Mostra de desenhos de alunos do Colégio de Aplicação vai até o dia 19 de julho

22/06/2012 19:00

O Espaço Estético do Colégio de Aplicação (CA) convida a comunidade para a mostra “Expressar-te: Tua arte, Teu espaço” aberta para visitação até o dia 19 de julho, das 7h30 às 18h. A exposição traz desenhos de todos os tipos
produzidos por alunos do Ensino Médio do CA e propõe uma maior interação dos estudantes com o Espaço Estético.

Serviço:

O QUÊ: Mostra “Expressar-te: Tua arte, Teu espaço”.
QUANDO: Até o dia 19 de julho, das 7h30 às 18h
ONDE: Espaço Estético – Colégio de Aplicação da UFSC

Mais informações:

Profa. Fabíola Búrigo – 99381667

Tags: arteColégio de AplicaçãoEspaço EstéticoUFSC

Novo diretor do Colégio de Aplicação toma posse nesta sexta

13/06/2012 19:02

A cerimônia de posse da gestão que vai dirigir o Colégio de Aplicação até 2016 acontece sexta-feira, dia 15, às 18h30min, no Auditório do Colégio. A transmissão do cargo de diretor geral será feita pelo professor Romeu Augusto de Albuquerque Bezerra para o professor José Análio Trindade. Quem assume a Direção de Ensino é o professor Manoel dos Santos, no lugar da professora Sylvia Terezinha Damiani. Informações: (48) 3721-9526.

Tags: Colégio de Aplicação

Prevenção do câncer é tema iniciação científica entre “pesquisadores mirins”

20/04/2012 15:50

Trabalhos da I Mostra de Iniciação Científica do Ensino Médio do Colégio de Aplicação foram apresentados de forma oral e em paineis

Os fatores genéticos têm papel importante na incidência do câncer, mas já está comprovado que adotar hábitos mais saudáveis pode diminuir a ocorrência da doença.  As alunas do Colégio Aplicação da UFSC Júlia Ceccon Ortolan e Heloisa Marques Baumgratz escolheram o tema “Câncer e hábitos de vida: como viver de forma preventiva” para sua pesquisa de iniciação científica, apresentada na quarta-feira, dia 18 de abril, durante a I Mostra de Iniciação Científica do Ensino Médio.

O objetivo das estudantes foi estudar outros fatores, não os hereditários, e como uma mudança de postura pode influenciar na prevenção à doença. Orientadas pela professora Mariana Borsa, utilizaram estatísticas do Instituto Nacional do Câncer (INCA) e dados do livro “O Anticâncer: Prevenir e Vencer Usando Nossas Defesas Naturais”, do médico frânces David Servan Schreiber, morto em julho do ano passado, e que há 20 anos lutava de forma alternativa contra um câncer no cérebro.

Além de explicarem as diferença entre um tumor benigno e maligno, como ocorre a metástase (disseminação de células cancerígenas através do sistema sanguíneo ou linfático no organismo) e quais são os tipos de câncer de maior incidência entre mulheres, homens e etnias, as alunas apresentaram um cardápio ideal.

Júlia e Heloisa ressaltam que os legumes são importantes. No entanto, é preciso saber qual a procedência, já que a maioria é tratada com agrotóxicos, agentes que podem causar diversos tipos de câncer. A preferência é pela ingestão de alimentos orgânicos ou pela compra em mercados variados, para que não sejam consumidos sempre os mesmos alimentos, tratados com as mesmas substâncias, evitando o acúmulo no organismo.

As estudantes também abordaram o consumo de gorduras trans. Presente em produtos industrializados, além de ser desnecessária para o organismo e aumentar as taxas do colesterol ruim, pode duplicar as chances de desenvolvimento de câncer de mama. E alertaram sobre cereais refinados, que perdem suas propriedades nutritivas após o processo industrial, aumentam as taxas de insulina e podem causar câncer em diversas partes do corpo, como o fígado, rim, pele e colo-retal. Por esse motivo, é preferível a ingestão de cereais integrais.

Entre as fontes de proteína, a preferência é para os peixes. Defumados, presuntos e bacon apresentam alcatrão, substancia cancerígena, que também está presente no cigarro. O tabagismo e a alta ingestão de álcool estão entre os hábitos de risco estudados pelas alunas Júlia Ceccon e Heloisa Marques. O sedentarismo é outro vilão na luta pela prevenção. Realizar atividades físicas pode diminuir em 11% as chances de desenvolvimento do câncer de mama.

“Um sistema imunológico fragilizado facilita o desenvolvimento de neoplasias (alterações celulares ou crescimento exagerado das células)”, explica Júlia sobre a importância de uma vida mais calma e de evitar o estresse. Como produto final da pesquisa, as alunas elaboraram uma cartilha de prevenção. “Ela é quase uma provocação para questionar os hábitos de vida atuais das pessoas”, conta Heloísa.

O estudo é um dos 31 trabalhos integrados ao Projeto de Iniciação Científica do Ensino Médio do Colégio Aplicação. “A pesquisa no Ensino Médio é muito importante para formação, uma oportunidade privilegiada. Ela consolida a pesquisa no Colégio Aplicação. A parceria com a CNPq [Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico] dá um respaldo para o colégio”, explica Manoel Teixeira dos Santos, coordenador de pesquisa e extensão do CA.

O envolvimento do colégio no programa de bolsas PIBIC–EM está vinculado a outros cinco subprojetos coordenados pela Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PREG) e pela Pró-reitoria de Pesquisa e Extensão (PRPE) da Universidade Federal de Santa Catarina. As bolsas PIBIC-EM são financiadas pelo governo federal, por meio do CNPq, têm valor de R$100,00 mensais e duração de 12 meses.

