Políticas públicas podem minimizar efeitos do aquecimento global, aponta pesquisadora da UFSC

20/08/2019 14:41

Conhecimento indígena e local, empoderamento de mulheres e múltiplas políticas de posse de terra estão entre as medidas sugeridas para mitigar os efeitos das mudanças climáticas na terra no último relatório divulgado pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) da Organização das Nações Unidas (ONU) e destacadas pela professora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Regina Rodrigues. Ela foi editora-revisora do capítulo Risk management and decision making in relation to sustainable development (Gestão de risco e tomada de decisão em relação ao desenvolvimento sustentável) do documento que discute os impactos do uso da terra em mudanças climáticas, publicado no dia 8 de agosto.

A pesquisadora foi um dos quatro participantes brasileiros selecionados pelo IPCC para o Special report on climate change and land (SRCCL – Relatório especial sobre mudança climática e terra) – de um total de 107 cientistas, de 52 países. Como editora-revisora, Regina tinha a função de checar a resposta dos autores aos comentários de cientistas credenciados ao primeiro rascunho do capítulo. “Depois que eles fizeram o primeiro draft, o capítulo é disponibilizado para pesquisadores de fora comentarem. E aí o revisor deve se certificar que os autores vão responder todos os comentários. No nosso capítulo teve 1,4 mil. A gente tinha que se reunir com os autores e fazer com que eles respondessem um por um”, explica a professora. O trabalho foi dividido com o outro editor-revisor do capítulo, Billie Turner, membro da Academia Americana de Ciências dos Estados Unidos.

Regina foi editora-revisora de capítulo no relatório do IPCC. Foto: Jair Quint/Agecom/UFSC

(mais…)

Tags: IPCCmudança climáticaPainel Intergovernamental sobre Mudanças ClimáticasUniversidade Federal de Santa Catarina