Inep: Mulheres são maioria na educação superior e profissional

08/03/2019 15:01

Os dados mais recentes do Censo da Educação Superior, referentes a 2017, mostram a predominância das mulheres na educação superior. Elas são 55% dos estudantes ingressantes, 57% dos matriculados e 61% dos concluintes dos cursos de graduação. Na licenciatura, por exemplo, 70,6% das matrículas são do sexo feminino.

As mulheres também são maioria nos cursos profissionais da Educação Básica. Dados do Censo Escolar 2018, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), mostram a predominância de alunas em todas as faixas etárias, com exceção dos alunos com mais de 60 anos. A maior diferença observada entre os sexos está na faixa de 40 a 49 anos, em que 60,7% das matrículas são de mulheres. Para o Censo Escolar, educação profissional engloba cursos de formação inicial e continuada ou de qualificação profissional articulado à EJA ou ao ensino médio; ou cursos técnicos de nível médio nas formas articuladas (integrada ou concomitante) ou subsequente ao ensino médio.

Gráfico – Número de matrículas na educação profissional segundo faixa etária e sexo – Brasil – 2018 Fonte: Elaborado pela Deed/Inep com base nos dados do Censo da Educação Básica

Distorção idade-série – A proporção de alunos do sexo feminino com defasagem de idade em relação à etapa que cursam é menor do que a do sexo masculino em todas as etapas de ensino. Os dados são do Censo Escolar 2018 e consideram as classes comuns (não exclusivas de alunos com deficiência). A taxa de distorção idade-série é o percentual de alunos, em cada série, com idade superior à idade recomendada. A maior diferença entre os sexos é observada no sexto ano do ensino fundamental, em que a taxa de distorção idade-série é de 31,6% para o sexo masculino e 19,2% para o sexo feminino.

Gráfico – Taxa de distorção idade-série por etapas dos ensinos fundamental e médio segundo o sexo – Brasil – 2018 Fonte: Elaborado pela Deed/Inep com base nos dados do Censo da Educação Básica

Resultados – Todos os dados do Censo Escolar 2018 estão disponíveis no Portal do Inep, em diferentes instrumentos de divulgação. As Notas Estatísticas resumem os principais resultados; enquanto o Resumo Técnico apresenta os dados em série histórica. As Sinopses Estatísticas, por meio de tabelas, trazem dados desagregados por estado e município. Os Microdados permitem cruzamentos de variáveis diversas a partir de programas estatísticos. Também estão atualizados os Indicadores Educacionais da Educação Básica: Média de Alunos por Turma, Indicador de Adequação da Formação do Docente, Percentual de Funções Docentes com Curso Superior, Média de Horas-Aula Diária, Indicador de Complexidade de Gestão da Escola, Indicador de Esforço Docente, Indicador de Regularidade do Docente, Taxa de Distorção Idade-Série. Todos os instrumentos de divulgação cumprem a finalidade institucional de disseminar as estatísticas educacionais do Inep e estão reunidos no Press Kit do Censo Escolar 2018.

Censo Escolar – Principal pesquisa estatística sobre a educação básica, o Censo Escolar é coordenado pelo Inep e realizado em regime de colaboração entre as secretarias estaduais e municipais de educação. Com a participação de todas as escolas públicas e privadas do país, abrange as diferentes etapas e modalidades da educação básica: regular, especial, profissional, jovens e adultos (EJA).

Fonte: Inep com informações do site da Andifes

Tags: Andifesensino públicoensino superiorinepUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC é a quarta melhor universidade federal do país segundo índice de cursos do MEC

24/12/2018 14:46

A UFSC é a quarta melhor universidade federal do país, de acordo com o Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC), divulgado pelo Ministério da Educação nesta terça-feira, 18 de dezembro, e a quinta entre as universidades. O IGC da instituição, 4,0943 pontos (4,0747 no ano anterior) de cinco possíveis, coloca a UFSC entre as universidades consideradas de excelência pelo MEC.

