2º Encontro de Práticas Culturais e das Artes de Matriz Africana de 20 a 26 de outubro

23/10/2018 14:00

O 2º Encontro de Práticas Culturais e das Artes de Matriz Africana (EPRACUAMA) foi idealizado e é realizado pelo Coletivo Kurima – Estudantes Negras e Negros da UFSC e a Kurima Bantu Mulheres MUDEMPODIRO e tem o apoio do Fórum das Artes Negras da Cena (FANCA), da coordenação do Curso de Artes Cênicas, vai acontecer junto ao  8° Maçã em Fatias e faz parte das atividades dos 10 anos do Curso de Artes Cênicas.
(mais…)

Tags: 2º Encontro de Práticas Culturais e das Artes de Matriz Africana (EPRACUAMA)8° Maçã em FatiasBloco D – CCEColetivo KurimaColetivo Vozes de ZambiCoordenação do Curso de Artes Cênicascurso de artes cênicasFórum das Artes Negras da Cena (FANCA)UFSC

Grupo teatral, criado na UFSC, apresenta ‘Pegando do Resto’ dia 10 de julho

03/07/2018 13:48

O Grupo Teatral Abaporu apresenta na próxima terça-feira, 10 de julho, às 20h, no Teatro Álvaro de Carvalho (TAC),  o espetáculo ‘Pegando do Resto’. O trabalho é o resultado de pesquisas em torno das máscaras larvárias, comumente utilizadas no treinamento de atores e atrizes, a partir da pedagogia de Jacques Lecoq.  O espetáculo surgiu dentro do curso de Artes Cênicas da UFSC, onde o Abaporu foi criado.

‘Pegando do Resto’ é resultado do projeto de pesquisa ‘A máscara e o ator: Experimentando métodos’, orientado pela professora Maria de Fátima de Souza (Sassá) Moretti. A pesquisa foi premiada entre os melhores trabalhos de iniciação científica de 2017 pela UFSC e, também, será apresentada juntamente com o espetáculo na 70ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que ocorre de 22 a 28 de julho em Maceió (AL).

O espetáculo explora a linguagem única e, ao mesmo tempo, universal das máscaras larvárias, numa temática existencialista situada no universo do Teatro do Absurdo. Aqui as máscaras do Grupo Abaporu exploram o lusco-fusco dos dias, manipulando o espaço e o tempo. Enquanto esperam, o ócio desenvolve situações para mantê-las sempre um segundo atrás do ponteiro do relógio.
(mais…)

Tags: Artes Cênicas da UFSCcurso de artes cênicasespetáculo 'Pegando do Resto'Grupo Teatral AbaporuTACUFSC

Curso de Artes Cênicas promove espetáculo ‘A Era dos Terremotos – ou Vai Piorar’

23/06/2017 14:42

As turmas de Atuação e Encenação III da 7ª fase do curso de Artes Cênicas promovem o espetáculo “A Era dos Terremotos – ou Vai Piorar” nos dias 29 de junho, às 20h, e 1º de julho, às 17h, na Caixa Preta, no bloco D do Centro de Comunicação e Expressão (CCE) da UFSC. Os ingressos podem ser retirados uma hora antes no local. Entrada gratuita.

Sinopse

Se, como diria Adoniran Barbosa, “o pogréssio vem do trabaio”, para onde progredimos? “A Era dos Terremotos – ou Vai Piorar” é um espetáculo-ensaio sobre o trabalho no Brasil contemporâneo. O tema mobiliza a todxs, do congresso nacional ao açougueiro, da formiga à cigarra. No universo do trabalho convivem o sacrifício, a gratificação, a alienação e a recusa (“eu prefiro não”). Para conversar cenicamente a respeito do tema, convocamos as obras de Brecht, Melville, Esopo, Obrist, Büchner, Walt Disney e Prévieux além da música de Alvarenga e Ranchinho, John Lennon, Chico Buarque e do já citado Adoniran. O resultado é uma polifonia crítica, que é levada ao palco justamente na iminência da aprovação das Reformas Trabalhista e Previdenciária no país. “Amanhã nóis vai trabaiá, se Deus quisé / Mas Deus num qué”.

