Secretaria de Segurança Institucional recebe novos uniformes

17/10/2017 12:33

Alacoque: pertencimento. Foto: Ítalo Padilha/Agecom

A reitora em exercício da UFSC, Alacoque Lorenzini Erdmann, fez nesta terça-feira, 17, a entrega dos novos uniformes da Secretaria de Segurança Institucional da instituição. São 80 camisetas, duas para cada servidor da secretaria, além um colete operacional para cada um, identificados com o brasão da universidade, da secretaria, com os dizeres Segurança Universitária nas costas e produzidos em material dry.

“O uniforme vai muito além da disciplina e de servidor como identificador das pessoas. Ele, de fato, faz com que a pessoa se sinta pertencente à instituição, e isso é fundamental. O sentimento de pertencimento é essencial na vida de quem é trabalhador da UFSC, é o que dá o verdadeiro sentido”, disse a reitora.

Para o Secretário de Segurança Institucional, Leandro Luiz de Oliveira, um dos ob jetivos do novo uniforme é mostrar ostensividade. “Mostrar que a segurança está na rua, transmitir confiança. O pessoal circula com a viatura caracterizada, mas acaba descendo do carro sem o uniforme ou com o uniforme inadequado, já desbotado ou desgastado”, observa Oliveira. “Estávamos há cinco anos sem receber uniformes”.

Hoje a secretaria possui 38 servidores do quadro funcional da UFSC, mais três vindos da extinta Rede Ferroviária Federal. “O que mais a gente sente falta é de servidor do quadro. Tem sempre que estar otimizando e ajustando a escala de serviço, até porque nossa demanda é diferente da demanda da iniciativa privada. A universidade é muito grande. Atendemos em setores distintos e distantes do campus, como por exemplo no bairro do Itacorubi, onde está localizado o Centro de Ciências Agrárias, até a Fazenda da Ressacada, no sul da Ilha”.

E a reposição do quadro, com as aposentadorias, só pela via da terceirização, uma opção do governo federal a partir do ano 2000. “Temos hoje o suporte de uma vigilância privada, mas a um custo muito alto para a universidade”, sublinha Leandro de Oliveira.

Ele, no entanto, comemora alguns números e apresenta algumas porcentagens de redução de ocorrências: 22% em furto de patrimônio; 75% furtos de bicicleta; 50% número de roubos; 40% ocorrências que caracterizaram tráfico; 35% de ocorrências em razão da proibição de festas não autorizadas; 66% de ocorrências em que vizinhos reclamaram de perturbação (som proveniente de festas).

“Houve uma redução do número de festas no Campus. O aluno não está impedido de fazer eventos festivos, mas existem alguns limites: não ultrapassar às 21 horas e uma limitação de som”.

Leandro esclarece que a segurança das festas é responsabilidade de quem organiza. “Somos comunicados e montamos um plano de segurança para adequação ao meio ambiente, mas a contratação da segurança para o evento é do organizador”, salienta, “até porque não seria justo dispensar recursos públicos para algo que é, em tese, privado.”

Já o Chefe de Gabinete da reitoria, professor Aureo Mafra de Moraes, aproveitou a ocasião para destacar a criação da nova direção da Secretaria de Segurança, que será ocupada por Teles Espíndola. A atual coordenadoria de segurança ficará a cargo de Clóvis de Souza. As duas portarias foram assinadas na segunda-feira, dia 16.

Foto: Ítalo Padilha/Agecom

“São coisas que podem parecer simples, mas que representam o quanto essa gestão valorizou e está valorizando o trabalho do servidor técnico-administrativo’, ratificou Moraes, que citou também outros dois exemplos de valorização: a Imprensa Universitária e Agência de Comunicação, dois setores que estavam desprestigiados num passado recente e que retomaram, de acordo com ele, o protagonismo que lhes era devido. “Era um compromisso de campanha do professor Luiz Carlos Cancellier e da professora Alacoque Erdmann restituir tão logo possível os diretores dessas duas unidades e resgatar o seu locus institucional”.

