‘III Colóquio Internacional Antropoceno, Biopolítica E Pós-Humanos’ ocorre na UFSC de 13 a 15 de agosto

24/05/2024 16:26

Os programas de Pós-Graduação em Linguística e de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) organizam o III Colóquio Internacional Antropoceno, Biopolítica e Pós-Humanos com o tema Novas materialidades. O evento ocorre entre 13 e 15 de agosto, das 10h às 18h, de forma online pelo YouTube. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas neste link até 12 de agosto. Haverá emissão de certificado de 26 horas.

O colóquio reúne pesquisadores do Brasil, de Portugal, da Espanha e da Colômbia para problematizar a produção de vértices entre a situação da agência humana na Terra e as práticas de exceção e de racialização que levam em consideração as relações entre vida, tecnologia, humanos e não-humanos.

Confira a programação:

13 de agosto

  • 10h | Conferência
  • 14h | Mesa 1 | Tecnogêneros, Tecnoprazeres
  • 17h | Palestra 

14 de agosto

  • 9h | Palestra
  • 10h | Mesa 2 | Material, Discursivo, Político
  • 14h | Mesa 3 | Antropoceno, Geontopoder
  • 16h30min as 19h | Sessões De Comunicação Oral
  • 19h | Palestra

15 de agosto

  • 10h | Mesa 4 |Narrativas E Fabulações
  • 14h | Mesa 5 |Intra-Ações Por Vir
  • 16h | Mesa 6 | Encerramento |Tecnobiopolíticas do Hiv

O evento é realizado em parceria com a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, o Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia e o Projeto Pós-Humanismo e Humanidades Digitais da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

Mais informações e a programação completa disponível no site no evento.

Tags: AntropocenoColóquio Internacional Antropocenopós-humanosPrograma de Pós-Graduação em LinguísticaPrograma de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências HumanasUFSCUnicampUniversidade Federal de Santa Catarina

‘Conexões Feministas: A Luta por Direitos e Políticas Públicas’ é tema de palestra na UFSC

31/05/2023 11:21

O Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas (PPGICH) promove a uma roda de conversa com a temática Conexões Feministas Brasil-PALOPS: A Luta por Direitos e Políticas Públicas, no dia 5 de junho, às 14h, Auditório do 7° andar do Bloco F do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH). Também será disponibilizada a gravação da roda de conversa no canal do YouTube do Instituto de Estudos de Gênero (IEG). Não é necessário inscrições.

A palestra conta com representantes de Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Senegal. As convidadas serão divulgadas na página do Instagram do IEG.

Este evento tem parceria com o projeto Conexões Feministas Brasil-PALOPS do PPGICH, apoiado pelo Programa de Internacionalização (PrInt) da UFSC e faz parte do subprojeto Práticas culturais, Educação, Direitos Humanos: Violências, Gênero, Diversidade.

Conheça as palestrantes:

Mirian Fonseca da Costa é natural de São Tomé e Príncipe (África). Graduada em Bacharel em Humanidades pela UNILAB. Licenciada em Ciências Sociais (UNILAB). Pós-graduanda em sociologia e ciência política (UFSC). Nádia Carina, de Angola, possui graduação em Letras – Português pela UNILAB, mestrado em Estudos Linguísticos pela UFPR, é doutoranda no programa de Pós- graduação em Linguística da UFSC, pesquisa as influências das línguas autóctones de Angola no português angolano.

Ezra Alberto Chambal Nhampoca é moçambicana e doutora em Linguística, pela Universidade Federal de Santa Catarina (USFC), Brasil (2018). É Mestre em Linguística (2010) e Licenciada em Linguística e Literatura (2005) pela Universidade Eduardo Mondlane (UEM), Moçambique, onde é docente, afecta à Faculdade de Letras e Ciências Sociais. Neste momento, é investigadora, no Centro de Estudos em Letras, da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Vila Real, Portugal. É co-editora da Revista Njinga e Sepé: Revista Internacional de Culturas, Línguas Africanas, e Brasileiras. É feminista. É presidente da Associação Sororidade Moçambique. Em 2017 foi homenageada, pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Florianópolis, Brasil, em reconhecimento aos esforços de luta pelos Direitos Humanos, nos quais se inclui a equidade de gênero. Integrou as Comissões Organizadora e Científicas do MM2022 – edição Moçambique.

