HU solicita doação de sangue antes das férias

05/07/2011 17:02

O Hospital Universitário (HU) está solicitando doação de sangue, principalmente dos tipos O+ e O-, para manter o estoque que costuma diminuir no período das férias escolares.

Orientações para doadores de sangue
Há critérios que permitem ou que impedem uma doação de sangue, que são determinados por normas técnicas do Ministério da Saúde, e visam à proteção ao doador e a segurança de quem vai receber o sangue. Antes da doação você vai passar por uma entrevista de triagem clínica, na qual podem ser detectadas algumas condições adicionais que possam impedir sua doação.

O doador deve…
– trazer documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista, carteira do conselho profissional ou carteira nacional de habilitação);
– estar bem de saúde;  ter entre 18 e 65 anos;   pesar mais de 50 Kg;
não estar em jejum; evitar apenas alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação.

Impedimentos temporários
– Febre, Gripe ou resfriado
– Gravidez, Puerpério: parto normal, 90 dias; cesariana, 180 dias
– Uso de alguns medicamentos
– Pessoas que adotaram comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis

Prazos de impedimentos
– Extração dentária: 72 horas
– Ingestão de bebida alcoólica 24h antes  da doação
– Transfusão de sangue: 1 ano
– Tatuagem e piercing: 1 ano
Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina

Impedimentos definitivos
Hepatite após os 10 anos de idade
– Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: hepatites B e C, Aids (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas
– Uso de drogas ilícitas injetáveis
– Malária

Intervalos para doação
– Homens: 60 dias (até 4 doações por ano)
– Mulheres: 90 dias (até 3 doações por ano)

Cuidados pós-doação
– Evitar esforços físicos exagerados por pelo menos 12 horas
– Aumentar a ingestão de líquidos
– Não fumar por cerca de 2 horas
– Evitar bebidas alcóolicas por 12 horas
– Manter o curativo no local da punção por pelo menos de 4 horas
– Não dirigir veículos de grande porte, trabalhar em andaimes, praticar paraquedismo ou mergulho

Doe sangue com responsabilidade
Você sabe o que é
janela imunológica? É o período entre a contaminação da pessoa por um determinado agente infeccioso (HIV, hepatite…) e a sua detecção nos exames laboratoriais. No período da janela imunológica, os exames são negativos, mas mesmo assim o sangue doado é capaz de transmitir o agente infeccioso aos pacientes que o receberem. A sinceridade ao responder as perguntas do questionário que antecede a doação é importante para evitar a transmissão de doenças aos pacientes. Nunca doe sangue se você quiser apenas fazer um exame para Aids. Neste caso, procure um Centro de Testagem Anônima e gratuita.

Em caso de dúvidas, entrar em contato com o Serviço de Hemoterapia do HU pelos telefones:   (48) 3721-9114 manhã / 3721-9859  tarde.

Local e horário para doação:
Unidade de Coleta de Doadores de Sangue do HU – UFSC
Ed. Voluntária Dona Cora – Prédio da AAHU- Trindade – Florianópolis  (SC)
Horário: segunda a sexta-feira, 7h30min às 12h

Tags: HUsangue

Hospital Universitário necessita urgente de doadores de sangue A e O negativo

21/06/2011 14:51

O Hospital Universitário da UFSC comunica que necessita com urgência de doadores de sangue tipo A e O negativo. O Serviço de Hemoterapia está sem bolsas de sangue desses tipos e o HU possui diversos pacientes internados necessitando de transfusão.

Local e horário para doação:
Unidade de Coleta de Doadores de Sangue do HU – UFSC
Ed. Voluntária Dona Cora – Prédio da AAHU- Trindade – Florianópolis  (SC)
Horário: segunda a sexta-feira, das 7h30min às 12h.

Orientações para doadores de sangue
Há critérios que permitem ou que impedem uma doação de sangue, que são determinados por normas técnicas do Ministério da Saúde, e visam à proteção ao doador e à segurança de quem vai receber o sangue. Antes da doação, há uma entrevista de triagem clínica, na qual podem ser detectadas algumas condições adicionais que possam impedir a ação.

