Workshop debate propriedade intelectual e inovação

04/03/2013 09:55

O Departamento de Inovação Tecnológica (DIT) da Pró-Reitoria de Pesquisa, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), realizará um workshop na quarta-feira, 6 de março, das 9h às 18h, no auditório do Centro Sócio-Econômico, tendo como objetivo debater a Política Institucional de Propriedade Intelectual e Inovação da Universidade.

(mais…)

Tags: DITinovação tecnológicapolítica institucionalpropriedade intelectualworkshop

UFSC é novamente indicada ao Prêmio Finep Regional de Inovação

02/12/2011 15:24

O Departamento de Inovação Tecnológica da UFSC é um dos finalistas do Prêmio Finep Regional de Inovação 2011. A cerimônia de premiação será realizada no dia 5 de dezembro, na Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), em Florianópolis. Os primeiros colocados de cada categoria disputam a premiação nacional.

O DIT-UFSC foi criado para colaborar com a interação universidade-empresa. É um órgão da administração central, ligado à Pró-Reitoria de Pesquisa e Extensão, que tem como missão estimular e fortalecer a colaboração da UFSC com instituições públicas e privadas e zelar pela propriedade intelectual desenvolvida na instituição.

A interação mediada pelo Departamento de Inovação Tecnológica resulta em convênios, contratos, cooperação e acordos de parceria entre instituições públicas e privadas ou interinstitucionais. “O DIT concretiza a função social da UFSC e sua maior contribuição para que empresas sejam inovadoras”, exemplifica a coordenadora do departamento, professora Rozangela Curi Pedrosa.

Entre as atribuições do setor estão o apoio à transferência de tecnologias, o estimulo à proteção jurídica e ao aproveitamento econômica das criações intelectuais e inovações. A equipe colabora também com negociações, redação de convênios e contratos de transferência tecnológica para empresas parceiras, instituições de fomento e centros de pesquisa interessados na realização de projetos conjuntos.

“Cabe também a este departamento estimular e zelar pela proteção da propriedade intelectual gerada no ambiente acadêmico ou em parcerias com a comunidade”, complementa a diretora. Segundo ela, no ano passado o DIT mediou a assinatura de 38 contratos ou convênios e as parcerias resultaram em projetos que ultrapassaram R$ 10 milhões. Também foi responsável por três registros de desenho industrial, nove programas de computador,cinco registros de marcas e oito deposito de pedido de patentes.

Entre os principais trabalhos licenciados ou desenvolvidos para o setor produtivo nos últimos três anos e que contaram com a intermediação do Departamento estão estudos no Departamento de Farmacologia do Centro de Ciências Biológicas sobre efeito antienvelhecimento da pele e proteção contra a radiação solar.

Desenvolvido em parceria com a empresa Natura, esse trabalho resultou no produto cosmético Chronos passiflora, licenciado com exclusividade e que permite que a UFSC receba royalties referentes a sua comercialização.

Outro exemplo é o desenvolvimento junto ao Departamento de Automação de Sistemas de uma central de controle de tráfego urbano, capaz de ajustar automaticamente semáforos de uma cidade à situação do tráfego. A central foi licenciada e comercializada pela empresa Brascontrol e está em funcionamento nas cidades de Macaé (RJ) e Mauá (SP).

Prêmio FINEP
O Prêmio Finep de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, Instituições Científicas e Tecnológicas (ICT) e inventores brasileiros, desenvolvidos no Brasil e já aplicados no país ou no exterior por, no mínimo, três anos. Empresas e Instituições que tenham a inovação como elemento relevante na sua atuação podem concorrer ao Prêmio, exceto aquelas que foram vencedoras nos anos de 2009 ou 2010.

A avaliação dos projetos ocorre em duas etapas, a regional e a nacional, e os vencedores receberão recursos financeiros, que variam de acordo com cada categoria, atingindo o valor máximo de R$ 1 milhão.