Iadira Antonio Impanta é guineense (Guiné-Bissau), mãe, feminista, doutoranda em Antropologia Social (UFSC), Mestra em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2020), licenciada em Sociologia (2018) e bacharela em Humanidades (2016) ambas pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro- Brasileira. Atuo principalmente nos seguintes temas de pesquisa: Relações de gênero, mulheres, política e migração. Carla Fonseca é natural de Cabo Verde, graduada em Direito pela UFSC e mestre em Direito e Relações Internacionais pela UFSC.

Coumba Diatta é natural do Senegal, um país africano de língua Oficial Francesa, situado no extremo Oeste do continente. Fez estudos de Literatura na UCAD. Graduada e mestre em Literatura e Civilização Latino-americana com enfoque na Literatura Brasileira, pela UCAD. Mestre profissional pela Faculdade das Ciências e Técnicas da Educação e do Treinamento (FASTEF), pela UCAD. Atualmente é doutoranda na Linha de pesquisa Crítica Feminista e Estudos de Gênero pela UFSC.

 

Mais informações no site do IEG

 

Tags: IEGInstituto de Estudos de GêneroPrograma de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências HumanasUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC tem dois pesquisadores contemplados em prêmio nacional de estudos sobre futebol

23/08/2022 14:26

Foto: Danilo Borges/copa2014.gov.br/CC BY 3.0

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) teve dois trabalhos reconhecidos no III Prêmio Brasil de Teses e Dissertações sobre Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor – Edição 2022, promovido pela Secretaria Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania. 

A pesquisa Globalização e o sistema-mundo moderno do futebol: modernidade e (de)colonialidade na circulação de atletas a partir dos mundiais FIFA, realizada por Juliano Oliveira Pizarro no Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, foi a terceira colocada entre as teses de doutorado. Já João Henrique Krauspenhar, mestre e doutorando em Contabilidade pela UFSC, conquistou a terceira colocação entre as dissertações de mestrado, com o trabalho A recuperabilidade do ativo intangível relativo aos atletas dos clubes de futebol brasileiros. Ambos também foram os primeiros colocados, em suas categorias, na linha de pesquisa Aspectos econômicos do futebol e suas derivações e, como parte do prêmio, terão seus estudos transformados em livro.

Ao longo de seu doutorado, Juliano buscou entender como o processo de globalização e os fluxos de migração de atletas se relacionam com a acentuação da desigualdade no futebol, bem como as especificidades do mercado do futebol praticado por mulheres. Para isso, utilizou fontes bibliográficas e documentais e analisou dados de 25.921 jogadores, 1.240 equipes e 76 competições mundiais de categorias de base, seleções e clubes. Em janeiro, a Agência de Comunicação da UFSC (Agecom) publicou uma reportagem sobre o estudo.

A dissertação de João Henrique, por sua vez, analisou a recuperabilidade do ativo correspondente aos atletas dos clubes de futebol brasileiros. Para isso, valeu-se de 198 observações, de dados de 2013 a 2019, de 34 times das séries A e B do Campeonato Brasileiro de 2019. O pesquisador aponta que o teste de impairment não está sendo devidamente realizado pelos clubes de futebol brasileiros em relação aos seus atletas. Também chamado de teste de recuperabilidade, o teste de impairment assegura que os ativos não estejam registrados contabilmente por um valor superior aos benefícios que eles podem proporcionar à entidade. Os resultados indicaram, ainda, que é positivo o impacto patrimonial de se considerar o valor recuperável desse ativo em substituição ao seu valor de registro.

A relação completa de premiados foi publicada no Diário Oficial da União (em pdf).