Ficha Técnica

Elenco: Beatriz Figueiredo, Giselle Kincheski, Liz Donovan, Natália Berté, Patricia Linhares, Robson Esteves e Willian Mario
Assistência de direção: Agnaldo Stein, Daniele Viola, Gleydson Garcia, Laura W. Gedoz, Pitita Blasius e Raissa Benelli
Direção e trilha sonora: Fabio Salvatti
Direção de arte: Laura W. Gedoz
Direção de produção: Gleydson Garcia e Raissa Benelli
Iluminação: Daniele Viola
Operação de luz: Raissa Benelli
Operação de som: Agnaldo Stein

Tags: A Era dos Terremotos - ou Vai Piorarcurso de artes cênicasUFSC

Agenda Cultural: espetáculo ‘O Ovo’ no Teatro da UFSC neste fim de semana

03/10/2014 16:30

O Ovo segue com a temporada de apresentações no palco do Teatro da UFSC neste fim de semana, 3 de outubro (sexta-feira), às 21h, e 4 e 5 (sábado e domingo), às 20 horas. A produção é montagem final da disciplina Processos Criativos, do Curso de Artes Cênicas da UFSC.  A entrada é gratuita e aberta à comunidade, mas os ingressos são limitados e serão distribuídos 30 minutos antes do inicio da apresentação da peça.

Teatro, O Ovo (14)- WEB800

Foto: divulgação

A reflexão

Um tempo que não foi, que não aconteceu; um tempo parado na mais profunda vaidade; uma espera que se perdeu, que não ocorreu – que bom que terminou. E o sol da nova manhã desvela outras clareiras. Nada como um dia após o outro. É agora?

O Ovo propõe questionar a condição humana. Para tanto, Valquiria Vasconcelos da Piedade compôs a dramaturgia através de textos de Friedrich Nietzsche (Assim Falou Zaratustra), Martin Heidegger (Construir, Habitar, Pensar), Dostoiévski (Crime e Castigo) e algumas fábulas de Esopo. Por meio de uma perspectiva trágica da dramaturgia, optou-se por uma estética que se aproxima do teatro do absurdo. A principal discussão do texto permeia a relação do homem com a verdade e o tempo e também a dos homens entre si.
(mais…)

Tags: curso de artes cênicasDACO OvoUFSC

Peça de García Lorca no Teatro da UFSC neste fim de semana

13/09/2013 16:56

O Teatro da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) recebe neste fim de semana a peça “Amor de Dom Perlimplim com Belisa em seu Jardim”, como parte do evento “Calourada”. A peça, de Federico García Lorca, foi montada pelo grupo Elefants Núcleo de Arte, do curso de Artes Cênicas da UFSC. As apresentações serão nos dias 13, 14 e 15 de setembro, às 20 horas. Os ingressos são gratuitos e devem ser reservados pelo e-mail ou (48) 9928-7333. 
(mais…)

Tags: CCEcurso de artes cênicasElefants Núcleo de ArteSecultteatroUFSC

Alunos de Artes Cênicas apresentam peça de García Lorca neste fim de semana

02/08/2013 16:08

Peça será apresentada nos dias 2, 3 e 4 de agosto, às 20h. Foto: Larissa Nowak/Grupo Elefants Núcleo de Arte

O Teatro da Igrejinha, da Universidade Federal de Santa Catarina, recebe neste fim de semana a peça “Amor de Dom Perlimplim com Belisa em seu Jardim”, de Federico García Lorca, montada pelo grupo Elefants Núcleo de Arte, do curso de Artes Cênicas da UFSC. As apresentações serão nos dias 2, 3 e 4 de agosto, às 20 horas. Os ingressos são gratuitos e devem ser reservados pelo email

(mais…)

Tags: CCEcurso de artes cênicasElefants Núcleo de ArteSecultteatroUFSC

Alunos de artes cênicas da UFSC encenam “O último Godot”

17/06/2013 12:21

O último Godot ,  do  dramaturgo romeno Matéi Visniec, estreia pela primeira vez no Brasil no dia 18 de junho, às 20h, no Sesc Prainha. A apresentação, concebida por alunos da sétima fase do curso de Artes Cênicas da UFSC, faz uma homenagem aos 60 anos de estreia de Esperando Godot, de Beckett (1906 – 1989), que foi encenada pela primeira vez em 1953, no Théâtre de Babylone, em Paris.   No mês de julho, as apresentações serão no Teatro da UFSC.