O MEC também divulgou o Conceito Preliminar de Curso (CPC) e dois cursos da UFSC ficaram entre os cinco melhores do país, Química – Licenciatura (4º lugar) e Matemática – Licenciatura (5º lugar), ambos do Centro de Blumenau.

No ranking geral do IGC, a UFSC está na 21ª posição e é a instituição que teve maior número de cursos avaliados – 80 no total. Acima, estão 16 instituições de ensino superior com dez cursos avaliados ou menos (oito delas com apenas um curso avaliado).
(mais…)

Tags: avaliaçãoCPCEnadeIGCinepMinistério da EducaçãoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Cursos de Ciências Biológicas da UFSC são avaliados com conceito 5 pelo Ministério da Educação

16/11/2017 11:08

Os cursos de Ciências Biológicas da UFSC atingiram o conceito 5, de excelência, de acordo com avaliação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação. Em 2014, as notas de Licenciatura e Bacharelado foram 1 e 2, por conta de um boicote dos estudantes ao Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade).

“O Ministério começou a reavaliar o curso como se fosse novo e, desde 2014, tivemos de prestar contas ao MEC e ao Inep”, afirma o coordenador do cursos de graduação em Ciências Biológicas da UFSC, Carlos Zanetti. Ele explica que as avaliadoras do Inep estiveram na UFSC na semana passada e realizaram visitas a salas de aula, laboratórios, herbário e reuniões com professores, coordenadores, Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), Núcleo Docente Estruturante e alunos.
(mais…)

Tags: Ciências BiológicasEnadeExame Nacional de Desempenho de EstudantesinepUFSC

Licenciatura em Química obtém conceito 4 em avaliação do MEC

31/05/2017 10:48

O Curso de Licenciatura em Química da UFSC, do Campus Blumenau, recebeu Conceito 4 (Muito Bom) em processo avaliativo de reconhecimento, realizado entre 8 a 10 de maio no campus. Duas avaliadoras do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) do Ministério da Educação (MEC) analisaram a estrutura física da universidade, a qualidade do corpo docente, o projeto pedagógico do curso, entre outros fatores necessários ao bom desempenho das aulas e à formação profissional adequada dos estudantes.

Além da visita às sedes acadêmica e administrativa, foram realizadas reuniões com a direção do campus, com o pró-reitor de Graduação, com a Comissão Permanente de Avaliação (CPA), Núcleo Docente Estruturante (NDE), docentes e discentes.

A coordenadora do Curso, Lidiane Meier, e o diretor do campus, João Luiz Martins, consideraram o resultado satisfatório. Entretanto destacam que há pontos a serem melhorados com relação à estrutura dos laboratórios, aquisição ou construção de uma sede única própria e compra das bibliografias básica e complementar em quantidade suficiente para atender o número de alunos da graduação.

O curso de Licenciatura em Química iniciou suas atividades em Blumenau no ano de 2014 e atualmente conta com 159 alunos regularmente matriculados.

Com informações da equipe de Comunicação do Campus Blumenau

Mais informações sobre a Licenciatura em Química aqui.

Tags: BlumenauCampusCPAineplicenciaturaMECNDEquímica

Instituto de Eletrônica de Potência da UFSC organiza evento internacional

11/04/2017 14:03

PEDG-2017-smallO Instituto de Eletrônica de Potência (Inep) da Universidade Federal de Santa Catarina, em conjunto com o PELS Technical Committee on Sustainable Energy Systems organiza a 8a edição do International Symposium on Power Electronics for Distributed Generation Systems (PEDG 2017), evento internacional que acontece de 17 a 20 de abril, em Florianópolis.

O Simpósio contará com a presença de especialistas mundiais em Eletrônica de Potência para aplicações em energia sustentável e geração distribuída. Além de sessões técnicas regulares sobre a teoria, análise, projeto, testes e implantação de eletrônica de potência para geração distribuída e sistemas de energia renovável, o simpósio contará com sessões plenárias com palestrantes como Deepak Divan, Sudip Mazumder, Liuchen Chang e Frede Blaabjerg; e tutoriais com Prasad Enjeti, Lee Empringham e Ivan Celanovic. Mais informações sobre a programação do evento estão disponíveis no site.