Participaram ainda da solenidade o superintendente da Fapeu (Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária), Gilberto Vieira Ângelo; o diretor geral do Gabinete, Alvaro Lezana; o pró-reitor de Assuntos Estudantis, Pedro Manique Barreto e o secretário de Relações Internacionais, Lincoln Fernandes.

 

 

 

 

 

 

Tags: Alacoque ErdmannLeandro Oliveirasegurança institucionalUFSCuninformes

Campus de Curitibanos recebe primeira seção de segurança fora da sede de Florianópolis

13/07/2017 17:10

Leandro Oliveira: antecipação. Foto: Divulgação

A Secretaria de Segurança Institucional da UFSC implantou no campus de Curitibanos a primeira Seção de Segurança fora da sede de Florianópolis. “Nós não temos lá um profissional do quadro para estar presente, mas teremos servidores da área de administração capacitados para fazer os atendimentos, de um preenchimento de boletim de ocorrência a orientação onde o aluno possa se dirigir em determinada situação”, diz o Secretário de Segurança Institucional, Leandro Luiz de Oliveira, que esteve essa semana na região. O próximo passo agora é fazer com que os todos os demais campi (Araranguá, Joinville e Blumenau) tenham, até o final do ano, uma estrutura semelhante.

A nova Seção de Segurança prevê a implantação, capacitação e orientação dos agentes de segurança no Campus de Curitibanos, manutenção do sistema de videomonitoramento e dos sistemas de armazenamento, a aquisição de novos equipamentos de vigilância para ampliação de cobertura, iluminação e monitoramento e orientação da equipe de fiscalização do contrato de vigilância sobre os procedimentos.

A ideia da seção é de que a comunidade universitária local tenha um ponto de referência na área de segurança. No caso de Curitibanos, existem alguns problemas de iluminação e a necessidade de substituição de doze câmeras analógicas por câmeras IP para ganhar qualidade na imagem e na economia de manutenção.

As câmeras IP são câmeras de vídeo que podem ser acessadas e controladas via redes como a LAN, Intranet ou Internet. É possível ainda instalar esse tipo de equipamento com os convencionais fios (cabo de rede) para streaming de áudio e vídeo ou utilizar tecnologia Wireless com criptografia, explica Leandro Oliveira.

Leandro lembra que Curitibanos é um campus bem grande. “Já tem um segundo prédio sendo construído com salas de aula e laboratórios, o que aumenta as demandas por segurança. Então, a ideia é se antecipar, evitando danos às pessoas e ao patrimônio”, observa.

 

 

 

Tags: Campus de CuritibanosLeandro OliveiraSecretaria de SegurançaSegurançaUFSC

Reitor participa de reunião com Conselho de Segurança

20/05/2016 15:17
O reitor Luis Carlos Cancellier reuniu-se, na última quinta-feira, 19, com a diretoria do Conseg da Bacia do Itacorubi. (Foto: Divulgação/Conseg)

O reitor Luis Carlos Cancellier reuniu-se, na última quinta-feira, 19, com a diretoria do Conseg da Bacia do Itacorubi. (Foto: Divulgação/Conseg)

O reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, Luis Cancellier, reuniu-se nesta quinta feira, dia 19, com a diretoria do Conselho de Segurança da Bacia do Itacorubi (Conseg). O Secretário de Segurança Institucional e representante da UFSC no Conseg, Leandro Luiz de Oliveira também participou do encontro, que teve ainda as presenças da presidente do Conseg, Ana Claudia Caldas; do secretário Wanderley Vargas; da coordenadora do programa Vizinho Solidário, Carmem Melo e do membro da Associação de Moradores do Jardim albatroz Córrego Grande, Andres Von Stockert. Participou, ainda, o Tenente Rieger, sub-comandante da 4ª Companhia de Polícia Militar, representando o comandante, Capitão Rafael Régis.
(mais…)

Tags: Bacia do ItacorubiConsegLeandro OliveiraLuis CancellierSegurançaUFSC