Restaurante Universitário

19/06/2012 19:24

A Reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina, tendo em vista a paralisação das atividades do Restaurante Universitário, faz os seguintes esclarecimentos à comunidade universitária, a partir de questões recorrentes que nos têm sido dirigidas:

1.  O RU pode funcionar só com os funcionários terceirizados ?
Não, somente em um curto período de tempo, em caráter excepcional, e, ainda assim, de forma precária. Há funções específicas que somente podem ser executadas por servidores efetivos, treinados e especializados, portanto, a Reitoria não contratará novos trabalhadores terceirizados.
2. Como ficará a situação dos alunos que têm direito a isenção no RU ?
Haverá o repasse financeiro do auxílio alimentação, diretamente na conta bancária dos estudantes que possuem isenção do RU  aprovada no COSS/PRAE, pelo critério sócioeconomico.
3. Os demais alunos da UFSC podem receber este mesmo benefício ?
Há óbice jurídico, uma vez que eles não estão amparados pela Política Nacional de Assistência Estudantil.
4. Qual a diretriz que pauta as ações da Administração Central neste momento ?
A Reitoria compreende a legitimidade das reivindicações do movimento dos servidores da UFSC e tem se orientado pela busca e a manutenção do diálogo permanente com a comunidade, com a ANDIFEs e o MEC. Do mesmo modo, está atenta para garantir a integridade física dos servidores e estudantes, bem como a integridade do patrimônio público.
Florianópolis, 19 de junho de 2012.
Administração Central da UFSC
Tags: administraçãoGrevereitoriaUFSC

Greve na UFSC: Manifestação em frente ao RU discute a paralisação do setor

19/06/2012 15:15

Restaurante Universitário (RU) está ocupado desde a noite desta segunda, dia 18, por servidores da UFSC em greve

Alunos, técnico-administrativos (STAs) e professores se reuniram na manhã desta terça-feira, dia 19 de junho, para discutir as circunstâncias da paralisação do Restaurante Universitário (RU), ocupado desde a noite de ontem por servidores em greve da UFSC. A manifestação foi mobilizada pelas redes sociais e ao final do ato foi decidido que haverá uma reunião com a reitora Roselane Neckel  nesta quarta-feira, às 12h, para buscar um acordo. Alguns alunos, em ato simbólico, entraram no RU e retiraram os cartazes e faixas em favor da greve.

Opiniões divergentes

O comando de greve defende a ocupação como uma forma de fortalecer o movimento e pressionar o Governo Federal. Segundo ele, a terceirização do setor põe em risco os serviços prestados a longo prazo, pois abre margem para a precarização do setor devido aos cortes de orçamento na Educação. Os STAs aceitam a manifestação dos estudantes e não têm a intenção de entrar em conflito com eles. O comando diz estar aberto para o diálogo, mas considera que a cobrança deveria se voltar para o Governo Federal e Reitoria.

PRAE – De acordo com a pró-reitora de Assuntos Estudantis, Beatriz Augusto de Paiva, a Reitoria busca um diálogo com os grevistas para discutir as demandas do movimento e garantir os serviços essenciais dos estudantes, reduzindo os efeitos da paralisação.  A Reitoria tomou providências em relação à alimentação dos estudantes que possuem isenção das refeições pela Coordenação de Serviço Social (COSS/PRAE). Informações: 3721-8226

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UFSC apoia a greve dos servidores, mas não tomou posição quanto a ocupação do RU. Segundo membros do DCE, a responsabilidade por manter a alimentação subsidiada de todos os estudantes é da Reitoria. Após a manifestação, que não foi organizada por entidades de representação dos alunos, o DCE realizou uma assembleia aberta para tomar uma posição sobre a paralisação. Membros do diretório manifestaram insatisfação com o comunicado emitido pela Reitoria que, segundo o DCE, defende o funcionamento do RU em meio à greve. Esta medida, para o diretório, vai contra o direito de greve e põe os estudantes contra os servidores. A pró-reitora de Assuntos Estudantis, Beatriz Augusto de Paiva, defende dizendo que o comunicado é contra a interrupção abrupta dos serviços e busca uma solução para atender às demandas essenciais dos estudantes.

A manifestação foi marcada por posições distintas dos participantes e momentos de conflito e agitação. Em favor da paralisação, o argumento de que não há greve sem a interrupção dos serviços essenciais e que as medidas visam a melhoria na qualidade da educação. Já os pontos contra o movimento são a dificuldade de muitos alunos para se alimentar sem o serviço subsidiado pelo Restaurante Universitário e a falta de diálogo entre grevistas e estudantes. O evento foi divulgado pelo facebook, no qual cerca de 2.000 pessoas confirmaram a participação.