Os 34 bolsistas que envolvidos nas pesquisas que serão realizados durante este ano já foram selecionados. Outras 20 bolsas foram disponibilizadas com recursos do próprio colégio. “O projeto foi um sucesso e a demanda cresceu muito para a iniciação científica este ano”, comemora Santos.

Mais informações: Manoel Teixeira dos Santos /  /

Por Ana Luísa Funchal/ Bolsista de Jornalismo na Agecom
Fotos: Wagner Behr / Agecom

Leia também: Colégio de Aplicação estimula pesquisa desde cedo

 

Tags: Colégio de AplicaçãoIniciação CientíficaUFSC

Colégio de Aplicação estimula pesquisa desde cedo

20/04/2012 14:32
.

(clique para ampliar) Fotos: Wagner Behr

O vídeo falava de lembranças, e uma delas fez com que as crianças e os adolescentes pensassem em como se relacionam com os símbolos de exaltação da pátria: a professora de Letras da UFSC, Alai Garcia Diniz, registrou que, durante a ditadura brasileira (1964-1985), permaneceu cerca de um mês presa, sendo obrigada a cantar o hino nacional várias vezes todos os dias. Das tantas cicatrizes da época, a docente guarda a convicção de que seu sentimento patriótico tornou-se vazio e nunca mais entoou a canção oficial. Resultado final do trabalho intitulado “Ditadura Militar: olhares do passado e do presente”, de Ana Luiza Shimomura Spinelli, 16 anos, o vídeo foi apresentado durante a I Mostra de Projetos de Iniciação Científica (Pibic) do Ensino Médio do Colégio de Aplicação (CA) da UFSC, realizada na quarta, 18/04, no próprio CA. Ao todo, foram 31 trabalhos sobre os mais diversos temas desenvolvidos em 2011, via CNPq, por meio da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação.

 

“A Mostra comprova que a pesquisa é possível, viável e muito importante na formação dos alunos”, defende o professor Manoel Teixeira dos Santos, coordenador de pesquisa e extensão do Colégio e orientador de Ana Luiza. Além de ressaltar a sensibilidade que os estudantes desenvolveram durante o trabalho de campo, com os entrevistados, o professor entende que o evento, como finalização de todo o processo, atingiu seu objetivo. “Constatamos nas apresentações que os estudantes dominaram os temas abordados, e a Mostra foi fundamental para que compartilhassem essas novas informações com os colegas, estimulando os bolsistas deste ano a avançarem em suas pesquisas”.

 

Lina Ribeiro Venturi, 16 anos, estuda clarinete, e Otto Henrique Thiel, 17, piano. Os dois decidiram entender o porquê da exclusão da mulher na história da música erudita. A partir do trabalho, produziram vídeo com passagens da vida de algumas musicistas, como Maria Anna Mozart – irmã de Wolfgang Amadeus –, entrevistas com professores do CA e profissionais da área. A pesquisa apontou que, antes do século XIX, as mulheres eram consideradas incapazes de produzir música de qualidade; peças com vozes agudas eram executadas por meninos, que, não raro, eram castrados – a fim de evitar a produção dos hormônios que tornam a voz dos rapazes mais grave a partir da puberdade – se quisessem continuar a cantar.

Isis Shandra Santos, 15 anos, também utilizou a bolsa Pibic para buscar respostas a questões do seu dia a dia. Integrante de uma família de vegetarianos, nunca tinha entendido muito bem porque a mãe insistia em utilizar cosméticos que não são testados em animais. Depois da pesquisa, a estudante percorreu o campus com lista de empresas que testam seus produtos e outra das que não testam em mãos. “Eu perguntava a marca do rímel que as mulheres usavam, então lhes contava como eram feitos os testes”.

Hoje ela diz que seu entendimento sobre a questão mudou. “Tenho outro olhar sobre as empresas; se as pessoas pararem de consumir, os processos serão modificados, evitando o sofrimento de muitos animais”. Isis quer cursar Biologia, mas pensa também em Direito, para se “especializar na área ambiental e defender os animais”. O próximo tema que pretende pesquisar é a influência que a mídia exerce nos jovens.

Pibic do Ensino Médio e PIP-CA
Desde 2010 o Colégio de Aplicação oferece anualmente 34 bolsas Pibic Ensino Médio a seus alunos. Com duração de 12 meses, o projeto do governo federal, vinculado ao CNPq e oferecido pela Pró-Reitoria de Ensino de Graduaçao (PREG), estipula que seus bolsistas sejam orientados por professores do CA, tenham currículos inscritos na plataforma Lattes e apresentem relatórios de pesquisa no decorrer do processo.

Para concorrer às bolsas os estudantes têm seus boletins avaliados e realizam entrevista com os orientadores. Devido à grande procura, em 2012 o CA criou o Programa de Iniciação à Pesquisa (PIP-CA), abrindo mais 18 vagas e mantendo as especificações do Pibic – incluindo aí o valor das bolsas, de R$100 mensais.

Desde o Fundamental
Antes de chegar ao Ensino Médio, porém, os alunos já têm contato com a pesquisa: na oitava série do Ensino Fundamental cursam a disciplina de Iniciação Científica, que é atrelada ao projeto Pé na Estrada do Conhecimento, instituído no CA há doze anos.

Por meio do projeto, os estudantes realizam viagens de estudo, conhecendo lugares como a barragem de Itá, onde entrelaçam diversas áreas do conhecimento, estudando a ocupação histórica, a geologia do local e a produção de energia.

Por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) em parceria com o CNPq, o Colégio mantém também o Pibic Junior, que oferece duas bolsas de pesquisa para alunos do Ensino Fundamental.