Tags: contabilidadefutebolPPGICHPrêmioPrograma de Pós-Graduação em ContabilidadePrograma de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências HumanasUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Pesquisa analisa o processo de globalização e a acentuação da desigualdade no futebol

06/01/2022 12:42

Pesquisa utilizou dados de jogadores, seleções e clubes em competições mundiais profissionais e de base. Foto: Danilo Borges/copa2014.gov.br/CC BY 3.0

Entender como o processo de globalização e os fluxos de migração de atletas se relacionam com a acentuação da desigualdade no futebol e as especificidades do mercado do futebol praticado por mulheres foram os objetivos da pesquisa conduzida por Juliano Pizarro durante seu doutorado, realizado no Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Utilizando fontes bibliográficas e documentais, a tese Globalização e o sistema-mundo moderno do futebol: modernidade e (de)colonialidade na circulação de atletas a partir dos mundiais FIFA se valeu de dados de 25.921 jogadores, 1.240 equipes e 76 competições mundiais de categorias de base, seleções e clubes.

Juliano conta que a motivação para o projeto partiu de uma inquietação que vem desde a infância: “Sou natural da cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul, uma cidade que respira futebol. Desde pequeno fui a estádios, sou torcedor do Pelotas. Muita gente torcia para Grêmio e Inter, né, e eu torcia sempre para o Pelotas. Eu via jogos do Pelotas contra a dupla Grenal, e sempre era muito difícil de ganhar. Então, eu pequeno já queria entender porque é tão difícil um time do interior ganhar de um time da capital. Ficava mais assustado ainda quando me diziam que a folha salarial de um jogador de Grêmio ou Inter pagava toda a folha salarial do Pelotas. Aquela diferença, aquele abismo, já desde pequeno me assustava e me indignava”. As desigualdades financeira e competitiva no mercado do futebol impactam tanto localmente quanto em nível mundial. O processo de globalização, salienta o pesquisador, é um elemento fundamental para entender esse fenômeno.

Falando, inicialmente, da modalidade masculina, historicamente temos duas grandes potências continentais: Europa e América do Sul. Dos 21 mundiais já disputados, há 12 títulos de seleções europeias e 9 de sul-americanas. Já na Copa do Mundo de Clubes da FIFA, foram 26 conquistas de times sul-americanos contra 32 de clubes europeus. Essa lógica, contudo, vem se alterando em função da cada vez maior concentração de renda.
(mais…)

Tags: ciências humanasfutebolGlobalizaçãomigraçõesPPGICHPrograma de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências HumanasUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

‘A internacionalização da UFSC em tempos de pandemia’ é tema de roda de conversa nesta sexta

17/09/2020 14:10

O Subprojeto “Práticas Culturais, Educação e Direitos Humanos: violências, gênero, diversidade”, coordenado pelo Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas (PPGICH) da UFSC, convida para uma roda de conversa “A internacionalização da UFSC em tempos de pandemia” nesta sexta-feira, 18 de setembro, às 17h, no canal do IEG no YouTube.

Alunas do programa que realizaram atividades de Doutorado Sanduíche no Exterior pelo Programa de Internacionalização (Print) contarão suas experiências de estudos e pesquisas na Argentina, Espanha, França e Nova Zelândia.

Tags: extensão coronavírusinternacionalizaçãoPrograma de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências HumanasRoda de ConversaUFSC

Doutorando da UFSC lança o álbum “Forró Transregional”

18/05/2020 17:46

Arte: Elaine Schmitt

O compositor e doutorando do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Renato de Barros Pinto, conhecido pelo nome artístico Ravi Kefi, lançou o álbum Forró Transregional. A produção expressa através da música as questões da tese de doutorado na qual trabalha, intitulada Artesãos na era industrial: a música popular e o paradigma da MPB. São tematizados, entre outros pontos, a potência estética da música popular, a relação entre os elementos musicais próprios da tradição oral e da escrita e novas formas de tratamento dos gêneros populares. As fotografias e o design do álbum foram produzidos por Elaine Schmitt, doutoranda do mesmo programa de pós-graduação. 
(mais…)

