Com parceria da UFSC, Comitê Paralímpico promove competições com 520 paratletas em Florianópolis

29/02/2024 07:59

Atletismo será uma das modalidades em disputa. Foto: Alessandra Cabral/CPB/Divulgação

O Meeting Paralímpico Loterias Caixa 2024, idealizado e realizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), chega a Florianópolis neste fim de semana, em uma parceria com o Centro de Desporto (CDS) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Serão 520 participantes em competições promovidas no Campus de Florianópolis, no bairro Trindade, no sábado e no domingo, 2 e 3 de março. Desses, 390 estão inscritos nas provas de atletismo, 96 nas de natação e 24 nas disputas de bocha. Há cerca de um mês, a Universidade assinou acordo de cooperação com o CPB para implantação do Centro de Referência Paralímpico na UFSC, o que viabilizou a promoção do evento em Florianópolis.

Neste fim de semana, haverá na UFSC tanto provas da Diretoria de Alto Rendimento do CPB, como também etapas regionais das Paralimpíadas Escolares, Paralimpíadas Universitárias e Intercentros – que são disputas entre alunos do projeto de Centros de Referência do CPB -, competições da Diretoria de Desenvolvimento Esportivo e outras atividades. O Meeting Paralímpico Loterias Caixa tem o objetivo de desenvolver o paradesporto em todo o território nacional, com a participação de novos talentos e atletas de elite. É idealizado e organizado pelo CPB desde 2021.
(mais…)

Tags: atletas paralímpicosbochaCentro de Desportos (CDS)Comitê Paralímpico Brasileiroesporteesporte paralímpicogoalballMeeting Paralímpico Loterias CaixaNataçãoParalímpicoparatletaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Projeto de extensão da UFSC oferece treinos de goalball para pessoas com deficiência visual

29/05/2023 16:06

Goalball é a única modalidade paralímpica criada originalmente para pessoas com deficiência visual (Fotos: Robson Ribeiro / Secom)

Levar o nome da instituição e do Estado para as competições. Esse é o lema de Cheila Aguiar dos Santos, uma das alunas do projeto de extensão de treinamento de goalball para deficientes visuais, oferecido pelo Centro de Desportos (CDS) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), no Campus da Trindade, em Florianópolis.

A competidora conta que, antes de começar a participar dos treinos, sentia muita dificuldade para dormir devido à insônia. Com o incremento da atividade física na rotina semanal ela conseguiu melhorar a qualidade do sono, ganhar mais força e resistência. Além do benefício para a saúde, junto à equipe Cheila alcançou também o pódio e hoje coleciona ao menos oito medalhas. A última foi conquistada na Copa Sul de Goalball, disputada na cidade de Xanxerê, em 25 e 26 de março. “Eu nem acreditei que iríamos chegar em segundo lugar, porque foi somente um mês de treino, então para mim foi bem gratificante”, afirma.

Ao todo, neste semestre, além do goalball, são ofertadas à comunidade universitária com algum tipo de deficiência outras quatro modalidades: handebol, tênis, natação e atletismo. Crianças com autismo também podem participar das atividades de iniciação esportiva em práticas corporais. As ações são uma parceria entre a Universidade e a Associação Catarinense de Esportes Adaptados (Acesa).
(mais…)

Tags: CDSdeficientes visuaisesporte paralímpicogoalballprojeto de extensãoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Congresso na UFSC debate legado olímpico e paraolímpico para esporte brasileiro

07/11/2014 12:50
Mesa de abertura do Congresso Paradesportivo Internacional - foto Henrique Almeida/Agecom/DGC/UFSC

Mesa de abertura do Congresso Paradesportivo Internacional – foto Henrique Almeida/Agecom/DGC/UFSC