Mais informações com o professor Manoel:

Por Cláudia Schaun Reis/Jornalista na Agecom

Leia também: Prevenção do câncer é tema iniciação científica entre “pesquisadores mirins”

BOLSISTAS PIBIC-EM: aluno/banner

 

BOLSISTAS

BANNER

  1. Eduardo de Medeiros Santos Junior
Alcoólicos Anônimos e sociedade: Funcionamento de um grupo de A.A.
  1. Clarissa Machado Haase
Obesidade infantil: tendências para o século XXI.
  1. Alexandre Andrigheto Speratto
Formando uma juventude cidadã Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires.
  1. Fernando F. de A. Fernandes
A representação da História nos Jogos Eletrônicos.
  1. Luise Budde Mior
Três Marias e Uma Enedê-Mulheres Estrelas.
  1. Paulo Roberto Nunes Júnior
Formando uma juventude cidadã Escuela Superior de Comércio Manuel Belgrano (Córdoba – Argentina).
  1. Thiago Eller Verzola
Formando uma juventude cidadã Colégio Estadual Simão José Hess.
  1. Mariana Cardoso Silvério
Levantamento sobre a situação de prevenção da dengue no Colégio de Aplicação.
  1. Amanda Gabriella Cipriano
Alergias e alimentação: perspectiva da comunidade do Colégio de Aplicação – UFSC.
  1. Heloisa Marques Baumgratz
  2. Júlia Ceccon Ortolan
Influência dos hábitos de vida sobre a incidência do câncer.
  1. Júlia Favaretto de Sousa
  2. Raquel de Ameida Viergutz
HIV, e eu com isso?
  1. Paulo Remos Gregório
Cannabis Sativa: Efeitos sobre a fisiologia do Sistema Nervoso.
  1. Pedro Mombelli Locatelli
Vida de catanhão no mangue do Itacorubi.
  1. Ana Luiza Shimomura Spinelli
“Ditadura Militar: Olhares do Passado e do Presente”
  1. Ana Paula M. Couto
“ As causas da Imigração alemã para o Brasil”
  1. Giullia B. Alberton
Novembrada: Florianópolis fazendo história.
  1. Arthur Bobsin
Qualquer semelhança é mera coincidência?  Até mesmo a semelhança de Triângulos?
  1. Iana Mabel de M. Fazzoni
Estudo da Semelhança de Triângulos: aplicações matemáticas e  práticas.
  1. Cristiane Catarina Ventura
Mídia e consumo entre crianças do Colégio de Aplicação – UFSC.
  1. Gabriel de Carlos F.S.B
Astronomia em uma homepage voltada para o Ensino Médio.
  1. Júlio Bernardo Dutra
A escolha da profissão
  1. Matheus Zaneti Daunis
Energia Nuclear e Catástrofes Naturais: O Caso de Fukushima.
  1. Isis Shandra S. Santos
O uso de animais em laboratórios de cosméticos, produtos de limpeza e higiene pessoal.
  1. Kiane Lúcia Casagrande
Desenhos Animados:  Situações que contrariam as leis da física?
  1. Lina Ribeiro Venturi
  2. Otto Henrique Thiel
Mulheres na Música Erudita: Participação e História. 
  1. Maiara Kessin Geraldi
A física na mágica dos brinquedos.
  1. Thiago Guedes Willecke
As faces culturais e históricas do Candombe.
  1. Yuri Varella
As faces culturais e históricas do Candombe.
  1. Thiago Novo da Cruz
Rebobinando o filme: um pouco da história do movimento estudantil do Colégio de Aplicação /UFSC (2004-2010).
  1. Gabriel Moresco
Religiosidade contemporânea: as percepções de estudantes sobre religião em suas vidas.
  1. Luiza H. Loch
Cotidiano com ou sem logaritmos, o que você acha?

 

Prevenção do câncer é tema iniciação científica entre “pesquisadores mirins”

Tags: Colégio de AplicaçãopesquisaPibicPREG

Colégio de Aplicação promove mostra de trabalhos de iniciação científica

17/04/2012 11:14

O Colégio de Aplicação da UFSC promove nesta quarta-feira, 18 de abril, sua I Mostra de Projetos de Iniciação Científica (Pibic) do Ensino Médio. Entre 10h e 12h acontecem as apresentações orais, e das 14h às 17h a exposição dos banners de 34 projetos finalizados no ano passado em diversas áreas do conhecimento, da matemática à música. Também serão utilizados em alguns trabalhos tecnologias comunicacionais, como vídeos e blogs, para auxiliar na divulgação.

“A pesquisa no Ensino Médio é muito importante na formação, uma oportunidade privilegiada. Ela também consolida a pesquisa no Colégio de Aplicação. A parceria com a CNPq [Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico] dá um respaldo para o colégio”, explica Manoel Teixeira dos Santos, coordenador de pesquisa e extensão do Colégio de Aplicação.

Na UFSC a bolsa PIBIC para Ensino Médio é fornecida pelo governo federal via CNPq, por meio da Pró-Reitoria de Ensino e Graduação. O benefício tem duração de 12 meses e os orientadores são professores do Colégio de Aplicação.