 

Por Mateus Vargas/Bolsista em Jornalismo na Agecom

Tags: DCEGreveRUUFSC

Técnico-administrativos do campus Curitibanos aderem à greve

19/06/2012 10:24

Carta divulgada pelos STA´s do campus Curitibanos
Em assembleia realizada no dia 18 de junho de 2012 às 15 horas na sala CRC 401 do Campus Curitibanos, reuniram-se os servidores técnico-administrativos e deliberaram majoritariamente por aderir à greve deflagrada através de restrições na rotina dos processos de trabalho, ou seja, serão realizadas apenas as atividades extemporâneas ao movimento.
Estamos reafirmando nossa posição já enunciada no dia 05 deste mês quando, também em maioria, paralisamos as atividades por completo durante 2 horas. Na próxima sexta-feira, dia 22, faremos nova reunião de avaliação do movimento.
Observamos para o fato de que a pauta da paralisação está embasada no movimento de âmbito nacional que presentemente ocorre não tendo qualquer relação de insatisfação com a atual gestão da UFSC.
Informamos que o secretariado das bancas de processo seletivo para professor temporário está mantido.
Assina abaixo o comando de greve dos servidores técnico-administrativos de Curitibanos.

Tags: campus curitibanosGreveUFSC

Restaurante Universitário interrompe atendimento a partir desta terça-feira

19/06/2012 00:30

No decorrer da tarde desta segunda-feira  (18/6) a ala nova do Restaurante Universitário (RU) foi ocupada pelos servidores técnico-administrativos da UFSC, paralisados desde o dia 11 de junho.

O jantar foi servido regularmente, mas a partir desta terça-feira o atendimento à comunidade universitária será interrompido. A Reitoria tomou providências em relação à alimentação dos estudantes que possuem isenção das refeições deferida pela Coordenação de Serviço Social (COSS/PRAE).

Mais informações:

Leia o comunicado publicado pela Administração Central:
Reitoria emite novo comunicado sobre a paralisação na UFSC

Veja também a reportagem publicada pela TV UFSC:
Universidade Já – RU Fechado e Greve dos Professores

Leia a matéria publicada pelo Sintufsc:
Trabalhadores ocupam RU

Tags: Greve

Greve na UFSC: cronograma de assembleias e serviços afetados

18/06/2012 12:08

Reitoria emite novo comunicado sobre a greve:

COMUNICADO À COMUNIDADE UNIVERSITÁRIA

Segunda semana de paralisação dos STAs

 

Iniciamos a segunda semana de paralisação dos Servidores Técnico-Administrativos (STAs), acompanhando os desdobramentos do movimento, tendo em vista a  manutenção dos serviços essenciais da Administração Universitária.

Para assegurarmos as ações referentes à alimentação dos estudantes, que possuem isenção das refeições deferida pela Coordenação de Serviço Social – COSS/PRAE, foram providenciadas as medidas emergenciais, devido à paralisação das atividades do Restaurante Universitário.

Nesta semana esforços adicionais serão efetuados pela Reitora junto à Andifes e ao Governo Federal pela negociação com o movimento.

Com o propósito de assegurarmos o diálogo com o Comando Geral de Greve dos Servidores Técnico-Administrativos, encaminharemos nova proposta de reunião ainda esta semana.

Ratificamos nossa convicção e expectativa de que o diálogo da Reitoria da UFSC com o Comando Local de Greve dos STAs democraticamente se aprofunde, na perspectiva das legítimas demandas que partilhamos.


ADMINISTRAÇÃO CENTRAL DA UFSC

18 de junho de 2012


Paralisação dos técnico-administrativos
Informações: / (48) 8482-1195

Discussão de greve entre professores

A Andes realiza assembleia dia 18 de junho

A Apufsc tem assembleia geral extraordinária a ser realizada em duas etapas, a primeira no dia 20 de junho de 2012 (quarta-feira), às 14 h, no Auditório João Ernesto Castro, no Prédio da Engenharia de Produção e Sistemas/Centro Tecnológico,  e a segunda no dia 21 de junho de 2012 (quinta-feira), das 9h às 20 h,  em votação em urna nos Centros de Ensino e nos Campi avançados

Restaurante Universitário

A partir desta terça-feira, 19 de junho, o atendimento à comunidade universitária será interrompido. A reitoria tomou providências para o atendimento alimentar dos estudantes cadastrados no serviço social. Informações: 3721-8226

BU e DAE
Biblioteca Universitária e Departamento de Administração Escolar (DAE)  estão fechados.

