Aula Magna da UFSC aborda protagonismo feminino e inclusão de pessoas com deficiência

10/08/2017 16:20

A advogada Dagliê Colaço (dir.), a secretária de Ações Afirmativas e Diversidades Francis Solange Vieira Tourinho (centro) e a psicóloga Walérya Carriço (esq.) na aula magna da UFSC. Foto: Ítalo Padilha/Agecom/UFSC

“O acesso à educação, à saúde, ao trabalho, à vida em sociedade, não devem depender de sorte. E é por isso que momentos como hoje são tão importantes para que a sorte seja uma certeza e a inclusão uma realidade”, foi assim que, em meio aos aplausos do público, a advogada Dagliê Colaço finalizou a leitura do relato que fez parte de sua explanação sobre a “Inclusão de pessoas com deficiência” durante a aula magna da UFSC nesta quarta-feira, 9 de agosto, no auditório Garapuvu. A psicóloga Walérya Carriço, também foi palestrante e abordou de maneira dinâmica a questão da “Liderança e protagonismo feminino em tempos de inovação”. Francis Solange Vieira Tourinho, secretária de Ações Afirmativas e Diversidades (Saad), mediou a atividade.

Walérya Carriço, natural do Rio de Janeiro, é formada em Psicologia pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali), com pós-graduação em psicodrama na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e MBA em Recursos Humanos pela Universidade de São Paulo (USP). É executive coach na empresa Ação Integral, trabalha na área de gestão de cultura e liderança, com atuação em oito países. Também participou do Fórum Mundial de Mulheres Negras Líderes da Unesco – Paris 2004. Trabalhou em fusões de grandes grupos empresariais, como a que ligou Casas Bahia e Ponto Frio.

Dagliê Colaço, natural de Lages, é formada em Direito pela Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), com pós-graduação em Direito Administrativo pela Rede LFG em parceria com a Universidade Anhanguera. É professora de Direito e Legislação no curso técnico de Transações Imobiliárias do Centro de Educação Profissional Jorge Lacerda, criadora do projeto Meu Direito onde trabalha matérias de direito no ensino fundamental, médio e ensino de jovens e adultos, nas escolas públicas. Dagliê é vice-presidente da comissão dos direitos da pessoa com deficiência na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Santa Catarina.
(mais…)

Tags: aula magnaDagliê ColaçoinclusãoPessoas com Deficiênciaprotagonismo femininoUFSCUniversidade Federal de Santa CatarinaWalérya Carriço

Reportagem da TV UFSC é finalista de prêmio do Ministério Público do Trabalho

21/07/2017 18:41

A reportagem “Entraremos em Contato” é a vencedora na região Sul e finalista do Prêmio de Jornalismo organizado pelo Ministério Público do Trabalho. O resultado foi divulgado nesta quinta-feira, 20 de julho. O trabalho concorre na categoria Universitário e foi produzido pelo estudante de jornalismo da UFSC Ronaldo Fontana, com imagens e edição de Jonatan dos Santos, técnico em audiovisual da TV UFSC.

Com duração de 18 minutos, a reportagem traz um retrato do mercado de trabalho para transexuais e pessoas com deficiência. É um universo permeado por preconceito, discriminação e oportunidades escassas. Profissionais qualificados chegam a passar em entrevistas de empregos, mas não são contratados pela questão de gênero ou por deficiência física. Confira a reportagem completa:

“O prêmio é uma forma de dar mais visibilidade a essas pessoas, das dificuldades que elas enfrentam e quem sabe contribuir para ampliar as oportunidades de acessarem o mercado de trabalho”, afirma Ronaldo Fontana.

Os melhores trabalhos de cada região concorrem na etapa nacional, cujos vencedores serão revelados em uma cerimônia no dia 17 de agosto, na sede do Ministério Público do Trabalho, em Brasília. Para esta edição do Prêmio MPT de Jornalismo, foram inscritas 422 reportagens de profissionais da imprensa de todo o país.