Mais informações: Manoel Teixeira dos Santos /

Por Ana Luísa Funchal/ Bolsista de Jornalismo na Agecom

 
COLÉGIO DE APLICAÇÃO

 

BOLSISTAS PIBIC-EM: aluno/banner

 

BOLSISTAS

BANNER

  1. Eduardo de Medeiros Santos Junior
Alcoólicos Anônimos e sociedade: Funcionamento de um grupo de A.A.
  1. Clarissa Machado Haase
Obesidade infantil: tendências para o século XXI.
  1. Alexandre Andrigheto Speratto
Formando uma juventude cidadã Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires.
  1. Fernando F. de A. Fernandes
A representação da História nos Jogos Eletrônicos.
  1. Luise Budde Mior
Três Marias e Uma Enedê-Mulheres Estrelas.
  1. Paulo Roberto Nunes Júnior
Formando uma juventude cidadã Escuela Superior de Comércio Manuel Belgrano (Córdoba – Argentina).
  1. Thiago Eller Verzola
Formando uma juventude cidadã Colégio Estadual Simão José Hess.
  1. Mariana Cardoso Silvério
Levantamento sobre a situação de prevenção da dengue no Colégio de Aplicação.
  1. Amanda Gabriella Cipriano
Alergias e alimentação: perspectiva da comunidade do Colégio de Aplicação – UFSC.
  1. Heloisa Marques Baumgratz
  2. Júlia Ceccon Ortolan
Influência dos hábitos de vida sobre a incidência do câncer.
  1. Júlia Favaretto de Sousa
  2. Raquel de Ameida Viergutz
HIV, e eu com isso?
  1. Paulo Remos Gregório
Cannabis Sativa: Efeitos sobre a fisiologia do Sistema Nervoso.
  1. Pedro Mombelli Locatelli
Vida de catanhão no mangue do Itacorubi.
  1. Ana Luiza Shimomura Spinelli
“Ditadura Militar: Olhares do Passado e do Presente”
  1. Ana Paula M. Couto
“ As causas da Imigração alemã para o Brasil”
  1. Giullia B. Alberton
Novembrada: Florianópolis fazendo história.
  1. Arthur Bobsin
Qualquer semelhança é mera coincidência?  Até mesmo a semelhança de Triângulos?
  1. Iana Mabel de M. Fazzoni
Estudo da Semelhança de Triângulos: aplicações matemáticas e  práticas.
  1. Cristiane Catarina Ventura
Mídia e consumo entre crianças do Colégio de Aplicação – UFSC.
  1. Gabriel de Carlos F.S.B
Astronomia em uma homepage voltada para o Ensino Médio.
  1. Júlio Bernardo Dutra
A escolha da profissão
  1. Matheus Zaneti Daunis
Energia Nuclear e Catástrofes Naturais: O Caso de Fukushima.
  1. Isis Shandra S. Santos
O uso de animais em laboratórios de cosméticos, produtos de limpeza e higiene pessoal.
  1. Kiane Lúcia Casagrande
Desenhos Animados:  Situações que contrariam as leis da física?
  1. Lina Ribeiro Venturi
  2. Otto Henrique Thiel
Mulheres na Música Erudita: Participação e História. 
  1. Maiara Kessin Geraldi
A física na mágica dos brinquedos.
  1. Thiago Guedes Willecke
As faces culturais e históricas do Candombe.
  1. Yuri Varella
As faces culturais e históricas do Candombe.
  1. Thiago Novo da Cruz
Rebobinando o filme: um pouco da história do movimento estudantil do Colégio de Aplicação /UFSC (2004-2010).
  1. Gabriel Moresco
Religiosidade contemporânea: as percepções de estudantes sobre religião em suas vidas.
  1. Luiza H. Loch
Cotidiano com ou sem logaritmos, o que você acha?
Tags: Colégio de AplicaçãoPIBIC Ensino MédioUFSC

Alunos do Colégio de Aplicação recebem cartilha sobre eletricidade solar

03/04/2012 13:33

 

Plateia de alunos do CA - foto Wagner Behr/Agecom

Para uma plateia de alunos do 5º. ano (turmas A, B e C) do Colégio de Aplicação da UFSC, o Instituto para o Desenvolvimento de Energias Alternativas na América Latina (Ideal), sediado em Florianópolis, lançou na manhã desta terça-feira, dia 3, no auditório do colégio, uma cartilha educativa sobre eletricidade solar. Estiveram presentes o diretor do instituto, Mauro Passos, o professor e pesquisador Trajano Viana, da UFSC, e professoras do Aplicação.

(mais…)

Tags: Colégio de AplicaçãoEletricidade solarInstituto IdealUFSC

Colégio de Aplicação tem mostra comemorativa aos 286 anos de Florianópolis

28/03/2012 11:47

Até o dia 23 de abril pode ser conferida a exposição Memórias da Cidade, organizada pelo Espaço Estético e por professoras do 4º ano do Ensino Fundamental do Colégio de Aplicação (CA) da UFSC.

A mostra, realizada no próprio Espaço Estético do CA para marcar os 286 anos de Florianópolis, apresenta impressões de imagens fotográficas do Acervo da Casa da Memória e do Acervo da UFSC, das décadas de 20, 30, 40 e outras mais atuais da cidade, litoral e continente, preservadas como patrimônio histórico da cidade.

Um vôo pela história
Ainda dentro das comemorações, no dia 02 de abril a pesquisadora da Casa da Memória, Eliane Veiga, ministrará palestra no Auditório do CA com o tema Um vôo pela história. O evento se inicia às 8h10 e tem entrada gratuita.

Mais informações: ou 3721-9527.

 

.