As inscrições estão abertas até 17 de abril, pelo site.

Tags: inepInstituto de Eletrônica de PotênciaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Instituto de Eletrônica de Potência da UFSC promove seminário científico

27/11/2015 14:54

O  Instituto de Eletrônica de Potência (INEP) da Universidade Federal de Santa Catarina promove o primeiro Seminário Científico de Sistemas de Eletrônica de Potência – SCSEP 2015 nos dias 14 e 15 de dezembro, no Auditório da Reitoria.

O seminário está programado para receber 120 pessoas, entre alunos e professores da instituição e de outras, assim como profissionais da área que atuam nos setores público e privado. A participação é livre de custos, mas as vagas são limitadas. As inscrições podem ser feitas no site.

O objetivo é apresentar e divulgar os últimos avanços e inovações da área por meio da ação de alunos e pesquisadores do Instituto, incluindo pós-doutorandos, doutorandos, mestrandos, alunos de iniciação científica e tecnológica e em conclusão de curso de graduação. Os trabalhos são desenvolvidos no INEP e se encontram em estágio avançado, representando possíveis soluções para a indústria e possibilitando, assim, a interação entre as partes.
(mais…)

Tags: inepInstituto de Eletrônica de PotênciaSCSEP 2015UFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Comissão da UFSC envia ao MEC resultados da autoavaliação institucional

08/04/2015 12:20

Comissão Própria de Avaliação (CPA) enviou, no dia 30 de março, ao Ministério da Educação (MEC), o documento final da autoavaliação institucional referente ao ano de 2014. A próxima etapa consistirá na divulgação desta avaliação à comunidade acadêmica. O relatório, com cerca de 90 páginas, contém os resultados obtidos com a pesquisa on-line finalizada em fevereiro deste ano e a análise de documentos como o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), o Relatório de Gestão e o Roteiro de Avaliação Institucional (RAI).

A CPA é um órgão colegiado permanente instituído pelo MEC por meio da Lei nº 10.861/2004, com o intuito de que as universidades públicas e privadas executem processos internos de avaliação. Na UFSC, essa Comissão foi instituída pela primeira vez por meio da Portaria nº 327/2005/GR e, atualmente, é formada por 12 integrantes, entre docentes, estudantes de graduação e de pós-graduação, técnicos-administrativos em Educação (TAEs), um representante da comunidade civil e um egresso, sendo quatro membros dos campi de Blumenau, Joinville, Araranguá e Curitibanos. As atribuições da CPA envolvem a condução dos processos de avaliação internos da Universidade, a sistematização e a prestação de informações solicitadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
(mais…)

Tags: autoavaliaçãoConaesCPAinepinstitucionalMECRAITAEsUFSC

ENADE 2014: alunos que não fizeram a prova

08/01/2015 16:28

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), os estudantes que deixaram de comparecer ao Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), aplicado em 23 de novembro de 2014, podem pedir, com a justificativa da ausência, dispensa da avaliação diretamente ao curso em que estão vinculado na UFSC. As regras para apresentar o pedido constam na portaria MEC nº 584, publicada no dia 4 de dezembro de 2014, no Diário Oficial da União.

Em caso de deferimento, o coordenador do curso registrará a situação em sistema on-line específico, no portal do Inep, até 30 de janeiro de 2015.

O participante que tiver o pedido indeferido pela instituição, apesar da ausência por motivo de saúde, mobilidade acadêmica ou outro impedimento relevante de caráter pessoal, pode pedir a dispensa diretamente ao Inep, de 4 a 17 de fevereiro de 2015. Nesse caso, terá de apresentar requerimento de dispensa; declaração original de aluno regular e habilitado ao exame de 2014, comprovada por assinatura do responsável na instituição; original ou cópia autenticada do documento comprobatório do impedimento para a participação. Os dois primeiros documentos estão disponíveis no portal do Inep.

