Workshop debate propriedade intelectual e inovação para desenvolvimento de ideias de negócios e startups

01/07/2019 11:28

A terceira turma do Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação irá promover o “Workshop de Propriedade Intelectual e Inovação para Desenvolvimento de Ideias de Negócios e Startups”. O evento será realizado no dia 4 de julho, no Auditório do Centro Socioeconômico (CSE) da UFSC, a partir das 18h30.

O objetivo é sensibilizar sobre a importância e de que forma a propriedade intelectual pode ser utilizada como diferencial competitivo para modelos de negócio inovadores, apresentar informações a respeito de aspectos jurídicos e programas de fomento para o desenvolvimento de ideias inovadoras de negócios e startups, e mostrar casos práticos de empresas e startups que estão utilizando a propriedade intelectual (marcas e patentes) como diferencial competitivo em seu mercado de atuação.

Mais informações e inscrições aqui.

Tags: inovaçãopropriedade intelectualstartupUFSCUniversidade Federal de Santa Catarinaworkshop

Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação promove workshop

19/11/2018 11:56

O Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação – ProfNIT promove o II Workshop Propriedade Intelectual para a Inovação nos dias 23  e 24  de novembro. O encontro será no Auditório do Centro Socioeconômico (CSE) e as vagas são limitadas.

O público alvo é composto por interessados em familiarizar-se com os temas Propriedade Intelectual, Marcas e Prospecção Tecnológica.

As inscrições podem ser feitas pelo link.

Programação detalhada:

Sexta-feira 23/11    
Horário Expositor Tema
19h – 19h10 Prof. Mário Steindel – Vice coordenador do ProfNit Abertura do Evento
19h10 – 20h10 Jatyr Ranzolin Júnior Introdução a PI e Conceito de Patentes
20h10 – 20h30 Mediador- Discussão
20h30- 20h50   Coffee break
20h50 – 21h45 Marcelo Cavallazzi Marcas, trade dress e concorrência desleal
21h45 – 22h Mediador Discussão
Sábado 24/11    
9h – 10h Marcelo de Melo Silva A busca de patentes e sua importância
10h – 10h20 Mediador Discussão
10h20 – 10h45   Coffee break
10h45 – 11h Ilson dos Santos BSC e a Gestão estrategica da Politica de Inovaçao na ICT (Banner)
11h – 12h Tiago Giuriatti Prospecção Tecnológica
12h – 12h30 Mediador Discussão
Tags: inovaçãoMestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovaçãopropriedade intelectual

Seminário dia 21 sobre propriedade intelectual e proteção do conhecimento

14/06/2017 09:11

A Secretaria de Inovação da UFSC (Sinova) e a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) promovem seminário para apresentar e destacar a importância da propriedade intelectual e da proteção do conhecimento produzido no Brasil para a segurança e desenvolvimento do País. O evento será realizado no dia 21 de junho (quarta-feira), às 9h, na Fiesc (Rodovia Admar Gonzaga, 2765, Itacorubi, Florianópolis/SC).

Os debates dos painéis 1 – Desafios e Oportunidades – e 2 – Proteção do Conhecimento – serão mediados por representantes da UFSC, a procuradora federal junto à Universidade, Geralda Magella de Faria Rossetto, e Cláudio José Amante, secretário de Inovação, que também irá participar do painel 3 e do encerramento.

 

Inscrições e programação neste link.

Tags: Fiescpropriedade intelectualproteção do conhecimentoSinovaUFSC

Propriedade intelectual na UFSC: aberta consulta pública da minuta de resolução

09/10/2015 13:24

A Minuta da atualização da Resolução nº 14/CUn/2002 de 25 de junho de 2002, que trata da propriedade intelectual na UFSC, estará em consulta pública até o dia 5 de novembro de 2015

Mais informações nos sites da Pró-Reitoria de Pesquisa (Propesq) e do Departamento de Inovação Tecnológica (DIT)

Tags: consulta públicaDITPROPESQpropriedade intelectualUFSC

‘Empreendedorismo em negócios sociais’ é tema de  palestra

17/09/2015 09:45

O Departamento de Inovação Tecnológica (DIT) da UFSC promove a palestra “Empreendedorismo em negócios sociais”, que será ministrada pelo Sebrae nesta sexta-feira, 18 de setembro, 14 horas, no auditório do Centro Socioeconômico (CSE).

A palestra encerra as atividades presenciais da disciplina “Propriedade intelectual, transferência de tecnologia, inovação e empreendedorismo”, mas será aberta à comunidade.

