Projetos na UFSC valorizam conhecimento e cultura africana e afrodescendente

29/11/2018 10:24

De mãos dadas e olhos fechados, os participantes formam um círculo. Suas vozes ganham volume ao cantarem juntos os versos “se eu disser que eu sou mais um, cuidado não tropeçar / Se eu disser que eu sou teatro é pra cantar Axé e Euá”. O termo “teatro” foi improvisado por Toni Edson Costa Santos, ministrante da oficina Breve Passagem por Jogos de Escuta: Teatro de Rua e o Encontro com a Tradição Mandinga. O círculo estava organizado para que os integrantes pudessem exercitar a concentração e a percepção sensorial por meio de um jogo. A regra fundamental era passar adiante um aperto de mão – ao mesmo tempo, os participantes deveriam acompanhar a letra da música.

Esses aspectos foram desenvolvidos na oficina realizada nos dias 8 e 9 de agosto, na sala 210 do Bloco D do Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina (CCE/UFSC). O professor de Encenação e Teatro de Rua da Escola Técnica da Universidade Federal de Alagoas (ETA/UFAL), Toni Edson, foi convidado para ministrar essa e outras oficinas e palestras na terceira edição da Formação do Fórum Permanente de Estudos sobre as Artes Negras da Cena, História e Cultura Africana e Afro-Brasileira da Universidade Federal de Santa Catarina (FANCA/UFSC). Junto ao Coletivo Kurima: estudantes negros e negras da UFSC, ao Kurima Bantu Mulheres e ao Projeto 10 Anos do Curso de Artes Cênicas da UFSC, o FANCA promoveu uma ampla programação entre os dias 7 e 10 de novembro. O evento teve como temática central Diálogos com Tradições Orais de Matriz Africana.
(mais…)

Tags: 10 anos curso de Artes CênicasArtes Cênicas UFSCBreve Passagem por Jogos de Escuta: Teatro de Rua e o Encontro com a Tradição MandingaCCEColetivo Kurima - estudantes negros e negras da UFSCDiálogos com Tradições Orais de Matriz AfricanaFormação do Fórum Permanente de Estudos sobre as Artes Negras da CenaHistória e Cultura Africana e Afro-Brasileira (FANCA)Kurima Bantu MulheresUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

10 anos do curso de Artes Cênicas na UFSC traz espetáculo e oficina com Grupo Abaporu

18/09/2018 11:22

O Grupo Teatral Abaporu participa com apresentação de espetáculo e uma oficina, de 23 a 28 de setembro, das comemorações aos 10 anos do Curso de Artes Cênicas na UFSC. No domingo, dia 23 de setembro, o grupo apresentará o espetáculo “CLOWNSIFICADOS”, às 17h30, na Caixa Preta, térreo do prédio de Artes Cênicas (Bloco D do CCE). Entre os dias 24 e 28 será ministrará uma oficina, em que o grupo dividirá sua principal linha de pesquisa: as máscaras. Todas as atividades são gratuitas e abertas à comunidade.

Espetáculo

Com quatro anos de pesquisas em torno das máscaras (da neutra, passando pelas larvárias, até o clown), “CLOWNSIFICADOS” é o segundo espetáculo do Grupo Teatral Abaporu, que conta ainda com “Pegando do Resto” em seu currículo. Valendo-se de uma dose certa de humor, o trabalho traz ao palco quatro palhaços desempregados, questionando o fazer artístico e a dura realidade de não se poder ganhar a vida somente com a arte. Em “CLOWNSIFICADOS” é explorada a linguagem da menor máscara do mundo: o nariz vermelho. A peça apresenta clowns em situações atrapalhadas, nas quais tentam desempenhar um papel que não lhes foi vocacionado.
(mais…)

Tags: 10 anos de Artes Cênicas na UFSCartes cênicasArtes Cênicas UFSCGrupo Teatral AbaporuUFSC

Projeto do curso de Cinema cria catálogo on-line de atores

06/07/2015 08:54

Um catálogo público, gratuito e totalmente on-line que contemple os atores em atividade em Florianópolis e adjacências de modo a facilitar o encontro entre atores, diretores e produtores: este é o objetivo de um projeto de extensão do curso de Cinema da UFSC, sob a coordenação da professora Virgínia Jorge.

O resultado deste projeto será um catálogo digital em que constem os nomes dos atores mapeados, por ordem alfabética, acompanhados de fotos, links para vídeos online, contatos, e currículos. Estas informações estarão, ainda, divididas por categorias como idade, gênero, e habilidades específicas.

