Nesta quarta, lançamento da 7º Antologia Poética Sarau Boca de Cena

22/11/2010 09:26

O projeto de extensão da UFSC Sarau Boca de Cena lança nesta quarta-feira, 24 de novembro, a 7º Antologia Poética Sarau Boca de Cena. O evento acontece a partir das 19h, no Teatro da UFSC.

Programação:

Bandas:
– O Calabrêz Voador
– Nova Realidade
– 3Jay
– Comum de 3

Mágica:
Bob Carvalho

Poesia:
Flôr Kepah
Calini Detone
Sighor
Juliana Impaléa
Fabiano Foresti

Stand-up:
Rogério Messias

Serviço:
Data: 24 de novembro.
Hora: 19h
Local: Teatro da UFSC
Entrada: R$ 3,00 estudante / R$ 6,00 outros

Mais informações:

Acesse nosso site: www.baresdaufsc.com/sarau/

Entre em nossas páginas no  orkut e no facebook digitando Sarau Boca de Cena.

Contatos:

Tags: culturaSarau boca de cena

Eventos promovidos pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento discutem conhecimento como fator de inovação

22/11/2010 08:52

O Programa de Pós Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento (EGC) da UFSC promove no mês de dezembro três eventos sobre conhecimento e inovação. A programação prevê 28 palestrantes. Os encontros serão realizados no Hotel Maria do Mar, nos dias 1, 2 e 3 de dezembro, entre 8h e 18h.

Eventos:

– 7º Workshop EGC 2010: Evento anual com objetivo de disseminar e compartilhar os passos e resultados alcançados pelo EGC/UFSC- na sua atuação em ensino, pesquisa e desenvolvimento em codificação, gestão e disseminação dos conhecimentos em organizações públicas e privadas, e na sociedade.

– 2º Fórum Brasil-Espanha de Inovação e Tecnologia: Tem como objetivo consolidar a rede de construção e compartilhamento de conhecimentos científicos e tecnológicos entre as universidades e parques de inovação e tecnologia do Brasil e da Espanha, particularmente Santa Catarina e Catalunha.

– Sistemas Regionais de Inovação: Objetivo é apresentar o diagnóstico do processo de inovação em empresas e instituições de Santa Catarina. O Programa SRI tem o apoio do Sistema Indústria (CNI e Federações das Indústrias, SESI, SENAI, IEL), ABDI, BID e AECID

Programação:

01 de dezembro

– 8h30min Sessão Solene de Abertura

– 9h30min Coffee Break

– 9h45min  PAINEL:  O processo de inovação como propulsor de desenvolvimento: Santiago Planas de Martí  (Parc Científic i Tecnológic Agroalimentari de Lleida); Fernando Alberício (Parque Científico de Barcelona) ; Edgar Jordà (ESADE Creapolis);  Raul Sanchez i Adell  ();  Sapiens Parque; Marcelo Leandro de Borba (Plataforma SC – Unesc – Univille – Unochapecó)

– 12h30min Almoço

– 13h30min PAINEL Sistemas Regionais de Inovação – Projeto SRI – Diagnóstico de Santa Catarina: Empresa Elabora; BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento;  CNI – Confederação Nacional da Indústria; Departamento de Inovação Tecnológica da UFSC;  IEL/SC – Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina; ABDI – Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial

– 16h30min Coffe Break

– 17h PAINEL (auditório):  Suporte ao Empreendedorismo e à Internacionalização das Empresas de Base Tecnológica: Jennifer Ruiz (ACC1Ó) Raul Sanchez i Adell (Barcelona Activa); Rui Luiz Gonçalves (ACATE. Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia)

– 17h (sala 1)  Reunião do Comitê Gestor do SRI. Comitê gestor do Projeto SRI:  ACC1Ó;  BID;  CNI;  ABDI

– 18h30min  Coquetel de Confraternização dos 3 Eventos

02 de dezembro

– 8h30min Recepção e Credenciamento

– 9h Sessão de Abertura do Workshop2010 : EGC: 6 ANOS DE DESAFIOS E CONQUISTAS

– 9h30min HOMENAGENS:  Premiação  “Mérito Discente Acadêmico”;  Egressos 2010 – Certificação EGC;  Comissões Organizadoras dos Workshops

– 10h Coffee Break

– 10h30min Mesa-Redonda: Brasil Inovador: Políticas e Financiamento Eduardo Moreira da Costa, FINEP; Marcus Vinicius Souza, Secretaria de Inovação. Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; Joxean Fernandez, ACC1Ó

– 12h30min Almoço

– 14h30min PROJETOS EGC

– 16h Mesa-Redonda: Os desafios da inovação e a Formação de Redes de Cooperação Internacional : Carlos Alberto Schneider, Superintendente Geral da Certi;  Sonia Pereira Laus. Coordenadora Geral da Cooperação Internacional. FAPESC; Sr. Joxean Fernandez, ACC1Ó

– 17h Coffee Break

– 17h30min Palestra Internacional: Universidade Empresa: Parque Científico de Barcelona – Fernando Albericio, Dr.


03 de dezembro

– 8h30min Painel Científico: DISSERTAÇÕES de Mestrados no EGC: Discussão e evolução de pesquisas

– 9h10min Painel Científico: TESES de Doutorado no EGC: Discussão e evolução de pesquisas

– 10h Coffee Break

– 10h30min Atividade de Pesquisa Programada – Universidade-Empresa: Uma experiência na NATURA

– 12h30min Almoço

– 14h Mesa-Redonda: Conhecimento como fator de Inovação  –   Ana María LLopis (CEO, Ideas4all); Vicente Goetten (Technology Innovation Manager at TOTVS); George Hauch Barcat  (Consultor de Ética do Banco Itaú).

– 15h30min Palestra: Innovation: Business Imperative and Organizational Challenge: Cassius Dreyfuss – Vice-presidente de pesquisa do Gartner Group

– 16h30min Coffee Break

– 17h Palestra Internacional: Profa Isabel Ramos – Universidade de Minho Inovação

– 18h Encerramento:  DESAFIOS DO EGC PARA 2011 – Professores Neri, Gauthier, Selig e Gertrudes

Mais informações:

Tags: eventogestão do conhecimento

Teatro da UFSC apresenta Zunido de Poema

19/11/2010 18:56

A peça é uma performance poético-musical criada a partir do livro de poemas Álbum Vermelho, de autoria da poeta Ryana Gabech, será encenada no domingo, 21/11, às 19h, no Teatro da UFSC, e é gratuita e aberta ao público.

