Simpósio ‘Crônica: jornalismo, edição, tradução’ ocorre nos dias 14 e 15 de dezembro

28/11/2016 20:00

narrative-794978_1920O I Simpósio “Crônica: jornalismo, edição, tradução” será realizado na UFSC  nos dias 14 e 15 de dezembro. O evento é promovido pelo programa de pós-graduação em Estudos da Tradução (PGET/UFSC) e ocorre no Centro de Comunicação e Expressão (CCE). Estão previstas duas conferências, uma delas com a professora Lúcia Granja, da Universidade Estadual Paulista (UNESP); a outra com o professor Julio Schvartzman, da Universidad de Buenos Aires (UBA).

O simpósio busca discutir a natureza e a circulação da crônica como gênero associado à imprensa e que experimenta uma reconfiguração quando da publicação em diferentes suportes (jornal, revista, livro), formatos (digital, impresso) e temporalidades (no momento, em hemerotecas e bibliotecas digitais), na própria língua ou em tradução. Qual é o espaço destinado à circulação das crônicas ao longo dos séculos XIX, XX e XXI? O que implica a edição das crônicas em livro? Há regularidades nas antologias de crônicas? Que impacto tem a digitalização das crônicas na leitura e na pesquisa sobre o gênero? Quais os eventuais diálogos entre a crônica brasileira e a crônica de outros países? Qual a exportabilidade da crônica brasileira e qual a importabilidade da crônica de outras línguas no Brasil? Estas são algumas das questões que nortearão o simpósio.

Mais informações pelo e-mail ou pelo Facebook.

Confira abaixo a programação do evento:

Quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

08h30-10h30
CONFERÊNCIA DE ABERTURA
Lúcia Granja (UNESP, São José do Rio Preto): “Casos da crônica e do romance nos periódicos do século XIX (texto e plasticidade)”.

11h00-12h30
Mesa 1. CRÔNICA E ALTERIDADE
Leticia Goellner (PGET/UFSC): “José Juan Tablada: crônicas do mundo”;
Naylane Matos (PGET/UFSC): “Tradução da crônica ‘Estas Mulheres’ de Rubén Darío: uma leitura/tradução feminista”;
Martha Pulido (PGET/UFSC, Universidad de Antioquia): “La música en las crónicas del Inca Garcilaso de la Vega (Los Comentarios Reales de los Incas. Primera Parte) (1609) (Lisboa MDCIX)”;
Michel François (UFC, PGET/UFSC): “Tradução e estrangeirismos nas crônicas de Lima Barreto na revista Floreal”.

Intervalo 
Almoço

15h00-16h30
Mesa 2. CRÔNICA, ARQUIVOS, TRADUÇÃO
Ingrid Bignardi(PGET/UFSC)/Andréia Guerini (PGET/CNPq): “A presença leopardiana nas crônicas jornalísticas do século XIX e XX”;
Bruna Nunes (UFRGS): “As ‘chroniquetas’ de Eloy, o Herói: alguns escritos de Artur Azevedo n’ A Estação”;
Rodrigo Dias (UFRGS): “O que escapa das lentes do hoje: uma leitura das Balas de estalo a partir do paradigma indiciário”;
Pablo Cardellino Soto (PGET/UFSC): “Tradução do português para o espanhol: entre a letra e a literalidade”.

17h00-18h30.
Mesa 3. SÉCULO XX e XXI, ARTICULAÇÕES, RELEITURAS
Rosario Lázaro Igoa (PGET/UFSC): “Crônica e reconfiguração de gênero: Mário de Andrade no Brasil e no Rio da Prata”;
Kelly Yshida (Pós-Graduação em História/UFSC): “Reflexões sobre as implicações e possibilidades de análise da crônica jornalística: o caso de Herói.Morto.Nós de Lourenço Diaféria (1977-1980)”;
Jean-François Brunelière (UFSC): “A circulação internacional das crônicas produzidas pelas organizações multinacionais: influência dos mercados e meios de divulgação”;
Thiago André Veríssimo (PGET/UFSC): “Mário Faustino: entre crônica e tradução poética”.

18h00 -18h30
Lançamento de livros
GUERINI, Andréia; TORRES, Marie-Hélène C.; COSTA, Walter Carlos. Vozes tradutórias: 20 anos de Cadernos de Tradução. Florianópolis: DLLE/UFSC, 2016.
ANDRADE, Mário de. Crónicas de melancolía eufórica. Org. L. Olivera e R. Lázaro. Trad. R. Lázaro. Montevidéu: Alter, 2016.

Quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

08h30-10h00
CONFERÊNCIA
Ignacio Corona (Ohio State University): “Crítica de la razón ofensiva: redes sociales, blogs y el cuestionamiento de la autoridad intelectual”.

