UFSC é referência no Brasil em estudo internacional de aplicativo para aliviar dores menstruais

09/11/2020 10:53

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), através do Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago, é referência no Brasil de um estudo clínico multicêntrico que irá avaliar a efetividade do uso de um aplicativo de smartphone desenvolvido para auxiliar mulheres que enfrentam dores menstruais. O aplicativo chamado Luna foi criado por uma equipe de pesquisadores da Universidade Charité de Berlim, Alemanha, e agora terá seu uso avaliado em diferentes contextos culturais em um projeto que envolve instituições da Alemanha, Austrália, Brasil, Estados Unidos e Taiwan.

Pioneira na área de cuidados integrativos entre as universidades no Brasil, a UFSC conta com a retaguarda de um destacado grupo que evolve membros dos Departamentos de Saúde Pública, Clínica Médica, Hospital Universitário e profissionais do serviço de saúde do município de Florianópolis.

O pesquisador responsável pelo estudo no Brasil, Ari Ojeda Ocampo Moré, médico do HU-UFSC e supervisor da Residência Médica em Acupuntura do Hospital, comenta os potenciais da utilização do aplicativo. “Observamos na nossa prática clínica muitas mulheres com queixas de dores menstruais, com sintomas muitas vezes incapacitantes. Os resultados das pesquisas prévias com intervenções de autocuidado são bastante promissores e seria bem interessante conseguirmos verificar se o estímulo ao autocuidado também poderá ajudar as mulheres brasileiras”. As orientações de autocuidado contra as dores incluem a acupressão (massageamento de pontos de acupuntura), atividade física, yoga, compressas quentes, entre outras.
(mais…)

Tags: acupressãoacupunturaaplicativoDores menstruaisUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Alunas de Nutrição da UFSC desenvolvem aplicativo para facilitar acesso à alimentação saudável

29/09/2020 11:58

Alunas do curso de Nutrição da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) desenvolveram um aplicativo que facilita o acesso da população a pontos de venda de alimentos frescos e in natura, orgânicos e/ou da agricultura familiar. De acordo com as idealizadoras Juliana Mestieri e Liliani Beirão, a ferramenta busca promover cadeias curtas de comercialização e possibilitar uma alimentação mais saudável e sustentável. O aplicativo é fruto do trabalho de Conclusão de Curso das alunas, orientado pela professora Suellen Secchi Martinelli e com apoio do programador Luiz Felipe Pereira.

> Clique AQUI para baixar o aplicativo

O In Natura é gratuito e colaborativo. Os interessados podem cadastrar um novo local e adicionar informações sobre eles, como fotos, horário de funcionamento e tipos de alimentos oferecidos. As estudantes esperam que o app ajude a popularizar uma alimentação de qualidade e o hábito de ir a feiras e lojas de produtos naturais.

Saiba mais sobre o projeto pelo perfil no Instagram.

Tags: aplicativoCurso de NutriçãoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Estudantes da UFSC são premiados em competições de desenvolvimento de ferramentas para o combate à Covid-19

03/07/2020 15:40

Três estudantes da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) foram premiados em duas competições internacionais que envolvem a utilização de inteligência artificial e blockchain para a criação de ferramentas que colaborem para o combate à pandemia de Covid-19 e ajudem o planeta a se recuperar da crise. O mestrando em Engenharia Mecânica Ruan Comelli e os alunos da graduação em Engenharia Eletrônica Kauê Cano e Matheus Tosta integram a equipe internacional, com membros de oito países diferentes, que ficou em primeiro lugar na Planet Wide SOS Hackathon e em segundo lugar na COVIDathon – Decentralized AI Hackathon.

A primeira, que teve seu resultado divulgado nesta sexta-feira, 3 de julho, contou com 308 participantes, inscritos em 50 equipes, com a finalidade de desenvolver ideias e soluções para curar nosso planeta e construir o novo mundo pós-crise. Já a COVIDathon é uma competição organizada pela Fundação DAIA (Decentralized AI Alliance), pela Ocean Protocol Foundation e pela SingularityNET com o objetivo de desenvolver soluções inteligentes e descentralizadas para o combate à Covid-19. 1184 competidores, divididos em cem equipes, participaram desse hackathon (eventos como esses, que reúnem profissionais e estudantes ligados ao desenvolvimento de software com o objetivo de criar soluções específicas para um ou vários desafios). 

O projeto apresentado em ambas as competições foi o Immuno Lynk — uma extensão da iniciativa vencedora de outra competição: a Hackathon Lumiata Covid-19 Global AI, promovida por uma empresa do Vale do Silício. A solução consiste em uma plataforma que pode ser utilizada em duas frentes: um aplicativo para uso dos trabalhadores da saúde e uma interface voltada aos gestores de hospitais e demais instituições da área. 
(mais…)

Tags: aplicativoblockchaincoronavírusHackathoninteligência artificialpesquisa coronavírusUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Professora da UFSC participa de painel internacional sobre aplicativos de rastreamento para controle da Covid-19

01/07/2020 12:41

A professora do Departamento de Informática e Estatística da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Vania Bogorny participa nesta quinta-feira, 2 de julho, de um painel on-line sobre aplicativos de rastreamento de contatos para controle da Covid-19. Com início às 11h, a atividade faz parte da IEEE International Conference on Mobile Data Management (MDM), maior evento internacional com foco em análise de dados de dispositivos móveis. 