O doador deve…
– trazer documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista, carteira do conselho profissional ou carteira nacional de habilitação);
– estar bem de saúde; ter entre 18 e 65 anos; pesar mais de 50 Kg;
– não estar em jejum; evitar apenas alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação.

Impedimentos temporários
– Febre, gripe ou resfriado;
– Gravidez, puerpério: parto normal, 90 dias; cesariana, 180 dias;
– Uso de alguns medicamentos;
– Pessoas que adotaram comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis.

Prazos de impedimentos
– Extração dentária: 72 horas;
– Ingestão de bebida alcoólica 24h antes  da doação;
– Transfusão de sangue: 1 ano;
– Tatuagem e piercing: 1 ano;
– Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina.

Impedimentos definitivos
– Hepatite após os 10 anos de idade;
– Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: hepatites B e C, Aids (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas;
– Uso de drogas ilícitas injetáveis;
– Malária.

Intervalos para doação
– Homens: 60 dias (até 4 doações por ano);
– Mulheres: 90 dias (até 3 doações por ano).

Cuidados pós-doação
– Evitar esforços físicos exagerados por pelo menos 12 horas
– Aumentar a ingestão de líquidos
– Não fumar por cerca de 2 horas
– Evitar bebidas alcóolicas por 12 horas
– Manter o curativo no local da punção por pelo menos de 4 horas
– Não dirigir veículos de grande porte, trabalhar em andaimes, praticar paraquedismo ou mergulho

Doe sangue com responsabilidade
Você sabe o que é
janela imunológica?

É o período entre a contaminação da pessoa por um determinado agente infeccioso (HIV, hepatite…) e a sua detecção nos exames laboratoriais. No período da janela imunológica, os exames são negativos, mas mesmo assim o sangue doado é capaz de transmitir o agente infeccioso aos pacientes que o receberem. A sinceridade ao responder as perguntas do questionário que antecede a doação é importante para evitar a transmissão de doenças aos pacientes. Nunca doe sangue se você quiser apenas fazer um exame para Aids. Neste caso, procure um Centro de Testagem Anônima e gratuita.

Em caso de dúvidas, entrar em contato com o Serviço de Hemoterapia do HU pelos telefones (48) 3721-9114 – manhã – e 3721-9859 – tarde.

Tags: A e O negativodoadores de sangueHU

HU necessita sangue O negativo

14/06/2011 09:03

O Hospital Universitário da UFSC comunica a necessidade de  doadores de sangue tipo “O” Negativo. O estoque do Serviço de Hemoterapia está baixíssimo e o HU possui diversos pacientes internados necessitando transfusão.

Orientações para doadores de sangue
Há critérios que permitem ou que impedem uma doação de sangue, que são determinados por normas técnicas do Ministério da Saúde, e visam à proteção ao doador e a segurança de quem vai receber o sangue. Antes da doação você vai passar por uma entrevista de triagem clínica, na qual podem ser detectadas algumas condições adicionais que possam impedir sua doação.

O doador deve…
– trazer documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista, carteira do conselho profissional ou carteira nacional de habilitação);
– estar bem de saúde;  ter entre 18 e 65 anos;   pesar mais de 50 Kg;
não estar em jejum; evitar apenas alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação.

Impedimentos temporários
– Febre, Gripe ou resfriado
– Gravidez, Puerpério: parto normal, 90 dias; cesariana, 180 dias
– Uso de alguns medicamentos
– Pessoas que adotaram comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis

Prazos de impedimentos
– Extração dentária: 72 horas
– Ingestão de bebida alcoólica 24h antes  da doação
– Transfusão de sangue: 1 ano
– Tatuagem e piercing: 1 ano
Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina

Impedimentos definitivos
Hepatite após os 10 anos de idade
– Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: hepatites B e C, Aids (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas
– Uso de drogas ilícitas injetáveis
– Malária

Intervalos para doação
– Homens: 60 dias (até 4 doações por ano)
– Mulheres: 90 dias (até 3 doações por ano)

Cuidados pós-doação
– Evitar esforços físicos exagerados por pelo menos 12 horas
– Aumentar a ingestão de líquidos
– Não fumar por cerca de 2 horas
– Evitar bebidas alcóolicas por 12 horas
– Manter o curativo no local da punção por pelo menos de 4 horas
– Não dirigir veículos de grande porte, trabalhar em andaimes, praticar paraquedismo ou mergulho