Tags: Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências HumanasUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Colóquio celebra os 60 anos do livro ‘A Condição humana’, de Hannah Arendt

28/11/2018 17:22

Os Programas de Pós-graduação em Filosofia (PPGFil) e Interdisciplinar em Ciências Humanas (PPGICH) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) promovem um colóquio em comemoração aos 60 anos da publicação do livro “A Condição humana”, de Hannah Arendt.  Com a participação de especialistas locais e internacionais, o evento levanta a pergunta sobre o que ainda temos a aprender com “A condição humana”. O livro, que marcou o pensamento político contemporâneo, é uma obra multifacetada. No entanto, seu maior impacto se deve à proposta até então inédita de usar as categorias principais que orientaram a práxis nas cidades-estado antigas para compreender o mundo de hoje.

O evento ocorre nos dias 3, 4 e 5 de dezembro, às 16h, com atividades no auditório e no mini-auditório do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH). As inscrições são gratuitas e será fornecido certificado de participação de 6 horas.

Mais informações pelos e-mails ppgfil@contato.ufsc.br e ppgich@contato.ufsc.br.

Tags: A Condição HumanacolóquioHannah ArendtPrograma de Pós-Graduação em FilosofiaPrograma de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências HumanasUFSC

Disciplina sobre o Brasil, lecionada em inglês, está com inscrições abertas para alunos do doutorado

27/07/2018 18:03

O Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas da Universidade Federal de Santa Catarina (PPGICH/UFSC) está com inscrições abertas, até dia 3 de agosto, para a disciplina em inglês “Tópicos Especiais: Current Topics in Brazil”.  A matéria é voltada para doutorandos e será lecionada na sexta-feira no período vespertino neste segundo semestre de 2018.

Para quem é estudante do PPGICH, a matrícula deve ser feita via e-mail: ppgich@contato.ufsc.br.  Já estudantes de outros programas podem se inscrever nas secretarias de seus respectivos cursos. Também há possibilidade de cursar como disciplina isolada, desde que o interessado tenha o título de mestre.

A disciplina, composta por 2 créditos, será ministrada pela professora de Antropologia Carmen Rial, além da eventual participação de outros educadores.  A metodologia envolve discussões e seminários sobre os seguintes temas: migração de jogadores brasileiros de futebol; gênero, sexualidade e violência; uso de pesticidas no país e suas consequências; movimentos queer e feministas no Brasil; raça, gênero e nacionalismo no futebol sul-americano; biopolítica; arte e subjetividade; resistência nas ditaduras do cone sul . A ementa completa pode ser conferida aqui.

Mais informações no site.

Tags: PPGICHPrograma de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências HumanasTópicos Especiais: Current Topics in BrazilUFSC

Inscrições para Colóquio Internacional Michel Foucault seguem até 10 de maio

09/03/2018 09:08

O XI Colóquio Internacional Michel Foucault: Foucault e as práticas de liberdade inicia seu processo de inscrições neste sábado, 10 de março. A partir dessa data até 10 de maio é possível inscrever-se como ouvinte e para a apresentação de trabalhos. A submissão de propostas de Comunicação Oral acontece de 1º de abril a 2 de maio. O Colóquio será realizado entre 25 e 29 de setembro de 2018, no Centro de Cultura e Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O evento dá continuidade à série iniciada em 1999, cujo objetivo é aprofundar o conhecimento sobre o pensamento filosófico e político de Michel Foucault, reunindo especialistas nacionais e internacionais de diferentes áreas do conhecimento.

A edição de 2018 do evento é uma promoção de diversas instituições: o Programa de Pós-Graduação em Literatura da UFSC, o Programa de Pós-Graduação em Linguística da UFSC, o Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas da UFSC, o Programa de Pós-Graduação em Filosofia da PUC-PR e a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UFSC. Tem, ainda, apoio institucional da Universidade Federal de Santa Catarina, do Centro de Comunicação e Expressão da UFSC e do Consulado da França no Brasil.