O link para realizar as inscrições está disponível na página do DIT no Facebook.

 

Tags: Centro SocioeconômicoDepartamento de Inovação Tecnológicapropriedade intelectualUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Curso de extensão em Propriedade Intelectual oferece 35 vagas

02/09/2015 08:05

O Departamento de Inovação Tecnológica (DIT-UFSC), em parceria com o Conselho Estadual Combate à Pirataria (CECOP) da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável de Santa Catarina e o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) promovem o curso de extensão em Propriedade Intelectual, com 35 vagas.

O curso, que será ministrado por instrutores do INPI, tem o objetivo de apresentar uma visão sobre a classificação de documentos de acordo com a Classificação Internacional de Patentes, aprofundar os conhecimentos relativos a patentes e modalidades de contratos, além do uso e busca em documentos de patentes de informação tecnológica.

O curso será realizado no auditório da Engenharia Mecânica da UFSC, de 28 de setembro a 2 de outubro.  O pré-requisito para participar do curso é que os participantes tenham realizado o curso DL 101 P BR. (online Wipo).

O link para inscrições é http://epesquisa.inpi.gov.br/index.php/286787/lang-pt-BR

Tags: curso de extensãopropriedade intelectualUFSC

Disciplina ‘Propriedade Intelectual, Transferência de Tecnologia, Inovação e Empreendedorismo’ será oferecida em 2015.2

24/08/2015 17:22

O Departamento de Inovação Tecnológica (DIT) da Pró-Reitoria de Pesquisa (Propesq) da UFSC irá oferecer, em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Farmácia (PGFar), a disciplina “Propriedade Intelectual, Transferência de Tecnologia, Inovação e Empreendedorismo”.  O período de inscrições vai até 31 de agosto.

Com carga horária de 60 horas (4 créditos), a disciplina será desenvolvida em dois módulos  ministrados por professores da UFSC e Sebrae. O local de realização da disciplina será no auditório do Centro Socioeconômico

No 1º módulo, com aulas presenciais de 14 a 18 de setembro, serão apresentados conceitos em inovação, transferência de tecnologia, propriedade intelectual e legislação pertinente.

No 2º módulo, de 19 de setembro a 11 de outubro, conceitos de empreendedorismo serão ministrados na forma de ensino a distância (EAD) oferecida pelo Sebrae através de uma ferramenta dinâmica e didática, inclusive para a aprendizagem de construção de modelos de negócios.

Para alunos regulares de qualquer curso de pós-graduação da UFSC, a inscrição é realizada pela secretaria de seu curso com o PGFar. Para estudantes de graduação ou aluno ouvinte, haverá um link para inscrição no site.

Os alunos de graduação receberão certificado que pode ser utilizado para horas de atividades complementares/extra classe.

Confira a ementa e plano de disciplinas.

Mais informações no DIT, pelo telefone (48) 3721-9628.

Tags: Departamento de Inovação TecnológicaPró-Reitoria de PesquisaPROPESQpropriedade intelectualTransferência de TecnologiaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Inscrições para curso on-line e gratuito de Propriedade Intelectual

15/05/2015 14:18

Estão abertas as inscrições para o Curso Geral de Propriedade Intelectual, que é on-line, gratuito e pré-requisito para uma série de outros cursos do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI); inclusive para a Oficina de de Redação de Patentes, que o Departamento de Inovação Tecnológica (DIT ) da UFSC irá ofertar no segundo semestre de 2015. As inscrições encerram-se no dia 12 de junho. Início do curso: 22 de junho. Vagas limitadas. Haverá certificado de participação.

Matrícula pelo link: https://welc.wipo.int/acc/index.jsf?page=courseCatalog.xhtml&lang=pt&cc=DL101PBR#plus_DL101PBR

 

 

Tags: DITINPIpropriedade intelectualUFSC

Café Cult debate propriedade intelectual nesta terça-feira

02/07/2013 12:29

O Ciclo de Cafés Culturais promoverá nesta terça feira, 2 de julho, às 18h30min, no Auditório do Museu de Arqueologia e Etnologia (MArquE) da UFSC, debate sobre o tema “Propriedade Intelectual, transferência de tecnologia e inovação”. O evento contará com a presença da diretora do Departamento de Inovação Tecnológica (DIT) da Universidade, Rozângela Curi Pedrosa, e fornecerá certificado aos participantes. Aberto ao público e entrada gratuita.
(mais…)