Mais informações sobre o DIT em http://dit.ufsc.br/ ou pelo telefone 3721-9628. Sobre o Prêmio FINEP em  http://www2.finep.gov.br/premio/index.php

Por Arley Reis (Jornalista da Agecom) e Nayara Batschke (Bolsista de Jornalismo na Agecom)

 

Tags: DITinovação tecnológicaPremio Finep

UFSC é novamente indicada ao Prêmio Finep Regional de Inovação

01/12/2011 09:05

O Departamento de Inovação Tecnológica da UFSC é um dos finalistas do Prêmio Finep Regional de Inovação 2011. A cerimônia de premiação será realizada no dia 5 de dezembro, na Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), em Florianópolis. Os primeiros colocados de cada categoria disputam a premiação nacional.

O DIT-UFSC foi criado para colaborar com a interação universidade-empresa. É um órgão da administração central, ligado à Pró-Reitoria de Pesquisa e Extensão, que tem como missão estimular e fortalecer a colaboração da UFSC com instituições públicas e privadas.

A interação mediada pelo Departamento de Inovação Tecnológica resulta em contratos de prestação de serviços e acordos de parceria ou cooperação. “O DIT concretiza a função social da UFSC e sua maior contribuição para que empresas sejam inovadoras”, exemplifica a coordenadora do departamento, professora Rozangela Curi Pedrosa.

Entre as atribuições do setor estão o apoio a transferência de tecnologias, o estimulo à proteção jurídica e ao aproveitamento econômica das criações intelectuais e inovações. A equipe colabora também com negociações, redação de convênios e contratos de
transferência tecnológica para empresas parceiras, instituições de fomento e centros de pesquisa interessados na realização de projetos conjuntos.

“Cabe também a este departamento estimular e zelar pela proteção da propriedade intelectual gerada no ambiente acadêmico ou em parcerias com a comunidade”, complementa a diretora. Segundo ela, no ano passado o DIT mediou a assinatura de 38 contratos ou convênios e as parcerias resultaram em projetos que ultrapassaram R$ 7 milhões. Também foi responsável por três registros de desenho industrial, nove programas de computador e cinco registros de marcas.

Entre os principais trabalhos licenciados ou desenvolvidos para o setor produtivo nos últimos três anos e que contaram com a intermediação do Departamento estão estudos no Departamento de Farmacologia do Centro de Ciências Biológicas sobre efeito antienvelhecimento da pele e proteção contra a radiação solar. Desenvolvido em parceria com a empresa Natura, esse trabalho resultou no produto cosmético Chronos passiflora, licenciado com exclusividade e que permite que a UFSC receba royalties referentes a sua comercialização.

Outro exemplo é o desenvolvimento junto ao Departamento de Automação de Sistemas de uma central de controle de tráfego urbano, capaz de ajustar automaticamente semáforos de uma cidade à situação do tráfego. A central foi licenciada e comercializada pela empresa Brascontrol e está em funcionamento nas cidades de Macaé (RJ) e Mauá (SP).

Prêmio FINEP
O Prêmio Finep de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, Instituições Científicas e Tecnológicas (ICT) e inventores brasileiros, desenvolvidos no Brasil e já aplicados no país ou no exterior por, no mínimo, três anos. Empresas e Instituições que tenham a inovação como elemento relevante na sua atuação podem concorrer ao Prêmio, exceto aquelas que foram vencedoras nos anos de 2009 ou 2010.

A avaliação dos projetos ocorre em duas etapas, a regional e a nacional, e os vencedores receberão recursos financeiros, que variam de acordo com cada categoria, atingindo o valor máximo de R$ 1 milhão.

Mais informações sobre o DIT em  http://dit.ufsc.br/ ou pelo telefone
3721-9628. Sobre o Prêmio FINEP em
http://www2.finep.gov.br/premio/index.php.

