UFSC realizará consulta pública paritária para escolha de novo reitor da universidade

01/11/2017 21:01

Foto: Jair Quint/Agecom/UFSC

Em sessão aberta realizada na tarde desta quarta-feira, 1º de novembro, o Conselho Universitário (CUn) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) decidiu realizar consulta pública paritária para a escolha de novo(a) reitor(a) da instituição. Os conselheiros aprovaram o parecer do relator Antonio Alberto Brunetta, professor do Departamento de Metodologia de Ensino, que sugeriu “a indicação da nomeação [de reitor] pro tempore respeitado o estabelecido no estatuto, e que durante esse período seja realizada consulta pública à comunidade universitária, em regime paritário […]. Cabe ao Conselho Universitário designar Comissão Eleitoral a fim de elaborar edital específico à referida consulta. Isso porque se deve resguardar a prática democrática, cujo lastro histórico na UFSC data de 1983, sendo uma das pioneiras no Brasil”.

O parecer também prevê a solicitação da prorrogação do prazo para a realização da consulta pública, para garantir a “ampla participação da comunidade, nas condições adequadas para organização das candidaturas, e mediante a apresentação de um calendário eleitoral proposto pela comissão eleitoral”. A previsão é de que o processo eleitoral ocorra até 26 de abril de 2018, prazo que será solicitado ao Ministério da Educação (MEC) para envio do nome do novo(a) reitor(a) da universidade.
(mais…)

Tags: comunidade universitáriaconselho universitárioconsulta públicaCUnparecerreitorrelatorUFSCUniversidade Federal de Santa Catarinavoto paritário

Adutoras da Casan rompem e Administração Central da UFSC orienta uso racional da água

21/05/2017 14:11

A Administração Central da UFSC orienta a comunidade universitária a utilizar racionalmente a água, em razão do rompimento de adutoras que abastecem a grande Florianópolis. Segundo comunicado da Casan – Companhia Catarinense de Águas e Saneamento, três adutoras de água do Rio Pilões, em Santo Amaro da Imperatriz , romperam com a enxurrada e deslizamento de terra na madrugada deste domingo, 21, prejudicando o abastecimento de água para Grande Florianópolis, agora  a 40 por cento.

As estruturas são responsáveis por levar água bruta do rio até a Estação Cubatão, onde é tratada e distribuída. As adutoras abastecem as cidades de Palhoça, São José, Biguaçu, Florianópolis – no Continente, Centro e bairros Trindade, Itacorubi, João Paulo, Cacupé, Saco dos Limões e Costeira.

Segundo dados da Epagri/Ciram, nas últimas 12 horas os maiores volumes de chuva se concentraram sobre as regiões litorâneas de SC. Isso acontece em função do fluxo de ar frio e úmido, que vem de uma área de alta pressão sobre o oceano Atlântico, e a influência de uma frente fria.

 

Tags: adutorasCasancomunidade universitáriarompimentoUFSC