Tags: Café Cultpropriedade intelectualSecultUFSC

Guia e manual de proteção à propriedade intelectual já podem ser consultados

10/04/2013 08:59

O Departamento de Inovação Tecnológica, da Pró-Reitoria de Pesquisa da UFSC, publicou recentemente o “Manual de procedimentos para solicitação de proteção à propriedade intelectual“. Uma versão digital, que apresenta de forma simplificada o passo a passo para busca de anterioridade redação de patente e registro de software, encontra-se publicada na pagina do DIT (www.dit.ufsc.br). O Manual do DIT tem por objetivo informar à comunidade acadêmica sobre os corretos procedimentos para a solicitação de proteção à propriedade intelectual produzida na UFSC.
(mais…)

Tags: DITmanualPró-Reitoria de Pesquisa e Extensãopropriedade intelectualUFSC

Evento discute gestão de propriedade intelectual na UFSC

08/03/2013 15:15

Debate no CSE sobre a política institucional de propriedade intelectual e inovação na UFSC.
Foto: Henrique Almeida/Agecom

O Departamento de Inovação Tecnológica (DIT) da UFSC realizou, no dia 6 de março, um workshop no auditório do Centro Sócio-Econômico (CSE) para debater a política institucional de propriedade intelectual e inovação na Universidade. A discussão surgiu da necessidade de estabelecer medidas de incentivo à inovação e à pesquisa e de regulamentar as atividades de inovação, empreendedorismo, propriedade intelectual e transferência de tecnologia. Os resultados serão utilizados pelo Comitê de Inovação Tecnológica da UFSC na construção da nova política de inovação da Universidade.
(mais…)

Tags: Comitê de Inovação TecnológicaDepartamento de Inovação Tecnológicapropriedade intelectualUFSC

UFSC promove workshop para debater propriedade intelectual e inovação

06/03/2013 11:03

O Departamento de Inovação Tecnológica da Universidade Federal de Santa Catarina da Pró-Reitoria de Pesquisa promove workshop nesta quarta-feira, 6 de março, para debater a Política Institucional de Propriedade Intelectual e Inovação da universidade. O debate desta Política Institucional de Propriedade Intelectual e Inovação resulta da necessidade de estabelecer medidas de incentivo à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no âmbito da Universidade e de regulamentar as atividades de inovação, empreendedorismo, propriedade intelectual e transferência de tecnologia. O evento será direcionado ao membros do Comitê de Inovação, Diretores de Unidade e aos Pró-reitores de Pesquisa, de Pós-Graduação e de Extensão.
(mais…)

Tags: Departamento de Inovação Tecnológica da UFSCinovaçãopolítica institucionalpropriedade intelectualUFSCworkshop

Workshop debate propriedade intelectual e inovação

04/03/2013 09:55

O Departamento de Inovação Tecnológica (DIT) da Pró-Reitoria de Pesquisa, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), realizará um workshop na quarta-feira, 6 de março, das 9h às 18h, no auditório do Centro Sócio-Econômico, tendo como objetivo debater a Política Institucional de Propriedade Intelectual e Inovação da Universidade.

(mais…)

Tags: DITinovação tecnológicapolítica institucionalpropriedade intelectualworkshop

Pesquisadores de Direito Autoral ampliam obra sobre propriedade intelectual e internet

19/03/2012 09:05

O Grupo de Estudos de Direito Autoral e Informação (Gedai), ligado ao Centro de Ciências Jurídicas da UFSC, lançou o segundo volume da obra Propriedade Intelectual & Internet (Editora Juruá ).

“Esta obra coletiva teve seu primeiro volume publicado em 2002. Lá se vão quase 10 anos e os avanços tecnológicos produziram reflexos que àquela época sequer eram imaginados”, destaca o coordenador do Gedai, professor Marcos Wachowicz.

Segundo ele, a nova publicação não é uma atualização das temáticas abordadas e defendidas no primeiro volume, mas aglutina os novos debates que excedem o círculo da comunidade científica e jurídica para abraçar os interesses da sociedade, que ainda se depara com diferenças econômicas, culturais e sociais.

No livro, a partir de diversas matizes teóricas, juristas latino-americanos e europeus oferecem uma visão ampla e elucidativa dos desafios que o Direito da Propriedade Intelectual enfrentará no plano interno e internacional para a tutela dos bens intelectuais dentro do contexto da Internet.

A publicação reúne o pensamento jurídico de professores que representam algumas das mais tradicionais e respeitadas Faculdades de Direitos de Portugal: a Universidade Clássica de Lisboa e a Universidade de Coimbra. De acordo com Wachowicz , o leitor encontrará consistência teórica destas Escolas do Direito nos textos do professor José de Oliveira Ascensão, atual presidente da Associação Portuguesa de Direito Intelectual (APDI), e do professor Dário Moura Vicente, ambos representando o pensamento jurídico da Universidade Clássica de Lisboa. No texto do professor Alexandre Libório Dias Pereira está a expressão da doutrina emanada da Universidade de Coimbra.