Ao som da bateria e do teclado, os poemas ganham cor, cheiros e gostos. A poesia e a música saltam juntas em um contexto lírico e ritmado, levando ao público as preciosidades rebuscadas das composições da poetisa Ryana e a genialidade excêntrica e virtuose do músico Toucinho Batera.

Transitando entre as notas irrequietas e a tradição oral de se dizer poesia, a parceria entre músico e poetisa passeia entre temas sobre o feminino, a transformação, a delicadeza e o sonho. A dimensão sonora da imagem sugerida pela palavra, transposta às notas, teclas e batidas, levam o espectador a lugares e primaveras que só a música e a poesia conseguem compor.

Ryana Gabech é artista plástica, poeta e performer. Lançou sua primeira obra aos 15 anos de idade. Publicou quatro livros de poemas: Mar e Avelãs, A data invisível do poema, Trêmulo e Álbum Vermelho. Em 2008 e 2009, realizou turnê por Florianópolis, Itajaí e Parati (RJ) com a performance Trêmulo, criada a partir do livro homônimo, ambos de sua autoria. É integrante do coletivo de artistas Laava, pelo qual ministrou oficinas de poesia em Florianópolis, Palhoça e Rio de Janeiro.

Toucinho Batera atua na cena musical nacional há mais de 40 anos. Ao longo dessa trajetória acompanhou artistas renomados como Fafá de Belém, Originais do Samba, Pery Ribeiro, Eduardo Araújo e César Camargo Mariano. Foi homenageado pelos cineastas Alan Langdon e Guilherme Ledoux, que produziram o documentário Sistema de Animação, sobre sua vida e arte, lançado em 2008 e contemplado com diversos prêmios em mostras e festivais de cinema nacionais.

Ficha técnica:

Ryana Gabech – concepção, textos e performance

Toucinho Batera – direção musical, arranjos sonoros, bateria, teclado e performance

Lendro Fortes – arranjos musicais

Maria Fernanda Jacob – figurino

Marina Borck – fotografia

Sarah Ferreira – filmagem e makin of

Luiz Henrique dos Santos – arte gráfica

Cleiton Moreira e Juliana Sussel – direção cênica

Andrea Rosas – produção executiva

Contato:

(48) 3365-0532 / 84773551

ryanagabecholiveira.blogspot.com

Tags: peçapoesiaRyana GabechTeatro da UFSCToucinho Batera

Seminário sobre a África debate a pluralidade de um continente “desconhecido”

19/11/2010 18:13

O “Seminário África: diálogos entre Literatura, História e Artes”, que tratou das representações e influências culturais africanas no Brasil, aconteceu nesta, 19/11, no Centro de Cultura e Eventos. Como palestra de abertura, o evento recebeu o professor Valdemir Zamparoni da Universidade Federal da Bahia (UFBA) com “As Imagens da África no Brasil”.

De maneira educativa o palestrante iniciou sua palestra brincando com a plateia, demonstrando como de maneira errônea caracterizamos a África como um lugar de uma cultura única. “O nó não é o que nós desconhecemos da África, mas sim o que nós conhecemos” disse Zamparoni. O professor ainda teceu uma cronologia que mostrava que desde o século XVIII e XIX, com a escravidão, o surgimento das teorias raciais e a colonização do continente africano, houve a consolidação dessa concepção homogênea na qual o mundo ocidental pensa sobre a África. “É dessa época que começam as associações de que negro é escravo e que escravo é inferior. Mesmo com a abolição da escravidão, a associação de que negro é inferior não acabou” completou o professor.

Através de fotos, Valdemir mostrou também a representação que a mídia faz entre a África e as coisas selvagens e exóticas, o que fez com que a público refletisse sobre o porquê em fotos onde posam africanos, eles estão sempre bravos ou tristes. O professor trouxe fotos de um continente que a mídia pouco explora, cidades urbanizadas, arranha-céus, jovens estudantes e alegres.

O evento, que marca o encerramento de um curso de extensão oferecido para a comunidade, principalmente para professores, para incentivar a implantação da história e cultura africanas nas salas de aula do Brasil, prestou também homenagem ao poeta e intelectual Oliveira Silveira professor e militante do movimento negro.

O seminário seguiu com mesas de discussão em que professores da UFSC, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) debateram assuntos como “Educação, Políticas e Conhecimentos na relação do Brasil com a África” e “Muitas são as Áfricas”. Lançamento coletivo de livros, leitura de poemas e um concerto musical coma Banda Batuque de Cordas também fizeram parte das atrações.

O evento tem o apoio da Pró-reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE), Programa de Pós-graduação em História (PPGH). Programa de Pós-Graduação em Literatura (PPGL) e Núcleo de Estudos Poéticos Musicais (NEPOM).

Ana Luísa Funchal/ Bolsista de Jornalismo na Agecom

Assista a matéria sobre o evento produzida pela TV UFSC:

Tags: ÁfricaNEPOMPPGHPPGLPRAE

Pós-Graduação em Física oferece três minicursos gratuitos

19/11/2010 17:54

Lentes Gravitacionais, Análise de meios fotoionizados e Eletrônica Orgânica são os minicursos que serão oferecidos pelo Programa de Pós-Graduação em Física da UFSC em dezembro. Cada minicurso consistirá de aulas expositivas e atividades extra curso. O Programa expedirá certificados para os que completarem o curso. Os alunos interessados devem contatar o e-mail para realizar sua inscrição (gratuita). Os cursos ocorrerão na sala de seminários da PG-Física – nº 419 – do Departamento de Física.

Informações: 3721-9758 e www.pgfsc.ufsc.br

Programação

Gravitational lenses – David Vals-Gabaud

Observatoire de Paris-Meudon (France)

6, 7, 8 e 9/12 – horário: 10h às 12h

(idioma a ser definido: inglês ou espanhol)

The course outline is as follows:

I The conceptual history of gravitational lensing / II Phenomenology / III The relativistic deflection of light / IV Basics of gravitational optics / V Strong lensing by galaxies and clusters / VI Lensing of quasars / VII Weak lensing / VIII Gravitational microlensing / IX Cosmological applications

The analysis of photoionized media – Grazyna Stasinska

Observatoire de Paris-Meudon (France)

6, 7, 8, 9 e 13/12 – horário: 14h às 16h

(idioma a ser definido: português ou inglês)

The lectures aim at providing a sound understanding of the basic physics of photoionized astrophysical nebulae and at familiarizing the student with techniques for interpreting observational data. The 5 lectures will cover:

1- Overview and basic physics of photoionized nebulae. Hands on: download and install cloudy and abelion on your computer

2- Empirical diagnostics based on emission lines. Hands on: compute elemental abundances in nebulae using different methods

3- How to build a photoionization model and for what purpose. Hands on: solve a problem using the photoionization code cloudy.

