Timor-Leste busca parceria com a UFSC na implantação de pós

13/04/2011 17:20

Uma comitiva da Universidade Nacional do Timor Lorosa’e (UNTL), fundada em 2.000, visitou a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) nesta semana para firmar uma parceria na implantação de cursos de pós-graduação no Timor-Leste. O reitor Alvaro Prata reuniu-se com o vice-reitor dos Assuntos de Pós-Graduação e Pesquisa da UNTL, professor Francisco Miguel Martins, para iniciar as negociações do convênio de cooperação no mestrado e doutorado, nas áreas de Biologia, Educação Científica e Tecnológica, e Políticas Públicas (Educação).

O país conta com a ajuda do Brasil e Portugal para iniciar os cursos já no mês de agosto. A parceria inclui a elaboração de planos de ensino e ementas das disciplinas de pós-graduação cedidas pela UFSC, além da possibilidade de fornecer doutorado sanduíche para os estudantes timorenses.

“Nós consideramos o povo brasileiro nosso irmão mais velho, já que somos iguais quanto à colonização portuguesa. Mas o Brasil encontra-se muito a frente na questão da educação, tão primordial para o crescimento de um país. Contamos com a ajuda brasileira para avançarmos também”, comenta o vice-reitor Martins.

A comitiva da UNTL esteve em sete universidades portuguesas e, depois da UFSC, visitará as universidades Federal da Bahia (UFBA) e de Integração Internacional Luso-afro-brasileira (Unilab), no Ceará, onde representantes das três instituições brasileiras e a UNTL estarão reunidos.

A Universidade Nacional do Timor Lorosa’e possui um curso de especialização, promovido pela Capes, em que professores brasileiros ministram as disciplinas, sob a coordenação acadêmica da UFSC. Nos cursos de mestrado e doutorado a intenção é formar professores timorenses.

Outras informações com a professora Suzani Cassiani pelo e-mail .

Por Bianca Amorim/ bolsista de Jornalismo da Agecom

Tags: parceriaTimor-LesteUNTL