Programas de iniciação científica e tecnológica abrem inscrições para bolsas até 2 de maio

18/04/2017 14:03

Os programas de Iniciação Científica e Tecnológica PIBIC e PIBITI e o Programa de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio (PIBIC-EM) estão com inscrições abertas para o programa de bolsas.

Os interessados devem ler atentamente os editais referentes a cada programa e suas respectivas retificações:

Edital-PIBIC-2017-2018 – Retificação

Edital-PIBITI-2017-2018 Retificação

Edital PIBIC-EM 2017-2018

As inscrições se encerram às 16h do dia 2 de maio. Os candidatos do PIBIC e PIBITI devem  se inscrever no site e os candidatos do PIBIC-EM devem se cadastrar por meio de formulário online.

Mais informações pelo e-mail 

 

Tags: PibicPIBIC-EMPIBITIUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC divulga contemplados nos programas Pibic e Pibiti, edição 2016/2017

04/08/2016 15:38

A Pró-Reitoria de Pesquisa divulgou a relação dos professores contemplados com direito à indicação de bolsistas junto aos Programas Institucionais de Bolsas de Iniciação Científica 2016/2017 (PIBIC/CNPq – PIBIC-Af/CNPq – BIPI/UFSC) e Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI/CNPq), edição 2016/2017.

Resultado PIBIC 2016/2017.

Resultado PIBITI 2016/2017.

Em decorrência do atraso do CNPq em divulgar o número de bolsas para a UFSC, o cronograma foi alterado: os pedidos de reconsideração, devidamente fundamentados, devem ser encaminhados através do Formulário IC, on-line, entre os dias 4 e 8 de agosto. O julgamento dos recursos ocorre do dia 9 a 14 de agosto.

A Propesq divulgou nota oficial sobre o corte de aproximadamente 22% no número de bolsas a serem pagas pelo CNPq no próximo biênio.

O professor-orientador que aparecer listado deve acessar o Formulário PIBIC on line e, a partir da digitação do seu CPF e da sua senha, fazer a indicação do bolsista até o dia 12 de agosto, por meio da digitação do número de matrícula do aluno a ser indicado. Efetuada a indicação, será gerado o Termo de Outorga, que deve ser devidamente assinado pelo bolsista e pelo orientador e entregue na Propesq até o dia 31 de agosto.

Os professores-orientadores devem atentar para os Requisitos e Compromissos do Bolsista, conforme publicado no Edital.

Mais informações pelo e-mail

Tags: Iniciação CientíficainovaçãoPibicPIBITIUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

SIC 2015: pesquisa integra plantas e camarões em cultivo

21/10/2015 13:38

O estudante Lucas Gomes Mendes, da oitava fase de Engenharia da Aquicultura, integra o Laboratório de Camarões Marinhos  (LCM) desde que iniciou o curso na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Ele fez parte da pesquisa de mestrado de Isabela Claudiana Pinheiro sobre o desenvolvimento de plantas no mesmo tanque que camarões Litopenaeus vannamei e apresentou seus resultados na quarta-feira, 21 de outubro, durante 25º Seminário de Iniciação Científica (SIC) da UFSC. Nela, o pesquisador descobriu que é possível produzir quase dois quilos de Sarcocornia ambigua (conhecida popularmente como Salicornia), vegetal que pode ser uma alternativa ao sal de cozinha, para cada quilo de camarão cultivado. “Se no futuro eu não me tornar pesquisador, serei produtor da Sarcocornia, com certeza”, confessa Lucas.

Lucas Mendes    - foto Daniela Caniçali/Agecom/DGC/UFSC

Lucas  G .Mendes  é bolsista do PIBITI desde o primeiro semestre na UFSC- foto Daniela Caniçali/Agecom/DGC/UFSC

Com o auxílio do orientador Walter Quadros Seiffert e outros integrantes do LCM, o estudante cultivou 250 camarões em tanques de 800 litros. Lucas, durante 70 dias, trabalhou em duas produções – uma de tratamento, em que havia a presença da S. ambigua, e outra de controle, sem as plantas. No tanque com o vegetal, a água dos criadores era bombeada para tubos de PVC em que foram colocadas 40 mudas de Sarcocornia ambigua. O consumo da planta é principalmente feito por pessoas hipertensas, já que dela se extrai o ‘sal verde’, com três vezes menos cloreto de sódio que o sal de cozinha. Além disso, a Salicornia é utilizada para descontaminar a água e como matéria prima para a produção de remédios.

