Seminário Ciência Política Informada Historicamente

19/11/2010 10:55

O evento será realizado no miniauditório do Centro Sócio-Econômico (CSE), no dia 26 de novembro, em duas sessões: 10h30minh e 18h30. Promoção: Núcleo de Estudos do Pensamento Político (NEPP/PPGSP) e Curso de Ciências Econômicas.

Programação:

Mesa 1 – 10h30min
Comparação, história e teoria
Renato Perissinotto (PPGCP/UFPR)

O modo teórico de produção teórica do marxismo estruturalista
Adriano Codato (PPGCP/UFPR)
Debatedor: Tiago Losso (NEPP/UFSC)

Mesa 2 – 18h30min

Esboço de uma disciplina em crise: a disputa metodológica na Ciência Política Norte-Americana
Christina Andrews (UNIFESP)

Teoria Política: um balanço provisório
Javier Amadeo (UNIFESP)
Debatedor: Ricardo Silva (PPGSP/UFSC)

Informações: Tiago Losso, e-mail:

Tags: ciência políticaseminário

Prêmio homenageia professor da UFSC que coloca Santa Catarina no cenário da farmacologia internacional

19/11/2010 10:30

Com mais de 300 trabalhos científicos publicados em revistas especializadas de nível internacional e mais de 6 mil citações por outros cientistas, o professor João Batista Calixto é o escolhido pelo Centro de Ciências Biológicas para receber o Prêmio Destaque Pesquisador UFSC 50 Anos. Autoridade no estudo de princípios ativos de plantas, na pesquisa básica sobre dor e inflamação, o homenageado é um dos criadores do Departamento de Farmacologia e da Pós-Graduação em Farmacologia da UFSC, atualmente com conceito 7 na Capes. A data de entrega da homenagem ainda não está definida.

Membro da Academia Brasileira de Ciências, o professor possui 18 patentes e participou do desenvolvimento de três produtos que estão no mercado: o antiinflamatório Acheflan (primeiro medicamento totalmente desenvolvido no Brasil, a partir dos princípios ativos da planta erva-baleeira ou maria-milagrosa); o Cronos Flavonoide de Passiflora (creme antirrugas desenvolvido em parceria com a Natura) e o Sintocalmy (fitomedicamento indicado para controle da ansiedade, tensão e distúrbios do sono). Outros produtos investigados por seu grupo de pesquisa estão em fase de testes clínicos e deverão chegar ao mercado nos próximos anos.

Assim como no caso do antiinflamatório Acheflan, as pesquisas que resultaram no Sintocalmy foram realizadas numa colaboração entre UFSC e Laboratório Aché, empresa brasileira de laboratórios farmacêuticos. Os estudos permitiram a elevação dos princípios ativos da passiflora, planta conhecida por seu fruto – o maracujá – e já usada em extratos. O trabalho é exemplo da parceria bem-sucedida do professor João Batista Calixto com a indústria farmacêutica.

Pesquisador reconhecido na cademia e no setor produtivo, João Batista Calixto coordena no momento a implantação no Sapiens Parque, em Florianópolis, do Centro de Referência em Farmacologia Pré-Clínica, iniciativa do Ministério da Saúde e do Ministério da Ciência e Tecnologia, que vai abrigar tanto a pesquisa básica como a busca de inovações, estimulando a integração entre a indústria e a academia.

O Prêmio Destaque Pesquisador UFSC 50 Anos é um reconhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina a docentes da instituição por suas contribuições para o avanço do conhecimento e formação de recursos humanos. A atividade faz parte da agenda de comemoração dos 50 anos da UFSC. Até o final deste ano, 11 professores, coordenadores de importantes estudos em suas áreas, representantes dos 11 centros da instituição, receberão a homenagem.

Mais informações com professor Calixto: / (48) 3721-9491, ramal 229

Mais informações sobre o Prêmio Destaque Pesquisador UFSC 50 Anos:

Professor Jorge Mário Campagnolo – Diretor de Projetos de Pesquisa
Fone: (48) 3721-9437
E-mail:

Professor Ricardo Rüther – Diretor do Núcleo de Apoio e Acompanhamento
Fone: (48) 3721-9846
E-mail:

Saiba Mais:

Homenagens já recebidos pelo professor João Batista Calixto:
2010 – Prêmio Gaspar Stemmer de Inovação, categoria protagonista da Inovação (primeiro lugar), conferido pelo governo do Estado de Santa Catarina, FAPESC.
2008 – Prêmio de Inovacao Tecnologica Natura Campus, Natura.
2007 – Prêmio SCOPUS, SCOPUS/CAPES.
2007 – Young Investigators Award, International Association of Inflammation Societies (IAIS).
2006 – Membro da Comissão técnica de Medicamentos – CATEME – Resolução RDC no.24 de 10/02/06, ANVISA.
2006 – Premio FINEP de Inovacao Tecnológica da Região Sul, 2006, FINEP.
2006 – Reconhecimento e homenagem de Centro de Ciências Biológicas – 30 anos, UFSC.
2005 – Membro do Comitê Gestor do Fundo de Biotecnologia, Ministério da Ciência e Tecnologia.
2003 – Prêmio “Jovem Investigador” Prof. Dr. José Ribeiro do Valle – 1o. colocado, XXXV Congresso Brasileiro de Farmacologia – SBFTE.
2002 – Prêmio José Ribeiro do Valle – segundo colocado, XXXIV Congresso Brasileiro de Farmacologia e Terapêutico Experimental – SBFTE.
2002 – Prêmio Mérito Universitário conferido pela Universidade Federal de Santa Catarina, Universidade Federal de Santa Catarina.
2002 – Classe de Comendador da Ordem, Ordem Nacional do Mérito Científico. Conferido pelo Presidente da República Fernando H. Cardoso.
2001 – Prêmio José Ribeiro do Valle – 2o. colocado, FESBE.
2000 – Prêmio José Ribeiro do Valle – 3o. colocado, XVI Latinamerican Congress of Pharmacology – ALF.
2000 – Membro Titular da Academia Brasileira de Ciências, Academia Brasileira de Ciências.
1999 – Prêmio José Ribeiro do Valle – 2o. colocado, XIV Reunião Anual da FESBE.
1998 – Prêmio José Ribeiro do Valle XIII – 1o colocado., XIII Reunião Anual da FESBE.
1998 – Prêmio José Ribeiro do Valle – 3o. colocado, XIII Reunião Anual da FESBE.
1998 – Prêmio José Ribeiro do Valle – 4o. colocado, XIII Reunião Anual da FESBE.
1979 – Prêmio Nacional da Sociedade Brasileira de Anestesiologia e Laboratório Parke-Davis -1º colocado., Brazilian Society of Anesthesiology.
1978 – Prêmio Nacional da Sociedade Brasileira de Anestesiologia e Laboratório Parke-Davis – 2º colocado., Brazilian Society of Anesthesiology.

Por Arley Reis / Jornalista da Agecom

Tags: calixtopremio destaque pesquisador

III Seminário Internacional de Gestão Social de Bacias Hidrográficas

19/11/2010 10:00

O evento será realizado na cidade de Santo Amaro da Imperatriz (SC), nos dias 25 e 26 de novembro, com a participação de pesquisadores dos Estados Unidos e Canadá. A organização é do Grupo Transdisciplinar de Pesquisas em Governança da Água e do Território (GTHidro), ligado ao Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental. A iniciativa tem parceria como o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Cubatão-Sul, responsável pela organização e recepção dos participantes na cidade de Santo Amaro da Imperatriz (SC).