Almoxarifados
Estão fechados desde a manhã da segunda-feira, 18 de junho, o almoxarifado central e o almoxarifado da Prefeitura Universitária (PU) da UFSC. A Pró-Reitoria de Administração (PROAD) estuda medidas para garantir o abastecimento de produtos essenciais, como os de higiene e limpeza, bem como para receber os produtos já licitados e comprados. Informações: (48) 3721-9537


Gestão de pessoas
A Secretaria de Gestão de Pessoas (SEGESP) informa os assuntos que serão tratados mesmo durante o período da greve: aposentadoria em andamento; auxílio funeral; exoneração e vacância; pensão vitalícia (por morte); entrega de documentos que já foram solicitados; declaração funcional para fins de visto ou afastamento; solicitação de cópia de documentos com prazos judiciais; não recebimento de salário; pensão alimentícia; licença gestação e sua respectiva prorrogação; servidor que recebeu carta (DAP ou DDAP) referente a acórdãos do TCU; ajuda de custo (remoção ou redistribuição); homologação de resultado de concurso de docente; recebimento de recurso de concurso e posse de candidatos nomeados em concurso.
Caso tenha dificuldade em obter o atestado de saúde ocupacional, documento necessário para a posse, o candidato nomeado deve entrar em contato com a SEGESP. A Divisão de Saúde Suplementar fará atendimento ao público, para os casos urgentes em horário reduzido: das 10h ao meio dia. Informa, também, que para assuntos não citados a pessoa deve se dirigir à Secretaria da SEGESP. Mais informações: (48) 3721-9240

Módulos de Capacitação durante a greve
A Coordenadoria de Capacitação de Pessoas (CCP) da UFSC informa os módulos que serão suspensos ou mantidos:

– Módulos em andamento: a continuidade ou não das aulas será definida com a turma e com o ministrante no próximo encontro, de acordo com as datas a seguir:
1. Felicidade e Bem-estar no Trabalho – próximo encontro presencial dia 19/06/12, às 14h, na sala Girassol – 3º piso do Centro de Cultura e Eventos.
2.  SPA – Processos – turma 04 – a definir com a turma.

– Módulos mantidos:
1. Aposenta-ação – último encontro dia 13/06/12, às 14h, na sala 006 do CCJ.
2. Universidade e Gestão Social – último encontro dia 14/06/12, às 14h, na sala 007 do CSE.
3. Gestão de Pessoas por Competências nas Organizações Públicas – último encontro dia 14/06/12, às 14h, na sala 008, do CCJ.
4. Aspectos Gerais da Redação Oficial – últimos encontros dias 13 e 15/06, às 14h, no Laboratório de Capacitação da UAB.
5. Libras
6. Introdução à Gerência de Projetos e Prática com GP – web – turma 02.
7. Acordo Ortográfico e Revisão Gramatical – turma 02

– Módulos suspensos: em virtude das aulas ainda não terem iniciado, estes módulos serão reagendados após o término da greve.
1. Gestão de Pessoas por Competências nas Organizações Públicas – turma 02.
2. Informática Básica – turma 01.
3. Planejamento e Gestão de Unidades de Informação-Biblioteca Universitária.
4. Processos Gerenciais voltados à Inovação e a Mudança na UFSC.
5. Inclusão Digital.
6. Universidade e Sociedade.
7. Slides Material Profissional Motivador – turmas 01 e 02.
8. Introdução ao Sistema de Controle Acadêmico de Pós-Graduação – CAPG e às Rotinas das Secretarias de Pós-Graduação.

– Módulo a definir: devido à parceria com o PROFOR a manutenção do módulo Metodologia do Ensino Superior em Araranguá será definida após consulta aos envolvidos.

Campus de Araranguá:
Os  técnico-administrativos do campus de Araranguá decidiram, em assembleia realizada no dia 15/6, paralisarem suas atividades a partir desta segunda-feira, 18 de junho. Confira a carta aberta dos STAs do campus de Araranguá

Tags: GreveparalisaçãoUFSC

Paralisação dos técnico-administrativos

18/06/2012 08:06

O comando local de greve convoca os servidores técnico-administrativos da UFSC para assembleia geral permanente que será realizada nesta segunda-feira, dia 18, às 14h, na tenda em frente à Reitoria. Serão discutidos importantes encaminhamentos de mobilização. Mais informações com Leandro: (48) 8482-1195  ou

Informações do campus de Araranguá:
Os servidores do campus de Araranguá decidiram, em assembleia realizada no dia 15/6, paralisarem suas atividades a partir desta segunda-feira, 18 de junho.

Confira a carta aberta dos STAs do campus de Araranguá

Tags: Greveparalisaçãotécnicno-administrativosUFSC

Discussão de greve entre professores

18/06/2012 07:57

A partir desta segunda-feira, dia 18, os professores da UFSC decidem sobre a adesão ou não à greve nacional da categoria. Os docentes ligados ao Andes irão deliberar sobre o assunto nesta segunda-feira, em uma Assembleia Geral, às 15h, no hall do CFH. A Apufsc decidiu, na reunião realizada na quinta-feira passada, dia 14, pela convocação de uma nova Assembleia Geral Extraordinária,  nos dias 20 e 21. O dia 20 será destinado para debater as questões da greve e, o dia 21, para a votação em urna dos associados. O local e o horário ainda não foram definidos. Para a aprovação, o regimento interno da Apufsc exige que, pelo menos, 25% dos sindicalistas compareçam às urnas.

