Museu em curso desta terça discute experiências de acessibilidade

26/04/2011 15:30

A questão da acessibilidade de pessoas com deficiência em museus e instituições culturais está em foco na quinta palestra do projeto Museu em Curso. Nesta terça, 26/04, das 16 às 18 horas, no auditório do Museu Universitário Osvaldo Rodrigues Cabral, a educadora de museus Amanda da Fonseca Tojal abordará o tema “Museu e Acessibilidade”, tendo em vista a implementação da Política de Acessibilidade na UFSC e no Museu Universitário. Coordenadora do “Programa Educativo Públicos Especiais”, da Pinacoteca do Estado de São Paulo, Amanda falará sobre as experiências com ações educativas inclusivas desenvolvidas na sua instituição.
O evento servirá como subsídio para a adoção de procedimentos inclusivos e de acessibilidade no Museu Universitário, conforme explica a diretora Teresa Fossari. “A equipe tem uma grande preocupação com a inclusão de pessoas com deficiência, tanto no projeto expográfico, como no projeto arquitetônico do novo prédio”. Por isso, o Museu em Curso convidou uma pesquisadora experiente na área para assessorar na definição de um programa educativo voltado a públicos visitantes especiais. Também foi convidada a participar do debate a assistente social Corina Espíndola, coordenadora do Programa de Implementação da Política Universal de Acessibilidade na UFSC, que foi oficializado em dezembro do ano passado, com a criação do Comitê de Acessibilidade, vinculado à Pró-Reitoria de Ensino de Graduação.
Desde a sua concepção, a proposta arquitetônica da nova sede do MU prevê rampas de acesso para cadeirantes e piso tátil para portadores de deficiência visual. Diversos recursos vão facilitar a circulação pelos corredores internos e fruição dos acervos expostos a pessoas com necessidades especiais. Incluem-se aí legendas e textos em Braille, pisos táteis marcando o percurso da exposição, áudio-guia e intérprete da língua dos sinais, regulação da altura das vitrines e dos textos de apoio para ficarem ao alcance de cadeirantes, maquetes táteis, áudios-visuais com legenda, entre outros. No caso de pessoas com dupla deficiência, como os surdos-cegos, Corina lembra que será necessário adotar guias-intérpretes capacitados para escrever as mensagens na mão do visitante ou manipular os seus dedos para produzir os sinais de Libras.
Promover a formação de profissionais da área e proporcionar a discussão sobre temas relativos aos museus é o objetivo do projeto Museu em Curso, uma realização da Secretaria de Cultura e Arte e Museu Universitário Professor Oswaldo Rodrigues Cabral, em parceria com a Associação dos Amigos do Museu Universitário. A cada mês, o projeto realiza uma palestra voltada para as diversas áreas da teoria e da prática museológica. Os participantes do evento receberão certificados.

A palestrante:

Amanda Pinto da Fonseca Tojal concluiu o doutorado em Ciências da Informação pela Escola de Comunicações e Artes da USP, o mestrado em Artes pela ECA-USP, a especialização em Museologia pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo e o Curso Superior em Licenciatura em Educação Artística pela Faculdade de Artes Plásticas da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP). Além do programa educativo para públicos especiais, coordena na Pinacoteca de São Paulo o curso de extensão cultural “Ensino da arte na educação especial e inclusiva”. Presta atualmente consultorias em acessibilidade e ação educativa inclusiva em museus e instituições culturais.

Serviço:

O quê: Museu em curso, palestra com Amada Tojal
Quando: 26 de abril de 2011, das 16h às 18h
Onde: Auditório do Museu Universitário
Quanto: Entrada franca
Informações: 48 3721-8604 ou 9325
e-mail:

Po Raquel Wandelli/ Jornalista na SeCArte

Tags: acessibilidademuseu

Obra defende construção de cenários de futuro para a educação

26/04/2011 11:21

Se o mundo contemporâneo vive a era das incertezas, não são elas que governam as ações humanas: é preciso antever o futuro e estabelecer estratégias para superar desafios e alcançar objetivos. A prospecção ou os estudos do futuro, largamente aplicados na área produtiva, podem ser muito eficazes também no campo da educação e da gestão do conhecimento, no sentido de colocar as instituições de ensino à frente do seu tempo. É o que demonstra o educador Juares da Silva Thiesen, que lança, às 19 horas desta quarta-feira, dia 27 de abril, na livraria Livros & Livros, no Centro de Florianópolis, o livro O Futuro da Educação – Contribuições da Gestão do Conhecimento, pela Papirus Editora.

Professor do Centro de Ciências da Educação e doutor em Ciências Pedagógicas e em Engenharia e Gestão do Conhecimento pela UFSC, Thiesen convida a pensar e planejar estrategicamente a educação para os próximos 20 ou 30 anos. De forma inédita, o livro traz para a educação a possibilidade de prospectar e analisar cenários de futuro, uma ferramenta de planejamento estratégico largamente utilizada em outras áreas, mas que precisava ser desenvolvida considerando as especificidades desse campo do saber, como explica Thiesen.

A metodologia para a construção de cenários prospectivos já é relativamente conhecida no mundo das empresas privadas e das organizações estatais que lidam com atividade produtiva. “Vem sendo utilizada de modo crescente no Brasil, auxiliando organizações na tomada de decisão e na formulação de planejamentos de médio e longo prazo”, explica Thiesen, que já foi diretor de escola, coordenador de Gerência Regional de Ensino e ocupou o cargo de diretor de Educação Básica da Secretaria de Estado da Educação.