A construção doutrinária espanhola está representada pelo professor Guillermo Palao Moreno, da Universidade de Valência (Espanha), coordenador do Grupo de Investigação do Direito da Propriedade Intelectual. Há ainda a contribuição do professor Pedro J. Canut Zazurca, presidente de ColorIURIS, A.I.E., de Zaragoza (Espanha).

“Outra participação importante é do professor Carlos M. Correa, que analisa as exceções e limitações do direito de autor no âmbito digital, com vistas a uma reforma da Convenção de Berna, e retrata o espírito audacioso e lúcido deste emérito docente da Universidade de Buenos Aires e Diretor do Centro de Estudos Interdisciplinares de Direito Industrial e Econômico (Ceidie) da Universidade de Buenos Aires, um dos mais destacados centros de estudos da Propriedade Intelectual da América Latina”, complementa Wachowicz.

Ele lembra que na Sociedade Informacional diversos são os enfoques e tratamento possíveis à propriedade intelectual e muitas são as ciências que estudam os bens intelectuais dentro do ciberespaço. “Neste sentido, uma análise interdisciplinar socioeconômica é imprescindível para compreensão do fenômeno social que vivenciamos atualmente e no qual estão inseridos os bens intelectuais, oferecendo elementos para uma reflexão crítica do uso da tecnologia, do acesso aos bens intelectuais e dos novos modelos de negócio existentes na Internet”, salienta o professor, lembrando que importantes grupos brasileiros também participam da obra.

“Os artigos publicados podem se constituir em fonte de pesquisa e auxiliar a formação do pensamento crítico e atuante, preocupado com a expressão do que de melhor o Direito da Propriedade Intelectual poderá contribuir para o desenvolvimento da Sociedade Informacional”, comemora o pesquisador.

Saiba Mais:

Temas abordados na obra Propriedade Intelectual & Internet – Editora Juruá:

• Direito de Autor e Liberdade de Criação
• O que o Direito tem a ver com Criação?
• Regime Propriedade Intelectual: Controle, Liberdade e Conflitos na Gestão de Bens Intangíveis no Contexto Digital
• Domínio Público e Direito de Autor
• Abandoware, Domínio Público e Patrimônio Cultural Digital de Jogos Eletrônicos
• A Obra Intelectual e a Internet
• O Plágio na Internet
• Direitos Autorais, Trabalho Imaterial e Novas Formas de Autoria: Processos Interativos, Meta-autoria e Criação colaborativa
• O Acesso à Cultura e o Monopólio de Obras Intelectuais: onde está o Bem Público? E para onde vai o Direito Autoral?
• Remuneração por Cópia Privada: um Novo Paradigma
• Propriedade Intelectual e Computação em Nuvens (cloud comptuting): aspectos do Contrato de Licença de uso do software como Serviço (software as a service – SaaS)
• Coexistência de Regimes Protetivos em Propriedade Intelectual e o Tratamento Tributário do Software
• Direito Autoral e Internet: uma Análise sob a Perspectiva do Direito Civil-Constitucional
• A Informação como Objeto de Direitos
• A Propriedade Intelectual, o Mercado e o Estado Brasileiro: tentativas de Cerceamento e Ampliação das Liberdades sob Instituições Particularistas
• Fotografia, Internet e Patrimônio Cultural
• Arte, Tecnologia e Sociedade
• Direito Ciberespacial: “soft law” ou “hard law”? Tecnologias, Mercados e Liberdades
• Internet e a Determinação do lugar da Infração da Propriedade Intelectual na União Europeia
• Excepciones y Limitaciones al Derecho de Autor en el Ámbito Digital: ¿Hacia una Reforma del Anexo de la Convención de Berna?
• As Teorias da Propriedade Intelectual propostas por William Fisher: em busca da Funcionalização Social-econômica na Era das Nanotecnologias
• Legislação aplicável na Responsabilidade Extracontratual por Violações praticadas Transnacionalmente à Propriedade Intelectual

Link para aquisição da obra: http://www.jurua.com.br/shop_item.asp?id=22407

Mais informações na UFSC: Marcos Wachowicz / (48) 3721-9287 / / www.direitoautoral.ufsc.br

 

Tags: propriedade intelectualUFSC

Seminário: Sociedade da Informação e Propriedade Intelectual

03/11/2011 07:56

O II Seminário Internacional sobre Sociedade da Informação e Propriedade Intelectual que acontece na UFSC sedia nos dias 3 e 4 de novembro poderá ser acompanhado pela internet. O encontro é uma atividade vinculada à linha de pesquisa Direito da Sociedade da Informação e Propriedade Intelectual, do Programa de Pós-Graduação em Direito, e tem apoio do Grupo de Estudos de Direito Autoral e Informação.

