Vestindo nudez, performance ‘Céu’ encanta público no segundo dia do Experimenta UFSC

01/11/2018 19:01

Volmir Cordeiro apresenta seu espetáculo “Céu”. Foto: divulgação

A programação da noite de terça, 30 de outubro, do Experimenta UFSC contou com a apresentação do espetáculo “Céu”, do coreógrafo Volmir Cordeiro. Realizada às 19h na Caixa Preta do bloco D do Centro de Comunicação e Expressão (CCE), a apresentação gerou grande expectativa na plateia, que lotou o espaço.

A apresentação solo do artista foi muito bem-recebida pelos presentes, que o aplaudiram em pé por mais de 3 minutos ao fim do espetáculo. Na performance de cerca de 30min, o coreógrafo exibiu domínio do corpo, alternando movimentos delicados e bruscos, com destaque a posturas complexas e expressões faciais marcantes.

Com poucas palavras, ditas em uma ausência de estrutura narrativa, Volmir utiliza todo o espaço cênico disponível em “Céu”. O espetáculo, no entanto, extravasa a beleza performática e de domínio do corpo do coreógrafo. “Céu” é um convite ao conhecimento do bailarino. O frágil, diminuto e transparente collant do figurino do dançarino em cena expressa essa exposição. Volmir está vestindo sua nudez, enquanto desnuda a obra coreografada e executada pelo exímio bailarino, doutorando em dança pela Universidade de Paris.
(mais…)

Tags: 3º Experimenta UFSCCaixa PretaCentro de Comunicação e Expressão (CCE/UFSC)dançaExperimenta UFSCExperimenta UFSC 2018performancePerformance CéuUFSCUniversidade Federal de Santa CatarinaVolmir Cordeiro

Performance ‘A Caixa Branca’ será apresentada nos dias 8 e 9 no CFH

07/06/2017 14:24

A performance “A Caixa Branca”, de Roberta Lira, aborda a percepção do significado da paz para as pessoas sob contextos específicos, nas espacialidades, em suas relações. Mostra diferentes formas humanas de ser apreender as experiências da vida.

Esta produção é processo final da disciplina de Performance IV, do curso de Artes Cênicas. Conta com o apoio do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH), Coletivo Kurima, Kurima Bantu Mulheres Mudempodiro.

A performance ocorre nos dias 8 e 9 de junho, no hall das salas de aula do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH). Os horários de apresentação, cuja duração é de 90 minutos, serão: às 10h, 11h30, 13h, 14h30, 16h (dia 9), 18h40.

O espaço onde ocorrerá a performance tem capacidade para 10 pessoas. A entrada é gratuita e os interessados devem colocar nome na lista com o horário escolhido 30 minutos antes.

Ficha técnica
Performer: Roberta Lira
Assistente de Produção: João Gomes, Lauro Filho e Ricardo Murdock
Orientação: Almir Ribeiro

Tags: A Caixa BrancaCentro de Filosofia e Ciências HumanasperformanceRoberta LiraUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Grupo de Pesquisa em Performance, Artes Cênicas e Tecnologia promove segunda edição do Live Flux

09/03/2017 17:54

O Grupo de Pesquisa em Performance, Artes Cênicas e Tecnologia (PACT) do Curso de Cinema da UFSC, em parceria com a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e o Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC), promove a segunda edição do evento Live Flux, de 14 a 17 de março. A programação conta com três apresentações de cinema live: Psychonautic Live Cinema, com Bruno Bez; Artéria, com Calixto Bento e Letícia Gomes; e Cores ao Avesso, com Carol Serafim, João Peralta e Nícolas Haverroth. Além das apresentações, serão realizadas uma oficina sobre o processo da performance Cores ao Avesso e uma roda de conversa sobre Pós-Cinemas, mediada por Carlos Castro.

Psychonautic Live Cinema é uma experiência narrativa não-linear onde a convergência dos fatos e o fluxo cerebral criativo são usadas para levar o espectador a uma abstração livre de significado.  Apresenta uma perspectiva dinâmica de imagens mixadas em tempo real por Bruno Bez, dialogando com a percussão ao vivo de Marcio Bicaco. Com suporte visual de Ben Ridgway – Inner Space Art, Martin Stebbing, Ian Clemmer // phizikl, Android Jones, Julius Horsthuis, Tatyana Zabanova e Jean-Baptiste Di Marco, além da trilha sonora base de B. Ashra e Jay Haze. Psychonautic Live Cinema combina visuais produzidos através de algoritmos de fórmulas matemáticas e músicas composta por técnicas científicas, como a de hemi-sync, que influencia a atividade de ondas cerebrais.

Artéria é performada pelo duo Cinelante, Calixto Bento e Letícia Gomes. Investiga a transdução de estímulos biológicos em parâmetro de controle na performance audiovisual. Artéria é composto pelo retorno dos elementos, o fluxo oxigenado suprindo de energia toda a malha, irrigando toda a capilaridade. O controle apropriado como estratégia na performance é obtido através de hack dos batimentos cardíacos no momento da apresentação, como parte do coeficiente numérico que altera os parâmetros de controle.