Doe sangue com responsabilidade
Você sabe o que é
janela imunológica? É o período entre a contaminação da pessoa por um determinado agente infeccioso (HIV, hepatite…) e a sua detecção nos exames laboratoriais. No período da janela imunológica, os exames são negativos, mas mesmo assim o sangue doado é capaz de transmitir o agente infeccioso aos pacientes que o receberem. A sinceridade ao responder as perguntas do questionário que antecede a doação é importante para evitar a transmissão de doenças aos pacientes. Nunca doe sangue se você quiser apenas fazer um exame para Aids. Neste caso, procure um Centro de Testagem Anônima e gratuita.

Em caso de dúvidas, entrar em contato com o Serviço de Hemoterapia do HU pelos telefones:   (48) 3721-9114 manhã / 3721-9859  tarde.

Local e horário para doação:
Unidade de Coleta de Doadores de Sangue do HU – UFSC
Ed. Voluntária Dona Cora – Prédio da AAHU- Trindade – Florianópolis  (SC)
Horário: segunda a sexta-feira, 7h30min às 12h
Tags: HU

Hospital Universitário necessita de doadores O negativo

13/06/2011 16:20

O Hospital Universitário da UFSC comunica a necessidade de  doadores de sangue tipo “O” Negativo. O estoque do Serviço de Hemoterapia está baixíssimo e o HU possui diversos pacientes internados necessitando transfusão.

Orientações para doadores de sangue
Há critérios que permitem ou que impedem uma doação de sangue, que são determinados por normas técnicas do Ministério da Saúde, e visam à proteção ao doador e a segurança de quem vai receber o sangue. Antes da doação você vai passar por uma entrevista de triagem clínica, na qual podem ser detectadas algumas condições adicionais que possam impedir sua doação.

O doador deve…
– trazer documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista, carteira do conselho profissional ou carteira nacional de habilitação);
– estar bem de saúde;  ter entre 18 e 65 anos;   pesar mais de 50 Kg;
não estar em jejum; evitar apenas alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação.

Impedimentos temporários
– Febre, Gripe ou resfriado
– Gravidez, Puerpério: parto normal, 90 dias; cesariana, 180 dias
– Uso de alguns medicamentos
– Pessoas que adotaram comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis

Prazos de impedimentos
– Extração dentária: 72 horas
– Ingestão de bebida alcoólica 24h antes  da doação
– Transfusão de sangue: 1 ano
– Tatuagem e piercing: 1 ano
Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina

Impedimentos definitivos
Hepatite após os 10 anos de idade
– Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: hepatites B e C, Aids (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas
– Uso de drogas ilícitas injetáveis
– Malária

Intervalos para doação
– Homens: 60 dias (até 4 doações por ano)
– Mulheres: 90 dias (até 3 doações por ano)

Cuidados pós-doação
– Evitar esforços físicos exagerados por pelo menos 12 horas
– Aumentar a ingestão de líquidos
– Não fumar por cerca de 2 horas
– Evitar bebidas alcóolicas por 12 horas
– Manter o curativo no local da punção por pelo menos de 4 horas
– Não dirigir veículos de grande porte, trabalhar em andaimes, praticar paraquedismo ou mergulho

Doe sangue com responsabilidade
Você sabe o que é
janela imunológica? É o período entre a contaminação da pessoa por um determinado agente infeccioso (HIV, hepatite…) e a sua detecção nos exames laboratoriais. No período da janela imunológica, os exames são negativos, mas mesmo assim o sangue doado é capaz de transmitir o agente infeccioso aos pacientes que o receberem. A sinceridade ao responder as perguntas do questionário que antecede a doação é importante para evitar a transmissão de doenças aos pacientes. Nunca doe sangue se você quiser apenas fazer um exame para Aids. Neste caso, procure um Centro de Testagem Anônima e gratuita.

Em caso de dúvidas, entrar em contato com o Serviço de Hemoterapia do HU pelos telefones:   (48) 3721-9114 manhã / 3721-9859  tarde.