É importante lembrar que, de acordo com o parágrafo 3º do artigo 11 da portaria MEC nº 8, de 14 de março de 2014, aqueles que não preencheram o questionário do estudante estão em situação irregular no Enade 2014. A situação desses inscritos deverá ser regularizada pela UFSC na edição de 2015 do exame – provavelmente em novembro.

Tags: EnadeinepUFSC

INEP: inscrições até 9 de maio para cadastro de elaboradores e revisores do Enade

17/04/2014 13:07

A partir desta quinta-feira, 17, docentes em exercício nos cursos que serão avaliados no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2014 podem se inscrever como elaboradores e revisores do Banco Nacional de Itens (BNI). A inscrição deverá ser efetuada exclusivamente no portal do Inep, até 9 de maio.

Os selecionados, que compõem o Cadastro de Elaboradores e Revisores de Itens da Educação Superior (Ceres), passam por capacitação promovida pelo Inep, na modalidade a distância, para divulgação das normas, procedimentos e critérios técnicos requeridos para a elaboração e revisão de itens para o BNI.

(mais…)

Tags: EnadeinepMECUFSC

Enem: MEC cria sistema para explicar o cálculo da nota do exame

27/11/2013 12:16

Com o objetivo de facilitar o entendimento dos estudantes e sociedade quanto à metodologia de cálculo das proficiências no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) criou o mapa de itens do exame. A iniciativa foi lançada pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, nesta segunda-feira, 25, em coletiva de imprensa, na sede do Ministério da Educação, em Brasília.
(mais…)

Tags: EneminepMEC

Curso de Engenharia Eletrônica conquista conceito 5 do Inep

23/10/2013 11:50

O curso de Engenharia Eletrônica da UFSC obteve o conceito máximo na Avaliação de Cursos de Graduação realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O estudo faz parte do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) e permite a autorização, reconhecimento e renovação do reconhecimento de cursos tecnólogos, de licenciatura e bacharelado. Os documentos utilizados para a análise foram o plano de desenvolvimento institucional, projeto pedagógico do curso e relatório de autoavaliação.

Para o professor Carlos Galup Montoro, coordenador do curso de Engenharia Eletrônica da UFSC, o resultado foi muito satisfatório, em especial por se tratar de um curso novo – a primeira turma se formará no próximo semestre. “Ficamos muito felizes com o resultado, principalmente em relação à boa avaliação do currículo.” Ele conta que quando foi criado, algumas pessoas temeram que houvesse problema no reconhecimento pelo MEC por ser inovador, com disciplinas atuais ligadas à tecnologia e mais distante das disciplinas tradicionais de Engenharia Elétrica.

(mais…)

Tags: Carlos Galup Montoroconceito 5curso de Engenharia EletrônicainepUFSC

Celpe-Bras: Abertas inscrições para exame de proficiência em língua portuguesa

23/07/2013 13:42

A partir desta quinta-feira, 18, estrangeiros e brasileiros cuja língua materna não seja o português, residentes no Brasil e no exterior, podem se inscrever no exame para obtenção do Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras). O certificado é aceito internacionalmente em empresas e instituições de ensino como comprovação de competência na língua portuguesa.

As inscrições para o Celpe-Bras vão até as 23h59 (Brasília) do dia 13 de agosto próximo. As provas serão aplicadas entre 22 e 24 de outubro deste ano.
(mais…)

Tags: Celpe-BrasinepportuguêsproficiênciaUFSC

UFSC na Mídia: Em 36 horas, dados educacionais viram ferramenta, aplicativo de celular e mapa

30/04/2013 14:32

Centenas de tabelas com números e comentários da Prova Brasil e do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb) normalmente difíceis de serem compreendidas ficaram menos chatas e mais acessíveis depois desse fim de semana. Após uma maratona em Brasília de 36 horas, dados foram transformados em um mapa de escolas no caminho de casa para o trabalho, dois aplicativos para celular sobre estatísticas da educação e uma ferramenta para criar um índice de qualidade de escolas.
(mais…)

