próprios produtos.

— Santa Catarina tem bons exemplos no setor de peças automobilísticas e a intenção é usar só tecnologia nacional —, afirma Guilherme.

A equipe já conseguiu o patrocínio de uma empresa de sede americana, a Solid Works, que desenvolveu o software usado para projetar o protótipo.

Durante o Fórmula SAE-Petrobras, as equipes são avaliadas em provas estáti­cas e dinâmicas. As provas estáticas englobam projeto de engenharia, segurança, apresentação de marketing, custo e manufatura. As pro­vas de aceleração, frenagem, economia de combustível, autocross, e enduro (percurso de 22 quilômetros) fazem parte das provas dinâmicas.

Participam da competição mais de 460 equipes, de mais de 30 países, que competem todos os anos, primeiramente em mais de dez competições regionais. No Brasil, a prova começou a ser disputada em 2004, e a equipe da UFSC é a primeira e única representante catarinense na competição.

10ª Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão

31/03/2011 08:17

A UFSC iniciou a preparação de sua décima Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão – a Sepex. O evento que recebe a comunidade no campus da Trindade, em Florianópolis, será realizado de 19 a 22 de outubro, integrado à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Este ano uma das novidades será um sistema informatizado de perguntas nos estandes, uma brincadeira interativa para aproximar o público das curiosidades e belezas da ciência.

O evento é aberto ao público em geral, mas tem atraído especialmente escolas de Santa Catarina. Além de visitar a mostra de projetos na estrutura que é montada frente à Reitoria, a comunidade pode conhecer os brinquedos interativos instalados na UFSC e que dão origem ao Parque Viva a Ciência de Florianópolis, visitar o Planetário e o Observatório Astronômico.

Mais informações:

Tags: sepex

UFSC inaugura Centro de Biologia Molecular Estrutural

31/03/2011 08:09

Ligada à Rede Proteoma do Estado de Santa Catarina e à Rede Integrada de Estudos Genômicos e Proteômicos, a UFSC inaugurou nesta quinta-feira, 31 de março, às 11h, o Centro de Biologia Molecular Estrutural (Cebime). Financiado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, por meio da Finep, pela Fapesc e UFSC, o complexo laboratorial é direcionado à análise da estrutura de proteínas, pequenas moléculas, ácidos nucléicos, polímeros sintéticos e naturais, em equipamentos de última geração.

O novo espaço vai reforçar a atuação das redes de pesquisa institucionais que estudam proteômica, química bioinorgânica, química medicinal, polímeros e áreas correlatas. O Centro de Biologia Molecular Estrutural será sede da Rede Proteoma do Estado de Santa Catarina. Está localizado ao lado do Laboratório Central de Microscopia Eletrônica, nos fundos do  Restaurante Universitário.

Mais informações com o professor Hernán Terenzi / / (48) 3721-6426

Por Arley Reis / Jornalista da Agecom
Foto: Paulo Noronha / Agecom

Tags: CebimeCentro de Biologia Molecular Estrutural

Exposição Máscaras e Tramas, Tramas e Máscaras inaugura nesta sexta

30/03/2011 17:44

A artista plástica Ina Castro

A artista plástica Ina Castro apresentará seu trabalho a partir de sexta-feira, 1º de abril, na exposição “Máscaras e Tramas, Tramas e Máscaras”, no Espaço Estético do Colégio de Aplicação (CA) da UFSC. Serão exibidas 16 máscaras em papel machê, estruturadas em arame e pintadas com tinta automotiva, e seis pinturas abstratas, nas quais tramas em tricot são dispostas interagindo sobre as telas. A visitação, gratuita, ocorre até o dia 1º de maio, das 7h30 às 19h30.