Local e horário para doação:
Unidade de Coleta de Doadores de Sangue do HU – UFSC
Ed. Voluntária Dona Cora – Prédio da AAHU- Trindade – Florianópolis  (SC)
Horário: segunda a sexta-feira, 7h30min às 12h
Tags: doação de sangueHU

Diretor do HU é o convidado do UFSC Entrevista

10/06/2011 16:37

A polêmica Medida Provisória assinada no último dia do governo Lula e que foi responsável pela criação da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) é o principal tema do programa UFSC Entrevista que vai ao ar na próxima segunda-feira, 13/06, às 21h30. O entrevistado é o diretor do Hospital Universitário, professor Felipe Felício, que alem de tratar do tema MP520, também vai falar sobre o passado e os planos para o futuro do HU da UFSC.

Na quinta-feira, 16/06, às 20h30, o Primeiro Plano vai apresentar o documentário Manuela, Trabalho de Conclusão do Curso de Cinema de Luísa Madureira Novo. A jovem Manu trabalha em uma padaria e vive desatenta, com o pensamento distante. Fã de novelas, Manu cria em sua mente narrativas para a vida de desconhecidos com quem cruza pelas ruas. Durante uma dessas fantasias uma mulher é assassinada e isso faz com que Manu não consiga mais separar o real da fantasia.

O filme da Sessão Cinema, que vai ao ar domingo, 12/06, às 19h, é o clássico “A Mulher faz o Homem”. Na história, um homem simples é escolhido para ser senador dos Estados Unidos, mas com o tempo se decepciona com os jogos de poder e com a tentativa de outros políticos de manipulá-lo. O filme é de 1939, foi dirigido por Frank Capra e conquistou o Oscar de 1940 na categoria de melhor roteiro original.

O Justiça do Trabalho na TV trata de relações de trabalho. A entrevista é com o filósofo e escritor Mário Sergio Cortella, que fala sobre questões existenciais das pessoas num mundo em que o trabalho pode ser uma atividade penosa e causadora de doenças. O JT na TV é exibido na quinta-feira, 16/06, às 19h30. E no domingo, às 22h, o Universidade Já Especial traz uma entrevista com o diretor da Agecom, Moacir Loth, que fala sobre a relação da UFSC com a imprensa e os vários momentos da Agência de Comunicação desde a criação da universidade.

A TV UFSC é o canal 15 da NET, mas suas matérias também podem ser assistidas no seu canal do Youtube. Mais informações no Twitter ou www.tv.ufsc.br.

Por Gian Kojikovski/ Bolsista TV UFSC

Tags: AgecomcinemaHU

Maternidade do HU promove 25ºCurso de manejo e promoção do aleitamento materno

23/05/2011 17:03

A Maternidade do Hospital Universitário da UFSC realizará de 15 a 17 de junho, no auditório do HU, o 25º Curso de Manejo e Promoção do Aleitamento Materno, direcionado exclusivamente para os profissionais que trabalham em hospitais e unidades de saúde em Santa Catarina, atuando no atendimento da mulher e do recém-nascido.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 10 de junho, pelo do telefone (48) 3721-8019 ou pessoalmente na Central de Incentivo ao Aleitamento Materno (CIAM), que fica no 2º andar do Hospital Universitário. Este ano estão sendo oferecidas 100 vagas.   curso será ministrado das 7h30min às 12h e das 13h às 18h, durante os três dias.

(mais…)

Tags: aleitamento maternocursoHUUFSC

Trote Solidário propõe doação de sangue

16/03/2011 10:32

HU: ação de solidariedade/Foto: Paulo Roberto Noronha/Agecom

Como ocorre todos os semestres, mais uma vez os calouros da UFSC são chamados a participar do Trote Solidário, fazendo doação voluntária de sangue ao Hospital Universitário. Com isso, além de evitar brincadeiras que podem ser violentas ou constrangedoras, os estudantes ajudam a resolver o problema da baixa frequência do estoque de sangue no HU, hospital que atende exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e recebe pacientes de todo o Estado.