10h30-12h30
Mesa 4. CRÔNICA, ESTÉTICA, PERFORMANCE
Daisi Vogel (UFSC): “Notas para uma estética da crônica brasileira”;
Augusto Nemitz Quenard (Pesquisador independente): “A configuração da crônica brasileira e seus limites no fazer literário”;
Vássia Silveira (PGET/UFSC): “Do virtual ao livro: relato de uma cronista”;
Fernanda de Araujo Machado (PGET/UFSC)/Rachel Sutton-Spence (PGET/UFSC): “Uma crônica pode ser em LIBRAS no século XXI?”;
Paulo Henrique Pappen (PGET/UFSC):”‘Carta para os vizinhos’: relato de performance com uma crônica”.

Intervalo 
Almoço

15h00-16h30
Mesa 6. CRÔNICA: RECONFIGURAÇÃO NACIONAL E INTERNACIONAL
Josiele Medeiros (UFRGS): “Imagens do tempo: as crônicas de Drummond no Correio da Manhã”;
Mayte Gorrostorrazo (FIC/UDELAR)/Leticia Lorier (UDELAR): “Asado, mediotanque y mate: la crónica como vehículo de referentes culturales y sus desafíos en traducciones español-portugués de la revista Pontis – Prácticas de Traducción”;
Claudia Silveyra D’Avila (Pós-Jor/UFSC): “A prosa jornalística-literária de Siegfried Kracauer à luz da crônica latino-americana”;
Walter Carlos Costa (UFSC/CNPq): “Clarice cronista em neerlandês”.

17h00-18h30
CONFERÊNCIA DE ENCERRAMENTO
Julio Schvartzman (Universidad de Buenos Aires): “Asemal: un experimento de prensa poética durante la última dictadura militar”.

18h00 -18h30
Laientheatergruppe: Leitura dramática de uma crônica de Nelson Rodrigues em alemão (do livro Goooooool!: Brasilianer zu sein ist das Grösste. Trad. Henry Thorau, Berlin, 2006. Texto cedido pela editora Suhrkamp).

Tags: CrônicaediçãojornalismoPGETPrograma de Pós-Graduação em Estudos da TraduçãosimpósiotraduçãoUFSC

Simpósio ‘Crônica: jornalismo, edição, tradução’ recebe trabalhos até 31 de outubro

19/10/2016 10:16

livros-nopatioO I Simpósio “Crônica: jornalismo, edição, tradução“, que será realizado na UFSC  nos dias 14 e 15 de dezembro, recebe propostas de comunicação até 31 de outubro. O evento é promovido pelo programa de pós-graduação em Estudos da Tradução (PGET/UFSC) e ocorre no Centro de Comunicação e Expressão (CCE). Podem apresentar trabalhos pesquisadores e docentes; pós-graduandos; pesquisadores de pós-doutorado; graduandos pesquisadores de Iniciação Científica e TCC (Trabalho de Conclusão de Curso); jornalistas; cronistas e profissionais da área.

Os trabalhos devem discutir a natureza e a circulação de crônica em seus diferentes suportes, a poética da crônica, o impacto da digitalização dos arquivos, a crônica na era da internet, as semelhanças e diferenças entre a crônica brasileira e a crônica em outras línguas, países e culturas. Convidamos investigadores de diferentes disciplinas (entre outras, estudos jornalísticos, estudos literários, estudos da tradução), com vinculação institucional (pesquisadores de TCC, iniciação científica, mestrado, doutorado, pós-doutorado, pesquisadores de centros de pesquisa, professores) ou independentes, jornalistas, cronistas, editores, para um debate inter e transdisciplinar sobre o gênero crônica, em suas diferentes manifestações e interfaces.

Interessados em participar com comunicação devem enviar resumo expandido (entre 250 e 300 palavras), palavras-chave (de 4 a 6), abstract (250-300 words), keywords (4-6), para o e-mail:  até 31 de outubro. A avaliação e resposta com envio de pareceres será realizada até 13 de novembro. As inscrições são gratuitas.

Sobre o evento

O simpósio busca discutir a natureza e a circulação da crônica como gênero associado à imprensa e que experimenta uma reconfiguração quando da publicação em diferentes suportes (jornal, revista, livro), formatos (digital, impresso) e temporalidades (no momento, em hemerotecas e bibliotecas digitais), na própria língua ou em tradução. Qual é o espaço destinado à circulação das crônicas ao longo dos séculos XIX, XX e XXI? O que implica a edição das crônicas em livro? Há regularidades nas antologias de crônicas? Que impacto tem a digitalização das crônicas na leitura e na pesquisa sobre o gênero? Quais os eventuais diálogos entre a crônica brasileira e a crônica de outros países? Qual a exportabilidade da crônica brasileira e qual a importabilidade da crônica de outras línguas no Brasil? Estas são algumas das questões que nortearão o simpósio.

Os conferencistas convidados serão Lúcia Granja, da Universidade Estadual Paulista (UNESP) e Julio Schvartzman, da Universidad de Buenos Aires (UBA).

Mais informações pelo e-mail ou pelo Facebook.

Tags: CCECrônicaediçãojornalismoPGETPrograma de Pós-Graduação em Estudos da TraduçãosimpósiotraduçãoUFSC