4- Unsolved issues (reddening, aperture effects, temperature fluctuations) Hands on: deredden an observed spectrum; match an optical and a UV (or IR) data set) and interpret it.

Homework: critically analyze a paper dealing with photoionized nebulae

5- Discussion of the papers analyzed

Eletrônica Orgânica – Roberto Mendonça Faria

Instituto de Física/USP – São Carlos

8, 9, 10, 13 e 14/12 – horário: 9h às 12h

1.Introdução

2.Condução elétrica em sólidos e filmes finos

3.Efeitos de contato: barreira de potencial e injeção de portadores

4.Efeito de carga espacial

5.Efeito de campo sobre mobilidade de portadores

6.Mecanismos de condução com campo estacionário (J vs V)

7.Mecanismos de condução com campo alternado

8.Aplicações em dispositivos: emissores de luz (OLEDs); fotovoltaicos (OPVs) e transistores por efeito de campo (OFETs).

Tags: minicursopós-graduação em física

Professor da Dinamarca fala sobre benefícios da bicicleta

19/11/2010 17:38

Lars Bo Andersen, da University of Southern Denmark  (www.sdu.dk) proferiu quinta-feira, dia 18 de novembro,  no Centro de Desportos da UFSC, uma palestra sobre a importância de pedalar.  Convidado pelo curso de Educação Física, o professor apresentou os resultados de um estudo realizado em seu país.

A Dinamarca é um dos três países da Europa onde a bicicleta é largamente utilizada, tanto para transporte, lazer ou prática esportiva. Segundo Andersen, tanto pobres quanto ricos se locomovem através dela. A Universidade do Sul da Dinamarca fez uma um estudo longitudinal misto que analisou os benefícios de pedalar na saúde de adultos e crianças. Um grupo de crianças foi acompanhado durante seis anos. Esse grupo subdividia-se em três: os que iam a pé para a escola, os que pedalavam e os que eram levados de carro. Para acompanhar a aptidão cardiovascular dos jovens, foi utilizado um aparelho chamado acelerômetro e também um GPS, que informava o trajeto que faziam até o colégio.

No final do período, chegou-se à conclusão que as crianças que iam para a escola de modo ativo (a pé ou de bicicleta) eram mais aptas fisicamente durante todo o dia do que as crianças que iam de modo passivo (de carro), não somente no trajeto até a instituição de ensino. Também ficou provado que as crianças que durante a pesquisa trocaram o modo passivo pelo modo ativo melhoraram em 8% sua aptidão física. Além disso, a análise mostrou que crianças que pedalam têm metade do risco de adquirir sobrepeso que uma criança inativa possui.

O dado mais interessante revelado pelo estudo foi: se uma pessoa começa a pedalar aos 30 anos, ganha seis anos de vida. Se começa a pedalar aos 60, ganha quatro anos de vida. Se começa a pedalar somente aos 75, ainda ganha dois anos de vida.

Mais informações com a professora Maria de Fátima da Silva Duarte, pelo 3721-7088.

Por Luisa Nucada/bolsista de jornalismo da Agecom

Tags: benefícios da bicicletapalestra professor dinamarques

Hospital Universitário realiza maratona de cirurgias plásticas

19/11/2010 14:28

 

Entrevista com Felipe Felício

Diretor do HU, Felipe Felício

O Hospital Universitário da UFSC realiza de segunda a quinta-feira da próxima semana um mutirão de 50 cirurgias plásticas, com o objetivo de zerar a fila de espera de pacientes de todo o Estado. O centro cirúrgico do HU terá a maioria de suas salas destinadas a esses procedimentos, que serão feitos com anestesia local. “O paciente vai entrar, passar pela cirurgia e sair andando”, garante o diretor do HU, Felipe Felício. O evento faz parte do Congresso Brasileiro de Anestesiologia, que vai acontecer durante toda a semana.

Os procedimentos serão realizados das 12h de segunda-feira, dia 22, às 12h de quinta-feira, 25. Cerca de 30 leitos, além do serviço de hemodiálise do HU, serão destinados exclusivamente a esse fim. A maioria dos pacientes já se internou para esperar a cirurgia, e depois ficará numa sala à espera da alta médica. O diretor alerta que nenhum dos procedimentos tem caráter estético.

Outra maratona – Neste domingo, dia 21, o centro cirúrgico do Hospital Universitário sedia um curso de endoscopia digestiva, dentro da programação da 9ª Semana Brasileira do Aparelho Digestivo, com a presença de especialistas do Brasil, Estados Unidos, Alemanha, Argentina, Itália, Japão e Venezuela. De acordo com o diretor Felipe Felício, 30 procedimentos endoscópicos invasivos serão feitos com pacientes previamente agendados, vindos de diversas regiões de Santa Catarina.

O curso é uma realização de empresas fornecedoras de insumos para os procedimentos de endoscopia digestiva, com o apoio do HU. “Será uma oportunidade de atualização, com a participação de especialistas respeitados de outros países, envolvendo alta tecnologia”, diz o diretor.

Mais informações podem ser obtidas pelo fone (48) 3721-9163 e com o diretor do HU, Felipe Felício, pelo fone 9962-3499.

Por Paulo Clóvis Schmitz / Jornalista na Agecom

Foto: Paulo Roberto Noronha/Agecom

Tags: cirurgia plásticaFelipe FelícioHU

Curso de Biônica envolve pesquisadores brasileiros e alemães

19/11/2010 12:11
Curso de Biônica

Abertura do cursofoi realizada no auditório do CSE

Foi realizada na manhã desta sexta-feira, dia 19, no auditório do Centro Sócio-Econômico da Universidade Federal de Santa Catarina, a abertura do curso “Inspired by minds and nature? New ways to inventive creativity”, na área de Biônica. O curso prossegue até o dia 2 de dezembro, envolvendo 35 alunos de pós-graduação, cientistas e pesquisadores. A iniciativa é da UFSC e Universidade de Münster (WWU), da Alemanha, com apoio dos ministérios da Educação e Ciência e Tecnologia alemães.