O objetivo é apresentar nas bacias hidrográficas novas ideias geradas a partir de comunidades e grupos de pesquisas comprometidas com a gestão social da água e do território. Neste terceira edição jovens da Bacia do Rio Cubatão-Sul irão propor a criação e implementação de uma rede de educação ambiental.  Pesquisadores convidados apresentarão experiências sobre a nova lei nacional de águas do Québec e a estrutura de governança local do Comitê do Rio Saint-François; e o papel dos comitês sociais na governança de bens comuns, com base nas teorias de Elinor Ostrom, Prêmio Nobel de Economia de 2009. A programação também prevê momento de debate sobre a construção da Lei Brasileira de Águas e a proposição de hierarquização social dos instrumentos da Política Nacional de Recursos Hídricos.

Inscrições: http://www.gthidro.ufsc.br/iiisigsb

Mais informações: http://www.gthidro.ufsc.br / (48) 3721-7736

Tags: águarecursos hídricosseminário

Ciclo de Estudos em Nutrologia na UFSC discute obesidade e doenças cardiovasculares

19/11/2010 08:59

O conceito de programação metabólica foi introduzido na literatura na década de 70. Nos últimos 40 anos crescem as evidências científicas embasando sua participação na gênese de doenças crônicas muito prevalentes como a obesidade e doenças cardiovasculares. Para discutir estas questões os nutrologistas da UFSC e muitos convidados regionais e nacionais estão reunidos durante dois dias no “VII Ciclo de Estudos em Nutrologia”, no Auditório da Reitoria da UFSC. O evento encerra-se hoje, 19, às 18h. A realização do encontro foi da Menu – Metabologia e Nutrologia e da Divisão de Pediatria do Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago.

Com o tema “Crescimento/Desenvolvimento & Consignação”, os profissionais procuram atualizar-se no foco principal das discussões que é a prevenção nas crianças das doenças crônicas do adulto. Assim, esclarece a professora da UFSC Mônica L. Chang Wayhs, da Comissão Organizadora do Ciclo, “salienta-se a importância do monitoramento e de intervenções apropriadas sobre alimentação e estilo de vida em fases precoces da vida (fase intrauterina e primeiros anos) com repercussões positivas na saúde futura”.

A programação deste último dia de encontro no período da manhã será a mini-conferência “Consequências da Transição Nutricional”, com Dr. Mauro Fisberg (SP); mesa redonda “Prevenção das doenças do adulto na infância: Obesidade”, com o Dr. José Augusto Taddei (SP), Diabetes, Dra. Marilza Leal Nascimento (SC) e “Hipertensão”, com o Dr. Maurício Laerte Silva (SC) (SC)”; mesa-redonda “Orientação nutricional: A criança que não come”, com a Dra. Anne Lise Dias Brasil (SP), “A criança que come demais”, com o Dr. Mauro Fisberg (SP) e, “Rotulagem”, com o Dr. José Augusto Taddei (SP).

No período da tarde, a programação tem início com a mesa-redonda “Alergia alimentar – manifestações clínicas: Reações adversas aos alimentos”, com o Dr. Kennedy Shisler (PR); Manifestações gastrintestinais (esofagite/colite), com a Dra. Nilza Perin (SC) e “Manifestações IgE mediadas”, com a Dra. Helena Maria Vieira (SC)”; mesa-redonda “Alergia alimentar – Dificuldades relacionadas ao tratamento: Risco nutricional”, com a Dra. Fabíola Isabel Suano de Souza (SP), “Programas de apoio”, com a Dra. Renata Acelina Pires (SC) e “Encaminhamento – direitos da criança – apoio jurídico”, com o Dr. Maurício Pessutto (SC).

Por Celita Campos/jornalista na Agecom

Tags: ciclonutrologiaobesidade

Inscrições de trabalhos para o IX Encontro Nacional dos Pesquisadores do Ensino de História terminam em dezembro

19/11/2010 08:41

Prosseguem até o dia 13 de dezembro as inscrições de trabalhos para o IX Encontro Nacional dos Pesquisadores do Ensino de História. O evento será realizado na Universidade Federal de Santa Catarina, entre os dias 18 e 20 de abril de 2011. O tema é América Latina em perspectiva: culturas, memórias e saberes. A nona edição é uma realização da Associação Brasileira de Ensino de História (ABEH) e da UFSC.

Serão aceitos trabalhos realizadas por estudantes, educadores, pesquisadores ou profissionais do Ensino de História, dentro dos 11 eixos temáticos propostos pela comissão organizadora. As inscrições e o envio devem ser feitos pela internet.

Pela primeira vez, o evento também apresenta uma proposta de atividade chamada Grupo de Pesquisa. Através da iniciativa, grupos, núcleos e integrantes de laboratórios podem trocar experiências, divulgar e debater estudos, relatórios científicos e vivências. Para estes encontros não há necessidade de inscrição.

Mais informações:  http://www.ixenpeh.ufsc.br/index.php / (48) 3721-8639, com a professora Maria de Fátima Sabino Dias, coordenadora do evento, ou com a professora Raquel Alvarenga Sena Venera, da comissão de comunicação do IX Enpeh

Por Claudia Mebs Nunes / Bolsista de Jornalista na Agecom

Tags: ensinohistóriapesquisa

Palestra sobre fragmentação da América Latina abre segundo dia de seminário promovido pelo IELA

18/11/2010 17:42

Foto: Paulo Noronha/Agecom

“Há sempre necessidade de saber mais sobre as independências na América Latina”: foi assim que o professor Andres Kozel, da Universidad Nacional Autonoma de México (UNAM) começou a palestra “Considerações sobre a tese da independência como balcanização”, às 9h, do segundo dia do “Seminário 200 anos de Independências da América Latina”. O evento é promovido pelo Instituto de Estudos Latino-Americanos (IELA) da UFSC e acontece no auditório do CFH.

Com base nas obras de Jorge Abelardo Ramos, intelectual e político argentino que escreveu sobre a história da América Latina, Kozel questionou a existência de uma nação latino-americana e apontou as independências dos países como responsáveis pela fragmentação da região. Um dos motivos, segundo o professor, seria o fato de que as independências não foram sinônimo de liberação social. Quanto ao Brasil, o professor disse que Jorge Abelardo Ramos apresenta um antibrasileirismo por acreditar que o país está separado da América espanhola e teve um papel pró-britânico e antiamericano na guerra do Paraguai. Por isso, Kozel afirma existir uma polêmica a respeito da inclusão do país na América Latina.

Sobre o IELA

Se dependesse do IELA, tal polêmica não existiria: seus integrantes afirmam que os brasileiros também são latino-americanos, ainda que com certa inconsistência. O Instituto realiza pesquisas dedicadas ao conhecimento da realidade da América Latina, consolidando um núcleo de reflexão. O Seminário 200 anos de Independência na América Latina foi promovido para atender a necessidade de recuperação histórica.

Mais informações: http://www.iela.ufsc.br.

Marília Marasciulo / Bolsista de Jornalismo na Agecom

Tags: América LatinaAndres KozelIELAseminário

Professor Pierre Delvenne ministra palestra na UFSC

18/11/2010 17:03

O Instituto de Pesquisa em Riscos e Sustentabilidade (IRIS) e o Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política (PPGSP) da UFSC promovem a palestra “Consulta pública do Parlamento Europeu na avaliação de tecnologias à luz da teoria da Modernização Reflexiva em ação”, com o professor Pierre Delvenne, do Département de Sciences Politiques da Université de Liège (Bélgica).

O evento será em espanhol, no dia 23 de novembro, às 18h30, no miniauditório do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH).

Outras informações pelo telefone (48) 3721-8631 ou pelo site www.iris.ufsc.br.