Tags: HackathoninepLaboratório de Projeto de Produto da Engenharia de ProduçãoSAEB/Prova BrasilsoftwareUFSC

Engenharia Química da UFSC obtém nota máxima no Enade, CPC e IDD

13/12/2012 14:27

O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), o Indicador de Diferença dentre os Desempenhos Observado e Esperado (IDD) e o Conceito Preliminar de Curso (CPC), são importantes indicadores da qualidade do ensino superior no Brasil. Nos três, em 2011, o curso de Engenharia Química da UFSC obteve nota máxima, 5. O resultado foi divulgado, recentemente, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).

O conceito do Enade leva em conta somente a nota dos concluintes nos cursos de graduação para, assim, avaliar o grau de preparo dos profissionais formados. O CPC é um indicador que leva em conta, além do desempenho dos alunos, o IDD, a formação do corpo docente, a infraestrutura e as práticas pedagógicas da instituição de ensino.  Já o IDD mostra o quanto o aluno evoluiu no curso, baseado em notas dos ingressantes (Enem) e concluintes (Enade).

“Os resultados foram muito bons para o nosso curso”, comenta o coordenador e professor Agenor Furigo Júnior. Acrescenta que a conquista se deve ao esforço de todos, professores, alunos e funcionários, e o curso continuará a realizar investimentos em infraestrutura e práticas pedagógicas para garantir o sucesso na próxima avaliação.

Informações:
http://www.enq.ufsc.br/grad/enq/
E-mail:
Fone: (48) 3721 9533/3721 2503

Tags: CPCCTCEnadeEngenharia QuímicaIDDinepUFSC

Técnicos do Inep avaliam os cursos de Zootecnia e Artes Cênicas

14/05/2012 13:27

Reitora Roselane Neckel recebe os técnicos do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que estão na UFSC para avaliar o curso de Artes Cênicas.

Técnicos do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação, chegaram à Universidade Federal de Santa Catarina nesta segunda-feira, dia 14, para fazer a primeira avaliação dos cursos de Zootecnia e Artes Cênicas, que estão entre os mais recentes criados na instituição. Eles utilizam critérios do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), que atribuem conceitos de 1 a 5 para cada curso analisado, sendo que 3 é a nota mínima exigida para o seu reconhecimento. Nos dias 4 e 5 de junho o mesmo processo será realizado com o curso de Cinema da UFSC.

Os avaliadores são professores de outras instituições de ensino do país e já chegam com dados fornecidos por um cadastro anterior onde foram prestadas informações pelas coordenações dos respectivos cursos.

O curso de Zootecnia também está sendo avaliado pelo Inep, órgão vinculado ao MEC. Fotos: Wagner Behr/Agecom.

Após a análise a ser feita pelos avaliadores, o parecer será emitido, publicado em forma de portaria e disponibilizado no sistema. O trabalho é realizado dentro dos cursos, buscando e confirmando informações, de acordo com um documento chamado de “Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação Presencial e a Distância”.

Entre os critérios avaliados estão os objetivos do curso, conteúdos curriculares, políticas institucionais no âmbito do curso, integração entre docentes, tutores e estudantes, disponibilização de material didático institucional, apoio ao discente, estágios e atividades complementares, entre outros.

Segundo Sérgio Roberto Pinto da Luz, do Departamento de Informações Gerenciais da Pró-Reitoria de Planejamento e Orçamento, o curso de Tecnologia da Informação e Comunicação, oferecido no campus de Araranguá, passou por avaliação semelhante no final de abril, obtendo conceito 4.

Por Paulo Clóvis Schmitz/jornalista na Agecom.