Exposição Momórias da Cidade pode ser conferida até o dia 23 de abril

Tags: Colégio de AplicaçãoEspaço EstéticoUFSC

UFSC e Universidade de Weingarten estudam convênio para Colégio de Aplicação e NDI

21/03/2012 17:15

Participantes conversam sobre o convênio entre as duas universidades, que na graduação existe há seis anos

A UFSC recebeu no dia 16 de março a visita da delegação da Universidade de Educação Weingarten (Pädagogische Hochschule Weingarten), da Alemanha, formada pelo reitor Werner Knapp, pelo chefe do Escritório Internacional, Winfried Abt, e pela professora de psicologia, a brasileira Márcia Schillinger. O objetivo da visita é estudar um convênio para possibilitar a vinda de alunos alemães da área educacional que queiram fazer seu estágio no Colégio de Aplicação (CA) e no Núcleo de Desenvolvimento Infantil (NDI). A programação envolveu uma audiência na Reitoria, a visita ao CA e ao NDI.

A cooperação entre a UFSC e Weingarten existe há seis anos e até o momento envolve a graduação: todos os anos dois estudantes brasileiros vão à Alemanha e dois estudantes de lá vêm a Florianópolis, para uma temporada de um ano. A reitora em exercício e Pró-reitora de Ensino de Graduação, Yara Maria Rauh Müller, recebeu a delegação e ressaltou a importância do contato entre as duas instituições. O professor Knapp espera que os convênios existentes entre a UFSC e Weingarten avancem. Sua universidade tem grande interesse em expandir os convênios e ele está contente em ter esta oportunidade no Brasil.

O diretor do Colégio de Aplicação, Romeu Augusto de Albuquerque Bezerra, disse que convênios internacionais são importantes para a educação básica. “Já fizemos um convênio com o México e esperamos que nosso segundo seja com Weingarten”, disse. A professora Marise Koerich conta que o Colégio de Aplicação está preparado: o CA foi uma das 100 escolas brasileiras a receber do Instituto Goethe e do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD) equipamentos e materiais didáticos para o ensino do idioma.

Professora Yara Maria Rauh Müller, com o reitor Werner Knapp, a professora Márcia Schillinger e o chefe do Escritório Internacional, Winfried Abt

Na parte da tarde, a delegação conheceu as estruturas do Colégio de Aplicação e visitou o Núcleo de Desenvolvimento Infantil (NDI). Nas duas instituições, as conversas foram produtivas. Há muito interesse tanto do CA quanto do NDI em receber os alunos alemães que queiram fazer o estágio no Brasil. Os docentes de Weingarten querem estabelecer como pré-requisito que seus alunos tenham uma fluência básica em Português. O próximo passo será a elaboração de um esboço do que foi conversado, para se chegar a uma proposta conjunta durante este ano. A ideia é que os estágios comecem de forma consistente em 2013.

Também estiveram presentes na audiência na Reitoria o diretor do Departamento de Articulação Institucional da Secretaria de Relações Internacionais (Dearti/Sinter), Louis Roberto Westphal, a diretora do Centro de Ciências da Educação (CED), Vera Bazzo, e as professoras do Departamento de Metodologia de Ensino do CED, Elisabeth Trauer e Ana Regina Walther. O professor Westphal ressaltou a importância de se pensar também nos cursos extracurriculares de alemão, já que o Programa Ciência sem Fronteiras tem como meta enviar três mil estudantes brasileiros para a Alemanha em 2012, número que deve aumentar em 2013.

 

Por Laura Tuyama, jornalista na Agecom.

Fotos: Wagner Behr.

 

Tags: Colégio de AplicaçãondiUFSCweingarten

Colégio de Aplicação: horário especial para o 1º ano fundamental

06/02/2012 13:00

Para melhor receber as crianças matriculadas no 1º ano do ensino fundamental, o Colégio de Aplicação está planejando uma acolhida especial para os primeiros dias de aula. O Colégio solicita aos pais/responsáveis para ficarem atentos aos horários nos dias 8, 9 e 10 de fevereiro:

Entrada: 13h30min
Saída: 15h40min

Fonte: Colégio de Aplicação

Tags: Colégio de Aplicaçãoensino fundamentalUFSC

Sorteio Colégio de Aplicação

22/11/2011 08:53

O Colégio de Aplicação da UFSC realiza sorteio de vagas no dia 29 de novembro, no Pátio do Bloco D. A partir de 9h serão sorteadas vagas para para 1° e 2° ano do Ensino Fundamental e às 14h para as demais turmas. O resultado oficial será divulgado dia 30 de novembro, no site www.ca.ufsc.br e também no mural do Colégio de Aplicação.

O processo será realizado sob a coordenação de comissão designada pela direção do Colégio de Aplicação  e será executado pelos pais ou responsáveis presentes. A supervisão  ficará sob responsabilidade da direção do Colégio de Aplicação. Não é obrigatória a presença de pais ou responsáveis legais dos inscritos.  Serão sorteadas 60 vagas, todas para o 1° ano, sendo três delas para deficientes.

As matrículas serão feitas nos dias 6 e 7 de dezembro, na Secretaria Escolar do Colégio de Aplicação, de 8h às 17h. Encerrado o prazo, o candidato não matriculado perderá o direito à vaga, sendo chamado o primeiro colocado na lista de espera. As vagas destinadas para deficientes que não forem preenchidas serão reencaminhadas para os demais candidatos da mesma série.

O edital completo pode ser acessado em no endereço http://www.ca.ufsc.br/files/2011/10/Edital-Sorteio-20123.pdf .

Mais informações  (48) 3721-9527

Por Rafaela Blacutt / Bolsista de Jornalismo

Tags: Colégio de Aplicação

Inscrições para o Colégio de Aplicação da UFSC terminam nesta quarta

01/11/2011 09:54

Estão abertas até o dia 2 de novembro, quarta-feira, as inscrições de sorteio de candidatos para o ingresso no ano letivo 2012, no Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O Edital completo pode ser acessado em no endereço http://www.ca.ufsc.br/files/2011/10/Edital-Sorteio-20123.pdf .