O material vem sendo coletado no Banco de Sangue do HU, que fica no Edifício Voluntária Dona Cora (atrás do Banco do Brasil), de segunda a sexta-feira. Para atender aos alunos, até o dia 18 de março, a coleta será das 8h às 16h. Após esta data, o horário será das 8h às 12h. A intenção é não limitar a campanha à semana da chegada dos calouros, dando um caráter de continuidade à proposta, para alertar a comunidade acadêmica e os novos universitários sobre a importância de doarem sangue de forma consciente e responsável. A iniciativa é da Associação dos Amigos do Hospital Universitário (AAHU), Pastoral Universitária e acadêmicos dos cursos de graduação, com apoio da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE).

De acordo com o professor Alcides Milton da Silva, do Departamento de Saúde Pública da UFSC, a tendência é que a PRAE institucionalize o processo, convencendo mais alunos a se tornarem doadores permanentes. “Sangue não se fabrica, e por isso a doação é a única saída”, afirma Alcides, que é gestor de Assistência à Saúde do Estudante da UFSC, instância recém-criada na instituição.

Ele chama a campanha de “ação de solidariedade” e informa que o sangue coletado é fracionado em quatro partes (hemocomponentes), que são as hemácias, o plasma, os leucócitos e as plaquetas. “Portanto, um doador pode ajudar quatro pessoas diferentes”, ressalta. A partir de agora, o trabalho conta com o apoio do Diretório Central dos Estudantes (DCE), que leva a campanha de doação para as salas de aula de toda a Universidade.

Para dar mais visibilidade à ação, a equipe da PRAE vem distribuindo folders e afixando cartazes em pontos estratégicos da UFSC, como os centros de ensino, o HU e o Restaurante Universitário (RU).

Requisitos para doar:

  • Ter entre 18 e 65 anos
  • Pesar mais de 50 quilos
  • Estar em boas condições de saúde física e mental
  • Não estar em jejum
  • Não ter ingerido alimento gorduroso nas últimas 24 horas
  • Não ter recebido sangue nos últimos 12 meses
  • Não estar grávida ou ter dado à luz há menos de seis meses
  • Não ter comportamento de risco para DSTs (doenças sexualmente transmissíveis)
  • Não ser usuário de drogas
  • Apresentar documento com foto

Mais informações com Alcides pelo fone 3721-9114 e 3721-9859.

Por Paulo Clóvis Schmitz/jornalista na Agecom

Tags: calourosdoaçãoHUsanguetrote solidário

Concurso Residência Médica – Medicina Intensiva e Pneumologia

14/02/2011 17:33

Estão abertas as inscrições para o Concurso para Residência Médica nas Especialidades de Medicina Intensiva e Pneumologia do Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina (HU/UFSC).

As inscrições podem ser feitas até o dia 18 de fevereiro, das 8h às 12h, na Coordenadoria da Residência Médica, 3º andar do Hospital Universitário.

Clique aqui para ter acesso ao Edital e a Ficha de Inscrição. Outras informações pelo telefone (48) 3721-8059.

Tags: concursoHUresidência médica

Assembleia Geral do Sintufsc

24/01/2011 16:47

O Sindicato dos Trabalhadores da UFSC (Sintufsc) promove Assembleia Geral nesta quinta-feira (27/1) para discutir a implantação do ponto eletrônico no Hospital Universitário (HU) e os desdobramentos da plenária nacional da Fasubra realizada em Brasília, no mês de dezembro. O evento será realizado no auditório José de Assis Filho, sede da entidade, a partir das 14 horas. Informações: (48) 3721-9220 ou www.sintufsc.ufsc.br

Tags: assembleia geralfasubraHUponto eletrônicoSintufsc

Banco de Sangue do HU necessita de doadores com urgência

17/01/2011 16:11

Foto: Maria Luiza Gil/ bolsista de Jornalismo da Agecom

O Banco de Sangue do Hospital Universitário (HU) necessita com urgência de doadores de sangue de todos os tipos. O estoque de sangue está baixíssimo devido às férias e vários pacientes estão precisando de transfusão.

Para realizar a doação, os voluntários devem se dirigir à nova unidade de coleta do Banco de Sangue do HU/UFSC, que fica no Edifício Voluntária Dona Cora, ao lado do Banco do Brasil da Universidade, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h. É obrigatória a apresentação de documento com foto.

