Equipe da UFSC será uma das quatro representantes brasileiras em evento internacional de negociação

14/05/2024 15:27

Preparação do grupo envolveu simulações-treinos para depois atuarem nas negociações. Foto: GEMC/UFSC/Divulgação

A equipe de competição do Grupo de Estudos em Meios Consensuais da Universidade Federal de Santa Catarina (GEMC/UFSC) será uma das quatro representantes do Brasil no International Negotiation and Mediation Summer Program, do Instituto de Certificação e Formação de Mediadores Lusófonos, que será realizado em julho, em Porto, em Portugal. A equipe da UFSC conquistou vaga no evento internacional ao ficar em quarto lugar no VII Meeting de Negociação, promovido de 3 a 5 de maio, em Londrina (PR).

O Meeting de Negociação é a maior competição brasileira de negociação empresarial. Participaram da etapa nacional as 16 melhores equipes classificadas na qualificatória, promovida em abril. O GEMC/UFSC obteve a 4ª colocação na etapa nacional do Meeting de Negociação, repetindo a melhor classificação que havia obtido em 2021.  A classificação final, com as quatro equipes premiadas na etapa nacional, ficou assim: USP (1º lugar), PUC-RS (2º lugar), FGV-Rio (3º lugar) e UFSC (4º lugar).

Os oradores oficiais de cada painel de negociação foram compostos por estudantes de dois cursos da UFSC: do Direito, participaram Camila Fernandes e Lucas Rigoli; e de Relações Internacionais, participaram Laura Rossatto, Marcos Vinicius dos Santos e Vitória Peretti. Também fizeram parte da equipe os pesquisadores Amanda Zanatta, Ana Paula Maier, Bianca Wichoroski, Isis Rambo, Marco Farias e Patrícia Sertório, que aplicaram simulações-treinos para testar as estratégias aplicáveis à competição.
(mais…)

Tags: Curso de DireitoCurso de Relações Internacionaisevento internacionalGEMC/UFSCmeetingNegociaçãoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Inscrições abertas para seminário internacional de pesquisa de métodos mistos na saúde

30/01/2024 11:19

Estão abertas as inscrições para o II Seminário Internacional de Pesquisa de Métodos Mistos na Área da Saúde. O evento é promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina (PEN/UFSC) e do Capítulo Latino-Americano da Mixed Methods International Research Association (MMIRA), em parceria com os Programas de Pós-Graduação em Enfermagem da Federal do Rio Grande do Sul, Santa Maria e da Universidade do Estado de Santa Catarina. A programação ocorre de 17 a 19 de abril, no Castelmar Hotel.

A segunda edição do evento  traz o tema Pesquisa de Métodos Mistos: Inovação e Interdisciplinaridade na Era da Colaboração. O principal objetivo é aprofundar a compreensão dos métodos mistos de pesquisa, destacando sua capacidade de integrar dados e promover a colaboração interdisciplinar. A ideia é impulsionar a inovação e a descoberta científica no campo da saúde.

O seminário contará com a participação de palestrantes internacionais, como Cheryl Poth, da University of Alberta, Canadá, e Tim Guetterman, do Programa de Métodos Mistos da University of Michigan, EUA. Apesar de ser direcionado principalmente à área da saúde, interessados de outras áreas do conhecimento são encorajados a participar, pois a interdisciplinaridade é um dos enfoques do evento.

Tags: evento internacionalII Seminário Internacional de Pesquisa de Métodos Mistos na Área da SaúdeinscriçõesPrograma de Pós-Graduação em Enfermagem

Oxidação avançada: tecnologia versátil é tema de evento internacional da UFSC 

18/01/2024 09:07

Água limpa pode ser um dos resultados das tecnologias de oxidação avançada (Imagem de Pexels por Pixabay)

Como limpar o ar? Como desinfetar um ambiente? Como melhorar o tratamento da água e a qualidade do ar? Como fazer vinhos? Como melhorar a qualidade dos alimentos? Como gerar hidrogênio a partir de fontes limpas? Todas essas perguntas interessam à ciência e têm em comum uma solução: as tecnologias de oxidação avançada (ou dos processos avançados de oxidação). Esses temas também fazem parte das pesquisas e de tecnologias inovadoras realizadas na Universidade Federal de Santa Catarina, que será sede, em 2024, de um dos principais eventos internacionais da área.