A 11ª edição do evento reunirá mais de quarenta pesquisadores convidados, que se dividirão em duas conferências e 13 mesas redondas. Além disso, o colóquio, de forma inédita, contará com espaço para apresentação de trabalhos em três simpósios temáticos (apenas para doutores e doutorandos).

Sobre os colóquios

Todos os encontros resultaram na publicação de livros que reúnem um conjunto de artigos com contribuições foucaultianas para as distintas áreas do conhecimento: Retratos de Foucault, Nau, 2000; Imagens de Foucault e Deleuze, DP&A, 2002; Figuras de Foucault, Autêntica, 2006; Cartografias de Foucault, Autêntica, 2008; Por uma vida não-fascista, Autêntica, 2009; Foucault: filosofia & política, Autêntica, 2011; e O Mesmo e o Outro: cinquenta anos de História da Loucura, Autêntica, 2013.

Inscrições

Para ouvintes: 10 de março a 10 de maio de 2018
Para submissão de propostas de Comunicação Oral: 1º de abril a 2 de maio de 2018
(mais informações aqui)

 

A atividade dá direito a certificado de até 60 horas.

 

Mais informações:
Site do Evento
Página no Facebook

 

Tags: Centro de Comunicação e ExpressãoColóquio Internacional Michel FoucaultMichel FoucaultPró-Reitoria de PesquisaPró-Reitoria de Pós-GraduaçãoPrograma de Pós-Graduação em LinguísticaPrograma de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências HumanasUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Conferência nesta quarta sobre o Rio Doce encerra 4º Simpósio de História Ambiental e Migrações

14/09/2016 12:47

O 4º Simpósio de História Ambiental e Migrações, promovido pelo Programa de Pós-Graduação em História (PPGH) e o Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas (PPGICH) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), por meio do Grupo de Pesquisa Laboratório de Imigração, Migração e História Ambiental (LABIMHA), encerra nesta quarta-feira, 13, com a conferência “A transformação do Vale do Rio Doce em perspectiva transnacional, 1880 – 1950”. A palestra é aberta ao público e será apresentada no Auditório da Reitoria da UNIVERSIDADE, às 16h30min, pelo professor Georg Fischer, da Universidade de Aaruhns.

Mais informações no site.

Tags: 4º Simpósio de História Ambiental e MigraçõesCFHconferênciaPrograma de Pós-Graduação em HistóriaPrograma de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências HumanasRio DoceUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Inscrições para Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações vão até 26 de julho

06/07/2016 11:12

SimposioO Laboratório de Imigração, Migração e História Ambiental (Labimha/UFSC), em parceria com o Programa de Pós-Graduação em História (PPGHistoria) e o Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas (PPGICH) promovem, de 12 a 14 de setembro, o 4° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações. As inscrições de apresentações orais para simpósios temáticos e pôsteres estão abertas até 26 de julho, terça-feira.

No 4° Simpósio serão tratadas temáticas de História Ambiental e Migrações, contemplando diferentes períodos e regiões do globo. O Simpósio é aberto a pesquisadores de todas as áreas do conhecimento. A língua oficial do evento é o português, mas trabalhos em espanhol e inglês também serão aceitos. As propostas devem ser submetidas por meio de formulário on-line.

Mais informações na página do evento.

Tags: LABIMHALaboratório de ImigraçãoMigração e História AmbientalPPGHistoriaPPGICHPrograma de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências HumanassimpósioUFSC

Abertas inscrições para 4º Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações

17/06/2016 08:30

O Programa de Pós-Graduação em História e o Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas da Universidade Federal de Santa Catarina, através do Grupo de Pesquisa Laboratório de Imigração, Migração e História Ambiental (LABIMHA), recebem submissão de propostas de trabalho para o 4° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações. O Simpósio será realizado no Campus Trindade da UFSC, em Florianópolis, de 12 a 14 de setembro.