Mais informações no site www.direitoautoral.ufsc.br/vcodaip, e-mail: , fone: (48) 3721-6746, Twitter: @gedaiufsc.

Tags: propriedade intelectualSociedade da Informação

UFSC implanta comitê para avançar na inovação e na transferência tecnológica

31/05/2011 08:06

Fotos: DIT e Agecom

A Universidade Federal de Santa Catarina quer fazer de seu Departamento de Inovação Tecnológica muito mais do que um escritório jurídico para orientação sobre propriedade intelectual. A expectativa é de que esse departamento amplie o trabalho colaborativo com empresas e a transferência de tecnologias. Mais um passo nesse caminho foi dado na quarta-feira, 25 de maio, com a implantação de um Comitê de Inovação Tecnológica.

Auxiliar na discussão e criação de uma política institucional de inovação será uma das tarefas do novo órgão. Para compor o comitê foram convidados professores com reconhecida atuação nos campos da pesquisa, da inovação e do trabalho colaborativo com empresas, nas áreas de biotecnologia, jurídica, econômica e de direitos autorais (veja os nomes abaixo). “Contamos com a visão destes professores para avançar”, salientou na cerimônia de instalação do comitê a professora Débora Peres Menezes, pró-reitora de Pesquisa e Extensão da UFSC.

O novo comitê vai trabalhar a partir das atribuições do Departamento de Inovação Tecnológica, setor que auxilia a UFSC desde 2007. Uma das responsabilidades do DIT é o acompanhamento dos processos dos pedidos e a manutenção dos títulos de propriedade intelectual da Universidade. Sua equipe também avalia e opina sobre a celebração de contratos e convênios envolvendo a inovação e a pesquisa científica e tecnológica, entre diversas outras ações.

De acordo com a diretora do DIT, professora Rozangela Curi Pedrosa, em 2010 a UFSC protocolou 20 pedidos de proteção de propriedade intelectual, número que considera reduzido em relação ao tamanho e prestígio em pesquisa e desenvolvimento conquistado pela Universidade. Mas, frisou, ainda que tenha uma equipe reduzida, o Departamento recebe cada vez mais demandas por parte da comunidade universitária. Em relação ao número de processos analisados, exemplificou, há um crescimento considerável: em 2010 foram 177, enquanto em 2006 foram 23.

De acordo com a diretora do DIT, a cultura da inovação tecnológica ainda enfrenta diversos desafios – não apenas na UFSC, mas no país. Entre eles, os gargalos na relação entre empresas e pesquisadores, o fato de que muitas indústrias ainda preferem comprar tecnologias de outros países e a falta de cultura do uso e depósito de patentes. Além disso, no Brasil a maioria dos pesquisadores trabalha em universidades e institutos, há uma  reduzida conversão de conhecimento científico em inovação tecnológica e uma concentração da produção industrial em produtos de baixo valor  agregado.

Apesar das dificuldades, a diretora lembrou que um marco no país foi a Lei de Inovação. Aprovada em 2004, essa lei é  fundamental na regulação da cooperação entre universidades e empresas, prevendo entre outros aspectos a criação dos Núcleos de Inovação Tecnológica, o uso de laboratórios de institutos de ciência e tecnologia por pequenas e micro empresas e a participação do pesquisador em royalties. O trabalho com o setor produtivo também é beneficiado com a Lei do Bem, de 2005, que consolidou os incentivos fiscais para pessoa jurídica que tem pesquisa tecnológica e desenvolvimento de inovação.

Ressaltando as competências de cada um dos membros no novo Comitê de Inovação Tecnológica, o reitor da UFSC, professor Alvaro Toubes Prata, defendeu a importância da colaboração dos pesquisadores nas ações relacionadas à inovação e à transferência tecnológica.  “Temos uma herança muito rica e precisamos dar nossa contribuição para melhorar a sociedade e o mundo”.

