Evento internacional da Farmácia debate conflitos entre patentes e acesso a medicamentos

07/08/2018 12:31

O evento “Acesso a medicamentos: Da propriedade intelectual à incorporação nos sistemas de saúde”, iniciou nesta segunda-feira, dia 6 de agosto, no Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal de Santa Catarina (CCS/UFSC). Promovido pelo grupo de pesquisa Políticas e Serviços Farmacêuticos, o Simpósio iniciou com uma fala de Luiz Otávio Pimentel, presidente do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Com o tema “Situação atual dos pedidos de patentes de medicamentos nos Instituto Nacional da Propriedade Industrial”, o palestrante mencionou a fila de espera para proteger invenções no Brasil, que trata-se de um processo complexo e lento.

Em seguida, houve uma mesa sobre os conflitos entre o setor de inovação e a indústria dos medicamentos genéricos. Com participação dos pesquisadores Mirta Levis, da Universidad Isalud (Argentina), Esteban Nagel, do INAPI (Chile), Jorge Bermudez, da Fundação Oswaldo Cruz (Brasil) e Francisco Buenaventura, da Fundação IFARMA (Colômbia), o debate destacou as tensões entre patentes e acesso a medicamentos, levantando perguntas como “É possível conciliar os dois interesses?”.

O evento segue até o fim da tarde de terça-feira, 7 de agosto, com mesas sobre políticas de preços de medicamentos, desenvolvimento tecnológico e incorporação de tecnologias nos sistemas de saúde. Ao todo são 31 palestrantes e convidados: 16 brasileiros e 15 estrangeiros, da Argentina, Chile, Colômbia e Inglaterra, além dos professores e estudantes de pós-graduação da UFSC.

Alan Christian / Estagiário de Jornalismo na Agecom / UFSC

Foto: Ítalo Padilha / Agecom / UFSC

Tags: acesso a medicamentosevento internacionalFarmáciaPatentesUFSC

Grupo no Facebook facilita hospedagem para participantes de evento internacional que ocorre na UFSC

05/05/2017 13:39

Ocorre na UFSC, entre os dias 30 de julho e 4 de agosto, o  13º Congresso Mundos de Mulheres e o Seminário Internacional Fazendo Gênero 11. O encontro, que tem caráter interdisciplinar, contará com a participação de mais de 6 mil pessoas, entre elas pesquisadoras, acadêmicas, estudantes de graduação, pós-graduação e ativistas de movimentos sociais de diversas partes do Brasil e do mundo.

Devido à estrutura da cidade, a alta procura por hospedagem no período, as dificuldades financeiras de alguns participantes e com o objetivo de tornar o evento mais acessível para quem vem de fora, foi criado um Grupo de Hospedagem Solidária, no Facebook. O objetivo é que moradoras e moradores de Florianópolis que tenham em suas casas um quarto, um sofá-cama, um espaço na sala ou um espaço onde possa ser colocado um colchão de ar, ofereçam este espaço gratuitamente para que algum participante possa pernoitar durante o evento.

Para participar basta entrar no grupo, descrever o espaço disponível, conversar individualmente com a pessoa interessada e combinar como será possível recebe-lá.  A Comissão de Hospedagem ressalta que além de ajudar os que não dispõe de recursos para pagar hotel, pousada ou hostel, o morador de Florianópolis oportuniza o participante do evento conhecer melhor a rotina local, criar laços de solidariedade, amizade e trocas de experiências e conhecimento.

Mais informações no site do evento.

 

Tags: 13º Congresso Mundos de MulheresAção solidáriaevento internacionalhospedagem solidáriaSeminário Internacional Fazendo Gênero 11UFSC