Tags: GreveProfessoresUFSC

Trabalhadores da UFSC: assembleia geral permanente

15/06/2012 18:58

O comando local de greve convoca todos os trabalhadores da UFSC para participar da assembleia geral permanente que será realizada na segunda-feira, dia 18, às 14h, na tenda em frente à Reitoria. Serão discutidos importantes encaminhamentos de mobilização.

Mais informações com Leandro: (48) 8482-1195  ou .

Tags: GreveSintufsc

Professores decidem na próxima semana sobre adesão à greve

15/06/2012 14:40
.

Para que a greve seja aprovada, pelo menos 25% dos sindicalizados da Apufsc devem comparecer às urnas

A partir de segunda-feira (18), os docentes da UFSC irão decidir sobre a adesão ou não à greve nacional da categoria. Os professores ligados ao Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes) irão deliberar sobre o assunto em Assembleia Geral, às 15 horas, no Hall do CFH.

O Sindicato dos Professores das Universidades Federais de Santa Catarina (Apufsc-Sindical) decidiu, na reunião realizada ontem (14), pela convocação de uma nova Assembleia Geral Extraordinária, que será feita nos dias 20 e 21. O dia 20 será destinado para debater sobre as questões da greve e o dia 21, para a votação em urna dos associados. O local e o horário ainda não foram definidos. Para a aprovação da paralisação, o regimento interno da Apufsc exige que pelo menos 25% dos sindicalizados compareçam às urnas.

Texto: Nayara Batschke/ Bolsista de Jornalismo na Agecom
Fotos: Brenda Thomé/ Bolista de Jornalismo na Agecom


Saiba mais com a matéria da TV UFSC.

Tags: AndesApufscGreveProfessores

Comunicado à Comunidade Universitária

14/06/2012 17:06

Comunicado à Comunidade Universitária

Com a deflagração da greve nacional dos servidores técnico-administrativos e a instalação do Comando Local de Greve, foi solicitada pela Reitoria uma reunião para dar início ao diálogo com o Comando do movimento grevista.

No dia 13/6 ocorreu a primeira reunião da Reitoria com o Comando Geral de Greve na qual foram apresentadas as reinvindicações. Nessa oportunidade a Reitora apresentou sua preocupação com a continuidade dos serviços essenciais, entre os quais o  Restaurante Universitário (RU).

Esclareceu-se que dependem do RU, para sua alimentação, numerosos servidores e alunos, incluindo quase dois mil estudantes com direito pelo critério socioeconômico à alimentação subsidiada integralmente.

Foi reafirmada a preocupação da Reitoria com a garantia da alimentação do RU como direito humano básico e fundamental e apresentada a proposta de construção de uma solução democraticamente negociada que não gere a interrupção brusca.

Segue-se aguardando o posicionamento do Movimento dos Servidores Técnico-Administrativos e do movimento estudantil quanto a essa proposta.

Por fim, a Reitoria vem a público manifestar seu firme compromisso em atuar junto à Andifes e ao Governo Federal pela rápida e definitiva negociação.

Administração Central da UFSC

Tags: comunicadoGrevereitoriaUFSC

Módulos de Capacitação durante a greve

14/06/2012 11:20

A Coordenadoria de Capacitação de Pessoas (CCP) da UFSC informa que em virtude da greve dos técnico-administrativos alguns módulos serão suspensos e outros mantidos, conforme relação abaixo:

– Módulos em andamento: a continuidade ou não das aulas será definida com a turma e com o ministrante no próximo encontro, de acordo com as datas a seguir:

1. Felicidade e Bem-estar no Trabalho – próximo encontro presencial dia 19/06/12, às 14h, na sala Girassol – 3º piso do Centro de Cultura e Eventos.

2. Power Point – próximo encontro dia 14/06/12, às 10h, no Laboratório de Informática – 3º piso do Centro de Cultura e Eventos.

3. SPA – Processos – turma 04 – a definir com a turma.

– Módulos mantidos:

1. Aposenta-ação – último encontro dia 13/06/12, às 14h, na sala 006 do CCJ.

2. Universidade e Gestão Social – último encontro dia 14/06/12, às 14h, na sala 007 do CSE.

3. Gestão de Pessoas por Competências nas Organizações Públicas – último encontro dia 14/06/12, às 14h, na sala 008, do CCJ.

4. Aspectos Gerais da Redação Oficial – últimos encontros dias 13 e 15/06, às 14h, no Laboratório de Capacitação da UAB.

5. LIBRAS

6. Introdução à Gerência de Projetos e Prática com GP – web – turma 02.

7. Acordo Ortográfico e Revisão Gramatical – turma 02

– Módulos suspensos: em virtude das aulas ainda não terem iniciado, estes módulos serão reagendados após o término da greve.

