Presidente da Sociedade Portuguesa de Educação em Engenharia visita UFSC Araranguá

17/09/2019 15:49

Simone Bilessimo, coord. adjunta RExLab; Gustavo Alves e Juarez Bento da Silva, coord. RExLab. Foto: divulgação

O campus de Araranguá da Universidade Federal de Santa Catarina (ARA/UFSC) recebeu na terça-feira, 1 de setembro, a visita do professor Gustavo Ribeiro Alves, presidente da Sociedade Portuguesa de Educação em Engenharia (SPEE). Alves visitou o Laboratório de Experimentação Remota (RExLab) para conhecer as novas instalações do laboratório recentemente transformado em um Makerspace. Na ocasião, o presidente da SPEE conheceu os novos laboratórios remotos desenvolvidos no RExLab e suas novas funcionalidades, como impressora 3D, máquina de corte a laser e estúdio de filmagem.
(mais…)

Tags: RexLabUFSCUFSC Araranguá

Secretário Estadual de Educação visita laboratório da UFSC Araranguá

17/06/2019 14:37

 

Foto: divulgação

O secretário da Educação de Santa Catarina, Natalino Uggioni, visitou as instalações do Laboratório de Experimentação Remota (RExLab) em Araranguá, na tarde do último dia 12 de junho. O secretário estava acompanhado do coordenador das Regionais de Educação, Luís Eduardo Nunes, da Gerente Regional de Educação, Rosane Castelan, da supervisora de Gestão Escolar, Cleusa Maria Felisberto Tavares e integradora de Educação, Rosemere Macalossi. Na ocasião, eles foram recebidos pelos professores João Bosco da Mota Alves, Simone Meister Sommer Bilessimo, Juarez Bento da Silva e a equipe do RExLab.
(mais…)

Tags: AraranguáNatalino UggioniRexLabUFSC

Pesquisadores do Laboratório de Experimentação Remota são homenageados pela IEEE Education Society

10/06/2019 10:47

Divulgação: RExLab.

Os pesquisadores do Laboratório de Experimentação Remota (RExLab/UFSC), João Bosco da Mota Alves, Juarez Bento da Silva, José Pedro Schardosim Simão e Lucas Mellos Carlos, receberam nesta quinta-feira, 06 de junho, durante o III Simpósio Ibero-Americano de Tecnologias Educacionais (SITED), realizado em Araranguá, homenagens do Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE) Education Society pela colaboração e serviços voluntários no grupo de trabalho Network Smart Educational Learning Objects for Online laboratories (P1876TM WG), criado pela IEEE Standards Association (IEEE-SA).

Hamadou Saliah-Hassane, membro do IEEE, coordenador do grupo responsável P1876TM WG, professor e pesquisador da TÉLUQ University (Montreal/Canadá), destacou os relevantes trabalhos e contribuições que o RExLab vem aportando para o desenvolvimento dos laboratórios remotos ao longo de seus 22 anos de atividade.
(mais…)

Tags: campus araranguáEducation SocietyRexLabSITEDUFSC

Laboratório de Experimentação Remota da UFSC participa de workshop de Educação a Distância

14/12/2018 10:13

O Laboratório de Experimentação Remota (RExLab) do Campus Araranguá da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) participou do 1º Workshop de Inovação da Diretoria de Educação a Distância (DED/CAPES), em Brasília, Distrito Federal, entre os dias 10 e 11 de dezembro. O evento foi realizado simultaneamente ao XI Fórum Ordinário de Coordenadores da Universidade Aberta do Brasil (UAB) e reuniu coordenadores UAB de todo o país. O projeto de Experimentação Remota Móvel (MRE), do RExLab, foi apresentado no evento. Iniciado em 2015, teve apoio através do edital para Grupos de Trabalho Temáticos em Ensino a Distância (EAD) e reuniu coordenadores do programa UAB. O RExLab foi representado no evento pelos professores Juarez Bento da Silva e Paulo Manoel Mafra.
(mais…)

Tags: campus araranguáEducação a Distânciaensino a distânciaLaboratório de Experimentação RemotaRexLabUABUFSCuniversidade aberta do brasilUniversidade Federal de Santa Catarina

Estudante da UFSC instala laboratório de física em universidade da Costa Rica

24/05/2018 11:19

Da esquerda para a direita: Lucas Mellos, professor Carlos Alberto Arguedas Matarrita e Luis Guilhermo Carpio Malavasi (reitor da Uned).