De acordo com o diretor executivo do Centro Brasileiro na Universidade de Münster, Ricardo Schuch, o objetivo do curso é “buscar ideias usando a natureza para o desenvolvimento de produtos técnicos”. A Biônica é definida como o estudo de seres vivos (plantas e animais) com o intuito de aplicar soluções existentes na natureza em sistemas e produtos. Além das aulas teóricas, os participantes vão explorar o meio natural de Santa Catarina, por meio de excursões. “Isso vai abrir a mente dos alunos para a criação de produtos a partir da natureza”, acredita Schuch.

A maioria dos participantes é catarinense, mas há também pessoas do Paraguai e Uruguai, além de cientistas e pesquisadores da Alemanha. O evento faz parte do Ano Brasil-Alemanha da Ciência, Tecnologia e Inovação 2010/11, que se estende até abril do ano que vem e foi programado para reforçar uma parceria de mais de 40 anos entre os dois países no campo da ciência e pesquisa. Durante 12 meses, ocorrem conferências, workshops e exposições que buscam difundir soluções sustentáveis e inovadoras para os desafios dos dias atuais. A realização é do Bundesministerium für Bildung und Forschung e dos ministérios de Relações Exteriores e da Ciência e Tecnologia do Brasil.

Campo aberto – O professor Ricardo Schuch informa que a UFSC tem muito interesse em investir na Biônica como foco de pesquisa, o que facilitou a realização do curso em Florianópolis. Ele considera que o Brasil ainda está no estágio inicial da utilização da Biônica, ao contrário da Alemanha. “Aqui, essa atenção ainda precisa ser despertada”, afirma. Um dos presentes, professor Wilson Kindlein Júnior, coordenador do Departamento de Materiais da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, informou que a instituição que representa já desenvolve pesquisas nesta área há vários anos.

Além de Ricardo Schuch, participaram da abertura do curso a pró-reitora de Pesquisa da UFSC, Débora Peres Menezes, o diretor da WWU, Wilhelm Bauhaus, e a representante da Fapesc, Sônia Laus. O coordenador do evento, Louis Roberto Westphal, não compareceu devido a problemas de saúde.

Por Paulo Clóvis Schmitz / Jornalista na Agecom

Foto: Paulo Roberto Noronha / Agecom

Tags: biônicaMünsterpesquisa

Seminário Ciência Política Informada Historicamente

19/11/2010 10:55

O evento será realizado no miniauditório do Centro Sócio-Econômico (CSE), no dia 26 de novembro, em duas sessões: 10h30minh e 18h30. Promoção: Núcleo de Estudos do Pensamento Político (NEPP/PPGSP) e Curso de Ciências Econômicas.

Programação:

Mesa 1 – 10h30min
Comparação, história e teoria
Renato Perissinotto (PPGCP/UFPR)

O modo teórico de produção teórica do marxismo estruturalista
Adriano Codato (PPGCP/UFPR)
Debatedor: Tiago Losso (NEPP/UFSC)

Mesa 2 – 18h30min

Esboço de uma disciplina em crise: a disputa metodológica na Ciência Política Norte-Americana
Christina Andrews (UNIFESP)

Teoria Política: um balanço provisório
Javier Amadeo (UNIFESP)
Debatedor: Ricardo Silva (PPGSP/UFSC)

Informações: Tiago Losso, e-mail:

Tags: ciência políticaseminário

Prêmio homenageia professor da UFSC que coloca Santa Catarina no cenário da farmacologia internacional

19/11/2010 10:30

Com mais de 300 trabalhos científicos publicados em revistas especializadas de nível internacional e mais de 6 mil citações por outros cientistas, o professor João Batista Calixto é o escolhido pelo Centro de Ciências Biológicas para receber o Prêmio Destaque Pesquisador UFSC 50 Anos. Autoridade no estudo de princípios ativos de plantas, na pesquisa básica sobre dor e inflamação, o homenageado é um dos criadores do Departamento de Farmacologia e da Pós-Graduação em Farmacologia da UFSC, atualmente com conceito 7 na Capes. A data de entrega da homenagem ainda não está definida.

Membro da Academia Brasileira de Ciências, o professor possui 18 patentes e participou do desenvolvimento de três produtos que estão no mercado: o antiinflamatório Acheflan (primeiro medicamento totalmente desenvolvido no Brasil, a partir dos princípios ativos da planta erva-baleeira ou maria-milagrosa); o Cronos Flavonoide de Passiflora (creme antirrugas desenvolvido em parceria com a Natura) e o Sintocalmy (fitomedicamento indicado para controle da ansiedade, tensão e distúrbios do sono). Outros produtos investigados por seu grupo de pesquisa estão em fase de testes clínicos e deverão chegar ao mercado nos próximos anos.

Assim como no caso do antiinflamatório Acheflan, as pesquisas que resultaram no Sintocalmy foram realizadas numa colaboração entre UFSC e Laboratório Aché, empresa brasileira de laboratórios farmacêuticos. Os estudos permitiram a elevação dos princípios ativos da passiflora, planta conhecida por seu fruto – o maracujá – e já usada em extratos. O trabalho é exemplo da parceria bem-sucedida do professor João Batista Calixto com a indústria farmacêutica.

Pesquisador reconhecido na cademia e no setor produtivo, João Batista Calixto coordena no momento a implantação no Sapiens Parque, em Florianópolis, do Centro de Referência em Farmacologia Pré-Clínica, iniciativa do Ministério da Saúde e do Ministério da Ciência e Tecnologia, que vai abrigar tanto a pesquisa básica como a busca de inovações, estimulando a integração entre a indústria e a academia.

O Prêmio Destaque Pesquisador UFSC 50 Anos é um reconhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina a docentes da instituição por suas contribuições para o avanço do conhecimento e formação de recursos humanos. A atividade faz parte da agenda de comemoração dos 50 anos da UFSC. Até o final deste ano, 11 professores, coordenadores de importantes estudos em suas áreas, representantes dos 11 centros da instituição, receberão a homenagem.