1. Gestão de Pessoas por Competências nas Organizações Públicas – turma 02.

2. Informática Básica – turma 01.

3. Planejamento e Gestão de Unidades de Informação-Biblioteca

Universitária.

4. Processos Gerenciais voltados à Inovação e a Mudança na UFSC.

5. Inclusão Digital.

6. Universidade e Sociedade.

7. Slides Material Profissional Motivador – turmas 01 e 02.

8. Introdução ao Sistema de Controle Acadêmico de Pós-Graduação – CAPG e às Rotinas das Secretarias de Pós-Graduação.

Outras informações pelo e-mail .

– Módulo a definir: devido à parceria com o PROFOR a manutenção do módulo Metodologia do Ensino Superior em Araranguá será definida após consulta aos envolvidos.

Tags: Grevemódulos de capacitaçãoUFSC

Reitoria da UFSC recebe Comando de Greve nesta quarta

12/06/2012 19:03

Está marcada para as 14h desta quarta, 13/06,  reunião entre a reitora da UFSC, Roselane Neckel, e o Comando de Greve dos servidores técnico-administrativos. De acordo com a pró-reitora de Assuntos Estudantis, Beatriz Augusto de Paiva, o objetivo é iniciar a construção do diálogo com os grevistas e discutir as demandas do movimento.

O primeiro dia de greve dos servidores fechou a Biblioteca Universitária e o Departamento de Administração Escolar (DAE). O Restaurante e o Hospital Universitários mantiveram seu funcionamento normal.

Informações: (48) 3721-9419.

Professores

A Apufsc-Sindical, representante legal dos professores das Universidades Federais de Santa Catarina, realiza nos próximos dias assembleias gerais extraordinárias. A primeira acontece na quinta, 14/06, a partir de 14h, no bloco B do no auditório do CCE. No caso de indicativo favorável à greve, haverá também assembleias nos dia 18 – para discussão e esclarecimentos – e 19/06 – para a votação em urna. Informações: (48) 3234-2844.

Já a Seção Sindical do Andes na UFSC convoca assembleia geral dos docentes para a próxima segunda-feira, 18/6, a partir de 15h, no hall do Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Informações: (48) 9147-1041.


 

Tags: GreveProfessoresSTAEs

Docentes realizam assembleias

11/06/2012 16:18

A Apufsc-Sindical, representante legal dos professores das Universidades Federais de Santa Catarina, realiza nos próximos dias assembleias gerais extraordinárias. A primeira acontece na quinta, 14/06, a partir de 14h, no bloco B do no auditório do CCE. No caso de indicativo favorável à greve, haverá também assembleias nos dia 18 – para discussão e esclarecimentos – e 19/06 – para a votação em urna. Informações: (48) 3234-2844

Já a Seção Sindical do Andes na UFSC convoca assembleia geral dos docentes para a próxima segunda-feira, 18/6, a partir de 15h, no hall do Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Informações: (48) 9147-1041

Tags: GreveUFSC

Apufsc: assembleias gerais extraordinárias

11/06/2012 15:40

O  Sindicato dos Professores das Universidades Federais de Santa Catarina (Apufsc-Sindical) realiza duas assembleias gerais extraordinárias.

A primeira acontece na quinta, 14/06, e deverá analisar o movimento de greve nas Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes), deliberando se os professores aderem ou não à paralisação. Terá início às 14h no bloco B do no auditório do CCE.

No caso de indicativo favorável à greve, haverá a segunda assembleia, nos dias 18 – para discussão e esclarecimentos – e 19/06 – para a votação em urna.

O quórum necessário para a primeira assembleia é de 5% dos docentes e, para a segunda, com a deliberação sobre a greve e o comparecimento às urnas, de ao menos 25% dos associados (previsto no estatuto da Apufsc-Sindical, no Art. 19) . Para garantir a maior participação dos professores nas deliberações, antes das assembleias a diretoria da Apufsc vai realizar reuniões de mobilização nas unidades de ensino e encontros com o Sindicato dos Trabalhadores da Universidade Federal de Santa Catarina (Sintufsc), com o Diretório Central dos Estudantes (DCE) e com a Associação de Alunos de Pós-Graduação (APG), além de uma reunião com a reitora Roselane Neckel.

Mais informações: (48) 3234.2844, 3234.5216, 3721.9425 e 3234.3187 ou

Leia mais:

Reunião ampliada do CR aprova realização de assembléias dos professores

Tags: ApufscGreve

Servidores da UFSC optam pelo fim da greve

21/09/2011 13:24

A greve dos servidores técnico-administrativos da UFSC acaba na segunda-feira, 26 de setembro. Depois de 115 dias, as atividades do Restaurante Universitário (RU) e da Biblioteca Universitária (BU) serão retomadas na próxima semana. O RU retornará às atividades normalmente na terça-feira, dia 27. A BU funcionará já a partir da segunda.