Resultado de três anos de estudos do autor, o livro apresenta uma metodologia passível de ser aplicada em qualquer sistema de educação, seja ele federal, estadual ou municipal. Partindo de uma base teórica interdisciplinar, com evidência para autores como o teórico francês da administração Michael Godet e o brasileiro Milton Santos, entrecruza filosofia, pedagogia, administração e outras áreas. Em sua obra, lançada com apoio da Secretaria de Cultura e Arte, Thiesen convida a fazer do presente um laboratório de experimentação de futuros possíveis para que a educação seja capaz de dar resposta aos desafios da sociedade contemporânea.

Por Raquel Wandelli / Assessora de Comunicação da SeCArte /  / / 9911-0524  / 3721-9459

Tags: educaçãolançamentolivro

Desligamento de energia elétrica neste sábado

26/04/2011 11:05

A Prefeitura Universitária comunica desligamento de energia elétrica neste sábado, 30 de abril, entre 8h e 12h, nos seguintes locais: Engenharia Civil, Engenharia Química / prédio novo , MIP, BEG, ECZ, Farmacologia e Biotério. Caso os serviços sejam concluídos antes do horário previsto, a energia será reativada. Informações: 3721-9333

Tags: desligamento energia

UFSC realiza simulação de organizações internacionais para o ensino médio

26/04/2011 10:49

Estudantes do Curso de Relações Internacionais da UFSC realizam no sábado,  dia 30 de abril, a primeira edição da Simulação de Organizações Internacionais para o Ensino Médio (SIEM). O processo é realizado em diversas universidades do mundo, como Harvard, nos Estados Unidos. Um dos objetivos é capacitar estudantes do segundo grau para discussões mais aprofundadas sobre fatos históricos e assuntos da atualidade que causam impactos imediatos na sociedade. Cerca de 150 alunos de colégios particulares e públicos de Florianópolis vão desempenhar as funções de diplomatas e embaixadores no evento, inédito em Santa Catarina.

Além da Assembléia Geral da ONU e Conselho de Segurança, serão representadas na Sala dos Conselhos, na Reitoria, e no Auditório do Centro Sócio-Econômico, alguns dos mais importantes órgãos internacionais. Entre eles, Organização dos Estados Americanos (OEA), Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (APEC) e União Européia (UE). Serão debatidos temas como pirataria na Somália, o posicionamento da União Européia sobre o conflito Israel/Palestina, doenças relacionadas às mudanças climáticas e o tráfico de pessoas.

“A ideia é que os alunos do ensino médio busquem, além do guia que está disponível no site do SIEM, mais informações por meio de pesquisas e bibliografias relacionadas, e assim desenvolvam a capacidade de compreender os acontecimentos internacionais e uma cultura de tolerância”, explica Paula Fogliato Prado, acadêmica de Relações Internacionais.

De acordo com os organizadores, as discussões em pauta já aconteceram em reuniões reais de cada organização e as atas estão disponíveis na página do projeto (http://siem.ufsc.br/). Mesmo assim as decisões estarão em aberto. “Não necessariamente os participantes deverão chegar às resoluções em que as reuniões reais chegaram”, complementa Paula.

“Este é um campo de atuação profissional, onde muito dos alunos do Curso de Relações Internacionais atuarão. Portanto estão adquirindo experiências ao organizarem um projeto que simula fielmente os processos administrativos e o andamento institucional desses organismos”, ressalta Renato Xavier, também estudante de Relações Internacionais. Acadêmicos do curso ficarão em uma sala de apoio para atender os participantes que tenham alguma dúvida sobre as decisões e os posicionamentos que devem tomar. Eles foram também responsáveis pela elaboração de um guia de estudo para a preparação dos participantes.

Neste momento a simulação está envolvendo universitários do Curso de Relações Internacionais, mas em edições futuras deve integrar outras áreas, como História, Direito e Jornalismo. O primeiro SIEM realizado no Brasil aconteceu em 2006, representando reuniões e comitês históricos, entre eles a Conferência de Genebra de 1938, o Conselho de Segurança Nacional do Brasil de 1968 (que discutiu o Ato Institucional 5) e a ECO-92. Edições posteriores contemplaram discussões mais antigas, atuais e religiosas, como o Senado Romano de 63 a.C., o Supremo Tribunal Federal com o caso Casare Batisti de 2009 e o Concílio Vaticano Primeiro, que abordou o tema a Igreja frente às ideologias do século XIX.

Mais informações: http://siem.ufsc.br/ / Paula Fogliato Prado (8457-8927 / / ou professora Patrícia Arienti (3721-6508)

Também no vídeo SIEM UFSC – Simulação de Organizações Internacionais para Ensino Médio:http://www.youtube.com/watch?v=5poecblI08M

Por Ana Luísa Funchal / Bolsista de Jornalismo na Agecom

Tags: relações internacionaissimulação

Simpósio reunirá pesquisadores para discutir o fenômeno da cibercultura

26/04/2011 10:40

Estão abertas até o dia 30 de junho as inscrições para o 5º Simpósio Nacional da Associação Brasileira de Pesquisadores em Cibercultura (ABCiber). O encontro será realizado nos dias 16, 17 e 18 de novembro, no Centro de Cultura e Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A coordenação geral do V Simpósio ABCiber – 2011 conta com a participação da professora Yara Guasque, do Centro de Artes da UDESC, além de professores da UFSC.