 

Tags: jornalismoMinistério Público do TrabalhoPessoas com DeficiênciaPremiotransexuaisTV UFSCUFSC

Sorteio público nesta segunda definirá distribuição de vagas para pessoas com deficiência no Edital n.º 172/DDP/2014

14/04/2014 08:38

EDITAL Nº 177/DDP/2014

  CHAMADA PÚBLICA PARA O SORTEIO DAS VAGAS RESERVADAS ÀS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA PARA O CONCURSO PÚBLICO DA CARREIRA TÉCNICO-ADMINISTRATIVA EM EDUCAÇÃO

A DIRETORA DO DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS DA SECRETARIA DE GESTÃO DE PESSOAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA, no uso de suas atribuições e considerando o disposto na Resolução nº 35/CUn/2013, de 26 de setembro de 2013, que estabelece as normas para a reserva de vagas para pessoas com deficiência em concursos públicos para ingresso na carreira técnico-administrativa na Universidade Federal de Santa Catarina, convoca os Diretores das Unidades Acadêmicas, representantes dos campi e Chefes de Departamentos de Ensino para participarem do sorteio público que definirá a distribuição das vagas a serem reservadas no concurso público objeto do Edital nº 172/DDP/2014 para as pessoas com deficiências, entre os cargos, a ser realizado no dia 14 de abril de 2014 às 11h, na Sala dos Conselhos.

   Florianópolis, 11 de abril de 2014.

Bernadete Quadro Duarte

Diretora

Tags: Edital nº 172/DDP/2014Pessoas com DeficiênciaSorteio público

Sorteio das vagas reservadas às pessoas com deficiências para concurso do Magistério Superior

27/02/2014 18:00

O Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DDP) da Universidade Federal De Santa Catarina (UFSC) convoca os Diretores das Unidades Acadêmicas, representantes dos campi e Chefes de Departamentos de Ensino para participarem do sorteio público que definirá a distribuição das vagas a serem reservadas no concurso público – Edital nº 123/DDP/2014 – para as pessoas com deficiências, entre as áreas de conhecimento, a ser realizado no dia 28 de fevereiro de 2014, às 17h, na Sala dos Conselhos.
(mais…)

Tags: DDPPessoas com DeficiênciaSEGESPSorteio públicoUFSC

Concurso magistério superior: chamada pública para o sorteio de vagas para pessoas com deficiência, nesta sexta-feira às 11h

02/01/2014 18:51

A Secretaria de Gestão de pessoas divulga a chamada pública para o sorteio das vagas reservadas às pessoas com deficiência para o concurso da carreira do magistério superior, a ser realizado  nesta sexta-feira, dia 3 de janeiro, às 11h, na Sala dos Conselhos.

Veja o Edital 002DDP2014 – Chamada pública para sorteio de vagas reservadas

Tags: chamada públicaconcurso magistério superiorEdital 002DDP2014Pessoas com Deficiênciasorteio de vagasUFSC

Museu em curso discute experiências de acessibilidade

20/04/2011 17:06

A questão da acessibilidade de pessoas com deficiência em museus e instituições culturais está em foco na quinta palestra do projeto Museu em Curso. No dia 26 de abril, das 16 às 18 horas, no auditório do Museu Universitário Osvaldo Rodrigues Cabral, a educadora de museus Amanda da Fonseca Tojal abordará o tema “Museu e Acessibilidade”, tendo em vista a implementação da Política de Acessibilidade na UFSC e no Museu Universitário. Coordenadora do “Programa Educativo Públicos Especiais”, da Pinacoteca do Estado de São Paulo, Amanda falará sobre as experiências com ações educativas inclusivas desenvolvidas na sua instituição.

O evento servirá como subsídio para a adoção de procedimentos inclusivos e de acessibilidade no Museu Universitário, conforme explica a diretora Teresa Fossari. “A equipe tem uma grande preocupação com a inclusão de pessoas com deficiência, tanto no projeto expográfico, como no projeto arquitetônico do novo prédio”. Por isso, o Museu em Curso convidou uma pesquisadora experiente na área para assessorar na definição de um programa educativo voltado a públicos visitantes especiais. Também foi convidada a participar do debate a assistente social Corina Espíndola, coordenadora do Programa de Implementação da Política Universal de Acessibilidade na UFSC, que foi oficializado em dezembro do ano passado, com a criação do Comitê de Acessibilidade, vinculado à Pró-Reitoria de Ensino de Graduação.

Desde a sua concepção, a proposta arquitetônica da nova sede do MU prevê rampas de acesso para cadeirantes e piso tátil para portadores de deficiência visual. Diversos recursos vão facilitar a circulação pelos corredores internos e fruição dos acervos expostos a pessoas com necessidades especiais. Incluem-se aí legendas e textos em Braille, pisos táteis marcando o percurso da exposição, áudio-guia e intérprete da língua dos sinais, regulação da altura das vitrines e dos textos de apoio para ficarem ao alcance de cadeirantes, maquetes táteis, áudios-visuais com legenda, entre outros. No caso de pessoas com dupla deficiência, como os surdos-cegos, Corina lembra que será necessário adotar guias-intérpretes capacitados para escrever as mensagens na mão do visitante ou manipular os seus dedos para produzir os sinais de Libras.