As obras de reforma e colocação de arparelhos de condicionamento de ar na biblioteca também estão praticamente acabadas. João Oscar, chefe da Divisão de Assistência ao Usuário (DAU), explicou que em pouco tempo a BU estará funcionando normalmente. “Não há mais resquícios de obras lá em cima, e dentro de no máximo duas semanas estaremos operando com ar-condicionado também”, afirmou. Oscar também lembrou que os livros retirados antes da greve poderão ser devolvidos a partir da semana que vem até o dia 8 de outubro, sem nenhuma cobrança.

Os servidores da UFSC decidiram pelo fim da greve acatando a recomendação da Federação de Sindicatos se Trabalhadores em Educação das Universidades Brasileiras (Fasubra). As principais reivindicações dos trabalhadores eram reajuste salarial, concessão de piso de três salários mínimos, isonomia salarial e de benefícios, racionalização de cargos e abertura de concursos públicos para substituir a mão de obra terceirizada. Elas não foram atendidas, e assim as vantagens solicitadas somente poderão ser concedidas em 2013, dependendo de negociações a serem estabelecidas no ano que vem.

Mais informações: Coordenação do Sintufsc, fone 3721-9220 / 3721-9614

Tags: Greve

Assembleia dos estudantes avalia movimento

07/09/2011 09:39

A 2ª Assembleia Geral dos Estudantes coordenada pelo Diretório Geral dos Estudantes (DCE) da UFSC foi realizada hoje no hall da Reitoria para dar sequência às atividades de reivindicações dos alunos.

A assembleia reuniu por volta de 200 pessoas que tomaram pelo sistema de voto aberto as seguintes decisões: dar início a uma campanha com articulação nacional por contratação de professores e mais verbas na educação, lutar por democracia interna na universidade, marcar uma audiência pública com o Reitor Alvaro Prata para o mês de setembro sob as diretrizes do DCE e abrir e divulgar o espaço para a presença dos servidores da UFSC nas reuniões dos estudantes, assim como a dos estudantes nas reuniões dos servidores.

Essa assembleia estava marcada para quinta-feira passada (01), porém foi adiada pelo Conselho de Entidades de Base (CEB) – reunião dos Centros Acadêmicos (CA’s) dos cursos mais o DCE – por causa da desocupação da reitoria na semana passada e por isso, precisariam de mais tempo para a articulação do movimento.

Por Ricardo Pessetti/ Bolsista de Jornalismo na Agecom

Tags: DCEGreve

Reitor reúne diretores para avaliar reflexos da greve

24/08/2011 15:54
Foto: Wagner Behr

Foto: Wagner Behr

O reitor Alvaro Prata manteve nesta quarta, 24/08, uma reunião de trabalho com os 11 diretores de Centro para tratar dos desdobramentos da greve, da expansão do ensino superior no Estado e das regras para a eleição para reitor e vice. Além dos 11 diretores, participaram alguns vice-diretores e o chefe do Gabinete, José Carlos Cunha Petrus. “A avaliação do encontro foi bastante positiva”, sublinhou Prata.

Tendo como local o Centro de Comunicação e Expressão, a conversa começou com um balanço do movimento dos servidores e dos alunos. O reitor falou da intermediação que vem fazendo em Brasília e dos contatos frequentes mantidos com o Comando de Greve e com as lideranças estudantis. Reforçou ainda a sua confiança de que haja um acordo “muito em breve”. Narrou ainda a discussão promovida na ultima reunião ordinária do Conselho Universitário.

Já os diretores das Unidades forneceram um panorama sobre as dificuldades enfrentadas com a paralisação dos servidores técnico-administrativos, explicitando os caminhos encontrados para minimizar os prejuízos acadêmicos.

Em relação à expansão do ensino superior, o reitor fez um breve relato da sua participação em Brasília do anúncio das novas universidades e novos institutos  e campi. Destacou a questão do Campus de Blumenau e da possível incorporação da Furb. Neste sentido, confirmou a ida amanhã, quinta-feira, de uma comitiva à Furb para coleta de dados com vistas a subsidiar a Comissão que fará um estudo por solicitação do MEC. A Comitiva, coordenada pela pró-reitora de Ensino de Graduação, Yara Müller, será integrada também pelas Pró-Reitorias de Pós-Gradação, de Infraestrutura e Secretaria de Planejamento. Sobre o assunto os diretores de Centro manifestaram suas preocupações com os novos desafios lançados à UFSC.

Prata tratou igualmente do projeto de lei da presidência que trata da criação de novos cargos nas universidades, abrindo perspectivas para a gratificação dos coordenadores dos cursos de graduação e pós-graduação.

O tema eleição fechou a pauta da reunião. Prata entregou aos diretores proposta de resolução estabelecendo as regras da eleição para reitor e vice. O tema será discutido na próxima terça-feira, na reunião do Conselho Universitário.