Com o objetivo de consolidar esse campo interdisciplinar de estudos, contribuindo para o desenvolvimento científico, tecnológico e cultural do país, o simpósio reunirá pesquisadores, artistas e alunos de programas de pós-graduação e de graduação de áreas da Linguística, Letras e Artes, das Ciências Humanas e das Ciências Sociais Aplicadas. Na programação estão previstas palestras, mesas temáticas, plenárias especiais, oficinas, performances, exposições de arte e apresentações de artigos científicos. O cadastramento e a submissão dos trabalhos devem ser efetuadosno site www.simposio2011.abciber.org/ até o dia 30 de junho. As principais conferências terão transmissão ao vivo.

Saiba Mais:

Os trabalhos submetidos ao V Simpósio ABCiber – 2011 devem estar inseridos num dos seguintes oito eixos temáticos:

1) Educação, Processos de Aprendizagem e Cognição;

2) Jornalismo, Mídia livre e Arquiteturas da Informação;

3) Processos e Estéticas em Arte Digital: Circuit bending, Instalações Interativas e Curadorias Distribuídas;

4) Jogos, Redes Sociais, Mobilidade e Estruturas Comunicacionais Urbanas;

5) Meio ambiente, Sustentabilidade e Economias Solidárias;

6) Comunicação Corporativa e Práticas de Produção e Consumo Online;

7) Articulações Políticas Governamentais e Não-governamentais no Ciberespaço;

8) Arquivos: Taxionomias, Preservação e Direito Autoral.

Os autores dos projetos poderão escolher entre cinco tipos de participação no V Simpósio ABCiber – 2011:

(A) Artigo científico;

(B) Mesa temática;

(C) Oficina;

(D) Performance;

(E) Exposição.

Para mais informações, acesse o site do evento e as redes sociais:

Twitter: http://twitter.com/abciber2011

ABCiber2011 no Facebook: http://www.facebook.com/pages/ABCiber2011/205809629434687

ABCiber2011 no Cultura Digital: http://culturadigital.br/members/abciber2011/

Coordenação Geral do V Simpósio Nacional da ABCiber

Yara Guasque (PPGAV/UDESC)

Lucas da Rosa (UDESC)

Clélia Mello (PPGDEG /UFSC)

Theophilos Rifiotis (PPGAS/UFSC)

Comissão Científica

Maria José Baldessar (PPGDEG /UFSC)

Maria Elisa Máximo (PPGAS/UFSC)

Jean Segata (PPGAS/UFSC)

Comissão de Apresentações

Sandra Albuquerque Reis Fachinello (PPGAV/DAV/UDESC)

Comissão Artística

Clélia Mello (PPGDEG /UFSC)

Comissão de Comunicação na Internet

João Daltro (PPGAV/UDESC)

Joana da Silva Caldas (UFSC)

Cristina de Oliveira Cardoso (UDESC)

Comissão de Oficinas

Yara Guasque (PPGAV/UDESC)

Serviço:
V Simpósio Nacional da ABCiber.

Quando: 16 a18 de novembro, a partir das 9 horas.

Onde: Centro de Cultura e Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

– 9h às 12h – mesas temáticas (mediante inscrição de participação e pagamento da taxa);

– 11h às 15h – oficinas prático-teóricas (mediante inscrição de participação e pagamento da taxa);

– 13h às 17h – apresentações de artigo (mediante inscrição de participação e pagamento da taxa);

– 17h às 19h30 – plenárias especiais “Arte e Cultura Digital”, “Hacktivismo”, e “Laboratórios e Nós e Produção”;

– 19h30 às 21h30 – palestras com os keynote speakers; Assembléia Geral da ABCiber; Discussão das apresentações e avaliação do simpósio;

– 21h30 em diante – confraternizações como a abertura da exposição de Arte Digital, lançamento de livros e a performance de Live Cinema no encerramento do Simpósio.

Tags: Ciberculturasimpósio

Projeto 12:30 recebe banda Jato de Areia nesta quarta-feira

26/04/2011 10:13

Várias bandas de rock internacionalmente consagradas estão no repertório da Jato de Areia

A banda Jato de Areia é a atração do Projeto 12:30 desta quarta-feira, 27 de abril. A apresentação acontece na Concha Acústica da UFSC, às 12h30min, é gratuita e aberta à comunidade.

A Jato de Areia Rock Band existe há três anos com formação completa e com formação fixa há dois anos.  A banda dedicou seu primeiro ano para aprimoramento e aperfeiçoamento, ensaiando as músicas em estúdios. Atualmente possui um local próprio e está trabalhando com divulgações e shows em casas conceituadas da região. Recentemente foram atração da Donovan Irish Pub, no Centro de Florianópolis.

Várias bandas de rock internacionalmente consagradas estão em seu repertório. Há clássicos como The Beatles, Creedence e Pink Floyd, além de grupos contemporâneos como Kings of Leon, Red Hot Chili Peppers e Foo Fighters. Também tocam um estilo mais pesado como Marylin Manson, Rage Against The Machine e Metallica. A única banda brasileira que se encontra em seu repertório é Raimundos.

Integrantes:

André Soares Alves: Vocal e Guitarra
Marcio Rogério de Souza Segalla: Guitarra
Israel Orlli Duarte: Baixo
Jorge Luis Zuculo Sobrinho

Projeto 12:30

O projeto 12:30 é realizado pelo Departamento Artístico Cultural (DAC), vinculado à Secretaria de Cultura e Arte da UFSC e apresenta semanalmente atrações de cunho cultural de música, dança e teatro. As apresentações acontecem todas as quartas-feiras, ao ar livre, na Concha Acústica, e quinzenalmente, às quintas-feiras, no Projeto 12:30 Acústico, no Teatro da UFSC.

