UFSC e Polícia Militar firmam parceria para programa S.O.S Desaparecidos

07/08/2018 09:48

Francis Tourinho, Olga Regina e Rafael Farias conversam com policiais militares. Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC

Na tarde do dia 2 de agosto, quinta-feira, a Secretaria de Ações Afirmativas da Universidade Federal de Santa Catarina (SAAD/UFSC) firmou parceria com a Polícia Militar para o projeto S.O.S Desaparecidos. A união das duas entidades visa promover o programa voluntário das delegacias de Florianópolis e região.

A conversa, realizada na sala de reuniões da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE), contou com a presença de Francis Tourinho, secretária da SAAD; Olga Regina, coordenadora do Núcleo Diversidade Sexual e Enfrentamento da Violência de Gênero, e dois representantes da Polícia Militar: soldado Teixeira e major Rocha, líder do S.O.S Desaparecidos. Também esteve presente Rafael Farias, graduando em Direto da UFSC e membro do grupo de Direito Penal Internacional, que representa a universidade no Comitê Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas do Ministério da Justiça.

Ao fim do encontro, foi sugerida a produção de um vídeo pela Polícia Militar como forma de divulgar o projeto para a comunidade acadêmica e sanar dúvidas recorrentes sobre o registro de um possível desaparecimento, como a extinção do mito de que é preciso aguardar 48 horas para ir à delegacia. Além disso, também foi acertada uma palestra sobre o tema nas dependências da UFSC, porém ainda sem data definida. O foco da parceria será a prevenção.

O Programa S.O.S Desaparecidos da Polícia Militar de Santa Catarina foi criado em 2012 e é executado pela Coordenadoria de Pessoas Desaparecidas, cuja equipe atua na busca, divulgação, armazenamento de dados de desaparecidos e ações de prevenção.

Mais informações sobre o projeto na página do Facebook.

Tags: parceriaPolícia militarS.O.S DesaparecidosSecretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (SAAD)UFSC

Vladimir Safatle na UFSC: ‘A ditadura militar no Brasil nunca terminou, nunca foi vencida’

16/03/2018 12:22

Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC

“Como chegamos até aqui? E o que significa exatamente o ‘aqui’?”, perguntou-se o filósofo e professor universitário Vladimir Safatle no início de sua palestra, apontando o “caráter completamente singular do momento histórico atual”. Segundo ele, “o Brasil nunca conheceu nada parecido em nenhum outro período de sua história. Não há nenhum momento que seja minimamente similar ao que ocorre agora. Vivemos um momento de profundo esgotamento.” O evento, que ocorreu na quarta-feira, 14 de março, no Centro de Cultura e Eventos, foi promovido pelo Centros Acadêmicos Livres de Psicologia (CALPsi) e de Filosofia (CAFIL) da Universidade Federal de Santa Catarina, com apoio da Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte/UFSC).
(mais…)

Tags: centro de Cultura e EventosdemocraciafilosofiapalestraPolícia militarUFSCVladimir Safatle

UFSC na mídia: Convênio com a Polícia Militar viabiliza criação de cavalos em Indaial

23/02/2018 10:40

Um convênio firmado entre a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e a Polícia Militar (PM) oportunizará a criação de cavalos em uma área de 80 hectares localizada no bairro Warnow, em Indaial, doada pelo Ministério da Agricultura à universidade. Em março de 2017, a UFSC noticiou a visita de uma comitiva ao local, liderada pela vice-reitora Alacoque Lorenzini Erdman, com o objetivo de desenvolver projetos conjuntos em uma área que tem vocação para pecuária e agricultura, envolvendo o Centro de Ciências Agrárias (Campus Florianópolis) e o Centro de Ciências Rurais do Campus de Curitibanos. Confira abaixo a reportagem realizada por Pancho sobre o assunto e veiculada dia 20 de fevereiro. Link AQUI.
(mais…)

Tags: convêncio UFSC e PMPMPolícia militarUFSCUFSC IndaialWarnow

TV UFSC lança especial de apresentação da Banda da Polícia Militar de Santa Catarina

26/09/2016 10:47

[Imagem: Divulgação]

[Imagem: Divulgação]

A TV UFSC gravou um programa especial de apresentação da Banda da Polícia Militar de Santa Catarina no dia 23 de setembro, na Praça Getúlio Vargas, em Florianópolis. A performance fez parte da comemoração do 123º aniversário do grupo, criado em 1893. A gravação foi dirigida e idealizada por Zeca Nunes Pires e terá sua exibição a partir de novembro.