Mais informações:  www.dit.ufsc.br / / (48) 3721-9628

Por Arley Reis / Jornalista da Agecom

Saiba Mais:

Composição do Comitê de Inovação Tecnológica:

Rozângela Curi Pedrosa / Centro de Ciências Biológicas / Diretora do Departamento de Inovação Tecnológica / Presidente
Irineu Afonso Frey / Centro Sócio-Econômico / Docente do Departamento de Inovação Tecnológica / Vice-Presidente
Antônio  Augusto Ulson de Souza / Centro Tecnológico / Docente da área de Processo Químico  / Membro
Arnaldo José Perin / Centro Tecnológico / Docente da área de Engenharia Elétrica  / Membro
José Eduardo De Lucca / Centro Tecnológico / Docente da Área de Informática / Membro
Marcos Wachowski /  Centro de Ciências Jurídicas / Docente da Área Jurídica  / Membro
Mário Steindel / Centro de Ciências Biológicas / Docente da Área de Biotecnologia  / Membro
Silvio Antonio Ferraz  Cario / Centro Sócio-Econômico / Docente da Área de Economia / Membro
Victor Juliano de Negri / Centro Tecnológico / Docente da Área de Engenharia Mecânica  / Membro

Atribuições do Comitê de Inovação:

– Auxiliar na discussão e criação das políticas institucionais de inovação e transferência de tecnologia da UFSC;
– Promover políticas institucionais de inovação e transferência de tecnologia da UFSC;
– Auxiliar na avaliação dos processos de licenciamento de tecnologias da Instituição;
– Auxiliar nos processos envolvendo questões relacionadas a cultivares e ao direito autoral;
– Auxiliar na indicação de consultores ad-hoc para avaliação e redação de patentes;
– Auxiliar na avaliação da patenteabilidade ou não do resultado de uma pesquisa;
– Auxiliar na avaliação da manutenção de um pedido de patente e de uma patente concedida;
– Auxiliar na avaliação das perspectivas de impacto econômico das tecnologias;
– Auxiliar na divulgação dos resultados das pesquisas realizados na Instituição.

Departamento de Inovação Tecnológica em números

Número de processos analisados
2006 – 23
2007 – 51
2008 – 60
2009 – 103
2010 – 177

Número de pareceres emitidos
2006 – 23
2007 – 51
2008 – 81
2009 – 116
2010 – 133

Tipos de Processos Analisados pelo Departamento de Inovação Tecnológica em 2010

[

Tags: inovação tecnológicapropriedade intelectual

UFSC implanta comitê para avançar na inovação e na transferência tecnológica

30/05/2011 11:11

Fotos: Paulo Noronha (Agecom) e Equipe DIT

A Universidade Federal de Santa Catarina quer fazer de seu Departamento de Inovação Tecnológica muito mais do que um escritório jurídico para orientação sobre propriedade intelectual. A expectativa é de que esse departamento amplie o trabalho colaborativo com empresas e a transferência de tecnologias. Mais um passo nesse caminho foi dado na quarta-feira, 25 de maio, com a implantação de um Comitê de Inovação Tecnológica.

Auxiliar na discussão e criação de uma política institucional de inovação será uma das tarefas do novo órgão. Para compor o comitê foram convidados professores com reconhecida atuação nos campos da pesquisa, da inovação e do trabalho colaborativo com empresas, nas áreas de biotecnologia, jurídica, econômica e de direitos autorais (veja os nomes abaixo). “Contamos com a visão destes professores para avançar”, salientou na cerimônia de instalação do comitê a professora Débora Peres Menezes, pró-reitora de Pesquisa e Extensão da UFSC.

O novo comitê vai trabalhar a partir das atribuições do Departamento de Inovação Tecnológica, setor que auxilia a UFSC desde 2007. Uma das responsabilidades do DIT é o acompanhamento dos processos dos pedidos e a manutenção dos títulos de propriedade intelectual da Universidade. Sua equipe também avalia e opina sobre a celebração de contratos e convênios envolvendo a inovação e a pesquisa científica e tecnológica, entre diversas outras ações.

De acordo com a diretora do DIT, professora Rozangela Curi Pedrosa, em 2010 a UFSC protocolou 20 pedidos de proteção de propriedade intelectual, número que considera reduzido em relação ao tamanho e prestígio em pesquisa e desenvolvimento conquistado pela Universidade. Mas, frisou, ainda que tenha uma equipe reduzida, o Departamento recebe cada vez mais demandas por parte da comunidade universitária. Em relação ao número de processos analisados, exemplificou, há um crescimento considerável: em 2010 foram 177, enquanto em 2006 foram 23.