Artistas e grupos interessados em se apresentar no projeto dentro do campus da UFSC devem entrar em contato com o DAC através dos telefones (48) 3721-9348 / 3721-9447 ou por e-mail, enviando mensagem para

Serviço:

O QUÊ: Apresentação da banda Jato de Areia.
ONDE: Projeto 12:30 na Concha Acústica da UFSC, Praça da Cidadania, Campus Universitário, Florianópolis-SC.
QUANDO: Dia 27 de abril, quarta-feira, às 12h30min.
QUANTO: Gratuito, aberto à comunidade.
CONTATO: Banda: (48) 3035-5573 – Visite www.dac.ufsc.br

Fonte: Kadu Reis – Acadêmico de Jornalismo, Assessoria de Imprensa do Projeto 12:30, DAC: SeCArte: UFSC, com informações e foto do grupo.

Tags: Jato de AreiaProjeto 12:30

Cineclube Rogério Sganzerla exibe ´Tudo o que o céu permite`

26/04/2011 09:58

O Cineclube Rogério Sganzerla exibe nesta quinta-feira, 28 de abril, às 18h30min, o filme Tudo o que o céu permite, do diretor Douglas Sirk, ano 1955, duração de 89min. Veja o trailer. Local: auditório Herique Fontes, do Centro de Comunicação e Expressão (CCE). O cineclube é uma realização dos alunos do Curso de Cinema da UFSC, com apoio do CCE, Centro Acadêmico do Curso de Cinema e do Laboratório de Estudos de Cinema.

Tags: Cineclube Rogério Sganzerla

Professores da Universidad Nacional de Mar del Plata proferem conferências na UFSC

26/04/2011 09:25

O Programa de Pós-Graduação em Literatura, o  Núcleo Juan Carlos Onetti de Estudos Literários Latino-Americanos e o Núcleo de Estudos Literários e Culturais  da UFSC convidam para as conferências ´Arturo Carrera o la  orfebrería de la sensibilidad` e ´ Juan José Saer y los usos de la tradición  nacional`.

A primeira conferência será ministrada pela professora Nancy Fernández, da Universidad Nacional de Mar del  Plata. A pesquisadora é doutora em Letras pela Universidad Nacional de La Plata,  autora dos livros Narraciones viajeras. César Aira y Juan José Saer; Experiencia y escritura. Sobre la poesía  de Arturo Carrera, e Escrituras de lo real. La narrativa de César  Aira  y la poesía de Arturo Carrera, além de vários capítulos de livros e artigos científicos. O encontro acontece nesta quarta-feira, 27 de abril, às  15h, na Sala 403, Machado de Assis, 4º andar do prédio B  do Centro de Comunicação e Expressão (CCE).

A palestra ´Juan José Saer y los usos de la tradición  nacional` será proferida pelo professor Edgardo Berg, da Universidad Nacional de Mar del Plata. Edgardo Berg é autor dos livros Ricardo Piglia. Un narrador de historias  clandestinas, e de Papeles  en progreso. Usos y relectura de la tradición en La literatura argentina,  co-autor de Supersticiones de linaje. Sobre genealogías y reescrituras e autor de vários capítulos de livros e artigos  científicos. Nesta quinta-feira, 28 de abril, às  9h30min, também na sala 403, Machado de Assis, 4º andar do prédio B  do CCE – UFSC.

Junto  às conferências, serão apresentados os livros La poesía de Arturo  Carrera. Antología de la  obra y la crítica (org.  Nancy Fernández e Juan D. Winter) e Papeles en progreso. Usos y relectura de  la tradición en la literatura argentina (org. Edgardo Berg).

Mais informações com a professora Liliana Reales, coordenado do Núcleo Onetti, e-mail:

Tags: conferênciasliteratura

Giba Assis Brasil conversa nesta terça sobre a Antropóloga, de Zeca Pires

25/04/2011 16:30

Para quem estiver interessado em saber como foi montado o filme A Antropóloga, acontece nesta erça-feira (26), às 14h no Teatro da UFSC (DAC), um debate com Giba Assis Brasil (montador do filme) e Zeca Nunes Pires (diretor). O debate será mediado pelo professor do Curso de Cinema da UFSC, Felipe Soares.

A montagem de A antropóloga contou com muitas novidades tecnológicas. O diretor enfatiza a possibilidade, proporcionada pelas novas tecnologias, de contar com o seu montador predileto, Giba Assis Brasil. “Como eu não podia ficar durante toda a montagem em Porto Alegre e nem o Giba aqui na Ilha, trouxe para cá um HD clone do que ficou lá na Casa de Cinema, com todas as imagens do filme”, afirma Zeca Pires. A cada corte o montador enviava para o diretor apenas os códigos do final pela internet e este conseguia ver os avanços da montagem. Além disso, completa Zeca Pires, “o Giba mandava relatórios detalhadíssimos de cada corte”, como o próprio montador brincou com o Zeca, ‘foi o filme que eu mais escrevi!’”.

Fonte: Rosana Cacciatore ( 9986-3242)

Tags: A Antropóloga

Associação de Amigos do HU promove bazar beneficente de outono

25/04/2011 16:16

Com objetivo de arrecadar fundos para a Associação Amigos do Hospital Universitário (AAHU), será realizado nos dias 26 e 27 de abril, terça e quarta-feira, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC, um bazar beneficente com produtos de vestuário apreendidos pela Receita Federal.

