Paralisação dos servidores municipais atinge Farmácia Escola da UFSC

12/04/2018 17:01

A Farmácia Escola da UFSC, localizada no Campus Universitário da Trindade, permanece fechada em função da adesão dos servidores da Prefeitura Municipal de Florianópolis ao movimento de greve da categoria por tempo indeterminado, e que atuam na Farmácia. O órgão opera de forma conjunta com a Prefeitura, esta última responsável legal pela guarda dos medicamentos.

A Farmácia Escola é o único local de dispensação de medicamentos considerados imprescindíveis a alguns dos pacientes, como os transplantados. “Os servidores da UFSC não têm como manter qualquer tipo de atendimento. E tanto os técnicos como estudantes da universidade estão no local contatando os usuários agendados para informá-los da situação”, explica a coordenadora da Farmácia Escola, Rosana Isabel dos Santos.

Tags: FarmáciaFlorianópolisparalisaçãoprefeituraservidoresUFSC

Ponte da UFSC será demolida e reconstruída

10/03/2016 17:17
Água infiltrou e retirou base de sustentação da ponte. Foto: Caetano Machado/Agecom/DGC/UFSC

Água infiltrou e retirou base de sustentação da ponte. Foto: Caetano Machado/Agecom/DGC/UFSC

A ponte localizada atrás da Editora da UFSC (EdUFSC), nas proximidades do Centro de Desportos (CDS), está interditada por tempo indeterminado, uma vez que será necessário demolir e construir uma nova estrutura. A ponte teve seu acesso fechado na manhã desta quinta-feira, dia 10, devido às fortes chuvas da última madrugada. O grande volume de água causou uma infiltração que removeu parte da base de sustentação da cabeceira da ponte e impossibilitou o acesso de veículos.

Equipes da Prefeitura Universitária (PU) e engenheiros do Departamento de Manutenção Predial e Infraestrutura (DMPI) analisaram a ponte e concluíram que não será possível reparar os danos à estrutura. “Nesta manhã acreditávamos que seria uma solução mais simples, no entanto, o desgaste da ponte e os danos causados pela chuva comprometeram a estrutura, e não há como recuperar. A Universidade não dispõe de pessoal e equipamentos para uma obra desse porte, portanto, ela será licitada e contratada”, explica o prefeito do campus, Nailor Novaes Boianovsky.

A UFSC já dispõe de um projeto compatível para a nova ponte e o processo licitatório será iniciado o mais breve possível. Até que a nova estrutura seja finalizada, o acesso continuará impedido.

 

 

Mayra Cajueiro Warren
Jornalista/Diretoria-Geral de Comunicação

 

Tags: efeito das chuvas na UFSCestacionamentoprefeituraPrefeitura Universitária

Reitora discute situação do HU com governo do estado e Prefeitura

30/11/2015 10:47

Discutir a situação do Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago (HU) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e fazer a repactuação dos recursos repassados pelo estado e pelo município. Esse foi o objetivo da reunião realizada na última sexta-feira, 27 de novembro, com presença da reitora Roselane Neckel; do diretor-geral do HU, Carlos Alberto Justo da Silva; do governador do estado de Santa Catarina, João Raimundo Colombo; e do prefeito de Florianópolis, Cesar Souza Junior.

Em ofício entregue ao governador, a reitora da UFSC destacou a importância do apoio do governo do Estado na recontratualização dos serviços prestados à Secretaria Estadual de Saúde diante do contingenciamento orçamentário do governo federal. “Esclarecemos que, sem este apoio ao HU, inevitavelmente as dificuldades impactarão as redes públicas de saúde municipal e estadual”, pontuou. O secretário adjunto de Estado da Saúde de Santa Catarina, Murillo Ronald Capella, e o secretário municipal de Saúde de Florianópolis, Carlos Daniel Moutinho Junior, também participaram da reunião.
(mais…)

Tags: contratosEstadoFlorianópolisgovernoHUprefeiturarecursosUFSC

Prefeitura de Florianópolis realiza obras de recapeamento asfáltico no campus da UFSC

05/03/2015 15:14

A Prefeitura Municipal de Florianópolis (PMF) realiza nesta quinta-feira, 5 de março, obras solicitadas pela Administração Central da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) para recapear as ruas públicas que dão acesso ao campus do bairro Trindade. Em virtude das obras, o acesso pela rua Roberto S. Gonzaga está interditado durante todo o dia.

© Pipo Quint / Agecom / UFSC

Foto: Jair Quint/Agecom/DGC/UFSC

O prefeito do campus, Nailor Novaes Boianovsky, esclarece que a ação está sendo executada inteiramente sob responsabilidade da Prefeitura Municipal. “A UFSC solicitou e foi atendida, dentro das possibilidades de programação da Prefeitura. Solicitamos o recapeamento nos locais mais necessários, além da revitalização das faixas de pedestres”, explica.

A PMF atua na manutenção das vias públicas que cortam o campus de Florianópolis, no bairro Trindade. Obras ainda serão realizadas na rua Andrey Cristian Ferreira e na avenida Desembargador Vitor Lima.

Diretoria-Geral de Comunicação

Tags: PMFprefeituraUFSC

UFSC discute Sapiens Parque com Governo do Estado e Prefeitura

24/07/2013 11:20

Reunião UFSC/Governo do Estado e PM de Florianópolis sobre o Sapiens Parque. Foto: Gabriela Dequech AI/GR/UFSC

As reitoras da UFSC, Roselane Neckel e Lúcia Helena Martins Pacheco, receberam na segunda-feira, 22 de julho, o secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina, Paulo Bornhausen, e o secretário de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico Sustentável de Florianópolis, Rui Gonçalves, e suas equipes para discutir a participação da Universidade como âncora científica e tecnológica no Sapiens Parque.