O resultado indicou que a S. ambigua pode ser cultivada junto ao camarão e se tornar  uma opção de renda extra para o aquicultor. De acordo com o jovem pesquisador, ainda não há no Brasil o registro de produtores desse vegetal, mas as produções de países como Portugal e Tailândia dão a perspectiva de que esse mercado pode crescer aqui. Quando comparadas as criações de tratamento e controle, o cultivo da planta com os camarões não alterou a qualidade da água ou dos animais nos tanques.

A pesquisa em que Lucas participou é a primeira etapa de uma série de experimentos que o Laboratório de Camarões Marinhos desenvolveu com a Sarcocornia ambigua.

Esse e outros trabalhos podem ser conhecidos na 3ª Feira do Inventor, nesta quarta e quinta, 21 e 22 de outubro, no piso superior do Centro de Cultura e Eventos da UFSC. O  SIC da UFSC segue até sexta-feira, dia 23, no mesmo local da Feira do Inventor.

(mais…)

Tags: descontaminação de águaFeira do InventorLCMLucas Gomes Mendespesquisa plantas e camarõesPIBITISalicorniaSarcocornia ambiguaSICSIC 2015substituição salWalter Quadros Seiffert

Inscrições abertas para bolsas de iniciação científica

16/04/2014 17:29

A Pró-Reitoria de Pesquisa (Propesq) publicou nesta segunda-feira, 14 de abril, os editais para a distribuição de bolsas de iniciação científica (Pibic, Pibic-Af e Pibid), tecnológica (Pibiti) e de ensino médio (Pibic-EM). Pela primeira vez os três editais são abertos de forma simultânea; anteriormente, o Pibic-EM estava desvinculado das outras duas chamadas e funcionava com calendário próprio. Os editais estão disponíveis em http://www.pibic.ufsc.br.

As inscrições serão recebidas até o dia 14 de maio, e os interessados em se candidatar às bolsas Pibic, Pibic-Af, Pibid e Pibiti poderão submeter propostas pelo formulário IC Online em http://www.pibic.ufsc.br. As propostas para o Pibic-EM deverão ser encaminhadas para o endereço .

Todos os candidatos devem ter seus projetos de pesquisa registrados no “Formulário de Pesquisa da UFSC” (http://notes.ufsc.br/aplic/pesquisa.nsf) até o dia 1º de maio, e aprovados pelo respectivo departamento do professor orientador, nos termos dos artigos 17 a 23 da resolução nº 009/CUn/2006.

As bolsas Pibic, Pibic-Af, Pibid e Pibiti têm valor de R$ 400,00; as do Pibic-EM, R$ 100,00. As solicitações serão julgadas por três comissões distintas, formadas por pesquisadores PQ ou com perfil equivalente, indicadas pelos diretores das unidades. As bolsas terão duração de doze meses – de 1º de agosto de 2014 a 31 de julho de 2015.

A lista com os “contemplas” (orientadores e escolas contemplados pelo Pibic-EM) será divulgada no dia 1º de julho. O prazo limite para a indicação do aluno bolsista pelo professor orientador é 6 de agosto, e o prazo limite para entrega do Termo de Outorga, 20 de agosto.

Mais informações:

Airton Costa e Gabriela Beck – (48) 3721-9332 ou .