O Laboratório de Experimentação Remota (RexLab) da Universidade Federal de Santa Catarina em Araranguá, por meio de uma parceria com a Universidade Estatal a Distância da Costa Rica (Uned), instalou um laboratório de física na instituição costa riquenha. A  montagem, o treinamento e o desenvolvimento foram custeados pela Uned e o laboratório foi construído a partir de tecnologias (hardware e software) desenvolvidas pelo RexLab.
(mais…)

Tags: Costa RicaNutecPPGTICRexLabUFSCUFSC AraranguáUned

UFSC Araranguá promove 2º Simpósio Ibero-Americano de Tecnologias Educacionais

19/02/2018 18:28

O campus Araranguá da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC-Araranguá) e o Laboratório de Experimentação Remota (RExLab) promovem o II Simpósio Ibero-Americano de Tecnologias Educacionais (SITED 2018). O evento será realizado em Araranguá (SC), de 11 a 13 de abril, e pretende promover um espaço para aprendizado, discussão e troca de experiências acerca de estratégias de integração de tecnologias na educação.

O prazo para envio de submissões de artigos completos e relatos de práticas que envolvam a integração de tecnologias na educação é 2 de março. O trabalhos, que podem ser em português ou espanhol, devem ter de seis a oito páginas e abordar os seguintes temas:

  • Capacitação docente e formação continuada em novas tecnologias;
  • Desenvolvimento de conteúdos digitais na educação;
  • Meios sociais e ambientes colaborativos digitais;
  • Mediação pedagógica utilizando tecnologias de comunicação digital;
  • Modelos de integração de tecnologia na educação;
  • Aprendizagem Móvel (M-learning);
  • Ambientes Virtuais de Aprendizagem;
  • Educação à distância;
  • Tecnologia no ensino de ciências;
  • Jogos educacionais;
  • Laboratórios virtuais e remotos.

Mais informações na página do evento.

Tags: AraranguáLaboratório de Experimentação RemotaRexLabSITED 2018UFSC

Laboratório de Experimentação Remota participa do desfile de 7 de setembro em Araranguá

11/09/2017 12:59

O Laboratório de Experimentação Remota (RExLab) da UFSC participou do desfile de 7 de Setembro de Araranguá. O grupo de pesquisa desfilou pelas escolas parceiras Escola de Educação Básica Professora Maria Garcia Pessi e Colégio Éthicos. Ambas escolas abriram em sua marcha espaço para o “Bloco RExLab”.

Entre os participantes do desfile se encontravam bolsistas e professores do RExLab e também estudantes de educação básica envolvidos em ações dos projetos desenvolvidos pelo grupo de pesquisa; em sua maioria, participantes da oficina de eletrônica básica.
(mais…)

Tags: aboratório de Experimentação RemotaRexLabUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Estudantes da UFSC são selecionados para segunda fase do Campus Mobile

08/02/2017 09:24

Integrantes do Laboratório de Experimentação Remota (RExLab), do Campus Araranguá da UFSC, foram selecionados para a segunda etapa do evento nacional Campus Mobile, realizado pelo Instituto Net Embratel Claro, em parceria com a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP).

Jogo ensina física através de puzzles. Foto: Divulgação

Jogo ensina física através de puzzles. Foto: Divulgação

A etapa consiste em uma semana presencial do evento, realizada na USP, entre os dias 6 e 10 de fevereiro, quando serão anunciadas as equipes selecionadas para a 3ª fase.

Desenvolvido pelos mestrandos Carinna Nunes Tulha, Isabela Nardi da Silva e Josiel Pereira, o jogo digital Blackout ensina física através de uma série de puzzles e acesso a experimentos remotos. A equipe formada pelos três estudantes foi selecionada na categoria “Jogos”. O grupo vencedor do Campus Mobile será premiado com uma viagem de imersão ao Vale do Silício.