Por Arley Reis (Jornalista da Agecom) e Nayara Batschke (Bolsista de Jornalismo na Agecom)

Veja também:
Laboratório de Moluscos Marinhos recebe prêmio Finep de Inovação Tecnológica

Departamento de Mecânica é um dos vencedores do Prêmio FINEP na Região Sul

Centro Tecnológico da UFSC se destaca no Prêmio Finep

Tags: DITinovação tecnológicaPrêmio Finep Regional de Inovação

UFSC implanta comitê para avançar na inovação e na transferência tecnológica

31/05/2011 08:06

Fotos: DIT e Agecom

A Universidade Federal de Santa Catarina quer fazer de seu Departamento de Inovação Tecnológica muito mais do que um escritório jurídico para orientação sobre propriedade intelectual. A expectativa é de que esse departamento amplie o trabalho colaborativo com empresas e a transferência de tecnologias. Mais um passo nesse caminho foi dado na quarta-feira, 25 de maio, com a implantação de um Comitê de Inovação Tecnológica.

Auxiliar na discussão e criação de uma política institucional de inovação será uma das tarefas do novo órgão. Para compor o comitê foram convidados professores com reconhecida atuação nos campos da pesquisa, da inovação e do trabalho colaborativo com empresas, nas áreas de biotecnologia, jurídica, econômica e de direitos autorais (veja os nomes abaixo). “Contamos com a visão destes professores para avançar”, salientou na cerimônia de instalação do comitê a professora Débora Peres Menezes, pró-reitora de Pesquisa e Extensão da UFSC.

O novo comitê vai trabalhar a partir das atribuições do Departamento de Inovação Tecnológica, setor que auxilia a UFSC desde 2007. Uma das responsabilidades do DIT é o acompanhamento dos processos dos pedidos e a manutenção dos títulos de propriedade intelectual da Universidade. Sua equipe também avalia e opina sobre a celebração de contratos e convênios envolvendo a inovação e a pesquisa científica e tecnológica, entre diversas outras ações.

De acordo com a diretora do DIT, professora Rozangela Curi Pedrosa, em 2010 a UFSC protocolou 20 pedidos de proteção de propriedade intelectual, número que considera reduzido em relação ao tamanho e prestígio em pesquisa e desenvolvimento conquistado pela Universidade. Mas, frisou, ainda que tenha uma equipe reduzida, o Departamento recebe cada vez mais demandas por parte da comunidade universitária. Em relação ao número de processos analisados, exemplificou, há um crescimento considerável: em 2010 foram 177, enquanto em 2006 foram 23.

De acordo com a diretora do DIT, a cultura da inovação tecnológica ainda enfrenta diversos desafios – não apenas na UFSC, mas no país. Entre eles, os gargalos na relação entre empresas e pesquisadores, o fato de que muitas indústrias ainda preferem comprar tecnologias de outros países e a falta de cultura do uso e depósito de patentes. Além disso, no Brasil a maioria dos pesquisadores trabalha em universidades e institutos, há uma  reduzida conversão de conhecimento científico em inovação tecnológica e uma concentração da produção industrial em produtos de baixo valor  agregado.

Apesar das dificuldades, a diretora lembrou que um marco no país foi a Lei de Inovação. Aprovada em 2004, essa lei é  fundamental na regulação da cooperação entre universidades e empresas, prevendo entre outros aspectos a criação dos Núcleos de Inovação Tecnológica, o uso de laboratórios de institutos de ciência e tecnologia por pequenas e micro empresas e a participação do pesquisador em royalties. O trabalho com o setor produtivo também é beneficiado com a Lei do Bem, de 2005, que consolidou os incentivos fiscais para pessoa jurídica que tem pesquisa tecnológica e desenvolvimento de inovação.

Ressaltando as competências de cada um dos membros no novo Comitê de Inovação Tecnológica, o reitor da UFSC, professor Alvaro Toubes Prata, defendeu a importância da colaboração dos pesquisadores nas ações relacionadas à inovação e à transferência tecnológica.  “Temos uma herança muito rica e precisamos dar nossa contribuição para melhorar a sociedade e o mundo”.

