Últimos dias: inscrições para Educação do Campo e vagas suplementares a negros, indígenas e quilombolas

12/11/2018 14:30

A Comissão Permanente do Vestibular (Coperve) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) divulgou os editais referentes às inscrições aos processos seletivos para a licenciatura em Educação do Campo e para as vagas suplementares destinadas ao grupo etnicorracial negro, indígenas e quilombolas.

As inscrições para as vagas suplementares devem ser realizadas até esta terça-feira, 13 de novembro.

As inscrições para licenciatura em Educação do Campo devem ser realizadas até 21 de novembro.

Mais informações na página da Coperve.

 

 

Tags: coperveCurso de Licenciatura em Educação do CampoindígenasnegrosquilombolasUFSCvagas suplementares

Educação do Campo divulga edital de vestibular para área de Ciências da Natureza e Matemática

24/01/2018 08:23

Estão abertas as inscrições para o vestibular 2018 para Licenciatura em Educação do Campo, na área de Ciências da Natureza e Matemática. O período de inscrições é de 12 de janeiro a 2 de fevereiro e devem ser realizadas neste link, ou acessando a página educacaodocampo2018.ufsc.br. São 50 vagas e a prova será realizada no dia 18 de março nos município de Florianópolis, Santo Amaro da Imperatriz e Tijucas, conforme o edital divulgado na página da Coperve.

A inscrição tem o custo de R$ 40,00, mas é possível solicitar isenção total da inscrição neste link. As aulas iniciam em 9 de abril.

Sobre o curso

O curso de Licenciatura em Educação do Campo – área Ciências da Natureza e Matemática existe no país desde 2006. Hoje são mais de 40 cursos em andamento. Na Educação do Campo entende-se que os sujeitos têm direito a uma escola que possibilite, em articulação com as especificidades do campo, a apropriação dos conhecimentos historicamente produzidos. Ou seja, além do direito de serem educadas no lugar onde vivem e de participarem do seu processo educativo, as pessoas também têm o direito de usufruir de uma educação vinculada à sua cultura e às suas necessidades humanas, sociais e ambientais.
O curso se organiza pela Alternância, composta de Tempos Universidade (TU), com aulas e outras atividades presenciais, e de Tempos Comunidade (TC), com atividades nas comunidades e escolas do campo.
Diante da atuação do curso por territórios, este vestibular tem foco nos seguintes municípios: Águas Mornas, Angelina, Anitápolis, Antônio Carlos, Biguaçu, Camboriú, Canelinha, Florianópolis, Garopaba, Governador Celso Ramos, Imbituba, Leoberto Leal, Major Gercino, Nova Trento, Palhoça, Paulo Lopes, Porto Belo, Rancho Queimado, Santo Amaro da Imperatriz, São Bonifácio, São João Batista, São João do Itaperiú, São José, São Pedro de Alcântara, Tijucas, Vidal Ramos e outros, dependendo da disponibilidade dos candidatos.

Serviço

Página do vestibularhttp://educacaodocampo2018.ufsc.br/

Edital completo

Inscrições

Gabriel Martins/Agecom/UFSC

Tags: Ciências da natureza e matemáticacoperveCurso de Licenciatura em Educação do Campoeducação do campoUFSCVestibularVestibular 2018vestibular educação do campo

Vestibular especial para Licenciatura em Educação no Campo acontece neste domingo, dia 29

27/01/2017 12:37

As provas do Vestibular especial para ingresso no curso de Licenciatura em Educação do Campo – Área das Ciências da Natureza e Matemática acontecem neste domingo, dia 29 de janeiro. Os candidatos devem conferir o seu local de prova no site.