Mais informações com professor Calixto: / (48) 3721-9491, ramal 229

Mais informações sobre o Prêmio Destaque Pesquisador UFSC 50 Anos:

Professor Jorge Mário Campagnolo – Diretor de Projetos de Pesquisa
Fone: (48) 3721-9437
E-mail:

Professor Ricardo Rüther – Diretor do Núcleo de Apoio e Acompanhamento
Fone: (48) 3721-9846
E-mail:

Saiba Mais:

Homenagens já recebidos pelo professor João Batista Calixto:
2010 – Prêmio Gaspar Stemmer de Inovação, categoria protagonista da Inovação (primeiro lugar), conferido pelo governo do Estado de Santa Catarina, FAPESC.
2008 – Prêmio de Inovacao Tecnologica Natura Campus, Natura.
2007 – Prêmio SCOPUS, SCOPUS/CAPES.
2007 – Young Investigators Award, International Association of Inflammation Societies (IAIS).
2006 – Membro da Comissão técnica de Medicamentos – CATEME – Resolução RDC no.24 de 10/02/06, ANVISA.
2006 – Premio FINEP de Inovacao Tecnológica da Região Sul, 2006, FINEP.
2006 – Reconhecimento e homenagem de Centro de Ciências Biológicas – 30 anos, UFSC.
2005 – Membro do Comitê Gestor do Fundo de Biotecnologia, Ministério da Ciência e Tecnologia.
2003 – Prêmio “Jovem Investigador” Prof. Dr. José Ribeiro do Valle – 1o. colocado, XXXV Congresso Brasileiro de Farmacologia – SBFTE.
2002 – Prêmio José Ribeiro do Valle – segundo colocado, XXXIV Congresso Brasileiro de Farmacologia e Terapêutico Experimental – SBFTE.
2002 – Prêmio Mérito Universitário conferido pela Universidade Federal de Santa Catarina, Universidade Federal de Santa Catarina.
2002 – Classe de Comendador da Ordem, Ordem Nacional do Mérito Científico. Conferido pelo Presidente da República Fernando H. Cardoso.
2001 – Prêmio José Ribeiro do Valle – 2o. colocado, FESBE.
2000 – Prêmio José Ribeiro do Valle – 3o. colocado, XVI Latinamerican Congress of Pharmacology – ALF.
2000 – Membro Titular da Academia Brasileira de Ciências, Academia Brasileira de Ciências.
1999 – Prêmio José Ribeiro do Valle – 2o. colocado, XIV Reunião Anual da FESBE.
1998 – Prêmio José Ribeiro do Valle XIII – 1o colocado., XIII Reunião Anual da FESBE.
1998 – Prêmio José Ribeiro do Valle – 3o. colocado, XIII Reunião Anual da FESBE.
1998 – Prêmio José Ribeiro do Valle – 4o. colocado, XIII Reunião Anual da FESBE.
1979 – Prêmio Nacional da Sociedade Brasileira de Anestesiologia e Laboratório Parke-Davis -1º colocado., Brazilian Society of Anesthesiology.
1978 – Prêmio Nacional da Sociedade Brasileira de Anestesiologia e Laboratório Parke-Davis – 2º colocado., Brazilian Society of Anesthesiology.

Por Arley Reis / Jornalista da Agecom

Tags: calixtopremio destaque pesquisador

III Seminário Internacional de Gestão Social de Bacias Hidrográficas

19/11/2010 10:00

O evento será realizado na cidade de Santo Amaro da Imperatriz (SC), nos dias 25 e 26 de novembro, com a participação de pesquisadores dos Estados Unidos e Canadá. A organização é do Grupo Transdisciplinar de Pesquisas em Governança da Água e do Território (GTHidro), ligado ao Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental. A iniciativa tem parceria como o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Cubatão-Sul, responsável pela organização e recepção dos participantes na cidade de Santo Amaro da Imperatriz (SC).

O objetivo é apresentar nas bacias hidrográficas novas ideias geradas a partir de comunidades e grupos de pesquisas comprometidas com a gestão social da água e do território. Neste terceira edição jovens da Bacia do Rio Cubatão-Sul irão propor a criação e implementação de uma rede de educação ambiental.  Pesquisadores convidados apresentarão experiências sobre a nova lei nacional de águas do Québec e a estrutura de governança local do Comitê do Rio Saint-François; e o papel dos comitês sociais na governança de bens comuns, com base nas teorias de Elinor Ostrom, Prêmio Nobel de Economia de 2009. A programação também prevê momento de debate sobre a construção da Lei Brasileira de Águas e a proposição de hierarquização social dos instrumentos da Política Nacional de Recursos Hídricos.

Inscrições: http://www.gthidro.ufsc.br/iiisigsb

Mais informações: http://www.gthidro.ufsc.br / (48) 3721-7736

Tags: águarecursos hídricosseminário

Ciclo de Estudos em Nutrologia na UFSC discute obesidade e doenças cardiovasculares

19/11/2010 08:59

O conceito de programação metabólica foi introduzido na literatura na década de 70. Nos últimos 40 anos crescem as evidências científicas embasando sua participação na gênese de doenças crônicas muito prevalentes como a obesidade e doenças cardiovasculares. Para discutir estas questões os nutrologistas da UFSC e muitos convidados regionais e nacionais estão reunidos durante dois dias no “VII Ciclo de Estudos em Nutrologia”, no Auditório da Reitoria da UFSC. O evento encerra-se hoje, 19, às 18h. A realização do encontro foi da Menu – Metabologia e Nutrologia e da Divisão de Pediatria do Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago.

Com o tema “Crescimento/Desenvolvimento & Consignação”, os profissionais procuram atualizar-se no foco principal das discussões que é a prevenção nas crianças das doenças crônicas do adulto. Assim, esclarece a professora da UFSC Mônica L. Chang Wayhs, da Comissão Organizadora do Ciclo, “salienta-se a importância do monitoramento e de intervenções apropriadas sobre alimentação e estilo de vida em fases precoces da vida (fase intrauterina e primeiros anos) com repercussões positivas na saúde futura”.

A programação deste último dia de encontro no período da manhã será a mini-conferência “Consequências da Transição Nutricional”, com Dr. Mauro Fisberg (SP); mesa redonda “Prevenção das doenças do adulto na infância: Obesidade”, com o Dr. José Augusto Taddei (SP), Diabetes, Dra. Marilza Leal Nascimento (SC) e “Hipertensão”, com o Dr. Maurício Laerte Silva (SC) (SC)”; mesa-redonda “Orientação nutricional: A criança que não come”, com a Dra. Anne Lise Dias Brasil (SP), “A criança que come demais”, com o Dr. Mauro Fisberg (SP) e, “Rotulagem”, com o Dr. José Augusto Taddei (SP).