A AAHU realiza ações como o financiamento de materiais de infraestrutura para o hospital, a compra de equipamentos e itens que forneçam mais conforto aos pacientes e familiares. Além disso, oferece constante serviço de apoio social e espiritual aos doentes, e oficinas de trabalhos manuais para os acompanhantes.

Interessados em participar da entidade devem fazer um cadastro pelo site www.amigosdohu.org.br/ ou comparecer na sede. O trabalho voluntário é dividido em duas áreas distintas: a administrativa, que organiza eventos para arrecadar verbas, como brechós e bazares; e a social, com participação direta no Hospital Universitário.

Fundada em 2001, a Associação Amigos do HU inaugurou em março desse ano sua nova sede. O prédio, financiado com recursos próprios, conta com Posto de Coleta do Banco de Sangue, Sede Administrativa, sala de acolhimento aos pacientes do interior que diariamente vêm para consultas e exames. Após a regulamentação junto à Prefeitura Municipal de Florianópolis, o prédio passa a fazer parte do patrimônio da UFSC.

Serviço:

Bazar AAHU

Local: Centro de Cultura e Eventos da UFSC

Data: 26/4 (terça-feira), das 9h às 18h, e 27/4 (quarta-feira), das 9h às 12h.

Mais informações: (48) 3721-8042

Por Bianca Amorim Santos/Bolsista de Jornalismo na Agecom

Tags: AAHUbazar beneficente

Inscrições para pós-graduações na UFSC

25/04/2011 16:11

Mestrado Profissional em Perícias Criminais Ambientais: até 28 de abril

Doutorado em Ciências Médicas: até 29 de abril

Doutorado em Língua Inglesa e Linguística Aplicada: 2 de maio a 6 de junho

Doutorado em Literaturas de Língua Inglesa: 2 de maio a 6 de junho

Mestrado em Biologia Vegetal: 2 de maio a 30 de junho

Doutorado em Biotecnologia: até 6 de maio

Mestrado em Física: até 10 de maio

Doutorado em Física: até 10 de maio

Mestrado e Doutorado em Estudos da Tradução: 23 de maio a 3 de junho

Doutorado em Engenharia Ambiental: até 27 de maio (2º trimestre), 9 de setembro (3º trimestre)

Doutorado em Serviço Social: 1º a 20 de junho

Mestrado e Doutorado em Engenharia Química: 13 a 17 de junho (2º trimestre), 19 a 23 de setembro (3º trimestre)

Mestrado em Engenharia Civil: 15 de junho a 31 de julho

Mestrado em Engenharia Elétrica: 15 de setembro a 30 de novembro

Mestrado em Agroecossistemas: 19 de setembro a 7 de outubro

Doutorado em Ciência e Engenharia de Materiais: fluxo contínuo (ingresso no início de cada trimestre)

Doutorado em Engenharia Civil: fluxo contínuo com avaliação feita 15 dias antes do início de cada trimestre

Mestrado em Relações Internacionais: Inscrições previstas para 15 a 30 de setembro.

Tags: inscriçõespós-graduação UFSC

Lançamento de O Futuro da Educação nesta quarta na Livros & Livros no centro de Florianópolis

25/04/2011 15:14

O professor Juares da Silva Thiesen, do CED,  lança nesta quarta-feira,  dia 27 de abril, o livro O Futuro da Educação  – Contribuições da Gestão do Conhecimento, da Papirus Editora. O evento será realizado a partir das  19h, na livraria Livros & Livros, à rua Jerônimo Coelho, 215, Centro de Florianópolis.

Tags: Juarez da Silva ThiesenO Futuro da Educação

Palestra sobre enobrecimento urbano com Rogério Proença Leite nesta 5ª na UFSC

25/04/2011 14:46

A palestra Enobrecimento Urbano: balanços e perspectivas, será ministrada pelo professor Rogério Proença Leite, da Universidade Federal de Sergipe, nesta quinta-feira, dia 28 de abril, no miniauditório do CFH ( 3º piso), às 18h30min. Promoção conjunta do PGAU-Cidade/CTC (Urbanismo, História e Arquitetura da Cidade) e o PPGAS/ CFH ( Antropologia Social)

Informações: Maria Inês Sugai : /

Tags: Empobrecimento urbanoPPGASPPGAU- CidadeRogério Proença Leite

Dia da Dança na UFSC

25/04/2011 12:27

Secretaria de Cultura e Arte, Cursos de Artes Cênicas e Educação Física promovem nesta sexta-feira, 29, o Dia da Dança com mostras, mesa-redonda e oficinas gratuitas. As oficinas estão sendo preenchidas por funcionários e alunos dos mais diversos cursos da UFSC, além da comunidade de Florianópolis.As inscrições são feitas pelo e-mail: . Informações no site http://portalcce.paginas.ufsc.br/.

