UFSC e Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania promovem evento sobre lutas e vivências de pessoas com deficiência

31/07/2023 16:14

Daniel Paladino, Anna Paula Feminella, Joana Célia dos Passos e Leslie Sedrez Chaves compuseram a mesa de abertura. Foto: Ariclenes Patté/Agecom/UFSC

Um debate sobre as relações das lutas antirracismo, antifascismo e anticapacitista deu início ao evento “Diálogos interseccionais da deficiência”, promovido pelo Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC), por meio da Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em parceria com a Pró-Reitoria de Ações Afirmativas e Equidade (Proafe) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A atividade teve início na manhã desta segunda-feira, 31 de julho, e transmissão pela TV UFSC. Os participantes se reuniram no Auditório da Reitoria, no Campus de Florianópolis, por volta das 8h40.

Compuseram a mesa de abertura a vice-reitora Joana Célia dos Passos, a secretária nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência do MDHC, Anna Paula Feminella, a pró-reitora de Ações Afirmativas e Equidade, Leslie Sedrez Chaves, e o promotor de Justiça Daniel Paladino.

Logo após saudar os presentes, a vice-reitora comentou sobre o compromisso da gestão com todas as pessoas da Universidade. “O que nós estamos fazendo hoje, é o papel da nossa gestão, o papel de uma universidade comprometida com as pessoas e com as diferenças existentes entre nós”, disse Joana.
(mais…)

Tags: educação antifascitaluta anticapacitistaluta antirracistaMinistério dos Direitos Humanos e CidadaniaPessoas com DeficiênciaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Pesquisador defende pedagogia antifascista para combater nazismo e ascensão da extrema direita

18/11/2022 11:01

Plateia lotou auditório da Reitoria (Foto: Divulgação)

Pensar numa pedagogia antifascista é uma das chaves fundamentais para combater o nazismo e a ascensão da extrema-direita. Ao falar para um auditório cheio em meio à programação do Novembro Negro na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Michel Gherman, historiador e referência em estudos judaicos, sensibilizou a plateia para a importância de se discutir processos históricos para compreender um fenômeno que precisa ser combatido e derrotado. Gherman é professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

O evento foi oferecido pela Pró-Reitoria de Ações Afirmativas e Equidade (Proafe) e planejado em meio a denúncias de manifestações nazistas na UFSC, que estão sendo investigadas e mobilizam a comunidade universitária para responder de maneira firme a atos criminosos. As professoras Leslie Chaves, pró-reitora de Ações Afirmativas e Equidade, e Marilise Luiza Martins dos Reis Sayão, diretora de Ações Afirmativas e Equidade, conduziram os debates.
(mais…)

Tags: educação antifascitanazismoNovembro NegroPROAFEUFSCUFSC antinazista e antirracistaUniversidade Federal de Santa Catarina