Fazenda Experimental Yakult disponibiliza camarão para venda

28/05/2019 13:54

Fazenda Experimental Yakult/UFSC,  localizada na cidade de Barra do Sul/SC, disponibiliza para venda 500 kg (quilogramas) de camarões com peso médio estimado de 10 a 16g (gramas), que deverá ser retirado entre os dias 30 de maio a 01 de junho de 2019, em horário definido com o comprador.

O preço ofertado deve ser definido pela gramatura do camarão, determinada pela biometria no momento da despesca. Para o cálculo final do quilograma, multiplicar GRAMATURA com a FRAÇÃO “ preço por grama”. O resultado será o valor a ser pago pelo quilograma em reais.

GRAMATURA PREÇO/GRAMA (FRAÇÃO) VALOR QUILO (Kg)
9G
10G 2,50 25,00
11G
12G
13G
14G
15G
16G
17G
18G
19G
20G
Acima de 20G

Exemplo: camarão de 10 gramas (R$ 2,50 por grama), o que significa que o quilo deste camarão irá custar 25 reais.

As propostas deverão ser encaminhadas, sempre que possível, em papel timbrado da Empresa,  até às 17h do dia 29 de maio de 2019, para o e-mail  .
(mais…)

Tags: camarãoFazenda Experimental YakultLCMUFSCvenda de camarão

Fazenda Experimental Yakult disponibiliza camarão para venda

30/01/2019 08:18

Fazenda Experimental Yakult/UFSC,  localizada na cidade de Barra do Sul/SC, disponibiliza para venda dois lotes de camarões:  primeiro lote, de 2500 a 3500 quilogramas (kg), com camarões de peso médio estimado de 9 a 11 gramas, deverá ser retirado entre os dias 04 a 08 de fevereiro de 2019, em um único dia, a ser definido com o comprador; o segundo lote, de aproximadamente 3000 quilogramas (kg), com camarões de peso médio estimado de 12 a 25 gramas, deverá ser retirado, a ser definido entre as partes, a partir do dia 14 de fevereiro de 2019.

O preço ofertado deve ser definido pela gramatura do camarão, determinada pela biometria no momento da despesca. Para o cálculo final do quilograma, multiplicar GRAMATURA com a FRAÇÃO “ preço por grama”. O resultado será o valor a ser pago pelo quilograma em reais. Exemplo: camarão de 10 gramas (R$ 2,50 por grama), o que significa que o quilo deste camarão irá custar 25 reais; ou camarão de 11 gramas (R$ 2,60 por grama) custará 26 reais; ou ainda o camarão de 12 gramas (R$ 2,70 por grama) custará 27 reais.

As propostas deverão ser encaminhadas, sempre que possível, em papel timbrado da Empresa,  até as 12 horas do dia 31 de janeiro de 2019, para o e-mail .
(mais…)

Tags: camarãoFazenda Experimental YakultLCMUFSCvenda de camarão

Fazenda Experimental Yakult disponibiliza camarão para venda

11/01/2019 11:07

A Fazenda Experimental Yakult/UFSC,  localizada na cidade de Barra do Sul/SC, disponibiliza para venda 1.000 quilos de camarão com peso médio de 10 a 12 gramas e 150 quilos de camarão com peso médio de 17 gramas. As propostas deverão ser encaminhadas até as 12 horas do dia 15 de janeiro (terça-feira) para o e-mail 

O camarão de 17 gramas deverá ser retirado no dia 17 de janeiro e os de 10 a 12 quilos a partir do dia 24 de janeiro. O camararão é excedente de pesquisa.

A empresa compradora deverá disponibilizar gelo e caixas para os procedimentos de despesca e o pagamento deverá ser feito através de Guia de Recolhimento da União com data de vencimento para 15 dias a contar da retirada do peixe.

Mais informações serão fornecidas por meio dos contatos  ou (48) 98422.1454, com Andreatta, coordenador da Fazenda.

 

Tags: camarãoFazenda Experimental YakultLCMUFSCvenda de camarão

Evento sobre gestão de águas residuais inicia-se nesta segunda em Florianópolis

29/05/2017 15:08

Nos dias atuais, em que os recursos hídricos estão cada vez mais escassos no Brasil e no mundo, é importante que especialistas e a população estejam a par das mais avançadas tecnologias para a gestão de águas. Isso permite um gerenciamento mais humano dos assuntos ligados às águas, ou mesmo, que as pessoas possam cobrar do serviço público uma melhor administração dos recursos hídricos e dos resíduos ligados à água para o nosso futuro.

Como Santa Catarina é um Estado de muitas diversidades o tratamento de água deve ser um item de extrema relevância para os setores público e privado. Do Norte ao Sul, diferentes setores da indústria movimentam a economia. No Oeste são os grande frigorífico; no Norte, a indústria pesada metal-mecânica; no Sul o setor de plásticos e carbonífero; no Vale do Itajaí, a indústria têxtil; na Serra, o setor madeireiro; e no Litoral o setor portuário e a maricultura, além, é claro, dos problemas de tratamento de esgoto doméstico que abrange todas as cidades. Em Florianópolis um episódio desastroso sobre poluição colocou a Capital catarinense nos noticiário nacionais em 2016. A balneabilidade das praias foi afetada por uma má gestão dos esgotos domésticos, o que causou prejuízos aos comerciantes e problemas de saúde pública.