Nas pinturas, a artista optou por uma fusão das quatro técnicas que sempre desenvolveu separadamente: a pintura, a colagem, a escultura e a trama em tricot, e entre os materiais usados estão areia de praia, pigmento e polímero vinílico. Nas máscaras, a característica decorativa é resultado da técnica “papel machê”, uma mistura de jornal picado, água e polímero vinílico (espécie de cola), que permite ao objeto trabalhado maior rigidez. A ideia surgiu do Movimento da Commedia dell’Arte do século XVI e foi adaptada para os estilos Afro e Vienense.

Ina Castro (Maria Regina Ziegler de Castro) é professora e artista plástica graduada pela Faculdade Bennett de Ensino do Rio de Janeiro. Sua primeira exposição, focada em esculturas, foi em 1973, ainda no Rio. O contato com o Colégio de Aplicação foi realizado através da participação da professora na Oficina Aberta Polo UFSC, como ministrante de cursos e como integrante do Programa Arte na Escola.

SERVIÇO:

O QUÊ: Exposição “Máscaras e Tramas, Tramas e Máscaras”

QUANDO: 1º de abril a 1º de maio

HORÁRIO: 7h30 às 19h30

LOCAL: Espaço Estético CA/UFSC

CONTATO: Professora Fabíola () e Helena ()

Fonte: Colégio de Aplicação da UFSC

Tags: CA/UFSCexposiçãoIna CastroMáscaras e TramasTramas e Máscaras

Palestra aborda a economia da China: de país pobre a maior economia mundial

30/03/2011 16:26

Foto: Antônio Barañano / TeleNews Torres

O Grupo de Pesquisas em Economia Política dos Sistemas-Mundo (GPEPSM) e o Centro Acadêmico de Relações Internacionais (CARI) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) promovem a palestra “China: 1950/2020, de país pobre a maior economia mundial”, proferida pelo professor Vladimir Milton Pomar, geógrafo, empresário e editor das revistas “Negócios com o Brasil” e “Negócios com a China”.

O evento será realizado nesta sexta-feira, 1º de abril, às 14h, no auditório do centro Sócio-Econômico (CSE), com o objetivo de demonstrar como a China passou de economia mais pobre do mundo em 1949, segundo dados da ONU, para segundo maior em 2010 e com a perspectiva de se tornar a primeira economia mundial em 2020.

Mais informações pelo telefone (48) 3721-6627 ou pelo e-mail .

Tags: CARIChinaGPEPSMpalestraVladimir Milton Pomar

Imperialismo e Cultura na América Latina em debate nas Jornadas Bolivarianas

30/03/2011 14:48

Começa no dia 4 de abril, segunda-feira, às 18h30min, no Auditório da Reitoria,  na UFSC, a sétima edição das Jornadas Bolivarianas. O tema Imperialismo e Cultura na América Latina vai  ser esmiuçado em conferências de reconhecidos intelectuais de países como Venezuela, Cuba, Costa Rica, Brasil e Bolívia.  As Jornadas, realizadas pela sétima vez, são promovidas pelo Instituto de Estudos Latino-Americanos (IELA/UFSC), e têm tido,  em todas as edições, grande afluência e participação de público. Neste ano, o  evento conta com o apoio do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH), Centro Sócio-Econômico (CSE), Secretaria de Cultura e Arte (Secarte), Departamento e Pós-Graduação em Serviço Social, Departamento e Pós em Ciências Econômicas, Pós-Graduação em História e Sinergia – Sindicato dos Eletricitários de Florianópolis e Região. O evento  acontece até  7 de abril, no Auditório da Reitoria.

O fenômeno do imperialismo sempre foi bastante estudado. Algumas obras clássicas que diretamente remetem ao tema são Imperialismo: um estudo, de J.A. Hobson, Imperialismo: fase superior do capitalismo, de Lenin, e A era do imperialismo, de Harry Magdoff. Mais recentemente, em 2003, David Harvey publicou a obra O novo imperialismo, significativa  contribuição para o debate do tema. Mas, apesar dos reconhecidos aportes críticos, alguns autores, como os citados, acabaram por se limitar ao plano político-econômico, de modo que pouco se tratou do papel da cultura.  O colonialismo intelectual e mental a que são submetidos os povos na América Latina, por exemplo, ainda não recebeu o devido tratamento.