De acordo com a professora Regina Peralta, do departamento de Engenharia Química e de Alimentos da UFSC, os processos de oxidação avançada são tecnologias ambientalmente amigáveis, que costumam compor o tratamento de materiais perigosos. Mas o fato de ser muito versátil faz com que outras aplicações sejam possíveis em diversos setores, como por exemplo a produção de combustíveis renováveis e vários outros. “Há benefícios para diversas áreas, desde a agricultura, até a produção de vinhos, conservação de alimentos, saúde e mesmo na produção de materiais usados na construção civil”, explica.

Do ponto de vista químico, a oxidação avançada consiste na geração de radicais livres – especialmente o radical hidroxil (∙OH) – que é altamente oxidante e pode reagir não seletivamente com inúmeros compostos, de forma mais eficiente. “Um dos exemplos que podemos ver dessas tecnologias no dia a dia envolve o uso de substâncias ativas sob luz que são incorporadas em pisos e azulejos e assim esses materiais desenvolvem propriedades bactericidas e são superfícies autolimpantes”, explica Regina, que é presidente do Comitê Organizador da VI Iberoamerican Conference on Advanced Oxidation Technologies (CIPOA), evento internacional sobre essa tecnologia que ocorrerá na UFSC, em outubro deste ano.

A professora explica que há um conjunto extenso e longo histórico de pesquisas na UFSC que se amparam nesta técnica para garantirem inovação. Algumas são orientadas por ela no Laboratório de Energia e Meio Ambiente, mas outras ocorrem em áreas do conhecimento completamente distintas, como a Odontologia,  Aquicultura ou Engenharia de Alimentos. “Processos que utilizam o ozônio, radiação ultravioleta, energia solar, peróxido de hidrogênio, por exemplo, estão relacionados à oxidação avançada”, comenta.

Segundo Regina, o meio ambiente tende a se beneficiar da aplicação dessas tecnologias, já que permitem que determinados processos se tornem mais sustentáveis – como na indústria têxtil, por exemplo, que costuma trabalhar com muitos contaminantes da água. “São técnicas químicas ambientalmente amigáveis”, pontua. “Podem ser utilizadas desde a escala laboratorial até industrial, de forma isolada ou combinada ou com processos híbridos”, reforça.

A desinfecção e redução de poluentes em água, o combate a microrganismos patogênicos e o controle da germinação de sementes, a degradação e remoção de fármacos, a produção de materiais tecnológicos com funções autolimpantes e sanitizantes, a produção de hidrogênio verde e outros combustíveis renováveis são algumas das potencialidades dos processos, que também será aplicado em um reator piloto que será desenvolvido para a Petrobras em uma parceria recente firmada com a UFSC.

Evento será realizado em outubro 

A VI Iberoamerican Conference on Advanced Oxidation Technologies (CIPOA) será realizada de 7 a 11 de outubro, mas sua organização começou ainda no ano passado. Regina, que é coordenadora geral, explica que pretende que esse evento seja um marco importante para a área. “Há assuntos muito atuais, como as aplicações ambientais, o novo marco regulatório do saneamento que deverá garantir que 99% da população tenha acesso à água potável e 90% com tratamento e coleta de esgoto até 2033,  a transição energética e as iniciativas de descarbonização, que estão diretamente relacionadas a essas tecnologias”, argumenta. É justamente essa atualidade e a interdisciplinaridade que ela pretende usar como foco do evento.

“A química das reações envolvidas já é conhecida há bastante tempo e começou a ser pensada junto com os debates sobre escassez de água e transição energética, mas a versatilidade fez com que se expandisse nas suas aplicações”, comenta. Mesmo na pandemia de Covid-19, as tecnologias de oxidação avançada estiveram presentes – ela, por exemplo, buscou entender se era possível tornar as máscaras mais eficientes por meio desses processos.

“Nossa proposta é que não só químicos e engenheiros químicos ou ambientais se envolvam com essas discussões visto que o assunto é pesquisado em diferentes áreas do conhecimento”, complementa. Palestrantes de países como Inglaterra, Estados Unidos, Alemanha, Espanha e França já estão confirmados. Universidades brasileiras como a Universidade de Campinas e Federal do Rio de Janeiro terão alguns de seus pesquisadores mais reconhecidos como convidados. A participação de setores importantes da indústria é muito bem-vinda, com algumas presenças já confirmadas. O evento também premiará os pesquisadores que se destacam na área. Mais informações aqui.