Tags: IRISPierre DelvennePPGSPUFSC

II Congresso Brasileiro em Gestão do Ciclo de Vida

18/11/2010 16:40

Tema: Colaborando com decisões sustentáveis. De 24 a 26/11, no Hotel Maria do Mar, Florianópolis. Informações: www.ciclodevida.ufsc.br/congresso ou (48) 3721-7754

Programação

Dia 24/11/2010

8h – 8h30 – Inscrições

8h – 12h – Minicursos

13h30 – 18h30 – Minicursos

18h30 – 19h – Cerimônia de abertura

19h – Coquetel

Dia 25/11/2010

10h – 12h – Apresentação de trabalhos técnicos

12h – 13h30 – Intervalo para almoço

13h30 – 15h30 – Mesa-redonda – Percepção da ACV – Políticas, pesquisa, aplicação

Moderador – Aldo Roberto Ometto (Universidade São Paulo – USP)

Sonia Valdivia (United Nations Environment Programme – UNEP/França)

Gil Anderi da Silva (Universidade de São Paulo – USP)

Fabien Brònes (Natura)

16h – 18h – Mesa-redonda – Avanços na Gestão do Ciclo de Vida na América Latina

Moderador – Cássia Maria Lie Ugaya (Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR)

Nydia Suppen Reynaga (Centro de Analisis de Ciclo de Vida y Diseño Sustentable-México)

Cássia Maria Lie Ugaya (Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR)

Gregor Wernet (Ecoinvent/Suíça)

Dia 26/11/2010

8h30 – 12h – Apresentação de trabalhos técnicos

12h – 13h30 – Intervalo para almoço

13h30 – 15h30 – Mesa-redonda – ACV em Setores Chaves da Economia

Moderador – Armando Caldeira-Pires (Universidade Brasília – UnB)

Electo Eduardo Silva Lora (Universidade Federal de Itajubá – UNIFEI)

Airton Spies (Secretaria de Agricultura/Epagri)

Leda Coltro (Instituto de Tecnologia de Alimentos – ITAL)

16h – 18h – Mesa-redonda – Disseminação do ciclo de vida no Brasil e a base de dados brasileira

Moderador – Maria Marta (Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT/SP)

Celina Lamb (Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia – IBICT/Brasília)

Elizabeth dos Santos Cavalcanti (INMETRO/RJ)

18h – 19h – Cerimônia de encerramento e entrega de certificados de melhor pôster e melhor artigo.

Tags: ciclo de vidacongresso brasileiroUFSC

Reitor destaca papel da procuradoria no crescimento e transformação da UFSC

18/11/2010 16:21

Reitor da UFSC Alvaro Prata - Fotos: Paulo Noronha/Agecom

O reitor da UFSC, Alvaro Toubes Prata, destacou a importância da procuradoria federal junto à Universidade no painel “O papel das procuradorias sob o ponto de vista dos reitores”, realizado na manhã desta quinta-feira, dia 18, dentro da programação do VI Fórum Nacional dos Procuradores-Chefes das Instituições Federais de Ensino Superior, aberto ontem e que prossegue até sexta-feira no hotel Majestic, em Florianópolis. “A procuradoria tem exercido um grande papel, sobretudo porque nossa instituição está se reestruturando, se expandindo e se interiorizando”, afirmou Prata.

Em sua palestra, Alvaro Prata ressaltou que a procuradoria “possui uma relevância enorme por ajudar a Universidade a encontrar seu próprio caminho”. Hoje, a UFSC tem 50% a mais de alunos que no início de 2009, vem se internacionalizando e cuidando da mobilidade estudantil e da capacitação de seus quadros. “Neste sentido, como ocorre em outras universidades, a procuradoria federal exerce um papel superlativo, por causa das transformações em curso e dos grandes compromissos das instituições com o crescimento social e econômico do país”, ressaltou o reitor.

Ele também destacou que essa harmonia não é regra em todas as universidades brasileiras. “Há instituições em que o procurador precisa acionar o Ministério Público por causa da postura do reitor em relação a determinados temas e decisões”, disse. As transformações criam inseguranças, por isso a necessidade de cada procurador conhecer bem a instituição a que atende.

Neste ponto, o procurador da UFSC, Nilto Parma, que é funcionário de carreira, deixa a Universidade em posição confortável, porque evita conflitos com órgãos de controle externo e funciona como um consultor e assessor jurídico sempre presente. “Estamos em excelentes mãos”, afirmou Prata.

O VI Fórum Nacional dos Procuradores-Chefes das Instituições Federais de Ensino Superior prossegue hoje à tarde com uma mensagem do procurador-geral federal Marcelo de Siqueira Freitas, tempo para perguntas e um espaço para a discussão de assuntos gerais das procuradorias. Amanhã, sexta-feira, haverá quatro painéis: “Carreira jurídica e seu relacionamento com o Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão, MEC e Instituições Federais de Ensino Superior”, “Grupo de Trabalho Propriedade Intelectual”, “A visão do Judiciário sobre a Procuradoria Federal – Aspectos destacados” e “Grupo de Trabalho Minutas Padrão”.

Mais informações: (48) 3721-6014, 3721-9239 e 8405-8465, com o procurador da UFSC Nilto Parma, ou 3877-9015 e 9971-0880, com o procurador do IFSC, Roberto Ritter Von Jelita, pelo site www.fnpc.ufsc.br.

Paulo Clóvis Schmitz/Jornalista na Agecom

Tags: fórumIFESprocuradores-chefes

Professor emérito da UFMG profere palestra sobre educadores do campo

18/11/2010 10:55

Acontecerá no próximo dia 22, segunda-feira, no auditório do Centro de Filosofia e Ciências (CFH), das 13h30min às 17h, a palestra “A formação dos educadores do campo”, com Miguel Arroyo, professor titular emérito da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerias. A realização é da Licenciatura em Educação do Campo (PIBID/CED/UFSC) com apoio do Instituto de Educação do Campo e Secretaria de Educação do município de Garopaba. Mais informações pelo fone (48) 3721-9905.

Tags: educação do campomiguel arroyopalestra

Seminário África: diálogos entre Literatura, História e Artes

17/11/2010 18:58

Dia 19/11, sexta-feira, às 9h, no Centro de Cultura e Eventos. Seminário oferece certificação pelo DAEX. Inscrições gratuitas: www.muralafrica.ufsc.br

O Concerto Musical Danças Negras com o grupo Batuque de Cordas, composto por dois violonistas, encerrará o evento. A apresentação acontece no dia 19/11, às 19h15, no auditório Garapuvu, Centro de Cultura e Eventos. Gratuito e aberto ao público.

Tags: ÁfricaseminárioUFSC

Zunido de Poema estreia no Teatro da UFSC com entrada franca

17/11/2010 18:28

Zunido de Poema é uma performance poético-musical criada a partir do livro de poemas Álbum Vermelho, de autoria da poeta Ryana Gabech. O espetáculo, patrocinado pela Funcultural, explora poesia, música e sonoridades experimentais, buscando libertar a poesia do suporte livro e aproximá-la do público através de uma linguagem inventiva e dinâmica.

Ryana Gabech e Toucinho Batera protagonizam a performance que será apresentada em teatros, escolas e espaços culturais da Grande Florianópolis em uma temporada de dez espetáculos com entrada franca.

A estreia, dia 21 de novembro, às 19h, no Teatro da UFSC, contará com a participação dos músicos Bárbara Damásio (voz), Giann Thomasi (sax), Carlos Ribeiro Júnior (contra-baixo) e Leandro Fortes (guitarra), que apresentarão no show de abertura canções de autoria de Ryana Gabech em parceria com compositores reconhecidos no cenário musical em nível internacional, como Travesseiro de Estrelas (Ryana Gabech / Alegre Corrêa), vencedora do 2º Festival da Música e da Integração Catarinense, em 2008.