Tags: artes cênicasavaliação cursosinepZootecnia

UFSC ocupa o 28º lugar entre as instituições de ensino superior no Brasil

13/12/2011 16:32

Os dados do Índice Geral de Cursos (IGC) de 2010 colocam a UFSC no 28º lugar entre as instituições de ensino superior no Brasil, que envolvem universidades, faculdades, escolas superiores, institutos, entre outros. Se consideradas apenas as universidades, a instituição sobe para o 11º lugar, a mesma classificação de 2009, mas com uma pontuação melhor: 3,94, contra 3,86 da avaliação anterior, resultado que corresponde à faixa 4 do IGC, que vai de 1 a 5. Os números foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) no final de novembro, junto com os resultados do Enade 2010 (clique aqui para conhecer o desempenho da UFSC nessa edição do Enade).

O IGC é o indicador da qualidade divulgado anualmente pelo MEC e leva em conta os cursos de graduação e pós-graduação stricto-sensu (mestrado e doutorado). Para compor o índice, utilizam-se as notas do Conceito Preliminar de Curso (CPC) da graduação, que são calculadas com base nos resultados do Enade. As notas da pós-graduação vêm das avaliações trienais da Capes. O IGC leva em conta as notas do Enade dos últimos três anos: 2010, 2009 e 2008. Foram avaliados 43 cursos da UFSC, o que coloca a instituição no segundo lugar em Santa Catarina. Em primeiro lugar no Estado está o Centro Universitário Municipal de São José, que teve dois cursos avaliados, ocupando o 23º lugar geral.

Conforme avalia o reitor Alvaro Prata, é muito positivo que o Brasil esteja avaliando suas mais de 2,3 mil instituições de ensino superior, mas o resultado obtido pela UFSC não reflete a alta qualidade da instituição. “Não fico satisfeito com esse resultado, pois a Universidade Federal de Santa Catarina não se mostrou da melhor forma: houve um boicote em alguns dos nossos cursos, uma visão equivocada de alguns alunos de que quanto pior melhor”. O reitor exemplifica que as instituições públicas devem prestar conta à sociedade de forma precisa, sem mostrar que é melhor do que a realidade, muito menos que é pior. “É um tiro no pé que os nossos alunos dão em si próprios, pois os resultados podem prejudicá-los na hora de concorrer a estágios em outros estados brasileiros”.

 

Confira os primeiros colocados no Índice Geral de Cursos (clique para ampliar):

 

Saiba mais:

UFSC e Enade 2010: avanços e recuos em relação à última prova

Por Laura Tuyama, jornalista na Agecom.

Tags: avaliaçãoEnadeIGCinepsinaesUFSC

UFSC e Enade 2010: avanços e recuos em relação à última prova

13/12/2011 16:13

Os resultados do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) apontam que, dos oito cursos da UFSC avaliados, a maioria ficou com nota 4, de uma escala que vai de 1 a 5. Agronomia foi a única graduação a obter a nota máxima, resultado que a coloca em 8º lugar no ranking nacional. Quatro cursos ficaram com a nota 4: Educação Física, Farmácia, Nutrição e Odontologia. Enfermagem ficou com a nota 3. Os alunos de Medicina e Serviço Social boicotaram o exame, fazendo com que os cursos obtivessem a nota 1. Também passaram pela avaliação Fonoaudiologia e Zootecnia, que por serem cursos novos e sem estudantes formados, não receberam nota do MEC.

As provas foram realizadas em 2010 e os resultados foram divulgados no final de novembro pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O Enade faz parte do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) e visa avaliar o desempenho dos estudantes com relação aos conteúdos dos cursos, as competências e habilidades da formação geral e profissional, e o nível de atualização em relação à realidade brasileira e mundial. Entre os instrumentos estão a prova geral e específica,  e o questionário do estudante, que visa colher informações sobre o perfil socioecômico do aluno, identificar a infraestrutura do curso, o projeto pedagógico, formação de professores, entre outras questões. Cada curso é avaliado de três em três anos.

Em 2010, compareceram 562 alunos concluintes e 743 ingressantes da UFSC. Esta foi a última edição com estudantes das primeiras fases. A prova mais recente aconteceu no dia 6 de novembro de 2011, mas os resultados devem ser divulgados somente no segundo semestre de 2012. O Exame é obrigatório: sem participar, os estudantes não podem se formar no curso.