A apresentação contou com a presença de 40 músicos da Banda da Polícia Militar do Paraná, além do secretário de Segurança do Estado de Santa Catarina, César Augusto Grubba,  e do comandante geral da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel Paulo Henrique Hemm. O repertório incluiu desde “Sou Vagabundo eu Confesso”, da banda de Florianópolis, Dazaranha, a músicas clássicas, passando por Dorival Caymmi e outros cantores da  MPB.

Gabriel Daros Lourenço/Estagiário em Jornalismo/Agecom/UFSC

Tags: Polícia militarTV UFSCUFSC

UFSC e Polícia Militar se reúnem para definir ações conjuntas voltadas à segurança no campus

28/07/2016 10:01

O reitor da UFSC, Luiz Cancellier, acompanhado do secretário de Segurança Institucional, Leandro Luiz de Oliveira, e do diretor geral do gabinete, Álvaro Lezana, recebeu, na tarde desta quarta feira, 27 de julho, os comandantes da 1ª Região Militar, coronel PM Renato Cruz Junior, e do 4º Batalhão de PM, tenente-coronel PM Marcelo Pontes. A audiência já havia sido marcada há algumas semanas e teve como um dos pontos centrais as ações relativas à determinação recente do Ministério Público Federal quanto à realização de festas e eventos não autorizados.

reunião pm reitor2

Encontro na Reitoria. Foto: Divulgação

Conforme o documento do procurador Carlos Augusto de Amorim Dutra, a UFSC deve “exercer controle mais rigoroso quando da constatação da realização de festas/eventos não autorizados no interior do campus, inclusive com solicitação de auxílio policial”.

No documento o procurador faz menção, também, às “diversas medidas que vêm sendo adotadas pela administração da Universidade Federal de Santa Catarina para reforçar a segurança da comunidade universitária”. O secretário de Segurança Institucional, Leandro Luiz de Oliveira, apresentou no encontro com os representantes da PM alguns dados, como a ampliação no número de câmeras de monitoramento, a poda de árvores e ajustes de luminárias para ampliar as áreas de iluminação e a restrição à descarga de bebidas, dirigidas a eventos e festas não autorizadas, que já têm reduzido o número de ocorrências.

Os oficiais da Polícia Militar reiteraram, durante o encontro com o reitor, a disposição de atender quaisquer ocorrências relativas a eventos e festas que não tenham sido autorizadas, nos limites da atribuição constitucional da PM.

Para Leandro, “a parceria e o diálogo com a PM e outros atores públicos da área de segurança têm permitido que a UFSC mostre à sociedade catarinense e à comunidade interna que segurança e tranquilidade no campus são prioridade”.

Tags: PMPolícia militarSegurançaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Ação conjunta entre PM e Departamento de Segurança coíbe festa ilegal na UFSC

29/06/2015 18:27

Acionada pelo Departamento de Segurança Física e Patrimonial (Deseg) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a Polícia Militar (PM) extinguiu uma festa ilegal, fruto da ocupação do campus da Trindade, na madrugada de sábado, 27 de junho, por pessoas que não foram identificadas como da comunidade universitária. Na ação, três veículos foram guinchados, e dezenas de carros, abordados quando as viaturas chegaram ao local, nos fundos do Centro de Comunicação e Expressão (CCE).

“A polícia não precisou intervir: houve uma debandada geral, e o som se extinguiu na hora que chegamos”, afirma a comandante da 4ª Companhia do 4º Batalhão da PM, capitã Naima Amarante. Ela explica que “não havia como prender aquela quantidade de pessoas (calculada em torno de 600); [elas seriam presas] apenas se não obedecessem à ordem de parar o barulho”.

A capitã Naima diz que a PM chegou mais cedo, e os policiais avaliaram precisar de reforço para garantir a segurança no local. “Nós nos reorganizamos e voltamos de forma maciça, com o PPT (Pelotão de Patrulhamento Tático) e o Bope.” Depois, a PM montou uma barreira na rótula da Carvoeira para controlar os veículos, que saíam da UFSC.