Tags: arteculturaDia da Dança

UFSC participa do Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído

25/04/2011 11:47

Pela primeira vez, o Curso de Fonoaudiologia da UFSC participa, nesta quarta-feira, dia 27, do Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído, ou International Noise Awareness Day (INAD), promovido no Brasil desde 2008 pela Sociedade Brasileira de Acústica (SOBRAC), com o apoio da Academia Brasileira de Audiologia (ABA).
(mais…)

Tags: Dia internacionalFonoaudiologiaruído

“Livres e iguais” entra em cartaz no Teatro da UFSC em 29 de abril

25/04/2011 11:13

Está de volta aos palcos de Florianópolis, após três anos,  um dos mais belos espetáculos da história do teatro catarinense: “Livres e iguais”, Teatro de Formas Animadas do grupo Teatro sim… por que não??!*. A peça fica em cartaz no Teatro da UFSC de 29 de abril a 29 de maio, com apresentações às sextas, sábados e domingos, sempre às 20h30.
(mais…)

Tags: CEARTdireitos humanosFormas animadas

Para pensar o esporte em Santa Catarina

25/04/2011 09:38

Amanhã, dia 26 de abril, às 19h, na galeria de arte da Assembléia Legislativa, acontece o lançamento do livro “A Miséria do Esporte”, do professor Nilso Ouriques, da UNOESC. No livro ele explicita como o esporte catarinense, via lógica dos Jogos Abertos, tornou-se um negócio. O que vale é o evento e não o esporte em si. No trabalho, pode-se saber de boa parte das artimanhas que se movem nos bastidores, a política que rege a escolha dos dirigentes e a falta de compromisso com a alegria e a saúde que o esporte proporciona. O professor de Joaçaba, ligado à Rede de Estudos Latino-Americanos (REBELA), coordenada pelo IELA /UFSC, apresenta uma pesquisa bem fundamentada e  mostra, com dados concretos, os problemas do setor, chamando a atenção para o fato de que em Santa Catarina, como em todo o país, os sindicatos e movimentos sociais deveriam dar mais valor ao esporte e prestar mais atenção na política que move o setor.

Tags: esporteIELAOuriques

Museu em curso discute experiências de acessibilidade

20/04/2011 17:06

A questão da acessibilidade de pessoas com deficiência em museus e instituições culturais está em foco na quinta palestra do projeto Museu em Curso. No dia 26 de abril, das 16 às 18 horas, no auditório do Museu Universitário Osvaldo Rodrigues Cabral, a educadora de museus Amanda da Fonseca Tojal abordará o tema “Museu e Acessibilidade”, tendo em vista a implementação da Política de Acessibilidade na UFSC e no Museu Universitário. Coordenadora do “Programa Educativo Públicos Especiais”, da Pinacoteca do Estado de São Paulo, Amanda falará sobre as experiências com ações educativas inclusivas desenvolvidas na sua instituição.

O evento servirá como subsídio para a adoção de procedimentos inclusivos e de acessibilidade no Museu Universitário, conforme explica a diretora Teresa Fossari. “A equipe tem uma grande preocupação com a inclusão de pessoas com deficiência, tanto no projeto expográfico, como no projeto arquitetônico do novo prédio”. Por isso, o Museu em Curso convidou uma pesquisadora experiente na área para assessorar na definição de um programa educativo voltado a públicos visitantes especiais. Também foi convidada a participar do debate a assistente social Corina Espíndola, coordenadora do Programa de Implementação da Política Universal de Acessibilidade na UFSC, que foi oficializado em dezembro do ano passado, com a criação do Comitê de Acessibilidade, vinculado à Pró-Reitoria de Ensino de Graduação.

Desde a sua concepção, a proposta arquitetônica da nova sede do MU prevê rampas de acesso para cadeirantes e piso tátil para portadores de deficiência visual. Diversos recursos vão facilitar a circulação pelos corredores internos e fruição dos acervos expostos a pessoas com necessidades especiais. Incluem-se aí legendas e textos em Braille, pisos táteis marcando o percurso da exposição, áudio-guia e intérprete da língua dos sinais, regulação da altura das vitrines e dos textos de apoio para ficarem ao alcance de cadeirantes, maquetes táteis, áudios-visuais com legenda, entre outros. No caso de pessoas com dupla deficiência, como os surdos-cegos, Corina lembra que será necessário adotar guias-intérpretes capacitados para escrever as mensagens na mão do visitante ou manipular os seus dedos para produzir os sinais de Libras.

Promover a formação de profissionais da área e proporcionar a discussão sobre temas relativos aos museus é o objetivo do projeto Museu em Curso, uma realização da Secretaria de Cultura e Arte e Museu Universitário Professor Oswaldo Rodrigues Cabral, em parceria com a Associação dos Amigos do Museu Universitário. A cada mês, o projeto realiza uma palestra voltada para as diversas áreas da teoria e da prática museológica. Os participantes do evento receberão certificados.

A palestrante:

Amanda Pinto da Fonseca Tojal concluiu o doutorado em Ciências da Informação pela Escola de Comunicações e Artes da USP, o mestrado em Artes pela ECA-USP, a especialização em Museologia pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo e o Curso Superior em Licenciatura em Educação Artística pela Faculdade de Artes Plásticas da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP). Além do programa educativo para públicos especiais, coordena na Pinacoteca de São Paulo o curso de extensão cultural “Ensino da arte na educação especial e inclusiva”. Presta atualmente consultorias em acessibilidade e ação educativa inclusiva em museus e instituições culturais.

Serviço:

O quê: Museu em curso, palestra com Amada Tojal

Quando: 26 de abril de 2011, das 16h às 18h

Onde: Auditório do Museu Universitário

Quanto: Entrada franca

Informações: 48 3721-8604 ou 9325

e-mail:

Por Raquel Wandelli – Assessoria de Comunicação UFSC/SeCArte

www.secarte.ufsc.br – 37219459 e 99110524

Tags: acessibilidadeAmada TojalMuseu em CursoPessoas com Deficiência

Desinfecção de contaminantes em moluscos é tema de curso

20/04/2011 16:47

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) sedia o curso de curta duração “Estudo da desinfecção de contaminantes virais em moluscos bivalves e água do mar em depuradora de moluscos acoplada com radiação ultravioleta”, promovido pelo Centro Brasileiro-Argentino de Biotecnologia (CBAB). As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até o dia 5 de julho através do e-mail , da professora Célia Barardi.