Classificação dos cursos da UFSC no Enade 2010:

Enade 2010

 

Avanços e recuos

A última avaliação desse grupo ocorreu em 2007 e os números mostram que houve avanços: Agronomia, Educação Física e Farmácia conseguiram aumentar a nota. De acordo com o diretor de Gestão e Desenvolvimento Acadêmico da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação, Carlos José de Carvalho Pinto, neste período os cursos passaram por mudanças, como por exemplo o de Agronomia. “Quando assumimos em 2008 e vimos a nota 2, fizemos reuniões com os professores, técnico-administrativos e estudantes do curso e chegamos a uma espécie de termo de ajuste de conduta, com várias medidas para reverter a situação”. Educação Física passou de 1 para 4 e Farmácia, de 3 para 4. O professor explica que, na época em que o Enade surgiu, a própria universidade não se dava conta de que precisava apoiar, convencer os coordenadores a cadastrar todos os alunos para realizar a prova.

Mas os resultados mostram também que houve recuos, como por exemplo em Enfermagem, Odontologia e Medicina. “Os cursos da área de saúde tiveram uma queda nas notas, o que acendeu uma luz para nós”, afirma Carlos Pinto. Para ele, a queda pode ser atribuída à mudança no projeto pedagógico pela qual os cursos passaram nos últimos anos. Enfermagem passou de 4 para 3, Odontologia, de 5 para 4.


Boicote e renovação do reconhecimento

O maior impacto em relação a 2007 foi no curso de Medicina, que caiu de 4 para 1, resultado do boicote dos alunos. Serviço Social continua com a nota 1, devido ao boicote também em 2007. Os estudantes protestam contra o Enade, a política educacional do Governo Federal, reclamam das condições de funcionamento do curso e do uso do ranking como propaganda para o mercado. O professor Carlos Pinto explica que já foram realizadas reuniões com os respectivos diretores dos centros de ensino e os coordenadores de Medicina e Serviço Social, para discutir e definir ações, que serão comunicadas à próxima reitora da UFSC, recém-eleita para a gestão 2012-2016. “O boicote é um absurdo. Nenhuma avaliação é perfeita, mas o espaço para manifestação não é pelo boicote, e sim por meio da instância responsável, que é a Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes), como também pelo registro de reclamações no próprio Questionário do Estudante”, diz.

Pela regra do MEC, as notas abaixo de 3 obrigarão a UFSC a abrir um processo para renovar o reconhecimento desses cursos. Conforme explica o procurador institucional da universidade junto ao MEC, Sérgio Pinto da Luz, todos os dados do curso precisarão ser cadastrados novamente no banco de dados do MEC, tais como o corpo docente, as disciplinas e infraestrutura. Depois o Ministério agenda uma avaliação externa, que será feita por dois profissionais de diferentes instituições de ensino superior, que irão atribuir uma nota ao curso. Se esta avaliação mantiver uma nota abaixo de 3, a instituição precisa firmar um protocolo de compromisso com as ações de melhoria no período de 6 a 12 meses. Ao final do prazo a instituição é submetida à visita de outra comissão de avaliação.

Saiba mais:

Resultados do Enade de 2009.

 

Por Laura Tuyama, jornalista na Agecom.

Tags: avaliaçãoEnadeinepsinaesUFSC

Enem 2011 abre inscrições a partir de 23 de maio

19/05/2011 15:53

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou o Edital nº 7, de 18 de maio, referente ao Exame Nacional do Ensino Médio – Enem 2011. As inscrições serão abertas a partir das 10h do dia 23 de maio até 23h59min do dia 10 de junho, observado o horário oficial de Brasília –DF, e serão realizadas exclusivamente via Internet, no endereço http://sistemasenem2.inep.gov.br/inscricao. As provas serão aplicadas nos dias 22 e 23 de outubro de 2011, com início às 13h, em todas as Unidades da Federação. http://download.inep.gov.br/educacao_basica/enem/edital/2011/edital_n07_18_05_2011.pdf

O valor da taxa de inscrição será de R$ 35, exceto para os casos previstos no art. 5º, §3º da Portaria MEC nº 807, de 18 de junho de 2010 e no item 3.2.1.2 do edital, e deverá ser paga até dia 10 de junho, por meio da GRU – Simples emitida pelo sistema. O valor não será devolvido, mesmo com mudança de data de realização do exame, exceto no caso de cancelamento do Enem 2011.

