Projeto Jovens Tutores de Programação é destaque na 4ª Feira Regional de Matemática

11/08/2017 09:00

Os resultados do Projeto Jovens Tutores de Programação foram destaque na IV Feira Regional de Matemática em Florianópolis (SC). Na feira, os Jovens Tutores apresentaram os aplicativos desenvolvidos por eles e também os resultados das oficinas de programação de aplicativos realizados na escola.


(mais…)

Tags: Computação na EscolaJovens Tutores de ProgramaçãoUFSC

Departamento de Informática e Estatística da UFSC desenvolve projeto Computação na Escola

13/04/2017 09:45

Um projeto que forma jovens tutores – alunos do Ensino Básico – e mentores voluntários -profissionais da área de Tecnologia da Informação (TI) –  para programação de aplicativos móveis é coordenado pela Computação na Escola, iniciativa do Instituto Nacional para Convergência Digital do Departamento de Informática e Estatística (INE) da UFSC.  O programa “Jovens Tutores na Programação” contribui para a formação da área de computação, com o propósito de oferecer oportunidade para o aprendizado e contato com profissionais, e proporcionar experiências práticas aos jovens e crianças participantes. O projeto piloto é realizado na Escola Básica Professora Herondina Medeiros Zeferino, localizada no bairro Ingleses em Florianópolis.

JT-Post-Foto1

Participantes do projeto durante a visitação à empresa patrocinadora. Foto: Divulgação

Este projeto é patrocinado pela Involves Tecnologia e Inovação, empresa de software com sede em Florianópolis que desenvolve sistemas voltados a aumentar a visibilidade e disponibilidade de produtos em pontos de venda e a aprimorar a execução de times de campo no varejo. Para iniciar o programa, 25 estudantes visitaram a sede da instituição patrocinadora. Puderam conhecer um pouco do dia a dia de uma empresa de tecnologia, percorrer os setores e conversar com um representante de cada função.

Durante a realização do projeto, os jovens tutores, voluntários e alunos da escola terão a oportunidade de aprender como fazer aplicativos com App Inventor, aplicação web de código-aberto originalmente desenvolvida pela Google, e agora mantida pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Para criar um aplicativo, basta um navegador – Chrome, Firefox, Safari, entre outros, exceto Internet Explorer-, uma conta gratuita no Google e uma conexão com a internet para baixar os aplicativos para um dispositivo Android – celular ou tablet – por meio de uma rede sem fio. O aplicativo criado pode ser compartilhado na galeria do App Inventor ou no Google Play, no entanto, há uma taxa para se registrar como desenvolvedor.

Mais informações pelo site computacaonaescola.ufsc.br, pelos telefones (48) 3721-7380 e 3721-4715 ou pelo e-mail .

Tags: Computação na EscolaEscolasestudantesINEJovens Tutores na ProgramaçãoMITProjetoTutoresUFSCvoluntários

Projeto da UFSC recebe Chancela da Sociedade Brasileira de Computação

09/03/2017 16:10

O projeto “Computação na Escola”, coordenado pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Convergência Digital (Incod/UFSC) em parceria com o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), foi um dos selecionados para receber Chancela da Sociedade Brasileira de Computação (SBC). O reconhecimento é dado à projetos que promovem o contato de crianças, adolescentes, idosos com a computação.

A iniciativa busca inserir o ensino de computação no Ensino Fundamental e Médio por meio da criação de unidades instrucionais de acordo com diretrizes de currículo e adequadas às respectivas faixas etárias. Dentre as atividades oferecidas pelas unidades de ensino do Computação na Escola estão: oficinas em família, com crianças de 7 a 14 anos, a fim de aumentar o incentivo e apoio dos pais de forma que também compreendam a importância da computação; integração interdisciplinar com disciplinas de outras áreas, como Artes, História e Língua Portuguesa, que permitem aos alunos uma experiência de computação através de diferentes campos de conhecimento; desenvolvimento de jogos, aplicativos e programação de robôs interativos com softwares de baixo custo e/ou software livre, como Arduino e Scratch, que promovem o acesso de alunos de baixa renda ao ensino de computação nas escolas públicas brasileiras.

unnamed

 

Tags: Computação na EscolaincodUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Crianças programam robôs em atividade de computação

09/11/2015 18:02
Cerca de 15 crianças aprenderam programação. Foto: Henrique Almeida/Agecom/DGC/UFSC

Cerca de 15 crianças aprenderam programação. Foto: Henrique Almeida/Agecom/DGC/UFSC

Quando o especialista em telemedicina Aldo von Wangenheim começou sua aula da manhã de sábado, 7 de novembro, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a recepção dos alunos foi muito mais enérgica do que a de costume – nesse dia, o curso de programação do Instituto de Informática e Estatística (INE) foi para crianças de 8 a 12 anos. Além de bom humor, os pequenos programadores tinham muita atenção e, até o final daquela manhã, desenvolveram robôs que piscam os olhos, mexem os braços e reagem à aproximação com movimentos. Essa aula, que está chamando a atenção de pais e pesquisadores, faz parte da iniciativa Computação na Escola, coordenada pelo INE com apoio do Google Rise Award, MCTI/CNPq e Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC).

No início da oficina, a professora Christiane von Wangeheim, coordenadora da iniciativa ao lado de Aldo, explicou aos alunos que eles deveriam solucionar um problema: a Lagoa do Peri estava ficando suja devido ao lixo que um ogro jogava na água. Para impedi-lo de continuar poluindo a Lagoa, o estudante deveria construir um robô super-herói que, de máscara e capa, iria salvar o local da sujeira. “Uma das coisas mais difíceis em ensinar computação para os pequenos é conseguir dar as aulas na linguagem deles”, explica Aldo. “Eu gostei da capa rosa que combina com a máscara preta, mas o legal é conseguir fazer ele mexer o braço para jogar bolinha no ogro”, diz Beatriz, aluna de oito anos.

O pai de Beatriz, Eric Fernandes Pedroso, soube da oficina pela esposa, que é estudante da UFSC, e logo fez a inscrição da filha. “Para mim, computador não é brincadeira. Ele é uma oportunidade de futuro, caso a Beatriz queira seguir essa área quando ficar mais velha”, fala Eric. Foi exatamente nessa perspectiva que os coordenadores do Computação na Escola desenvolveram a pesquisa: por acreditar que os estudantes dos ensinos fundamental e médio devem aprender mais computação. “A programação desenvolve habilidades importantes para o futuro da criança, além de que, cada vez mais, precisamos de profissionais de Tecnologia da Informação (TI).”

Os pais também puderam participar da dinâmica. Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC

Os pais também puderam participar da dinâmica. Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC

A oficina é baseada em Computação Física, a parte da programação que faz com que o mundo real se movimente (ou seja, aquela que influencia o hardware fazendo peças se locomoverem, luzes acenderem, entre outras funções). Para introduzir a computação aos alunos, é utilizado o software Scratch, que funciona como o jogo Lego – a criança cria, por meio de blocos, um conjunto de comandos que será o roteiro das funções do herói-boneco. O robô de máscara e capa é um Arduíno (protótipo eletrônico de hardware que está ligado ao computador via cabo USB). Todo o material é oferecido gratuitamente durante a aula, e o estudante pode usar criatividade na construção das funções.

O Computação na Escola foi selecionado no edital internacional Google Rise Award para o fomento de iniciativas para a educação como um projeto de destaque na área. As oficinas estão sendo realizadas em Lages, Ibirama, Gaspar e Florianópolis.

Mais informações:

INE –  +55 (48) 3721-9498
             +55 (48) 3721-9942

Camila Geraldo/Estagiária de Jornalismo Científico/DGC/Propesq/UFSC

 

Tags: Aldo von Wangenheimcomputação físicaComputação na Escolagoogle rise awardInstituto de Informática e Estatística (INE)

UFSC oferece oficina de computação física para crianças e familiares

04/11/2015 10:00

O Departamento de Informática e Estatística (INE) da UFSC realiza oficina prática de programação para crianças de 8 a 12 anos, acompanhadas de um adulto de sua família, no dia 7 de novembro (sábado). O curso dá aos participantes a possibilidade de produzir um boneco “vivo”, que pisca os olhos, mexe os braços e sente quando alguém se aproxima. Os conceitos de programação serão dados por meio do software Scratch, que pode ser baixado gratuitamente aqui.