Única pesquisadora da América Latina no painel, Vania falará sobre a tecnologia de aplicativos de rastreamento de contatos para o isolamento inteligente na pandemia da Covid-19, com foco na privacidade dos usuários. A professora participa do desenvolvimento do aplicativo covidAPP, que está sendo criado por um conjunto de professores da UFSC, analistas da Superintendência de Governança Eletrônica e Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic/UFSC) e desenvolvedores voluntários brasileiros e estrangeiros. 
(mais…)

Tags: aplicativoCiência da ComputaçãocoronavírusCovidAppextensão coronavírusUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Professores da UFSC coordenam desenvolvimento de aplicativo que detecta exposição de pessoas ao Coronavírus

27/03/2020 09:42

Para colaborar com o esforço contra a pandemia do Coronavírus, um grupo de desenvolvedores voluntários, coordenado pelos professores Jônata Tyska e Vania Bogorny, da Pós-Graduação em Ciência da Computação (PPGCC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), está desenvolvendo um aplicativo para celular que permite detectar e notificar pessoas que tenham tido contato próximo com casos suspeitos ou confirmados da Covid-19. A ferramenta, desenvolvida em conjunto com um grupo europeu liderado pelo italiano Luca Mastrostefano, indica de forma completamente anônima se o usuário esteve a menos de dois metros de uma pessoa infectada ou com suspeita de ser portadora do vírus.

De acordo com o desenvolvedores, o CovidApp tem como objetivo a criação de um aplicativo para notificação de possíveis contágios, tendo como prioridade a garantia da preservação da privacidade dos usuários do aplicativo. A solução em desenvolvimento pelo grupo é composta por um aplicativo móvel, com dois tipos de usuários, população em geral e profissionais de saúde, e uma aplicação web para gestores. O aplicativo móvel irá coletar os encontros físicos entre pessoas, através de identificadores anônimos, usando a tecnologia bluetooth. Bluetooth é uma tecnologia que detecta outros dispositivos próximos sem armazenar a localização física (geográfica) de cada indivíduo, ou qualquer informação que identifique pessoas.

Serão armazenados apenas os encontros entre bluetooths, a duração deles, a data e a distância. Profissionais de saúde poderão “marcar” usuários como casos confirmados ou suspeitos, por meio da leitura do identificador anônimo diretamente do telefone do paciente. A partir disso, todas as pessoas que tiveram contato com este paciente nos últimos 14 dias (período de incubação da doença) recebem uma notificação através do aplicativo proposto, com mensagem definida pelos gestores de saúde, infectologistas e especialistas da área.

Veja como funciona o aplicativo:

 

O aplicativo não rastreia a localização espacial dos usuários, diferentemente de outros similares desenvolvidos pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e países como Coréia do Sul, Israel e Singapura, que utilizam a trajetória ou o número do celular, invadindo a privacidade dos indivíduos. Além disso, o CovidApp recomenda a quarentena ou isolamento apenas para um grupo de pessoas e não a toda população. Profissionais da saúde poderão alertar pessoas que entraram em contato com infectados e informar as autoridades sanitárias sobre o nível de isolamento em relação às medidas adotadas. “A solução será ainda muito útil depois do pico da epidemia, quando as pessoas começarem a sair do atual isolamento, evitando ou minimizando uma segunda onda de contaminação”, traz a página sobre o projeto.

Para mais informações, acesse a página do CovidApp.

Tags: aplicativoAPPCiência da ComputaçãocoronavírusCovid-19CovidApppandemia

UFSC é parceira no desenvolvimento de aplicativo que registra problemas urbanos

10/10/2018 09:36

O Programa de Pós-graduação em Ciência da Computação (PPGCC/CTC) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), por meio do professor Mario Antonio Ribeiro Dantas, é uma das instituições de ensino parcerias no desenvolvimento do aplicativo ParticipACT. O aplicativo dá autonomia ao cidadão para relatar problemas relacionados às áreas de transporte e mobilidade, segurança, acessibilidade, meio ambiente e animais, infraestrutura, social e outros, contribuindo para a gestão eficiente de cidades.

O ParticipACT foi desenvolvido pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), resultado de uma pesquisa do Laboratório de Tecnologias de Gestão (LabGES/ESAG), e se trata de um projeto que busca a gestão eficiente e participativa de cidades inteligentes por meio de uma plataforma de Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs). Entre os objetivos da ação, está a implantação de um big data com dados de organizações públicas e privadas, além dos dados coletados de forma participativa e colaborativa pelos cidadãos, com o suporte de um sistema de mobile crowdsensing (MCS).
(mais…)

Tags: aplicativoESAGParticipACTproblemas urbanosUDESCUFSC

Mobilidade na ilha ganha um aliado: alunos da UFSC criam aplicativo de carona ‘Me leva’

07/11/2017 10:00

Carros, carros e mais carros. A Ilha de Santa Catarina convive hoje com um trânsito impossível de se conviver. No entorno da UFSC, essa impossibilidade faz com que a rotina de dirigir se transforme em um verdadeiro fardo atrás do volante. Culpa de um transporte público deficiente, diriam alguns, resultado de um individualismo exacerbado, falariam outros.

O fato é que se alguém ficar à margem de uma rua como a Deputado Antônio Edu Vieira, a principal via do bairro Pantanal, que faz a ligação com o Sul de Florianópolis, vai perceber que de cem carros que passam, pelo menos 80 só tem uma pessoa em seu interior: o motorista, claro.

E pensando nesta dinâmica e no caótico trânsito no entorno da UFSC, que dois estudantes de Engenharia de Controle e Automação se anteciparam ao que já existe no Brasil e lançaram o “Me leva”, aplicativo de carona solidária para alunos de graduação da Universidade.
(mais…)

Tags: aplicativocarona solidáriaEngenharia de Controle e AutomaçãoMe LevaPETMAUFSC