Mais informações sobre o projeto desenvolvido pelo RExLab: https://www.facebook.com/gameblackout/

 

 

Tags: Araranguácampus araranguáCampus MobileLaboratório de Experimentação RemotaRexLabUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Laboratório de Experimentação Remota recebe professores da Suécia

16/12/2016 09:08

O Laboratório de Experimentação Remota, localizado no Centro Araranguá da Universidade Federal de Santa Catarina, recebeu a visita de dois professores vindos da Suécia, Kristian Nilsson e Johan Zackrisson, entre os dias 13 e 15 de dezembro. Os professores são participantes do projeto VISIR+, do qual o RExLab também faz parte.

Suecos visitam laboratório em Araranguá. Foto: Divulgação

Suecos visitam laboratório em Araranguá. Foto: Divulgação

O nome “VISIR+” é uma sigla para “Módulos Educacionais para Teoria e Prática de Circuitos Elétricos e Eletrônicos seguindo uma Metodologia de Ensino e Aprendizagem baseada em Inquérito suportada por VISIR”. O projeto destina-se a definir, desenvolver e avaliar um conjunto de módulos educacionais que compreende experimentos práticos (hands-on), virtuais e remotos – este último, apoiado por um laboratório remoto chamado Virtual Instruments Systems in Reality (VISIR).

O projeto é financiado pelo “Programa Erasmus+” da Comissão Europeia, com a participação de universidades de diversos países, como Brasil, Portugal, Espanha, Argentina, Suécia e Áustria.

Mais informações em http://rexlab.ufsc.br/projects/visir

 

 

Tags: AraranguáLaboratório de Experimentação RemotaRexLabUFSCUniversidade Federal de Santa CatarinaVISIR+

Professores participam de capacitação do Projeto VISIR +

24/08/2016 11:09

Professores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Instituto Federal Catarinense – Campus Sombrio (IFC) e Faculdade SATC participaram de atividades de capacitação promovidas pelo Laboratório de Experimentação Remota (RExLab/UFSC) nos dias 22 e 23 de agosto.

Estas ações fazem parte da Training Action 2 do projeto “VISIR+: Educational Modules for Electric and Electronic Circuits Theory and Practice following an Enquiry-based Teaching and Learning Methodology supported by VISIR”, e visam a disseminação da plataforma nos países da América Latina.
(mais…)

Tags: capacitaçãoIFCLaboratório de Experimentação RemotaRexLabSATCUFSCUniversidade Federal de Santa CatarinaVISIR+

Vote pela internet em projeto da UFSC que pretende revolucionar a educação básica

27/06/2016 11:12

teiaPara revolucionar a educação básica, o projeto TEIA (Tecnologia, Empreendedorismo, Inovação e Aprendizagem), do Laboratório de Experimentação Remota (RExLab) da UFSC, participa de uma votação na internet para concorrer a um fomento do fundo BeDream, que busca nove projetos inspiradores para auxílio e realização. Link para votação: http://fund.bedream.me/projects/603 (para votar, é necessário criar uma conta na BeDream). Ajude o TEIA  a alcançar esta conquista!

O TEIA visa estimular o desenvolvimento do empreendedorismo, da inovação e da criatividade por meio do uso de tecnologia. Neste piloto, o RExLab pretende abranger estudantes concluintes da educação básica na rede pública, após depoimentos de professores sobre a baixa autoestima de seus estudantes. Alguns exemplos podem ser citados:

“Faculdade não é pra mim, nunca vou conseguir entrar”;

“Faculdade é coisa de rico, vou concluir a escola, casar e ter filhos”;

“O edifício da faculdade é bonito demais, nunca vou poder estudar aí”;

“Meus pais são pobres e não puderam cursar, o fruto não cairá longe do pé”.

(mais…)

Tags: RexLabTeiaUFSC

UFSC na mídia: Aplicativo ‘Araranguá na Palma da Mão’ será lançado na próxima quarta

11/04/2016 14:17

Mais um importante passo para o desenvolvimento do turismo local será dado pelo município de Araranguá na próxima quarta-feira, dia 13. O aplicativo “Araranguá na Palma da Mão”, será lançado oficialmente no auditório da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), campus Araranguá, no bairro Mato Alto, a partir das 17 horas.