Algumas recomendações importantes: ter idade entre 18 e 65 anos; pesar mais de 50 quilos, não estar gripado ou febril nos últimos 10 dias; não ter tido hepatite após os 10 anos de idade; não ter tido epilepsia (convulsão); não ter feito cirurgia nos últimos três meses, não estar grávida ou ter dado a luz há menos de seis meses; não ter recebido sangue nos últimos 12 meses; não ter comportamento de risco para DSTs (doenças sexualmente transmissíveis); praticar sexo seguro com uso de preservativos; não ter se furado acidentalmente com agulha suja de sangue há menos de um ano; não ser usuário de drogas. Os homens podem doar sangue num intervalo de dois meses não ultrapassando a quatro vezes e as mulheres num intervalo de três meses não ultrapassando três vezes, no ano.

Outras informações pelos telefones (48) 3721-9114 e 3721-9859.

Tags: Banco de Sanguedoação de sangueHU

HU fez 76 cirurgias plásticas de caráter tumoral durante a semana

26/11/2010 15:50

Com os quatro pacientes atendidos na manhã desta sexta-feira, dia 26, chegou a 76 o número de procedimentos realizados durante a Maratona de Cirurgias Plásticas do Hospital Universitário da UFSC, que começou segunda-feira. Desta forma, o HU zera a fila de pacientes de todo o Estado que esperavam por operações de reconstrução, todas de caráter tumoral, aproveitando que Florianópolis sediou, durante esta semana, o Congresso Brasileiro de Anestesiologia, evento que liberou parte das salas do centro cirúrgico da casa de saúde.

Vice-reitor Paraná (centro) com os médicos responsáveis pela Maratona: "Houve dias em que a equipe realizou 18 cirurgias, indo das 8h até à 1h da manhã”, afirmou o doutor Rodrigo d’Eça Neve. Foto: Paulo Noronha / Agecom

De acordo com o diretor do hospital, Felipe Felício, o mutirão foi comandado pelos cirurgiões Rodrigo d’Eça Neves, diretor do Serviço de Cirurgia Plástica, Jorge Bins Ely e Zulmar Accioli, que trabalharam ao lado de seis médicos residentes em três salas destinadas exclusivamente a este fim, durante cinco dias. “Houve dias em que a equipe realizou 18 cirurgias, indo das 8h até à 1h da manhã seguinte”, conta o diretor d’Eça Neves. Todas elas estavam previamente agendadas e os pacientes foram atendidos com o uso de anestesia local e liberados em seguida.

Agora, o material retirado será encaminhado para análise de laboratório e, se for o caso, os pacientes serão chamados para uma eventual reoperação. O diretor do Serviço de Cirurgia Plástica calcula que 15% dos casos vão requerer uma nova intervenção. De qualquer maneira, em seis meses os pacientes poderão saber se terão de voltar para realizar novo procedimento. Todo o processo, incluindo consulta e operação, é gratuito.

“Este é o único serviço de cirurgia plástica do Estado que forma novos especialistas”, diz o diretor. Como o HU funciona como escola, os cirurgiões gerais se especializam durante mais três anos para atuarem nesta área. A intenção é repetir a maratona em 2011, evitando que os pacientes de uma doença que pode progredir se submetam a uma fila de espera. “A própria Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica vem estimulando esses mutirões”, informa d’Eça Neves.

Segundo os médicos do HU, a maior parte dos pacientes são pessoas com mais de 40 anos e um histórico de muita exposição ao sol. São agricultores, pescadores, pessoas que trabalham ao ar livre ou que excederam as horas de sol na praia, na juventude.

O cirurgião Rodrigo d’Eça Neves diz que o fato de ter uma população de pele predominantemente clara, sobretudo no Vale do Itajaí, faz de Santa Catarina um Estado com elevada incidência de câncer. “O efeito maléfico do sol é somatório”, conta ele, informando que a quantidade de raios é que pode determinar o risco de desenvolver um tumor. Além da exposição ao sol de forma desregrada, o uso de recursos sem efeito comprovado para o bronzeamento da pele termina por gerar um novo fator de risco.

Pior ainda são as máquinas que bronzeiam, que podem provocar melanomas e que vêm sendo proibidas em quase todos os países. “A boa notícia é que aumentou a consciência acerca dos perigos e há mais informações disponíveis para que as pessoas evitem a exposição excessiva à luz solar”, conclui o médico.