A Gestão de recursos hídricos trata do planejamento, desenvolvimento, distribuição e administração da utilização otimizada da água. De acordo com o presidente da Comissão Organizadora, Hugo Soares, “o Brasil é um país de dimensões continentais possuindo os maiores mananciais de água doce do mundo. A gestão adequada da água e do tratamento dos resíduos domésticos e industriais é uma temática de extrema importância e estratégia para o nosso país.”

E é por isso que a Florianópolis foi escolhida para sediar o 14º LET – Leading Edge Conference, de 29 de maio a 2 de junho no Oceania Convention Center, nos Ingleses, em Florianópolis. Serão discutidas e apresentadas as mais avançadas tecnologias sobre tratamento de água doméstico e industrial. São soluções para os diversos setores da economia brasileira e catarinense. Pesquisadores renomados do mundo farão palestras e workshops.
(mais…)

Tags: 14º LET - Leading Edge ConferenceLCMUFSC

SIC 2015: pesquisa integra plantas e camarões em cultivo

21/10/2015 13:38

O estudante Lucas Gomes Mendes, da oitava fase de Engenharia da Aquicultura, integra o Laboratório de Camarões Marinhos  (LCM) desde que iniciou o curso na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Ele fez parte da pesquisa de mestrado de Isabela Claudiana Pinheiro sobre o desenvolvimento de plantas no mesmo tanque que camarões Litopenaeus vannamei e apresentou seus resultados na quarta-feira, 21 de outubro, durante 25º Seminário de Iniciação Científica (SIC) da UFSC. Nela, o pesquisador descobriu que é possível produzir quase dois quilos de Sarcocornia ambigua (conhecida popularmente como Salicornia), vegetal que pode ser uma alternativa ao sal de cozinha, para cada quilo de camarão cultivado. “Se no futuro eu não me tornar pesquisador, serei produtor da Sarcocornia, com certeza”, confessa Lucas.

Lucas Mendes    - foto Daniela Caniçali/Agecom/DGC/UFSC

Lucas  G .Mendes  é bolsista do PIBITI desde o primeiro semestre na UFSC- foto Daniela Caniçali/Agecom/DGC/UFSC

Com o auxílio do orientador Walter Quadros Seiffert e outros integrantes do LCM, o estudante cultivou 250 camarões em tanques de 800 litros. Lucas, durante 70 dias, trabalhou em duas produções – uma de tratamento, em que havia a presença da S. ambigua, e outra de controle, sem as plantas. No tanque com o vegetal, a água dos criadores era bombeada para tubos de PVC em que foram colocadas 40 mudas de Sarcocornia ambigua. O consumo da planta é principalmente feito por pessoas hipertensas, já que dela se extrai o ‘sal verde’, com três vezes menos cloreto de sódio que o sal de cozinha. Além disso, a Salicornia é utilizada para descontaminar a água e como matéria prima para a produção de remédios.

O resultado indicou que a S. ambigua pode ser cultivada junto ao camarão e se tornar  uma opção de renda extra para o aquicultor. De acordo com o jovem pesquisador, ainda não há no Brasil o registro de produtores desse vegetal, mas as produções de países como Portugal e Tailândia dão a perspectiva de que esse mercado pode crescer aqui. Quando comparadas as criações de tratamento e controle, o cultivo da planta com os camarões não alterou a qualidade da água ou dos animais nos tanques.

A pesquisa em que Lucas participou é a primeira etapa de uma série de experimentos que o Laboratório de Camarões Marinhos desenvolveu com a Sarcocornia ambigua.

Esse e outros trabalhos podem ser conhecidos na 3ª Feira do Inventor, nesta quarta e quinta, 21 e 22 de outubro, no piso superior do Centro de Cultura e Eventos da UFSC. O  SIC da UFSC segue até sexta-feira, dia 23, no mesmo local da Feira do Inventor.

(mais…)

Tags: descontaminação de águaFeira do InventorLCMLucas Gomes Mendespesquisa plantas e camarõesPIBITISalicorniaSarcocornia ambiguaSICSIC 2015substituição salWalter Quadros Seiffert

Laboratório de Camarões Marinhos recebe nova conexão de internet

15/10/2015 09:22

A SeTIC comunica que em maio de 2015 foi instalada nova conexão de internet no Laboratório de Camarões Marinhos (LCM) do Centro de Ciências Agrárias (CCA), aumentando a velocidade de 10 Mbps para 20 Mbps. Esta nova capacidade teve sua homologação concluída em setembro e proporcionará melhor acesso à redeUFSC e Internet pelos usuários.

Este é o resultado de uma parceria entre SeTIC/UFSC e a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), apoiados pelo PoP-SC/RNP (Rede Nacional de Pesquisa). A conexão é financiada pela Fapesc dentro do projeto da Rede Catarinense de Ciência e Tecnologia (RCT).

 

Tags: CCACentro de Ciências AgráriasFapescinternetLaboratório de Camarões MarinhosLCMSeTICUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina