Secretário de Inovação da UFSC ministra seminário “Inovação Tecnológica” no Programa de Pós-Graduação em Química 

25/05/2021 17:16

 

Na manhã de quarta-feira (26), às 10h15min, o Secretário de Inovação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Prof. Dr. Alexandre Moraes Ramos, irá ministrar o seminário “Inovação Tecnológica” para alunos e professores do Programa de Pós-Graduação em Química. 

Na palestra, o secretário irá apresentar as ações e estratégias desenvolvidas pela Secretaria de Inovação da UFSC (SINOVA/UFSC) para promover a inovação tecnológica entre a comunidade acadêmica da universidade.

O evento será transmitido ao vivo através do canal do YouTube do Programa de Pós-Graduação em Química da UFSC e poderá ser assistido por todos que tiverem interesse.

> Clique aqui para assistir 

Tags: inovaçãoPrograma de Pós-graduação em QuímicaSinovaUFSC

Doutoranda da UFSC é premiada por projeto que pode antecipar casos graves da Covid-19 em pacientes

10/05/2021 08:55

A identificação de quadros graves da Covid-19 é tão necessária quanto imprevisível. O projeto de Franciele de Matos Morawski, doutoranda do Programa de Pós-graduação em Química da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), mostra resultados promissores na realização de prognósticos que antecipam se o paciente irá desenvolver um quadro grave da doença. O projeto, intitulado Eletrodo biocompatível e biodegradável aplicado ao monitoramento de pacientes infectados com COVID-19, recebeu o prêmio de primeiro lugar na edição do Tech Women Paper Contest 2021 – Soluções e Inovação de Tecnologia em Sustentabilidade.

O método elaborado por ela é parecido com um glicosímetro: utiliza-se uma gota de sangue em contato com o sensor, que identifica por meio de correntes os níveis de interleucina-6 (IL-6) no sangue do paciente. “Os estudos têm demonstrado que os pacientes internados com Covid-19 apresentam uma elevação da interleucina-6 no sangue, principalmente quando eles evoluem para casos mais graves. Quando o paciente é internado, você conseguiria fazer uma avaliação desses níveis de interleucina-6 de uma maneira rápida e barata, com um sensor que possibilita o monitoramento da proteína em tempo real e, a partir disso, auxiliar a equipe médica para tomar decisões sobre manter o paciente em observação e fazer um maior acompanhamento”, afirma a pesquisadora.

O sensor é de fácil fabricação, além de ser biocompatível e biodegradável. Foram utilizados na sua construção a quitosana, proveniente da casca dos crustáceos, e um outro agente ligante verde para realizar a imobilização de um anticorpo no eletrodo, que irá reagir proporcionalmente com a quantidade de proteína IL-6 no sangue do paciente, o que garante uma alta eficiência. O prognóstico é disponibilizado em cerca de meia hora. “Os testes que temos disponíveis hoje não conseguem satisfazer as necessidades da equipe médica para conseguir visualizar o quadro e ministrar os remédios. Por exemplo, há um remédio que inibe o IL-6, que tem se mostrado promissor contra o Covid, que custa em média R$ 7 mil, mas se você não sabe se o paciente tem um nível elevado dessa proteína, não tem por que aplicar. Então, é preciso ter esse mapeamento: e só com um sensor em tempo real você consegue perceber”.

Esse mapeamento pode ser utilizado em pacientes positivados e que apresentam sintomas da doença. Inicialmente, o projeto, que começou a ser planejado em 2018, tinha como objetivo traçar o aumento do biomarcador inflamatório IL-6 como um biomarcador de câncer. Mas a proposta se tornou promissora para combater o coronavírus. Além de apresentar resultados mais rápidos do que o método ELISA – que se baseia em reações antígeno-anticorpo- , a utilização do eletrodo também é mais barata.

Com a aprovação do Comitê de Ética, o trabalho passa para a etapa científica final, em que será realizada uma parceria com o Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago (HU-UFSC), para comparar amostras de pacientes dosando a proteína IL-6 com os dois métodos citados.

Imagem de Francielle durante a premiação

O desenvolvimento da pesquisa de Franciele ocorreu sob orientação da professora Cristiane Jost, em parceria com o professor André Bafica do departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia da UFSC, para desenvolver o trabalho aplicado na área de diagnóstico clínico. A partir dessa parceria, e em conjunto com a pós-doutoranda Greicy Dias, foi possível realizar os testes, ensaios clínicos e validação da pesquisa.

Durante a premiação da edição do Tech Woman Paper Contest, Franciele reconhece a importância de ter realizado seu trabalho sob orientação e colaboração de mulheres, demonstrando sua admiração e inspiração pelas participantes do evento. “Eventos que incentivam esse tipo de iniciativa e premiam mulheres que estão trabalhando com pesquisa e se dedicando acabam dando uma nova perspectiva para o nosso trabalho, como se fosse um combustível para continuar”.

Confira a premiação:

Luana Consoli/Estagiária de Jornalismo da Agecom/UFSC
Imagem de destaque:  fernando zhiminaicela por Pixabay 

Tags: Doutoranda em químicapesquisaPrograma de Pós-graduação em QuímicaTech Woman Paper Contest

Grupo de pesquisa da UFSC é destaque no evento ‘Fronteiras em Eletroquímica e Eletroanalítica’

01/03/2021 11:32

O grupo de pesquisa “Ampere – Laboratório de Plataformas Eletroquímicas”, vinculado ao Departamento de Química da UFSC, recebeu distinção como um dos dois que mais enviou e apresentou trabalhos no evento online “II Fronteiras em Eletroquímica e Eletroanalítica: avanços realizados por jovens mulheres cientistas”, que buscou dar visibilidade às mulheres da área. 

No evento, a aluna  Rayane Bueno Goularte recebeu o prêmio de pôster destaque apresentado por alunas de pós-graduação e/ou doutoras pela Royal Society of Chemistry (voucher de 50 libras), dentre 100 trabalhos enviados por grupos do país e do exterior. O trabalho “Determination of non-steroidal anti-inflamatory using a glassy carbon electrode modified with palladium nanoparticles” foi orientado pela professora Cristiane Luisa Jost e tem também como autores João Paulo Winiarski e Eloah Latocheski, igualmente do Programa de Pós-Graduação em Química da UFSC.

 

Tags: Comissão da Verdade da Universidade Federal de Santa CatarinaLaboratório de Plataformas EletroquímicasPrograma de Pós-graduação em QuímicaquímicaUFSC

Projeto de aluno da UFSC recebe menção honrosa em congresso de Toxicologia

22/11/2019 14:42

Anderson Luiz Oenning, aluno do Programa de Pós-Graduação em Química da UFSC, desenvolveu um dos projetos de sua tese de doutorado em parceria com a Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA). A apresentação oral desse projeto foi realizada pela mestranda da UFCSPA, Letícia Birk, que recebeu prêmio de menção honrosa de melhor trabalho na sessão oral no XXI Congresso Brasileiro de Toxicologia (CBTOX), ocorrido em outubro, em Águas de Lindoia (SP).

Nome do trabalho: Aplicabilidade de solventes de hidrofilicidade comutável na determinação de antidepressivos em amostras de urina por cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas.

Orientador: Eduardo Carasek da Rocha (UFSC)
Coorientador: Josias de Oliveira Merib (UFCSPA)
Colaboradores: Sarah Eller e Tiago Franco de Oliveira (UFCSPA)

Tags: Anderson Luiz OenningLetícia BirkPrograma de Pós-graduação em QuímicaUFSC

Doutorando da UFSC é premiado em evento internacional de Química

21/10/2019 16:57

Gilberto recebe prêmio em Mendonza, Argentina. Foto: divulgação

Gilberto da Silva Coelho Junior, estudante de doutorado em Química da Universidade Federal de Santa Catarina (PPGQ/UFSC) recebeu o prêmio de melhor trabalho apresentado oralmente no 15th Rio Symposium on Atomic Spectrometry, um dos mais tradicionais eventos de Química Analítica da América Latina. O prêmio foi oferecido pela Royal Society of Chemistry, do Reino Unido, durante o evento que ocorreu de 6 a 11 outubro na cidade de Mendoza, na Argentina. Na pesquisa, Gilberto desenvolveu um sistema para produzir átomos em fase gasosa usando plasma de barreira dielétrica, que aplicou à avaliação da presença de mercúrio em material particulado atmosférico.

Tags: Programa de Pós-graduação em QuímicaQuímica AnalíticaUFSC

Semana da Pós-Graduação em Química ocorre de 20 a 24 de junho

16/06/2016 08:29

QuímicaPalestras, minicursos, oficinas, mesas-redondas e sessões coordenadas fazem parte da programação da V Semana da pós-graduação em Química da UFSC. O evento ocorre de 20 e 24 de junho, no auditório do Departamento de Química. A Semana é aberta a toda a comunidade; as inscrições são gratuitas e podem ser feitas aqui.

Mais informações na página do evento.

Tags: Departamento de QuímicaPPGQPrograma de Pós-graduação em QuímicaquímicaSemana da pós-graduação em QuímicaUFSC

Inscrição às vagas de mestrado e doutorado em Química segue até 4 de dezembro

24/11/2015 12:47

O Programa de Pós-graduação em Química da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) informa que até 4 de dezembro de 2015 estarão abertas as inscrições para seleção aos cursos de mestrado (15 vagas) e doutorado (20 vagas) em Química. As provas serão realizadas em Florianópolis (SC), Campinas (SP), São Carlos (SP) e Toledo (PR) no dia 15 de fevereiro de 2016.

Mais informações: http://ppgqmc.posgrad.ufsc.br/

Tags: mestrado e doutoradoPrograma de Pós-graduação em QuímicaUFSC

Pesquisadores da UFSC desenvolvem impressão eletroquímica 3D de metais

11/09/2015 14:13

O Grupo de Estudos de Processos Eletroquímicos e Eletroanalíticos (GEPEEA) do Programa de Pós-Graduação em Química da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) desenvolveu uma impressora 3D para a impressão eletroquímica de metais. O tema é parte da tese de doutorado de Rodolfo Lucas Bortoluzzi, orientada pelo professor Almir Spinelli. O principal objetivo do projeto é contribuir para o desenvolvimento e a consolidação do uso da manufatura aditiva (impressão 3D) e a sua ampliação para a impressão eletroquímica 3D de metais. Em particular, o objetivo é desenvolver a impressão eletroquímica 3D para a obtenção controlada de filmes metálicos com diferentes espessuras e posterior confecção de peças metálicas.

Impressoras 3D possuem a capacidade de imprimir camada por camada peças com geometrias complexas, inclusive com partes móveis, diminuindo a necessidade de montagem posterior. Cimentos de secagem rápida e polímeros termoplásticos são materiais disponíveis comercialmente e de uso imediato para este fim sem a necessidade de processamento pós-impressão. Ao contrário da manufatura convencional, na impressão 3D não há geração substancial de resíduos por processos pós-conformação como corte, usinagem e polimento, permitindo uma vantajosa economia de material e mão de obra, além de diminuição dos custos energéticos e ambientais. Quando se usa a impressão de metais, as tecnologias de fundição por feixe de elétrons (electron beam melting) e a sinterização direta de metais a laser (direct metal laser sintering) são utilizadas com sucesso relativo, com a desvantagem de necessitarem de etapas pós-conformação de têmpera e sinterização, etapas estas que demandam uma estrutura de fornos e eleva o custo energético, impedindo a aplicação em escala reduzida (residencial, por exemplo). Além disso, o beneficiamento de matérias-primas, normalmente pós-metálicos com granulometria muito fina, usualmente abaixo de 400 mesh, demanda processos com altos custos energéticos, tornando a fabricação metálica via tecnologia aditiva (impressão 3D) inviável frente às tecnologias tradicionais, delimitando seu campo de aplicação à prototipagem rápida. Nesse contexto, um grande desafio técnico-científico demanda uma solução urgente: como produzir peças metálicas empregando a manufatura aditiva, sem a dependência de matérias-primas caras e o pós-processamento das peças impressas, de forma competitiva, técnica e economicamente, frente à tecnologia de fundição empregada na metalurgia tradicional? Foi com esta questão em mente que o projeto da tese de doutorado de Rodolfo Lucas Bortoluzzi foi concebido. Apenas 18 meses após o início do projeto, alguns resultados começaram a aparecer.

Uma impressora 3D convencional (modelo REP-RAP adquirida via internet) foi adequadamente modificada para imprimir filmes metálicos a partir de soluções de cátions metálicos. A cabeça de impressão foi confeccionada com uma agulha de seringa, que funciona como ânodo. A mesa de impressão em cobre funciona como cátodo, onde o metal é impresso. Um instrumento chamado potenciostato/galvanostato controla o potencial ou a corrente necessária para a impressão eletroquímica. A peça a ser impressa é desenhada num computador, que controla todo o sistema e transmite os dados para a impressora. Dessa forma, metais que necessitam de um elevado potencial para serem depositados a partir de seus cátions, foram facilmente impressos eletroquimicamente em formato 3D. Por exemplo, o acrônimo GEPEEA foi impresso em ferro sobre um substrato de cobre em escala micrométrica. A impressão eletroquímica 3D de ferro do referido acrônimo foi caracterizada por microscopia eletrônica de varredura e difração de raios X.

Impressão de ferroDifração de R-X

 

 

 

 

 

 

 

Impressão eletroquímica 3D de ferro em substrato de cobre do acrônimo GEPEEA em escala micrométrica.

A impressora eletroquímica 3D de metais também imprime em escala macrométrica. Uma torre Eiffel foi impressa eletroquimicamente no formato 3D. As dimensões tridimensionais são de 5 cm x 5 cm na base e de 12,5 cm de altura, considerando a altura da base impressa separadamente. A torre, com formato cuneiforme e com diversas figuras geométricas de tamanhos diferentes foi inteiramente impressa em alumínio a partir de uma solução de cloreto de alumínio (AlCl3).

Impressão de alumínio

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Impressão eletroquímica 3D de alumínio em substrato de cobre da torre Eiffel em escala macrométrica.

Além da impressão eletroquímica 3D de ferro e alumínio, já foram obtidos peças de cobre tridimensionalmente impressas. Todas foram impressas a partir de soluções dos respectivos cátions metálicos, sem a necessidade do uso de moldes ou de fundição após a impressão eletroquímica. Embora preliminares, os resultados obtidos até o momento são bastante promissores e suscitarão novas pesquisas no âmbito da impressão eletroquímica 3D de metais.

Material divulgado por:

Professor Almir Spinelli
almir.spinelli@ufsc.br

Rodolfo Lucas Bortoluzzi
rodolfo.bortoluzzi@posgrad.ufsc.br

Tags: Almir SpinelliGrupo de Estudos de Processos Eletroquímicos e Eletroanalíticos (GEPEEA)Impressão eletroquímica 3D de metaisPrograma de Pós-graduação em Química

Programa de Pós-Graduação em Química promove palestra nesta sexta

26/06/2014 09:06

O Programa de Pós-Graduação em Química promove palestra com o tema “Produção de biodiesel e degradação de agentes neurotóxicos mediadas por catalisadores magnéticos” com o professor Bruno Silveira de Souza do Departamento de Química da UFSC, nesta sexta-feira , 27 de junho, às 10h no Auditório do Departamento de Química. A palestra é gratuita e aberta ao público.

Informações: Iolanda Vieira (iolanda.vieira@ufsc.br) e site http://ppgqmc.posgrad.ufsc.br/

Tags: palestraPrograma de Pós-graduação em QuímicaUFSC

Pós-Graduação em Química promove palestra nesta quarta-feira

24/06/2014 10:37

O tema “Desenvolvimento de Biomiméticos para a Degradação de Lignina – Produção de Bioetanol” será abordado pela professora Rosely Aparecida Peralta do Departamento de Química da UFSC, nesta quarta-feira, 25 de junho, às 10h, no Auditório do Departamento de Química. A palestra será promovida pelo Programa de Pós-Graduação em Química da UFSC, é gratuita e aberto ao público.

Informações: Iolanda Vieira (iolanda.vieira@ufsc.br) e site http://ppgqmc.posgrad.ufsc.br/

 

Tags: gratuitapalestraPrograma de Pós-graduação em QuímicaUFSC

Seleção aberta para mestrado e doutorado em Química

16/06/2014 13:44

O Programa de Pós-Graduação em Química (PPGQMC) da Universidade Federal de Santa Catarina informa que no período de 11 de junho a 11 de julho de 2014, estão abertas as inscrições para nove vagas para o mestrado e cinco para o doutorado, para ingresso no segundo semestre do ano de 2014.

Mais informações: Edital completo

Tags: mestrado e doutoradoPrograma de Pós-graduação em Químicaseleção abertaUFSC

Pós-Graduação em Química promove palestra nesta sexta-feira

05/06/2014 17:10

A professora Izaura Cirino Nogueira Diógenes, do Departamento de Química Orgânica e Inorgânica da Universidade Federal do Ceará (UFC), ministra a palestra “Eletrodos Modificados: Caracterização e Aplicação. Eletroquímica, SERS, SPR, QCM e DFT”, nesta sexta-feira, 6 de junho, às 10h no auditório do Departamento de Química (CFM/UFSC). O evento – gratuito – é aberto ao público, e a promoção é do Programa de Pós-Graduação em Química da UFSC.

 

Tags: palestraPrograma de Pós-graduação em QuímicaUFSC

Programa de Pós em Química promove palestra sobre descargas elétricas de alta tensão

22/05/2014 15:32

O Programa de Pós-Graduação em Química da UFSC promove a palestra “Descargas elétricas de alta tensão: da origem da vida até as aplicações industriais” com o  professor Luís Otávio de Brito Benetoli, nesta sexta-feira, 23 de maio, às 10h no Auditório do Departamento de Química – CFM – UFSC.

Informações: (48)3721-3616

Tags: palestraPrograma de Pós-graduação em QuímicaUFSC

Química promove palestra com uma das atrações do Jovens Talentos do CNPq

15/05/2014 15:45

O Pesquisador Bernardo Almeida Iglesias (Atração de Jovens Talentos do CNPq) ministrará nesta sexta-feira, 16 de maio, às 10h, no auditório do Departamento de Química, a palestra “Dos Pigmentos aos Macrociclos Sintéticos: Aspectos Gerais e Aplicações de Porfirinas Supramoleculares”. A palestra, aberta ao público e gratuita, é promovida pelo Programa de Pós-Graduação em Química da UFSC.

Informações: Iolanda Vieira (iolanda.vieira@ufsc.br) e http://ppgqmc.posgrad.ufsc.br/

Tags: Bernardo Almeida IglesiaspalestraPrograma de Pós-graduação em Química

Pós-Graduação em Química promove palestra aberta ao público

08/05/2014 09:21

O Programa de Pós-Graduação em Química (PPGQ) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) promove a palestra “Bioanalítica e Sistemas Biomiméticos” nesta sexta-feira (9), às 10h, no auditório do Departamento de Química. O professor Emanuel Carrilho, do Instituto de Química de São Carlos da Universidade de São Paulo (USP), será o ministrante.

O evento é gratuito e aberto ao público. Mais informações pelo e-mail iolanda.vieira@ufsc.br ou pelo telefone (48) 3721-6849.

Tags: palestraPrograma de Pós-graduação em QuímicaUSP

Iodo hipervalente em química sintética é tema de palestra nesta sexta na UFSC

10/04/2014 08:02

O  professor Luiz Fernando Silva Jr do Instituto de Química da USP  ministra, nesta sexta-feira, 11 de abril, às 10h, a palestra Iodo hipervalente em química sintética, no Auditório do Departamento de Química (CFM/UFSC).  O evento é  aberto ao público e gratuito e a promoção é do Programa de Pós-Graduação em Química da UFSC.

Informações: Iolanda Vieira (iolanda.vieira@ufsc.br) e http://ppgqmc.posgrad.ufsc.br/

Tags: Luiz Fernando Silva JrpalestraPrograma de Pós-graduação em QuímicaquímicaUFSC

Palestra na UFSC debate usos de enzimas e micro-organismo em síntese orgânica

02/04/2014 11:15

O  Programa de Pós-Graduação em Química da UFSC promove nesta sexta-feira, 4 de abril, às 10h, no auditório do Centro de Ciências Físicas e Matemáticas (CFM) a palestra – gratuita e aberta à comunidade – Usos de enzimas e micro-organismos em síntese orgânica, com a professora Maria da Graça do Nascimento, do Departamento de Química da UFSC.

Informações: Iolanda Vieira (iolanda.vieira@ufsc.br) e  http://ppgqmc.posgrad.ufsc.br

Tags: enzimasMaria da Graça do Nascimentomicro-organismospalestraPrograma de Pós-graduação em Química

Palestra gratuita ‘Biocombustíveis Sustentáveis para Aviação no Brasil’

25/03/2014 16:33

O tema “Biocombustíveis Sustentáveis para a Aviação no Brasil” será tratado pelo professor Ulf Schuchardt, do Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), dia 28 de março (sexta-feira), às 10h, no Auditório do Departamento de Química, no Centro de Ciências Físicas e Matemáticas (CFM) da UFSC. A palestra, promovida pelo Programa de Pós-Graduação em Química, é gratuita e aberta ao público. 
(mais…)

Tags: Biocombustíveis Sustentáveis para a Aviação no BrasilCFMPrograma de Pós-graduação em QuímicaUFSC

Pós em Química promove palestra sobre uso abusivo de medicamentos

05/09/2013 09:30

O Programa de Pós-Graduação em Química da UFSC promove nesta sexta-feira, 6 de setembro, às 10h, no Auditório do Departamento de Química (CFM/UFSC), a palestra “Uso Abusivo de Medicamentos”, com o neurologista e  professor do Departamento de Clínica Médica da UFSC, Paulo César Trevisol Bittencourt.
(mais…)

Tags: Paulo César Trevisol BittencourtPrograma de Pós-graduação em Químicauso abusivo medicamentos