Cores Ao Avesso une dança e live cinema numa composição em três partes que articulam elementos para se pensar a sociedade: suas relações de poder, o peso da rotina, os ciclos de vida e morte. Sob o prisma de Cores Ao Avesso, o  movimento cotidiano dos sujeitos urbanos é transfigurado a um espectro sinestésico que instiga a uma experiência entre o intimismo do indivíduo e a agitação ruidosa da cidade. O movimento estabelecido e padronizado é explodido para servir de elemento primordial de criação na busca pela desuniformidade das cores. A performance é resultado da pesquisa aplicada dos integrantes do PACT,  Carol Serafim, João Peralta e Nícolas Haverroth.

A programação será realizada no Centro Integrado de Cultura (CIC), entre os dias 14 e 17 de março, às 19h, com entrada gratuita.

A curadoria do evento é feita pelo professor Rodrigo Garcez.

Programação:

Dia 14, às 19h, Caixa de idéias MIS – Oficina sobre o processo da performance Cores ao Avesso.
Dia 15, às 19h, Cinema do CIC – Psychonautic Live Cinema.
Dia 16, às 14h, Caixa de idéias MIS – Conversa aberta com os convidados mediada por Carlos Castro sobre Pós-Cinemas.
Dia 16, às 19h, MIS – Artéria.
Dia 17, às 19h, MIS – Cores Ao Avesso.

Mais informações no Facebook ou pelo telefone: (48) 3664-2651.

unnamed (1)

Tags: live cinemaLive FluxPACTperformanceUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Dupla “Estou cavando um buraco” se apresenta no Teatro da UFSC

12/04/2012 08:24

Dupla Estou cavando um buraco se apresenta na UFSCO Teatro da UFSC recebe a apresentação da dupla “Estou Cavando um Buraco”, nesta sexta-feira, 13/04, às 19 horas, que oferece ao público a junção entre música e performance, no espetáculo Ausência.

 Estou Cavando um Buraco é um grupo musical formado por Luis Ramos (voz e performance) e João Garcia (violão e voz). A ideia partiu da necessidade de seus integrantes verem um grupo de música quebrar a distância entre o artista e o público.

Na filosofia dos músicos, o artista não precisa demonstrar seu trabalho para o público sem que a esfera de seu corpo seja apenas uma peculiaridade excêntrica, mas que ela seja assumida em sua teatralidade, utilizando o próprio corpo, objetos e voz como formas de expressar novos significados ausentes em uma gravação.

A estética da dupla se baseia na simplicidade – não na simplicidade criativa, já que existe um elemento de complexidade e pesquisa nas criações do grupo, mas a simplicidade de um violão desplugado, eventualmente um violino, as vozes do cantor e do performer, e os elementos performáticos, compostos sem nenhuma pompa.

Musicalmente, a dupla Estou Cavando um Buraco compõe seu estilo de uma pluralidade de fontes: desde rock e folk, até um ritmo mais frenético, mais brasileiro. Os temas das músicas são os mais variados, respeitando a necessidade do grupo de não ser monocórdio em suas criações.

Um dos principais métodos de criação do grupo é o improviso, gerando músicas sinceras e viscerais. Os músicos definem sua sensibilidade artística pela necessidade de escapar de certas convenções, mas manter um produto final que toca no mais básico do ser humano.

SERVIÇO:

O QUÊ: Apresentação da dupla Estou Cavando um Buraco.

ONDE: Teatro da UFSC, ao lado da Igrejinha. Praça Santos Dumont, Trindade, Florianópolis-SC.

QUANDO: Dia 13 de abril de 2012, sexta-feira, às 19 horas.

QUANTO: Ingresso normal: R$ 6,00; meia entrada: R$ 3,00.

CONTATO: – (48) 9620-5127 (João Garcia) – Visite www.dac.ufsc.br

Fonte: Kadu Reis – Acadêmico de Jornalismo, Assessoria de Imprensa do DAC. SECARTE.UFSC, com material do grupo.

Tags: performanceteatroUFSC

Teatro da UFSC recebe show do grupo “Estou Cavando um Buraco”

27/03/2012 15:09

Acontece no dia 13 de abril às 19 horas no Teatro da UFSC o show/espetáculo acústico “Ausência”, do grupo Estou Cavando um Buraco, formado por João Pedro Garcia, voz e violão, e por Luís Ramos, voz e performance. O grupo caracteriza-se por suas experimentações artísticas, que dialogam a música e o teatro, em busca de novos sentidos para as duas linguagens.

O estilo musical mistura rock tocado em violão até experimentações mais suaves com a música. Folk, música brasileira, vocalizações elaboradas e improviso também fazem parte da mistura. “Definimos nossa sensibilidade artística pela necessidade de escapar de certas convenções, mas manter um produto final que toca no mais básico do ser humano”, descreve o grupo em seu site.

Os ingressos custam R$6,00 inteira e R$3,00 meia, e podem ser adquiridos na hora. O grupo já se apresentou em vários eventos na UFSC, como na Sepex 2008 e no Sarau Boca de Cena de junho de 2011, entre outros. Para conhecer as músicas, letras e vídeos do grupo, acesse: www.estoucavandoumburaco.com.

Serviço:
O quê: show acústico “Ausência”, do grupo Estou Cavando um Buraco
Dia: 13 de abril
Horário: 19 horas
Local: Teatro da UFSC
Ingressos: R$6,00 inteira e R$3,00 meia.

Contatos:
fone: 9620-5127
e-mail:
site: www.estoucavandoumburaco.com

Tags: músicaperformanceteatroTeatro da UFSCUFSC