Mais informações na direção do Hospital Universitário, fone (48) 3721-9136.

Por Paulo Clóvis Schmitz/ Jornalista na Agecom

Tags: cirurgias plásticasHUmaratonatumor

Hospital Universitário realiza maratona de cirurgias plásticas

19/11/2010 14:28

 

Entrevista com Felipe Felício

Diretor do HU, Felipe Felício

O Hospital Universitário da UFSC realiza de segunda a quinta-feira da próxima semana um mutirão de 50 cirurgias plásticas, com o objetivo de zerar a fila de espera de pacientes de todo o Estado. O centro cirúrgico do HU terá a maioria de suas salas destinadas a esses procedimentos, que serão feitos com anestesia local. “O paciente vai entrar, passar pela cirurgia e sair andando”, garante o diretor do HU, Felipe Felício. O evento faz parte do Congresso Brasileiro de Anestesiologia, que vai acontecer durante toda a semana.

Os procedimentos serão realizados das 12h de segunda-feira, dia 22, às 12h de quinta-feira, 25. Cerca de 30 leitos, além do serviço de hemodiálise do HU, serão destinados exclusivamente a esse fim. A maioria dos pacientes já se internou para esperar a cirurgia, e depois ficará numa sala à espera da alta médica. O diretor alerta que nenhum dos procedimentos tem caráter estético.

Outra maratona – Neste domingo, dia 21, o centro cirúrgico do Hospital Universitário sedia um curso de endoscopia digestiva, dentro da programação da 9ª Semana Brasileira do Aparelho Digestivo, com a presença de especialistas do Brasil, Estados Unidos, Alemanha, Argentina, Itália, Japão e Venezuela. De acordo com o diretor Felipe Felício, 30 procedimentos endoscópicos invasivos serão feitos com pacientes previamente agendados, vindos de diversas regiões de Santa Catarina.

O curso é uma realização de empresas fornecedoras de insumos para os procedimentos de endoscopia digestiva, com o apoio do HU. “Será uma oportunidade de atualização, com a participação de especialistas respeitados de outros países, envolvendo alta tecnologia”, diz o diretor.

Mais informações podem ser obtidas pelo fone (48) 3721-9163 e com o diretor do HU, Felipe Felício, pelo fone 9962-3499.

Por Paulo Clóvis Schmitz / Jornalista na Agecom

Foto: Paulo Roberto Noronha/Agecom

Tags: cirurgia plásticaFelipe FelícioHU

Seminário Morte e Luto

17/11/2010 18:14

Dia 22/11, das 8h30 às 12h, e das 14h às 17h30, no auditório do Hospital Universitário (HU). Inscrições pelo telefone (48) 3721-8042, com Cátia, da AAHU. Evento gratuito para os sócios da Associação. Não-sócios pagam R$ 10. As vagas são limitadas.

Ministrantes:

Pr. Mario Sontag, pastor da Igreja Evangélica Luterana do Brasil, capelão do Hospital Universitário da ULBRA – Canoas, RS, mestre em Teologia Prática e especialista em Cuidados Paliativos e Assistência Espiritual Hospitalar.

Laura Cristina da Silva Lisboa de Souza, doutora em Enfermagem/UFSC, professora Adjunta do Curso de Graduação em Enfermagem da UFSC e mestre em Enfermagem e Processo de Morte e Morrer: Possibilidades de Cuidado ao Cuidador.

Ana Claudia Moraes, assistente social do HU/UFSC e membro da Comissão Intra Hospitalar de Doação de Órgãos para Pesquisa e Transplante – CIHDOT.

Charles Roberto Mineiro da Silva, psicólogo formado pela UFSC e membro da RNT – Rede Nacional de Tanatologia.

Frei Luiz Antonio Frigo (Paróquia Santíssima Trindade), teólogo, filósofo, mestre em Ciências da Educação, coordenador da Pastoral Universitária UFSC e assistente Espiritual no HU/UFSC.

Coordenação:

Maria de Lourdes Cardoso

Núcleo de Capacitação – AAHU

Tags: HUmorte e lutoseminárioUFSC