Em dezembro, dias 4 e 5, às 17h, a apresentação ocorrerá na Casa das Máquinas – pracinha da Lagoa da Conceição – e contará com a presença do músico Alegre Corrêa (guitarra e voz), parceiro de Gabech em diversas composições. Para acompanhar a agenda da temporada de Zunido de Poema e saber mais sobre o trabalho de Ryana é só acessar ryanagabecholiveira.blogspot.com.

Ryana é artista plástica, poeta e performer. Lançou seu primeiro livro aos 15 anos de idade. Publicou cinco livros de poemas: Mar e Avelãs, A data invisível do poema, Trêmulo e Álbum Vermelho. Em 2008 e 2009, realizou turnê por Florianópolis, Itajaí e Parati (RJ) com a performance Trêmulo, criada a partir do livro homônimo, ambos de sua autoria. É integrante do coletivo de artistas LAAVA, pelo qual ministrou oficinas de poesia em Florianópolis, Palhoça e Rio de Janeiro.

Toucinho Batera atua na cena musical nacional há mais de 40 anos. Ao longo dessa trajetória acompanhou artistas renomados como Fafá de Belém, Originais do Samba, Pery Ribeiro, Eduardo Araújo e César Camargo Mariano. Foi homenageado pelos cineastas Alan Langdon e Guilherme Ledoux, que produziram o documentário Sistema de Animação, sobre sua vida e arte, lançado em 2008 e contemplado com diversos prêmios em mostras e festivais de cinema nacionais.

Ficha técnica:

Ryana Gabech – concepção, textos e performance

Toucinho Batera – direção musical, arranjos sonoros, bateria, teclado e performance

Lendro Fortes – arranjos musicais

Maria Fernanda Jacob – figurino

Marina Borck – fotografia

Sarah Ferreira – filmagem e makin of

Luiz Henrique dos Santos – arte gráfica

Cleiton Moreira e Juliana Sussel – direção cênica

Andrea Rosas – produção executiva

Informações:

(48) 3365-0532 e 8477-3551

E-mail

Tags: teatroUFSCZunido de Poema

Seminário Morte e Luto

17/11/2010 18:14

Dia 22/11, das 8h30 às 12h, e das 14h às 17h30, no auditório do Hospital Universitário (HU). Inscrições pelo telefone (48) 3721-8042, com Cátia, da AAHU. Evento gratuito para os sócios da Associação. Não-sócios pagam R$ 10. As vagas são limitadas.

Ministrantes:

Pr. Mario Sontag, pastor da Igreja Evangélica Luterana do Brasil, capelão do Hospital Universitário da ULBRA – Canoas, RS, mestre em Teologia Prática e especialista em Cuidados Paliativos e Assistência Espiritual Hospitalar.

Laura Cristina da Silva Lisboa de Souza, doutora em Enfermagem/UFSC, professora Adjunta do Curso de Graduação em Enfermagem da UFSC e mestre em Enfermagem e Processo de Morte e Morrer: Possibilidades de Cuidado ao Cuidador.

Ana Claudia Moraes, assistente social do HU/UFSC e membro da Comissão Intra Hospitalar de Doação de Órgãos para Pesquisa e Transplante – CIHDOT.

Charles Roberto Mineiro da Silva, psicólogo formado pela UFSC e membro da RNT – Rede Nacional de Tanatologia.

Frei Luiz Antonio Frigo (Paróquia Santíssima Trindade), teólogo, filósofo, mestre em Ciências da Educação, coordenador da Pastoral Universitária UFSC e assistente Espiritual no HU/UFSC.

Coordenação:

Maria de Lourdes Cardoso

Núcleo de Capacitação – AAHU

Tags: HUmorte e lutoseminárioUFSC

Seminário discute as relações intempestivas geradas na fricção entre arte contemporânea e sociedade

17/11/2010 16:39

Seminário "O Mal Estar da (na) Arte Contemporânea"

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) promove o Seminário “O Mal Estar da (na) Arte Contemporânea”, nos dias 18 e 19 de novembro, com o objetivo de discutir as relações intempestivas geradas na fricção entre arte contemporânea e sociedade. Essa proposição é o resultado consequente dos recentes episódios que envolveram o aluno de Artes Cênicas da UFSC, Roberto Chaves (Betinho), que foi detido quando fazia uma performance nu em homenagem aos indígenas brasileiros, durante a 3ª Semana Ousada de Arte UFSC & Udesc.

Aproveitando a institucionalidade das funções profissionais, os organizadores do seminário querem pautar uma discussão que até então vem sendo atravessada por conservadorismos, preconceitos, discriminações, etc. O evento é aberto à comunidade.

Na programação, oficinas, performances e mesas-redondas, que serão realizadas na antiga Cantina do Centro de Comunicação e Expressão (CCE), considerado o espaço mais simbolicamente politizado do Centro. Entre os convidados estão: Yiftah Peled, Roberto Freitas, Massimo Canevacci, Prudente Mello, Alejandro Ahmed e Pedro Bennaton.

As inscrições podem ser feitas no início do seminário para aqueles que desejarem o certificado de atividades complementares.

Programação:

Dia 18/11:

9h -12h: Oficina de Arte Contemporânea Para os Seguranças da UFSC – professor Aglair Bernardo

Local: Sala 402 – CFM

12h – Performance na Brasa de Pindorama – Betinho Chaves

Local: Restaurante Universitário (advertimos que a performance contém cena de nudez)

14h – 15h30 – Mesa-redonda 1: Ousadia e Arte: Entre Tapas e Beijos

Componentes: Maria de Lourdes Borges, Alckmar Luiz dos Santos e Yiftah Peled.

Mediação: Fabio Salvatti

Local: Antiga Cantina do CCE

16h -17h30 – Mesa-redonda 2: Um Corpo Obsceno e Mal Comportado

Componentes: Clélia Mello, Roberto Freitas e Massimo Canevacci.

Mediação: Janaina Martins

Local: Antiga Cantina do CCE

16h -18h – Performance As faces de Ofélia – Gabriela Fregoneis

Local: Sala 402 – CFM

Dia 19/11:

9h -12h – Oficina Arte e cadeia: o que fazer em caso de detenção? – Prudente Mello

Local: Sala 402 – CFM

14h -15h30 – Mesa-redonda 3: Arte e crime: zonas de tensão

Componentes: Prudente Mello, Pedro Bennaton, Alejandro Ahmed, Aglair Bernardo.

Mediação: Rodrigo Garcez

Local: Antiga Cantina do CCE

16h -18h – Bate papo sobre o processo criativo da Performance 5760 – Thaís Penteado e Ilze Körting

Local: Sala 402 – CFM

Realização:

PACT – Grupo de Estudos de Performance, Artes Cênicas e Tecnologia

LIAA – Laboratório de Interface entre Arte e Ativismo

TRËMA – Artes e Mestiçagens Poéticas

Apoio: DALi – SeCArte

Outras informações pelo telefone (48) 3721-9704 ou endereço htpp://arteselibras.paginas.ufsc.br.

Tags: arte contemporâneaRoberto ChavesseminárioUFSC

Universidade discute relação entre Brasil e Guiné-Bissau

17/11/2010 12:28

Estudantes da África terão nesta quarta, 17/11, a oportunidade de conversar com a comunidade acadêmica da UFSC sobre a relação entre um país sul-americano e um país africano. O evento Gestão ambiental urbana: desafios e possibilidades de cooperação Brasil – Guiné-Bissau, organizado pelo Núcleo Transdisciplinar de Meio Ambiente e Desenvolvimento (NDM), tem como objetivo principal buscar propostas concretas de intervenção no cenário contemporâneo da Guiné-Bissau. O encontro tem início às 18h no Auditório da Reitoria.