A UFSC sedia o IV Congresso Paradesportivo Internacional, que iniciou dia 5 de novembro e termina nesta sexta-feira. É o maior evento científico nesta área do esporte. O congresso foi presidido pelo professor Luiz Guilherme A. Guglielmo, coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação Física da UFSC. Compuseram a mesa de abertura, na noite do dia 5, além do presidente, Lúcia Helena Martins Pacheco, vice-reitora da UFSC; Ricardo Leyser Gonçalves, representando o Ministro do Esporte; Filipe Freitas Mello, representando o governador de Santa Catarina; professor Luciano Lazzaris, vice-diretor do Centro de Desportos (CDS); Andrew Parsons e Ivaldo Brandão, presidente e vice-presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro; Edilson Alves da Rocha, diretor técnico e chefe da delegação paralímpica brasileira e Peter Van der Vilet, diretor médico e científico do Comitê Paralímpico Internacional.

O presidente do Congresso deu boas-vindas a todos. A professora Lucia Helena falou que “superação” é uma palavra que remete à prática do esporte, mas que no caso do paradesporto a superação é também um grande exemplo para todos.

Ricardo Leyser, secretário nacional de esportes de alto rendimento, ministrou a palestra de abertura do evento sobre o legado olímpico e paraolímpico para o esporte brasileiro. Ricardo traçou um panorama dos preparativos para as Olimpíadas e Paraolimpíadas e como o esporte e o paradesporte têm evoluído nos últimos anos no Brasil.
(mais…)

Tags: esporte paralímpicoIV Congresso Paradesportivo Internacionallegado olímpicoRicardo LeyserUFSC

Esporte Paralímpico é tema de seminário no Centro de Desportos

24/09/2012 12:13

No evento será apresentado o primeiro edital para apoio a projetos de pesquisa sobre esporte paralímpico de alto rendimento

O auditório do Centro de Desportos (CDS) da Universidade Federal de Santa Catarina é a sede do seminário “Esporte Paralímpico Brasileiro e a sua relação com as Universidades”, promovido pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) para apresentar a Academia Paralímpica Brasileira (APB), órgão de fomento a projetos de produção científica para a formação de profissionais e desenvolvimento tecnológico para o Esporte Paralímpico. O evento teve início às 10h desta segunda-feira. Durante o seminário, também será apresentado o primeiro edital para apoio a projetos de pesquisa na área do Esporte Paralímpico de alto rendimento, em parceria do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Ministério do Esporte. O edital será aberto em novembro.

Para o coordenador da Academia Paralímpica Brasileira (APB), Alberto Martins da Costa, a Universidade é o principal foco de pesquisa e formação profissional na área paralímpica, por isso a relevância de um seminário para incentivar o desenvolvimento do esporte em conjunto com a produção acadêmica. A Universidade Federal de Santa Catarina foi escolhida como sede do evento para congregar as instituições de ensino do Sul do Brasil. “A intenção é tornar a UFSC um polo de comunicação entre aqueles envolvidos com pesquisas na área do esporte paralímpico”, explica Alberto.

Medidas como a criação da APB e o lançamento de um edital para apoiar projetos ligados ao esporte paralímpico estão relacionadas ao fortalecimento da equipe paralímpica brasileira para os jogos que serão disputados em 2016, no Rio de Janeiro. Em novembro, será realizado o III Congresso Paralímpico Brasleiro, em Natal, Rio Grande do Norte para discutir, promover e incentivar a produção do conhecimento científico relacionado ao paradesporto. A programação prevê mini-cursos, palestras, mesas redondas e conferências conduzidas por profissionais de vários países (incluindo membros do Comite Paralímpico Internacional). As inscrições devem ser feitas pelo site www.cpb.org.br/congresso

Mateus Bandeira Vargas/ Estagiário de Jornalismo/ Agecom/ UFSC
mateusbandeiravargas@gmail.com

Fotos: Henrique Almeida / Agecom / UFSC
henrique.almeida@ufsc.br 

Tags: CNPqesporte paralímpicoMinistério do EsporteUFSC