O curso será ministrado no Laboratório de Virologia Aplicada do Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia, no Centro de Ciências Biológicas (CCB) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), no período de 8 a 19 de agosto.

São 15 vagas para estudantes que serão distribuídas da seguinte maneira: oito para brasileiros, cinco para argentinos e duas para uruguaios, colombianos ou paraguaios. Caso as vagas para estrangeiros não sejam preenchidas poderão ser apoiados mais estudantes brasileiros. Quanto ao subsídio, os brasileiros não-residentes em Florianópolis serão apoiados pelo CNPq/MCT através de pagamento de passagens aéreas e diárias (tabela CNPq) pelo tempo de duração do curso; estudantes estrangeiros terão passagens pagas pelo Governo Argentino e diárias pagas pelo CNPq (tabela CNPq).

Ministrantes:

– Profª Veronica Rajal – pesquisadora e docente do Instituto de Investigaciones para la Industria Quimica-INIQUI – Universidade Nacional de Salta – Argentina.

– Profª Célia Regina Monte Barardi – professora Associada 3 do Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia, CCB – UFSC.

Patrocínio:

Ministério da Ciência e Tecnologia e CNPq

Apoio:

Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia e Biociências – CCB – UFSC.

Telefone: (48) 3721-9049 – FAX: (48) 3721-9258

Programa resumido:

Aulas teóricas:

– Principais vírus contaminantes do meio ambiente aquático;

– Principais técnicas utilizadas na desinfecção (depuração) de moluscos bivalves e de águas de cultivo;

– Técnicas de extração de ácidos nucléicos de tecidos de moluscos e de água do mar;

– Técnicas de PCR em tempo real para quantificação de vírus no ambiente aquático; preparo de Standards para PCR quantitativo pela técnica do Taqman e tratamento enzimático (DNAse/RNAse) para verificar viabilidade de vírus em amostras ambientais por métodos exclusivamente moleculares.

Aulas práticas:

Visita técnica a uma fazenda de cultivo de ostras e mexilhões, onde serão coletados os animais;

– Contaminação artificial dos moluscos bivalves que serão utilizados com os adenovírus humano sorotipo 2 (HAdV-2) como modelo de vírus de genoma DNA e com norovírus murino (MNV) como modelo de vírus de genoma RNA;

– Alocação dos moluscos bivalves em tanques de depuração acoplados com luz ultravioleta;

– Análise da água da depuradora e dos moluscos em tempos zero, 48h, 72h, e 144h pós-depuração: aprendizado prático de técnicas de processamento de moluscos, concentração de água do mar e extração de ácidos nucléicos para ensaios de QPCR; uso de tratamento enzimático para acessar viabilidade de vírus por técnicas de QPCR.

Outras informações: Célia R. M. Barardi:

Tags: contaminantes viraiscurso curta duraçãomoluscos bivalve

Seminário gratuito discute o papel dos críticos de arte e curadores

20/04/2011 16:29

Estão abertas as inscrições para o seminário “Reflexões: Curadoria e Crítica”, que ocorre no dia 10 de maio, das 9h às 19h, no Hotel Majestic, em Florianópolis. O evento é direcionado a críticos de arte, curadores, artistas, professores, estudantes, jornalistas, pesquisadores, museólogos e historiadores, e terá apresentação de três painéis com palestrantes e debatedores.

O seminário vai discutir o papel do profissional da crítica de arte e de curadoria no movimento das artes plásticas. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo e-mail , informando nome completo, telefone, e-mail, cidade e profissão. Serão emitidos certificados de participação. O tema do jornalista Celso Fioravante, especialista em artes plásticas e idealizador do site www.mapadasartes.com.br é “PROCURA-SE Curador”. O poeta e crítico Péricles Prade vai discutir “Curadoria: aspectos críticos e éticos”. A professora Lisbeth Rebollo Gonçalves, da Universidade de São Paulo e presidente da Associação Brasileira de Críticos de Arte, vai falar sobre “Curadoria, Crítica, Exposição de Arte”.

Contemplado pelo Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura, o seminário é uma iniciativa da Associação de Amigos do Museu de Arte de Santa Catarina em parceria com a Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABCA).

Outras informações pelo e-mail .

Fonte: FIFO LIMA press

Tags: curadoria e críticaseminário gratuito

Inscrições para Programas de Pós-Graduação

20/04/2011 15:42

Mestrado Profissional em Perícias Criminais Ambientais: até 28 de abril

Doutorado em Ciências Médicas: até 29 de abril

Doutorado em Língua Inglesa e Linguística Aplicada: 2 de maio a 6 de junho

Doutorado em Literaturas de Língua Inglesa: 2 de maio a 6 de junho

Mestrado em Biologia Vegetal: 2 de maio a 30 de junho

Doutorado em Biotecnologia: até 6 de maio

Mestrado em Física: até 10 de maio

Doutorado em Física: até 10 de maio

Mestrado e Doutorado em Estudos da Tradução: 23 de maio a 3 de junho

Doutorado em Engenharia Ambiental: até 27 de maio (2º trimestre), 9 de setembro (3º trimestre)

Doutorado em Serviço Social: 1º a 20 de junho

Mestrado e Doutorado em Engenharia Química: 13 a 17 de junho (2º trimestre), 19 a 23 de setembro (3º trimestre)

Mestrado em Engenharia Civil: 15 de junho a 31 de julho

Mestrado em Engenharia Elétrica: 15 de setembro a 30 de novembro

Mestrado em Agroecossistemas: 19 de setembro a 7 de outubro

Doutorado em Ciência e Engenharia de Materiais: fluxo contínuo (ingresso no início de cada trimestre)

Doutorado em Engenharia Civil: fluxo contínuo com avaliação feita 15 dias antes do início de cada trimestre

Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais: Inscrições previstas para 15 a 30 de setembro.