O encontro pretende oferecer um diagnóstico sobre a problemática socioamebiental da Guiné, apresentar relatos de experiências de pesquisas em curso na universidade  sobre o binômio “desenvolvimento e meio ambiente”  no continente africano e avaliar oportunidades e obstáculos à  criação e implementação de projetos inovadores de pesquisa-ação em ecologia urbana na capital Bissau.

A UFSC oferece dois tipos de programa para recepção de alunos africanos. O Programa Estudo-Convênio de Graduação (PEC-G) possibilita que os alunos estrangeiros completem o curso de graduação escolhido. Atualmente existem em torno de 60 estudantes de diversos países da África pela Universidade. Outro programa de estudo-convênio é o PEC-PG, que mantém 19 alunos em cursos de pós-graduação, como Direito, Engenharia Química e Geografia.

Mais informações com Francisco Wambar pelo e-mail

Por Murilo Bomfim/ Bolsista de Jornalismo na Agecom

Tags: Guiné-Bissaundmnúcleo transdisciplinar de meio ambiente e desenvolvimentopec-pgprograma estudo-convênio de graduação pec-g

Grupo de Dança Fazendo Corpo Mole apresenta Quando nós somos você

17/11/2010 12:11

O Centro de Cultura e Eventos da UFSC recebe nesta quarta-feira, 17/11, às 19h30,  o espetáculo Quando nós somos você, trabalho do Grupo de Dança Fazendo Corpo Mole. A apresentação integra a programação comemorativa dos 50 anos da UFSC e é gratuita e aberta à comunidade.

O Grupo existe desde o ano de 2007, quando começou a desenvolver também estudos e construção coletiva de trabalhos coreográficos de dança integrada a outras linguagens artísticas.

quando-nos-somos-voce

Quando nós somos você
Sonhar é  preciso! Uma pitada de imaginação colore o palco sinalizando as inúmeras danças cujas brincadeiras e jogos não são mais do que um gesto dançado. É assim que aplaudimos a memória da leve infância a preservar a vida como um ato de criação constante. Quando nós somos você é um espetáculo de dança que quer apenas sinalizar para a criança que existe em cada um de nós:

“Agora sou leve, agora voo; agora me vejo no alto, acima de mim, agora [uma Criança] dança em mim” (F. Nietzsche).

Ficha técnica da peça:

Bailarinas:
Julia Terra
Luciana Fiamoncini
Vera Pardo

Músicos:

Alexandre Lemos – Percussão
Andre Peres – Percussão
Clarissa Caterina – Teclado e Castanholas
Rafael Censi  – Baixo
Vicente Piacentini – Violão

Serviço:

O QUÊ: Espetáculo de dança “Quando nós somos você”
QUANDO: Quarta, 17/11, às 19h30
ONDE: Centro de Eventos da UFSC
QUANTO: Gratuito, aberto à comunidade.
CONTATO:

Projeto 12:30 Acústico recebe o grupo musical A Corda em Si

17/11/2010 11:04

O Projeto 12:30 Acústico desta quinta-feira, 18/11, recebe o show  O Som do Vazio com o Grupo Musical A Corda em Si. O show “para ver, ouvir e sentir” tem Fernanda Rosa na voz e Mateus Costa no contrabaixo acústico. A apresentação acontece no Teatro da UFSC, ao lado da Igrejinha, e é gratuita e aberta à comunidade.

O show “para ver, ouvir e sentir” tem Fernanda Rosa na voz e Mateus Costa no contrabaixo acústico

O Som do Vazio teve a sua estreia no Teatro da UFSC, e agora os músicos voltam ao mesmo local para realizar o último show deste ano em Florianópolis. O espetáculo conta com a participação de Dimi Camorlinga no pandeiro, Eva Figueiredo no clarinete, Larissa Galvão na flauta transversal e Adriana Cardoso na voz, além de figurino, cenário e iluminação preparados exclusivamente para o show, como um diálogo entre diferentes áreas artísticas, que se desenvolve em torno do conceito do Vazio.

O Grupo Musical A Corda em Si, composto por Mateus Costa (contrabaixo acústico) e Fernanda Rosa (voz) surgiu em abril de 2009 com a proposta de fazer releituras de canções brasileiras. Tendo uma grande aceitação por parte do público catarinense, o grupo participou do Circuito SESC de Música em Junho/Julho de 2010, circulando por 21 cidades do Estado. Em setembro do mesmo ano fez o lançamento do seu primeiro CD O Som do Vazio, de produção independente, com apoio parcial da Itaipu Binacional. O CD possui 12 faixas de áudio e uma faixa multimídia, que inclui informações do grupo, partitura de um dos arranjos, e um vídeo clip da canção Valsinha, de Chico Buarque e Vinícius de Moraes, interpretado pelo Duo com a participação da Bailarina Maria Carolina Vieira.  O CD O Som do Vazio estará à venda durante o show por R$20,00.

O grupo surgiu em abril de 2009 com a proposta de fazer releituras de canções brasileiras

Sobre os músicos

Fernanda Rosa – cantora

Atua profissionalmente deste 2003 em vários espaços culturais de Florianópolis, como o Teatro Álvaro de Carvalho, Teatro UFSC e no Centro Integrado de Cultura (CIC). Estudou canto com a professora Samira Hassan  e participou  de workshop com Izabel Padovani – Técnica de Alexander. Atualmente cursa a graduação em Música na Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). Também atua como professora de canto. Em 2006 participou da gravação do CD  Lenga la Lenga – jogos de copos e mãos, que esteve entre os três finalistas do Prêmio TIM de Música. Em 2008 recebeu no Festival da Canção em Timbó, categoria nacional, o 3° lugar como melhor interprete de canções brasileiras.

Mateus Costa – contrabaixista, compositor e arranjador

Desde 1989 atua como instrumentista e arranjador em diferentes estilos musicais. Estudou contrabaixo com a professora Maria Helena Salomão – primeiro contrabaixo da Orquestra Sinfônica do Paraná (Osinpa). Integrou a Orquestra Sinfônica do Estado de Santa Catarina (Ossca) e o Quinteto de Cordas da Ossca. Participou da Orquestra Municipal de Florianópolis e da Camerata Florianópolis. Foi arranjador e regente do grupo Urubá (Madrigal e Banda). Participou como instrumentista e arranjador da gravação de CDs de compositores e de grupos locais como: Cravo-da-Terra; Silvio Mansani; Neno Miranda e Lagusta lá Guê. É graduando do curso de Licenciatura em Música pela Udesc. Hoje é membro da Orquestra Udesc.

Depoimento sobre o trabalho dos músicos *

“A formação contrabaixo acústico e voz é bastante rara, e exige dos intérpretes recursos técnicos altamente especializados, pois a ausência de acordes obriga os músicos a uma execução impecável na afinação, visto que a clareza e a dissonância das notas fica muito evidenciada no contraste entre a voz soprano e o grave do registro harmônico do contrabaixo. Ou seja, o risco de uma apresentação com deslizes é uma constante em trabalhos do gênero, e é por isso que muito nos impressionou a apresentação do Grupo A Corda em Si dentro do Panorama SESC de Música.