 

Diretoria-Geral de Comunicação

Claudio Borrelli / Revisor de Textos da Agecom / Diretoria-Geral de Comunicação / UFSC

Tags: bolsas pibicPIBIPibicPIBIC Ensino MédioPibic-AfPIBITIPROPESQ

Comitês externos do PIBIC e PIBITI finalizam trabalho na UFSC

21/06/2013 10:32

Reunião faz parte do processo de aprovação de propostas de bolsas de iniciação científica. Foto: Airton Costa / Propesq / UFSC

O trabalho de apreciação das avaliações de propostas para bolsas dos programas de Iniciação Científica (PIBIC) e Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI) pelos comitês externos, iniciado na quarta-feira, foi finalizado nesta quinta, 20 de junho, com a apresentação de feedback aos presidentes das Comissão de Acompanhamento e Avaliação de cada Unidade Universitária. Este trabalho faz parte do processo de aprovação das propostas para bolsas e tem como objetivo principal identificar possíveis disparidades ou subjetividades na seleção de projetos de pesquisa.
(mais…)

Tags: PibicPIBITIPROPESQUFSC

Reitoria garante recursos para bolsas PIBITI

25/09/2012 18:26

A reitora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Roselane Neckel autorizou a liberação de recursos para pagamento das 13 bolsas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, cortadas pelo CNPq, as quais os pesquisadores contemplados já foram informados pela Coordenadoria de Fomento e Apoio à Pesquisa. Como a UFSC recebeu este ano apenas 32 das 45 bolsas previstas, 13 pesquisadores aprovados pelo Comitê de Avaliadores que tinham indicado bolsistas e entregue o Termo de Compromisso ficaram sem receber a quota de bolsa aprovada. “A liberação dos recursos foi uma decisão estratégica, sobretudo porque permite que nossos alunos possam atuar junto a importantes e reconhecidos grupos de pesquisa de nossa universidade”, destaca Roselane.

O pró-reitor de Pesquisa em exercício, professor Elias Machado, e a diretora do Departamento de Inovação Tecnológica, professora Rozângela Pedrosa, reuniram-se na semana passada com as reitoras para discutir a questão e solicitar o aumento da contrapartida da UFSC. Após o parecer favorável, o pedido foi encaminhado à Proplan que aprovou a demanda nesta segunda-feira, dia 24.

Medidas

Logo que recebeu o comunicado sobre os cortes de 15 bolsas, duas na quota PIBIC e 13 na PIBITI, a Propesq entrou com recurso. O CNPq manteve a decisão e alegou que o corte tinha ocorrido porque no exercício 2011-2012 a UFSC deixou de implementar 15 bolsas, que foram repassadas para instituições que conseguiram utilizar todas as bolsas concedidas.  A partir de agora, para evitar que este tipo de situação volte a ocorrer, a Propesq cumprirá rigorosamente os prazos de indicação de bolsistas previstos nos editais do Programa PIBIC/PIBI/PIBITI. “Neste ano, por causa da greve, prorrogamos em um mês o prazo de indicação que estava programado para 6 de agosto. Quem não indicou bolsista, em cumprimento à determinação do edital, perdeu a quota que foi repassada para o próximo candidato aprovado no mérito pelo Comitê da Unidade”, explica o professor Elias Machado.

No momento, a Propesq está trabalhando para aperfeiçoar as normas de orientação do Programa PIBIC/PIBI/PIBITI/UFSC/CNPq e do PIBIC-EM (Ensino Médio). Entre os aspectos que serão modificados, está a geração do Termo de Outorga. A geração do termo e a concessão da bolsa ficarão condicionadas ao número final de quotas aprovadas pelo CNPq. Além destes pontos, serão rediscutidos os critérios para alocação de bolsas nas unidades, incluindo os novos campi de Araranguá, Joinville e a padronização dos comitês e das regras de corte em toda UFSC.  A Resolução sobre o Programa PIBIC/PIBI/PIBITI/UFSC/CNPq e do PIBIC-EM será submetida à aprovação pela Câmara de Pesquisa e pelo CUn até março de 2013.

Outras informações pelo telefone (48) 3721-9319, com a professora Tattiana Teixeira.

Tags: bolsasCNPqPibicPIBITIPROPESQUFSC