O Exame será constituído por quatro provas objetivas, contendo cada uma 45 questões de múltipla escolha, e uma redação, que vão avaliar as seguintes áreas de conhecimento do Ensino Médio e respectivos componentes curriculares:

Área do Conhecimento Componentes Curriculares
Ciências Humanas e suas Tecnologias História, Geografia, Filosofia e Sociologia
Ciências da Natureza e suas Tecnologias Química, Física e Biologia
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação
Matemática e suas Tecnologias Matemática

No primeiro dia de provas serão realizadas as provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, com duração de 4 horas e 30 minutos. No segundo, as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática e suas Tecnologias, com duração de 5 horas e 30 minutos, também contadas a partir da autorização do aplicador.

O edital e outras informações podem ser obtidas no endereço http://enem.inep.gov.br/.

Leia mais: Presidente do Inep anuncia Enem 2011 e 2012

Margareth Rossi/Jornalista da Agecom

Tags: Enem 2011inepUFSC

Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida)

18/05/2011 17:25

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) comunica que em 2011 não fará a revalidação de diploma médico estrangeiro por via administrativa. Conforme parceria da Reitoria da Universidade e MEC/MS, o exame será aplicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em colaboração com a subcomissão de revalidação de diplomas médicos, da qual participam representantes dos ministérios da Saúde, Educação e Relações Exteriores e da Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais do Ensino Superior (Andifes), além do Inep.

O Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Universidades de Estrangeiras (Revalida) foi instituído por meio da Portaria Interministerial nº 278, de 17/03/2011, nos termos do art. 48, § 2º, da Lei nº 9394, de 1996. O processo de revalidação de diplomas médicos obtidos no exterior é um avanço decorrente da ação articulada dos ministérios da Educação e da Saúde, que estabelece um processo apoiado em um instrumento unificado de avaliação e um exame para revalidação dos diplomas estrangeiros compatíveis com as exigências de formação correspondentes aos diplomas médicos expedidos por universidades brasileiras.

Além disso, está em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina, com parâmetros e critérios isonômicos adequados para aferição de equivalência curricular e definição da correspondente aptidão para o exercício profissional da medicina no Brasil.

O exame será orientado pela Matriz de Correspondência Curricular para Fins de Revalidação de Diplomas de Médico Expedidos por Universidades Estrangeiras. Na matriz foram definidos os conteúdos e as competências e habilidades das cinco grandes áreas de exercício profissional: i) Cirurgia, ii) Medicina de Família e Comunidade (MFC), iii) Pediatria, iv) Ginecologia-Obstetrícia e v) Clínica Médica. Além disso, estabelece níveis de desempenho esperados para as habilidades específicas de cada área.

O Revalida, em sua edição de 2011, será implementado pelo Inep e contará com a colaboração da Subcomissão de Revalidação de Diplomas Médicos, também instituída pela Portaria nº 278, e das universidades públicas participantes para a elaboração da metodologia de avaliação, supervisão e acompanhamento da aplicação.

O exame terá duas etapas: a avaliação escrita – composta por uma prova objetiva, com questões de múltipla escolha, e uma prova do tipo discursiva. A segunda etapa consta da avaliação de habilidades clínicas.

A data de inscrição para a prova escrita e demais orientações serão divulgadas em breve no endereço http://www.inep.gov.br/superior-revalidacao_diploma_medico.

Tags: inepRevalidarevalidação de diplomas médicosUFSC