O programa foi desenvolvido por dois acadêmicos do curso de Tecnologias da Informação e da Comunicação no Laboratório de Experimentação Remota (RExLab), da universidade, e disponibiliza dados sobre pontos turísticos, gastronomia, hotelaria e eventos do município. A iniciativa tem o apoio da Prefeitura de Araranguá, por meio das Subsecretarias de Cultura e Turismo.  “O turista está cada vez mais exigente, mais ligado às tecnologias, e procura cada vez mais o que fazer, do que apenas aonde ir. Por isso devemos utilizar ferramentas para mostrar o que há de melhor em Araranguá e manter os turistas e nossa população bem informados”, declara a diretora municipal de Turismo de Araranguá, Danielle Leite.

O aplicativo é totalmente digital e pode ser acessado em dispositivos móveis como celular, smartphone, tablet, e entre outros aparelhos, desde que tenham o sistema operacional Android. O software ainda passa por ajustes, mas já pode ser baixado na plataforma Play Store do Google, no link https://play.google.com/store/apps e digitar no campo de pesquisa: Araranguá na palma da mão.

Publicado no Correio do Sul.

Tags: AraranguáLaboratório de Experimentação RemotaRexLabturismoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Estudantes do Campus Araranguá vencem Campus Mobile com projeto de ensino por conexão remota

11/04/2016 13:55

A ferramenta Block.Ino, criada e desenvolvida no RExLab (Laboratório de Experimentação Remota), no Campus de Araranguá da UFSC, foi o projeto vencedor da 4ª edição do projeto Campus Mobile, na categoria Educação. O resultado foi anunciado na última sexta-feira e leva os estudantes em junho a uma viagem de imersão a San Francisco e ao Vale do Silício, nos Estados Unidos, com visita à Universidade de Stanford.

© Pipo Quint / Agecom / UFSC

Block.Ino pode ser acessado por meio de computador, tablet, ou smartphone

Os criadores da ferramenta são os estudantes Lucas Mellos Carlos (graduando em Tecnologias da Informação e Comunicação), José Pedro Simão (mestrando em Tecnologias da Informação e Comunicaçao) e João Paulo Cardoso de Lima (graduando em Engenharia de Computação). O Block.Ino é o único controlador de blocos multiplataforma para arduíno por conexão remota, destinado inicialmente a estudantes do Ensino Fundamental , Ensino Médio e Ensino Técnico. Um arduíno é, basicamente, uma placa que obedece a controles de programação e executa comandos. Serve principalmente para aprendizado e teste com baixo custo, sem que esses controles precisem ser testados ou treinados em algum aparelho mais complexo. O software criado e desenvolvido pelo trio é uma interface que possibilita a execução de tarefas no arduíno de maneira intuitiva, com comandos diretos, sem o uso de linguagem de programação. Roda em diversos sistemas operacionais de computadores e smartphones e pode ser acessado a distância, via internet, por meio de computador, tablet, ou smartphone.

Há alguns detalhes importantes no projeto. “Nós utilizamos uma placa arduíno real, física, que é programada à distância. O usuário acompanha o resultado visualmente, por meio de uma webcam, não é um simulador”, destaca Simão. A placa tem sensores de temperatura ambiente, umidade e campos magnéticos, entre outras variáveis possíveis. A intuitividade da interface possibilita a utilização por quem não conhece linguagem de computadores. À medida em que cria as séries de comandos, também mostra seus equivalentes em códigos de programação. “A ideia é permitir o acesso ao arduíno e possibilitar os desenvolvimento na ciência de computadores. O usuário só precisa de conhecimento de lógica”, observa Carlos. O projeto prevê ainda o compartilhamento em mais de um sentido. “Ele está aberto para ser utilizado por todo mundo. E se um professor cria um exercício novo nele, por exemplo, a gente passa isso adiante”, explica Simão. Além disso, há a preocupação em facilitar o acesso, com hardware aberto e de baixo custo. “Oferecemos também as instruções para replicação. Acho que esse é o papel da Universidade, trazer as coisas para a comunidade”, acrescenta.