No período da tarde, a programação tem início com a mesa-redonda “Alergia alimentar – manifestações clínicas: Reações adversas aos alimentos”, com o Dr. Kennedy Shisler (PR); Manifestações gastrintestinais (esofagite/colite), com a Dra. Nilza Perin (SC) e “Manifestações IgE mediadas”, com a Dra. Helena Maria Vieira (SC)”; mesa-redonda “Alergia alimentar – Dificuldades relacionadas ao tratamento: Risco nutricional”, com a Dra. Fabíola Isabel Suano de Souza (SP), “Programas de apoio”, com a Dra. Renata Acelina Pires (SC) e “Encaminhamento – direitos da criança – apoio jurídico”, com o Dr. Maurício Pessutto (SC).

Por Celita Campos/jornalista na Agecom

Tags: ciclonutrologiaobesidade

Inscrições de trabalhos para o IX Encontro Nacional dos Pesquisadores do Ensino de História terminam em dezembro

19/11/2010 08:41

Prosseguem até o dia 13 de dezembro as inscrições de trabalhos para o IX Encontro Nacional dos Pesquisadores do Ensino de História. O evento será realizado na Universidade Federal de Santa Catarina, entre os dias 18 e 20 de abril de 2011. O tema é América Latina em perspectiva: culturas, memórias e saberes. A nona edição é uma realização da Associação Brasileira de Ensino de História (ABEH) e da UFSC.

Serão aceitos trabalhos realizadas por estudantes, educadores, pesquisadores ou profissionais do Ensino de História, dentro dos 11 eixos temáticos propostos pela comissão organizadora. As inscrições e o envio devem ser feitos pela internet.

Pela primeira vez, o evento também apresenta uma proposta de atividade chamada Grupo de Pesquisa. Através da iniciativa, grupos, núcleos e integrantes de laboratórios podem trocar experiências, divulgar e debater estudos, relatórios científicos e vivências. Para estes encontros não há necessidade de inscrição.

Mais informações:  http://www.ixenpeh.ufsc.br/index.php / (48) 3721-8639, com a professora Maria de Fátima Sabino Dias, coordenadora do evento, ou com a professora Raquel Alvarenga Sena Venera, da comissão de comunicação do IX Enpeh

Por Claudia Mebs Nunes / Bolsista de Jornalista na Agecom

Tags: ensinohistóriapesquisa

Palestra sobre fragmentação da América Latina abre segundo dia de seminário promovido pelo IELA

18/11/2010 17:42

Foto: Paulo Noronha/Agecom

“Há sempre necessidade de saber mais sobre as independências na América Latina”: foi assim que o professor Andres Kozel, da Universidad Nacional Autonoma de México (UNAM) começou a palestra “Considerações sobre a tese da independência como balcanização”, às 9h, do segundo dia do “Seminário 200 anos de Independências da América Latina”. O evento é promovido pelo Instituto de Estudos Latino-Americanos (IELA) da UFSC e acontece no auditório do CFH.

Com base nas obras de Jorge Abelardo Ramos, intelectual e político argentino que escreveu sobre a história da América Latina, Kozel questionou a existência de uma nação latino-americana e apontou as independências dos países como responsáveis pela fragmentação da região. Um dos motivos, segundo o professor, seria o fato de que as independências não foram sinônimo de liberação social. Quanto ao Brasil, o professor disse que Jorge Abelardo Ramos apresenta um antibrasileirismo por acreditar que o país está separado da América espanhola e teve um papel pró-britânico e antiamericano na guerra do Paraguai. Por isso, Kozel afirma existir uma polêmica a respeito da inclusão do país na América Latina.

Sobre o IELA

Se dependesse do IELA, tal polêmica não existiria: seus integrantes afirmam que os brasileiros também são latino-americanos, ainda que com certa inconsistência. O Instituto realiza pesquisas dedicadas ao conhecimento da realidade da América Latina, consolidando um núcleo de reflexão. O Seminário 200 anos de Independência na América Latina foi promovido para atender a necessidade de recuperação histórica.

Mais informações: http://www.iela.ufsc.br.

Marília Marasciulo / Bolsista de Jornalismo na Agecom

Tags: América LatinaAndres KozelIELAseminário

Professor Pierre Delvenne ministra palestra na UFSC

18/11/2010 17:03

O Instituto de Pesquisa em Riscos e Sustentabilidade (IRIS) e o Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política (PPGSP) da UFSC promovem a palestra “Consulta pública do Parlamento Europeu na avaliação de tecnologias à luz da teoria da Modernização Reflexiva em ação”, com o professor Pierre Delvenne, do Département de Sciences Politiques da Université de Liège (Bélgica).

O evento será em espanhol, no dia 23 de novembro, às 18h30, no miniauditório do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH).

Outras informações pelo telefone (48) 3721-8631 ou pelo site www.iris.ufsc.br.

Tags: IRISPierre DelvennePPGSPUFSC

II Congresso Brasileiro em Gestão do Ciclo de Vida

18/11/2010 16:40

Tema: Colaborando com decisões sustentáveis. De 24 a 26/11, no Hotel Maria do Mar, Florianópolis. Informações: www.ciclodevida.ufsc.br/congresso ou (48) 3721-7754

Programação

Dia 24/11/2010

8h – 8h30 – Inscrições

8h – 12h – Minicursos

13h30 – 18h30 – Minicursos

18h30 – 19h – Cerimônia de abertura

19h – Coquetel

Dia 25/11/2010

10h – 12h – Apresentação de trabalhos técnicos

12h – 13h30 – Intervalo para almoço

13h30 – 15h30 – Mesa-redonda – Percepção da ACV – Políticas, pesquisa, aplicação

Moderador – Aldo Roberto Ometto (Universidade São Paulo – USP)

Sonia Valdivia (United Nations Environment Programme – UNEP/França)

Gil Anderi da Silva (Universidade de São Paulo – USP)

Fabien Brònes (Natura)

16h – 18h – Mesa-redonda – Avanços na Gestão do Ciclo de Vida na América Latina

Moderador – Cássia Maria Lie Ugaya (Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR)

Nydia Suppen Reynaga (Centro de Analisis de Ciclo de Vida y Diseño Sustentable-México)

Cássia Maria Lie Ugaya (Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR)

Gregor Wernet (Ecoinvent/Suíça)

Dia 26/11/2010

8h30 – 12h – Apresentação de trabalhos técnicos

12h – 13h30 – Intervalo para almoço

13h30 – 15h30 – Mesa-redonda – ACV em Setores Chaves da Economia

Moderador – Armando Caldeira-Pires (Universidade Brasília – UnB)

Electo Eduardo Silva Lora (Universidade Federal de Itajubá – UNIFEI)

Airton Spies (Secretaria de Agricultura/Epagri)

Leda Coltro (Instituto de Tecnologia de Alimentos – ITAL)

16h – 18h – Mesa-redonda – Disseminação do ciclo de vida no Brasil e a base de dados brasileira

Moderador – Maria Marta (Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT/SP)

Celina Lamb (Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia – IBICT/Brasília)

Elizabeth dos Santos Cavalcanti (INMETRO/RJ)

18h – 19h – Cerimônia de encerramento e entrega de certificados de melhor pôster e melhor artigo.