Não apenas tecnicamente impressionante, mas musicalmente bem acabado, com arranjos criativos e bem executados, o espetáculo foi muitíssimo bem recebido pelo público. A seleção do repertório e o tratamento das composições para a formação proposta é um trabalho de criação muito competente, conforme atestou a curadoria do Panorama SESC de Música 2009, salientando que, mesmo sem composições próprias, o trabalho com os arranjos exibia por si uma qualidade raras vezes encontrada em composições originais.[…]”

(*) Afonso Nilson Barbosa de Souza, Mestre em Artes Cênicas pela Udesc e Técnico de Cultura do SESC Florianópolis em carta de indicação do Grupo Musical A Corda em Si para o Circuito SESC de Música 2010.


SERVIÇO:

O QUÊ: Show O Som do Vazio com o Grupo Musical A Corda em Si.
QUANDO:
Quinta, 18/11, às 12h30min.
ONDE:
Projeto 12:30 Acústico, no Teatro da UFSC, ao lado da Igrejinha. Praça Santos Dumont, Trindade, Florianópolis.
QUANTO:
Gratuito, aberto à comunidade.
CONTATO Projeto:
e (48) 3721-9348 ou 3721-9447
A CORDA EM SI
: – (48) 8442-4855 – Dimitri Camorlinga / (48) 9113-7717 – Mateus Costa / (48) 9996-1471 – Cleuza Figueiredo – Mais informações, vídeos e fotos do Grupo: www.acordaemsi.wordpress.comwww.myspace.com/acordaemsi

Fonte: [CW] DAC: SeCArte: UFSC, com material do grupo

Tags: A Corda em SiO Som do VazioProjeto 12:30 AcústicoTeatro da UFSC

PRAE seleciona alunos para o Prêmio Incentivo Cultural

16/11/2010 14:15

A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE), na programação dos 50 anos da UFSC, está em processo de seleção para beneficiar três alunos através do Prêmio Incentivo Cultural. Os estudantes com bolsa-permanência participam automaticamente do processo. Os critérios de seleção serão considerados na seguinte ordem: matrícula em 2010/2, maior tempo de bolsa-permanência, menor índice socioeconômico, maior IAA e maior idade.

Após análise de uma comissão composta por representantes da PRAE, os alunos selecionados ganharão passagem, hospedagem e estada em cidades históricas do estado de Minas Gerais, como Ouro Preto, Mariana, Congonhas do Campo e São João del-Rei. O resultado será divulgado no dia 18 de dezembro, dia do aniversário da UFSC, no site da Pró-Reitoria (http://www.prae.ufsc.br/). Uma data será marcada para que a equipe da PRAE recepcione os alunos e entregue informações sobre as passagens aéreas, hospedagem e estada. A viagem deve acontecer entre os dias 21 e 24 de abril de 2011. “Poderíamos disponibilizar as passagens agora, mas resolvemos esperar o fim do semestre e as férias para que os alunos passem as festas com suas famílias. O primeiro feriado do próximo ano letivo é uma data mais adequada”, explica o diretor do Departamento de Integração Estudantil, Roberto Orofino.
O objetivo do prêmio tem relação com a Pró-Reitoria. “Queremos manter o aluno na universidade, evitar a evasão. A viagem é um incentivo para a permanência, uma forma de mostrar ao estudante o que a instituição faz para que ele complete a graduação”, explica Orofino. Por ser um estímulo à cultura, o prêmio funciona, ainda, como estratégia de combate às desigualdades sociais e regionais, conforme estabelece o Decreto 7.234 de 19/07/2010, que instituiu o Plano Nacional de Assistência Estudantil (PNAES).

Mais informações podem ser obtidas através do telefone 3721-9419.

Por Murilo Bomfim/bolsista de jornalismo da Agecom

Tags: PRAE/UFSCprêmio incentivo cultural

O Espaço Estético apresenta a exposição “Ad Mangá”

16/11/2010 14:05

A  mostra “Ad Mangá”, proposta pelo professor de Artes Marcelo do Amaral, expõem  13 obras, um objeto e um painel interativo onde visitantes podem desenhar. As pinturas foram produzidas por 14 alunos do Colégio Aplicação durante a oficina de desenho Mangá, feitas nas aulas de artes.

As técnicas usadas nas pinturas são variadas como, o uso da tinta acrílica, spray, estêncil e tinta a óleo. As obras têm diversas referências e são uma mistura de arte urbana, toy art, grafitti e ilustrações. “ Um manézinho como eu pode desenhar mangás, que é uma arte oriental japonesa. É essa diversidade cultural , a mistura entre ocidental e oriental que é interessante”, explica Marcelo do Amaral.

Os quadros remetem um recorte de algumas histórias , personagens, ícones, contos da cultura japonesa ( histórias em quadrinhos), também desenhos animados (animes) como os personagens  Bakugan, Naruto, Dragon Ball e Samurai X.

Os Mangás surgiram através do Oricom Shohatsu (Teatro das Sombras), que na época feudal percorria diversos vilarejos contando lendas por meio de fantoches.  Mais tarde, essas histórias  passaram a ser escritas em rolos de papel e ilustradas, dando origem às histórias em sequência, em que a leitura, ao contrário das histórias em quadrinhos convencionais, é feita de trás para frente. Os mangás passaram a ser publicadas por algumas editoras na década de 20, porém sua fama só veio por volta da década de 40. A produção foi interrompida durante a Segunda Guerra Mundial e retomada somente em 1945, tendo o Plano Marshall como seu propulsor. A prática de ler mangá aumentou consideravelmente nesse período, porque parte das verbas desse plano era destinada aos livros japoneses. Foi nessa época que surgiu o que podemos chamar de “Walt Disney Japonês”, o Ossamu Tezuka, criador dos traços mais marcantes do mangá: “os olhos grandes e expresivos”. A mostra vai até o dia 16 de dezembro e pode ser visitada de segunda a sexta das 7h30 às 18h no Espaço Estético. A entrada é gratuita. Mais informações visite o site www.ca.ufsc.br

mangás exposição CA

.

Fonte: Adriana Zanchet/curso de jornalismo UFSC

Tags: exposição CA/UFSCmangá

UFSC tem novo portal desde 16 de novembro

16/11/2010 12:32
Visual do novo Portal da UFSC

Novo Portal da UFSC

A partir de terça-feira, dia 16 de novembro, a UFSC tem um novo portal com foco no perfil do visitante e/ou usuário, com um sistema diferenciado de disseminação de conteúdos.

Esse novo sistema é fruto de trabalho conjunto da Superintendência de Governança Eletrônica e Tecnologia da Informação e Comunicação (SETIC), da Agência de Comunicação (Agecom), da Secretaria de Planejamento (Seplan) e do Departamento de Expressão Gráfica.

À primeira vista parece que o novo portal contem menos informações que o anterior. Ao contrário, ele leva a subportais, segundo o perfil do usuário, que estão sendo desenvolvidos pelo Sistema de Identidade Visual da UFSC, ligado à Agecom.

O novo portal é um resultado da expansão do projeto , desenvolvido pela SETIC, que vem sendo implementado há um ano e meio.A página anterior ficará no ar, num período de adaptação, acessível em: http://antiga.ufsc.br.

Sugestões e/ou críticas devem ser encaminhadas pelo formulário disponível no canto inferior da nova página.