 

 

 

 

(mais…)

Tags: curso de artes cênicasO último GodotUFSC

Espetáculo “Flor das Águas” retorna ao Teatro da UFSC

03/05/2013 14:41

“Flor das Águas” está vinculada ao grupo de pesquisa Poéticas Vocais do Corpo em Arte, do Curso de Artes Cênicas da UFSC

A poética do sagrado feminino, do ventre do corpo e do ventre da Terra é a temática abordada na peça “Flor das Águas”, que retorna ao palco do Teatro da UFSC (ao lado da Igrejinha), nos dias 4 e 5 de maio, sábado e domingo, às 20 horas. O enredo do espetáculo aborda a cultura brasileira de mitologia sobre as deusas do mar, do lago, da chuva, do rio e da cachoeira. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada). A bilheteria abre uma hora antes do início da peça.

A montagem teatral “Flor das Águas” está vinculada ao grupo de pesquisa Poéticas Vocais do Corpo em Arte, do Curso de Artes Cênicas, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), coordenado pela professora Janaina Trasel Martins. O projeto “Montagem Teatral do Espetáculo Flor das Águas” tem como proposta a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão. As atrizes são alunas do Curso de Artes Cênicas da UFSC, da quinta e sétima fase.
(mais…)

Tags: curso de artes cênicasDACFlor das águasTeatro da UFSCUFSC

Espetáculo “Flor das Águas” retorna ao Teatro da UFSC

12/04/2013 15:18

O Teatro da UFSC volta a receber a peça “Flor das Águas”, nos dias 13 e 14 de abril, às 20 horas. O enredo do espetáculo fala da cultura brasileira de mitologia sobre as Deusas do mar, do lago, da chuva, do rio e da cachoeira. A peça aborda a temática do sagrado feminino, do ventre do corpo e do ventre da Terra. A apresentação faz parte do Projeto “Cena Aberta”.

O Grupo de Pesquisa Poéticas Vocais do Corpo na Arte, constituído por alunas do curso de Artes Cênicas da UFSC, compôs o trabalho baseando-se em poesias, cantos indígenas, dos orixás, das lavadeiras. As questões sócio-ambientais relativas à água no Brasil também foram estudadas para elaborar a peça. A entrada é gratuita.

(mais…)

Tags: curso de artes cênicasDACSecultTeatro da UFSCUFSC

Curso de Artes Cênicas leva reflexão sobre o 11 de setembro para o teatro

28/06/2011 12:11

Espetáculo é resultado de quatro meses de pesquisa e trabalho de estudantes de sétima fase

Quando a vida no Planeta é impactada por acontecimentos da repercussão dos que envolveram a guerra entre o mundo islâmico e os Estados Unidos o palco da arte não pode ser outro se não o da própria história. Dos jornais para os bancos universitários, da literatura para o cinema, a reflexão sobre o 11 de Setembro será levada agora ao teatro pelo Curso de Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Catarina. Setembro estreia nos dias 2 e 3 de julho, às 20 horas, no Teatro da UFSC, dentro do Projeto Primeiro Ato, da Secretaria de Cultura e Arte, com a proposta de criar um espaço poético e sensível para atores e públicos encenarem as causas e conseqüências do evento biopolítico mais marcante do terceiro milênio.

Fruto de quatro meses de pesquisa e trabalho de alunos de sétima fase da disciplina Projeto de Montagem, a peça se propõe a discutir a experiência humana a partir dos eventos eclodidos em 11 de setembro de 2001, que neste ano completam uma década. O projeto partiu da ideia de constituir um fórum artístico e intelectual para a discussão desses episódios que deixaram marcas visíveis na vida cotidiana, alterando tanto as relações geopolíticas quanto as relações interpessoais no mundo, como explica o coordenador do Curso de Artes Cênicas, Fábio Salvatti.