Tags: ciclo de vidacongresso brasileiroUFSC

Reitor destaca papel da procuradoria no crescimento e transformação da UFSC

18/11/2010 16:21

Reitor da UFSC Alvaro Prata - Fotos: Paulo Noronha/Agecom

O reitor da UFSC, Alvaro Toubes Prata, destacou a importância da procuradoria federal junto à Universidade no painel “O papel das procuradorias sob o ponto de vista dos reitores”, realizado na manhã desta quinta-feira, dia 18, dentro da programação do VI Fórum Nacional dos Procuradores-Chefes das Instituições Federais de Ensino Superior, aberto ontem e que prossegue até sexta-feira no hotel Majestic, em Florianópolis. “A procuradoria tem exercido um grande papel, sobretudo porque nossa instituição está se reestruturando, se expandindo e se interiorizando”, afirmou Prata.

Em sua palestra, Alvaro Prata ressaltou que a procuradoria “possui uma relevância enorme por ajudar a Universidade a encontrar seu próprio caminho”. Hoje, a UFSC tem 50% a mais de alunos que no início de 2009, vem se internacionalizando e cuidando da mobilidade estudantil e da capacitação de seus quadros. “Neste sentido, como ocorre em outras universidades, a procuradoria federal exerce um papel superlativo, por causa das transformações em curso e dos grandes compromissos das instituições com o crescimento social e econômico do país”, ressaltou o reitor.

Ele também destacou que essa harmonia não é regra em todas as universidades brasileiras. “Há instituições em que o procurador precisa acionar o Ministério Público por causa da postura do reitor em relação a determinados temas e decisões”, disse. As transformações criam inseguranças, por isso a necessidade de cada procurador conhecer bem a instituição a que atende.

Neste ponto, o procurador da UFSC, Nilto Parma, que é funcionário de carreira, deixa a Universidade em posição confortável, porque evita conflitos com órgãos de controle externo e funciona como um consultor e assessor jurídico sempre presente. “Estamos em excelentes mãos”, afirmou Prata.

O VI Fórum Nacional dos Procuradores-Chefes das Instituições Federais de Ensino Superior prossegue hoje à tarde com uma mensagem do procurador-geral federal Marcelo de Siqueira Freitas, tempo para perguntas e um espaço para a discussão de assuntos gerais das procuradorias. Amanhã, sexta-feira, haverá quatro painéis: “Carreira jurídica e seu relacionamento com o Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão, MEC e Instituições Federais de Ensino Superior”, “Grupo de Trabalho Propriedade Intelectual”, “A visão do Judiciário sobre a Procuradoria Federal – Aspectos destacados” e “Grupo de Trabalho Minutas Padrão”.

Mais informações: (48) 3721-6014, 3721-9239 e 8405-8465, com o procurador da UFSC Nilto Parma, ou 3877-9015 e 9971-0880, com o procurador do IFSC, Roberto Ritter Von Jelita, pelo site www.fnpc.ufsc.br.

Paulo Clóvis Schmitz/Jornalista na Agecom

Tags: fórumIFESprocuradores-chefes

Professor emérito da UFMG profere palestra sobre educadores do campo

18/11/2010 10:55

Acontecerá no próximo dia 22, segunda-feira, no auditório do Centro de Filosofia e Ciências (CFH), das 13h30min às 17h, a palestra “A formação dos educadores do campo”, com Miguel Arroyo, professor titular emérito da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerias. A realização é da Licenciatura em Educação do Campo (PIBID/CED/UFSC) com apoio do Instituto de Educação do Campo e Secretaria de Educação do município de Garopaba. Mais informações pelo fone (48) 3721-9905.

Tags: educação do campomiguel arroyopalestra

Seminário África: diálogos entre Literatura, História e Artes

17/11/2010 18:58

Dia 19/11, sexta-feira, às 9h, no Centro de Cultura e Eventos. Seminário oferece certificação pelo DAEX. Inscrições gratuitas: www.muralafrica.ufsc.br

O Concerto Musical Danças Negras com o grupo Batuque de Cordas, composto por dois violonistas, encerrará o evento. A apresentação acontece no dia 19/11, às 19h15, no auditório Garapuvu, Centro de Cultura e Eventos. Gratuito e aberto ao público.

Tags: ÁfricaseminárioUFSC

Zunido de Poema estreia no Teatro da UFSC com entrada franca

17/11/2010 18:28

Zunido de Poema é uma performance poético-musical criada a partir do livro de poemas Álbum Vermelho, de autoria da poeta Ryana Gabech. O espetáculo, patrocinado pela Funcultural, explora poesia, música e sonoridades experimentais, buscando libertar a poesia do suporte livro e aproximá-la do público através de uma linguagem inventiva e dinâmica.

Ryana Gabech e Toucinho Batera protagonizam a performance que será apresentada em teatros, escolas e espaços culturais da Grande Florianópolis em uma temporada de dez espetáculos com entrada franca.

A estreia, dia 21 de novembro, às 19h, no Teatro da UFSC, contará com a participação dos músicos Bárbara Damásio (voz), Giann Thomasi (sax), Carlos Ribeiro Júnior (contra-baixo) e Leandro Fortes (guitarra), que apresentarão no show de abertura canções de autoria de Ryana Gabech em parceria com compositores reconhecidos no cenário musical em nível internacional, como Travesseiro de Estrelas (Ryana Gabech / Alegre Corrêa), vencedora do 2º Festival da Música e da Integração Catarinense, em 2008.

Em dezembro, dias 4 e 5, às 17h, a apresentação ocorrerá na Casa das Máquinas – pracinha da Lagoa da Conceição – e contará com a presença do músico Alegre Corrêa (guitarra e voz), parceiro de Gabech em diversas composições. Para acompanhar a agenda da temporada de Zunido de Poema e saber mais sobre o trabalho de Ryana é só acessar ryanagabecholiveira.blogspot.com.