Ferramenta é o único controlador de blocos multiplataforma para arduíno por conexão remota

O Claro Mobile é um programa promovido pelo Instituto Embratel Claro e o Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológicos (LSI-TEC) da Universidade de São Paulo (Usp) para incentivar a criação de soluções inovadoras. O trio do Campus Araranguá criou o projeto do Block.Ino no segundo semestre do ano passado. Após as duas primeiras etapas (a inscrição e a classificação), foram selecionados para a terceira, de dezembro e janeiro, com o desenvolvimento em ambiente virtual e a semana presencial em São Paulo. Nesta, além do encontro, palestras e da troca de experiências com outros desenvolvedores, foram premiados três projetos em cada categoria (Educação e Facilidades); cada um deles foi classificado para a etapa seguinte e recebeu uma série de metas e recomendações. O Block.Ino foi escolhido como o melhor desempenho no cumprimento dessas tarefas, na quarta etapa. A quinta é a viagem. O aplicativo está disponível para download na Google Play.

Mais informações:
RExLab – Laboratório de Experimentação Remota
http://rexlab.ufsc.br
Fone (48) 3721.4194

Tags: Block.Inocampus araranguáCampus MobileJoão Paulo Cardoso de LimaJosé Pedro SimãoLucas Mellos CarlosRexLabUFSC

Projeto de laboratório do Campus Araranguá classificado à 4ª etapa do ‘Campus Mobile’

26/01/2016 11:10

Estudantes do Laboratório de Experimentação Remota (RExLab), do Campus Araranguá da UFSC, formam uma das três equipes selecionadas para a 4ª etapa do evento nacional Campus Mobile, desenvolvido pelo Instituto Embratel Claro, em parceria com a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP). Criado pelos graduandos João Paulo de Lima, João Pedro Simão e Lucas Mello, o projeto de aplicativo block.ino ensina lógica de programação utilizando a linguagem de blocos.

Experimento utilizado no projeto (Foto: Reprodução)

Experimento utilizado no projeto. Foto: Reprodução

A equipe formada pelos três alunos foi selecionada na categoria “Educação”, juntamente com outros dois projetos de universidades brasileiras, e passará por nova etapa, em que terá de cumprir um conjunto de metas. O vencedor do Campus Mobile ganhará uma viagem de imersão ao Vale do Silício, região que aglomera diversas empresas de desenvolvimento científico.

Mais informações sobre o projeto desenvolvido pelo RExLab clique aqui.

Tags: Campus MobileRexLabUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Renovado financiamento de pesquisa em educação a distância de laboratório da UFSC

27/11/2015 14:27

O Grupo de Trabalho em Experimentação Remota Móvel (GT-MRE) do Laboratório de Experimentação Remota (RExLab) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Campus Araranguá, foi selecionado pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) para continuar o desenvolvimento de ferramentas mobile para educação a distância (EaD). A pesquisa recebe financiamento da Capes e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

IMG_7898_b

Painel Elétrico AC. Foto: RExLab

O GT-MRE desenvolve um sistema de experimentação remota, integrado a dispositivos móveis, que permite trabalhar com sistemas físicos reais por meio da internet. O projeto foi uma das 105 propostas submetidas ao edital Grupos de Trabalho Temáticos em EAD e e-Saude da RNP 2014-2015 e um dos cinco escolhidos. Com a renovação, o trabalho prosseguirá no ciclo 2015-2016.
(mais…)

Tags: Grupo de Trabalho em Experimentação Remota MóvelGT-MRELaboratório de Experimentação Remota MóvelRexLabUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Projeto da UFSC Campus Araranguá recebe prêmio nacional

31/07/2012 16:25

Willian Rochadel competiu com 1300 participantes de todo o Brasil

O aluno do curso de Tecnologias da Informação e Comunicação da UFSC Campus Araranguá, Willian Rochadel, foi o segundo colocado no concurso Campus Mobile, que teve mais de 1.300 inscritos de todo o Brasil. O concurso visa premiar criadores de inovações que favoreçam o dia-a-dia das pessoas na utilização de dispositivos móveis tais como celulares, smartphones e tablets. A premiação aconteceu nos dias 25 e 26 de julho.