O sorteio das vagas será realizado publicamente no dia 29 de novembro, no Pátio do Bloco D do Colégio de Aplicação, às 9h para 1° e 2° ano do Ensino Fundamental e às 14h para as demais turmas. O resultado oficial será divulgado dia 30 de novembro, no site www.ca.ufsc.br e também no mural do Colégio de Aplicação.

O processo do sorteio será realizado sob a coordenação de Comissão designada pela Direção do Colégio de Aplicação, através de portaria, e será executado pelos pais ou responsáveis presentes. A supervisão do processo ficará sob responsabilidade da Direção do Colégio de Aplicação. Não é obrigatória a presença de pais ou responsáveis legais dos inscritos durante a realização do sorteio.  Serão sorteadas 60 vagas, todas para o 1° ano, sendo três delas para deficientes. A condição para a inscrição do candidato para o 1° ano é que ele tenha completado 6 anos de idade até o dia 1º de março de 2012.

As matrículas serão feitas nos dias 6 e 7 de dezembro de 2011, na Secretaria Escolar do Colégio de Aplicação, de 8h às 17h. Encerrado o prazo, o candidato não matriculado perderá o direito à vaga, sendo chamado o primeiro colocado na lista de espera. As vagas destinadas para deficientes que não forem preenchidas serão reencaminhadas para os demais candidatos da mesma série.

Mais informações na Secretaria do Colégio de Aplicação pelo telefone (48) 3721-9527.

Por Rafaela Blacutt / Bolsista de Jornalismo

Tags: Colégio de AplicaçãoinscriçõesUFSC

Seminário nacional discute Colégios de Aplicação

26/10/2011 16:37

A cerimônia de abertura do VII SICEA (Seminário de Institutos, Escolas e Colégios de Aplicação de Universidades Brasileira) foi realizada na manhã desta quarta-feira (26/10), no auditório principal do Centro de Cultura e Eventos da UFSC. O congresso tem o propósito de reunir alunos e professores para apresentação de trabalhos acadêmicos e culturais. O seminário coincide com os 50 anos de comemoração do Colégio de Aplicação (CA) da UFSC.

Estavam presentes na solenidade o diretor do CA da UFSC, professor Romeu Augusto Bezerra, a diretora de Ensino do CA, professora Sylvia Terezinha Damiani, a vice-diretora do Centro de Ciências da Educação (CED), professora Vera Bazzo, o diretor de Gestão e Desenvolvimento Acadêmico da PREG (Pró-Reitoria de Ensino de Graduação) representando o reitor Alvaro Prata, professor Carlos Pinto, e o integrante da Condicap (Conselho Nacional dos Dirigentes das Escolas de Educação Básica), professor José Luís Lacerda.

Romeu Augusto Bezerra ressaltou a importância que os CA’s possuem na elaboração do pensamento crítico e na formação dos alunos de educação básica em todo o país. E comentou ainda: “O SICEA é um espaço importante para a troca dessas experiências e práticas entre os colégios”.

Após as congratulações das autoridades representativas da universidade, o Coral do Aplicação, sob a coordenação do professor Luciano Py de Oliveira, cantou o Hino do Colégio e o Rancho de Amor a Ilha. Ao final, o ator e ex-aluno do colégio, Geraldo Cunha, apresentou um trecho da sua peça com a sua personagem, o manezinho da ilha, Seo Maneca.

O SICEA é um seminário itinerante que acontece a cada dois anos. A sexta edição ocorreu em 2009 em Belém-PA. A próxima cidade a recebê-lo será decidida no dia (28/10), último dia do evento.

Simultaneamente ao SICEA acontece o II Encontro Nacional de Estudantes de Colégios de Aplicação, nas dependências do CA da UFSC.

Mais informações: http://www.ca.ufsc.br/sicea/ ou

Confira a programação:

Ricardo Pessetti / Bolsista de Jornalismo da Agecom

Tags: Colégio de AplicaçãoSICEAUFSC

Edital de sorteio de vagas do Colégio de Aplicação

21/10/2011 09:48

O Diretor do Colégio de Aplicação da UFSC divulgou o Edital de Sorteio de Vagas referente à abertura das inscrições para sorteio de candidatos para ingresso no ano letivo de 2012.

A inscrição será feita exclusivamente pela internet no site www.ca.ufsc.br até às 23h59min do dia 2 de novembro de 2011.

Confira o edital: http://www.ca.ufsc.br/files/2011/10/Edital-Sorteio-20123.pdf

Tags: 2012Colégio de Aplicaçãosorteiode vagasUFSC

Floresta Encantada encontra crianças do CA

14/10/2011 17:36
.

A peça trouxe conceitos de cidadania e solidariedade às crianças (clique para ampliar)

As séries iniciais do Colégio de Aplicação (CA) assistiram à peça de teatro Floresta Encantada do dramaturgo Nassau de Souza, na quinta-feira (13) à tarde no auditório da Reitoria da UFSC. A iniciativa fez parte da comemoração do Dia das Crianças do colégio. Cerca de 200 alunos participaram do evento.

A peça conta a história de duas meninas que, na imaginação e lucidez infantil, brincam no quintal de casa como se estivessem perdidas na floresta. A partir da interação com a natureza e os animais, descobrem a existência de um “monstro” – representação do ser humano – que não cuida do meio ambiente. Em seguida, com os conhecimentos que adquirem com os animais e a cooperação entre elas, as meninas conseguem derrotar o “monstro” e “salvar” a floresta. As duas meninas são interpretadas pelas atrizes Jozzy de Souza e Cíntia Daniela Galz.