De acordo com a diretora do DIT, a cultura da inovação tecnológica ainda enfrenta diversos desafios – não apenas na UFSC, mas no país. Entre eles, os gargalos na relação entre empresas e pesquisadores, o fato de que muitas indústrias ainda preferem comprar tecnologias de outros países e a falta de cultura do uso e depósito de patentes. Além disso, no Brasil a maioria dos pesquisadores trabalha em universidades e institutos, há uma  reduzida conversão de conhecimento científico em inovação tecnológica e uma concentração da produção industrial em produtos de baixo valor  agregado.

Apesar das dificuldades, a diretora lembrou que um marco no país foi a Lei de Inovação. Aprovada em 2004, essa lei é  fundamental na regulação da cooperação entre universidades e empresas, prevendo entre outros aspectos a criação dos Núcleos de Inovação Tecnológica, o uso de laboratórios de institutos de ciência e tecnologia por pequenas e micro empresas e a participação do pesquisador em royalties. O trabalho com o setor produtivo também é beneficiado com a Lei do Bem, de 2005, que consolidou os incentivos fiscais para pessoa jurídica que tem pesquisa tecnológica e desenvolvimento de inovação.

Ressaltando as competências de cada um dos membros no novo Comitê de Inovação Tecnológica, o reitor da UFSC, professor Alvaro Toubes Prata, defendeu a importância da colaboração dos pesquisadores nas ações relacionadas à inovação e à transferência tecnológica.  “Temos uma herança muito rica e precisamos dar nossa contribuição para melhorar a sociedade e o mundo”.

Mais informações:  www.dit.ufsc.br / / (48) 3721-9628

Por Arley Reis / Jornalista da Agecom

Saiba Mais:

Composição do Comitê de Inovação Tecnológica:

Rozângela Curi Pedrosa / Centro de Ciências Biológicas / Diretora do Departamento de Inovação Tecnológica / Presidente
Irineu Afonso Frey / Centro Sócio-Econômico / Docente do Departamento de Inovação Tecnológica / Vice-Presidente
Antônio  Augusto Ulson de Souza / Centro Tecnológico / Docente da área de Processo Químico  / Membro
Arnaldo José Perin / Centro Tecnológico / Docente da área de Engenharia Elétrica  / Membro
José Eduardo De Lucca / Centro Tecnológico / Docente da Área de Informática / Membro
Marcos Wachowski /  Centro de Ciências Jurídicas / Docente da Área Jurídica  / Membro
Mário Steindel / Centro de Ciências Biológicas / Docente da Área de Biotecnologia  / Membro
Silvio Antonio Ferraz  Cario / Centro Sócio-Econômico / Docente da Área de Economia / Membro
Victor Juliano de Negri / Centro Tecnológico / Docente da Área de Engenharia Mecânica  / Membro

Atribuições do Comitê de Inovação:

– Auxiliar na discussão e criação das políticas institucionais de inovação e transferência de tecnologia da UFSC;
– Promover políticas institucionais de inovação e transferência de tecnologia da UFSC;
– Auxiliar na avaliação dos processos de licenciamento de tecnologias da Instituição;
– Auxiliar nos processos envolvendo questões relacionadas a cultivares e ao direito autoral;
– Auxiliar na indicação de consultores ad-hoc para avaliação e redação de patentes;
– Auxiliar na avaliação da patenteabilidade ou não do resultado de uma pesquisa;
– Auxiliar na avaliação da manutenção de um pedido de patente e de uma patente concedida;
– Auxiliar na avaliação das perspectivas de impacto econômico das tecnologias;
– Auxiliar na divulgação dos resultados das pesquisas realizados na Instituição.

Departamento de Inovação Tecnológica em números

Número de processos analisados
2006 – 23
2007 – 51
2008 – 60
2009 – 103
2010 – 177

Número de pareceres emitidos
2006 – 23
2007 – 51
2008 – 81
2009 – 116
2010 – 133

Tipos de Processos Analisados pelo Departamento de Inovação Tecnológica em 2010

[

Tags: Comitê de Inovação Tecnológicapropriedade intelectual

Universidade implanta Comitê de Inovação Tecnológica

17/05/2011 07:56

Com o objetivo de auxiliar suas decisões sobre a gestão da Propriedade Intelectual, a UFSC vai criar um Comitê de Inovação Tecnológica. Formado por 10 integrantes, o novo órgão vai assessorar o Departamento de Inovação Tecnológica, ligado à Pró-Reitoria de Pesquisa e Extensão da Universidade.