“A UFSC é player fundamental. É o alicerce no movimento de ciência e tecnologia em Santa Catarina. A Universidade é importante nesse processo e, por isso, precisa estar envolvida, associada também à sua gestão, com o papel de protagonista nesse movimento. Viemos nos colocar à disposição para montar uma agenda propositiva e alinhada. Já aproximamos também a Secretaria Municipal e, a pedido do governador, viemos convidar a UFSC para que seja também uma parceira do Sapiens Parque”, afirmou Paulo Bornhausen.

(mais…)

Tags: governo do EstadoprefeiturareitoriaSapiens ParqueUFSC

UFSC na Mídia: Prefeitura quer integrar anel cicloviário às obras de duplicação da Edu Vieira

10/07/2013 13:43

Projeto da UFSC que prevê construção de 10 quilômetros de ciclovias foi apresentado nesta terça-feira ao prefeito

Sem opção, ciclista divide espaço com veículos em um dos acessos à universidade. Foto: Marco Santiago/ND

A integração da duplicação da rua Deputado Antônio Edu Vieira a um anel cicloviário projetado para ligar a UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) aos bairros de seu entorno, pode ser a aposta de mobilidade de execução mais rápida na Capital. A ideia foi anunciada nesta terça-feira, dia 9, pelo prefeito Cesar Souza Júnior (PSD) após reunião em seu gabinete com a reitora da instituição, Roselane Neckel, que apresentou o projeto de ciclovias.

O projeto piloto apresentado pela universidade prevê a construção de 10 quilômetros de ciclovias no interior do campus interligadas aos bairros Itacorubi, Santa Mônica, Pantanal, Trindade, Carvoeira, Córrego Grande e a Udesc (Universidade do Estado de Santa Catarina). Assim que prontas, as vias seriam integradas com outras, existentes ou projetadas para a cidade, como a da Beira-mar Norte.
(mais…)

Tags: cicloviaduplicaçãoEdu VieiraFlorianópolisprefeituraUFSC

Na Mídia: O Cavalo de Troia da Prefeitura

29/03/2012 11:37

Não é preciso ser engenheiro rodoviário para saber que a duplicação dos 900 metros da Rua Deputado Antônio Edu Vieira não vai resolver o caos do trânsito fabricado pela Prefeitura da Capital.

A Prefeitura está enganando a população e parte da mídia embarcou nos delírios do secretário de “(i)Mobilidade”, cujo projeto tem apenas um “mérito”: represar, em fila dupla, o trânsito que vem da Beira-Mar até o trevo da Eletrosul. É como um rio que encontra logo adiante uma barragem!

A candidatura agasalhada pelo PSDB, na tentativa de despistar a sua histórica e visível incompetência, engendra o maior patrimônio público de Santa Catarina, a UFSC, em bode expiatório. A Universidade jamais afiançou que não iria doar o terreno. No seu direito, e cumprindo rigorosamente a sua responsabilidade social, a UFSC defendeu o aperfeiçoamento de uma proposta caducada e jubilada, que, além de inócua, não leva em conta as necessidades e a vida da comunidade diretamente afetada pela manobra. O bom senso aproxima o reitor que está saindo e a reitora que assume em 10 de maio.

A Prefeitura de Florianópolis é conhecida nacionalmente pelas suas “realizações” apressadas e mal-assombradas. Elitista e autoritária, costuma patrolar a opinião e a vontade das comunidades locais e indefesas. No caso da Rua Antônio Edu Vieira, oferece à população e à Universidade um Cavalo de Troia.  O projeto prende, em cárcere privado, os moradores e a comunidade universitária.

Seguro morreu de velho. Está certo o Conselho Universitário da UFSC ao negar um cheque em branco ao candidato a candidato a prefeito. O projeto não garante coisa alguma. A Prefeitura, pobre de espírito público e escassa de recursos, desconsidera os impactos sociais e ambientais no entorno da Universidade. Os canteiros, as calçadas, as ciclovias e as revitalizações não passam de engodo, processo de campanha. Já são hoje uma farsa na cidade inteira!

A ganância imobiliária é tanta na Ilha que um tucano inescrupuloso quer roubar da Universidade a terra que ocupa. Ignorando o trabalho e a importância de uma Universidade de excelência, reconhecida internacionalmente, gostaria certamente que a Universidade Federal de Santa Catarina fosse despejada para o Paraná ou para o Rio Grande do Sul.

Oportunistas, eleitoreiros e aventureiros transformam sofismas em verdade. O pior, nessa história sórdida, é constatar que contam com a colaboração, mansa e orquestrada, de setores acríticos da mídia e até de jornalistas desavisados.

Por uma eleição e pelo “poder”, maus políticos fazem qualquer negócio. Assim como estão afundando a Ilha e derrubando a Ponte Hercílio Luz, não pensam duas vezes para jogar na lixeira uma Instituição que há mais de 50 anos desenvolve o Estado e blinda o País com a sua cultura e os seus conhecimentos.

A UFSC, servidora incondicional da Nação e da sociedade, não pode se curvar nem se apequenar diante da política de balcão dos sucessores de Dário Berger!

Talvez fosse o caso de a União, através da Procuradoria Federal, acionar os detratores por danos inaceitáveis a uma instituição essencial à sociedade. Seria uma forma de fazer justiça contra tantas insanidades ora semeadas ao vento!

(*) Artigo publicado originalmente na página de Opinião do jornal Notícias do Dia na quinta-feira, 29 de março.

Moacir Loth

Jornalista

 

Tags: CavaloprefeituraTroiaUFSC