Tags: inscriçõespós-graduaçãoUFSC

Boletim de Direito Autoral do Gedai – abril/2011

20/04/2011 14:57

O Grupo de Estudos de Direito Autorais e Informação (Gedai/UFSC) lançou o boletim de abril de 2011. A publicação divulga a linha de pesquisa sobre Direito da Sociedade da Informação e Propriedade Intelectual do Programa de Pós-Graduação em Direito (PPGD/UFSC), com o intuito de promover os debates sobre direitos intelectuais.

O boletim se complementa de forma interativa com o seu site http://www.direitoautoral.ufsc.br.

Outras informações pelo e-mail .

Tags: boletim abril/2011direitos intelectuaisGedai/UFSC

UFSC amplia cooperação com universidades italianas

20/04/2011 12:37

A Universidade Federal de Santa Catarina concluiu este mês uma missão de trabalho junto a várias instituições superiores da Itália. A viagem foi organizada pela Secretaria de elações Institucionais e Internacionais (Sinter), em parceria com as universidades de Teramo, Padova e Parma. Representando o Programa de Pós-graduação em Engenharia de Alimentos e o Programa de Ciências dos Alimentos, o secretário de Relações Internacionais Enio Luiz Pedrotti e o professor João Borges Laurindo realizaram reuniões com professores, pró-reitores de pesquisa e pós-graduação e os setores de relações internacionais destas instituições.

A escolha das três universidades foi baseada nas linhas de pesquisa, no seu trabalho na área de produção e transformação de alimentos, na sua inserção junto ao setor produtivo e na tradição de qualidade dos produtos destas regiões italianas. O objetivo era foi ampliar a cooperação com universidades que desenvolvem atividades de pesquisa e pós-graduação no segmento da produção e transformação de alimentos, com vistas a ampliar a internacionalização dos cursos destas áreas de pesquisa e pós-graduação da UFSC.

Na Universidade de Teramo (Unite), a equipe da UFSC foi recebida pelo professor Andrea Fantini, que organizou visitas a empresas da região de Abruzzo que produzem alimentos como óleo de oliva, vinhos e outros itens típicos que são muito conhecidos na Itália e no mundo. Uma profunda discussão com os professores de diversos laboratórios desta universidade ampliou a possibilidade de colaboração em áreas como biologia molecular, sensores de aroma, marketing agroalimentar e química dos alimentos.

O Departamento de Ciência dos Alimentos da Unite tem três grandes objetivos: a educação das novas gerações de cientistas na pesquisa de alimentos, indústria e inovação do processamento de alimentos, maior segurança e funcionalidade dos alimentos. O departamento integra e aplica conhecimentos de química, microbiologia, tecnologia, agronomia e produção agrícola, engenharia, negócios e da produção agroalimentar.

Também foram visitados laboratórios de biotecnologia, que formam profissionais para aplicar e desenvolver novas ferramentas na produção de alimentos. São estudos conformacionais de metalo-enzimas e proteínas de interesse em alimentos por métodos espectroscópicos, fluorimétrica e raios-X; utilização de radiação síncrotron para a análise de amostras biológicas; interações entre membranas biológicas e proteínas; e métodos bioquímicos e biotecnológicos para a detecção de organismos geneticamente modificados nos alimentos.

Universidade dos cientistas – Na Universidade de Padova os professores da UFSC foram recebidos na Agripolis, um campus de ciências agrárias e correlatas. Os brasileiros tiveram a oportunidade de expor alguns dos temas desenvolvidos em seus laboratórios na área de alimentos. Depois se estabeleceu uma discussão no sentido de encontrar pontos de interesse e cooperação comuns e apresentados alguns dos laboratórios, professores e estudantes envolvidos nos trabalhos.

Os professores também visitaram o teatro onde grandes cientistas ministraram suas aulas. Galileu Galilei, Copérnico e outros faziam ali aquilo que rendeu avanços significativos na ciência, celebridade a eles e à universidade de Padova. Em reunião, foram estabelecidos alguns parâmetros para aprofundar a cooperação entre a UFSC e aquela histórica instituição europeia.

Laboratórios bem equipados – Na Universidade degli Studi di Parma os professores da UFSC foram recebidos pelo professor Davide Barbanti, que apresentou os laboratórios e os mestres que trabalham com linhas de pesquisa em alimentos. As visitas alcançaram os laboratórios de bioquímica e biologia molecular e química organica e inorgânica, que estão muito bem equipados e desenvolvem uma série de projetos de certificação de produtos e processos para a Comunidade Europeia.

Mais informações podem ser obtidas na Sinter, pelo e-mail .

Professores da UFSC são recebidos por dirigentes da Universidade de P

Professores da UFSC são recebidos por dirigentes da Universidade Italiana

Tags: Engenharia de Alimentossinter