Tags: Greve

Administração da UFSC discute greve e expansão com lideranças estudantis

19/08/2011 10:40

Numa reunião em que o respeito foi predominante, o reitor Alvaro Toubes Prata se encontrou ontem (18) com a direção do Diretório Central do Estudantes e alunos acampados no Hall da reitoria para discutir a situação da instituição diante da greve dos servidores técnico-administrativos, que começou no dia 6 de junho e vem afetando parcialmente as atividades universitárias. Na primeira parte da reunião o reitor ouviu atentamente a comissão.

O DCE, que pediu um posicionamento oficial claro da Reitoria em relação à greve e solicitou a participação das negociações em Brasília, iniciou a conversa com um relato geral da situação crítica da universidade em função da greve dos servidores. Manifestou preocupação com a expansão da qualidade do ensino superior sem a garantia de qualidade; a criação de novos cursos sem condições ideais de funcionamento; reclamou do atraso de obras essenciais e da falta de professores, condenou e exigiu a reversão do corte de vagas no curso de Economia. (Dos 42 professores, 35 aprovaram a redução e dois se abstiveram).

A questão do corte de vagas na Economia permeou e ocupou o maior tempo da conversa no Gabinete. O DCE considera inconsistente o documento elaborado pelo Departamento que, segundo a entidade, não permitiu um debate aberto, e lamentou a tramitação do processo em regime de urgência. Solicitou do reitor o arquivamento em nome de uma política de gestão da instituição.

O reitor sublinhou que respeita as instâncias deliberativas, mas que solicitará um debate mais aprofundado do assunto. “A decisão não será tomada a toque de caixa, nem na calada da noite”, assinalou, ressaltando que defende a reformulação de práticas pedagógicas da universidade.

Os estudantes sublinharam que manterão a mobilização até a revogação da medida. Afirmaram que não se trata de um caso isolado. Segundo eles, outros 20 cursos carecem de professores. Manifestaram ainda preocupação com a situação dos Campi de Joinville, Curitibanos e Araranguá e solicitaram visitas do reitor. Mostraram-se ainda apreensivos com o novo desafio repassado à UFSC de implantar o campus de Blumenau.

Lembraram que parlamentares e entidades representativas estão se manifestado contra os cortes na Economia.

E embora denunciem a precariedade da expansão, reconhecem como positiva a ampliação de vagas nas universidades. Mostraram-se angustiados com as dificuldades enfrentadas pelos alunos com a greve dos servidores, enfatizando o fechamento do Restaurante Universitário e da Biblioteca Universitária e o atraso da obra da nova moradia estudantil.

Apontaram o Centro de Filosofia e Ciências Humanas como ponto crítico e cobraram uma posição da Reitoria. Os estudantes daquele centro e os cotistas, de acordo com  o DCE, são mais vulneráveis em termos socioeconômicos. Além do compromisso público, entregaram um documento reivindicatório, pedindo respostas por escrito.

Alvaro Prata recordou que o corte de vagas, obviamente, não faz parta da Política da UFSC. “Muito pelo contrário, nossa política é de expansão, e nossa posição é institucional e não pessoal. Consideramos que qualquer segmento possa encaminhar propostas aos órgãos colegiados”, completou, reafirmando que nunca se furtou ao diálogo.

Lamentou que durante a tramitação a representação estudantil não tenha pedido vistas do processo, que não se encontra em regime de urgência na Câmara de
Ensino.  “Não concordo que as coisas sejam feitas às pressas. Mas nada é melhor do que um bom argumento para enfrentar um debate”.

Para Prata, a redução de vagas é uma decisão drástica. No entanto, na qualidade de reitor, reafirma que respeita muito as instâncias e as instituições, logo, acata as decisões tomadas nas assembleias. “Não cabe ao reitor impor o seu pensamento aos departamentos. Cabe, isto sim, garantir que os assuntos sejam exaustivamente discutidos”, acrescentou.

Para ele, o arquivamento pelo reitor é uma solicitação de interferência perigosa. A Administração Central tem que respeitar a vontade dos Conselhos. Pedirá aos membros da Câmra e integrantes do curso que a matéria seja melhor discutida. Não deve haver corte sem uma discussão amadurecida”, acrescentou.

Prata também entende que invasões, violência e agressividade perdem legitimidade. “A Universidade é um espaço público e pertence à sociedade. Uma ação não resolve todos os problemas”. Em contrapartida, o DCE esclareceu que não se trata de ocupação e sim de vigília, e que o acampamento será desmontado logo que o reitor responder aos pleitos apresentados.

O reitor salientou que é contra o adiamento do semestre. Isso enfraquece a UFSC perante à sociedade, além de esvaziar o Campus. “Respeitamos o movimento e estamos negociando com o governo uma saída para o impasse”. Destacou as conversas com os diretores dos Centros, argumentando que não dá para uniformizar as situações. “Temos que levar em conta as especificidades de cada unidade”.