O curso é oferecido na modalidade presencial, com a Metodologia da Alternância. Com isso, os alunos cumprem seu Tempo-Universidade na UFSC, Campus Florianópolis e nas cidades de Alfredo Wagner e Ituporanga, durante 9 semanas por semestre, em período integral, e seu Tempo-Comunidade (períodos de atividades de vivência e estágio nas comunidades e escolas do campo) prioritariamente nos municípios de Agrolândia, Agronômica, Alfredo Wagner, Aurora, Atalanta, Bom Retiro, Chapadão do Lageado, Imbuia, Ituporanga, Leoberto Leal, Petrolândia, Trombudo Central, Vidal Ramos e outros do entorno.

 

Mais informações:
http://www.educacaodocampo2017.ufsc.br/

Tags: Curso de Licenciatura em Educação do CampoUFSCVestibular 2017

Vestibular UFSC 2017: Matheus Cunha

07/10/2016 08:01

MATEUS_Vestibular_2017

Matheus Cunha – Estudante de Licenciatura em Educação do Campo

“Eu ingressei na Universidade a partir de uma política de ação afirmativa, meu curso de Licenciatura em Educação do Campo já é fruto de uma política afirmativa da diversidade, inclusive. Com o curso, se abriu espaço na Universidade para pessoas que de certa maneira não teriam acesso.

Eu me denomino um militante, não um ativista. É uma construção. Sou militante por todas as causas contra a inferiorização, seja por raça, ou sexualidade. Eu sou homossexual, assumido, sem problema nenhum. O que me faz querer participar dos movimentos é a questão do acolhimento. Quando eu sofro um preconceito, sofro muito mais por ser tatuado do que por ser homoafetivo. É isso que me faz querer lutar e querer entrar nos movimentos. Eu me vejo como um exemplo da diversidade, eu posso ser muita coisa: posso ser militante pelos povos do campo, pelos grupos LGBT, pelos negros, pela educação.

A maioria dos meus colegas estão hoje na Universidade para fazer a diversidade acontecer de verdade. Eu não sou do campo, mas faço um curso voltado para essas pessoas. Convivemos juntos oito horas por dia. Muitos deles são mais acanhados, então eu acabo sendo o porta-voz, a pessoa que vai gritar na Reitoria, declamar um poema. Isso me movimenta, me faz sentir vivo.

O curso de Licenciatura em Educação do Campo é de 2009, já tem quatro turmas formadas, e mais quatro em formação. O curso veio para firmar uma transformação, uma mudança, desde a questão da produção dos alimentos até paradar visibilidade para o campo, para a evasão que está acontecendo. Não existem mais escolas do campo, o ensino fundamental principalmente vem sofrendo muito. O curso vem como contrapartida ao meio de produção capitalista, à industrialização e ao sufocamento desses pequenos povos. O curso abrange camponeses, ribeirinhos, comunidades quilombolas, pessoas que têm uma ligação com a natureza e um projeto de uma sociedade diferente. O que está muito presente no curso é a compreensão do contexto da diversidade. Trabalhamos a contextualização das coisas antes de emitir opiniões. É uma formação por um projeto de escola comunitária.

Se não fosse o curso de Licenciatura em Educação do Campo nem eu, nem meus colegas teríamos acesso à Universidade. Dificilmente alguém do meu perfil ou do perfil dos meus colegas teriam entrado em outro curso. Eu estudei sempre em escolas públicas, antes de entrar na Universidade, por ter tido a condição de vida que eu tive, eu queria abdicar de viver uma vida no sistema capitalista. Eu sou todo tatuado porque eu decidi que queria viver de vender meu artesanato, porque para mim não faria sentido entrar para estudar em um curso que não agregaria para o que eu escolhi para a minha vida. Minha concepção de Universidade era de um espaço extremamente careta, formal, onde eu não conseguiria me enquadrar e que nunca teria espaço para mim. Aí eu conheci a Licenciatura em Educação do Campo e vi que isso era possível. Vi que existem várias outras pessoas assim como eu. É algo muito satisfatório pessoalmente e coletivamente.