Promover a formação de profissionais da área e proporcionar a discussão sobre temas relativos aos museus é o objetivo do projeto Museu em Curso, uma realização da Secretaria de Cultura e Arte e Museu Universitário Professor Oswaldo Rodrigues Cabral, em parceria com a Associação dos Amigos do Museu Universitário. A cada mês, o projeto realiza uma palestra voltada para as diversas áreas da teoria e da prática museológica. Os participantes do evento receberão certificados.

A palestrante:

Amanda Pinto da Fonseca Tojal concluiu o doutorado em Ciências da Informação pela Escola de Comunicações e Artes da USP, o mestrado em Artes pela ECA-USP, a especialização em Museologia pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo e o Curso Superior em Licenciatura em Educação Artística pela Faculdade de Artes Plásticas da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP). Além do programa educativo para públicos especiais, coordena na Pinacoteca de São Paulo o curso de extensão cultural “Ensino da arte na educação especial e inclusiva”. Presta atualmente consultorias em acessibilidade e ação educativa inclusiva em museus e instituições culturais.

Serviço:

O quê: Museu em curso, palestra com Amada Tojal

Quando: 26 de abril de 2011, das 16h às 18h

Onde: Auditório do Museu Universitário

Quanto: Entrada franca

Informações: 48 3721-8604 ou 9325

e-mail:

Por Raquel Wandelli – Assessoria de Comunicação UFSC/SeCArte

www.secarte.ufsc.br – 37219459 e 99110524

Tags: acessibilidadeAmada TojalMuseu em CursoPessoas com Deficiência

Atividades marcam o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

02/12/2010 16:48

Para comemorar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, celebrado em 3 de dezembro, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) preparou uma série de atividades, entre elas debate, palestra, apresentações artísticas e gincana de vivência, que acontecerão na Praça da Cidadania e no auditório da Reitoria.

O tema de 2010 enfatiza a prioridade para pessoas com deficiência no milênio e rumo a 2015: “Mantendo a promessa: Inserir a Deficiência como questão prioritária nos objetivos de desenvolvimento do milênio Rumo a 2015 e Além”.

O Dia Internacional das Pessoas com Deficiência é uma data comemorativa internacional promovida pelas Nações Unidas desde 1998, com o objetivo de promover uma maior compreensão dos assuntos concernentes à deficiência e para mobilizar a defesa da dignidade, dos direitos e o bem estar das pessoas. Procura também aumentar a consciência dos benefícios trazidos pela integração das pessoas com deficiência em cada aspecto da vida política, social, econômica e cultural. A cada ano o tema deste dia é baseado no objetivo do exercício pleno dos direitos humanos e da participação na sociedade, estabelecido pelo Programa Mundial de Ação a respeito das pessoas com deficiência, adotado pela Assembléia Geral da ONU em 1982.

Programação:

Local: Praça da Cidadania

Durante todo o dia serão realizadas atividades interativas, exposição de equipamentos, esportes, apresentações artísticas e gincana de vivência.

Local: auditório da Reitoria

9h – Abertura do evento

Apresentação Artística: Grupo Cultural da APAE Florianópolis – Cama de Gato

9h30 – Exibição de Documentários – Assim Vivemos? (filmes com audiodescrição) Duração: 90min

11h – Apresentação do PET Arquitetura da UFSC sobre os projetos desenvolvidos em Acessibilidade e Desenho Universal

13h30 – Mesa de abertura

14h – Palestra: Educação e Trabalho

Palestrante: Priscila Branca Neves – Psicóloga, funcionária do Serasa Experian, trabalha na Coordenação do Programa de Empregabilidade de Pessoas com Deficiência. É analista de Direitos Humanos.

15h – Mesa-redonda – Deficiências: questões pertinentes

16h – Debate

17h – Encerramento

Realização: UFSC, AFLODEF, ACIC, ASGF, APAE/FLORIANÓPOLIS, CIEE/SC, CVI FLORIPA, FLORIPA ACESSÍVEL, OAB/SC.

Outras informações pelo telefone (48) 3721-8746, com Denise de Siqueira.

Tags: Dia internacionalONUPessoas com Deficiência