Amanda Miranda, jornalista da Agecom/UFSC

Tags: evento internacionalLaboratório de Energia e Meio Ambienteoxidação avançadaVI Iberoamerican Conference on Advanced Oxidation Technologies

UFSC é sede de workshop internacional de inovação em tecnologia aeroespacial

22/11/2023 19:31

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) recebe o 3º Workshop SC2C.Aero, que reúne representantes brasileiros e suecos em torno do tema inovação em tecnologias aeroespaciais. O evento ocorre nesta quinta e sexta-feira, 23 e 24 de novembro, no Departamento de Engenharia Mecânica, do Campus de Florianópolis. Há ainda parte da programação de forma remota. A realização é uma parceria entre a UFSC, a Fundação Certi e o Centro de Inovação Sueco-Brasileiro (CISB).

De acordo com o site do evento, o objetivo é conectar companhias, agências governamentais e institutos tecnológicos tanto do Brasil quanto da Suíça. A programação do evento conta com a participação de representantes da indústria do setor, como Embraer, Boeing R&T Brazil e a Saab AB.

Além dos debates previstos na programação, haverá visita a laboratórios e instalações da UFSC e de outras instituições. Os parceiros na realização do workshop são aqueles que compõem o Santa Catarina’s Center of Convergence for Aerospace Technologies (SC2C.Aero) – grupo que reúne iniciativas brasileiras e internacionais para o desenvolvimento da ciência aeroespacial.

Tags: aeroespacialciência e tecnologiaevento internacionalSC2C.AerotecnologiaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarinaworkshop

UFSC oferecerá Curso de Mandarim em 2024 por meio da colaboração com o Instituto Confúcio, da Unicamp

27/10/2023 10:27

Registros da reunião Instituto Confúcio da Unicamp. (Foto: Divulgação)

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), por meio da Secretaria de Relações Internacionais (Sinter) promoverá um curso de Mandarim em 2024,em parceria com o Instituto Confúcio (IC), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A decisão foi formalizada em reunião realizada em 16 de outubro, com a presença de representantes de universidades chinesas, além da Unicamp e da UFSC. Além disso, o reitor da UFSC, Irineu Manoel de Souza, e o secretário de Relações Internacionais, Luiz Carlos Pinheiro Machado Filho, foram convidados a se juntar à delegação do IC-Unicamp em uma visita educacional à China no próximo ano.

A intenção de oferecer o curso de Mandarim na UFSC em 2024 está sendo planejada com algumas etapas ainda a serem definidas, como a oganização do local da aula, um espaço para que os professores chineses possam trabalhar, além da formalização de um acordo de cooperação com a Beijing Jiaotong University (BJTU).

“Todas essas conquistas nas relações com universidades chinesas, são em parte o resultado do trabalho iniciado na UFSC há alguns anos pelo Instituto de Estudos sobre a China (Ichin/UFSC), fundado em 2019 por um grupo interdisciplinar de professores e estudantes da UFSC. Atualmente liderado pelos professores Raul Burgos e Daniel Martins, o Ichin continuará participando desses esforços com a China. Essa colaboração promete fortalecer os laços culturais e educacionais entre o Brasil e a China, favorecendo a universidade em direção à excelência acadêmica e à solidariedade entre os povos”, salienta Luiz Carlos Pinheiro Machado Filho, da Sinter.

 .

Representantes da BJTU, UNICAMP e UFSC.  (Foto: Divulgação)

Estiveram presentes na reunião representantes da BJTU, Unicamp e UFSC: Wang Jiaqiong (presidente da BJTU); Zhao Guanyuan (diretor da BJTU); Liu Huan (coordenadora de Relações Internacionais da BJTU); Gao Qinxiang (diretor Chinês do IC); Maria Luiza Moretti (vice-reitora da Unicamp); Bruno de Conti (diretor brasileiro do IC na Unicamp); Alfredo Melo (assessor de Relações Internacionais da Unicamp), Mayara Morais (coordenadora de Relações Internacionais para Ásia da Unicamp); e o secretário da Sinter/UFSC, Luiz Carlos Pinheiro Machado Filho.

