Fortalezas 40 anos: UFSC realiza gestão das fortificações há quatro décadas

18/04/2019 11:38

Em 21 de novembro de 1979 a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) assumiu a gestão da Fortaleza de Santa Cruz de Anhatomirim, hoje na área de jurisdição do município de Governador Celso Ramos. Ao assumir a administração do espaço histórico o Reitor Caspar Erich Stemmer enalteceu a importância da preservação da fortificação: “Dentro das limitações usuais do orçamento da Universidade fiquei temeroso de assumir a responsabilidade pela manutenção da Ilha de Anhatomirim.  (…) Somente depois de sentir, através da operação “Chapéu na Mão”, o carinho e o interesse que todo o povo florianopolitano dedica a Anhatomirim, é que compreendi que a Universidade não poderia deixar de dedicar-se de corpo e alma à (essa) tarefa (e nem) poderia fugir da missão de administrar, manter e utilizar estas construções históricas, no cenário desta ilha de deslumbrante beleza natural”.

A Fortaleza de Santa Cruz na Ilha de Anhatomirim foi a primeira assumida pela UFSC. Foto Henrique Almeida/Agecom

A fortaleza foi aberta à visitação pública em 1984, na sequência a Fortaleza de Santo Antônio de Ratones passou à guarda da UFSC em 1991 e foi aberta ao público no ano seguinte. Por fim, a Fortaleza de São José da Ponta Grossa, aberta ao público em 1992, também vem sendo gerenciada pela UFSC desde essa data.

Construídas pela Coroa Portuguesa a partir de 1739 com a função de guarnecer a entrada da Barra Norte da Ilha de Santa Catarina, as fortalezas foram declaradas Patrimônio Histórico Nacional em 1938 e as Fortalezas de Santa Cruz de Anhatomirim e de Santo Antônio de Ratones estão entre as 19 fortificações brasileiras indicadas à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) para tornarem-se Patrimônio da Humanidade. A atuação da UFSC, que mantém as três fortificações abertas à visitação durante o ano todo, busca preservar e tornar acessíveis elementos da história e da cultura catarinenses.
(mais…)

Tags: #FortalezasUFSC40anosCoordenadoria das Fortalezas da Ilha da Santa CatarinaFortaleza de AnhatomirimFortaleza de Santo Antônio de RatonesFortaleza São José da Ponta Grossa

Fortalezas da UFSC estão entre as indicadas ao Patrimônio da Humanidade

18/10/2018 12:28

Nesta quinta-feira, dia 18 de outubro, a partir das 14 horas, a Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) de Santa Catarina promove a reunião do Comitê Técnico em prol da candidatura de “Conjunto de Fortificações do Brasil” a Patrimônio Mundial. As Fortalezas de Santa Cruz de Anhatomirim e de Santo Antônio de Ratones, administradas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), estão entre as 19 fortificações brasileiras indicadas à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) para tornarem-se Patrimônio da Humanidade. O evento é aberto ao público será realizado no auditório da antiga Alfândega (Rua Conselheiro Mafra, 141, Centro – Florianópolis).

(mais…)

Tags: Fortaleza de Santo Antônio de RatonesFortalezas de Santa Cruz de AnhatomirimInstituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)UFSCUniversidade Federal de Santa Catarina