Orientada e dirigida por Salvatti (direção geral) e pelos professores Gerson Praxedes (co-direção) e Luiz Fernando Pereira (direção de arte), uma equipe integrada por 21 alunos iniciou os ensaios no dia 14 de março. O espetáculo encena um olhar sobre a experiência humana nestes dez anos que nos separam dos eventos do dia 11, a partir da percepção de que os atentados do dia 11 de Setembro inauguraram um novo sistema geopolítico no século XXI. A Guerra contra o Terror que se seguiu a partir daí tem pautado as relações interpessoais, internacionais e interculturais dos indivíduos e nações, analisa o diretor. “A discussão que propomos não pretende ser dogmática ou fundamentada em uma tese a ser defendida, mas, antes, oferecer um campo sensível de reflexões atravessado por memórias individuais e políticas”, sublinha Salvatti.

Uma das primeiras grandes produções do Curso de Artes Cênicas, criado em 2008, o espetáculo integra-se aos propósitos da disciplina, que visa à concretização de um projeto artístico de engajamento coletivo

Uma das primeiras grandes produções do Curso de Artes Cênicas, criado em 2008, o espetáculo integra-se aos propósitos da disciplina, que visa à concretização de um projeto artístico de engajamento coletivo - Fotos: Larissa Nowak

Para alcançar esse espaço de dramaturgia em processo, Setembro não parte de um texto preexistente à cena. Busca construir uma enunciação dramática do tempo presente, valendo-se de recursos inovadores, como provocar respostas no elenco a partir de estímulos dados pela direção da peça. Alguns desses estímulos são conceitos ou partes de ensaios de pensadores como Eric Hobsbawm, Noam Chomsky, Susan Faludi, John Gray, Sam Harris, Giorgio Agamben, Antonio Negri. Outros são recortes de jornais, fragmentos de discursos de autoridades, documentos oficiais, etc. Além dos fragmentos textuais, a peça explora obras audiovisuais alusivas ao acontecimento, como os documentários Farenheit 911, Zeitgeist, Loose Change, e também várias referências musicais como Eumir Deodato, Nick Drake, Zbigniew Preisner, dentre outras.

As consequências desse acontecimento são visíveis na normalização dos instrumentos de vigilância da sociedade de controle, na suspensão dos direitos civis levadas a cabo no Ato Patriótico nos Estados Unidos, ou mesmo na invasão militar e execução sumária de acusados de terrorismo em inúmeros países. Um verdadeiro estado de exceção transnacional estabeleceu-se, no qual se ignoram as soberanias nacionais ou as convenções humanitárias. “Campanhas de delação afixadas em cartazes nos principais centros urbanos dos países desenvolvidos, flagrantes abusos contra os direitos humanos, intolerância religiosa, disseminação da xenofobia: o mundo deste novo milênio está, decididamente, marcado pelas cicatrizes de um conflito biopolítico”, diz o argumento da peça.

Uma das primeiras grandes produções do Curso de Artes Cênicas, criado em 2008, o espetáculo integra-se aos propósitos da disciplina, que visa à concretização de um projeto artístico de engajamento coletivo. Com a primeira turma se formando em 2011, o curso proporciona, com esse projeto, a oportunidade de os alunos aplicarem as aptidões desenvolvidas ao longo do curso nas diferentes funções teatrais, como anota a secretária de Cultura e Arte da UFSC, Maria de Lourdes Borges.

Aberta ao público, a peça foi produzida pela Expresso Produções, com recursos da SeCArte e apoio do Departamento Artístico Cultural, Departamento de Libras e Centro de Comunicação e Expressão. Os ingressos, gratuitos, devem ser retirados no Teatro da UFSC, ao lado da Igrejinha, uma hora antes do espetáculo.