Por Alita Diana/jornalista da Agecom

Tags: link site anteriornovo portal ufscsubportais

II Congresso Brasileiro em Gestão do Ciclo de Vida

16/11/2010 10:23

Tema: Colaborando com decisões sustentáveis. De 24 a 26/11, no Hotel Maria do Mar, Florianópolis. Informações: www.ciclodevida.ufsc.br/congresso ou (48) 3721-7754

Programação

Dia 24/11/2010

8h – 8h30 – Inscrições

8 – 12h – Minicursos

13h30 – 18h30 – Minicursos

18h30 – 19h – Cerimônia de abertura

19h – Coquetel

Dia 25/11/2010

10h – 12h – Apresentação de trabalhos técnicos

12h – 13h30 – Intervalo para almoço

13h30 – 15h30 – Mesa-redonda – Percepção da ACV – Políticas, pesquisa, aplicação

Moderador – Aldo Roberto Ometto (Universidade São Paulo – USP)

Sonia Valdivia (United Nations Environment Programme – UNEP/França)

Gil Anderi da Silva (Universidade de São Paulo – USP)

Fabien Brònes (Natura)

16h – 18h – Mesa-redonda – Avanços na Gestão do Ciclo de Vida na América Latina

Moderador – Cássia Maria Lie Ugaya (Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR)

Nydia Suppen Reynaga (Centro de Analisis de Ciclo de Vida y Diseño Sustentable-México)

Cássia Maria Lie Ugaya (Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR)

Gregor Wernet (Ecoinvent/Suíça)

Dia 26/11/2010

8h30 – 12h – Apresentação de trabalhos técnicos

12h – 13h30 – Intervalo para almoço

13h30 – 15h30 – Mesa-redonda – ACV em Setores Chaves da Economia

Moderador – Armando Caldeira-Pires (Universidade Brasília – UnB)

Electo Eduardo Silva Lora (Universidade Federal de Itajubá – UNIFEI)

Airton Spies (Secretaria de Agricultura/Epagri)

Leda Coltro (Instituto de Tecnologia de Alimentos – ITAL)

16h – 18h – Mesa-redonda – Disseminação do ciclo de vida no Brasil e a base de dados brasileira

Moderador – Maria Marta (Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT/SP)

Celina Lamb (Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia – IBICT/Brasília)

Elizabeth dos Santos Cavalcanti (INMETRO/RJ)

18h – 19h – Cerimônia de encerramento e entrega de certificados de melhor pôster e melhor artigo.

Tags: ciclo de vidacongresso brasileiro

Seminário internacional de Design discute proteção legal

16/11/2010 08:33

Será realizado amanhã (17), das 14h às 18h, e quarta (18), das 8h às 12h e das 14 hàs 18h, no auditório do Centro de Comunicação e Expressão da UFSC (CCE), o 1º Seminário Internacional de Gestão de Design: Valorização da produção de pequenos grupos através de identificação e proteção legal. A inscrição é de 3 kg de alimentos não perecíveis (exceto sal) e/ou 3 litros de leite em caixa ou em pó.

Segundo a organização do evento, o objetivo é o de promover a integração de diferentes profissionais de áreas distintas acerca do processo produção e comercialização de pequenos grupos e, principalmente, na exposição de possibilidades eficientes e eficazes de identificação e proteção legal desses grupos.

O foco central está nos direitos de propriedade industrial de marca e de indicação geográfica. No que se refere especificamente ao Design, o seminário vai abordar especialmente a gestão de sinais distintivos que são as sínteses representativas destes direitos, e produtos de Design, que permitem gerar um diferencial fundamental para valorização de produtos e serviços ao otimizar a competitividade e endossar a proteção legal. Mais informações em http://www.ngd.ufsc.br/Valoriza, ou pelo e-mail: .

Tags: designmarcaproteção legalseminário

Procuradores-chefes se encontram em Florianópolis e buscam soluções para problemas comuns às IFES

11/11/2010 12:18

Atuar de forma preventiva para evitar o aparecimento de demandas judiciais e gastos desnecessários das Instituições Federais de Ensino. Esse o foco principal do VI Fórum Nacional dos Procuradores-Chefes das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES), que será realizado de 17 a 19 de novembro no Hotel Majestic, em Florianópolis.

Organizado pelos chefes das Procuradorias da UFSC e do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), Nilto Parma e Roberto Ritter Von Jelita, respectivamente, o evento tem como destaque o lançamento do livro “Propriedade Intelectual – conceitos e procedimentos”, tema que “explodiu” com o apoio do Governo Federal às políticas de inovação.

Considerado por muitos como o “caminho das pedras” para a administração federal, a obra aborda questões complexas como sigilo e confidencialidade versus princípio da publicidade, responsabilidade civil e vantagens da publicação para a carreira profissional do pesquisador, direitos à propriedade intelectual na parceria, licenciamentos, transferência de tecnologias, registros depósitos de patentes etc, temas que foram tratados pelo Grupo de Trabalho montado em junho desse ano para discutir a matéria e do qual resultou a publicação. Participam do livro Leslie de Oliveira Bocchino, da UTFPR; Maria Cristina César de Oliveira, da UFPA, Mauro Sodré Maia do INPI, Nilto Parma, da UFSC e Roberto Ritter Von Jelita, do IFSC.

O VI Fórum Nacional tem o apoio incondicional das reitorias da UFSC e do IFSC e das pró-reitorias da Universidade Federal de Santa Catarina, em especial a Pró-Reitoria de Desenvolvimento Humano e Social (PRHDS).

Mais informações: (48) 3721-6014, 3721-9239 e 8405-8465, com o procurador da UFSC Nilto Parma, ou 3877-9015 e 9971-0880, com o procurador do IFSC, Roberto Ritter Von Jelita, pelo site www.fnpc.ufsc.br.

Programação:

Dia 17 de novembro

20h: Abertura Solene – Conferência do ministro do STJ, Jorge Mussi

21h30: Jantar

Dia 18 de novembro

9h: Primeiro Painel – Tema: “Propriedade Intelectual e Universidades”

Palestrante: Luiz Otávio Pimentel – Professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

10h30: Intervalo e Lançamento de Livro

10h45: Segundo Painel – Tema: “O papel das Procuradorias sob o ponto de vista dos Reitores”

Palestrantes: Alvaro Toubes Prata – reitor da UFSC e Consuelo Aparecida Sielski Santos – reitora do IFSC

12h: Almoço

14h: Mensagem do procurador-geral Federal, Marcelo de Siqueira Freitas

14h30: Livre para perguntas ao procurador-geral Federal

15h30: Intervalo – Coffee Break

15h45: Palavra livre: espaço destinado a discussão de assuntos atuais das Procuradorias

Dia 19 de novembro

9h: Terceiro Painel – Tema: “Carreira Jurídica e seu relacionamento com o MPOG, MEC e IFES”

Palestrantes: Duvanier Paiva Ferreira – secretário de Recursos Humanos – SRH/MPOG, Maria do Socorro Mendes Gomes – secretária Adjunta de Recursos Humanos e Marcos Aurélio de Souza Brito – coordenador-geral de Gestão das IFES/MEC

10h30: Intervalo

10h45: Quarto Painel – Tema: “GT Propriedade Intelectual”

Palestrantes: Membros do Grupo de Trabalho sobre Propriedade Intelectual

12h: Almoço

14h: Quinto Painel – Tema: “A Visão do Judiciário sobre a Procuradoria Federal – Aspectos Destacados”

Palestrante: Ivori Luís da Slva Scheffer – vice-diretor do Foro da Justiça Federal, Seção Judiciária de Santa Catarina.

15h30: Intervalo – Coffee Break

15h45: Sexto Painel – Tema: “GT Minutas Padrão”

Palestrantes: Membros do Grupo de Trabalho sobre Minutas Padrão

17h30: Encerramento

Mais informações: (48) 3721-6014, 3721-9239 e 8405-8465, com o procurador da UFSC Nilto Parma, ou 3877-9015 e 9971-0880, com o procurador do IFSC, Roberto Ritter Von Jelita, pelo site www.fnpc.ufsc.br.