A expectativa, de acordo com Prata, é que a greve se resolva a curto prazo. “A possibilidade de uma solução expira no final do mês, quando termina o prazo para o envio de propostas ao Congresso. A universidade não pode entrar em greve. Quem entra em greve são as categorias. Além disso, os professores e estudantes não estão paralisados. É preciso entender que não temos RU e BU por causa da greve”, finalizou.

O DCE quer participar das negociações da Andifes com o Governo. “Pressões a portas fechadas não dão resultado”, salientaram os estudantes. Já o reitor observou que a UNE tem marcado presença em Brasília.

Foto: Wagner Behr

Reunião do DCE com o reitor da UFSC

DCE e reitoria na busca de soluções conjuntas

Tags: estudantesGreveUFSC

Nota da Reitoria sobre a Greve

17/08/2011 14:40

A Reitoriada UFSC emitiu, na tarde desta quarta, 17/08, nota de esclarecimento sobre a greve. Abaixo, na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Advocacia Geral da União, através da Procuradoria Geral Federal, propôs em 25/07/2011, junto ao Superior Tribunal de Justiça, provimento jurídico sobre a greve dos servidores técnico-administrativos de trinta e seis instituições federais de ensino superior em todo o País, dentre as quais a Universidade Federal de Santa Catarina. Conforme já manifestado verbalmente ao Comando Local de Greve em 01/08/2011, e à Fasubra em 02/08/2011, a Administração Central da UFSC não foi consultada sobre essa ação e não realizou qualquer iniciativa relacionada à referida ação judicial.

Reafirmamos aqui nosso apoio às reivindicações dos servidores técnico-administrativos e a nossa incondicional disposição de continuar, juntamente com as demais instituições que integram a Andifes, buscando negociações que permitam às universidades voltarem aos seus funcionamentos regulares o mais brevemente possível.

Florianópolis, 17 de agosto de 2011.

Alvaro Toubes Prata
Reitor
Universidade Federal de Santa Catarina

Tags: AndifesfasubraGreve

Nota da Reitoria sobre a Greve

17/08/2011 14:35

A Reitoria emitiu, na tarde desta quarta, 17/08, nota de esclarecimento sobre a greve. Abaixo, na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Advocacia Geral da União, através da Procuradoria Geral Federal, propôs em 25/07/2011, junto ao Supremo Tribunal de Justiça, provimento jurídico sobre a greve dos servidores técnico-administrativos de trinta e seis instituições federais de ensino superior em todo o País, dentre as quais a Universidade Federal de Santa Catarina. Conforme já manifestado verbalmente ao Comando Local de Greve em 01/08/2011, e à Fasubra em 02/08/2011, a Administração Central da UFSC não foi consultada sobre essa ação e não realizou qualquer iniciativa relacionada à referida ação judicial.

Reafirmamos aqui nosso apoio às reivindicações dos servidores técnico-administrativos e a nossa incondicional disposição de continuar, juntamente com as demais instituições que integram a Andifes, buscando negociações que permitam às universidades voltarem aos seus funcionamentos regulares o mais brevemente possível.

Florianópolis, 17 de agosto de 2011.

Alvaro Toubes Prata
Reitor
Universidade Federal de Santa Catarina

Tags: AndifesfasubraGreve

Greve na UFSC: assembleia nesta quinta

20/07/2011 16:50

Os servidores técnico-administrativos da UFSC realizam Assembleia Geral Permanente nesta quinta-feira, dia 21 de julho, às 9h,  no Hall da Reitoria. No mesmo dia, em Brasília, o Comando Nacional de Greve, que possui trabalhadores da UFSC entre seus membros, terá reunião com o ministro do Planejamento a fim de debater as reivindicações das Ifes.

Mais informações: www.sintufsc.ufsc.br

Tags: assembleiaGrevetécnico-administrativosUFSC

Assembleia decide por continuidade da greve

13/07/2011 15:54

Em assembleia geral realizada na tarde desta terça-feira, dia 12 de julho, os trabalhadores técnico-administrativos da UFSC deliberaram, por maioria, pela continuidade do movimento grevista na universidade.

A decisão se deu após o envio de um documento do MEC e MPOG à Fasubra pedindo o fim da greve para que as negociações com o governo continuem. O comando nacional de greve aprovou um indicativo de fim do movimento grevista na semana passada.

A decisão dos trabalhadores da UFSC foi enviada aos delegados que estão em Brasília que vão colocá-la na votação desta quarta-feira, dia 13. Outras instituições de ensino realizaram assembléias nesta semana para que o comando nacional decida pela continuidade da greve.

Já está agendada nova assembleia geral para quinta-feira, dia 14 de julho, às 14 horas, no Hall da Reitoria, para avaliação da decisão do comando nacional de greve sobre o movimento.

Fonte: Sintufsc

Tags: GreveSintufsctécnico-administrativos