A intenção é que seja criada uma base de dados com referências cruzadas que possa ser divulgada no site do curso de cinema, e consultada num sistema de busca, facilitando o contato entre atores e projetos artísticos, democratizando o acesso e favorecendo a realização de projetos culturais.

Quem tem interesse e experiência como ator ou atriz, com ou sem DRT, ou é estudante de artes cênicas (em graduação ou cursos livres), deve enviar um e-mail para com as seguintes informações e anexos:

1. Obrigatório:

1.1 – Currículo contendo as principais realizações como ator/atriz em cinema, vídeo e teatro. (Não é relevante para este projeto realização de outra natureza ou em outras áreas artísticas). No caso do interessado ser estudante e não possuir (ou possuir em pouca quantidade) realizações artísticas ainda, ele (a) pode enviar uma carta contando sua trajetória nas artes dramáticas e elencando suas principais habilidades.

1.1.1 – O currículo deverá comtemplar obrigatoriamente as seguintes informações:

Nome

Telefone

E-mail

Etnia

Data de nascimento

Número da camisa

Número da calça

Número do sapato

DRT (se houver)

Agência da qual faz parte (se houver)

Idiomas que fala fluentemente (se houver)

Formação acadêmica (se houver)

Experiência profissional

Outras habilidades (ex.: natação, artes marciais, cavalgar, cantar, carteira de motorista, etc).

1.2 – Duas fotos digitalizadas, 22×15 cm, em fundo branco e sem efeitos. Uma de rosto e outra de corpo inteiro. (Não serão aceitas fotos em trajes inapropriados ou trajes de banho).

 

2. Opcional / Desejável:

2.1 – Portfólio fotográfico. Se o(a) ator(atriz) tiver outras fotos de interesse ou book fotográfico ele (a) poderá enviar e tentaremos contemplar as outras fotos de acordo com nossa viabilidade técnica.

2.2 – Links para trabalhos em vídeo. É bastante desejável que sejam fornecidos links de vídeos hospedados em sites públicos (exemplo: vimeo ou youtube) de trabalhos dos atores/atrizes em cinema, TV ou teatro.

 

Mais informações:

Tags: artes cênicasArtes Cênicas UFSCcatálogo online de atroes e atrizescurso de cinemaElenco UFSCUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Alunos de Artes Cênicas da UFSC homenageiam Marina Abramović nesta quinta-feira

20/11/2014 08:30

No dia 20 de novembro, a partir das 14h, um grupo de alunos do curso de Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) fará um tributo a Marina Abramović, a mais importante perfomer contemporânea. As performances ocorrerão no prédio redondo do Centro de Comunicação e Expressão (CCE) da UFSC. Na ocasião, os alunos recriarão algumas performances clássicas da artista sérvia, como “Imponderabilia” (1977), “Nightsea Crossing” (19821-1987), “The Lovers” (1988) e “The Artist is Present” (2010). A ideia de homenagear Marina Abramović surgiu da necessidade de o grupo vivenciar na prática conceitos como arte, corpo e espectador, propostos pela própria artista. Em 2007, numa entrevista a Hans Ulrich Obrist, Marina afirmou que, neste início do século XXI, “tudo se tornou mais e mais eletrônico e mais e mais imaterial em todas as formas de comunicação e na maneira como vivemos nossas vidas. O corpo é quase um obstáculo”.

O corpo é a matéria-prima da obra de Marina Abramović. Em “Imponderabilia”, por exemplo, a artista e Ulay (seu marido na época) modificaram a entrada do Museu de Arte Moderna de Bolonha. Ela e seu parceiro ficaram então nus, um de cada lado da estreita porta do Museu, de modo que o público, ao entrar na instituição, teve que passar entre eles e encarar ou um ou outro. O corpo, nessa performance, é um obstáculo que incitaria e aproximaria o artista do espectador. Segundo Marina, “Ainda hoje (2007), o público tem sido muito passivo, ele é somente um voyeur da obra de arte: num museu […] você não toca, você nunca interage realmente […]. Eu acho que isso tem que mudar. O público tem que ter uma posição mais interativa, tem que se tornar um experimento e, junto com o artista, tem que desenvolver um estado de iluminação […] onde o objeto não deveria mais ser necessário entre o artista e o público”. O que importa para a artista é a “transmissão da energia pura”, que ela vai trabalhar intensamente em performances como “The Artist is Present”. O museu deveria ser, portanto, um lugar de experimento, um tipo de laboratório e não apenas mostrar ao público um produto acabado que ninguém pode tocar. A proposta dessas performances na UFSC é justamente criar um mundo experimental dentro dos corredores do curso de Artes Cênicas.