Para a participação, não é necessário nenhum conhecimento prévio de programação, pois haverá apresentação de conceitos fundamentais durante o curso. A oficina é oferecida pela iniciativa Computação na Escola, coordenada pelo INE com apoio do Google Rise Award e MCTI/CNPq.

A criança deve estar acompanhada de apenas um adulto, devido a limitações de espaço físico. A oficina será realizada em um laboratório de computação do INE/UFSC, das 8h30 às 12 horas. A inscrição, gratuita, pode ser feita aqui. (A inscrição não garante a vaga no curso; fique atento à confirmação da participação).

Mais informações no site do projeto Computação na Escola.

 

Tags: Computação na EscolaDepartamento de Informática e Estatísticagoogle rise awardINEMCTI/CNPqUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Oficina de programação para crianças e familiares neste sábado

16/10/2015 15:30

O Departamento de Informática e Estatística (INE) da UFSC realiza oficina prática de programação para crianças de 8 a 12 anos, acompanhadas de um adulto de sua família, neste sábado, 17 de outubro. O curso dará a possibilidade de produzir um “boneco vivo”, que pisca os olhos, mexe os braços e sente quando alguém se aproxima. Os conceitos de programação serão dados por meio do software Scratch, que pode ser baixado gratuitamente aqui.

Para a participação, não é necessário nenhum conhecimento prévio de programação, pois haverá a apresentação de conceitos fundamentais durante o curso. A oficina é oferecida pela iniciativa Computação na Escola, coordenada pelo INE com apoio do Google Rise Award e MCTI/CNPq.

A criança deverá estar acompanhada de apenas um adulto, devido a limitações de espaço físico. A oficina será realizada em um laboratório de computação do INE/UFSC, das 8h30 às 12 horas. A inscrição, gratuita, pode ser feita aqui. (A inscrição não garante a vaga no curso; fique atento à confirmação da participação.)

Mais informações no site do projeto Computação na Escola.

 

Tags: Computação na EscolaDepartamento de Informática e Estatísticagoogle rise awardINEMCTI/CNPqUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Projeto de computação da UFSC foi aprovado em programa internacional

11/03/2015 12:01

O projeto Oficinas de Computação Física para Pais e Filhos, coordenado pela Iniciativa Computação na Escola da UFSC, foi aprovado no programa internacional do Google Rise Award. A proposta é voltada ao desenvolvimento, aplicação e avaliação de oficinas de família onde os pais, ao lado de seus filhos (10-14 anos), aprendem habilidades básicas de programação de computadores.

Os alunos aprenderão conceitos de computação física nas oficinas, fazendo bonecos interativos que piscam os olhos ou abanam o braço quando alguém se aproxima. Tudo isto será feito integrando os ambientes de programação Scratch e Arduino como uma solução de baixo custo e ao mesmo tempo fácil para aprender computação.

A iniciativa é dedicada a aumentar a prática de computação no Ensino Fundamental, provendo a todos os alunos a oportunidade de aprender computação, envolvendo mais do que somente o uso de sistemas de software, e incluindo o pensamento computacional e a programação de computadores.

O Google Rise Award faz parte do programa Google for Education que incentiva que os alunos sejam criadores e não apenas consumidores de tecnologia do futuro. Só em 2015, o Google Rise Award destinou 1,5 milhões de dólares a 37 organizações de 17 países, incluindo o Brasil.

Mais informações no http://www.computacaonaescola.ufsc.br, Google+ ou no grupo no Facebook.

Tags: Computação na Escolagoogle rise awardUFSC

Abertas inscrições de oficina para crianças aprenderem a programar jogos

07/04/2014 15:55

Estão abertas até 7 de maio as inscrições para a oficina de programação destinada a crianças e adolescentes de 6 até 14 anos, acompanhadas de um adulto de sua família, para aprender a linguagem de programação Scratch, desenvolvida no MIT Media Lab. O evento será no dia 17 de maio, sábado, das 9h às 12h e é uma promoção da iniciativa Computação na Escola, da Universidade Federal de Santa Catarina. O evento faz parte das comemorações mundiais do Scratch Day 2014


(mais…)

Tags: Computação na EscolaINEProgramaçãoScratchUFSC