Dos inscritos, 90 projetos foram escolhidos no ano passado e os estudantes selecionados participaram de uma semana de treinamentos e palestras na Universidade de São Paulo (USP). Durante esse período tutores avaliaram e sugeriram o aperfeiçoamento das ideias e protótipos.

O projeto do Campus Araranguá faz parte do Laboratório de Experimentação Remota (RExLab) que disponibiliza laboratórios reais, em que o aluno pode utilizá-los e observar o funcionamento sem estar presente em seu espaço físico. O projeto premiado (REx-Mobile) proporciona que tais experiências sejam realizadas por meio dos dispositivos móveis, aumentando ainda mais a possibilidade de acesso aos experimentos educativos.

Atualmente os experimentos disponíveis no laboratório são voltados para as disciplinas da área de ciências aplicadas ao ensino básico. Iniciativas nesse sentido, conforme informações do site do RExLab, têm o objetivo de popularizar conhecimentos científicos e tecnológicos, estimulando os jovens a inserirem-se nas carreiras científico-tecnológicas, além de buscar iniciativas que integrem a educação científica ao processo educacional através da atualização/modernização do ensino em todos os seus níveis.

 

Projeto REx-Mobile permite fazer experiências científicas em laboratório a partir de um celular

Links para mais informações:

Instituto Claro: http://www.institutoclaro.org.br

RExLab: http://rexlab.ararangua.ufsc.br/

 

Fonte: UFSC Campus Araranguá.

 

 

Tags: campus araranguáRexLabtecnologia da informação e comunicaçãoUFSC

Professor e alunos da UFSC Araranguá participaram da Campus Party 2012

28/02/2012 18:06

Professor Juarez e alunos do Campus Araranguá durante a Campus Party 2012

O professor Juarez Silva e alunos do Campus da UFSC em Araranguá participaram de um dos maiores eventos sobre inovação, ciência, cultura e entretenimento digital do Brasil, a Campus Party 2012. O evento aconteceu entre os dias 6 a 12 de fevereiro de 2012 em São Paulo e reuniu mais de 7 mil campuseiros.Professor do curso de Tecnologia da Informação e Comunicação, Juarez Silva participou da mesa “Mobilidade digital e educação: a escola para além de seus muros”. Mediado pela presidente da Fundação Telefônica, Françoise Trapenar, o debate envolveu também os professores Eveline Erbele e Suintila Pedreira, a cineasta Laís Bodanzky e o secretário municipal de Educação de São Paulo, Alexandre Schneider.

O objetivo da mesa era discutir as novas formas de comunicação sem fio, que estão redefinindo o uso do espaço e o jeito como as pessoas se comunicam. O professor Juarez explicou sobre seu projeto Laboratório de Experimentação Remota (RexLab), em que o aluno aprende a operar um experimento físico de forma remota, pela internet, através de uma câmera. Segundo Juarez, uma experiência é diferente de uma simulação já que aluno de fato põe a mão na massa. “A mobilidade traz uma aprendizagem significativa”, completa. Veja os slides com a apresentação:

REX_Lab

O professor Juarez viajou à Campus Party a convite da Fundação Telefônica. É sua terceira participação em eventos da instituição. A primeira vez foi em julho de 2011, quando ele participou de um encontro em São Paulo organizado pela Oi e Fundação Telefônica, no qual foram selecionados 66 projetos brasileiros sobre mobilidade digital e educação. O seu projeto foi escolhido entre os quatro mais inovadores na área. Em outubro ele participou de forma virtual do VI Encuentro Internacional EducaRed 2011, que aconteceu em Madri, Espanha.

Outro convidado pela Fundação Telefônica foi o estudante Willian Rochadel, bolsista do RexLab. Ele foi a São Paulo com todas as despesas pagas e com convite para participar de eventos organizados pela fundação durante a Campus Party. O bolsista do laboratório, Akássio Miranda, organizou uma caravana de 50 pessoas para o evento, das quais 13 eram estudantes da UFSC Araranguá.

 

Por Laura Tuyama, jornalista na Agecom.

 

 

Tags: campus araranguácampus party 2012RexLabUFSC