Serviço:

Setembro
Direção: Fabio Salvatti (3721-6801)
Codireção: Gerson Praxedes

Direção de arte: Luiz Fernando Pereira (LF)
Elenco: Araeliz, Bárbara Danielli, Betinho Chaves, Carlos Silva, Célio Alves, Claudinei Sevignani, Elise Schmiegelow, Emanuelle Antoniollo, Gabriel Guedert, Gustavo Bieberbach, Ilze Körting, Janine Fritzen, Malu Leite, Paula Dias, Rafaela Samartino, Ricardo Goulart, Rodrigo Carrazoni, Tainá Orsi, Tamara Hass, Thaís Penteado, Vera Lúcia de Azevedo Ferreira, Wellington Bauer

Iluminação: Gabriel Guedert

Cenário e figurino: Malu Leite

Cenotécnico: Edson

Costureira: Iraci

Vídeos: Fabiane de Souza

Fotografia: Larissa Nowak

Pesquisa de trilha sonora: Fabio Salvatti

Programação visual: Fabio Salvatti e Wellington Bauer

Apresentações: 2 e 3 de julho (sexta e sábado)

Horário: 20 horas

Local: Teatro da UFSC (ao lado da Igrejinha)

Entrada franca – retirar ingresso uma hora antes do espetáculo

Realização: alunos da 7ª fase do curso de Artes Cênicas da UFSC

Patrocínio: SeCArte/UFSC (Secretaria de Cultura e Artes da UFSC)

Apoio: CCE – DALi – DAC/UFSC

Produção: Expresso Produções

Raquel Wandelli

Jornalista da SeCArte/UFSC

99110524 e 37219459

www.secarte.ufsc.br

Tags: curso de artes cênicas

Dom Quixote estreia com estudantes do Curso de Artes Cênicas

08/12/2010 16:50

A peça teatral Dom Quixote, realizada pelo Curso de Artes Cênicas da UFSC, será apresentada nos dias 8, 9 e 10 de dezembro, às 20h30, com entrada gratuita. O espetáculo tem apoio da SecArte, dentro do Evento Bodas de Cena, e integra as comemorações daos 50 anos da UFSC.

Nesta montagem realizada com estudantes do Curso de Artes Cênicas da UFSC, a partir da obra de Miguel de Cervantes, o público é convidado a seguir as andanças de Dom Quixote e Sancho Pança por entre territórios de imaginação e de realidade.

O jogo cênico será iniciado na sala 403 do Centro de Ciências Físicas e Matemáticas (CFM) e percorrerá os jardins do campus universitário até o lago do Centro de Cultura e Eventos. Em caso de chuva, a apresentação do dia será transferida.

Direção: Janaina Trasel Martins

Elenco:

Dom Quixote: Carlos Eduardo da Silva

Dulcinéia: Elise Schmiegelow

Sancho Pança: Célio Alves

Camponeses da Estalagem: Gustavo Bieberbach e Vera Ferreira

Camponesas/Lavadeiras: Ângela Victoriano, Angélica Mahfuz, Celeste Kellermann, Marcela Capitanio, Thais Penteado, Thais Leite

Mago: Wellington Bauer

Pescador: Betinho Costa

Circenses:

Rapel: Jimmy Lubas e Vera Ferreira

Lira: Angélica Mahfuz.

Tecido: Betinho Chaves

Swing de Fogo: Ângela Victoriano, Marcela Capitanio, Thais Leite

Músicos: Tambores de Candomblé: Andrés Presa, Alejandro Olivera, Emiliano Brum, Marcelo Bonilla

Pandeiro: Leandro Barbosa

Violoncelo: Herlene Mattos

Flauta: Fabian Giassi

Composição da música Sonhos: Vitor Vitti Porto

Teatro de Sombras: Janaina Martins, Edson Menezes e Sassá Moretti

Direção de Arte: Edson Menezes

Figurino e costura: Daniela Antunes. Costura: Maria da Graça Fernandes

Cenógrafo: Luiz Fernando Pereira

Coreografia da Luta Medieval: Anderson Tsukiyama (Grupo Medieval SCAM)

Coreografia do véu wings: Alika Costa

Projeto de Luz: Ivo Godoi

Apoio técnico: Jessica Schütze, Thiago Santanna, Leonardo Santanna

Fotos e Design: Larissa Nowak

Produção: Janaina Martins, Thais Penteado, Angélica Mahfuz

Realização:

Curso de Artes Cênicas

SecArte – Secretaria de Artes

Universidade Federal de Santa Catarina

Informações:

Tags: curso de artes cênicasDom QuixoteteatroUFSC