O diretor do Deseg, Leandro Luiz de Oliveira, conta que cancelas, cadeados e uma porta de vidro foram arrombados durante a festa ilegal. “Eles aproveitaram que, neste fim de semana, as cancelas ficaram abertas até a meia-noite para o FAM (Florianópolis Audiovisual Mercosul); em seguida, começaram a chamar gente e arrombaram uma das entradas.”

Leandro e Naima destacam a parceria entre UFSC e PM durante a ação. “É impressionante como se propaga a noção de que a PM não pode entrar na UFSC”, relata a capitã. “Num flagrante como este, se não entrássemos, estaríamos cometendo um crime”, completa.

Leandro informa que há uma série de requisitos para que uma festa seja realizada na UFSC, de acordo com a resolução normativa 002/2009 do Conselho Universitário (CUn). “Só na semana passada, desmobilizamos duas festas que iriam ocorrer no campus. Nesta, não houve nenhum centro acadêmico envolvido”.

Caetano Machado/Jornalista da Agecom/DGC/UFSC

Claudio Borrelli/Revisor de Textos da Agecom/DGC/UFSC

Tags: Departamento de SegurançaDESEGPMPolícia militarUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Reitora e Polícia Militar discutem ações para ampliar segurança na UFSC e entorno

02/04/2015 16:51

A reitora Roselane Neckel reuniu-se na tarde de quarta-feira, 1º de abril, com o tenente-coronel Renato Cruz Junior, comandante da 1ª Região de Polícia Militar (1ªRPM) e sua equipe. Durante o encontro, foram discutidas estratégias e ações relacionadas à segurança na UFSC e no seu entorno. “Temos clareza de que estes diálogos são muito importantes. Falamos das nossas demandas, do que já estamos fazendo para aumentar a segurança no campus e do que ainda pode e deve ser feito”, destacou a reitora. Algumas ações específicas da PM já começam a ser executadas na próxima semana, com previsão de deslocamento de efetivo de apoio.

Durante a reunião, a partir dos números oficiais aos quais as instituições têm acesso, ficou evidente a necessidade de reforçar a orientação de que todas as pessoas vítimas de violência no campus ou no entorno da Universidade registrem boletim de ocorrência (B.O.), o que pode ser feito on-line, na Delegacia Eletrônica, um serviço da Polícia Civil. Tais registros permitem que se tenha um mapeamento real de indicadores. “A PM orienta que a vítima de algum crime registre esse boletim porque, por meio dele, podemos mapear melhor as áreas e direcionar policiais para atender nos dias e horários de maior incidência de delitos”, explicou o tenente-coronel.
(mais…)

Tags: Polícia militarreitoraSegurançaUFSC

Reitora reúne-se com Polícias Civil e Militar para discutir estratégias para reforçar a segurança da UFSC e do entorno

20/03/2015 07:31
Reitora Roselane Neckel e chefe de Gabinete Carlos Vieira durante reunião realizada na segunda-feira com o diretor de Polícia da Grande Florianópolis, delegado Juarez de Souza Medeiros, e o delegado Verdi Furlanetto. (Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC)

Reitora Roselane Neckel e chefe de Gabinete Carlos Vieira durante reunião realizada na segunda-feira com o diretor de Polícia da Grande Florianópolis, delegado Juarez de Souza Medeiros, e o delegado Verdi Furlanetto. (Foto: Henrique Almeida/Agecom/DGC/UFSC)

A reitora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Roselane Neckel, agendou reuniões com a Polícia Civil e com a Polícia Militar, nesta quarta e quinta-feira, dias 18 e 19, para tratar da segurança pública na Universidade e dos bairros do entorno. O objetivo, segundo Roselane, foi conversar sobre a situação atual da segurança pública na UFSC e nos bairros da região, além de debater ações conjuntas.