Segundo Nassau, a peça é “uma forma de reforçar os valores de cidadania e do cuidado com o meio ambiente, dando dicas de comportamento para uma melhor convivência entre as pessoas, importantes para a formação educacional das crianças”.

O evento foi organizado pela CredCrea Cooperativa de Crédito. Para Regina Silva, representante da empresa, a peça retrata os conceitos e princípios do cooperativismo e é uma maneira de mostrar para a criança que com cooperação e solidariedade é possível mudar o mundo. “O envolvimento lúdico fica.” Concluiu ela.

Texto e foto: Ricardo Pessetti/ Bolsista de Jornalismo na Agecom

Tags: Colégio de Aplicaçãoteatro

Seminário na UFSC debaterá o papel dos Colégios de Aplicação

19/08/2011 10:48

O Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) sediará o VII Seminário de Institutos, Escolas e Colégios de Aplicação de Universidades Brasileiras (SICEA) de 26 a 29 de outubro, no Centro de Cultura e Eventos. O tema desta edição é “A que(m) se aplica? O papel dos Colégios de Aplicação no processo educacional contemporâneo”.

Podem participar professores, estudantes de graduação, pós-graduação e de educação básica. As inscrições no evento e para apresentação de trabalhos vão até o dia 31 de agosto, e devem ser feitas no endereço http://www.ca.ufsc.br/inscricoes-vii-sicea/. Os minicursos serão realizados no dia 29 de outubro, das 8h às 12h, no Colégio de Aplicação (CA).

Após essa data somente serão aceitas inscrições como ouvinte e, apenas, no primeiro dia do evento. No mesmo período ocorrerá o II Encontro Nacional de Estudantes de Colégios de Aplicação.

Outras informações pelo telefone (48) 3721-9561, http://www.ca.ufsc.br/sicea/ ou pelo e-mail .

Margareth Rossi/Jornalista da Agecom

Tags: Colégio de AplicaçãoseminárioSICEAUFSC

7º Seminário de Institutos, Escolas e Colégios de Aplicação de Universidades Brasileiras

12/08/2011 12:05

O Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) sediará o VII Seminário de Institutos, Escolas e Colégios de Aplicação de Universidades Brasileiras (SICEA) de 26 a 29 de outubro, no Centro de Cultura e Eventos. O tema desta edição é “A que(m) se aplica? O papel dos Colégios de Aplicação no processo educacional contemporâneo”.

Podem participar professores, estudantes de graduação, pós-graduação e de educação básica. As inscrições no evento e para apresentação de trabalhos vão até o dia 31 de agosto, e devem ser feitas no endereço http://www.ca.ufsc.br/inscricoes-vii-sicea/. Os minicursos serão realizados no dia 29 de outubro, das 8h às 12h, no Colégio de Aplicação (CA).

Após essa data somente serão aceitas inscrições como ouvinte e, apenas, no primeiro dia do evento. No mesmo período ocorrerá o II Encontro Nacional de Estudantes de Colégios de Aplicação.

Outras informações pelo telefone (48) 3721-9561, http://www.ca.ufsc.br/sicea/ ou pelo e-mail .

Tags: Colégio de AplicaçãoSICEAUFSCVII

Projeto Um computador por Aluno/SC promove encontro dias 11 e 12 em Florianópolis

08/08/2011 16:08

Encontro das Escolas participantes do ProUCA -Santa Catarina será realizado nos dias 11 e 12 de agosto em Florianópolis, com o objetivo de estruturar uma rede por meio de ações conjuntas de formação, de acompanhamento e apoio ao uso do laptop educacional interescolas, contribuindo para a promoção  e replicação de práticas pedagógicas e de gestão inovadoras  nas escolas UCA de SC.  Em Santa Catarina foram contempladas 11 escolas da rede pública de ensino, sendo 5 municipais, 5 estaduais e uma federal— o Colégio de Aplicação da UFSC, que recebeu mais de 1.000 laptops.

(mais…)

Tags: Colégio de AplicaçãoencontroUCAUFSCum computador por aluno

Colégio de Aplicação comemora 50 anos

15/07/2011 17:16

O Colégio de Aplicação completa neste domingo, 17/07, seus 50 anos de fundação. As comemorações, que foram realizadas durante toda a sexta, 15/07, tiveram como foco a homenagem aos professores da ativa e aos aposentados, que receberam flores dos alunos. Lanche coletivo, brinquedos encomendados especialmente para a festa e show de talentos completaram a programação.

Fotos: Pâmela Carbonari

Histórico

O Colégio de Aplicação foi criado em 1961, sob a denominação de Ginásio de Aplicação e com o objetivo de servir de campo de estágio destinado à pratica docente dos alunos matriculados nos cursos de Didática (Geral e Específica) da Faculdade Catarinense de Filosofia (FCF). Nesse período, o funcionamento das Faculdades de Filosofia Federais foi regulamentado pelo decreto-lei nº 9.053 de 12/03/46 que determinava que as mesmas tivessem um ginásio de aplicação destinado à pratica docente dos alunos matriculados naqueles cursos.

O funcionamento do curso ginasial foi requerido em 31/07/59, pelo então diretor da FCF, Professor Henrique da Silva Fontes e em 15 de março de 1961 foi concedida a autorização para o funcionamento condicional por meio do Ato nº 5 da Inspetoria Seccional de Florianópolis. No entanto, somente em 17 de julho, o oficio nº 673 do Diretor do Ensino Secundário do Ministério da Educação e Cultura, ratifica o Ato nº 5 da Inspetoria Seccional de Florianópolis e autoriza o funcionamento condicional do Ginásio de Aplicação, pelo período de quatro anos e passa a se integrar ao Sistema Federal de Ensino.