As inscrições de apresentações orais para Simpósios Temáticos e Pôsteres estão abertas até 10 de julho.

No 4° Simpósio serão tratadas várias temáticas de História Ambiental e Migrações, contemplando diferentes períodos e regiões do globo. O Simpósio está aberto a pesquisadores de todas as áreas do conhecimento. A língua oficial do evento é o português, mas trabalhos em espanhol e inglês serão aceitos também. As propostas devem ser submetidas através de sistema online.

Para mais informações, visite a página do evento.

 

Tags: Grupo de Pesquisa Laboratório de ImigraçãoLABIMHAMigração e História AmbientalPrograma de Pós-Graduação em HistóriaPrograma de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências HumanasUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Simpósio ‘A vida medicada: medicalização da infância’ com inscrições abertas

02/09/2015 08:03

A terceira edição do simpósio “A vida medicada: medicalização da infância” está com inscrições abertas até 30 de setembro. O evento será realizado nos dias 19 e 20 de novembro, no auditório da Reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

O simpósio pretende gerar um espaço de interação e troca com pesquisadores brasileiros e estrangeiros interessados em discutir os limites e dificuldades do processo de medicalização da infância. Neste sentido, foram definidos três eixos temáticos do evento:

1. O DSM e a proliferação de novos diagnósticos: procura indagar sobre a influência do DSM na multiplicação de novos transtornos e os diferentes mecanismos de categorização dos sofrimentos psíquicos;

2. A medicalização da infância em perspectiva histórica: pretende compreender a partir da analise histórica o processo de criação dos chamados transtornos mentais da infância, o sistema classificatório utilizado, o surgimento dos testes e os modelos estatísticos, assim como as mudanças, continuidades e descontinuidades no saber médico psiquiátrico como parte da medicalização infantil e a detecção de diagnósticos precoces;

3. Ética, indústria farmacêutica e medicalização da infância: busca analisar criticamente o papel da indústria farmacêutica no processo de medicalização infantil, suas implicações éticas e os dispositivos de patologização dos sofrimentos psíquicos.

A atividade é organizada pelos programas de pós-graduação em Saúde Coletiva, Sociologia Política e Interdisciplinar em Ciências Humanas.

Mais informações no site.

Tags: III Simpósio A Vida Medicada: Medicalização da InfânciaPrograma de Pós Graduação em Saúde ColetivaPrograma de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências HumanasUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Pós-Graduação em Ciências Humanas abre seleção ao doutorado

23/10/2014 13:52

O Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas da UFSC abre seleção para o doutorado-2015. As inscrições devem ser feitas on-line, no período de 8 de dezembro de 2014 a 4 de fevereiro de 2015.

Mais informações: edital 2015.

(48) 3721-9405  – ppgich@contato.ufsc.br.

Certificados válidos para proficiência em língua estrangeira.

Formulário de inscrição on-line.

Declaração de Interesse de Orientação.

Tags: doutoradoPrograma de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências HumanasUFSC

Estudos contemporâneos de paz e conflito com Wolfgang Dietrich em Florianópolis

17/10/2014 16:15

cartazO Brasil recebe pela primeira vez o professor Wolfgang Dietrich – detentor da cátedra de paz da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), pela Universidade de Innsbruck (Áustria) – nos dias 17, 18 e 19 de outubro (sexta, sábado e domingo), na Associação Sagres, em Florianópolis (SC).

O professor irá ministrar palestras abertas e o curso “Uma abordagem contemporânea para estudos de paz e conflitos” (30 horas). Há 40 vagas para profissionais que trabalham com mediação e cultura de paz.

Com certificação da Unesco Chair e tradução simultânea, o curso será oferecido em dois módulos: o primeiro neste fim de semana; o segundo nos dias 7, 8 e 9 de novembro.
(mais…)

Tags: Estudos contemporâneos de Paz e ConflitoPrograma de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências HumanasUFSCunesco