“Conversamos para saber como eles estavam, na sua estrutura, para atender às nossas solicitações, mas também falamos da segurança de todos os bairros que estão ao redor da UFSC. Apresentamos a eles o que a UFSC já vem encaminhando, por meio da Comissão Permanente de Segurança. Estão sendo feitos diagnósticos para medidas de segurança que serão apresentadas à comunidade da UFSC, além de outros procedimentos e algumas ações pontuais com melhorias na iluminação e no videomonitoramento que já foram implementadas visando a uma ampliação da segurança”, explica a reitora.
(mais…)

Tags: Polícia CivilPolícia militarsegurança públicasegurança universitáriaUFSC

Núcleo de Desenvolvimento Infantil emite nota em repúdio à violência policial na UFSC

02/04/2014 17:58

Famílias e profissionais ligados ao Núcleo de Desenvolvimento Infantil (NDI) da UFSC publicaram nesta quarta-feira, 2 de abril, uma nota de repúdio à violência da ação policial ocorrida na semana passada na Universidade. A nota explica em linhas gerais como a comunidade do NDI testemunhou a ação. O gás lacrimogêneo foi sentido nos pátios e até na sala dos bebês, mesmo com as janelas fechadas.

Na tarde de 25 de março, havia 111 crianças no NDI. A diretora, Marilene Raupp, conta que ficou sabendo da operação por acaso, quando telefonou para o diretor da Diretoria de Segurança da UFSC (Deseg), Leandro Luiz de Oliveira, para tratar da instalação de câmeras de vigilância. Era por volta de 15h. Leandro afirmou que estava acompanhando uma situação tensa no bosque. Foi quando Marilene olhou pela janela e já viu as luzes dos carros policiais estacionados na proximidade. Ao mesmo tempo começava a operação para encaminhar rapidamente todas as crianças que estavam no pátio em direção às salas de aula.

(mais…)

Tags: Flor do CampusndiPolícia federalPolícia militarSegurançaUFSC

Estudante foi vítima de estilhaços de bomba durante confronto com polícia

28/03/2014 11:08

A estudante de Jornalismo Luara Wandelli Loth, de 20 anos, foi uma das vítimas mais graves no ataque da polícia aos estudantes, professores e técnico-administrativos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), na terça-feira, 25 de março. O conflito teve início a partir da ação da Polícia Federal que, com alegação de combater o tráfico de drogas, envolveu o uso da polícia militar e tropa de choque, culminou na prisão de cinco pessoas na apreensão de uma pequena quantidade de maconha.

Junto com cerca de 200 pessoas, Luara estava no bosque do Centro de Filosofia e Ciências Humanas para protestar contra a ação policial. Assim que as negociações começaram a fugir do controle, começou o ataque com pedras, paus, balas de borracha, gás de pimenta e bombas de gás lacrimogênio vencidas há mais de um ano, que se descobriu depois nos restos encontrados.

Uma bomba de efeito moral explodiu ao lado do seu pé. Os estilhaços perfuraram sua calça e fizeram cortes profundos. Luara levou quatro pontos na perna direita e muitos outros cortes na parte inferior da perna. No meio da tentativa de repouso, ela concedeu esta entrevista, onde conta como se envolveu no episódio e o que espera daqui para frente.
(mais…)

Tags: Bosque do CFHCFHconfrontoestudante feridaPolícia federalPolícia militarSegurançaUFSCviolência

Nota de repúdio

25/03/2014 23:35

No dia 25 de março de 2014, a comunidade da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) foi vítima de uma ação violenta e desnecessária – comandada por delegados da Polícia Federal (PF) –, que feriu profundamente a autonomia universitária, os direitos humanos e qualquer protocolo que regulamenta as relações entre as instituições neste país.

A partir do momento em que fomos informadas, por terceiros, sobre a ação da PF, suspendemos a reunião – que estava em andamento com o comando de greve local dos técnicos-administrativos em educação – e, imediatamente, telefonamos para o superintendente da Polícia Federal em exercício, Paulo Cassiano Junior, para solicitar esclarecimentos sobre a ação que estava sendo realizada. Lembramos ao delegado que, em todos os contatos com a Polícia Federal, sempre foi solicitado que quaisquer ações de repressão violenta ao tráfico de drogas fossem realizadas fora das áreas da Universidade, e que – em nenhum momento – fomos informadas sobre a realização do procedimento que ocasionou o tumulto.

Segundo relatos que nos foram feitos por telefone, a imagem era de terror: antes mesmo de quaisquer conflitos existirem, já estava presente um grande efetivo – a tropa de choque, com armas de bala de borracha e cachorros –, pronto para o conflito; foi isso que encontraram os que foram até o local, inclusive representantes da Reitoria. Tentamos, incansavelmente, negociar com o superintendente em exercício. A intransigência era clara e foi percebida por todos os presentes.