 

com informações da Sinter/UFSC

 

 

Tags: ChinaConfúcioCurso de Mandarimevento internacionalinternacionalinternacionalizaçãoMandarimSinterUFSCUnicampUniversidade Federal de Santa Catarina

Encontro internacional sobre Políticas Linguísticas Educacionais começa nesta segunda

24/04/2023 08:36

Começa nesta segunda-feira e vai até quinta, 27 de abril, o I Encontro de Políticas Linguísticas Educacionais, evento internacional organizado pelo grupo de Políticas Linguísticas e Direitos Linguísticos da UFSC, em parceria com docentes e pesquisadores de instituições públicas como a Universidade Eduardo Mondlane (Moçambique), Instituto de Educação de Luanda (Angola) e Universidade de Pequim/Ministério das Relações Exteriores (China-Brasil).

Na UFSC, o evento conta com o apoio do Instituto Kadila de estudos africanos e suas diásporas, além de ter outras instituições nacionais parceiras. A programação será na modalidade remota, com transmissão pelo Youtube, e conta com quatro mesas-redondas, seis sessões de Grupos de Trabalho e uma conferência. Pesquisadoras e pesquisadores de países africanos, China e Brasil, além de lideranças indígenas no Brasil estão confirmadas.

Nesta segunda, a mesa de abertura sobre Inclusão e direitos linguísticos na escola está programada para 10h, com a participação da professora Cristina Lacerda (UFSCAR/Brasil, Prêmio Jabuti Educação) e do professor Ricardo Abreu (UFS/Secretário educação Aracaju/Brasil). A mediação é da professora Cristine Severo (UFSC/PoLiTicas/Brasil). A transmissão ocorre pelo link. Mais informações e a programação completa podem ser acessadas no site do evento.

 

Tags: evento internacionalevento onlinePolíticas Linguísticas e Direitos Linguísticos

Fórum global inédito no país, UR22 começa com parceria da UFSC

30/11/2022 11:56

Cosmo Bloco, de Porto Alegre, foi atração cultural na abertura do UR22. Foto: Camila Collato/Agecom

Representantes de diferentes países se reuniram na abertura do Fórum Global Understanding Risk (UR22), na noite de segunda-feira, 28 de novembro, no P12 Parador Internacional, em Jurerê Internacional, em Florianópolis. O evento é inédito no Brasil e conta com parceria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Durante cinco dias, até a sexta-feira, 2 de dezembro, haverá conferências, palestras e debates a respeito das inovações e do compartilhamento de conhecimento sobre gestão de risco de desastres. O UR22 é organizado pela Prefeitura de Florianópolis, Banco Mundial e Mecanismo Global para Redução e Recuperação de Desastres (GFDRR), com apoio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), por meio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec).

Veja a programação completa no site do evento.
(mais…)

Tags: evento internacionalfórum globalUFSCUniversidade Federal de Santa CatarinaUR22

Mestrandos da UFSC Blumenau conquistam prêmios em evento internacional

04/10/2022 17:50

Três mestrandos do Programa de Pós-Graduação em Nanociência, Processos e Materiais Avançados (PPGNPMat) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Campus de Blumenau, foram premiados no XX Brazilian MRS Meeting, encontro anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa em Materiais (SBPMat). O evento foi realizado na última semana, de 25 a 29 de setembro, em Foz do Iguaçu, no Paraná, e reuniu estudantes e pesquisadores em Ciência dos Materiais de todo o mundo.

A mestranda Ana Carolina Dalila Steil conquistou dois prêmios: melhor apresentação oral na categoria Eletrônica orgânica, fotônica e bioeletrônica: fundamentos, aplicações e tecnologias emergentes e o ACS Publications Prizes, que seleciona as melhores contribuições estudantis de todo o evento, sendo cinco pôsteres e cinco apresentações orais. O trabalho premiado foi PLA/PPy composite nanofibers by solution electrospinning for the development of electrochemical sensors (Nanofibras compósitas de PLA/PPy fabricadas por eletrofiação via solução para o desenvolvimento de sensores eletroquímicos), orientado pela professora Daniela Brondani e coorientado por Claudia Merlini.