TV UFSC: Ilha dos Corais é destaque no “Primeiro Plano”

11/11/2010 08:42

Nesta sexta-feira, dia 12, às 19h30, o programa da TV UFSC “Primeiro Plano” exibirá a reportagem “Ilha dos Corais”. O vídeo, produzido em 1985 como Trabalho de Conclusão do Curso de Jornalismo da jornalista Adriana Althoff Gevaerd, conta um pouco da história do João Jeca, na época o único morador da Ilha localizada próximo ao município de Paulo Lopes.

Na reportagem, João fala sobre a rotina na ilha, o trabalho com a roça, o gosto pela natureza, a relação com os visitantes do lugar, seus hábitos, as descobertas e suas crenças. Viúvo e pai de quatro meninas, o antigo morador de Paulo Lopes se mudou em 1962, após sucessivas visitas ao lugar. Estabelecido, criou as quatro filhas, construiu uma casa de madeira, desbravou toda a região e passou a viver do que a natureza oferecia. “A ilha existe porque existe o seu João Jeca. Ele é a ilha”, reconhece um dos pescadores que visitavam o lugar na época. Reapresentação no domingo, dia 14, às 20h30.

Flávio Gikovate é atração na TV UFSC

Também nesta sexta, às 21h, exibição de mais um programa Justiça do Trabalho na TV, produzido pelo Tribunal Regional do Trabalho de SC. Nesta semana, o JT traz uma entrevista com Flávio Gikovate, médico psiquiatra, psicoterapeuta e escritor. No domingo será reapresentado às 19h30.

Gikovate fala sobre a chamada inteligência emocional, que é a capacidade das pessoas em exercer domínio e controle sobre si mesmo, administrando emoções que podem ser prejudiciais às relações de trabalho, como agressividade, egoísmo e excesso de generosidade.

Apesar do conceito de inteligência emocional ter sido criado pensando na melhoria do ambiente de trabalho, Gikovate destaca também como esse comportamento está presente nas relações familiares.

Além de médico, palestrante e escritor, Flávio Gikovate tem seu próprio programa diário na rádio CBN e tem participado de algumas cenas na novela Passione, da TV Globo.

O Justiça do Trabalho na TV e outros programas você acompanha na TV UFSC, Canal 15 da NET.(Paulo Rocha/bolsista de Jornalismo)

Mais informações sobre a programação da TV UFSC, acesse www.tv.ufsc.br. Siga-nos também no twitter.com/tv_ufsc.

Fonte: TV UFSC

Núcleo de Estudos Literários e Culturais realiza fórum de pesquisa

11/11/2010 08:16

O Núcleo de Estudos Literários e Culturais da UFSC promove nos dias 17 e 18 de novembro seu primeiro fórum de pesquisa. Participarão pesquisadores locais e dois convidados externos: Mario Camara, professor de Teoria Literária na Universidade de Buenos Aires, e Luz Rodríguez, catedrática de Estudos Latino-Americanos na Universiteit Leiden (Holanda), instituição com a qual a UFSC mantém convênio de cooperação.

O encontro será realizado na sala Machado de Assis, no Centro de Comunicação e Expressão da UFSC, nos períodos da manhã e tarde (programação abaixo). A conferência de abertura será proferida pelo professor e crítico literário Raul Antelo, pesquisador do Núcleo de Estudos Literários e Culturais (Nelic).

Ligado ao Departamento de Língua e Literatura Vernáculas, desde 1996 o Núcleo se dedica ao mapeamento da crítica literária e cultural brasileira. Música e Literatura, Teoria da Modernidade e Textualidades Contemporâneas são as linhas de pesquisa. A coordenação é da professora Maria Lúcia de Barros Camargo.

Programação:

Quarta-feira – 17/11

– 8h30min Conferência “Me arquivo”, com o professor Raul Antelo (UFSC)

– 9h15min: “Lecturas excéntricas, atribuciones erróneas: CaetanoVeloso en Londres”, com o profesor Mario Cámara (Univ. Buenos Aires)

– 10h – Os desafios da pesquisa no mestrado

– Mesa 1: Arquivo I – periódico e cultura

Participantes:

– Luiza Ribas – “Dispersos e (por sorte?) inéditos: a poeira e os fantasmas dos arquivos de Ana C. e Caio F.”

– Fernando Petry –“O cão e o frasco, a rosa e a cruz: metodologias de indexação em revista”

– Ibriela Berlanda –“A revista Azougue e o poeta Roberto Piva: Saque & Dádiva”

– 11h – Mesa 2: Arquivo II – poesia e modernidade

Participantes:

– Renata Gonçalves Gomes –“A vida é curta e vira história”

– Artur de Vargas Giorgi – “Pelo imprevisto: dispositivos e singularidade”

– Ana Lúcia Matiello – “Fissuras arcaicas em Os condenados”

– Evandro de Sousa – “O barroco-colonial como mito da origem: o caso Mário de Andrade”

Intervalo – Almoço

– 14h Impasses do doutoramento

– Modernidade e Arquivo I

Participantes:

– Davi Pessoa Carneiro Barbosa – “A escritura de Macedonio Fernández e Elsa Morante: repetir o atraso”

– Alexandre Nodari -“Catão e Platão: a redescoberta moderna da censura”,

– Kelvin F. Klein -“O inventário e a literatura”

– 15h – Modernidade e Arquivo II

– George França –“Cartografias do exílio: Paris, Buenos Aires, New York, Paulo Duarte”

– Larissa Costa da Mata –“Origem e metamorfose em Flávio de Carvalho”

– Flávia Cera –“Sonho e possível: a estética dos 60”

– Marta Scherer – “Escavando e Recordando Olavo Bilac: resgate e aplicação das crônicas publicadas em jornais e revistas da Belle Époque”

Intervalo 15min

16h15min – Modernidade e Arquivo III

– Júlia Studart –“O corpo desobediente e as esferas animadas na literatura de Gonçalo M. Tavares”

– Demétrio Panaroto – “O não-filmado e o infilmável no cinema de Glauber Rocha”

– Jeferson Candido –“Anos críticos. Rumos da crítica cultural sob a ditadura militar em revistas e jornais”

Quinta-feira – 18/11

8h30min – Modernidade e Arquivo IV

– Tiago Hermano Breunig – “Ética e (an)estética em Mário de Andrade”

– Elisa Helena Tonon – “Palavras em trânsito: o engenho e o gesto em Paulo Leminski”

– Laíse Ribas Bastos – “Francisco Alvim: cicatrizes do moderno, poéticas em suspensão”

– 9h30 Conferência “Un país de verdad. La paradoja del espectador en Bizarra, de Rafael Spregelburd”, professora Luz Carranza Rodríguez(Univ. Leiden)

Debatedores: Raul Antelo, Maria Lúcia de Barros Camargo, Mario Cámara, Carlos Eduardo Schmidt Capela, Luz Rodríguez-Carranzae Susana Scramim

Saiba Mais:

Linhas de Pesquisa do Núcleo:

Música e Literatura

Abordagem das relações entre música e literatura na cultura brasileira a partir dos seguintes eixos temáticos: a) análise das articulações entre letras e música b) estudos historiográficos acerca das relações entre produção musical e produção literária c) estudo da produção crítica em torno da música popular

Teoria da Modernidade

O conceito de modernidade e suas implicações com categorias correlatas (subjetividade, poder, representação, história). Problemática da exaustão da modernidade e emergência do debate pós-moderno.

Textualidades contemporâneas

Estudos sobre a produção cultural contemporânea, em suas várias manifestações, buscando a multiplicidade de relações e seu caráter intertextual. Questionar os paradigmas teóricos de interpretação da cultura contemporânea. Mapear e analisar a produção crítica, teórica e criativa no campo da literatura contemporânea (especialmente brasileira) através do estudo de periódicos culturais, buscando refletir sobre os processos de constituição dos novos cânones e valores.