Programa de extensão promove palestra ‘Administração Pública Empreendedora’

17/04/2017 12:29

O programa de extensão Administração Pública em Debate irá promover a palestra “Administração Pública Empreendedora no dia 2 de maio, às 19 horas, no Auditório do Centro Socioeconômico da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

A palestra será ministrada por Milton Hobus, profissional de destaque no cenário político catarinense.

O programa de extensão é integrante do Núcleo de Gestão Pública Brasileira do Departamento de Ciências da Administração (CAD) da UFSC e visa promover debates em torno de temas emergentes relacionados à Gestão Pública Brasileira.

Os interessados em participar do evento deverão preencher ficha de inscrição disponível aqui.

A inscrição no evento é gratuita e os participantes receberão certificado de participação.

 

Tags: administração públicaCentro SocioeconômicoCSEUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC mantém nota máxima na avaliação do Enade 2015

09/03/2017 12:52

O Ministério da Educação (MEC) divulgou, na quarta-feira, dia 8, os resultados do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) realizado em 2015. O teste avalia as redes de ensino públicas e privadas, por meio de provas aplicadas aos estudantes do primeiro e último anos de cada curso. Dentre as 12  universidades que tiraram nota 5, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) ficou na 7ª posição com IGC contínuo de 4,0935. No Enade anterior, de 2014, dentre as 12 universidades com a nota 5, a UFSC havia ficado na 6ª posição com IGC contínuo de 4,1294.

O conceito Enade é o principal indicador do Índice Geral de Cursos (IGC) avaliados da instituição, que monitora a qualidade dos cursos de graduação e divide as instituições por totais contínuos que vão de 0 a 5 pontos, com divisão por casas decimais, e em faixas que vão de 1 a 5. Avaliações abaixo de três são consideradas insatisfatórias pelo MEC. Para estarem em um nível aceitável de prestação de serviços de educação, é preciso tirar de 3 a 5 (5 é a nota máxima).

O MEC também divulgou o Conceito Preliminar de Curso (CPC), um indicador de qualidade que avalia os cursos superiores, calculado no ano seguinte ao da realização do Enade de cada área, com base na avaliação de desempenho de estudantes, corpo docente, infraestrutura, recursos didático-pedagógicos e demais insumos. O CPC, assim como o Conceito Enade, também é calculado por Unidade de Observação e é divulgado anualmente para os cursos que tiveram pelo menos dois estudantes concluintes participantes e dois estudantes ingressantes registrados no Sistema Enade. Os cursos que não atendem a esses critérios não têm seu CPC calculado, ficando sem conceito.

O Inep divulgou, ainda, os conceitos médios de Graduação, Mestrado e Doutorado das instituições (ver tabela abaixo) e dados adicionais sobre as instituições e estudantes pesquisados (ver link).

Confira a avaliação:

UFSC – Conceito 5

IGC contínuo – 4,0935

Indicadores das 12 melhores do Enade 2015

Nome da IES Sigla da IES UF da IES Nr. de Cursos com CPC no Triênio Conceito médio da Graduação Conceito Médio do Mestrado Conceito Médio do Doutorado IGC (Contínuo) IGC (faixa)
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS UNICAMP SP 48 2,9393 4,8599 4,9233 4,3714 5
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS RS 55 3,2858 4,8871 4,9475 4,2854 5
UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UFMG MG 58 3,3889 4,8475 4,9382 4,2079 5
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO UNIFESP SP 30 3,1258 4,5660 4,8285 4,1427 5
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO UFRJ RJ 65 3,1720 4,8001 4,9270 4,1191 5
FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC UFABC SP 18 3,8763 4,3106 4,4842 4,1080 5
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA UFSC SC 60 3,2460 4,7611 4,9010 4,0935 5
UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA UFV MG 60 3,4252 4,6690 4,9105 4,0525 5
UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS UFLA MG 23 3,4585 4,6466 4,8486 4,0410 5
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS UFSCAR SP 46 3,2674 4,5126 4,8257 3,9809 5
UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UNB DF 57 3,4277 4,5526 4,7124 3,9767 5

Conceito Enade  e Conceito Preliminar de Curso (CPC) 2015 dos cursos da UFSC

O Enade avalia cursos relacionados a áreas específicas, e, nesta edição, avaliou os seguintes cursos em todo o Brasil: Bacharelados em Administração; Administração Pública; Ciências Contábeis; Ciências Econômicas; Comunicação Social – Jornalismo; Comunicação Social – Publicidade e Propaganda; Design;  Direito; Psicologia; Relações Internacionais; Secretariado Executivo; Teologia e Turismo; além dos tecnológicos Comércio Exterior, Design de Interiores; Design de Moda; Design Gráfico; Gastronomia; Gestão Comercial; Gestão da Qualidade; Gestão de Recursos Humanos; Gestão Financeira; Gestão Pública; Logística; Marketing; Processos Gerenciais.