Ryana é artista plástica, poeta e performer. Lançou seu primeiro livro aos 15 anos de idade. Publicou cinco livros de poemas: Mar e Avelãs, A data invisível do poema, Trêmulo e Álbum Vermelho. Em 2008 e 2009, realizou turnê por Florianópolis, Itajaí e Parati (RJ) com a performance Trêmulo, criada a partir do livro homônimo, ambos de sua autoria. É integrante do coletivo de artistas LAAVA, pelo qual ministrou oficinas de poesia em Florianópolis, Palhoça e Rio de Janeiro.

Toucinho Batera atua na cena musical nacional há mais de 40 anos. Ao longo dessa trajetória acompanhou artistas renomados como Fafá de Belém, Originais do Samba, Pery Ribeiro, Eduardo Araújo e César Camargo Mariano. Foi homenageado pelos cineastas Alan Langdon e Guilherme Ledoux, que produziram o documentário Sistema de Animação, sobre sua vida e arte, lançado em 2008 e contemplado com diversos prêmios em mostras e festivais de cinema nacionais.

Ficha técnica:

Ryana Gabech – concepção, textos e performance

Toucinho Batera – direção musical, arranjos sonoros, bateria, teclado e performance

Lendro Fortes – arranjos musicais

Maria Fernanda Jacob – figurino

Marina Borck – fotografia

Sarah Ferreira – filmagem e makin of

Luiz Henrique dos Santos – arte gráfica

Cleiton Moreira e Juliana Sussel – direção cênica

Andrea Rosas – produção executiva

Informações:

(48) 3365-0532 e 8477-3551

E-mail

Tags: teatroUFSCZunido de Poema

Seminário Morte e Luto

17/11/2010 18:14

Dia 22/11, das 8h30 às 12h, e das 14h às 17h30, no auditório do Hospital Universitário (HU). Inscrições pelo telefone (48) 3721-8042, com Cátia, da AAHU. Evento gratuito para os sócios da Associação. Não-sócios pagam R$ 10. As vagas são limitadas.

Ministrantes:

Pr. Mario Sontag, pastor da Igreja Evangélica Luterana do Brasil, capelão do Hospital Universitário da ULBRA – Canoas, RS, mestre em Teologia Prática e especialista em Cuidados Paliativos e Assistência Espiritual Hospitalar.

Laura Cristina da Silva Lisboa de Souza, doutora em Enfermagem/UFSC, professora Adjunta do Curso de Graduação em Enfermagem da UFSC e mestre em Enfermagem e Processo de Morte e Morrer: Possibilidades de Cuidado ao Cuidador.

Ana Claudia Moraes, assistente social do HU/UFSC e membro da Comissão Intra Hospitalar de Doação de Órgãos para Pesquisa e Transplante – CIHDOT.

Charles Roberto Mineiro da Silva, psicólogo formado pela UFSC e membro da RNT – Rede Nacional de Tanatologia.

Frei Luiz Antonio Frigo (Paróquia Santíssima Trindade), teólogo, filósofo, mestre em Ciências da Educação, coordenador da Pastoral Universitária UFSC e assistente Espiritual no HU/UFSC.

Coordenação:

Maria de Lourdes Cardoso

Núcleo de Capacitação – AAHU

Tags: HUmorte e lutoseminárioUFSC

Seminário discute as relações intempestivas geradas na fricção entre arte contemporânea e sociedade

17/11/2010 16:39

Seminário "O Mal Estar da (na) Arte Contemporânea"

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) promove o Seminário “O Mal Estar da (na) Arte Contemporânea”, nos dias 18 e 19 de novembro, com o objetivo de discutir as relações intempestivas geradas na fricção entre arte contemporânea e sociedade. Essa proposição é o resultado consequente dos recentes episódios que envolveram o aluno de Artes Cênicas da UFSC, Roberto Chaves (Betinho), que foi detido quando fazia uma performance nu em homenagem aos indígenas brasileiros, durante a 3ª Semana Ousada de Arte UFSC & Udesc.

Aproveitando a institucionalidade das funções profissionais, os organizadores do seminário querem pautar uma discussão que até então vem sendo atravessada por conservadorismos, preconceitos, discriminações, etc. O evento é aberto à comunidade.

Na programação, oficinas, performances e mesas-redondas, que serão realizadas na antiga Cantina do Centro de Comunicação e Expressão (CCE), considerado o espaço mais simbolicamente politizado do Centro. Entre os convidados estão: Yiftah Peled, Roberto Freitas, Massimo Canevacci, Prudente Mello, Alejandro Ahmed e Pedro Bennaton.

As inscrições podem ser feitas no início do seminário para aqueles que desejarem o certificado de atividades complementares.

Programação:

Dia 18/11:

9h -12h: Oficina de Arte Contemporânea Para os Seguranças da UFSC – professor Aglair Bernardo

Local: Sala 402 – CFM

12h – Performance na Brasa de Pindorama – Betinho Chaves

Local: Restaurante Universitário (advertimos que a performance contém cena de nudez)

14h – 15h30 – Mesa-redonda 1: Ousadia e Arte: Entre Tapas e Beijos

Componentes: Maria de Lourdes Borges, Alckmar Luiz dos Santos e Yiftah Peled.

Mediação: Fabio Salvatti

Local: Antiga Cantina do CCE

16h -17h30 – Mesa-redonda 2: Um Corpo Obsceno e Mal Comportado

Componentes: Clélia Mello, Roberto Freitas e Massimo Canevacci.

Mediação: Janaina Martins

Local: Antiga Cantina do CCE

16h -18h – Performance As faces de Ofélia – Gabriela Fregoneis

Local: Sala 402 – CFM

Dia 19/11:

9h -12h – Oficina Arte e cadeia: o que fazer em caso de detenção? – Prudente Mello

Local: Sala 402 – CFM

14h -15h30 – Mesa-redonda 3: Arte e crime: zonas de tensão

Componentes: Prudente Mello, Pedro Bennaton, Alejandro Ahmed, Aglair Bernardo.

Mediação: Rodrigo Garcez

Local: Antiga Cantina do CCE

16h -18h – Bate papo sobre o processo criativo da Performance 5760 – Thaís Penteado e Ilze Körting

Local: Sala 402 – CFM

Realização:

PACT – Grupo de Estudos de Performance, Artes Cênicas e Tecnologia

LIAA – Laboratório de Interface entre Arte e Ativismo

TRËMA – Artes e Mestiçagens Poéticas

Apoio: DALi – SeCArte

Outras informações pelo telefone (48) 3721-9704 ou endereço htpp://arteselibras.paginas.ufsc.br.

Tags: arte contemporâneaRoberto ChavesseminárioUFSC