Mais informações:  www.dit.ufsc.br / / (48) 3721-9628

Por Arley Reis / Jornalista da Agecom

Saiba Mais:

Composição do Comitê de Inovação Tecnológica:

Rozângela Curi Pedrosa / Centro de Ciências Biológicas / Diretora do Departamento de Inovação Tecnológica / Presidente
Irineu Afonso Frey / Centro Sócio-Econômico / Docente do Departamento de Inovação Tecnológica / Vice-Presidente
Antônio  Augusto Ulson de Souza / Centro Tecnológico / Docente da área de Processo Químico  / Membro
Arnaldo José Perin / Centro Tecnológico / Docente da área de Engenharia Elétrica  / Membro
José Eduardo De Lucca / Centro Tecnológico / Docente da Área de Informática / Membro
Marcos Wachowski /  Centro de Ciências Jurídicas / Docente da Área Jurídica  / Membro
Mário Steindel / Centro de Ciências Biológicas / Docente da Área de Biotecnologia  / Membro
Silvio Antonio Ferraz  Cario / Centro Sócio-Econômico / Docente da Área de Economia / Membro
Victor Juliano de Negri / Centro Tecnológico / Docente da Área de Engenharia Mecânica  / Membro

Atribuições do Comitê de Inovação:

– Auxiliar na discussão e criação das políticas institucionais de inovação e transferência de tecnologia da UFSC;
– Promover políticas institucionais de inovação e transferência de tecnologia da UFSC;
– Auxiliar na avaliação dos processos de licenciamento de tecnologias da Instituição;
– Auxiliar nos processos envolvendo questões relacionadas a cultivares e ao direito autoral;
– Auxiliar na indicação de consultores ad-hoc para avaliação e redação de patentes;
– Auxiliar na avaliação da patenteabilidade ou não do resultado de uma pesquisa;
– Auxiliar na avaliação da manutenção de um pedido de patente e de uma patente concedida;
– Auxiliar na avaliação das perspectivas de impacto econômico das tecnologias;
– Auxiliar na divulgação dos resultados das pesquisas realizados na Instituição.

Departamento de Inovação Tecnológica em números

Número de processos analisados
2006 – 23
2007 – 51
2008 – 60
2009 – 103
2010 – 177

Número de pareceres emitidos
2006 – 23
2007 – 51
2008 – 81
2009 – 116
2010 – 133

Tipos de Processos Analisados pelo Departamento de Inovação Tecnológica em 2010

[

Tags: inovação tecnológicapropriedade intelectual

Universidade implanta Comitê de Inovação Tecnológica

24/05/2011 07:47

Com o objetivo de auxiliar suas decisões sobre a gestão da Propriedade Intelectual, a UFSC implanta nesta quarta-feira, 25 de maio, um Comitê de Inovação Tecnológica. Formado por 10 integrantes, o novo órgão vai assessorar o Departamento de Inovação Tecnológica, ligado à Pró-Reitoria de Pesquisa e Extensão da Universidade.

A formalização do órgão acontece às 11h, na Sala dos Conselhos, prédio da Reitoria. Auxiliar na discussão e criação das políticas institucionais de inovação e transferência de tecnologia, nos processos envolvendo questões relacionadas à cultivares e ao direito autoral, na avaliação da manutenção de um pedido de patente e de uma patente concedida e na divulgação dos resultados das pesquisas realizadas na Instituição estão entre as atribuições do novo comitê. As reuniões serão mensais.

Composição do Comitê de Inovação Tecnológica:

– Diretora do Departamento de Inovação Tecnológica (DIT): professora Rozangela Curi Pedrosa

– Um servidor do DIT: professor Irineu Afonso Frey

– Sete servidores docentes representando as áreas tecnológicas, sociais e jurídicas da Universidade: professor Mário Steindel (CCB); professor Victor Juliano de Negri (CTC); professor Arnaldo José Perin (CTC); professor José Eduardo De Lucca (CTC); professor Silvio Antonio Ferraz Cario (CSE); professor Antônio Augusto Ulson de Souza (CTC); professor Marcos Wachowski (CCJ)

– Um representante discente da pós-graduação.