Em “Nightsea Crossing”, uma série de 22 performances, Marina e Ulay sentavam-se um de frente para o outro, havendo entre eles apenas uma mesa, e ficavam parados dessa forma por horas, um dos objetivos da performance era criar um tableau vivant (quadro vivo) e discutir um comportamento corrente na época entre os performers, que abandonavam essa forma artística e passavam a se dedicar à pintura, já que sentiam necessidade de inserir objetos na arte. Em “The Lovers”, Marina e Ulay, depois de longa caminhada pela Muralha da China, finalmente se encontram. Na releitura dessa performance na UFSC, o artista seguirá “sozinho”, propondo uma reflexão sobre a solidão do artista experimental no mundo da arte ainda hoje.

Como afirmou Marina Abramović, mesmo quando uma performance se repete, ela é uma “nova peça, porque a personalidade das outras pessoas e a maneira como elas interpretam a obra fazem dela uma nova peça”.

Os alunos de Artes Cênicas da UFSC quiseram, parece, seguir o conselho de Marina Abramović: “Se você quer tocar violino, tem que saber como tocar violino; se você quer tocar piano, tem que saber como tocar piano. É a mesma coisa com a performance: não basta ter instruções […]”, deve-se também mergulhar numa experiência pessoal, principalmente em peças de longa duração, como essas propostas pelos alunos de Artes Cênicas, que durarão 8 horas.
Por Dirce Waltrick do Amarante, professora do curso de Artes Cênicas da UFSC.

Tags: Artes Cênicas UFSCMarina AbramovićUFSC

Agenda Cultural: Projeto Sol da Meia-Noite apresenta hoje ‘Off’

18/11/2014 15:56

A peça Off será encenada nesta terça-feira, 18 de novembro, às 22h, na sala 404 do bloco “redondo”, anexo ao CCE (antigo CFM). A peça trata do ofício do ator, refletindo sobre as diferentes linguagens entre teatro e cinema. Audrei e Marcos comparecem a um teste de elenco; no decorrer do teste, textos de filmes conhecidos se transformam completamente quando inseridos no contexto surreal que a diretora sugere.

É a quarta edição deste ano do Sol da Meia-Noite, projeto do curso de Artes Cênicas da UFSC em que alunos ou convidados apresentam cenas curtas, performances, dança, fragmentos de processos etc, sempre após o horário de aula, com o intuito de manter a comunidade a par da produção artística da universidade. O projeto reitera, em novembro, um de seus mais importantes pilares: o da integração entre os dois cursos de Artes Cênicas da cidade – UDESC e UFSC.

FICHA TÉCNICA

Elenco:
Evelyn Dodl
Audrei Hüllen
Marcos Laporta
Gabriela Medeiros

Equipe técnica:
Gabriela Medeiros – Execução de luz
Clara Meirelles – Fotografia e audiovisual
Joana Kretzer Brandenburg – Design
Cristiano Damaceno, Thiago Gonçalves e Gustavo Grillo – Sound Design
Direção, produção e dramaturgia: Evelyn Dodl e Gabriela Medeiros

Tags: Agenda culturalArtes Cênicas UFSCUFSC

Oficinas e apresentações do espetáculo Paper Macbeth em Itajaí, Joinville e Criciúma

25/04/2013 15:16

O espetáculo Paper Macbeth circulará em Santa Catarina nas cidades de Itajaí, Joinville e Criciúma. O espetáculo, contemplado com o Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2012, na Categoria Circulação, é resultado do projeto de pesquisa da professora da UFSC, Maria de Fátima de Souza Moretti, e possui em seu elenco alunos e ex-alunos dos cursos de Artes Cênicas e Letras da Universidade.
(mais…)

Tags: Artes Cênicas UFSCEspetaculo Paper MacbethMaria de Fátima de Souza MorettiUFSC

Única apresentação de Sonho de uma noite de verão neste domingo

20/03/2012 16:19

Sonho de uma noite de verão/ Foto Larissa Nowak

Shakespeare no bosque: Sonho de uma noite de verão reestreia neste domingo em montagem  integrando a programação da Maratona Cultural , tendo início às 18h, com profissionais recém-formados do Curso de Artes Cênicas da UFSC.

(mais…)

Tags: Artes Cênicas UFSCMaratona CulturalShakespeare no bosqueSonho de uma noite de verão