Ana conta que sua pesquisa atua na detecção e quantificação de dopamina, um neurotransmissor importante na regulação do sistema nervoso central. Quando encontrada em baixos níveis no corpo, pode levar a uma série de doenças, como estresse, depressão e doença de Parkinson. “Sensores eletroquímicos são pequenos dispositivos capazes de detectar uma substância de interesse em poucos minutos. Esses sensores são muito práticos, apresentam baixo custo e são portáveis. Entretanto, em muitos casos não apresentam a sensibilidade necessária para a detecção de moléculas ou marcadores de doenças, por exemplo. Assim, o projeto consiste na modificação de um sensor eletroquímico com nanofibras para melhorar sua sensibilidade”, explica.
(mais…)

Tags: Campus Blumenauevento internacionalMestrandos da UFSCPPGNPMatpremiaçãoPrêmioPrograma de Pós-Graduação em Nanociência Processos e Materiais AvançadosUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Evento internacional da Farmácia debate conflitos entre patentes e acesso a medicamentos

07/08/2018 12:31

O evento “Acesso a medicamentos: Da propriedade intelectual à incorporação nos sistemas de saúde”, iniciou nesta segunda-feira, dia 6 de agosto, no Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal de Santa Catarina (CCS/UFSC). Promovido pelo grupo de pesquisa Políticas e Serviços Farmacêuticos, o Simpósio iniciou com uma fala de Luiz Otávio Pimentel, presidente do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Com o tema “Situação atual dos pedidos de patentes de medicamentos nos Instituto Nacional da Propriedade Industrial”, o palestrante mencionou a fila de espera para proteger invenções no Brasil, que trata-se de um processo complexo e lento.

Em seguida, houve uma mesa sobre os conflitos entre o setor de inovação e a indústria dos medicamentos genéricos. Com participação dos pesquisadores Mirta Levis, da Universidad Isalud (Argentina), Esteban Nagel, do INAPI (Chile), Jorge Bermudez, da Fundação Oswaldo Cruz (Brasil) e Francisco Buenaventura, da Fundação IFARMA (Colômbia), o debate destacou as tensões entre patentes e acesso a medicamentos, levantando perguntas como “É possível conciliar os dois interesses?”.

O evento segue até o fim da tarde de terça-feira, 7 de agosto, com mesas sobre políticas de preços de medicamentos, desenvolvimento tecnológico e incorporação de tecnologias nos sistemas de saúde. Ao todo são 31 palestrantes e convidados: 16 brasileiros e 15 estrangeiros, da Argentina, Chile, Colômbia e Inglaterra, além dos professores e estudantes de pós-graduação da UFSC.

Alan Christian / Estagiário de Jornalismo na Agecom / UFSC

Foto: Ítalo Padilha / Agecom / UFSC

Tags: acesso a medicamentosevento internacionalFarmáciaPatentesUFSC

Grupo no Facebook facilita hospedagem para participantes de evento internacional que ocorre na UFSC

05/05/2017 13:39

Ocorre na UFSC, entre os dias 30 de julho e 4 de agosto, o  13º Congresso Mundos de Mulheres e o Seminário Internacional Fazendo Gênero 11. O encontro, que tem caráter interdisciplinar, contará com a participação de mais de 6 mil pessoas, entre elas pesquisadoras, acadêmicas, estudantes de graduação, pós-graduação e ativistas de movimentos sociais de diversas partes do Brasil e do mundo.

Devido à estrutura da cidade, a alta procura por hospedagem no período, as dificuldades financeiras de alguns participantes e com o objetivo de tornar o evento mais acessível para quem vem de fora, foi criado um Grupo de Hospedagem Solidária, no Facebook. O objetivo é que moradoras e moradores de Florianópolis que tenham em suas casas um quarto, um sofá-cama, um espaço na sala ou um espaço onde possa ser colocado um colchão de ar, ofereçam este espaço gratuitamente para que algum participante possa pernoitar durante o evento.

Para participar basta entrar no grupo, descrever o espaço disponível, conversar individualmente com a pessoa interessada e combinar como será possível recebe-lá.  A Comissão de Hospedagem ressalta que além de ajudar os que não dispõe de recursos para pagar hotel, pousada ou hostel, o morador de Florianópolis oportuniza o participante do evento conhecer melhor a rotina local, criar laços de solidariedade, amizade e trocas de experiências e conhecimento.

Mais informações no site do evento.

 

Tags: 13º Congresso Mundos de MulheresAção solidáriaevento internacionalhospedagem solidáriaSeminário Internacional Fazendo Gênero 11UFSC