Foram avaliados 15 cursos na UFSC:

Código do Curso Código da Área Área de Enquadramento Município do Curso CPC Contínuo CPC Faixa Conceito Enade (Contínuo) Conceito Enade Faixa)
314238 18 PSICOLOGIA FLORIANÓPOLIS/SC  –  –  –  –
116530 26 DESIGN DE PRODUTO FLORIANÓPOLIS/SC Curso não-reconhecido até 31/12/2015
14213 1 ADMINISTRAÇÃO FLORIANÓPOLIS/SC 3,1307 4 4,2631 5
14223 2 DIREITO FLORIANÓPOLIS/SC 3,1407 4 4,0894 5
14222 803 JORNALISMO FLORIANÓPOLIS/SC 3,5379 4 4,6076 5
14219 22 CIÊNCIAS CONTÁBEIS FLORIANÓPOLIS/SC 3,1721 4 3,6468 4
116526 26 DESIGN FLORIANÓPOLIS/SC 3,1452 4 3,3537 4
82368 67 SECRETARIADO EXECUTIVO FLORIANÓPOLIS/SC 3,4101 4 3,7496 4
116532 81 RELAÇÕES INTERNACIONAIS FLORIANÓPOLIS/SC 2,7923 3 3,6010 4
123582 100 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FLORIANÓPOLIS/SC 3,6404 4 3,3782 4
1130129 1 ADMINISTRAÇÃO (A DISTÂNCIA) FLORIANÓPOLIS/SC 3,0727 4 2,5054 3
14220 13 CIÊNCIAS ECONÔMICAS FLORIANÓPOLIS/SC 2,5935 3 2,3182 3
113465 13 CIÊNCIAS ECONÔMICAS (A DISTÂNCIA) FLORIANÓPOLIS/SC 2,7742 3 1,2517 2
113467 22 CIÊNCIAS CONTÁBEIS (A DISTÂNCIA) FLORIANÓPOLIS/SC 2,8487 3 1,6828 2
116528 26 DESIGN DE ANIMAÇÃO FLORIANÓPOLIS/SC 1,8417 2 1,2560 2

 

Fonte:
Informações disponíveis no site do Inep
compiladas por Mayra Cajueiro Warren/Agecom/UFSC

Tags: administraçãoadministração públicaciências contábeisCiências EconômicasComunicação Social - JornalismoConceito EnadeConceito Preliminar de Curso (CPC)designDireitopsicologiarelações internacionaisSecretariado ExecutivoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Técnico do IPEA ministra palestra sobre gestão do conhecimento na administração pública

23/04/2012 15:49

Fábio Ferreira Batista desenvolveu em seu pós-doutorado no EGC/UFSC um modelo de Gestão do Conhecimento para instituições públicas

A gestão do conhecimento pode ajudar as instituições públicas a enfrentar seus dois principais desafios: o combate à corrupção e a melhoria na gestão. É o que defende o técnico do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), Fábio Ferreira Batista, que acaba de lançar o livro “Modelo de Gestão do Conhecimento para a Administração Pública Brasileira”. A obra é resultado de seu pós-doutorado no programa de Engenharia e Gestão do Conhecimento da UFSC e foi apresentada nesta segunda-feira, 23 de abril, para pesquisadores e professores na universidade. A palestra foi organizada pelo Núcleo de Gestão para Sustentabilidade (Grupo NGS) do EGC/UFSC.

Para o autor, a Gestão do Conhecimento (GC) tem que ter foco em resultado. “Não se justifica fazer Gestão do Conhecimento como um fim em si mesma. É fundamental trazer benefícios para os cidadãos”, explica o autor. O processo de GC envolve identificar, captar, armazenar, compartilhar e aplicar o conhecimento do qual a organização precisa. É um modelo que pode ser utilizado em organizações tão diversas como, por exemplo, escolas que queiram reduzir índices de reprovação, quanto hospitais que queiram compartilhar uma determinada técnica entre seus especialistas.

Livro traz modelo para implementar a gestão do conhecimento na administração pública, com objetivo de beneficiar o cidadão-usuário

Além de apresentar o embasamento teórico sobre o tema, o livro traz um manual para que as organizações públicas brasileiras possam implementar suas práticas de Gestão do Conhecimento. “A ideia é que possa ser utilizado em entidades dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, dos níveis federal, estadual e municipal”, explica o autor. Com apresentações de Marcio Pochmann, presidente do Ipea, e de Alvaro Prata, reitor da UFSC, a obra está disponível para download.

O autor destaca também o caráter holístico do modelo, que busca associar a GC com planejamento estratégico, programas de qualidade e planejamento orçamentário e financeiro. “As práticas de Gestão do Conhecimento não surgem do nada e sim da visão estratégica na instituição”, explica.

A GC na administração pública é um tema que começou a ser debatido e adotado recentemente. Em sua pesquisa na literatura sobre o tema, Fábio identificou que apenas 6,3% dos estudos tratam sobre GC no setor público. No Brasil, entre as instituições pioneiras estão a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o Instituto Nacional do Câncer (Inca) e o Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

A vinda do técnico do IPEA à UFSC é também uma oportunidade para ampliar o convênio entre as duas instituições. A meta é desenvolver novos projetos para colocar a GC em prática nas organizações públicas.

Texto e foto: Laura Tuyama, jornalista na Agecom.

Mais informações:

Link para download do livro “Modelo de Gestão do Conhecimento para a Administração Pública Brasileira”:
http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/livros/livros/livro_modelodegestao_vol01.pdf

Tags: administração públicaEngenharia e Gestão do Conhecimentogestão do conhecimentoIPEAUFSC