Inicialmente, foi implantada apenas a 1ª série ginasial, e a cada ano subseqüente, foi sendo acrescentada uma nova série até completar as quatro séries do ciclo ginasial. O número de turmas por série manteve-se constante até 1967, quando foram compostas três turmas da 1ª série ginasial. Em 1968, foram formadas duas turmas de 1ª e 2ª séries ginasiais, e por implementação progressiva, em 1970, havia duas turmas por série.

No ano de 1970 foi substituído o nome Ginásio de Aplicação para Colégio de Aplicação, e o colégio passou a ter a primeira série do segundo ciclo, com os cursos Clássico e Científico. As demais séries do Ensino Médio foram implementadas gradativamente nos anos seguintes.

Em 1980, foi acrescentado aos cursos já existentes o Ensino Fundamental com a implementação de oito turmas, duas (turno matutino e vespertino) para cada uma das quatro séries iniciais.

Os alunos que freqüentavam, até então, o Colégio de Aplicação eram filhos de professores e servidores técnico-administrativos da Universidade Federal de Santa Catarina.

A partir da Resolução nº 013/CEPE/92, ficou estabelecido o número de três turmas por série, com 25 alunos cada uma. O ingresso de alunos no Colégio passa a ocorrer via sorteio aberto à comunidade.

Enquanto escola experimental, o Colégio tem proporcionado o desenvolvimento de experiências pedagógicas e estágios supervisionados para os cursos de Licenciatura e Educação, segundo as exigências da Lei nº 9394, de 20 de dezembro de 1996 (LDB).

Atualmente o Colégio de Aplicação, inserido no Centro de Ciências da Educação da Universidade Federal de Santa Catarina, é uma unidade educacional que atende ao Ensino Fundamental e Médio, funciona em prédio próprio, no Campus Universitário, e está localizado no Bairro da Trindade, município de Florianópolis.

O Colégio de Aplicação segue a política educacional adotada pela Universidade Federal de Santa Catarina que visa atender à trilogia de Ensino, Pesquisa e Extensão.

No presente momento, o Colégio de Aplicação está em processo de implementação do seu Projeto Político-Pedagógico, que foi concebido a partir de uma proposta de gestão participativa.

Fonte: site do Colégio de Aplicação.

Tags: 50 anosColégio de Aplicação

Colégio de Aplicação recebe inscrições para concurso até 16 de setembro

13/06/2011 16:43

Estão prorrogadas até o dia 16 de setembro as inscrições para a escolha de uma imagem tridimensional simbolizando a identidade do Colégio de Aplicação. O concurso de um objeto estético comemora o aniversário de 50 anos da escola.

O concurso é aberto à comunidade e cada autor ou grupo de autores poderá enviar uma única proposta. Os projetos devem ser entregues no Espaço Estético do CA/UFSC. Os três projetos vencedores serão construídos em escala 1:100 e expostos no espaço público da escola, constituindo-se em acervo permanente do Colégio de Aplicação.

Leia o edital

Novo cronograma:

– Entrega de Projeto: 16/09
– Julgamento da comissão avaliadora: 20/09
– Divulgação do resultado: 04/11

Informações pelo telefone (48) 3721-9691 (Fabíola ou Helena) ou pelo e-mail

Tags: Colégio de Aplicação

Espaço Estético do Colégio de Aplicação abre nova mostra

07/06/2011 11:42

O Espaço Estético do Colégio de Aplicação da UFSC expõe a partir dessa segunda-feira, 6 de junho, “A imagem vale mais que mil palavras?”. A mostra é composta por 16 fotografias jornalísticas que os alunos das sextas séries escolheram para representar o impacto que a imagem causa ao transmitir uma notícia. A iniciativa é da professora de Língua Portuguesa Arlyse S. Ditter.

Entre os temas das imagens escolhidas estão a queda do World Trade Center, o esporte, a fome na África e o tsunami no Japão. O objetivo da professora é introduzir aos alunos o que é e como funciona o fotojornalismo, extrair deles as percepções e críticas pessoais e induzi-los a entrevistar outras pessoas sobre essas fotografias. Os alunos puderam realizar as pesquisas pela internet, em sala de aula, com computadores que receberam no início do ano (projeto UCA).

A exposição faz parte do projeto da professora Arlyse e consiste em explorar a leitura e produção textual dos gêneros jornalísticos. Os estudantes já foram visitar a redação e a gráfica do Diário Catarinense e ao longo do ano irão produzir seu próprio jornal.

O que: exposição “A imagem vale mais que mil palavras?”

Quando: 06/06 até 27/06

Hora: 7h30min às 18h30min

Onde: Espaço Estético / CA UFSC

Contato: professora Fabíola Búrigo Costa ()

Tags: Colégio de Aplicação

Colégio de Aplicação recebe laptops do Projeto Um Computador por Aluno

27/05/2011 15:33

Estudantes do Colégio de Aplicação da UFSC receberam na última terça, 23 de maio, o último lote de netbooks do Programa Um Computador por Aluno (PROUCA),  promovido pelo Ministério da Educação (MEC). Todos os alunos do Ensino Fundamental e Médio do CA receberam um computador do PROUCA. Foram distribuídos 1.058 netbooks.
(mais…)

Tags: Colégio de Aplicaçãonetbooks

Biodança

11/03/2011 16:34

O Colégio de Aplicação sediará, em sua sala de ginástica, sessões de Biodança. As aulas acontecem às quintas, das 9h às 11h30, e as inscrições podem ser feitas pelo e-mail ou pelo telefone 9117-0808, com Laury.

Tags: biodançaColégio de Aplicação