Foram agredidos muitos estudantes, técnicos-administrativos e professores. Estavam presentes vários membros da Administração da Universidade. A Direção do Centro de Filosofia e Ciências Humanas acompanhou todos os momentos. O Diretor do CFH, Paulo Pinheiro Machado, foi agredido. Estavam presentes também o Chefe de Gabinete da Reitoria, Carlos Vieira, o Procurador Chefe, Cesar Azambuja e outros Secretários e Diretores da Administração Central. Toda a comunidade e autoridades universitárias foram profundamente desrespeitadas.

Já havíamos destacado, em vários momentos, que agir dessa forma dentro do campus poderia colocar em risco a vida das pessoas. As crianças saiam do Núcleo de Desenvolvimento (NDI) e entraram em pânico no momento em que as bombas de gás começaram a ser lançadas. O cenário rememorava os períodos vividos nos mais violentos regimes de exceção.

Enquanto os relatos chegavam ao Gabinete, estávamos em constante contato com a Secretaria de Relações Institucionais, com o Ministério da Justiça e a Secretaria de Direitos Humanos em Brasília, solicitando uma mediação desses órgãos para que não ocorresse um previsível desfecho violento.

Reafirmamos nosso total repúdio ao lamentável episódio vivido hoje pela Comunidade Universitária, reiterando que, em nenhum momento, solicitamos ou fomos previamente informadas dessa ação.

Para que tanta truculência, intransigência e obstinação em levar adiante uma situação que já se anunciava como tragédia, uma vez que outros caminhos mais lúcidos e racionais foram apresentados, os quais seriam dignos de uma autoridade de Estado?

Comprometemo-nos a tomar as medidas cabíveis para preservar a UFSC e defender todos os que foram vítimas desse ato de violência.

Florianópolis, 25 de março de 2014.

Roselane Neckel e Lúcia Helena Martins Pacheco

Tags: Lúcia Helena Martins-Pacheconota oficialPolícia federalPolícia militarRoselane NeckelUFSC

Polícia Militar discute parceria com a UFSC na busca por desaparecidos

05/03/2013 17:16

A proposta de parcerias em projetos que auxiliem a Coordenadoria de Pessoas Desaparecidas da Polícia Militar de Santa Catarina foi apresentada, no dia 4 de março, à reitora Roselane Neckel pelo coordenador major Marcos Roberto Claudino. Participaram do encontro os pró-reitores Jamil Assereuy Filho (Propesq), Joana Maria Pedro (PROPG) e Edison da Rosa (Proex). De acordo com estimativas da PM, cerca de três mil pessoas desaparecem todo ano no Estado – destas, 42% são crianças. “Parcerias com a UFSC são essenciais para que possamos desenvolver, por exemplo, tecnologias para localizar essas pessoas mais facilmente e meios para prestar atendimento psicossocial às famílias”, explicou o major.
(mais…)

Tags: Coordenadoria de Pessoas Desaparecidas da Polícia Militar de Santa CatarinaPolícia militarUFSC

Serviço de vistoria preventiva desenvolvido na UFSC é incorporado às operações da Polícia Militar

22/08/2012 11:23

Integrantes do 7º Batalhão de Polícia Militar de São José recebem capacitação para atuar no serviço de vistoria preventiva

O efetivo do 7º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de São José está oferecendo um serviço de vistoria preventiva desenvolvida na Universidade Federal de Santa Catarina. Capitão da Polícia Militar e aluno do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil – área de concentração Cadastro Técnico Multifinalitário e Gestão Territorial – Miguel Ângelo Silveira desenvolveu uma sistemática em que o policial inspeciona as residências ou estabelecimentos para identificar pontos frágeis e sugerir medidas de correção.
(mais…)

Tags: Polícia militarUFSCvistoria

UFSC e PM promovem I Seminário Internacional de Segurança Pública, Tecnologia e Inovação

05/06/2012 10:58

A Universidade Federal de Santa Catarina e a Polícia Militar de Santa Catarina, por meio do Grupo de Estudos em Segurança Pública, estão promovendo o I Seminário Internacional de Ciência, Tecnologia e Inovação em Segurança Pública, a ser realizado no Auditório do Sistema FIESC, emFlorianópolis, de 27 a 29 de junho

(mais…)

Tags: Polícia militarseminário internacionalUFSC