É sabido que a investida imperial consiste na ocupação, domínio e subordinação de terras alheias, mas não apenas no campo geográfico. Um dos aspectos mais importantes para a compreensão plena do imperialismo é o “edifício cultural” que o sustenta. Daí a importância de debater esse tema, que as Jornadas Bolivarianas propõem este ano. Participam das conferências o vice-ministro de Cuba, Fernando Rojas; um dos criadores da idéia da Telesur, Aram Aharonian; o escritor e presidente do Instituto de Estudios Latinoamericanos da Costa Rica, Rafael Molina; a socióloga aymara Silvia Cusicanqui, da Bolívia;  e o cineasta brasileiro Sérgio Santeiro.

Confira a programação:

04 a 07 de abril de 2011

Florianópolis – Brasil

04 de abril de 2011

– Noite – Auditório da Reitoria – UFSC

18h30 –  Abertura oficial das Jornadas Bolivarianas- 7ª edição

19h – Conferência – Cuba: do experimento neocolonial à liderança antiimperialista

Fernando Rojas – Cuba

Coordenação: Beatriz Paiva

05 de abril de 2011

– Manhã – Auditório da Reitoria – UFSC

9h – Conferência: O imperialismo na América Central

Rafael Cuevas Molina – Costa Rica

Coordenação: César Medeiros

– Tarde – Auditório da Reitoria – UFSC

14h30 – Apresentação de trabalhos

Coordenação: Vitor Hugo Tonin

– Noite – Auditório da Reitoria – UFSC

18h30 – Conferência: Imperialismo e cultura andina

Silvia Rivera Cusicanqui  – Bolívia

Coordenação: Fernando Correa Prado

Lançamento do livro “O Mapa da Crise”, organizado por Nildo Ouriques e Elaine Tavares

06 de abril de 2011

– Manhã – Auditório da Reitoria – UFSC

9h – Conferência: O cinema latino-americano e a indústria cultural

Sérgio Santeiro – Brasil

Coordenação: Nildo Ouriques

– Tarde – Auditório do CCE

14h30 às 18h – Reprodução de filmes de Fernando “Pino” Solanas –

– Noite – Auditório da Reitoria – UFSC

18h30 – Conferência: A mídia e o Imperialismo

Aram Aharonian – Venezuela

Coordenação: Elaine Tavares

07 de abril de 2011

– Manhã – Auditório da Reitoria – UFSC

9h – Mesa redonda: Imperialismo e cultura na América Latina

Aram Aharonian, Fernando Rojas, Rafael Cuevas Molina, Sérgio Santeiro e Nildo Ouriques

Coordenação: Waldir José Rampinelli

– Tarde – Auditório do CSE – UFSC e Hall da Reitoria

14h30 às 18h – Reprodução de filmes de Fernando “Pino” Solanas –

Noite

20h – Em frente à reitoria

Festa Latino-Americana

Atenção: As inscrições acontecem no local do evento e quem quiser o certificado deve sempre assinar a lista de presença.

Outras informações no IELA/UFSC (www.iela.ufsc.br).

Telefone (48) 3721-4938

Fonte: IELA/UFSC

Tags: IELAJornadas Bolivarianassétima edição

Nova temporada de “Ascensão e queda da cidade de Mahagonny” no Teatro da UFSC

30/03/2011 11:28

Dias 2, 3, 8, 9, 10 e 15, 16,17 de abril, sempre às 21h, no Teatro da UFSC, ao lado da Igrejinha. Gratuito e aberto à comunidade. É preciso retirar os convites no DAC, às quintas e sextas-feiras, das 14h às 18h, ou na bilheteria do Teatro, meia hora antes do espetáculo (sujeito à disponibilidade de lugares).
(mais…)

Tags: Carmen FossariMahagonnyTeatro da UFSC