A formalização do órgão será no dia 25 de maio, às 11h, na Sala dos Conselhos, prédio da Reitoria. Auxiliar na discussão e criação das políticas institucionais de inovação e transferência de tecnologia, nos processos envolvendo questões relacionadas à cultivares e ao direito autoral, na avaliação da manutenção de um pedido de patente e de uma patente concedida e na divulgação dos resultados das pesquisas realizadas na Instituição estão entre as atribuições do novo comitê. As reuniões serão mensais.

Composição do Comitê de Inovação Tecnológica:

– Diretora do Departamento de Inovação Tecnológica (DIT): professora Rozangela Curi Pedrosa

– Um servidor do DIT: professor Irineu Afonso Frey

– Sete servidores docentes representando as áreas tecnológicas, sociais e jurídicas da Universidade: professor Mário Steindel (CCB); professor Victor Juliano de Negri (CTC); professor Arnaldo José Perin (CTC); professor José Eduardo De Lucca (CTC); professor Silvio Antonio Ferraz Cario (CSE); professor Antônio Augusto Ulson de Souza (CTC); professor Marcos Wachowski (CCJ)

– Um representante discente da pós-graduação.


Atribuições:

– Auxiliar na discussão e criação das políticas institucionais de inovação e transferência de tecnologia da UFSC

– Promover políticas institucionais de inovação e transferência de tecnologia da UFSC;

– Auxiliar na avaliação dos processos de licenciamento de tecnologias da Instituição;

– Auxiliar nos processos envolvendo questões relacionadas à cultivares e ao direito autoral;

– Auxiliar na indicação de consultores ad-hoc para avaliação e redação de patentes;

– Auxiliar na avaliação da patenteabilidade ou não do resultado de uma pesquisa;

– Auxiliar na avaliação da manutenção de um pedido de patente e de uma patente concedida;

– Auxiliar na avaliação das perspectivas de impacto econômico das tecnologias;

– Auxiliar na divulgação dos resultados das pesquisas realizados na Instituição.

Mais informações:  www.dit.ufsc.br / / (48) 3721-9628

Por Arley Reis / Agecom

Tags: Comitê de Inovação Tecnológicapropriedade intelectualPRPE

UFSC implanta Comitê de Inovação Tecnológica

03/05/2011 07:47

Com o objetivo de auxiliar suas decisões sobre a gestão da Propriedade Intelectual, a UFSC vai criar um Comitê de Inovação Tecnológica. Formado por 10 integrantes, o novo órgão vai assessorar o Departamento de Inovação Tecnológica, ligado à Pró-Reitoria de Pesquisa e Extensão da Universidade. A formalização do órgão será no dia 25 de maio, às 11h, na Sala dos Conselhos, prédio da Reitoria. Auxiliar na discussão e criação das políticas institucionais de inovação e transferência de tecnologia, nos processos envolvendo questões relacionadas à cultivares e ao direito autoral, na avaliação da manutenção de um pedido de patente e de uma patente concedida e na divulgação dos resultados das pesquisas realizadas na Instituição estão entre as atribuições do novo comitê. As reuniões serão mensais.

Composição do Comitê de Inovação Tecnológica:

– Diretora do Departamento de Inovação Tecnológica (DIT): professora Rozangela Curi Pedrosa

– Um servidor do DIT: professor Irineu Afonso Frey

– Sete servidores docentes representando as áreas tecnológicas, sociais e jurídicas da Universidade: professor Mário Steindel (CCB); professor Victor Juliano de Negri (CTC); professor Arnaldo José Perin (CTC); professor José Eduardo De Lucca (CTC); professor Silvio Antonio Ferraz Cario (CSE); professor Antônio Augusto Ulson de Souza (CTC); professor Marcos Wachowski (CCJ)

– Um representante discente da pós-graduação.


Atribuições:

– Auxiliar na discussão e criação das políticas institucionais de inovação e transferência de tecnologia da UFSC

– Promover políticas institucionais de inovação e transferência de tecnologia da UFSC;

– Auxiliar na avaliação dos processos de licenciamento de tecnologias da Instituição;

– Auxiliar nos processos envolvendo questões relacionadas à cultivares e ao direito autoral;

– Auxiliar na indicação de consultores ad-hoc para avaliação e redação de patentes;

– Auxiliar na avaliação da patenteabilidade ou não do resultado de uma pesquisa;

– Auxiliar na avaliação da manutenção de um pedido de patente e de uma patente concedida;

– Auxiliar na avaliação das perspectivas de impacto econômico das tecnologias;

– Auxiliar na divulgação dos resultados das pesquisas realizados na Instituição.

Mais informações:  www.dit.ufsc.br / / (48) 3721-9628

Por Arley Reis / Agecom

Tags: inovação tecnológicapropriedade intelectual