Atribuições:

– Auxiliar na discussão e criação das políticas institucionais de inovação e transferência de tecnologia da UFSC

– Promover políticas institucionais de inovação e transferência de tecnologia da UFSC;

– Auxiliar na avaliação dos processos de licenciamento de tecnologias da Instituição;

– Auxiliar nos processos envolvendo questões relacionadas à cultivares e ao direito autoral;

– Auxiliar na indicação de consultores ad-hoc para avaliação e redação de patentes;

– Auxiliar na avaliação da patenteabilidade ou não do resultado de uma pesquisa;

– Auxiliar na avaliação da manutenção de um pedido de patente e de uma patente concedida;

– Auxiliar na avaliação das perspectivas de impacto econômico das tecnologias;

– Auxiliar na divulgação dos resultados das pesquisas realizados na Instituição.

Mais informações:  www.dit.ufsc.br / / (48) 3721-9628

Por Arley Reis / Agecom

Tags: comitêinovação tecnológicapropriedade inteectual

UFSC implanta Comitê de Inovação Tecnológica

03/05/2011 07:47

Com o objetivo de auxiliar suas decisões sobre a gestão da Propriedade Intelectual, a UFSC vai criar um Comitê de Inovação Tecnológica. Formado por 10 integrantes, o novo órgão vai assessorar o Departamento de Inovação Tecnológica, ligado à Pró-Reitoria de Pesquisa e Extensão da Universidade. A formalização do órgão será no dia 25 de maio, às 11h, na Sala dos Conselhos, prédio da Reitoria. Auxiliar na discussão e criação das políticas institucionais de inovação e transferência de tecnologia, nos processos envolvendo questões relacionadas à cultivares e ao direito autoral, na avaliação da manutenção de um pedido de patente e de uma patente concedida e na divulgação dos resultados das pesquisas realizadas na Instituição estão entre as atribuições do novo comitê. As reuniões serão mensais.

Composição do Comitê de Inovação Tecnológica:

– Diretora do Departamento de Inovação Tecnológica (DIT): professora Rozangela Curi Pedrosa

– Um servidor do DIT: professor Irineu Afonso Frey

– Sete servidores docentes representando as áreas tecnológicas, sociais e jurídicas da Universidade: professor Mário Steindel (CCB); professor Victor Juliano de Negri (CTC); professor Arnaldo José Perin (CTC); professor José Eduardo De Lucca (CTC); professor Silvio Antonio Ferraz Cario (CSE); professor Antônio Augusto Ulson de Souza (CTC); professor Marcos Wachowski (CCJ)

– Um representante discente da pós-graduação.


Atribuições:

– Auxiliar na discussão e criação das políticas institucionais de inovação e transferência de tecnologia da UFSC

– Promover políticas institucionais de inovação e transferência de tecnologia da UFSC;

– Auxiliar na avaliação dos processos de licenciamento de tecnologias da Instituição;

– Auxiliar nos processos envolvendo questões relacionadas à cultivares e ao direito autoral;

– Auxiliar na indicação de consultores ad-hoc para avaliação e redação de patentes;

– Auxiliar na avaliação da patenteabilidade ou não do resultado de uma pesquisa;

– Auxiliar na avaliação da manutenção de um pedido de patente e de uma patente concedida;

– Auxiliar na avaliação das perspectivas de impacto econômico das tecnologias;

– Auxiliar na divulgação dos resultados das pesquisas realizados na Instituição.

Mais informações:  www.dit.ufsc.br / / (48) 3721-9628

Por Arley Reis / Agecom

Tags: inovação tecnológicapropriedade intelectual