Eu sou o primeiro de quatro irmãos a ter acesso à universidade pública. É muito gratificante, eu tenho certeza que vou sair daqui carregado de muito mais conhecimento, desenvolvimento, experiências. Eu estou fazendo isso não para reproduzir um sistema de consumo, de ganhar dinheiro, mas para poder levar uma ideia diferente para as escolas.

Os jovens que estão pensando no vestibular, independente de quem seja, rico ou pobre, negro ou branco, eles têm que procurar esse acesso à Universidade, porque é um direito deles. A Universidade proporciona subsídio para me manter aqui, mesmo com todos os entraves e dificuldades. É um direito de todos, devem pelo menos tentar. Se temos à disposição isso, temos que batalhar para conseguir ter acesso.

Tem uma fala do Che Guevara que eu gosto muito que diz ‘que a universidade se pinte de negro, e mulato, de operário, de camponês’. É isso que eu desejo, que a universidade seja um foco de diversidade mesmo, em todos os sentidos.”

Tags: Curso de Licenciatura em Educação do CampoUFSCVestibular UFSC 2017

Licenciatura em Educação do Campo promove seminário para apresentar atividades dos alunos

29/02/2016 15:50

O curso de Licenciatura em Educação do Campo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) promove, de 2 a 4 de março, o V Seminário de Socialização das Atividades do Curso de Licenciatura em Educação do Campo. O evento tem o objetivo de divulgar as atividades realizadas pelos alunos durante 2015. Serão apresentados artigos, relatórios de estágio, e outras atividades acadêmicas.

A abertura do seminário será no dia 2 de março às 13h30, no auditório do Centro de Ciências d0001a Educação (CED).

Mais informações pelo telefone (48) 3721-2250.

Tags: Curso de Licenciatura em Educação do CampoUFSCV Seminário de Socialização das Atividades de Licenciatura em Educação do Campo

Professora do Canadá realiza atividades no curso de Educação do Campo da UFSC

15/04/2015 09:13

Até 19 de abril de 2015, o curso de Licenciatura em Educação do Campo – Ciências da Natureza e Matemática – da UFSC recebe a visita da professora Janet McVittie, University of Sasktchewan (Canadá), para atividades de ensino e pesquisa em Aprendizagem, Ensino de Ciências e Educação Ambiental.

As atividades, abertas à participação de alunos e professores, contam com o apoio do projeto Universal CNPq/UFSC (2015) Aprendizagem em Redes: modos de habitar os lugares e as escolas.

Mais informações: ledoc.paginas.ufsc.br

Atividades desta quinta até domingo:

visita-prof_canada_ed_campo

 

 

Tags: CanadáCurso de Licenciatura em Educação do CampoJanet McVittieUFSC

Curso de Educação do Campo realiza Semana de Integração com os estudantes

09/03/2015 08:35

De 9 a 13 de março, o curso de licenciatura em Educação do Campo, do Centro de Ciências da Educação (CED) da UFSC, realizará a Semana de Integração entre os estudantes da primeira e da terceira fase do curso que estarão em Tempo Universidade. As atividades na UFSC serão realizadas no prédio do CED, bloco D, e no alojamento da Fazenda Ressacada. 
(mais…)

Tags: CEDCurso de Licenciatura em Educação do Camposemana de integraçãoUFSC

Curso de Licenciatura em Educação do Campo promove seminário de avaliação

18/09/2013 09:54

Nos próximos dias 19 e 20 de setembro, quinta e sexta-feira, será realizado o Seminário de Avaliação e Reestruturação do Curso de Licenciatura em Educação do Campo. O evento será no Auditório do Fórum do Norte da Ilha, próximo ao Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Universidade Federal de Santa Catarina. 

O evento é promovido pelo Curso de Licenciatura em Educação do Campo e tem por objetivo aprofundar reflexões acerca das problemáticas do Curso, apontando estratégias e encaminhamentos de superação, qualificando a formação inicial de professores para as escolas do campo.
(mais…)

Tags: Curso de Licenciatura em Educação do Camposeminário de avaliaçãoUFSC